In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


RECORDAR AYRTON SENNA

RECORDAR AYRTON SENNA

 

 

Mais uma imagen histórica de Ayrton Senna, nos tempos em que militou no karting, algo para todos nós recordarmossenna.

 

O ACIDENTE DE VIDAL JUNIOR

ACIDENTE DE VIDAL JUNIOR

 

 

 

Foi este o estado em que ficou o Radical Sr de Daniel Vidal Júnior no passado fim de semana no G.Prémio do Huambo, prova integrada no Campeonato Angolano de Velocidade.Recorde-se que Vidal Junior, ficou sem travões numa das principais rectas deste circuito citadino, e a muito custo conseguiu para o seu carro, que acabaria por bater numa Toyota Hilux que estava estacionada.Segundo o piloto, jamais tem interesse em participar em provas citadinas, depois do susto que apanhou.vidal1vidal2vidal3

 

ATENÇÃO A TODOS OS LEITORES

ATENÇÃO A TODOS OS LEITORES

 

 

A PSP informa que irá efetuar uma ação de fiscalização rodoviária - RADAR nos seguintes locais:


AVEIRO
08/out/13 - 14H00/20H00 - Estrada Nacional 223 - Santa Maria da Feira
10/out/13 - 14H00/20H00 - Avenida Central Norte - Paramos - Espinho
16/out/13 - 08H00/14H00 - Estrada Nacional 109 (junto à XAMAX)- Ovar
25/out/13 - 14H00/20H00 - Avenida da Liberdade - São João da Madeira
28/out/13 - 08H00/14H00 - Avenida da Universidade - Glória - Aveiro

BEJA
22/out/13 - 09H00/12H00 - Avenida Salgueiro Maia - Beja

BRAGA
08/out/13 - 09H00/12H00 - Circular Urbana - Guimarães
11/out/13 - 20H30/02H00 - Avenida João Paulo II - Braga
15/out/13 - 13H30/19H00 - Estrada Nacional 14-Gavião - Famalicão

BRAGANÇA
14/out/13 - 08H00/14H00 - Avenida das Cantarias - Bragança

CASTELO BRANCO
08/out/13 - 08H30/12H30 - Avenida Dia de Portugal - Castelo Branco
28/out/13 - 15H00/19H00 - Avenida Cidade Rio de Janeiro - Covilhã

COIMBRA
09/out/13 - 15H00 - Circular Externa - Coimbra
15/out/13 - 08H00 - Avenida Dr Joaquim Carvalho - Figueira da Foz
29/out/13 - 08H30 - Avenida Elisio de Moura - Coimbra
30/out/13 - 22H00 - Avenida Francisco Sá Carneiro - Figueira da Foz

ÉVORA
09/out/13 - 09H00 - EN 18 ao Gil - Estremoz
29/out/13 - 09H00 - Avenida Túlio Espanca - Évora

FARO
04/out/13 - 10H00 - Avenida 5 de Outubro - Olhão
08/out/13 - 15H00 - Avenida da Fonte Coberta - Lagos
16/out/13 - 10H00 - Estrada Nacional 125, (sentido Aeroporto - Faro)
30/out/13 - 15H00 - Estrada de Monchique - Portimão

GUARDA
09/out/13 - Avenida Rio Diz - Guarda

LEIRIA
16/out/13 - 09H00/12H00 - Avenida José Henriques Vareda e Estrada de Garcia – Marinha Grande

PORTALEGRE
15/out/13 - 08H00/11H00 - Estrada Nacional 373 - Elvas
25/out/13 - 15H00/19H00 - Avenida Bonfim - Portalegre

SANTARÉM
03/out/13 - 14H00/18H00 - Estrada da estação - Santarém
14/out/13 - 08H00/20H00 - Terras Pretas - Torres Novas
16/out/13 - 14H00/18H00 - Av. Dr. Sá Carneiro - Abrantes

SETÚBAL
09/out/13 - 09H00 - AV.ª 1.º de Maio – Fogueteiro - Seixal
19/out/13 - 08H00 - E.N. Nº. 10- saída para Azeitão - Setúbal
17/out/13 - 14H00 - AV.ª Arsenal do Alfeite, (sentido Sul-Norte) - Almada
16/out/13 - 15H00 - E.N. 10.3 (frente à Toyota) - Barreiro

VIANA DO CASTELO
10/out/13 - 09H00/12H00 - Estrada da Papanata - Viana do Castelo
24/out/13 - 09H00/12H00 - Via Foral D. Teresa - Ponte de Lima

VILA REAL
03/out/13 - 15H00/17H00 - Avenida Aureliano Barrigas – Vila Real
30/out/13 - 15H00/17H00 - Avenida Rainha Dona Amélia – Chaves

VISEU
08/out/13 - 14H00 - Avenida D. Egas Moniz - Lamego
14/out/13 - 08H00 - Estrada de Nelas - Viseu
25/out/13 - 22H30 - Estrada da Circunvalação - Viseu

LISBOA
07/out/13 - 08H00/12H00 - Avenida Padre Cruz (sentido Lisboa-Odivelas)
08/out/13 - 08H00/18H00 - E.N.117 (sentido Amadora-Lisboa)
23/out/13 - 22H00 - EN10, Reta do Cabo - Vila Franca de Xira


PORTO
04/out/13 - 08H00/12H00 - Avenida D. João II – Oliveira do Douro
10/out/13 - 13H15/18H30 - Avenida Dr. Antunes Guimarães – Leça Palmeira
15/out/13 - 20H00/24H00 - Estrada da Circunvalação, junto 1099, Porto
24/out/13 - 08H00/12H00 - Estrada D. Miguel - Gondomar

AÇORES
09/out/13 - 13H45 - Via Vitorino Nemésio e Atalaia - Angra Heroísmo
17/out/13 - 14H00 - Freguesia de Santo António - S. Roque do Pico

MADEIRA
07/out/13 - 07H45 - VR 1 - Funchal
21/out/13 - 21H45 - Rua Pestana Júnior; Estrada da Fundoa; Comandante Camacho de Freitas - Funchal
24/out/13 - 13H00 - Via Expresso 4, Freguesia da Serra de Água - Concelho da Ribeira Brava
25/out/13 - 16H00 - Concelho de Santana
29/out/13 - 07H00 - VE 5 – Machico

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CIRCUITO DO BOAVISTA - TROFEU ABARTH

 

 

GRupo de imagens relativas à prova do Troféu Abarth no circuito da Boavista.

 

 

Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 4281FOX 4282FOX 4283FOX 4284FOX 4285FOX 4286FOX 4288FOX 4289FOX 4290FOX 4291FOX 4292FOX 4296FOX 4297FOX 4298FOX 4299FOX 4301FOX 4302FOX 4303FOX 4304FOX 4305FOX 4305FOX 4307FOX 4308FOX 4309FOX 4310FOX 4311FOX 4311FOX 4313FOX 4314FOX 4315FOX 4316FOX 4317FOX 4318FOX 4320FOX 4320FOX 4321FOX 4322FOX 4323FOX 4324FOX 4324FOX 4325FOX 4324FOX 4325FOX 4326FOX 4327FOX 4328FOX 4329FOX 4330FOX 4331FOX 4332FOX 4333FOX 4334FOX 4334FOX 4334FOX 4335FOX 4336FOX 4337FOX 4344

 

IX ENCONTRO ANECRA

 

IX ENCONTRO NACIONAL

FOX 2068FOX 2069FOX 2070FOX 2071FOX 2072FOX 2073FOX 2074FOX 2075FOX 2080FOX 2082FOX 2083FOX 2084FOX 2086FOX 2087FOX 2088FOX 2090FOX 2091FOX 2093FOX 2094FOX 2095FOX 2096FOX 2097FOX 2098FOX 2099

Decorreu no fim de semana que passou o 9º Encontro Nacional de Reparação Automóvel, que reuniu mais de uma centena de participantes, que assim ficaram mais actualizados sobre uma série de itens, para assim obter um melhor desempenho, numa altura de crise que tem afectado  este sector de forma muito preocupante.

Dos temas debatidos neste Encontro, foi feita referência a “Entenda a reparação e manutenção automóvel : os verdadeiros números”, onde foi feita uma resenha sobre o que se passa no sector.  Outro item abordado, foram as relações entre as oficinas e as seguradoras, na qual os responsáveis da Anecra, colocaram um ênfase especial, isso em virtude de terem conseguido com grande esforço mediar conflitos entre associados e companhias de seguros. Aliás neste tema foram abordados duas questões pertinentes “inexistência de eventuais desencaminhamentos de viaturas sinistradas nas oficinas aderentes, e fim de discriminação das oficinas aderentes pelas seguradoras”.Segundo os responsáveis da Anecra, nos casos em que tiveram de intervir, foram devidamente solucionados, tudo isso graças a uma plataforma de entendimento entre esta associação e as companhias seguradoras. Por outro lado, foi debatido a actualização anual do preço-hora de mão de obra.

Depois duma pausa, este IX Encontro serviu para abordar uma forma de todos os associados poderem poupar de diferentes formas energia eléctrica nas suas oficinas, tendo na altura sido ventilado uma série de medidas, algumas delas bem inovadoras e interessantes.

A gestão ambiental foi outro dos temas abordados, que segundo os oradores da Anecra, pretendem atingir um objectivo de custo zero. Por último uma abordagem aos seguros de oficina, na qual foram apresentadas algumas vantagens em ter uma carteira consolidada.

O último tema deste IX Encontro, foi mostrar aos associados algumas formas de obter mais notariedade no mercado com a obtenção de mais clientes, e com isso novos negócios para as suas empresas. Assim, foi apresentado aos presentes formas de promoção do negócio, e no caso especifico das redes de oficinas, diferentes modelos para fazer crescer o negócio da reparação automóvel, com algumas ideias brilhantes, e de fácil implementação.

Outro dos temas abordados foi o incremento dos negócios e a visibilidade e notariedade perante os clientes e o mercado com a utilização da internet com a criação de sites, Facebook, Twitter, sendo este ponto um novo projecto da Anecra, que foi apresentado de forma experimental, estando previsto o seu lançamento no próximo congresso a ter lugar em finais de Outubro. Os responsáveis da Anecra pretendem assim criar sites e “alojamentos” no Facebook e Twitter para os seus associados, sendo esta uma forma eficiente de divulgação de empresas, o que fazem, quando hoje em dia a internet é o melhor meio para se encontrar novos clientes..O próximo Encontro da Anecra irá ter lugar em Portimão em finai do mês de Outubro  com uma duração de dois dias.

 

DUNLOP REELEITA NO BTCC

 

DUNLOP REELEITA FORNECEDORA OFICIAL DE PNEUS DO BTCC

 

A parceria com a competição inglesa começou em 2003 mas a marca sempre esteve ligada de forma ativa ao BTCC

 

Dunlop voltou a ser escolhida pelo MSA BTCC (Campeonato Britânico de Turismo) como fornecedor oficial de pneus. Desde 2003 que a Dunlop fornece, em exclusivo, os pneus para o BTCC, ainda que a marca de origem britânica tenha sempre participado de forma ativa em todas as épocas do BTCC desde que começou, em 1958.

O novo acordo é multianual e a Dunlop vai continuar a fornecer todas as equipas com a sua gama, que inclui o Sport Maxx com os compostos suave, médio e duro, e o BluResponse como pneu de piso molhado. A escolha do pneu com composto suave e médio estará presente em todos os circuitos menos no de Thruxton, onde o composto duro do pneu Sport Maxx é o único pneu disponível.

"O BTCC é um dos mais prestigiados e importantes campeonatos na Europa. Estamos satisfeitos pela Dunlop voltar a ser escolhida como fornecedor oficial de pneus. A introdução do pneu Sport Maxx da Dunlop com a opção suave implicou uma nova variável estratégica e reflete a aposta contínua na inovação ao longo deste Campeonato, após a implementação do chip RFID no pneu em 2009”, afirma James Bailey, diretor de marketing e comunicação da Dunlop Motorsport para a Europa.

“Foi um ano de sucessos para a Dunlop, vencendo nas 24 Horas de Nurburgring com o Mercedes AMG e a categoria LMP2 nas 24 Horas de Le Mans pelo terceiro ano consecutivo. Conseguir as duas vitórias nas 24 Horas foi uma magnífica forma de celebrar o nosso 125 aniversário e a escolha da empresa como fornecedor do BTCC demonstra o nosso compromisso em apoiar o automobilismo ao mais alto nível”, conclui o responsável.

 

Acerca de Dunlop

A Dunlop é um dos maiores fabricantes de pneus para motos com um impressionante currículo de sucessos no motociclismo. A vasta experiência competitiva da Dunlop proporcionou o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para pneus concebidos para o uso no dia-a-dia. Sempre com o objetivo de transmitir total confiança aos motociclistas, a Dunlop oferece a todos os tipos de motociclistas o desempenho e a durabilidade das mais recentes tecnologias de pneus. Em 2013 celebra-se o 125º aniversário da Dunlop e a criação do pneu pela mão do nosso fundador.

Muitos dos principais fabricantes de motociclos e scooters, incluindo KTM, Triumph, Honda, Kawasaki, Suzuki e Yamaha, aplicam produtos Dunlop de origem.

 

Para mais informações sobre a Dunlop visite www.dunlop.pt, a página do Twitter ou do FacebookBTCC DunlopBTCC Tyres_Pack

 

WINGS FOR LIFE

 

Corrida/ Wings for Life World Run/ Até 40 corridas acontecendo ao mesmo tempo em cinco continentes


O Mundo vai correr pelos que não podem fazê-lo

Em 4 de maio de 2014, uma das maiores – e singulares – corridas já organizadas terá lugar: o mundo todo será o cenário para o ‘Wings for Life World Run’.



WorldrunWorldrun2

 Tudo será diferente com o ‘Wings for Life World Run’: o grupo todo de atletas, de corredores de meio expediente e amadores a profissionais, pode participar; a corrida não tem uma distância fixa e os corredores no mundo todo vão começar exatamente ao mesmo tempo. Nunca na história do esporte houve um evento como este.

Milhares de pessoas começarão a correr em 4 de maio de 2014 às 10:00 UTC em percursos em até 40 locais diferentes em cinco continentes, com variações de luz e clima. Os corredores na Califórnia vão começar às 3:00 (horário local), enquanto os participantes da Alemanha receberão o sinal da partida ao meio-dia , e os competidores de Taiwan, às 18:00.

Nunca houve uma corrida como esta. Não há uma linha de chegada fixa tradicional; ao invés disso, os competidores vão correr na frente de um ‘carro receptor’ em movimento, cada carro regido pela agenda única da corrida global. Meia hora depois do início da corrida, o carro receptor de cada pista vai começar a andar em uma velocidade estabelecida. Assim que o veículo ultrapassar um corredor, a corrida deste terá terminado. Isso vai continuar até que só haja um atleta homem e uma mulher correndo em todo o mundo. Somente eles receberão o título de Campeão do Wings for Life World Run.

Entre os participantes estão o ícone do surfe Robby Naish, o ex-piloto de Fórmula Um David Coulthard, a lenda da corrida Eddie Jordan, o ex-esquiador alpino Luc Alphand, o Homem de Ferro Marck Herremans, a maratonista Sabrina Mockenhaupt e muitos outros heróis do esporte, todos voluntários para o p apel de embaixadores do evento.

Robby Naish disse: “O Wings for Life World Run é uma iniciativa fantástica e o máximo de pessoas deveria participar, correndo em todo o mundo, todas ao mesmo tempo”. O que motivou Naish foi o fato de 100% da arrecadação da corrida com as taxas de inscrição irem para o Wings for Life, uma fundação que financia a pesquisa para a cura de lesões na medula espinhal.

Estima-se que 3.000.000 pessoas em todo o mundo vivam com uma lesão na medula espinhal. Todo ano, mais 130.000 sofrem de lesões na espinha seguidas de paralisia – a principal causa sendo acidentes de carro. Os avanços na pesquisa são largamente baseados em iniciativas privadas. Sendo uma organização sem fins lucrativos, o Wings for Life depende de patrocínio e doações para ajudar a financiar essa pesquisa. O Wings for Life foi criado para garantir que 100% de todas as doações que recebe sejam usados exclusivamente para pro jetos de pesquisa promissores.

Aqueles que desejem participar em 4 de maio de 2014 terão até a meia-noite (UTC) no domingo, 20 de abril, para se inscreverem para uma das corridas via www.wingsforlifeworldrun.com. Como o patrocinador oficial do Wings for Life World Run, o Grupo Red Bull garante que todo o dinheiro recolhido pela corrida e via sistemas de pagamento como o European Merchant Services (EMS) irá para a fundação Wings for Life.

 

AMNSPORT ATINGE OBJECTIVOS

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

 

EQUIPA DA AMNSPORT ATINGE OBJECTIVOS NA RAMPA DA PENHA


FOX 6146FOX 6152FOX 6426

A equipa da AMNSport  atingiu os objectivos no passado fim-de-semana que passou  na Rampa da Penha, derradeira prova de 2013 do Campeonato Nacional de Montanha, onde António Nogueira alcançou o titulo de Campeão na categoria 1.Por outro lado Carlos Cerca e Luís Anjos levaram os outros dois Porsche até ao final sem grandes problemas.

Por isso no final, depois de colocar o Porsche GT 3 R no parque fechado, António Nogueira fez-nos um resumo “ correu bem, dentro das circunstâncias, não tive problemas técnicos, atingi o objectivo que era a obtenção do titulo de campeão na categoria 1, não foi fácil, pois as péssimas condições atmosféricas não deram qualquer tipo de facilidades, e em pista todo o cuidado era pouco para manter o carro em pista. Aliás esta chuva que caiu na rampa, não deu para tirar maior partido das potencialidades do Porsche GT 3 R, mas a verdade é que com os tempos que fiz, já não tive necessidade de fazer a última subida, mas estou muito satisfeito com mais este título, que assim se vem juntar ao que obtive há duas semanas em Braga ao volante do Ford Capri”.

 

 

Para Carlos Cerca, que uma vez mais alinhou ao volante do Porsche GT 2 “ foi uma prova difícil, pois nunca tinha corrida com chuva e foi por isso comp0licado comigo, pois não foi de modo algum fácil segurar o carro em pista. Por cima ainda, não se podia carregar no acelerador a fundo, senão o Porsche GT 2 atravessava-se logo, por isso foi “obra” esta participação, para mim, e não tenho assim um curriculum desportivo muito longo, foi a prova mais difícil em que participei, mas felizmente correu tudo bem, não tive problemas técnicos com o carro, e trouxe o carro directo até ao final, por isso posso dizer, missão cumprida “.

 

 

O estreante Luís Anjos acrescentou “ foi a segunda prova que fiz com o Porsche, tive muitas dificuldades em segurar o Porsche em pista, mas estou satisfeito com o meu desempenho, aprendi um pouco mais, não bati, nem tive problemas com o carro, e o meu principal objectivo foi alcançado, que foi terminar a prova “.

 

PREVISÕES

Previsões para a economia portuguesa em 2013

As projecções do Banco de Portugal apontam para uma contracção da actividade económica que se deverá traduzir numa queda do PIB de 2,0 por cento.

No que respeita à evolução que a economia portuguesa registará em 2013, as projecções do Banco de Portugal apontam para uma contracção da actividade económica que se deverá traduzir numa queda do PIB de 2,0 por cento. Estas previsões têm subjacente a prossecução de um forte ajustamento dos desequilíbrios orçamentais, largamente baseado num aumento da tributação sobre as famílias o qual se traduzirá numa redução do seu rendimento disponível ao nível da ocorrida em 2012.

Esta política orçamental para 2013 continuará a permanecer como uma importante condicionante da evolução da economia, nomeadamente, do consumo público (previsão de uma queda de 2,1%), do consumo privado (previsão de uma redução de -3,4%) e do investimento (previsão de uma quebra de 8,9%). As importações deverão voltar a cair (-1,7%) enquanto a evolução das exportações continuará a contribuir para contrariar o impacto negativo da redução da procura interna sobre a atividade económica, ao se prever que tenham um crescimento de 4,7 por cento.

O enquadramento internacional destas projecções considera um forte abrandamento da actividade nas economias da área do euro, que representam cerca de 2/3 dos mercados de destino das exportações portuguesas, acompanhado da manutenção de um crescimento significativo nos mercados extra-comunitários, nomeadamente, nas economias de mercado emergentes.

Relativamente à evolução da taxa de inflação, medida pelo Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC), deverá reduzir-se de um valor médio anual de 2.8 por cento em 2012, para 0,4 por cento em 2013.


Carros Novos

 

ESTUDO PREMEIA SISTEMA RENAULT

Estudo Premeia Sistema Renault R-Link

Sistema de informação e entretenimento da TomTom e da Renault oferece a melhor experiência de utilização.

Estudo independente, publicado no passado dia 10 de Setembro, considerou o Renault R-Link, que integra tecnologia TomTom, o melhor sistema de navegação conectada.

Este estudo, realizado pela consultora do ramo da investigação automóvel SBD, considerou o R-Link o “Melhor Sistema” comparativamente a outros seis sistemas de informação, entretenimento e navegação.

O R-Link mereceu ainda destaque enquanto “Sistema mais fácil de utilizar” por um painel de peritos e consumidores. O sistema foi bem classificado nesta análise, devido à sua simplicidade de utilização aliada a uma grande panóplia de funcionalidades.

“É com enorme prazer que vemos a nossa já longa parceria com a Renault ser reconhecida por uma investigação independente”, referiu Charles Cautley, Managing Director Automotive da TomTom. “Os sistemas automóveis conectados tornaram-se um factor decisivo nas decisões de compra dos nossos consumidores. Este estudo mostra que a estratégia e a capacidade da TomTom em simplificar o conceito de carro conectado, combinadas com o apoio e as informações de trânsito disponibilizados, foram valorizadas pelos condutores e peritos de igual modo”.

