Velocidade Online

Nacional - Montanha

CAMPEONATO PORTUGAL DE MONTANHA JC GROUP - LEONEL BRÁS NÃO DEU HIPOTESES NA RAMPA DE MURÇA

Terça, 10 Março 2020 15:32 | Actualizado em Sexta, 15 Janeiro 2021 05:19

CAMPEONATO PORTUGAL DE MONTANHA JC GROUP 2020

 

RAMPA DE MURÇA

 

 

LEONEL BRÁS NÃO DEU HIPÓTESES NA RAMPA DE MURÇA

 

Já na edição de 2019 da Rampa de Murça, Leonel Brás ao volante do seu Citroen AX não deu qualquer tipo de chance aos seus mais directos adversários, e assim este ano sucedeu o   mesmo, isto é, o piloto de Murça não “ passou cartão a ninguém” e venceu de forma clara a primeira jornada do Campeonato Portugal de Montanha JC Group 2020, uma prova organizada pelo Cami Motorsport.

 

 

 

Para começar logo na subida da warm up, isto no inicio da tarde de sábado, Leonel Brás  mostrou logo a sua lei, fazendo logo o melhor tempo da Taça de Portugal de Montanha, tendo feito toda a extensão da Rampa de Murça em 2.43.497 à média de 92,4 km/h. Sempre na busca da melhor afinação para o seu Citroen AX, na primeira subida de treinos , o piloto de Murça continua a melhorar o seu tempo, batendo de forma clara a marca anterior com 2.42.168, à média de 93,2 km/h, consolidando assim a sua liderança na Taça de Portugal de Montanha. Não satisfeito com o que tinha feito anteriormente, Leonel Brás “pura e simplesmente pulverizou “ o seu tempo anterior com um fabuloso crono  de 2.40.358 à média de 94,2 km/h.

 

Para encerrar o primeiro dia na Rampa de Murças, Leonel Brás na sua primeira subida de prova, sem apelo nem agravo faz 2.39.441 à média de 94,8 km/h, sendo assim cada vez mais líder na Taça de Portugal de Montanha.

 

No domingo de manhã, Leonel Brás não faria a subida da warm up, no entanto na derradeira subida de treinos, com o piso húmido, faria um tempo de 2.46.158 à média de 90,9 kim/h. Mas a verdade é que o piloto de Murça na segunda subida oficial de prova” arrebenta tudo e todos”, fazendo toda a Rampa de Murça em 2.39.603 à média de 95,3 km/h.

 

 

A terceira e ultima subida de prova acabaria por ser anulada, tudo isso devido à tragédia que teve lugar já depois da linha de meta, que acabaria por vitimar dois espectadores e ferido oito. Embora satisfeito, Leonel Brás estava triste como nos disse “ soube bem vencer, mas este é um dia muito triste, pois as duas pessoas que faleceram e as que ficaram feridas são minhas conhecidas. Assim partilho a dor com todas as suas famílias, e espero que os feridos recuperem rapidamente, e possam regressar à sua vida habitual”. Quanto à corrida acrescentou “ correu bem sem problemas, foi quase sempre a melhorar os meus tempos em cada subida feita, por isso estou satisfeito”.

 

Com este resultado quisemos saber como irá ser para o restante campeonato, o que logo acrescentou “ vou ficar por aqui, não devo fazer mais nenhuma prova do Campeonato de Montanha, não tenho budget”, disse-nos Leonel Brás.

 

CLASSIFICAÇÃO

 

TAÇA PORTUGAL DE MONTANHA

 

1º LEONEL BRAS – CITROEN AX

2º Francisco Milheiro – Peugeot 106

3º Tiago Santos – Citroen AX


Facebook
Facebook
Visitas
Visitantes em linha
contador gratuito de visitas Total de visitas
Contacte-nos