Já David McClure, Director of Research and Consulting na SBD, comentou: “À medida que os serviços automóveis conectados chegam a cada vez mais pessoas, os nossos consumidores esperam cada vez mais, não só obter mais por menos, como ainda uma boa usabilidade. O novo Serviço de Experiência do Utilizador da SBD faz uma abordagem única, combinando testes efectuados por peritos e não peritos, de forma a garantir que os nossos clientes do ramo automóvel têm acesso aos melhores produtos disponíveis no mercado. De todos os sistemas do género que testámos recentemente, o R-Link provou consecutivamente que é o sistema mais intuitivo e fácil de utilizar”.

O estudo da SBD descobriu também que, tanto consumidores quanto peritos, consideraram outros sistemas com mais funcionalidades demasiado complicados, o que provou a descida nas suas notas de usabilidade. Os sistemas com preços mais elevados não garantem uma experiência de utilização maior. 

1. “Usability Benchmarking: Expert and Consumer evaluation of connecter car systems” é um estudo independente a sete sistemas de navegação de topo disponibilizados por OEM’s europeias, levado a cabo pela SBD. A metodologia do estudo contou com 200 horas de teste e 70 horas de vídeo de avaliações de peritos e de consumidores. O relatório completo está disponível aqui;
2. O Renault R-Link recebeu uma pontuação de 90% da parte dos peritos, de 85% dos não-peritos, e 85% no global. Ficou em primeiro lugar no estudo, tanto de acordo com as avaliações dos peritos, como das dos consumidores;
3. O Renault R-Link obteve um feedback especialmente positivo nas seguintes funcionalidades
• Simplicidade do interface homem máquina;
• Consistência na estrutura dos menus;
• Sistema de reconhecimento de voz;
• Feedback do sistema;
• Funcionalidade Text to Speach;
• Funcionalidade da aplicação de informações noticiosas



r-link
 

LUIS SILVA NA PENHA

 

Excelente jornada de Luís Silva na Rampa da Penha

Foi no fim de semana passado que caiu o pano sobre o Campeonato Portugal de Montanha, através da Rampa da Penha, prova em que o famalicense Luís Silva marcou presença em duas frentes.

Na prova reservada ao campeonato, o piloto assistido pela Miranda Competições tripulou o Mitsubishi Lancer Evo VI, enquanto que no Rali Sprint utilizou o habitual BMW M3, conquistando em ambas as provas resultados relevo.

Na prova oficial, que foi marcada por imensa chuva, Luís Silva conquistou a sexta posição absoluta, juntando o quarto lugar na categoria 1 e ainda o segundo posto entre as viaturas VSH.

“Viemos para esta prova sem testar o carro, apostamos nesta viatura em virtude da tipologia do terreno. Um circuito muito encandeado e técnico, onde uma viatura de tração integral tira melhor partido”, começa por dizer Luís Silva que prossegue, “o tempo foi um adversário de peso, a pista estava muito encharcada o que também dificultou o meu andamento, daí ter que fazer uma prova a pensar única e exclusivamente nos pontos para o campeonato”.

Com este resultado o piloto de Famalicão alcança os objetivos, que era ficar dentro do top five, terminando a época na quarta posição da categoria 1, “olhando ao que aconteceu ao longo do ano, terminar em quarto é um resultado positivo, tenho a noção que não fosse os problemas que afetaram a mecânica do BMW e a quebra do motor do Mitsubishi hoje estaria noutra posição. Mas são corridas, e agora à que preparar o futuro”, adiantou o piloto.

Luís Silva participou também no Rali Sprint, utilizando o habitual BMW. Aqui o piloto famalicense conquistou a sétima posição, realizando apenas duas das três subidas possíveis. “No Sprint optamos apenas por duas subidas, pois era uma prova que não pontuava para nada e olhando ao  tempo que se fazia sentir era correr riscos desnecessários. Conduzir o BMW nesta condições é extremamente difícil”, concluiu o piloto que tem já lugar marcado para participar nas 24 horas Vila de Fronteira, podendo ainda vir a realizar uma prova de circuitos.  

 

 

nDRP 96221

 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

Programação musical TRIBECA Jazz Club



Boa tarde,

Concertos para esta semana.

Amanha Quarta 2.10.1013 - 22h30

ANDRÉ SARBIB com  Jam-Session

Quinta 3.10.2013 - 22h30

FRANCIS MOR TRIO

Sexta 4.10.2013 - 23h30

MINNEMAN BLUES BAND

Sábado 5.10.2013 - 23h30

RED GREEN & BLUES

TRIBECA Jazz Club & Restaurante

Rua 31 de Janeiro 147

4000-543 Porto

 

NOVA LIDER NO MARKETING DA NISSAN

 

NISSAN ANUNCIA NOVA LIDERANÇA DE MARKETING PARA PORTUGAL

 

 

NISSAN ANUNCIA NOVA LIDERANÇA DE MARKETING PARA PORTUGAL

A Nissan anunciou a nomeação de Isilda Amaral como Directora de Marketing da Nissan Ibéria - Portugal. Com treze anos de experiência na Nissan, Isilda Amaral é mais um importante reforço na equipa da Nissan em Portugal, numa altura em que a marca se prepara para lançar uma forte ofensiva de produto.

Isilda Amaral é formada em Gestão e Administração de Empresas pela Universidade Lusíada de Lisboa. Começou o seu percurso na Nissan em 2000, como Gestora da Gama 4x4 em Portugal, sendo nessa qualidade também responsável pela organização e divulgação da Expedição Terrano II Tibete e pelo Clube Nissan 4X4. Em 2007 passa a desempenhar funções na Nissan Iberia, como responsável de Marketing para os mercados de Espanha e Portugal dos segmentos de Passageiros e Crossovers (Micra, Note, Juke, Qashqai e Murano). Sob a sua orientação o Nissan Qashqai alcança pela primeira vez a liderança no mercado espanhol.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

CAETANO DRIVE GALARDOADA

 

Caetano Drive (Concessionário Volkswagen) galardoada com prémio Internacional.

 

A Volkswagen premiou mais uma vez os seus 100 melhores Concessionários europeus com o Volkswagen Service Quality Award (VSQA).  As oficinas que alcançaram os melhores resultados em áreas como a qualidade do Serviço e a fidelização de Clientes ao longo dos últimos 12 meses receberam os seus prémios numa cerimónia realizada em Dresden.

 

A Caetano Drive de Gaia, recebeu pela primeira vez este prestigiado prémio atribuído anualmente pela Volkswagen.

Michael Horn, Diretor Mundial de Após Venda da marca Volkswagen, elogiou o forte empenho dos Concessionários participantes: “O sucesso sustentado para a empresa apenas é possível com um excelente Serviço e um elevado grau de satisfação do Cliente. A Volkswagen quer chegar à liderança nesta área até 2018. E, com base nos resultados mais recentes e na tendência positiva continuada, estou mais do que otimista quanto à possibilidade de cumprirmos esse objetivo”.

O Volkswagen Service Quality Award foi criado em 2008. A excelência no Serviço é a chave para a satisfação e a fidelização dos Clientes, pelo que constitui um dos referenciais no Plano Estratégico 2018 da Volkswagen.

 

A Caetano Retail, onde está inserida a Caetano Drive, tem vindo a desenvolver um trabalho competente, sério e rigoroso ajudando a colocar as marcas representadas, numa situação de destaque nos vários segmentos em que estão inseridas, estratégia na qual confiamos plenamente na manutenção futura.

 

A Caetano Retail continuará a manter um papel de relevo no negócio do retalho automóvel em Portugal, através das vendas de automóveis novos, usados, assistência e manutenção, centros de colisão e peças, bem como financiamento. Atualmente a Caetano Retail representa 18 marcas de automóveis, e detém a marca Carplus no negócio dos usados, tendo sempre como principal e único objetivos, a plena satisfação dos seus clientes.

 

 

tempo.VSQA2013 Volkswagen1

 

ALEXANDRE FRANCO QUER RESULTADO

 

Alexandre Franco conquista resultado histórico

Os alenquerenses Alexandre e Rui Franco levaram a Nissan Navarra T2 a um histórico terceiro posto absoluto na Baja TT Idanha-a-Nova, conquistando o seu primeiro pódio à geral no Campeonato de Portugal de Todo o Terreno.

Alexandre Franco começou por nos dizer que “é costume dizer-se que quem procura sempre alcança. Só em sonho poderia imaginar um resultado destes no primeiro ano de todo o terreno”.

“Tinha a certeza que se chovesse seria melhor para nós, pois a lama iria minimizar a falta de potência do nosso carro, o que acabou por acontecer. Sem querer arriscar nada no prólogo, acabei por ficar surpreendido com o nosso quinto tempo á geral e aí pensámos – Amanhã vamos a andar a fundo”, continuou o piloto da Scuderia Goldentrans/Dura Automotive Systems, que deixava para trás a armada dos bem mais competitivos T1 na dupla passagem pela Super Especial, que abriu a prova e que decorreu debaixo de um verdadeiro dilúvio.

No sábado as equipas encontrariam um sector selectivo com mais de trezentos e cinquenta quilómetros, com a dupla Alexandre e Rui Franco a entrar muito forte desde bem cedo, levando-os a contar com uma vantagem de cerca de cinquenta segundos para os segundos no T2 até meio da prova.

No entanto, “quando comandávamos o T2 e a cerca de vinte quilómetros do final, vi a Inês Ponte (navegadora de Pedro Grancha) a pedir ajuda e parei. Acabei por não os conseguir ajudar e perdemos a vantagem que trazíamos. Quando arrancámos para o segundo sector selectivo, estava confiante que poderia ser mais rápido, pois o piso estaria mais limpo. Por volta do quilómetro 22, a traseira da Navarra passou-se completamente e levou-nos a bater com violência numa pedra, danificando a jante. Em virtude dessa situação, fomos obrigados a parar para trocar a roda, num toque que ainda nos danificou o eixo traseiro. Apesar dessa situação, continuámos a dar tudo e lembro-me do meu irmão dizer que estávamos a saltar em quinta a fundo sem suspensão, mas respondi-lhe, que este era o nosso dia. No fim, a alegria tomou conta de toda a nossa equipa pelo terceiro posto absoluto na prova e segundo no T2”, contou ainda Alexandre Franco, sendo já este o melhor resultado de uma equipa da categoria T2 em época de estreia no Campeonato de Portugal de Todo o Terreno.

O piloto que corre com a Nissan Navarra preparada e assistida pela Prolama, aproveitou para “dedicar este resultado á Goldentrans e á Dura Automotive Systems, assim como a todas as pessoas que desde a Ervideira acreditam em nós e nos foram ajudando ao longo o campeonato. O Vice-Campeonato conquistado na Categoria T2 é de todos eles”.

Após Idanha-a-Nova, o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno ruma agora para Portalegre, onde nos dias 31 de Outubro, 1 e 2 de Novembro se irá correr a Baja Portalegre 500, com a Scuderia Goldentrans/DURA Automovite Systems a partir ainda com chances de terminar a temporada no quarto posto absoluto do Campeonato.Alexandre Franco_-_Baja_TT_Idanha_a_Nova_2013

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL 4X4

Campeonato Nacional Trial 4x4

CNTrial 4x4 | Taça Rock Crawler | Promoção | Super Proto

Festa do Trial volta a animar Paredes


Os motores estão de regresso ao parque da cidade de Paredes… Como já vai sendo hábito de alguns anos a esta parte, cabe ao Clube TT Paredes Rota dos Móveis assegurar a organização da última jornada do Campeonato Nacional de Trial 4x4, com o Parque da Cidade de Paredes a ser o palco de eleição para a consagração do campeão nacional. As provas de Trial 4x4 em Paredes, tem sido nos últimos anos um verdadeiro sucesso, em termos de números de inscritos e qualidade dos mesmos. Por esse motivo os seus organizadores contam nos dias 19 e 20 de outubro com a presença dos habituais pilotos do pelotão nacional e também algumas estreias oriundas de outras competições que podem ascender à meia centena – repartidos entre CNTrial4x4 e várias Classes em competição. A cidade do Vale do Sousa está preparada para acolher a prova de todas as decisões – apenas é conhecido o virtual vencedor da Taça Rock Crawler, após quatro jornadas já realizadas, num espaço citadino e conhecido pelas excelentes capacidades de transformação. Luís Jorge (Hortícolas Team) chega a Paredes no topo da classificação, dispondo de uma vantagem de 14 pontos para o seu principal perseguidor – Ricardo Lourenço (Restaurante Pizzaria Refugio) e 26 para Paulo Campos (Disco Campos) que ocupa a terceira posição, três equipas que podem ainda aspirar ao ceptro, com vantagem para o campeão nacional que pode, a exemplo do que sucedeu em 2012 festejar a conquista do titulo. A acontecer, será o segundo consecutivo para Luís Jorge. 
Quem se deslocar à jornada de Paredes poderá sentir as emoções das três horas de resistência do CNTrial4x4, Taça Rock Crawler e Super Proto (estas com a duração de apenas duas horas), agendadas para a tarde de domingo; assim como a prova dos concorrentes da Promoção que se realizará na parte da manhã. Tendo sempre como preocupação a presença de público, a noite de sábado reserva muitas surpresas, passando pela realização do prólogo, um programa bem recheado de animação lúdica, cultural, musical, recreativa e muita gastronomia.
Para facilitar o acesso ao Parque da Cidade e desfrutar do espectáculo, estão previstas várias zonas de estacionamento nas imediações do espaço, assim como inúmeros pontos de interesse que irá privilegiar o espectáculo ao longo do percurso, permitindo aos espectadores assistir à prova em segurança.
As inscrições para a jornada de Paredes decorrem em bom ritmo, podendo ser oficializadas online no site: www.cntrial4x4.com, assim como obter mais informações.

Programa
Sábado, 19 outubro
16h00/20h00 - Secretariado, verificações técnicas e administrativas 
16h00/20h00 - Parque fechado (Parque José Guilherme)
20h00 - Briefing c/ os pilotos e comissários (Salão Nobre Município de Paredes)
21h00 - Desfile pela cidade das equipas até local da prova (Parque da Cidade), acompanhado com o grupo de Samba de Lordelo/Paredes
21h30/23h30 - Prologo para qualificações pré-grelha
23h30/01h00 - Espetáculo musical | Banda "THE STEP"
23h45 - Publicação dos tempos do prólogo
23h45/00h15 - Parque fechado todas as equipas na Recta da Meta
01h00 - Festa da Maismotor.tv na discoteca "From Ibiza" Lousada

Domingo, 20 outubro
08h00/09h00 - Abertura parque fechado
08h00/10h00 - Secretariado, verificações técnicas e administrativas (Alternativa)
10h00/10h20 - Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida (Classe Promoção)
10h30/12h30 - Inicio prova de Resistência Classes da Promoção  (2 horas)
12h45 - Publicação da classificação
13h00/14h00 - Pausa para almoço
13h30 - Grupo Bombos “Independentes Mouritanos” e "Os Traquinas do bairro" 
14h00/14h20 - Entrada em Parque Fechado / Grelha de Partida (CNT+TRC)
14h30/17h30 - Inicio prova Resistência Campeonato Nacional Trial 4x4  (3 horas)
15h30/17h30 - Inicio Resistência Taça Rock Crawler e Classe Super Proto  (2 horas)
17h30/18h00 - Animação Rua "Vida Activa" Zumba no Palco principal
17h45 - Divulgação das classificações das provas Resistência
18h00 - Cerimónia de entrega dos prémios 
 
Informações - Direção da Prova e outras Informações:
Clube TT Paredes Rota dos Móveis 
Avenida da Republica nº 3 - Paredes
Manuel Ribeiro – 935104155 / Fernando Mendes – 961217738
 
Mais informações e documentos obrigatórios CNTrial4x4:
Antero Bessa | 966501745 |   Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar  site: www.cntrial4x4.com 
Secretariado:  Marta Fernandes | 962379966



            


 

RALIS NO BRASIL

Foto: Edson Castro/RallyBR
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Marcus Cotton e Gilson Rocha
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Equipe Promacchina Rally empenhada nos ajustes
Alta | Web

Foto: Edson Castro/RallyBR
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Muita disputa e adrenalina na quarta etapa
Alta | Web

Foto: Edson Castro/RallyBR
Clique na imagem para fazer o Donwload...
# 31 Peugeot 207 XRC
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Capacete do piloto Marcus Cotton
Alta | Web

 

Rally de Velocidade: Ótima estreia de Marcus Cotton com o XRC Brasil em Cascavel


A próxima e última etapa da competição está prevista para os dias 09 e 10 de novembro em Atibaia (SP)

No retorno do Rally de Velocidade à Cascavel, depois de oito anos, o piloto Marcus Cotton convidado para representar o time paranaense da Promacchina Rally com o projeto da XRC Brasil, acelerou forte e viveu as emoções da 4ª etapa válida pela 7ª e 8ª prova do campeonato brasileiro. Cotton contou com Gilson Rocha como companheiro de cockpit para a navegação, pela categoria 4x4.

A bordo do Peugeot 207 XRC #31, Cotton teve tranquilidade para mostrar sua habilidade na competição fora de estrada que contou com chuva e piso liso. "O final de semana foi bem satisfatório, não esperava andar tão perto de alguns concorrentes mais experientes na categoria. O carro é fantástico e exige uma pilotagem bem agressiva para ser rápido. As especiais (SSs) eram sensacionais com muitos trechos de quarta e quinta marchas perto dos 200 km/h. Agora é compilar tudo o que pude absorver de experiência para evoluirmos, sempre objetivando uma maior competitividade", destacou o piloto paulista da equipe Promacchina.

No sábado e domingo, aconteceram as disputas das 15 especiais, com mais de 236 quilômetros de percursos cronometrados em estradas de terra, que contou com trechos com pedras soltas e sinuosos no interior do município de Cascavel, ao oeste paranaense. "No primeiro dia concluímos na quinta colocação, um ótimo resultado. Já na etapa do domingo tivemos uma quebra na suspensão traseira logo na SS10 (primeira do dia). A equipe resolveu o problema, largamos a SS12 e fizemos o quarto tempo. Logo depois da largada da SS13 houve uma pane na bomba de combustível, que provocou o abandono da prova", contou Marcus..

Estiveram no grid mais de 47 duplas inscritas em quatro categorias: 4x4, 4x2, 4x2 Super e 207 (monomarca Peugeot 207). O parque de apoio e os boxes das equipes ficaram localizados no Autódromo Internacional de Cascavel, onde o público pôde conferir de perto o rali.

A 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Velocidade, com a 9º e 10º etapas está marcada para os dias 9 e 10 de novembro em Atibaia, São Paulo. Confira o resultado completo da 4ª etapa pelo www.rallybr.com.br.

O XRC

Criado para aproximar os carros de rali do Brasil com o que existe de melhor na categoria no mundo, o XRC permite a utilização de diversos tipos de monobloco sob uma base mecânica padrão. Isso permite igualdade entre os carros e garante um verdadeiro show para os espectadores. Mais informações pelo www.xrcbrasil.com.br.

A XRC Brasil Team/ ProMacchina Rally contam com o patrocínio de Dmack Pneus, RedBull, Somoz Sport Branding e Astrus Web.

Ficha técnica do Peugeot 207 XRC:

Geração 4X4 - XRC
Motor: V6 aspirado
Potência e torque: 330 cvs e 50mkgf de torque
Combustível: Etanol
Tração: 4x4 Full time
Transmissão: Câmbio sequencial de 5 marchas
Velocidade máxima: 210 km/h

Calendário Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade:

Etapa 1 - 16 a 17/03 - Canela (RS)
Etapa 2 - 18 a 19/05 - Erechim (RS)
Etapa 3 - 15 a 16/06 - Ouro Branco (MG)
Etapa 4 - 26 a 29/09 - Cascavel (PR)

Etapa 5 - 09 a 10/11 - Atibaia (SP)


 

TRIBECA JAZZ CLUB

 

TRIBECA Jazz Club & Restaurante no Porto


Boa noite,

 

 

Já conhece o TRIBECA Jazz Club & Restaurante?

Somos um local com musica ao vivo de Segunda a Sábado.

Segunda e Terça - Noite de Fado

Quarta a Sábado - Jazz, Blues, Soul e Bossa Nova

Pode jantar no TRIBECA e depois assistir a um concerto ao vivo...

Visite-nos!

TRIBECA Jazz Club & Restaurante

Rua 31 de Janeiro 147

4000-543 Porto

    +351. 967 477 527

    +351. 914 922 099

www.tribecajazzclub.com

 

TT NO BRASIL

Crédito foto: Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Offroaders terão uma grande prova em Curitiba
Alta | Web

Crédito foto: Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Etapa fiinal promete disputas acirradas
Alta | Web

Rally PR terá definição dos primeiros campeões do campeonato em novembro


A competição chega na reta final com a realização da quinta e última etapa. As inscrições já estão abertas pelo www.rallypr.com.br

O Campeonato Paranaense de Rally 4x4 2013 entra em clima de decisão com a disputa da quinta e última etapa, marcada para o dia 23 de novembro. A capital paranaense promete esquentar com disputas acirradas na Master, Graduados e Junior em busca dos troféus da 1ª edição do Rally PR.

Com o título em aberto em todas as categorias, as equipes procuram no intervalo do calendário se preparar para marcar a melhor pontuação. O rali este ano começou no mês de março em Ponta Grossa, depois passou por Cascavel em maio e contou com rodada dupla no dia 07 de setembro na cidade de Apucarana.

Segundo a Mundo Nav, organizadora do evento, será um dia de muita aventura e diversão para os competidores, amigos e familiares presentes. "Estamos planejando um circuito que terá novamente uma prova bem técnica e com médias bem justas", disse Vander Hirt, diretor e organizador do Rally Paraná.

Na Graduados, a diferença é pequena entre os quatro primeiros na tabela do campeonato. A disputa está entre três duplas de Apucarana e uma de Curitiba: Leandro Moor Ximura/Wagner Hirt, Apucarana,Troller, 134 pontos; Rone Branco/Ronaldo Willian, Curitiba, Pajero Full, 120; Otávio Enz Marreco/Allan Enz, Apucarana, Troller, 119 e Luiz Gonçales Jr. / Jonathan Ardigo, Apucarana, TR4, 104.

"O campeonato está fantástico, todos aprovaram quatro etapas e a rodada dupla em Apucarana no início do mês, ficou muito bom. As provas são bem preparadas, bem medidas e com grande variedade de terreno, poucos deslocamentos. O que deixa a prova mais dinâmica. Na última etapa para nós deu tudo certo, valeu o esforço da viagem e saímos com a vitória. Na última etapa vamos atrás dos pontos que faltam para o título", disse Rone Branco.

Já na Graduados, Renato Agostineto/Eduardo Ortolan, Cascavel, Troller e Rogério Gonçales/Rodrigo Borges, Apucarana, Troller, estão empatados com 110 pontos no ranking do Paranaense de Rally 4x4. "Vamos revisar o carro para estar perfeito para a próxima etapa e assegurar a vitória em Curitiba", disse o piloto Renato Agostineto.

A disputa também está acirrada na Junior com Rafael Pinto/Robson Osório, Curitiba, na ponta com 119 pontos, sendo que Hoberson Henning/Gilberto Jr., Castro, Pajero, estão a apenas três pontos de diferença dos líderes e bem próximos, Irineu Pedroso/Robson Schuinka, Cascavel, Wrangler, com 106 pontos.

As inscrições já estão abertas no site oficial, www.rallyparana.com.br, onde também encontram-se todas as informações. Se preferir, pode enviar um e-mail para Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

O Rally Paraná tem patrocínio da cota de: Ouro Trilha Eurocar, Acassius Gráfica, Zens Bonés. Apoio da: TOTEM e parceiros como o Jeep Clube de Curitiba, Apucarana, Jeep Clube Arapongas. A Supervisão é da Confederação Paranaense de Automobilismo e é uma realização do Mundo Nav e Rally Paraná.

Ranking da 1ª edição do Rally Paraná, após quatro etapas:

Categoria Master
1. Leandro Moor Ximura/Wagner Hirt, Apucarana,Troller, 134 pontos
2. Rone Branco/Ronaldo Willian, Curitiba, Pajero Full, 120
3. Otávio Enz Marreco/Allan Enz, Apucarana, Troller, 119
4. Luiz Gonçales Jr. / Jonathan Ardigo, Apucarana, TR4, 104
5. Agnaldo Reis/André Reis, Apucarana, Troller, 64
6. Marcos Bezerra/Antonio Bezerra, Ponta Grossa, Rural, 63
7. Paulo Vieira/Vinicius Gunha Gallo, Curitiba, Pajero Full, 51
8. André Queiroz/Rafael Prada, Curitiba, Troller, 44
9. Juvenil Sampaio/Marcos F. Evangelista, Curitiba, Troller, 43
10. Marcelo Felipe Rorig/Roberto Spessato, Palotina, Pajero Full, 42
11. Rogério Morsoleto/Everson Dias Titcho, Ponta Grossa, Troller, 37
12. Acácio Arruda Otero/Leonardo Quinhonez, Marília, 29
13. Luiz Afonso Polli/Luiz Felipe Eckel, Curitiba/ São Bento Do Sul, Pajero Full, 28
14. Carlos Augusto Moreira/André Mocelin, Campo Largo, Troller, 28
15. Altimar Carleto /Alexandre Adorno, Apucarana, Pajero Full, 25
16. Aparecido M. Fernandes/Luiz Carlos Valdir, Maringá, Pajero Full, 17
17. Alessandro Weirich/Leandro Macedo Ferreira, Curitiba, Troller, 14
18. Alair Lazzari/Claudio Bilu Flores, Curitiba / Itajai, Troller, 13
19. Daniel Maffi Pexe/Junior Bolacha, Chapecó, Troller, 9
20. Hamilton Medeiros/Rafain Walendowski, Curitiba / Brusque, Troller, 0

Categoria Graduados
1. Renato Agostineto/Eduardo Ortolan, Cascavel, Troller, 110
2. Rogério Gonçales/Rodrigo Borges, Apucarana, Troller, 110
3. Daniel Castanho/Joao Henrique, Londrina, Troller, 82
4. Carlos Augusto-Guto/André Mocelin, Campo Largo, Troller, 78
5. Mauri Glir Jr/Alessander Fontes, Curitiba, Troller, 77
6. Waldemiro Veiga/Luiz Zanotti, Joinville, Pajero, 76
7. Edson Magnett/Endrigo Macedo Ferreira, Curitiba, Troller, 59
8. José Eduardo Guerra/Márcia Ma. Esteves Guerra, Uberlândia, Pajero, 58
9. João da Ranger/Bryan Hirt Fritãozinho, Apucarana, Troller, 52
10. Ricardo Ruh/Rodrigo G. Martins, Ponta Grossa, Troller, 51
11. Edegar Decker/Rafael Decker, Cascavel, Cherokee, 50
12. Alessandro Rosin/Giovane Adriano, Maringá, Troller, 47
13. Igor Ditzel Kritski/Everson Marciano Brow, Cascavel/Ponta Grossa, Troller, 35
14. Maurício Barkema/Marcos Evangelista, Castro, Troller, 34
15. Luciano Stédile/André Lenger, Chapecó, Troller, 27
16. Marcelo Previdelli/Carlos Knop, Curitiba, Troller, 24
17. Sandro Marcelo Suplitz/Cesar Valandro, Cascavel, Pajero, 19
18. Fábio Daniel Komniski/Rogerio Luiz Kuhn, Irati, Pajero, 16
19. Alberto Ribas Lameira/Fernando Lameira, Ponta Grossa, Vitara, 11
20. Edson Schebeski/Elton Luis Genaro, Ponta Grossa, Troller, 10
21. Genaro Dutra Jr./Idário Driessen, Cascavel, Samurai, 2

Categoria Junior
1. Rafael Pinto/Robson Osório, Curitiba, Amarok, 119 pontos
2. Hoberson Henning/Gilberto Jr, Castro, Pajero, 116
3. Irineu Pedroso/Robson Schuinka, Cascavel, Wrangler, 106
4. Silvano de Jesus Taborda/Juliana Jaremczyk, Cascavel, Troller, 80
5. Robson Batista/Wilson Batista, Curitiba, Gran Vitara, 65
6. Eraldo Franzoi/Antenor Neto, Curitiba, L200, 59
7. Marcelo Gouveia/Silvio Lopes, Curitiba, Troller, 56
8. Sérgio Alves de Oliveira/Alessandro Costa, Cascavel, Troller, 48
9. Mateus Astolfi/Marco Aurélio Coelho, Maringá, Troller, 47
10. Mauro Richter/Vitor Richter, Ponta Grossa, Troller, 43
11. Marcos Osires/Marcus, Curitiba, Troller, 40
12. Reginaldo Melhado/Luiz Bellicci Cavalcanti, Londrina, Troller, 37
13. Paulo Henrique Avelino/Fábio Murillo Motta, Curitiba, Pajero, 34
14. Osmar Milane/Osmar Jr, Arapongas, Troller T4, 33
15. Helton Luiz Genaro/Antonio Carlos, Ponta Grossa, Vitara, 23
16. Edson Schebeski/Ricardo Preste, Ponta Grossa, Troller, 22
17. Bruno Cesconeto/Luana de Deus, Cascavel, Vittara, 20
18. Antônio Sérgio de Oliveira/Rodrigo Rodrigues, Cascavel, Trolller, 19
19. Odair Queiroz/Paulo Fantin, Curitiba, Troller, 18
20. Marcos Elias Lotti/Vitor Pieroccim, Cascavel, Troller, 18
21. Wilson Boscolo/Victor Reginaldo, Toledo, 17
22. Jayme Azevedo/Delson Mormino, Curitiba, Amarok, 17
23. Leandro Castro/João R. Iensen, Curitiba, Troller, 13
24. Luiz Altivir Fontana/João Odair Oliveira, Curitiba, 13
25. Vilmar Schmidt Filho/Vilmar Schimidt, Ponta Grossa, Vitara, 10
26. Roger Valandro/Cesar Egídio Valandro, Cascavel, Pajero, 8
27. Clóvis Antônio Pereira/Katiuscia Motta, Curitiba, TR4, 6
28. Wanderlei Fagnello/Régis Fernandes, Apucarana, Troller, 6
29. Jairo Mariano Pedroso/Henrique Domingos, Curitiba, Troller, 4
30. Marcelo Beux/Claúdia Campestrini, Cascavel, S10, 3
31. Maurício Barkema/Gilberto Marcovick, Castro, Pajero V6, 3
32. Marcos Yokiaki/Saulo Fabiano, Ponta Grossa, Pajero, 3
33. Fábio Gober/Elio Antonio Golber Filho, Campo Largo, Troller, 0
34. Marco Antonio Muzi/Werenilson Carlos Jorge, Maringá, Troller, 0
35. Lélio Montes/Gilberto Lorenzi, Cascavel, Samurai, 0

Calendário Campeonato Paranaense de Rally 4x4 - Rally Paraná:

Etapa 1 - 16/03/13 - Ponta Grossa
Etapa 2 - 04/05/13 - Cascavel
Etapa3 e 4 - 07/09/13 - Apucarana

Etapa 5 - 23/11/13 - Curitiba

 

ANTEVISÃO G.P. COREIA

Antevisão do Grande Prémio da Coreia- Yeongam, 3-6 Outubro 2013

OS PNEUS PZERO MÉDIOS E SUPERMACIOS ABREM A ESTRATÉGIA NA COREIA

 Tal como na corrida anterior sob as luzes de Singapura, os compostos médio P Zero White (Branco) e supermacio P Zero Red (Vermelho) foram nomeados para o Grande Prémio da Coreia: mas este é um circuito muito diferente em carácter. Yeongam, perto de Mokpo, no sul do país, contém um pouco de tudo: de curvas rápidas a curvas mais lentas com secções muito técnicas. Tendo feito a sua estreia de Grandes Prémios em 2010, a pista de 5,615 km é corrida contra o sentido do relógio o que não é um problema para os pneus, mas por vezes é uma fonte de esforço para os músculos do pescoço dos pilotos.

O Circuito Internacional da Coreia raramente é usado exceto para o Grande Prémio, por isso haverá um grau alto de evolução da pista ao longo do fim de semana. A combinação do médio e supermacio, usada pela quarta vez este ano, foi desenhada para maximizar a velocidade na qualificação e garante um nível alto de durabilidade para a corrida, o que oferece muita oportunidade para estratégia.

Paul Hembery:

“A nomeação deste ano é uma mudança da última época em que trouxemos os pneus macios e supermacios, pois complementa melhor as características dos compostos de 2013. Esperamos que haja uma diferença significativa de tempo de volta entre os dois compostos que selecionámos, como foi o caso de Singapura, e isso poderá ajudar as equipas a desenvolverem algumas estratégias interessantes. A Coreia é uma mistura interessante: temos algumas curvas rápidas e também algumas mais lentas, mas na verdade tem a mais alta exigência em termos de energia lateral de todos os circuitos em que o supermacio é usado, por isso a gestão dos pneus será importante mais uma vez. Em particular, será especialmente importante o trabalho do treino livre, em que se avaliam os níveis de desgaste e degradação de cada composto com diferentes cargas de combustível, que poderá ser a chave para a corrida. Vimos a diferença que a estratégia certa pode fazer em Singapura, e embora na Coreia haja uma probabilidade mais baixa de intervenção do carro de segurança, isto é algo a que as equipas terão de dar muita atenção na preparação para o Grande Prémio, pois o campeonato está a chegar à sua fase final.”

Jean Alesi:

“A Coreia não é uma pista que eu tenha corrido, mas ouvi muitas coisas positivas sobre ela dos pilotos. Isto é encorajador, pois quando esta geração moderna de circuitos surgiu eles não eram universalmente populares mas agora parece que há uma filosofia diferente que assegura que todas as pistas são também boas pistas para os pilotos. O que é interessante sobre esta corrida é que a nomeação dos pneus será a mesma que em Singapura, que foi uma corrida muito boa. Conseguimos ver uma diferença grande de tempos de volta entre os compostos e alguns pilotos foram capazes de usar isto para sua vantagem para desenvolverem uma boa estratégia. A outra coisa que vimos foi a consistência dos pneus supermacios: ainda que sejam os pneus mais macios da gama, conseguiram completar tiradas longas sem nenhuma quebra notável de performance, por isso imagino que vejamos o mesmo na Coreia.”

O circuito do ponto de vista do pneu:

As características mais críticas desta pista do ponto de vista do pneu são as curvas de alta velocidade e as áreas de travagem intensa, que permitem aos automóveis usar o máximo das suas capacidades de paragem (ou, para ser mais preciso, de desaceleração) de 5,2G’s. Com a transferência de peso envolvida, isto resulta nos pneus dianteiros a serem sujeitos a forças verticais equivalentes a 900 quilos.

Para além das travagens, também há grandes forças laterais a serem exercidas sobre os pneus. As curvas 7 e 8, por exemplo, envolvem mudanças de direção a 270 km/h. Isto coloca muita energia lateral sobre os pneus carregados, com máximos de 4,4G’s. As rápidas mudanças de direção exigem rigidez máxima da estrutura, o que assegura precisão da condução e ajuda o piloto a manter a sua linha ideal.

Outra área crucial é a sequência mais lenta de curvas das curvas 15 a 17. As bermas que os pilotos usam no interior testam a estrutura o que significa que a aderência à pista na parte exterior do pneu é crítica: um factor que é gerido com os graus altos de aderência mecânica gerada pelos pneus supermacios em particular.

Notas técnicas dos pneus:

O set-up aerodinâmico adotado na Coreia pelas equipas é muito similar ao do Japão, com níveis médios e altos de força descendente. No entanto, as exigências de tração são muito maiores no Japão, de modo que as equipas usam mapeamentos dos motores diferentes para ajudar a colocar a potência no solo à saída das curvas lentas. O pneu dianteiro direito é o mais esforçado na pista coreana.

A granulação pode ser um problema na Coreia, particularmente nas condições de pouca aderência no início do fim de semana. A granulação é causada quando os automóveis deslizam para os lados em demasia, criando um padrão irregular de desgaste na superfície da banda de rodagem que afecta a performance.

A maioria dos pilotos no ano passado usou uma estratégia de duas paragens, enquanto apenas três tentaram uma estratégia de uma ou três paragens. Os 10 melhores qualificados começaram a corrida com o pneu supermacio, com Sebatian Vettel a ganhar a corrida para a Red Bull a partir de segundo na grelha. Jean-Eric Vergne, da Toro Rosso, foi o piloto que terminou melhor classificado a começar com o pneu macio a partir da 16ª posição da grelha para terminar em 8º.

 

As escolhas Pirelli:

 

PZero Vermelho

PZero Amarelo

PZero Branco

PZero Laranja

Austrália

Supermacio

 

Médio

 

Malásia

 

 

Médio

Duro

China

 

Macio

Médio

 

Bahrain

 

 

Médio

Duro

Espanha

 

 

Médio

Duro

Mónaco

Supermacio

Macio

 

 

Canadá

Supermacio

 

Médio

 

Grã-Bretanha

 

 

Médio

Duro

Alemanha

 

Macio

Médio

 

Hungria

 

Macio

Médio

 

Bélgica

 

 

Médio

Duro

Itália

 

 

Médio

Duro

Singapura

Supermacio

 

Médio

 

Coreia

Supermacio

 

Médio

 

 

Outras notícias Motorsport da Pirelli:

Maximilian Buhk foi coroado o Campeão da Série de Blancpain Endurance após ter ganho a ronda final no Nurburgring 1000, na Alemanha. O alemão pilotava um Mercedes SLS AMG GT3 equipado com pneus Pirelli. Houve mais sucessos de pilotos equipados com Pirelli na penúltima ronda da série FIA GT em Navarra, Espanha, no último fim de semana, com Sebastien Loeb Racing a conseguir colocar os McLarens equipados com Pirelli nos dois primeiros lugares, depois de dominarem a corrida de qualificação, Sébastien Loeb e Álvaro Parente conquistaram finalmente a primeira vitória do ano numa corrida principal do campeonato FIA GT.

A Pirelli também teve um fim de semana atarefado de ralis. Em Itália, os Peugeot 207 S2000 do multicampeão italiano de ralis Paolo Andreucci ganhou o famoso Rali Targa Florio na Sicília. Entretanto, Osian Pryce ganhou o Rali de Trackrod Yorkshire, a penúltima ronda do Campeonato Britânico de Rali, apoiado pela Pirelli, ao volante de um Citroen DS3 R3T equipado com Pirelli.

 

AÇORES TT NO PÓDIO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno / Desafio Total Mazda

 

 

Açores TT Team no pódio

  • Dupla Bruno Oliveira/Vânia Paim começou por liderar a corrida
  • Problema de travões atrasou a equipa dos Açores

 

Aos comandos de uma Mazda BT 50, que compete com o apoio da Hydraplan, a dupla açoriana Bruno Oliveira/Vânia Paim, conclui a sua participação na Baja TT Idanha-a-Nova subindo ao pódio entre os concorrentesdo Desafio Total Mazda, competição monomarca que se disputa a par do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno.

 

O piloto dos Açores, campeão em 2008, liderou a corrida durante mais de uma centena de quilómetros chegando a ter, em CPH1 SS1, mais de seis minutos de vantagem para a equipa segunda classificada. Problemas de travões, que obrigaram o piloto a sair do carro por diversas vezes para os desbloquear, atrasaram de forma substancial a equipa dos Açores que, mesmo assim, consegui terminar a corrida beirã no derradeiro lugar de pódio.  

 

A prova disputou-se em condições muito adversas, mas isso não foi um problema para nós e o andamento que conseguimos imprimir permitiu-nos, na fase inicial da corrida, consolidar a liderança no Desafio Mazda e ao mesmo tempo integrar o Top 10 da classificação geral”, explica Bruno Oliveira que acrescenta:

 

“Infelizmente a passagem por muitas poças de água acabou por criar um problema nos travões que por diversas vezes bloquearam. Isso obrigou-me a ter de sair do carro para, com as ferramentas que levávamos connosco, conseguir reparar esse bloqueio, mas de cada vez que isso acontecia perdiam-se preciosos minutos. Desportivamente sinto que estávamos em condições e fazer melhor e até de vencer a corrida mas, por outro lado, cumprimos mais uma vez a nossa missão de promover os Açores numa prova que, sendo internacional, levou até Idanha-a-Nova equipas de vários países da Europa”.

 Bruno Oliveira_corrida_01Bruno Oliveira_corrida_02Bruno Oliveira_corrida_03Bruno Oliveira_corrida_04

 

TUDO A POSTOS EM NICE

TUDO A POSTOS EM NICE

 

 

ULTIMA ETAPA DA EXTREME SAILING NA EUROPA

 

 

Os novos catamarãs GC32 um projeto são a mais recente classe emergente para ser adicionado à água em aquecer conta no penúltima rodada do Extreme Sailing Series ™ em Nice, 03-06 outubro apresentado pela Land Rover. Juntamente com os windsurfistas do Racing Series NeilPryde e SpeedDream , o monocasco pioneiro que visa quebrar recordes de velocidade , duas Match Racing GC32 catamarãs vai acrescentar ao espetáculo de alta performance de corrida da década de 40 extremos no Mediterrâneo durante a Lei 7.
Os catamarãs GC32 menores são projetados para costeira e costeira corrida e representam um novo desenvolvimento interessante no mundo multihull . O Extreme Sailing Series continua a solicitar a inclusão de outras classes de vela em que o conceito Stadium que OC esporte se desenvolveu, como presidente executivo Mark Turner explica: "O ethos da série sempre foi o de oferecer um top competição desportiva profissional é também um pacote grande entretenimento. Estamos sempre à procura de outras classes para fazer parte desse pacote , mesmo que seja através de uma demonstração de folga ou com vista a acolher uma competição separada dentro do nosso estádio. Aulas visualmente interessantes, tais como o GC32 eo NeilPryde RS: One são uma boa opção para isso - eles têm a vantagem de usar uma plataforma já estabelecida e temos um pacote mais amplo de atividade para o evento. O GC32 é uma classe cortesia de barco , que também é um grande trampolim para o Extreme Sailing Series ".
Dois GC32s irá corresponder a corrida na Baía dos Anjos, todas as manhãs, o prelúdio da 40 Extreme Racing e em águas abertas , todas as tardes . Representando a nação anfitriã , a França de bandeira Solution SPAX será liderada pelo empresário francês Laurent Lenne , criador do catamarã GC32 . Falando sobre a parceria , Lenne comentou: " Estamos muito contentes de estar navegando com o Extreme Sailing Series . A série foi uma aula bem sucedida por muitos anos e enquanto nós estamos alvejando um espaço diferente , estamos ambos promoção de corridas de catamarã para o público. Eu acredito que podemos alcançar juntos mais pessoas. Este é um puro ganha-ganha. " Marinheiros holandeses Olivier Witteveen e Bastiaan Tentij , um experiente marinheiro F18 e membro da Classe C Equipe Hydros , irá juntar-se Lenne . Kiwi James Williamson, mais acostumado a velejar ao lado ChinaSpirit capitão Phil Robertson , como parte da equipe de Corrida de match racing Waka , será o quarto membro da tripulação.
O ex- Swiss Olympic Star Sailor Flavio Marazzi vai dirigir o barco suíço Marwin Sailing Team. Argentino Matias Bühler , que terminou em terceiro lugar no Nacra 17 mundos no início deste ano também está a bordo com o francês Nicolas Heintz e Diego Stefani , do Uruguai .
A grade 40 Extreme é completo, com oito barcos de corrida na famosa Promenade des Anglais do 3-6 outubro para o penúltimo ato do ano, antes do oeste de cabeça frota para a América do Sul e um novo local de Florianópolis para a final 2013 showdown. Para uma visita programação do evento completo www.extremesailingseries.com / Nice.EXT1

 

BELL & ROSS

 

Bell & Ross abre a terceira boutique da Europa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Boutique Praga_interior_da_loja_Bell__Ross

 

A Bell & Ross anuncia a abertura da sua nova loja em Praga, República Checa. Depois de Paris, a marca franco-suíça, especializada na criação de relógios inspirados no painel de instrumentos do cockpit dos aviões, abre a sua terceira loja na Europa, confirmando, assim, o seu dinamismo e crescimento internacional.

 

A nova loja situa-se no centro histórico de Praga, uma das mais antigas e glamourosas cidades europeias. Este novo espaço da Bell & Ross reflete a identidade e os princípios dos relógios da marca: linhas puras e elegância intemporal.

 

Num ambiente agradável, os clientes são convidados a experimentar o espírito da aviação da Bell & Ross e a descobrir todas as coleções da marca, através das suas cinco linhas, em que cada uma representa uma época chave da história da aviação. Terão ainda oportunidade de descobrir modelos exclusivos, como os Turbilhão.

 

«A tão aguardada abertura de uma loja Bell & Ross neste mercado permite-nos oferecer aos colecionadores uma seleção de relógios mais vasta e um serviço personalizado», refere Carlos Rosillo, Presidente da Bell & Ross.

 

Dois anos após a abertura da sua primeira loja em Singapura, a Bell & Ross tem neste momento 13 lojas espalhadas por todo o mundo.

 

A nova loja da Bell & Ross situa-se em Staroměstské náměstí 6 - 110 00 Praha 1.

 

Em Portugal, os pontos de venda Bell & Ross são a Anselmo 1910 (Lisboa), a Boutique dos Relógios no CC Vasco Gama (Lisboa), Carlos Joalheiro (Leiria), El Corte Inglés (Lisboa), Joalharia Cunha (Valença do Minho), Machado Joalheiro (Lisboa e Porto), Relojoaria Faria (Sintra), David Rosas (Norteshopping, em Matosinhos e Lisboa). A Bell & Ross também disponibiliza os seus produtos através da loja online, em www.bellross.com.

 

VENDAS DE AUTOMÓVEIS AUMENTAM

Vendas de automóveis aumentaram 5,7% até setembro - indica ACAP

"Nos primeiros nove meses de 2013, foram vendidos em Portugal 91.782 veículos automóveis, o que se traduziu numa variação positiva de 5,7 por cento relativamente ao período homólogo de 2012", lê-se no comunicado da associação.

Só no mês de setembro, as vendas registaram um aumento homólogo de 14,7%, tendo sido comercializados 8.826 veículos ligeiros e pesados.

Agência Lusa

 

RUBEN PERTO DO PÓDIO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

Ruben Faria à vista do pódio

Excelente desempenho do piloto de fábrica da KTM

 

Marcada pela muita chuva que caiu durante os dois dias de prova, a Baja TT Idanha-a-Nova revelou-se um excelente treino para o piloto de fábrica da KTM, Ruben Faria, que se apresentou de regresso às competições nesta prova do nacional de TT, depois de ter fraturado o pulso no decorrer do Rali dos Sertões. Ruben Faria_Idanha_01Ruben Faria_Idanha_02Ruben Faria_Idanha_03Ruben Faria_Idanha_04

 

TT NO BRASIL


Clique na imagem para fazer o Donwload...

Alta | Web

Foto: Gustavo Efifânio
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Luiz dos Santos Neto
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Carlos Collet
Alta | Web

Foto: Gustavo Efifânio
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Disputa entre os quadriciclos será acirrada
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Aristides Mafra
Alta | Web


Clique na imagem para fazer o Donwload...

Alta | Web

 

Rally da Ilha esquenta a briga pelo título do Brasileiro


Prova em Ilha Comprida contará pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja para motos, quadricilos e UTV's

O Rally da Ilha, já tradicional prova do calendário de rali nacional, acontece entre 18 e 20 de outubro, em Ilha Comprida (SP). Assim como nas cinco edições anteriores, a prova deve atrair as principais equipes do país, que prometem acelerar fundo, em busca de pontos válidos pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja. Estarão na disputa as modalidades: motos e quadriciclos. Além disso, também participam do certame os UTV's e este ano terá a categoria experimental para motos (pilotos que nunca correram uma prova de rali) com desconto de 50% no valor da inscrição.

Com organização da Arena Promoções e Eventos, tendo a frente Henrique Arena, o Rally da Ilha será disputado em rodada dupla, e prevê duas especiais (voltas) por dia. Para o sábado serão de 55 quilômetros cada e no domingo, 115 quilômetros de especiais, totalizando 340 quilômetros entre trechos cronometrados e deslocamentos, percorrendo boa parte do perímetro de 70 quilômetros de extensão da Estância Balneária de Ilha Comprida, localizada no litoral sul de São Paulo.

Com organização da Arena promoções e Eventos, tendo a frente Henrique Arena, que acumula também a função de navegador, em recente participação no Rally da Independência e Rally dos Sertões, o Rally da Ilha será disputado em rodada dupla, e prevê duas especiais (voltas) por dia. Para o sábado serão de 55 quilômetros cada e no domingo, 115 quilômetros de especiais, totalizando 340 quilômetros entre trechos cronometrados e deslocamentos, percorrendo boa parte do perímetro de 70 quilômetros de extensão da Estância Balneária de Ilha Comprida, localizada no litoral sul de São Paulo.

Antônio Arnaldo Borges, vice-campeão Brasileiro de 2012 (cat. Over 40) e Campeão Paulista na mesma categoria e atualmente lidera nas motos na categoria Over 40, espera manter a liderança e tentar o título inédito da competição. "Estou intensificando a preparação, através de treinos específicos em areia. O objetivo é sempre vencer", disse o piloto de 44 anos, representante da equipe AB Racing Mototech.

Nos quadriciclos, Gabriel Varela (18 anos), quer terminar o Rally da Ilha em uma boa colocação para assegurar a liderança. "A expectativa no rali será terminar bem na categoria quadriciclos, para poder sair com o título de campeão brasileiro com uma prova de antecipação", disse o piloto paulista. "Já retomamos os treinos após o Rally dos Sertões, para conseguirmos bons resultados na ilha", acrescenta o piloto da equipe Divino Fogão Rally Team.

O paranaense Diogo Zonato, 26 anos, quadriciclos, se diz preparado e focado para mais uma etapa do calendário brasileiro. "A expectativa é sempre o melhor possível. O solo é diferente de qualquer outra prova de Baja, o lugar é lindo e a prova é muito rápida, o que proporciona ainda mais emoção ao rali. Gostaria de parabenizar os organizadores desde já pelo sucesso garantido do evento", ressalta o piloto inscrito pela equipe Zona Racing.

Pela categoria Marathon, Luciano Almeida (Tokens, Rodorápido, Suniex, Líder Peças, GSix Gráficos), vai em busca da liderança. "O esforço e os treinos são para conseguir assumir a liderança da categoria, pois estou na segunda posição a cinco pontos do líder. Será minha estreia no Rally da Ilha, a ansiedade toma conta, pois fui em uma que o Arena realizou em Botucatu que foi maravilhosa", garante o piloto de Patos de Minas (MG), que mora atualmente no Mato Grosso (MT).

Representando também a cidade de Patos de Minas (MG), Guilherme Piva, equipe Kawasaki Rinaldi, aos 30 anos, não vê a hora do rali começar. "É uma das melhores provas do Brasileiro de Baja, muito bem organizada, 100% bem sinalizada e com um visual incrível, a beira da praia. Esse ano, não estou competindo o Brasileiro de Baja, apenas participo do Brasileiro de Rally Cross-country, mas o Rally da Ilha é imperdível. Vou aproveitar a prova para treinar para a última etapa de Cross-country, o qual estou em segundo lugar na categoria Production", afirma Guilherme.

Os UTVs estarão em grande número no Rally da Ilha e as duplas definem suas estratégias. "A expectativa é grande uma vez que será a minha primeira prova na Ilha, espero poder terminar no pódio. O UTV está sendo revisionado para poder disputar a prova com tranquilidade", declara o piloto de 40 anos, Nuno Fujo.

Nas motos, a categoria PDA-Production Aberta é sempre muito disputada. "Minha expectativa é de fazer uma prova consistente, pois geralmente o calor e o terreno arenoso de Ilha Comprida exige muito do preparo físico e da moto. Esse ano com mais especiais, terei que adotar uma estratégia diferente dos anos anteriores", finaliza Luiz dos Santos Neto, da equipe Valconfer Rally Team.

A sexta edição do Rally da Ilha será válida pela 6ª e 7ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, com supervisão da CBM - Confederação Brasileira de Motociclismo, da CBA - Confederação Brasileira de Automobilismo e da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo e da FASP - Federação de Automobilismo de São Paulo.

As inscrições já estão abertas no site oficial, www.rallydailha.com.br, onde também encontram-se todas as informações do evento.

PROGRAMAÇÃO - RALLY DA ILHA 2013:

Data: 18, 19 e 20/10/2013
Local- Arena de Eventos- Avenida Beira Mar ( próximo ao corpo de bombeiros).
Wp-S-24 ‘44.903 / W 47’33.025

18/10 - Sexta-feira
15:00 - 18:00 - Secretaria de prova / Vistoria - Parque de Apoio

19/10 - Sábado
08:00 - 10:00 - Secretaria de Prova / Vistoria - Parque de Apoio
10:30 - Briefing - Parque de Apoio
11:30 - Prólogo
13:00 - 1ª Especial
15:30 - 2ª Especial
20:00 - Briefing - Parque de Apoio

20/10-Domingo
10:00 - 3ª Especial
12:30 - 4ª Especial
16:00 - Premiação

Hospedagem
Hotel Oficial da prova
Pousada Recanto
Rua das Margaridas 65 - Balneário Meu Recanto
(13)3842-3838 / 3842-1546


 

QUEDA NA VENDA DE LIGEIROS NA EUROPA

Vendas de ligeiros de passageiros na UE: Queda de 5,2% de Janeiro a Agosto; menos 5% em Agosto

Mercado Automóvel na Europa (UE-27).

alt 
Depois de um aumento de 5,0% em Julho, as matrículas de veículos ligeiros de passageiros cairam 5,0% em Agosto. O mês de Julho contou, em média, com mais um dia de trabalho em toda a UE, enquanto o mês de Agosto contou com um dia a menos, face aos meses homólogos de 2012.

Nos oito primeiros meses deste do ano, as vendas de veículos ligeiros de passageiros cifraram-se em 7.841.596 unidades, ou seja, 5,2% menos do que no mesmo período do ano passado.

Em Julho, Itália foi o único grande mercado a diminuir (-1,6%).Por sua vez, foi registado um crescimento de 0,9% em França, de 2,1% na Alemanha, de 12,7% no Reino Unido e de 14,9% em Espanha. No total, foram vendidos na UE 982.544 veículos ligeiros de passageiros, isto é, mais 5,0% do que em Julho de 2012.

Em Agosto, a queda prevaleceu em todos os mercados significativos, resultando numa diminuição global de 5,0% na UE. O Reino Unido foi o único mercado importante a crescer (10,9%), enquanto o mercado alemão contraiu 5,5%, o italiano menos 6,6%, o francês menos 10,5% e o espanhol menos 18,3%. As vendas de veículos ligeiros de passageiros na UE totalizaram 653.872 unidades no mês de Agosto.

De Janeiro a Agosto, a maioria dos principais mercados registaram quebras desde menos 3,6% em Espanha, a menos 6,6% na Alemanha, a menos 9,0% em Itália e a menos 9,8% em França. O mercado do Reino Unido foi o único a comportar-se melhor do que nos primeiros oito meses de 2012 (mais 10,4%). As vendas totais de veículos ligeiros de passageiros acumuladas no período em análise ascenderam a 7.841.596, o que representa o menor nível deste período (Janeiro a Agosto) alguma vez já registado(**).

 
alt





Gráfico Europa (1) Gráfico Europa (2)
 

TENNECO APRERSENTA SOLUÇÃO

Tenneco apresenta solução para recuperação do calor residual

Um gerador termoelétrico possibilita a conversão do calor do escape em energia elétrica.

alt A Tenneco anunciou que faz parte de um consórcio que está desenvolver ativamente uma solução para capturar o calor residual do escape dos veículos e convertê-lo em energia elétrica para ser utilizada pelos sistemas elétricos de potência dentro do veículo, apoiando as estratégias dos fabricantes para melhorar a economia de combustível. O primeiro protótipo de um gerador termoelétrico (TEG) para aplicações em veículos leves estará em exposição no stand da Tenneco na IAA Frankfurt Motor Show 2013 (Hall 5.1, Stand A16).

Num típico motor de combustão interna, cerca de 30 por cento da energia do combustível é utilizada para a propulsão do veículo, enquanto que mais de 70 por cento é perdida e cerca de metade é através do sistema de escape do veículo. Os geradores termoelétricos ajudarão a capturar uma parte da energia perdida, convertem-na em eletricidade e redistribuem-na aos sistemas elétricos do veículo, o que pode vir a ajudar na melhoria da eficiência do combustível.

A Tenneco acrescentou a sua experiência em tecnologia de recuperação de calor e de gerenciamento térmico a um consórcio que pertende a otimização do projeto, validação e teste dos geradores termoelétricos para veículos leves. Na parceria com a Tenneco está a Gentherm, empresa especialista em tecnologias de gerenciamento térmico para a indústria automóvel, e que conta com duas fábricas.

Os testes e validação para o TEG estão a ser realizados em centros técnicos de emissões globais da Tenneco em Edenkoben, Alemanha e em Grass Lake, Michigan. O consórcio prevê que as demonstrações iniciais estarão disponíveis no início de 2014.



Walker
 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

APRESENTAÇÃO NOVO TOYOTA AURIS CARRINHA

 

 

Segundo grupo de imagens referentes á apresentação nacional do novo Toyota Auris Carrinha, que decorreu na cidade do Porto.

 

 

FOX 9285FOX 9289FOX 9291FOX 9296FOX 9299FOX 9303FOX 9305FOX 9308FOX 9312FOX 9318FOX 9319FOX 9322FOX 9323FOX 9325FOX 9326FOX 9327FOX 9328FOX 9329FOX 9330FOX 9331FOX 9332FOX 9333FOX 9336FOX 9337FOX 9338FOX 9339FOX 9340FOX 9341FOX 9342FOX 9343FOX 9345FOX 9346FOX 9347FOX 9348FOX 9354FOX 9346FOX 9341FOX 9342FOX 9342FOX 9343FOX 9343FOX 9345FOX 9346FOX 9346FOX 9347FOX 9348FOX 9354FOX 9355FOX 9356FOX 9357FOX 9359FOX 9359FOX 9360FOX 9361FOX 9361FOX 9364FOX 9364FOX 9364FOX 9371FOX 9371FOX 9372FOX 9373FOX 9374FOX 9375FOX 9376FOX 9378FOX 9379FOX 9379FOX 9380FOX 9384FOX 9385FOX 9386FOX 9386FOX 9387FOX 9388FOX 9389FOX 9389FOX 9390FOX 9391FOX 9392Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

AUDI É CAMPEÃ NO DTM COM ROCKENFELLER

 

Mike Rockenfeller conquista título na penúltima jornada em Zandvoort

Campeão no DTM 2013 ao volante de um Audi

 

• Quinto título no DTM para a Audi em sete anos

• Rupert Stadler, presidente da Audi: “A prova inequívoca das elevadas prestações e performances dos nossos modelos RS"

• Wolfgang Ullrich, Diretor da Audi Sport: “Estamos todos bastante satisfeitos por ele ter ganho o título"

 

Audi Rockenfeller_DTM_Zandvoort_01Audi Rockenfeller_DTM_Zandvoort_03Audi Rockenfeller_DTM_Zandvoort_04Audi Rockenfeller_Scheider_DTM_Zandvoort_02Audi Rockenfeller_Ulrich_DTM_Zandvoort_05Campeão no DTM 2013 ao volante de um Audi. Na penúltima jornada da temporada, Mike Rockenfeller ao volante do Schaeffler Audi RS 5 DTM garantiu a conquista antecipada do título de pilotos no mais competitivo e prestigiado campeonato de carros de Turismo. Ao mesmo tempo, e perante os 41.000 espectadores (durante todo o fim-de-semana) presentes no circuito de Zandvoort, a Audi e a Audi Sport Team Phoenix assumiram a liderança do campeonato de Marcas, antes da derradeira jornada a disputar em Hockenheim.

 

JOÃO LOPES TRAVADO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

Furo e correia “travaram” corrida de João Lopes

Valter Martins e Luís Caseiro superam dificuldades 

 

A muita chuva que caiu durante os dois dias de prova, transformou por completo o figurino da Baja TT Idanha-a-Nova. Os seus percursos presentaram-se muito escorregadios e nalguns casos totalmente enlameados. Depois de ter averbado o 4º melhor tempo no prólogo a dupla João Lopes/Bruno Santos, aos comandos de um Polaris Ranger RZR XP de chassis longo arrancou para a corrida apostada em lutar pela vitória e cedo se colocou na 2ª posição a escassos segundo do líder.

 

Infelizmente, a corrida do piloto de Torres Vedras e da equipa JL Racing seria “travada”, já perto do final do primeiro setor seletivo, por um furo que, mesmo assim, deixou a equipa dentro das primeiras posições. O mais complicado surgiu todavia no derradeiro troço cronometrado da prova beirã.

 

“Não fomos de facto felizes nesta prova. Andámos sempre muito bem e estou convencido que poderíamos, sem percalços, ter chegado à vitória. O furo no 1º SS atrasou-nos, mas ainda poderíamos ter chegado ao pódio. O pior aconteceu a seguir quando tivemos de parar para mudar a correia. Agora vamos para Portalegre tentar a vitória absoluta, numa prova que só por si vale uma temporada, salientou no final da corrida, João Lopes, o piloto da JL Racing que terminou a corrida em 8º lugar.

 

Apesar das dificuldades da corrida os três carros da equipa JL Racing completaram com sucesso a Baja TT Idanha-a-Nova com destaque para a dupla Valter Martins/Bruno Alvarinhas que o conseguiu em condições muito adversas. Já piloto conimbricense, Luís Caseiro, mostrou a sua garra habitual e superou várias dificuldades para conseguir concluir a prova.

 

Outras informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.ptJoo Lopes
 

PRODUÇÃO AUTOMÓVEL EM QUEDA

Produção Automóvel com quebra de 14,9% em 2012

No ano de 2012 saíram das linhas de fabrico nacional 163.561 veículos automóveis.

No ano de 2012 saíram das linhas de fabrico nacional 163.561 veículos automóveis o que corresponde a uma diminuição da produção de 14,9 por cento face ao ano anterior. Este resultado desfavorável surge na sequência de dois anos bastante positivos, em que se verificou um crescimento da produção de 26 e 21 por cento, respectivamente, em 2010 e 2011.

É de salientar que, pelo segundo ano consecutivo, registou-se um volume de produção superior ao de vendas, o que, desde que existe produção automóvel em Portugal, apenas tinha acontecido em 2011. Todavia, trata-se de situações distintas pois enquanto que em 2011 a produção aumentou e as vendas baixaram, já em 2012 ambas evidenciaram resultados negativos.

No mês de Dezembro de 2012 a produção automóvel baixou, quando comparada com o mês homólogo do ano anterior, tendo sido produzidos 4.910 veículos automóveis, ou seja, um fortíssimo decréscimo de 57,5 por cento que foi determinado pela queda da produção de veículos ligeiros de passageiros (-68,4 por cento), de veículos comerciais ligeiros (-36,9 por cento) e de pesados de mercadorias (-81,5 por cento).

alt

Do total dos 163.561 veículos produzidos em Portugal em 2012, verificou-se que 97,8 por cento se destinaram ao mercado externo. Relativamente ao ano anterior, em 2012 as exportações de veículos automóveis baixaram 15,4 por cento.

Quanto às exportações por mercados de destino, verificou-se que 71,8 por cento dos veículos foram expedidos para a UE-27, com a Alemanha e a França a ocuparem os primeiros lugares com 22,3 por cento e 15,5 por cento da produção exportada, respectivamente. O total da Europa absorveu 77,2 por cento das nossas exportações, a Ásia absorveu 17,7 por cento (mais 6,6 pontos percentuais do que em 2011) e a América absorveu 3,6 por cento.

Estes números continuam a confirmar o importante contributo positivo do sector da indústria automóvel para a balança comercial do país, num momento em que continua a ser fundamental para a recuperação da nossa economia aumentarmos a nossa quota nos mercados internacionais.

O valor acumulado até final de Novembro de 2012 das exportações do sector da fabricação de veículos automóveis, reboques, semi-reboques e componentes para veículos automóveis representou 11,2 por cento do valor total das exportações nacionais e registou uma taxa de cobertura das importações pelas exportações, em valor, de 119,3 por cento, a qual é bastante superior à taxa de cobertura para a totalidade da economia nacional (81,2 por cento).



quadro produção
 

DACIA SENDERO BI-FUEL

DACIA SANDERO BI-FUEL : UMA COMPRA INTELIGENTE!

O estigma associado ao dístico azul colado e o discriminatório acesso aos parques de estacionamento fechados já fazem parte do passado. Já não há razões objectivas para que as viaturas a GPL sejam olhadas com desconfiança e a aposta no novo Dacia Sandero Bi-Fuel ganha, assim, ainda mais acuidade. Um automóvel económico, com linhas modernas, uma excelente habitabilidade, um interessante nível de equipamento, a tradicional robustez da marca e, claro, um preço sem concorrência. Por 11.400€, o Dacia Sandero Bi-Fuel é o mais acessível automóvel bi-fuel do mercado!

 

Uma compra inteligente! Uma afirmação que até os mais cépticos terão dificuldade em contestar. Vencidos os estigmas e as discriminações, o Dacia Sandero Bi-Fuel é uma compra inteligente. Afinal, é uma das propostas mais económicas e acessíveis do mercado, mas apesar desses predicados reúne um conjunto de características surpreendentes para este segmento de preço. Nesse sentido, destaque para as agradáveis linhas exteriores, o espaçoso interior e um interessante nível de equipamento.

 

Um Dacia Sandero com uma característica que o distingue que os demais: é movido por dois combustíveis – gasolina e GPL. Nesse sentido, esta versão é equipada com dois depósitos distintos, que assegura uma autonomia superior a 1.200 km, enquanto o comprovado e fiável motor 1.2 16V com 75 cavalos de potência (o único disponível em GPL) é equipado com dois sistemas de injecção.

 

Com esta tecnologia, compete ao condutor escolher a opção por circular em GPL ou gasolina, sendo que pode fazer a mudança de combustível em andamento. Sublinhe-se que apesar da presença de um segundo depósito para o GPL, o Dacia Sandero Bi-Fuel dispõe exactamente do mesmo espaço para bagagens que as “tradicionais” versões a gasolina ou diesel, já que o depósito GPL é instalado na zona do pneu sobressalente.

 

O Dacia Sandero Bi-Fuel é uma compra inteligente pelo preço de aquisição – é a proposta mais acessível do mercado -, mas também pelos reduzidos custos de utilização e é a frieza dos números que o comprova: 1 litro de GPL custa qualquer coisa como €0.840, o gasóleo €1.450 e a gasolina €1.620 (valores médios). Ou seja, o Sandero Bi-Fuel GPL custa tanto como um modelo a gasolina, mas permite uma poupança de quase 50% em utilização. E, saliente-se, sem o discriminatório dístico azul (agora substituído por uma bem mais discreta vinheta no pára-brisas) ou as limitações de estacionamento em parques fechados ou subterrâneos.

 

Mas para os cépticos em relação ao uso de viaturas GPL ficam também as seguintes ressalvas: em termos de segurança, destaque para o facto do depósito de GPL ser produzido em aço super-resistente com seis vezes mais espessura que um depósito tradicional; o GPL contribuir para uma maior fiabilidade do motor, na medida em que a sua combustão conserva mais o óleo lubrificante; o GPL reduzir as vibrações do motor, o que contribui para um melhor conforto de utilização e, por último; como o GPL não contém benzeno nem enxofre, é muito mais amigo do ambiente, representando uma poupança na ordem dos 13 por cento em emissões de CO2.

 

Com quase três centenas de posto de abastecimento GPL espalhados por todo o território Continental, o Dacia Sandero Bi-Fuel assume-se, assim, como uma compra inteligente. Mesmo para quem cumpra apenas 10.000 quilómetros ano, a poupança de combustível em relação ao gasolina cifra-se em mais de 300 euros. Se chegar aos 30.000 quilómetros ano, a poupança chega aos 1.000 euros!

 

Habitabilidade e volume da bagageira recorde!

 

No interior, o botão que permite optar pelo combustível gasolina ou GPL constitui a única diferença em relação ao “vulgar” Sandero. Um habitáculo incrivelmente espaçoso e em que são evidentes os enormes progressos da Dacia nos acabamentos e na qualidade dos materiais.

 

O Sandero Bi-Fuel é comercializado com o nível de equipamento Confort, de que faz parte o ar condicionado manual, o Dacia Plug&Radio que integra o rádio, um leitor de CD compatível com formato MP3, a tecnologia Bluetooth® e as ligações USB e Jack posicionadas no painel de bordo, o ASR+ESP (controlo de estabilidade), faróis de nevoeiro, retrovisores exteriores com regulação eléctrica na cor da carroçaria e os elevadores eléctricos dos vidros dianteiros.

 

Como opcionais, estão também disponíveis (entre outros) o regulador e limitador de velocidade, bem como o MEDIA NAV. Um sistema multimédia completo – disponível pelo competitivo preço de 300 €. Com uma utilização fácil e intuitiva, o grande ecrã a cores táctil de 7 polegadas (18cm) e a página de acolhimento “Menu”, permite navegar facilmente entre diferentes funções, que incluem a tecnologia Bluetooth® e o sistema de navegação, com visualização 2D e 3D (Birdview). Os dispositivos nómadas pessoais ligam-se facilmente a uma tomada USB ou Jack, acessíveis no painel de bordo para melhor ergonomia.

 

Certeza da fiabilidade: 3 anos/100.000 km de garantia

 

O novo Dacia Sandero Bi-Fuel beneficia, tal como toda a restante gama Dacia de 3 anos/100.000 km de garantia contratual. Este é mais um elemento que atesta a robustez e fiabilidade da marca, o que aliás tem vindo a ser demonstrado por estudos independentes realizados, até por associações de consumidores, em toda a Europa

 

Versão Bi-fuel disponível também no novo Dacia Logan MCV

 

A nova break Dacia Logan MCV, cuja comercialização, terá lugar durante o mês de Outubro, irá dispor, desde o início de uma versão bi-fuel com as mesmas características do Dacia Sandero.

O Dacia Logan MCV bi-fuel será também comercializada associada ao nível de equipamento Confort e estará disponível por 12.400€.Dacia-Sandero

 

SEGURO DIRECTO OFERECE

 

Seguro Directo oferece seguro automóvel às famílias



A Seguro Directo promove campanha televisiva com oferta de seguro automóvel às famílias. Na subscrição de três novos seguros automóveis anuais o quarto é grátis.

No spot publicitário os telespetadores são convidados a juntar a família para ter um ano de seguro grátis. Mas não precisam de ser só familiares, pois a campanha estende-se também aos amigos.

Trata-se de uma nova vaga da campanha de publicidade em que os colaboradores se apresentam ao público, mostrando quem está do outro lado da linha, sempre prontos para os ajudar. “Seguro Directo. Somos confiança.”, é o claim da campanha.

Para beneficiar da oferta basta que três familiares ou amigos associem a apólice ao cliente que lançou o desafio e indiquem que estão a aderir a esta oferta.

A campanha arranca amanhã e é válida até ao final do ano para todos os packs de seguro automóvel disponibilizados pela companhia.

 

ETIQUETA EUROPEIA

A etiqueta europeia de pneus com limitações

Segundo os especialistas da indústria, deveria reunir outros critérios chave como a estabilidade ou a aquaplanagem.

altA nova etiqueta de pneus surgiu com a aspiração de destacar as prestações em eficiência e segurança dos novos pneus mas deixa de fora a classificação de outros critérios igualmente importantes no rendimento dos mesmos.

A etiqueta europeia de pneus foi criada com o objetivo de ajudar os consumidores a comprar pneus mais amigos do ambiente e mais seguros a partir de três critérios indicados: resistência ao rolamento, travagem em piso molhado e nível de ruído exterior. A partir de hoje todos os pneus para veículos de passageiros e pesados devem incluir esta informação no ponto de venda.

A Goodyear dá as boas-vindas à nova legislação, mas destaca que a etiqueta europeia apenas reflete alguns dos aspetos mais importantes que têm impacto no rendimento dos pneus.

Jean-Pierre Jeusette, diretor geral do Centro de Inovação da Goodyear no Luxemburgo, comenta: “A nova etiqueta tem um enorme potencial para melhorar a segurança, eficiência económica e meio ambiente na Europa. Os nossos estudos mostram que se todos os veículos europeus circulassem equipados com pneus de classificação A poderia poupar-se 27 biliões de euros em combustível por ano. Isto significaria uma redução das emissões de CO2 em 20 milhões de toneladas[1]. A diferença entre optar por pneus de classificação G ou A em travagem em piso molhado pode implicar uma redução de 30% na distância de travagem numa estrada molhada, parando 18 metros antes[2]. Esta distância equivale aproximadamente a 4 carros de passageiros”.

“Contudo, a etiqueta apenas serve de ponto de partida para os consumidores e gestores de frotas que devem olhar para além desta informação e considerar outros critérios que afetam o rendimento geral de um pneu. Para colocar tudo em perspetiva, a Goodyear testa cerca de 50 fatores diferentes durante o processo de desenvolvimento dos pneus incluindo manobra em piso seco e molhado, estabilidade lateral e estabilidade a alta velocidade e outros pontos cruciais relacionados com a segurança como a resistência à aquaplanagem em curvas e em retas que também não são indicadas.”

Algumas das maiores poupanças vão ser para as frotas comerciais, explica Emmanuel Robinet, diretor de avaliação de pneus na Goodyear: “A resistência ao rolamento contribui para cerca de 30% do consumo de combustível num camião, por isso escolher os pneus adequados pode ajudar a reduzir de forma considerável o consumo. A redução de potencial impacto ambiental pode ser enorme e as poupanças financeiras calculadas podem chegar aos 7000€ durante a vida dos pneus – suficiente para que um gestor de frotas possa comprar um novo conjunto de pneus.”[3]

A TÜV, empresa independente de testes, também destaca as limitações da nova etiqueta europeia. Michael Staude, gestor do departamento de pneus e jantes da TÜV SÜD Automotive, comenta: “A etiqueta europeia de pneus é um pouco como uma vela. Emite uma pequena luz sobre os aspetos que afetam o rendimento dos pneus, mas não se compara à luz de uma tocha. Alguns aspetos específicos não são refletidos na informação apresentada na etiqueta. Os pneus de inverno são um exemplo claro. Esta limitação deve ser tida em conta por quem compra pneus. Devem perguntar sobre mais detalhes nas oficinas em vez de esperar que a etiqueta indique tudo o que precisa de saber”.

“O sucesso do processo vai depender da aplicação, ou seja, cada um dos 27 estados membros da UE deve ser responsável pelo seu cumprimento no próprio país. Deve existir um sistema eficaz de sanções para fazer cumprir a legislação que potencie a credibilidade da etiqueta. A aplicação efetiva vai garantir uma igualdade das condições para todas as empresas de pneus e garantir que o público, vendedores e todos os outros grupos de interesse não se confundam comprando pneus inferiores que tenham sido incorretamente etiquetados, seja acidentalmente ou deliberadamente,” concluiu Staude.


[1] Fonte: Avaliação de Impacto SEC (2008)2860 da Comissão Europeia

[2] 21.190.207 carros produzidos na Europa em 2011 (Fontee: http://oica.net/) Potencial distância de paragem de 18 metros entre um pneu de classificação A e um pneu G (Fonte: Avaliação de Impacto SEC (2008)2860 da Comissão Europeia). Distância total poupada de 381,423.73km se todos os carros produzidos na Europa em 2011 travassem uma vez com pneus classificação A.

[3] Potencial poupança de 7000€ por pesado entre pneus de classificação A e G (Fonte: Avaliação de Impacto SEC (2008)2860 da Comissão Europeia).



Etiqueta

 

ALTERNATIVA À PROVA ANULADA DE SINGLE SEATERS

ALTERNATIVA À PROVA DE SINGLE SEATERS ANULADA

 

 

Recebemos hoje uma simpática oferta da presidência do CAM, que, sabendo da nossa perda de uma das provas do Estoril, disponibilizou-se para fazer uma prova SSS no fim-de-semana das 6 horas de Braga a 15 de Dezembro.
Gostava de ouvir a opinião de cada um dos pilotos sobre esta possível alternativa.

Deixo aqui a minha sincera opinião: Acho que é já muito tarde, 2 semanas após a nossa última prova, e corremos assim o risco de machar um campeonato que tem tido grelhas muito fortes com uma grelha fraca.

No entanto acho que é uma decisão que cabe a todos tomar, e quero por isso ouvir as opiniões dos pilotos que correram este ano. Claro que se for do interesse da maioria e tivermos garantida uma grelha interessante e perto do habitual fará sentido fazer a prova.

Embora não se tenha falado de preços de inscrição, parto do princípio que nunca seriam superiores ao que habitualmente pagamos em Braga.

 

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO

Hoje tive uma conversa extraordinária com um “Great Lama”.
Saí de manhã para visitar o museu da cidade em Paro, antes de partir para a capital.
É um museu que mostra não só imagens dos Buda e caraças que a população usa nos festivais e que representam as várias personagens em que o segundo Buda se transformava para afastar os demónios, mas também a rica fauna do país enquanto através de várias frases e textos nos dão uma pequena introdução ao seu conceito de felicidade.
Com a ideia de preservarem a fauna os habitantes do Butão não matam animais de qualquer espécie. É proibido caçar e pescar no país e nem as galinhas que têm em casa para fornecerem ovos eles matam. No entanto, a sua religião permite que comam todo o tipo de carne ou peixe, desde vaca a porco passando pelas cabras. Só que, toda esta carne consumida no país é …. importada da Índia. A carne de vaca por exemplo, que os Indhus não comem, vem de talhos na Índia pertencentes a muçulmanos.
Quando acabei a visita ao museu, acompanhado pelo guia que tinha ido ter comigo na tarde anterior a esta cidade, pedi à secretária para falar com o diretor, por ter visto um cartaz a dizer que ele fazia uns colóquios.
Passado um minuto desceu do andar de cima um “Great Lama”, acompanhado de dois monges. O homem  tinha uma presença forte mas um ar simpático e perguntou-me o que pretendia dele, como quem não quer perder tempo com curiosos, o que achei que não coincidia com a ideia que tinha destes “Great Lama” para quem o tempo parece não existir. Disse-lhe que gostava que me falasse deste conceito de felicidade que reis e monges tanto apregoam e como podem medir o valor de felicidade de cada individuo.
Perguntou-me o meu nome e só então me deu um aperto de mão. Mas não foi um aperto de mão qualquer. Ele apertou-me a mão direita e colocou a esquerda por cima da minha mão que apertava a dele ficando assim uns largos segundos. Confesso que me afectou. Parecia que me transmitia uma energia especial. Nunca me tinham dado um aperto de mão assim. Depois tivemos uma longa conversa em que me falou sobre as formas como mediam o nível de felicidade de cada pessoa mas também de uma viagem que fez recentemente a Roma para uma reunião com o Papa, tendo aproveitado para visitar vários outros países europeus.
“As pessoas não vivem felizes, na Europa. Sente-se uma tensão dentro delas que as torna amargas”.
Só então lhe falei da minha viagem de moto e ficou fascinado.
“Penso que é a primeira moto que vem ao Butão”, disse.
Passada uma longa conversa em que concordei com alguns dos seus conceitos para obtenção da paz de espírito que eu tinha sentido na população, disse-me que eu não devia dizer que era um turista mas sim um “nekor” ou seja um viajante entre os locais de culto espalhados pelo mundo e que deveria ajudar a divulgar o Budismo. Disse-lhe que seria impossível por eu ser ateu e fez um ar triste. “Esse é o principal problema da Europa. As pessoas não têm fé”. Disse-lhe que não, que a maioria da população europeia acreditava em Deus.
Disse-lhe que era uma pessoa feliz e ele respondeu “eu sei” com uma certeza de quem me conhecia há trinta anos e não há trinta minutos.
Por fim pediu-me que fosse buscar a moto ao parque e a trouxesse até à porta do museu, uma situação inédita naquele local tão restrito. O seu secretário deu indicações aos guardas e lá vim eu com a moto até cá acima. Tirou-me então ele próprio uma fotografia e pediu aos empregados do museu para se reunirem à volta da moto para tirarem outras fotografias.
“Veja como é lindo este país”, dizia-me ele a olhar para a fantástica vista do alto da entrada do museu. “Com esta natureza preservada nós somos dos principais contribuintes para o oxigénio no mundo”.
Despediu-se entregando-me um cartão com o seu e mail e telemóvel e a promessa de um dia nos voltarmos a ver.
Só por este encontro valeu a minha ida ao Butão.
Parti então para a capital, Thimphoo, que fica a apenas 40 Km através da melhor estrada do Butão, desenrolada entre dois vales, sem buracos e com curvas longas e de vários raios e muitas curvas e contra curvas com lombas pelo meio. É um gozo. Para a aproveitar em pleno pedi ao meu guia que levasse as minhas malas no carro, aliviando o peso da moto, e combinei ir mais depressa e encontrarmo-nos no Hotel.
Thimphoo é uma pequena cidade talvez equivalente a Setúbal em tamanho mas sem prédios altos, uma arquitetura bem enquadrada na paisagem, com uma população que não serão mais de 150.000. Os sinais luminosos são substituídos por sinaleiros, de gestos estudados e elegantes mas não há mais de dois cruzamentos que os necessitem. Não há filas de transito seja à hora que for mas algumas estradas fora do centro estão em mau estado. Visitei um templo mandado construir pela rainha mãe quando o terceiro Rei morreu, por doença, com pouco mais de 40 anos e uma enorme estátua de Buda, com mais de 40 metros, que o atual rei mandou edificar no alto de uma montanha com vista sobre a cidade. Uma espécie de Cristo Rei deles mas mais imponente, pintado em dourado e projetado e edificado por japoneses.
A minha grande curiosidade em visitar o Butão era, para além das normais visitas a templos e museus e de me maravilhar com a exuberante paisagem dos Himalayas sem neve, de que já tinha tido um fantástico exemplo no Nepal, tentar perceber qual o segredo para aquela gente conseguir ser, como dizem “a população mais feliz do planeta”. Ontem, no transito, já tinha percebido que eles cumprem as regras mas isso só por si não torna ninguém feliz, antes pelo contrario.
Li extractos de discursos de alguns dos últimos reis do Butão. Sim, é uma monarquia, desde que o país existe como tal, o início do século passado. Curiosamente nestes discursos os reis nunca falam em inflação, crise, desemprego ou outras desgraças que afligem os países ditos civilizados. Os discursos dos reis referem sempre as coisas boas que vão acontecendo no país, que nunca esteve em guerra desde que o primeiro rei conseguiu unificar o território, e dizem que a ambição deles é que a população viva cada vez mais feliz. Nunca referem mais próspera ou com menores dificuldades financeiras. Simplesmente, mais feliz.
O Butão é um pequeno país, com cerca de metade do tamanho de Portugal, todo ele nos Himalayas e com menos de 700.000 habitantes.
À medida que rodava país dentro ia-me apercebendo de razões que podem influenciar essa felicidade de que tanto se fala. 1º ponto importante, ela não vem do dinheiro. A maioria da população vive com muito pouco dinheiro. Muito menos que os portugueses, por exemplo. E sentimos logo no primeiro contacto com esta gente que estão muito mais felizes, de um modo geral, do que quem vive no Dubai, a destrocar petrodólares ou em Londres, Paris ou Nova Iorque. Não há psicólogos ou psiquiatras mas apenas Monges Budistas e “Great Lamas”.
Mas como dizia, a primeira razão palpável desta felicidade é que saímos da confusão e sujidade da Índia e entramos diretamente nos Himalayas que formam como que uma fronteira natural no sul do país. Passados três quilómetros já estamos com uma paisagem deslumbrante à nossa frente de enormes montanhas forradas a verde, com muito pouco transito e sem lixo nas ruas. Eu que nem era de lá já me estava a sentir mais feliz por ali estar. A principal estrada de entrada no país, como todas as outras é estreita, por vezes em mau estado e entrelaçada nos Himalayas como se estivesse a eles abraçada. Precipícios de um lado, montanha que abate do outro, camiões que não se conseguem cruzar sem saírem os dois para as respectivas bermas seria uma situação complicada em qualquer outro lugar. Ali faz parte e ninguém se queixa, hipnotizado que está por aquela calma transmitida pelo ar das montanhas que nos faz respirar mais devagar.
Constatei o estado de espírito da população logo no transito da montanha em que tanto carros como camiões, quando percebiam que vinha uma moto atrás mais rápida que eles, encostavam na berma e faziam sinal para eu passar. Mais tarde, confirmei essa mentalidade generalizada quando a polícia nos mandou parar a dizer que teríamos de esperar cerca de hora e meia por estarem a reparar a estrada. Formou-se uma enorme fila de carros, carrinhas e camiões que foram sendo desviados para um largo onde havia um pequeno restaurante à beira da estrada. Não ouvi uma única pessoa a queixar-se ou a dizer que estava atrasada para seja o que for. Para eles o tempo não é importante e estarem ali parados ou a caminho do que tinham para fazer parecia ser exatamente a mesma coisa. Mais espantado fiquei quando, passada uma hora, outro polícia veio anunciar que teríamos que esperar mais duas porque a estrada que estavam a arranjar tinha abatido montanha abaixo. E não há outra estrada de chegada à capital por aquele lado do país. Aquela gente recebeu a notícia com o ar mais natural do mundo e limitaram-se a esperar calmamente. Não estavam a conter uma fúria interior mas simplesmente não se sentiam afectados pelo que nem sequer consideravam um problema. Este estado de espírito sim, certamente faz parte do estudo para obtenção do diploma da felicidade.
Outra curiosidade deste povo é a maneira de se vestirem. A maior parte dos homens anda de saias, que são mesmo obrigatórias para quem trabalha para o estado, enquanto as mulheres que se vêm na rua vestem quase todas calças, independentemente das suas preferências sexuais.
Ao contrário do Nepal que, por ser a terra Natal do Buda, teria mais razões para ser um país maioritariamente budista mas onde a população é quase toda Indhu, aqui 95% são Budistas. Para eles há só um Deus, o mesmo de todas as religiões. Acredito que este estado de espírito do povo do Butão se deve muito à calma e meditação incentivadas pela religião Budista que todos seguem e que lhes é incutida desde miúdos na escola. As crianças são ensinadas a meditar nas escolas e em vez da ginástica comum, praticam yoga.
Neste primeiro dia fiquei na cidade de Paro, a segunda do país. Comecei por ir ver, ao longe, o extraordinário mosteiro “Tigers Nest” cravado na escarpa da montanha a várias centenas de metros de altura. Aqui, onde agora vivem monges, terá estado o segundo Buda quando, no século VIII chegou à região.
Fui depois visitar um templo Budista para perceber um pouco o que lá se passa. Um grupo de uns 30 monges estava a acabar uma cerimónia a que infelizmente não me deixaram assistir, nem a mim nem ao meu guia que não sendo monge é Budista. Sentia-se que era uma cerimónia importante e eram dirigidos por um “Great Lama” ou mestre Budista. Vi-o sair do recinto, com um homem que faz de guarda ao chefe e vai batendo um chicote no chão na frente do caminho. A acompanharem o “Great Lama” ou “Rimpoche” vêm ainda dois monges e um militar fardado e de espingarda ao ombro, não vá o guarda do chicote ter dificuldades em cumprir a sua missão, mesmo se tanto militar como espingarda tinham ar de nunca terem disparado um tiro. Todo este folclore, que se destinava simplesmente à caminhada do “Great Lama” do Templo para a casa que ocupava na ocasião, no terreno adjacente, como na maior parte dos casos de deslocações de pessoas importantes por todo o mundo, é mais para marcar a importância do personagem que para ter um efeito prático de proteção.
Os monges recolheram a uma espécie de camarata do outro lado do Templo.
Fiquei num Hotel simples mas limpo onde me serviram um excelente jantar.
Hoje de manhã saí do Lodge na floresta às nove a caminho da fronteira com o Butão, na esperança de ter o visto pronto quando lá chegasse.
Os cerca de 30 Km aqui são de boa estrada, alcatroada recentemente, à parte cerca de 2 Km que ainda estão em terra. Pelo caminho passei por enormes plantações de chá, uma planta que tem pouco mais de um metro de altura mas que forma uma espécie de tapete em altura que parece ter sido aparado. Pelo meio algumas árvores que têm ar de serem estrategicamente colocadas para não deixarem o sol queimar as folhas do chá e, provavelmente, manterem a humidade.
 Os guardas do portão de entrada no Butão reconheceram-me pela moto e nem perguntaram onde ia. O visto não estava pronto mas ainda bem que lá fui logo de manhã porque a mulher da agencia tinha-se esquecido da cópia do meu passaporte em casa e lá foi tirar outra para enviar por fax a um colega em Thimphoo, a capital, para ele ali obter o visto. O processo começou a atrasar-se e,  estando a pagar  290 dólares por cada dia no Butão, pedi que fizessem o visto só a partir de amanhã para poder entrar no país logo pela manhã e ter tempo para visitar as duas cidades onde quero ir.
Depois de confirmar que estava tudo encaminhado perguntei por um Hotel na pequena cidade do lado Indiano da fronteira e um dos empregados da agencia foi de carro à minha frente até lá. Estranhei logo porque o Butanês, em vez de atravessar a estrada onde estávamos, houvesse ou não traço contínuo, andou pela via esquerda uns 200 metros para cima para dar a volta numa rotunda. Confirmei este espírito suíço tão contrastante com o dos indianos onde, simplesmente, não há regras de transito quando, da parte da tarde, voltei à agencia para recolher o visto. Como costumo fazer aqui na Índia nestes dias de calor em pequenas distancias, ia na moto em mangas de camisa e sem capacete. Os guardas da fronteira do Butão mandaram-me parar e disseram-me que não poderia entrar no país sem capacete. Eu expliquei-lhes que ia só parar a moto cinquenta metros à frente para levantar o visto na agencia mas eles nem puseram essa hipótese: “Não. Não pode passar este portão sem capacete”. Pedi-lhes então para deixar ali a moto à entrada e acederam sem problema. O contraste parece abismal. Ainda aumentou mais a minha curiosidade. Será que a felicidade extrema inclui cumprir as regras escrupulosamente? Imaginava mais um local que dizem ser a própria felicidade como uma espécie de anarquia mas em que todos se respeitassem.
Entretanto hoje, aqui na Índia, é dia de “Vishwakarma”, o Deus dos Engenheiros, como me dizia há pouco o recepcionista do Hotel. É dedicado a tudo o que é maquinaria e então muitos carros andam com cordões de flores penduradas enquanto aqui no largo do Hotel montaram vários altares dedicados a este Deus, alguns com aparelhagens de música aos berros, outros com coisas doces com que intoxicam as crianças e outros nos quais as pessoas simplesmente entram e fazem uma pequena reza, certamente a pedir que o carro podre resista mais um ano.
Ontem levantei-me pelas nove e fui de moto à aldeia próxima, enviar à minha filha a mensagem que não tinha conseguido no dia anterior. Aproveitei depois para mudar as pastilhas dos travões da frente da “Cross Tourer”, operação que não tinha feito em Delhi porque ainda tinham alguma espessura mas agora estavam quase no “osso”. Ainda eram as que saíram de Portugal e as de trás  fazem pelo menos mais 5.000 Km.
Depois do almoço decidi ir visitar um local no meio da selva onde tratam de Tigres e Leopardos que me disseram ser a cerca de dez quilómetros. Entrei com a moto por uma estreita estrada de terra, selva dentro, mas passados doze quilómetros não havia vestígios de nada nem ninguém até que encontrei uma espécie de homem da selva, destes vestidos só com um pano à volta da cintura, que pastava três ou quatro cabeças de gado. Era escuro e tinha um ar carrancudo, sem expressão. Parei para lhe perguntar onde era este centro de recuperação animal mas fiquei com a ideia que não falava inglês nem qualquer outra língua, provavelmente por não ter ninguém com quem falar. Não emitiu um som e a sua expressão manteve-se inalterada. Como tinha numa das mãos uma enorme foice para se conseguir movimentar através da floresta achei melhor não prolongar o inquérito e segui caminho. Ele manteve-se estático, como se tivesse acabado de ver um extraterrestre numa nave especial que não o tinha assustado mas impressionado. Passados mais três quilómetros lá encontrei aquela base, como tudo aqui com um ar muito abandonado. Acabei por só ver um Leopardo que tinham acabado de capturar porque os outros animais estavam fechados em jaulas por supostamente estarem a fazer manutenção do espaço vedado onde eles costumam andar.
Quando me preparava para regressar estavam três miúdos e dois velhos maravilhados com a moto e um deles pediu se o levava a dar uma volta. Acelerei um bocado em segunda, com o velho à pendura, e ele saiu de lá como se tivesse tido a melhor experiencia da vida.
Hoje parti às cinco e meia da manhã para um Safari de Jipe, acompanhado de um simpático casal que tinha vindo de Calcutá, mas tivemos azar e acabámos por só ver um Búfalo e um Rinoceronte à distancia.  

 

NOVO NISSAN NOTE JÁ ESTÁ EM PORTUGAL

NOVO NISSAN NOTE JÁ ESTÁ EM PORTUGAL

 

 

 

Nissan Note

 

união entre design e tecnologia num nível superior

 

 

Ÿ  O novo concorrente do segmento B possuium design dinâmico e estreia tecnologia acessível

Ÿ  Características de design e engenharia desenvolvidas especificamente para os clientes europeus

Ÿ  Habitáculo inovador e de qualidade superior

Ÿ  Gama de motores limpos e eficientes com emissões de CO2 a partir de apenas 92g/km

Ÿ  O exclusivo sistema Escudo de Protecção Nissan (Nissan Safety Shield) proporciona benefícios reais à condução

Ÿ  Tecnologias introduzidaspela primeira vez no segmento, incluindo o Monitor de Visualização da Área Circundante da Nissan

Ÿ  Já disponível em pré-venda em Portugal, com condições muito especiais

 

 

Tecnologia avançada e acessível, design dinâmico e uma atenção ao pormenor digna de classe superiores são qualidades-chave que definem o novo Nissan Note. Assinalando o início de uma vaga de lançamentos de novos e emocionantes produtos Nissan, o novo Note foi projectado e concebido para se posicionar como uma nova e arrojada proposta no segmento B.

 

Exibido pela primeira vez no Salão Automóvel de Genebra em Março de 2013 e com lançamento na Europa no Outono de 2013, o novo Note não só aproveita os pontos fortes do seu antecessor como também utiliza ideias e inovações de engenharia provenientes dos pioneiros Nissan Juke e Qashqai. Com foco na inovação e em tecnologia acessível, o novo Note proporciona uma experiência completa aos seus proprietários e responde às exigências e expectativas de clientes desiludidos com as convenções, artifícios e limitações de muitos dos automóveis compactos mais vendidos.

 

Em Portugal o novo Nissan Note está já disponível em pré-venda em condições muito atractivas e chegará aos concesisonários Nissan em todo o país no dia 7 de Outubro.

 

 

O novo Nissan Note em resumo

 

O novo Note assinala um marco essencial no desenvolvimento dos automóveis compactos da Nissan. Oferecendo agora tudo aquilo que os clientes do segmento B pretendem e mais ainda, o novo Note proporciona novas ideias e uma miríade de tecnologias úteis e práticas a um público ainda mais vasto.

 

Tal como o Juke e o Qashqai, o Note é o resultado de um programa de design e engenharia que teve como objectivo desenvolver e aperfeiçoar todos os elementos-chave para os clientes europeus. O trabalho de engenharia levado a cabo no Centro Técnico Europeu Nissan (NTCE) deu origem a um automóvel que excede os padrões desta classe e que introduz novos e arrojados conceitos no segmento.

Resultado de um investimento de 147,5 milhões de euros em novas instalações de produção, o novo Note é construído na fábrica da Nissan em Sunderland (RU), ao lado do LEAF, do Juke e do Qashqai.

 

A Nissan tornou-se sinónimo de desenvolvimento de tecnologia prática e útil no dia-a-dia graças à sua convicção de que as características premium não devem estar reservadas a modelos de prestígio com preços inflacionados. O novo Note leva esta filosofia arrojada a um novo patamar com uma vasta gama de inovações que tornam a vida dos condutores mais segura e confortável.

 

O Escudo de Protecção Nissan (Nissan Safety Shield) faz a sua estreia europeia no Note. Tratando-se de um conceito simples embora com design e engenharia avançados, é composto por um conjunto de tecnologias aplicadas de forma inteligente que proporcionam benefícios às condições reais de condução. O Aviso de Mudança de Faixa, o Aviso de Ângulo Morto e a Detecção de Objecto em Movimento são conjugados para elevar a um novo patamar neste segmento o auxílio ao condutor.

 

Além de permitir uma maior percepção durante a condução, o novo sistema é uma demonstração das capacidades da Nissan ao nível do design e da engenharia. Os três sistemas recebem informações de uma única câmara panorâmica montada na traseira do veículo. Estando as três tecnologias do Escudo de Protecção dependentes da câmara montada na bagageira, torna-se essencial manter uma visualização clara a partir deste dispositivo. Os engenheiros da Nissan desenvolveram por isso mais uma inovação: um sistema incorporado de lavagem e secagem da câmara que utiliza um jacto de água seguido de um jacto de ar comprimido para secar a lente.

 

O Escudo de Protecção Nissan oferece aos condutores do novo Note inúmeras vantagens. Além de oferecer uma maior sensação de segurança durante a condução, este sistema proporciona maior confiança durante a realização de manobras, uma vez que o sistema ajuda a detectar perigos ocultos. Esta característica reduz significativamente o risco de choques e arranhões acidentais que normalmente implicariam uma visita à oficina, ajudando a reduzir o valor do custo total de propriedade do novo Note.

 

Outra tecnologia presente no novo Note e que é introduzida pela primeira vez no segmentoé o Monitor de Visualização da Área Circundante. O aclamado auxiliar de estacionamento de “vista aérea” multi-câmara da Nissan proporciona uma visualização ampla da área em torno do automóvel. Este sistema avançado embora fácil de usar torna mais simples as manobras de estacionamento, reduzindo mais ainda o risco de danos acidentais.

 

O novo Note incorpora também a mais recente evolução do avançado sistema de navegação Nissan Connect que integra navegação por satélite com Bluetooth, USB e conectividade iPod/iPhone numa interface simples com ecrã táctil. O novo sistema idisponibiliza também a tecnologia Google™ ‘Send to Car’ que permite que os condutores programem o seu percurso mesmo antes de entrarem no seu Note.

 

Mas o novo Note não sobressai apenas no campo da tecnologia pioneira em relação aos rivais convencionais do segmento B. A versatilidade está presente em todos os elementos-chave do Note, tanto no interior como no exterior do veículo. A fila de bancos traseira oferece os maiores níveis de espaço para as pernas da sua classe, ao passo que certos pormenores, tais como as portas traseiras que abrem a 90 graus, foram concebidos para tornar mais fácil a vida das famílias.

 

A bagageira também proporciona uma versatilidade referência na classe graças ao inteligente sistema Karakurique permitemúltiplas configuraçõesda bagageira através do pocionamento da placa que separa a área de carga em dois níveis e do mecanismo de banco traseiro deslizante, que permite obter 86 litros adicionais de espaço na bagageira.

 

O novo Note é alimentado por uma nova gama de motores altamente eficientes que aliam baixos custos de funcionamento a um forte desempenho.  Os clientes poderão optar por uma de três unidades: um motor 1.2litros a gasolina com 80 CV, uma versão com compressor volumétrico deste motor, designada DIG-S, com 98 CV, e a nova versão do motor 1.5litros turbo-diesel dCi com 90 CV.

 

Todas as variantes de motorização estão equipadas com um sistema de paragem/arranque de série e registam baixas emissões de CO2, a partir de 92g/km para a versão gasóleo e 99g/km para as versões a gasolina. Os valores da economia de combustível combinada variam entre os 4,7 l/100 km para o motor a gasolina 1.2litros de 80 CV e os 3,6 l/100 km para o 1.5litros dCi.

 

O pacote dinâmico do Note é complementado por um chassis que foi criado para responder às exigências específicas das estradas europeias. Tendo sido desenvolvidos desde o início pelo NTCE os modelos europeus do projecto Note apresentam uma configuração personalizada para a direcção, amortecedores, molas e barra estabilizadora. O resultado é um automóvel que denota um comportamento ágil e seguro e uma condução suave.

 

Geraldine Ingham, Gestora de Marketing responsável pelo Note na Nissan na Europa afirma: "O novo Note desempenha um papel extremamente importante na nossa gama de modelos, aliando um design verdadeiramente inteligente a tecnologia nunca antes oferecida no segmento B. Aliando design e inovação na engenharia conseguimos tornar acessíveis as tecnologias premium."

 

 

 

 

 

 

NOVO PARQUE COM VIA VERDE EM SANTRÉM

 

Novo parque com Via Verde em Santarém

Sistema implementado no Jardim da Liberdade

A Via Verde Portugal informa que já se encontra em funcionamento, com o sistema Via Verde, o parque de estacionamento do Jardim da Liberdade, em Santarém.

O serviço Via Verde passa assim a estar presente em 101 parques de estacionamento, distribuídos por todo o país: Lisboa (59); Amadora (1); Cascais (4); Estoril (1); Barreiro (1); Torres Vedras (1); Aveiro (1); Leiria (2); Coimbra (2); Porto (15); Matosinhos (3); Vila Nova de Gaia (2); Portimão (1); São Julião do Tojal (1); Braga (2); Viana do Castelo (2); Santarém (2); Penafiel (1).

As soluções de pagamento electrónico em parques de estacionamento, disponibilizadas através do sistema Via Verde, asseguram rapidez e comodidade ao seu utilizador final.

O funcionamento do sistema é simples: à entrada do parque, o utilizador só tem de carregar no botão Via Verde existente na consola. Quando o veículo sai do parque fica, automaticamente, registado o tempo de estacionamento, sendo o respectivo valor descontado posteriormente na conta bancária do cliente associada à Via Verde.

As transacções efectuadas, correspondentes às utilizações dos parques equipados com este sistema, são mensalmente comunicados a cada cliente via e-mail ou carta-extracto.

A Linha de Apoio ao Cliente da Via Verde (707 500 900) está à disposição dos clientes, para prestar as informações e os esclarecimentos que considerem necessários

 

 

GRANDES PRÉMIOS EQUIP AUTO 2013

Grandes Prémios Equip Auto 2013

Produtos e Serviços seleccionados para o “International Grand Prix for Automotive Innovation EQUIP AUTO 2013”

 O júri para o “EQUIP AUTO International Grands Prix for Automotive Innovation” selecionou 27 entradas de centenas de nomeações. A votação final no dia 15 de Outubro vai decidir os vencedores dos troféus de ouro e prata para cada uma das 4 categorias. A cerimónia oficial dos prémios vai ser realizada na quarta-feira dia 16 de Outubro na EQUIP AUTO em frente de várias figuras bem conhecidas nas indústrias automóvel e dos média. 

O “International Grands Prix for Automotive Innovation” foi criado há 28 anos atrás, na EQUIP AUTO 1985, com o intuito de uma consciencialização da tecnologia dos fornecedores de equipamento na industria automóvel global. Desde então, o Grands Prix tem sido sempre um grande evento que tem sempre grande atenção dos média, tanto em França como no estrangeiro. 

O “International Grands Prix for Automotive Innovation” é organizado pela EQUIP AUTO, com o apoio da AFPA (French Automotive Press Association) e da imprensa internacional. Os “Grand Prix” são atribuídos por um júri internacional de 80 jornalistas de mais de 20 países. A partir de uma ampla gama de trabalhos enviados pelos expositores da EQUIP AUTO, o júri tem como objectivo seleccionar e premiar os conceitos, produtos e serviços mais inovadores.


A lista de 2013 é a que se segue:


Categoria: OEM & Novas Tecnologias 

Empresa: AVA MORADIA
Produto Selecionado: Battery Cooler 

Empresa: BOSCH
Produto Selecionado: Hydraulic Actuation System for hybrid and electric vehicles (HAS-hev)

Empresa: Hella S.A.S
Produto Selecionado: Hella C4 Picasso rear lights

Empresa: HUTCHINSON
Produto Seleccionado: Ative Mass Damper

Empresa: MONOPOL PEINTURES
Produto Seleccionado: SOLAR Monopol® hightech clearcoat

Empresa: Schaefler Group
Produto Seleccionado: E-wheel drive


Categoria: Aftermarket & Montagem


Empresa: AMILCAR
Produto Seleccionado: The lateral automatic floor

Empresa: BV CORPORATION- RECORE
Produto Seleccionado: TPMS Sensor Saver System

Empresa: CERVINKA
Produto Seleccionado: CAR VIPER – automatic fire-extinguishing system for car

Empresa: era@c3 SARL
Produto Seleccionado: Vehicle electronics repairs 

Empresa: FEDERAL MOGUL CORPORATION - FERODO
Produto Seleccionado: Eco-Friction tm

Empresa: MANN+HUMMEL-MANN-FILTER
Produto Seleccionado: Frecious Plus 


Categoria: Equipamento Oficinal 


Empresa: ACTIA AUTOMOTIVE
Produto Seleccionado: ACTIA CONNECT MultiDiag

Empresa: BOSCH
Produto Seleccionado: OBD 100 and OBd 150 Testers 

Empresa: COUGAR CORGHI GROUP
Produto Seleccionado: R.E.M.O. Compact

Empresa: FILLON TECHNOLOGIES
Produto Seleccionado: DAISY WHEEL

Empresa: FOG AUTOMOTIVE DISTRIBUTION
Produto Seleccionado: S-PROFILER 

Empresa: GYS
Produto Seleccionado: GYSPOT INVERTER BP.LQS-s7

Empresa: INNOVACIÓN DE ÚTILES - UTILNOVA
Produto Seleccionado: V&M Kit

Empresa: SAM OUTILLAGE
Produto Seleccionado: P.E.A. (A.P.E.) – Autonomous Power and Energy


Categoria: Serviço – Áreas de Serviço – Pós Venda 


Empresa: 3D SOFT – KAIROS-LS
Produto Seleccionado: Kairos-LS Piloting of the crash Center

Empresa: ACTIA MULLER
Produto Seleccionado: ACTIAVISION

Empresa: BOSCH
Produto Seleccionado: Fun2drive

Empresa: DAF Conseil
Produto Seleccionado: Cap Services 

Empresa: FEDA (Fédération des Syndicats de la Distribution Automobile)
Produto Seleccionado: The ECO-ENTRETIEN® approach

Empresa: HELLA S.A.S
Produto Seleccionado: Hella Techworld

Empresa: SNA Europe
Produto Seleccionado: Bahco Ergo Tool Management System 


loise Le Goff-Bernis, presidente do júri do “Grand Prix” e chefe de publicação da revista “L’argus”, afirmou:

“Com mais de uma centena de indicações, o internacional “Grand Prix” da inovação automóvel da EQUIP AUTO 2013, mais uma vez reflecte a dinâmica do mercado. Nós saudamos o excelente nível de participação, que mais uma vez permitiu descobrir uma grande variedade de instalações e serviços em cada categoria, que é resultado de uma consideração profunda, conhecimento e posicionamento do mercado. Há um desejo real de apoiar os profissionais nas suas oficinas. Nós queremos também saudar a presença de várias entradas idênticas nesta lista, o que demonstra a qualidade da oferta que vai ser apresentada nesta exposição.”



EQUIP AUTO

 

NOVO RAV 4 PRODUZIDO NA RUSSIA

 

Novo Toyota RAV4 vai ser produzido na Rússia a partir de 2016

• A capacidade de produção vai duplicar de 50.000 para 100.000 unidades/ano

• Produção do novo Toyota RAV4 vai representar um investimento de 135 milhões de Euros e está previsto integrar mais 800 colaboradores

• O SUV líder de vendas na Rússia, no segmento C, é o novo RAV4 sendo também o Toyota mais vendido em 2013.

A Toyota Motor Manufacturing Russia (TMMR) com instalações situadas em São Petersburgo, vai arrancar com a produção do Toyota RAV4 a partir de 2016. O intuito do incremento da capacidade de produção visa os mercados Russos e Bielorrussos. O Toyota RAV4 junta-se à produção do Toyota Camry que iniciou as operações na TMMR em 2007. A inclusão de um segundo modelo representa um investimento de 5.9 mil milhões de Rublos (equivalente a 135 milhões de Euros ao cambio de 0.0232) o que representará um reforço nos colaboradores de cerca de 800 pessoas. Incluindo o novo investimento a TMMR ronda os 16 mil milhões de Rublos (cerca de 370 milhões de Euros).

A decisão de integrar a produção do Toyota RAV4 nas operações da TMMR deve-se à forte procura que o modelo tem recebido na Rússia. A Toyota foi pioneira na criação de um novo segmento de mercado, no qual o Toyota RAV4 foi um modelo chave para construir uma sólida reputação na Rússia, desde o seu lançamento em 2002. Este modelo não é apenas o líder no segmento mas também o Toyota mais vendido em todos os segmentos na Rússia. O Toyota RAV4 é mais um exemplo do empenho da Toyota na produção de veículos perto dos consumidores, desenvolvendo produtos com qualidade, design, fiabilidade que correspondem às necessidades dos clientes Russos.

Yoshinori Matsunaga, Director da fábrica afirmou: “Esta decisão é uma assinatura de confiança dos nossos colaboradores e reconhecimento da qualidade de produção dos Toyota da TMMR durante 6 anos. A introdução do RAV4 nas linhas de produção faz parte do crescimento sustentável e estratégico para a Rússia.”.

Didier Leroy, Presidente da Toyota Motor Europe comentou: “Desde que o RAV4 foi lançado no mercado Russo em 2002, tem sido muito bem recebido. Ao localizar a produção do RAV4 na TMMR, reforçamos o nosso empenho e contribuição de desenvolvimento da indústria automóvel Russa e disponibilizamos produtos que vão de encontro às necessidades dos nossos consumidores Russos.”.

No final de 2007 a Toyota iniciou a produção do modelo Camry nas instalações de São Petersburgo. Em 2011 o novo Camry foi apresentando elevando ainda mais o sucesso deste modelo. Um ano depois, em 2012, a TMMR teve a necessidade de introduzir um segundo turno de produção de forma a corresponder à maior procura, assim como o abastecimento do vizinho Cazaquistão. Como resultado a TMMR dobrou a capacidade de produção em 2012 comparativamente com 2011, totalizando 28.400 unidades.Toyota RAV4_-_Prod_Russia_1Toyota RAV4_-_Prod_Russia_2Toyota RAV4_-_Prod_Russia_5Toyota RAV4_-_Prod_Russia_7

 

PROBLEMAS COM DATAS E ESPAÇO PARA A CORRIDA DE SINGLE SEATERS

PROBLEMAS COM DATAS E ESPAÇOS PARA A CORRIDA DE SINGLE SEATERS

 

 

 

Acabei de saír da ACDME, e enquanto lá estava chegou a confirmação de que a FPAK aceitou o pedido de cancelamento da prova. Os motivos são-nos totalmente alheios, aparentemente os GT e os Clássicos optaram por mudar a data das suas taças para outros eventos. Os Abarth não tinham possibilidade de correr num evento de um só dia. Sobrou a SSS e os proto o que não paga meio aluguer de pista. No entanto não vale a pena estarmos aqui a discutir este assunto.
Quanto a opções, a prova do FDS seguinte feita pelo MCE coincide com a CSS no Algarve, e há 5 pilotos a fazer os dois campeonatos.
A outra opção no Estoril seria o FDS dos VdeV, embora apenas 15 dias antes da nossa última prova também no Estoril, mas a ACDME informou que não haverá disponibilidade pois todas as provas já existentes são de Endurance. 
O único outro FDS disponível no Estoril já contará de qualquer forma com a nossa presença.
A solução do Algarve no mesmo FDS da CSS é única que restaria, mas a nós pessoalmente é quase impossível, pois não conseguimos ter nesse FDS o staff necessário para assistir todos os carros da equipa no mesmo dia da CSS. Sei também que acho os Proto vão correr em alternativa nesse FDS no Estoril o que implicaria que o Nuno Santos não poderia fazer as duas corridas.
É lamentável mas a situação é esta, no entanto a última prova, também no Estoril, está 100% confirmada.

Um abraço a todos.

 

 

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

FOX 7710FOX 7711FOX 7712FOX 7713FOX 7714FOX 7715FOX 7716FOX 7717FOX 7718FOX 7719FOX 7720FOX 7721FOX 7722FOX 7723FOX 7724FOX 7725FOX 7726FOX 7727FOX 7728FOX 7729FOX 7730FOX 7731FOX 7732FOX 7733FOX 7733FOX 7734FOX 7735FOX 7736FOX 7737FOX 7738FOX 7739FOX 7740FOX 7741FOX 7742FOX 7743FOX 7744FOX 7745FOX 7746FOX 7747FOX 7748FOX 7749FOX 7750FOX 7751FOX 7752FOX 7753FOX 7754FOX 7755FOX 7756FOX 7757FOX 7758FOX 7759CIRCUITO DA BOAVISTA - FÓRMULA FORD

 

Grupo de imagens referentes à corrida dos Fórmula Ford no circuito da Boavista .

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

NOVO NISSAN MICRA JÁ CHEGOU A PORTUGAL

NOVO NISSAN MICRA JÁ CHEGOU A PORTUGAL

 

 

 

 

NOVO MICRA

 

NOVO VISUAL E MAIS TECNOLOGIA

 

Melhorias substanciais ao nível do estilo e qualidade significam que as alterações ao Novo Micra são mais profundas do que meros retoques

 

 

Ÿ  Um novo e ousado visual para o Micra

Ÿ  Um estilo exterior totalmente novo na traseira e na frente

Ÿ  Interior de elevada qualidade

Ÿ  Características técnicas inovadoras incluindo o NissanConnect

Ÿ  Extensas opções de personalização

Ÿ  O terceiro modelo Nissan mais vendido na Europa

Ÿ  Já disponível com forte campanha de pré-venda

Ÿ  Chegada aos concessionários Nissan em Portugal a 16 de Setembro

 

 

O Micra, um dos mais significativos modelos na história da Nissan e a pedra basilar na qual foram edificados os actuais sucessos da empresa, foi sujeito a uma série de melhorias e desenvolvimentos.

 

As alterações são tão abrangentes que vão muito para além do normalmente considerado como uma renovação, por isso e apesar desta evolução se basear na popular quarta geração do automóvel citadino, conhecida como "K13", a Nissan apelida-o de "Novo Micra".

 

Possuindo uma frente totalmente nova e uma traseira profundamente modificada - incluindo alterações nos próprios paineis metálicos - o Novo Micra recebeu também uma transformação substancial a nível de interiores. Incorpora nova tecnologia, uma nova consola central, novos revestimentos e novos pormenores de acabamento para além de entradas áudio USB e "Aux-in".

 

Dependendo da versão, existe um centro de comunicações totalmente novo com um novo rádio e o mais recente sistema de navegação táctil NissanConnect, agora com um ecrã de maiores dimensões. No exterior, as adições incluem duas novas e ousadas cores assim como novas jantes de liga leve com 16 e 15 polegadas.

 

A Nissan alargou também as opções de personalização concebidas para permitir que um proprietário crie o seu Micra exclusivo. As alterações, aliadas ao desempenho e à capacidade de condução deste aclamado modelo, potenciam e alargam o apelo do automóvel mais pequeno da Nissan.

 

Na sua base, no entanto, o Novo Micra permanece fiel ao conceito que moldou este automóvel compacto aquando do lançamento do Micra original; há 30 anos e mais de seis milhões de exemplares produzidos atrás.

 

O Novo Micra continua a ser não só divertido de conduzir como, graças ao seu curto raio de viragem, fácil de estacionar; e é também um dos mais avançados automóveis compactos do mercado.

 

Entre as suas características encontramos o altamente eficaz motor a gasolina de injecção directa com compressor (DIG-S), a sua inovadora, acessível e genuinamente útil assistência ao estacionamento - que ajuda a orientar o condutor em lugares de estacionamento apertados - e a chave inteligente, que permite a entrada e o arranque do motor sem recurso à chave, de uma forma confortável e segura.

 

Com a sua nova estética, melhorias significativas e avanços na qualidade, o Novo Micra continuará a história de sucesso do actual, introduzido no mercado Europeu há três anos atrás. Sublinhando a sua importância para a empresa, trata-se do terceiro modelo mais vendido da Nissan na Europa, depois do Qashqai e do Juke.

 

"O Novo Micra possui um grande número de mudanças significativas face ao actual Micra e ajuda a tornar a nossa oferta no segmento B na mais completa do mercado. Em conjunto, o Novo Micra, o Novo Note e o Juke asseguram que existe um Nissan para cada tipo de necessidade neste segmento vital do mercado. E como cada um deles é dramaticamente diferente do outro, existe pouca sobreposição entre as gamas", disse Geraldine Ingham, Gestora de Marketing dos Automóveis Compactos da Nissan para a Europa.

 

"Com três décadas de herança no seu passado, o Novo Micra está determinado em continuar a sustentar toda a gama Nissan... poderá muito bem ser pequeno mas estamos muito orgulhosos do Micra e de tudo o que ele representa", concluiu.

 

O novo Micra já está disponível com condições muito competitvas em pré-venda em Portugal e tem a sua chegada aos concessionários Nissan prevista para o próximo dia 16 de Setembro.

 

 

Alterações ao pormenor

 

O Micra, conhecido como March em alguns países, é construído a nível global em quatro centros de produção e vendido em 56 países. Todos os automóveis destinados à Europa são fabricados na Índia, sendo os outros três locais de produção, a Tailândia, o México e a China.

 

Mas apesar do alcance global deste Nissan, muitas das alterações do Novo Micra foram levadas a cabo especificamente para o mercado europeu.

 

O resultado é o de um automóvel que não só tem um aspecto marcadamente europeu, como também dá resposta às exigências do conhecedor comprador europeu, que espera elevados níveis de desempenho, condução, qualidade e inovação técnica.

 

As alterações mais óbvias estão no exterior. A totalidade da "face" do Novo Micra foi alterada através de uma nova grelha que reestabelece uma ligação mais forte com o estilo dos outros modelos Nissan, onde o conhecido símbolo circular é "mantido" dentro de um "V" cromado.

 

Mas não foi apenas a grelha que sofreu alterações. De facto, o capot, as abas laterais, os faróis e o pára-choques dianteiro são também novos. E nos modelos possuidores de faróis de nevoeiro dianteiros, estes também receberam um novo formato e envolvência cromada. As alterações conferem ao Novo Micra uma estética mais forte, assertiva e dinâmica.

 

Também a traseira sofreu alterações, com um novo pára-choques, novas lâmpadas traseiras de LED e um novo painel na parte inferior da bagageira.

 

O novo visual é complementado por um novo desenho das jantes de liga leve de 15 polegadas e pela introdução de jantes de liga leve polidas com 16 polegadas. Na sua totalidade, as alterações de estilo parecem tornar o Novo Micra mais focado e "estável" na estrada.

 

Uma atraente paleta inclui duas novas cores, o Azul Pacific pérola metalizado, um tom predominantemente turquesa e um metalizado Platinum Sage. Estas juntam-se às oito cores já existentes.

 

Também podemos encontrar um número significativo de alterações no interior do Novo Micra. O grafismo dos instrumentos foi melhorado para uma maior clareza, ao mesmo tempo que existe uma consola central totalmente nova com saídas de ar redesenhadas.

 

A qualidade do habitáculo beneficia também da utilização de um acabamento a preto brilhante na consola central e em prateado na alavanca das mudanças. Os apoios para os braços da porta possuem agora uma textura que lhes confere maior qualidade e existem novos tecidos para os bancos e para os painéis das portas. As gamas Visia e Acenta possuem um tecido em malha durável enquanto as versões de topo, Tekna, possuem um tecido tipo camurça com costura de duplo ponto.

 

O interior beneficia também de entradas USB e "Aux-in" incorporadas no painel central e ligadas à unidade áudio e de uma tomada de 12V, adicionada para permitir que telemóveis e leitores de MP3 sejam facilmente recarregados durante a condução.

 

Todas as versões à excepção da inicial Visia estão dotadas de um equipamento áudio perfeitamente integrado na consola central, com acabamentos combinados brilhantes e em mate pretos.

 

Mas ainda mais importante, agora o Nissan Micra pode também beneficiar do mais recente sistema de comunicação e navegação NissanConnect, que possui novas funcionalidades, um ecrã maior, de 5,8 polegadas e controlos cromados.

 

A navegação melhorada passa a incluir itinerários ecológicos, que calculam automaticamente o percurso que utilizará menos combustível. Complementada por uma tabela de resultados ecológicos que permite ao condutor verificar quão económica tem sido a sua condução.

 

O ecrã táctil a cores de maiores dimensões significa não só que as direcções são mais fáceis de ler como também a imagem da capa do álbum ligada à biblioteca de música do proprietário pode ser apresentada.

 

O novo sistema incorpora também novas funcionalidades como a tecnologia Google Send-To-Car, que permite ao proprietário planear uma viagem no seu PC ou tablet em casa ou no escritório e, em seguida, enviar as instruções ao automóvel antes da viagem.

 

Está também incluída a pesquisa e acesso a Pontos de Interesse (POI) do Google, podendo também solicitar previsões meteorológicas, preços de combustível a nível local e informações sobre voos. O sistema de navegação inclui agora a "vista de saída" de auto-estrada, juntamente com a orientação de faixas para o ajudar a sair de auto-estradas, indicando ao mesmo tempo os limites de velocidade através de um aviso de velocidade configurado pelo condutor e que lhe fornece alertas visuais e sonoros quando o automóvel atinge uma certa velocidade acima do limite permitido.

 

Outra inovação é a disponibilidade de um auxiliar de estacionamento avançado. Graças à sua direcção assistida eléctrica e a um dos melhores raios de viragem da classe - apenas 4,65m - o Novo Micra sente-se em casa na cidade... especialmente quando equipado com a assistência ao estacionamento.

 

A assistência ao estacionamento ajuda o condutor medindo os lugares de estacionamento e alertando-o através de uma indicação no painel de instrumentos sobre se o Novo Micra pode ser estacionado ou não de forma segura: o sistema pode ainda ser ajustado para ter em conta as capacidades do condutor - amador, normal ou especialista.

 

Mas provavelmente a maior inovação reside debaixo do capot onde podemos encontrar um dos mais eficientes motores a gasolina do mundo, a mais recente unidade Nissan de três cilindros e 1.2 litros de injecção directa de gasolina com compressor (DIG-S).

 

A versão topo de gama DIG-S apresenta novas tecnologias para assegurar que o motor é uma das unidades mais avançadas da sua classe. Esta unidade debita 98cv para fornecer um excelente desempenho e requinte associados a poupança de gasolina (4,1l/100 km) e emissões de apenas 95g/km. Os motores DIG-S possuem também um sistema de paragem/arranque automático quando o veículo está parado, que melhora a poupança de combustível em cerca de quatro por cento.

 

Todas as versões do Novo Micra DIG-S utilizam o símbolo PURE DRIVE da Nissan, representando automóveis da marca que produzem emissões iguais ou inferiores a 120 g/km - durante o ano de 2013 o limite está a ser reduzido em 10 g/km dos anteriores 130 g/km associados ao Nissan PURE DRIVE.

 

A unidade base de 1.2 litros desenvolve 80cv para um desempenho vivo e emissões de 115 g/km. O Novo Micra possui tracção dianteira e pode ser especificado com uma ágil caixa manual de cinco velocidades ou, como opção, com a caixa Nissan a CVT (Transmissão de Variação Continua) de última geração.

 

Existem três graus de equipamento na gama do Novo Micra a começar pelo modelo base Visia. O equipamento padrão desta versão inclui fecho centralizado com comando, vidros eléctricos dianteiros, direcção assistida eléctrica, jantes de 14 polegadas e um pacote completo de equipamento de segurança, incluindo airbags para o condutor e passageiro dianteiro, airbags laterais e airbags de cortina, ABS e ESP.

 

O grau médio, Acenta, adiciona toques cromados, espelhos retrovisores e puxadores à cor da carroçaria, jantes de 15 polegadas, deflector traseiro, ar condicionado manual, descanso para o braço do condutor, volante revestido a couro e um leitor de CD com conectividade Bluetooth.

 

As versões de topo, Tekna, possuem ainda ar condicionado automático, o NissanConnect, sensores traseiros de estacionamento, assistência ao estacionamento, jantes de liga leve de 15 polegadas (estão disponíveis como opção jantes de liga leve de 16 polegadas), tecidos tipo camurça, faróis de nevoeiro e controlo automático das luzes, limpa pára-brisas e espelhos retrovisores rebatíveis.

 

As características opcionais nas versões Tekna incluem também um tejadilho panorâmico e uma chave inteligente associada a um botão de arranque.

 

Está também a ser apresentada uma ampla gama de opções de personalização na gama, a partir das versões Acenta, para que os proprietários possam especificar a sua cor favorita dos tampões centrais das rodas e dos puxadores das portas no exterior, enquanto no interior é possível personalizar o punho da alavanca de velocidades, as saídas de ar, a envolvência da alavanca de velocidades e optar por tapetes em veludo que tornam cada unidade única e exclusiva.

 

"O Novo Micra beneficia de todos os atributos do actual modelo K13, como sejam elevado desempenho e facilidade de condução e uma tecnologia avançada, mas com uma melhor qualidade e uma estética nova e mais dinâmica. Começou um novo capítulo da história Micra", afirmou Helen Perry, Gestora de produtos Micra para a Europa.

 

 

 

 

 

BIANCHI FOI CAMPEÃO

BIANCHI FOI CAMPEÃO

 

bianchi1bianchi2bianchi3bianchi 4

O piloto de Gaia, sagou-se este fim de semana uma vez mais campeão numa prova disputada em Portugal.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

BTCC

 

Eis a categoria mabtcc1btcc2btcc3btcc4btcc5btcc6btcc7btcc8btcc9btcc10btcc11btcc12btcc13btcc14btcc15is popular de Turismos em Inglaterra, uma categoria que chega a ter em pista mais carros que o próprio WTCC, originando corridas espectaculares.

 

CUNHA PERTO DO PÓDIO

 

Patrick Cunha ficou a um passo do pódio em Navarra  

 

A sorte não esteve com Patrick Cunha este fim-de-semana no Circuito de Navarra, onde decorreu a penúltima jornada do FIA GT Series 2013. O piloto do Vieira do Minho, que fez equipa com Matheus Stumpf ao volante de um Lamborghini Gallardo GT3 FLII, esteve em excelente plano na pista espanhola, mas no entanto e por razões diversas, acabou por não conseguir os resultados que estavam ao seu alcance.

Depois de um excelente “set up” conseguido nos treinos livres, com a ajuda da equipa técnica da Veloso Motorsport, Cunha e Stumpf estavam esperançados em conseguir boas qualificações numa boa qualificação para a corrida. As condições climatéricas instáveis, acabaram por baralhar um pouco as contas de todos os concorrentes, funcionando como uma espécie de lotaria, situação que acabou por condicionar a prestação da equipa lusa na qualificação. A 4ª melhor marca entre os carros da Categoria Pro AM, deixava ainda assim a equipa com esperanças de registar um bom resultado na corrida.

 

A primeira corrida de Sábado, a de qualificação, ficou também ela marcada pela chuva que caiu momentos antes da partida e que obrigou todas as equipas a montarem pneus de chuva. Com uma boa largada, Matheus Stumpf conseguiu subir várias posições, entregando o carro a Patrick Cunha na liderança da categoria. Com a paragem da chuva e a pista a secar, a equipa decidiu montar pneus para piso seco, numa aposta que se viria a revelar errada, uma vez que a chuva regressou e Cunha seria obrigado a terminar a corrida em grandes dificuldades, o que fez, na quarta posição da Categoria Pro AM. 

 

A sorte não quis nada connosco, depois da recuperação do Matheus e como achamos que a chuva não iria voltar, optamos por montar pneus slick para o meu turno. Mas mal entrei em pista recomeçou a chover, o que tornou o carro praticamente inguiável, deitando por terra as nossas possibilidades de vencer ou de pelo menos terminar no pódio.” Referiu Patrick Cunha no final da primeira corrida do dia.

 

Se a primeira ronda foi afectada pelos factos descritos, a segunda iria ter um desfecho bem menos positivo para o piloto da Veloso Motorsport e para o seu companheiro de equipa. “Fiz uma boa largada, mas na terceira curva do circuito sofri alguns toques, o que afectou a direcção do carro mas deu para continuar. Momentos mais tarde sofri novo toque, este um pouco mais violento e que acabou por deixar danos na roda traseira do lado direito, forçando-me a entrar nas boxes para tentar reparar o problema. A equipa fez um bom trabalho para nos colocar de novo em pista, mas as sete voltas que perdemos nesta operação, deitavam por terra todas as nossas legítimas expectativas, de chegarmos a um bom resultado. Gerimos da melhor forma possível o resto da corrida, que terminamos somente com o objectivo de pontuar. Não estou satisfeito, sei que podemos fazer melhor, como se comprova pelos tempos que conseguimos aqui, pelo que espero que na próxima corrida, a última deste ano, consigamos andar ao nosso nível e sem toques ou outras incidências.” Disse Patrick Cunha, em jeito de balanço final.

 

A próxima e derradeira jornada do Campeonato FIA GT Series 2013, está agendada para se disputar a 22 e 24 de Novembro, no circuito citadino de Baku no Azerbeijão.VMS300913aVMS300913b

 

A NÃO FALTAR JÁ NO PRÓXIMO FIM DE SEMANA

 

MOTORSHOW PORTO COM LISTA DE "LUXO"MSP 2013 PI45999
A exemplo do que tem acontecido nos anos anteriores por esta data, a Exponor abrirá as portas no próximo fim de
semana para receber a 11ª edição do Motorshow Porto, evento que se assume como um dos maiores certames
do sector a nível nacional.
Embora não contando com a presença de uma "vedeta" internacional como aconteceu nas últimas 6 edições, a
organização garantiu para a edição de 2013 uma lista nacional de luxo, confirmada que está a presença de alguns
dos principais pilotos e equipas nacionais provenientes, maioritariamente, dos ralis.
Miguel Campos, Adruzilo Lopes, Ricardo Teodósio, Vítor Pascoal, Pedro Leal, Miguel Barbosa, Carlos Martins,
Daniel Nunes, todos eles em Mitsubishi, Joaquim Santos com o Astra do Bompiso Racing Team, João Barros de
Clio S1600 e Ivo Nogueira no seu Subaru, são apenas alguns dos exemplos de que emoção e espectáculo não
faltarão na disputa de mais um Troféu Piloto Motorshow.
Como vencedor da última edição Adruzilo Lopes seguramente que tudo fará para repetir a proeza de 2012, mas
não se prevê que o Ex-Campeão Nacional tenha a vida facilitada por parte de adversários que bem conhece e que,
na maioria dos casos, também repetem a presença no evento portuense. Da lista de participantes Ricardo
Teodósio é o que mais vezes conquistou "galardão", sendo certo que a exuberância do piloto algarvio é, por si só,
um dos grandes motivos para conquistar muito o público esperado.
Com uma evolução constante ao longo dos anos, a “pista” do Motorshow Porto 2013 será implantada este ano no
pavilhão 5 e respectivo parque, que conjunga, tal como nas últimas edições, o piso escorregadio do interior do
recinto de feiras nortenho com o asfalto abrasivo do exterior. O Paddock ficará localizado pela primeira vez no
Pavilhão 4, onde estarão mais uma vez previstas actividades paralelas para todas as idades, numa montra
recheada relacionada com a modalidade e onde estão representados muitos dos agentes do desporto motorizado
nacional.
Como principal responsável pela organização do Motorshow Porto, Pedro Ortigão admite que "contamos que,
mais uma vez, o Motorshow Porto seja uma festa da competição automóvel nacional e onde todos possam
tirar o máximo partido na promoção dos seus projectos. Em época de crise optamos este ano por fazer
uma pausa às "contratações" internacionais, mas é um motivo de orgulho podermos contar com uma lista
de tão bons representantes nacionais. Degrau a degrau o Motorshow Porto tem consolidado a sua posição,
reunindo este ano uma das melhores listas das suas 11 edições.
O Motorshow Porto decorrerá em paralelo com o Autoclássico, que abre ao público às 15h00 de 6ª feira dia 4 de
Outubro, encerrando no Domingo pelas 20h00, prevendo-se que as tardes do fim de semana sejam os períodos
mais animados do evento.
A lista limitada a 60 participantes será fechada no próximo dia 2 de Outubro, podendo ainda os pilotos interessados
requerer e enviar a sua sua candidatura para o e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar

 

NOVA DRIVER COM DOIS PÓDIOS EM NAVARRA

 

FIA GT Series – Navarra


Team Novadriver com dois pódios na
categoria Pro-Am em Navarra

 


Cumpridas as duas corridas da quinta jornada dupla do FIA GT Series realizada no circuito
espanhol de Navara, o balanço da presença do Team Novadriver é bastante positivo. Na
estreia de Michael Ammermuller como companheiro de equipa de César Campaniço ao
volante do Audi R8 LMS Ultra com as cores do Banco Sol, Circuito do Estoril, SIVA e
Audi Sport Customer Racing, a dupla luso-germânica conquistou uma “pole-position” e
dois pódios na categoria Pro-Am, sendo a segunda equipa mais pontuada na classe.
A primeira corrida decorreu debaixo de chuva e com o piso muito traiçoeiro, tendo Michael
Ammermuller ficado encarregue de cumprir a largada. Cauteloso, o piloto alemão perdeu
algumas posições que rapidamente começou a recuperar, mesmo com o Audi R8 LMS Ultra
do Team Novadriver com marcas evidentes da refrega das primeiras curvas. Ainda assim,
Ammermuller entregou o carro a César Campaniço no terceiro lugar da categoria Pro-Am.
Um excelente trabalho da equipa de boxes do Team Novadriver permitiu que Campaniço
regressasse à pista no segundo lugar da categoria. Mantendo um ritmo elevado, o piloto do
Audi R8 LMS Ultra acabaria por não conseguir evitar cair para o terceiro lugar da categoria
Pro-Am. Na parte final, após uma luta intensa e musculada com Stéphane Ortelli, César
Campaniço conquistou o sexto lugar à geral.
A segunda corrida foi menos interessante e com o piso seco, os pilotos do Team
Novadriver sabiam que a sua tarefa iria ser mais complicada. César Campaniço esteve ao
volante do Audi R8 LMS Ultra na largada e, tal como tinha sucedido com Ammermuller, a
cautela acabou por fazer o piloto do Team Novadriver cair para o final do pelotão. Uma
vez mais foi necessário cumprir uma excelente recuperação e Campaniço entregou o Audi a
Michael Ammermuller próximo do pódio da categoria.
Com o Audi R8 LMS Ultra do Team Novadriver menos eficaz que no dia anterior, o piloto
alemão beneficiou de mais uma excelente paragem nas boxes para entrar em pista no
terceiro lugar da categoria Pro-Am. O turno de Ammermuller acabou por ser tranquilo,
subindo até ao 9º lugar à geral ao sabor dos problemas dos seus adversários, mantendo o
terceiro posto na classe.
No campeonato, César Campaniço já não pode lutar pela vitória na categoria Pro-Am do
FIA GT Series, mas aproximou-se do terceiro classificado do campeonato, objetivo que
agora figura entre as prioridades do Team Novadriver para a última jornada dupla que se
vai realizar em Baku, no Azerbaijão nos dias 19 e 20 de Outubro. Michael Ammermuller
voltará a acompanhar César Campaniço ao volante do Audi R8 LMS Ultra.
César Campaniço – “Apesar de tudo o que sucedeu e de ter, hoje, ficado fora da luta pelo
título na categoria Pro-Am, estou muito satisfeito com o trabalho do Team Novadriver.
Após a ‘pole-postion’ de ontem, tínhamos fundadas espetativas para hoje e com a pista
molhada, acreditei que poderíamos lutar pela vitória na categoria. Assim não aconteceu,
mas conquistámos um pódio e a parte final da corrida foi bem divertida para mim,
envolvido numa luta com o Ortelli. Com o piso seco, a segunda corrida seria sempre mais
difícil, pois o Audi R8 LMS Ultra nunca esteve perfeito nessas condições – e ainda conheci
um problema de caixa que, misteriosamente, desapareceu - porém, ainda conseguimos
regressar ao pódio e ser a segunda equipa da categoria Pro-Am com mais pontos
conquistados. O objetivo é agora tentar chegar ao segundo lugar do campeonato.”
Michael Ammermuller– “Foram duas corridas bem diferentes, a primeira com o piso
molhado onde o Audi R8 LMS Ultra estava muito rápido, a segunda em piso seco onde o
carro do Team Novadriver sofreu um pouco para ser competitivo. Ainda assim, penso que
fiz um bom trabalho, a equipa esteve fantástica nas boxes, oferecendo-nos sempre
posições em pista e, contas feitas, arrecadamos dois pódios. Pena que o César tenha ficado
fora da luta pelo título, mas no Azerbaijão tudo faremos para lhe oferecer um lugar no
pódio da categoria Pro-Am.”
Classificação do FIA GT Series PRO-AM
1ºs Sergey Afanasiev/Andreas Simonsen, 127 pts
2º Hari Proczyk, 108 pts
3º Dominik Baumann, 88 pts
4º César Campaniço, 79 pts
Calendário FIA GT Series
29 Março – 1 Abril – França/Nogaro
19 – 21 Abril – Bélgica/Zolder
05 – 07 Julho – Holanda/Zandvoort
16 – 18 Agosto – Eslováquia/Slovakia Ring
28 – 29 Setembro – Espanha/Navarra
19 - 20 Outubro – Azerbaijão

 

ARAUJO SATISFEITO

 

Hugo Araújo satisfeito com o Top10 obtido na Rampa da Penha II

 

Penha by_Nuno
O piloto conseguiu colocar o pequeno, mas endiabrado, Westfield 1.6 no top10 da classificação geral superando algumas máquinas superiores e evidenciando uma excelente progressão durante toda a prova.
“Foi uma experiência muito positiva pois nunca tinha competido debaixo de chuva com o Westfield nem nunca tinha testado pneus de chuva. Depois da péssima exibição na corrida de Silverstone o ano passado à chuva, encarei este fim-de-semana como forma de aprendizagem e parti com o objectivo de melhorar a cada subida, o que veio a acontecer”.
O piloto refere ainda que “o carro esteve fantástico todo o fim-de-semana, a equipa está de parabéns pois acertou no setup e eu adorei cada momento da prova” apesar do mau tempo que se fez sentir em Guimarães.
Hugo Araújo faz questão de “parabenizar os campeões das diversas categorias e salientar o bom ambiente que se vive no seio do campeonato” bem como “enviar um forte abraço ao meu habitual companheiro de equipa no Super Seven, Pedro Castañón, que sofreu um aparatoso acidente, felizmente sem consequências para ele”.
No entanto para Hugo Araújo a época ainda não acabou, “irei no próximo fim de semana participar nas 24h Eupener Karting a convite do meu patrocinador GTfusion, integrando um lote de pilotos ex-GTAcademy e outros pilotos virtuais” bem como lhe “faltam disputar as 2 últimas provas do troféu Super Seven by Kia”.
Hugo Araújo agradece o apoio do seu patrocinador nesta prova, Miranda Restaurante Snack em Guimarães, da sua família, amigos, apoiantes e claro, à sua equipa Comval Racing pelo fantástico trabalho!

 

LUIS SILVA TESTOU MITSUBISHI

LUIS SILVA TESTOU MITSUBISHI NA RAMPA DA PENHA

 

Tendo participado nas duas últimas épocas no Campeonato Nacional de Montanha, ao volante dum, BMW 320 i, com que se sagrou vice-campeão na categoria 1 em 2013, para 2014, existe a forte possibilidade de  Luis Silva trocar o carro de contrução germânica, por um Mitsubishi Lancer, com que participou no passado fim de semana Rampa da Penha, derradeira prova do Nacional de Montanha, onde teve sucesso, ao lutar pluissilva1luissilva2elas posições de frente, numa prova plena de dificuldades.

 

RALI CROÁCIA

 

Jan Kopecky e Pavel Dresler ( SKODA FABIA ) WIN CROÁCIA RALLY

O pódio é completado por Andreas Aigner (Subaru , o novo líder do Campeonato de Produção ) e Hermann Gassner jr . (Mitsubishi ), que terminou nesta ordem depois de uma grande batalha - Molly Taylor ( Citroen ) selos Troféu das Senhoras - Zoltan Bessenyey (Honda ) a apenas um passo do título da Copa 2WD - Daniel Saskin primeiro dos pilotos locais - O presidente da FIA Jean Todt participa do evento - o Colin McRae Flat Out Trophy atribuído a Andreas Aigner para este evento.

Jan Kopecky e Pavel Dresler , os novos Campeões 2013 Rally europeias com o seu Skoda Fabia S2000 , venceu o 40 º Rally Croácia depois de assumir a liderança nos estágios finais da primeira etapa . Eles foram seguidos em casa , respectivamente, por Andreas Aigner - Barbara Watzl (Subaru Impreza R4) e Hermann Gassner jr- Ursula Mayrhofer (Mitsubishi Lancer R4 ), que na segunda etapa encenou uma luta renhida para o lugar de vice-campeão ea vitória no carro de Produção classe.

O piloto da Subaru austríaco, que tinha saltado na liderança sob chuva de sexta-feira , depois de passar o piloto local Juraj Sebalj (vencedor do estágio superespecial quinta-feira à noite e forçado a se aposentar hoje, quando ele foi quinto no geral e em primeiro lugar os locais) , resistiu primeiro assalto do alemão que tinha fechado em menos de um segundo, então conquistou uma pequena, mas decisiva vantagem. O quarto lugar para a equipe belga Peter Tsjoen - Bernd Casier ( Skoda Fabia S2000 ) , que se revezaram na condução . Tsjoen também estabeleceu o melhor tempo na fase de fechamento. A pontuação ganha estágio é de 8 para Kopecky , dois para cada Tsjoen e Aigner , 1 para Sebalj e uma vez nocional atribuído a quatro condutores ( Kopecky , Tsjoen , Aigner e Gassner ) . Quinto lugar para a equipe Sul-Africano de Henk Lategan - Barry White ( Skoda Fabia S2000 ) .

Molly Taylor, juntamente com Sebastian Marshall no Citroen DS3 R3T no negócio libré United , garantiu uma vitória avançado na ERC Ladies ' Trophy com o seu segundo lugar na sala de aula depois de ter aposentadoria arriscou duas vezes: primeiro , quando ela desmaiou em um estágio final devido para abastecer os vapores na cabine e depois para um pequeno acidente. Vitória na 2WD para este rali foi para slowenian Aleks Humar - Florjan Rus ( Renault Clio R3) , em sétimo lugar , que liderou a Hungria Zoltan Bessenyey - Yulianna Nyirfas ( Honda Civic R3) que graças a este resultado se aproximar de sucesso no 2WD Europeia Copa onde eles têm uma vantagem confortável .

Daniel Saskin - Damir Brunen (Ford Fiesta RRC), em oitavo lugar são a melhor equipe local, em um comício , que possui o recorde da temporada de motoristas estrangeiros ( a partir de 3 continentes ) . Hoje, o Rally recebido um convidado especial , o presidente da FIA , Jean Todt , que acompanhou por Zrinko Gregurek , secretário-geral da CCKF e membro do Conselho Mundial da FIA Motorsport , congratulou-se com a equipe de organização do evento e seu promotor Pierfelice Liberali . Jean Pierre Nicholas apresentado Andreas Aigner com o Colin McRae Flat Out Trophy para este evento.

CLASSIFICAÇÃO FINAL :
  1 . Kopecky - Dressler ( Skoda Fabia S2000 ) em 2h23'11 " 0 , 2
  2 . Aigner - Watzl (Subaru Impreza R4 ) a 1'55 "6
  3. Gassner jr- Mayrhofer (Mitsubishi Lancer R4 ) a 2'09 "8
  4 . Tsjoen - Casier ( Skoda Fabia S2000 ) a 2'54 "3
  5. Lategan -White ( Skoda Fabia S2000 ) a 4'04 "6
  6. Hadik - Kertesz (Subaru Impreza R4 ) a 6'49 " 0
  7. Humar -Rus ( Renault Clio R3 ) a 6'59 "5
  8. Saskin - Bruner (Ford Fiesta RRC), a 7'58 "8
  9. Trcek - Oslaj (Mitsubishi Lancer N4 ) a 9'52 "3
10. Bessenyey - Nyirfas (Honda Civic R3 ) a 10'06 "5

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO NÃO OFICIAL EUROPEIAS ( após rodada 10 de 12)
GERAL : 1. Kopecky 287 pontos ( Campeão Europeu 2013 ) , 2. Bouffier 129 , 3. Breen, 121 , 4. Delecour 75 , 5. Aigner 56 , 6. Kajetanowicz 50 , 7. Pech 49 , 8. Ketomaa 39 , 9. Loix 37.

PRODUÇÃO CUP : 1. Aigner 138 pontos , 2. Orsak 117 , 3. Bonnefis 95 .

2WD CUP : 1. Bessenyey 147 pontos , 2. Lukacs 75 , 3. Chentre 67 .

LADIES ' TROPHY : Taylor 14 pontos (12 válido , vencedor do 2013 ERC Ladies' Trophy) , 2. Stratieva 12 ( 9 válida ) , 3. Zupanc e Debackere 3Kopecky-Dresler win_the_Croatia_RallyJean Todt_with_some_staff_members_of_the_Croatia_Rally

 

SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE

 

PEDRO SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE


PEDRO SALVADOR QUER MELHOR AMBIENTE



Depois da mais uma vitória, que lhe valeu também a conquista do Campeonato da Categoria Dois, o piloto apoiado pela SEUR e pela Meltino foi plantar árvores, em prol de um melhor meio ambiente.

 

RALIS NO BRASIL

 

 

 


Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Saltos e pneus furados em Casvavel
Alta | Web


Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Carro paraguaio cai na valeta
Alta | Web


Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Marcos Malucelli/Guilherme Trombini na 4x2
Alta | Web


Orlei Silva
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Ilo Diehl e Eduardo Soneca na 4x4x
Alta | Web

Rally de Cascavel vira Rally do Poupa Pneu

Ilo Diehl e Eduardo Soneca venceram na categoria 4x4

O segundo dia do Rally de Cascavel, 8ª prova do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade teve grandes disputas nas categorias 4x4 e 4x2 Super e muita tensão entre os concorrentes das categorias 4x2 e 207 pelo desgaste excessivo dos pneus no piso marcado por pedras soltas e trechos sinuosos. Nem por isso deixou de ser elogiado por todos os pilotos como um dos mais disputados e trabalhosos pelos trechos escolhidos pelos organizadores do Clube de Rallye de Cascavel. Logo na primeira passagem pelas duas especiais deste domingo (29) - Serrinha de 11,25 Km e Autódromo Domingo 9,8 Km, o vencedor da etapa de sábado na categoria 207, Dimas Pimenta III chegou ao Parque de Apoio sem estepe para mais duas passagens pelos mesmos trechos. "É impossível, estamos perdendo de 12 a 15 segundos por Especiais para nos mantermos no rali. No final tivemos que arriscar e conseguimos ainda nos mantermos em terceiro na prova e na liderança do campeonato", comentou o navegador Rodrigo Konig do Peugeot 207 n# 3. Um estepe para os competidores das categorias 4x2 e 207 passaram a valer ouro na continuidade de mais quatro Especiais do dia. Pelo regulamento eles só têm seis pneus liberados e lacrados. A categoria 4x2 Super tem oito e a 4x4 recebem 12 pneus.

Na 4x4, Ilo Diehl e Eduardo Soneca venceram depois da acirrada disputa com Fabio Dall Agnol e Gabriel Morales, segundo e Ulysses Bertholdo e Marcelo Dalmut em terceiro, todos com Mitsubishi Lancer. Diferença de Dall Agnol a frente de Bertholdo foi por apenas 1 décimo de segundo. O XRC Peugeot 207 de Maurício das Neves e KZ Morales teve pane elétrica logo na primeira Especial. O outro carro da equipe com Marcus Cotton e Gilson Rocha, apesar do defeito na roda na traseira esquerda antes mesmo da largada, voltaram a disputar os primeiros lugares no meio da prova, mas ficaram na da SS4 com o mesmo problema.

Na 4x2 Super, o Peugeot de Lucas Arnone e Enzo Jorge, vencedores absolutos de sábado ficaram na chegada da SS2 com o a quebra do câmbio. Ficou aberto o caminho para o Fiat Palio de Luis Tedesco e Rafael Furtado, atuais líderes da categoria. No entanto quem fez a festa da vitória foi a dupla da casa, Sandro Suptitz e Roberto Bespalez com o VW Gol, com Tedesco em segundo e a também de Cascavel, a dupla Marcos Valandro e Roger Valandro levando seu VW Gol para a terceira colocação.

Na 207, Rodrigo Melo e Gerson Lange comemoraram a vitória apertada em cima de Marlon Goulin e Maicol Souza e de Dimas Pimenta III e Rodrigo Konig que conseguiram uma recuperação no final vencendo a última Especial recebendo os 3 pontos da pontuação do Power Stage pelo regulamento.
Na categoria 4x2, Tiago Mocelin e Vinicius Anziliero com o GM Celta tiveram na mão a oportunidade não de dispararem na liderança do campeonato, já que a dupla vice-líder Toninho Genoin e Sidney Broering não vieram para Cascavel. No entanto, Mocelin teve problemas na caixa de câmbio, superaquecimento do motor e três pneus furados. "Consegui furar os três pneus no mesmo lugar. Esse não era o meu rali mesmo", lamentou Mocelin. O Peugeot 206 de Marcos Malucelli e Guilherme Trombini foi o mais rápido nas seis Especiais de hoje com os vencedores de ontem, Jean Pimentel e Tiago Osternack também com Peugeot 206, chegando em segundo.

A 5ª etapa do Campeonato Brasileiro de Velocidade, com a 9º e 10º etapas está marcada para os dias 9 e 10 de novembro em Atibaia, São Paulo.

Resultado para os quatro primeiros de cada categoria:

Categoria 4x4
1) Ilo Diehl/Eduardo Soneca - Mitsubishi Lancer 35min32s1
2) Fabio Dall Agnol/Gabriel Morales - Mitsubishi Lancer 35min32s6
3) Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut - Mitsubishi Lancer 35min32s7
4) Derliz Nunes/Hernan Vargas - Mitsubishi Lancer 38min53s7
Classificação do Campeonato por piloto:
1) Ulysses Bertholdo -193 pontos
2) Ilo Diehl - 135 pontos
3) Maurício Neves - 60 pontos
4) Fabio Dall Agnol - 58 pontos

Categoria 4x2 Super
1) Sandro Suptitz/Roberto Baspalez - VW Gol - 38min40s8
2) Luis Tedesco/Rafael Furtado - Fiat Palio - 39min34s8
3) Marcos Valandro/Roger Valandro - VW Gol - 40min00s6
4) Eduardo barros/Luiz Motta - Peugeot 207 - 43min47s3
Classificação do Campeonato por piloto:
1) Luis Tedesco - 153 pontos
2) Eduardo Barros - 131 pontos
3) Lucas Arnone - 100 pontos
4) Evandro Carbonera - 100 pontos

Categoria 4x2
1) Marcos Malucelli/Guilherme Rombini - Peugeot 206 - 39min15s5
2) Jean PimentelqTiago Osternack - Peugeot 206 - 39min55s7
3) Marcos Tokarski/Kana Ribeiro - Peugeot 206 - 39min57s3
4) Daniel Barros/Alexandre Soares - VW Gol - 40min20s3
Classificação do Campeonato por piloto:
1) Tiago Mocelin - 128 pontos
2) Toninho Genoin - 118 pontos
3) Jean Pimentel - 109 pontos
4) Sandro Maestrelli - 75 pontos

Categoria 207
1) Rodrigo Melo/Gerson Lange - 38min34s2
2) Marlon Goulin/Maicol Souza - 39min03s6
3) Dimas Pimenta III/Rodrigo Konig - 39min12s4
4) Rafael Lopes/João V Ribeiro - 40min38s7
Classificação do Campeonato por piloto:
1) Dimas Pimenta - 157 pontos
2) Marlon Goulin - 133 pontos
3) Ricardo Malucelli - 98 pontos
4) Rodrigo Melo - 95 pontos

 

 

 

 

 

AUTOCLÁSSICO É JÁ ESTE FIM-DE-SEMANA

 

A décima primeira edição do salão português, que se vai realizar de 4 a 6 de Outubro, prepara-se para continuar a ser como referência.

O AutoClássico Porto 2013 vai festejar quatro aniversários de modelos míticos e apresentará dois veículos únicos.

Os recém restaurados Pegaso BS2 Especial Saoutchik de 1954 e o Excelsior Albert I de 1928 serão os dois veículos que poderemos redescobrir no certame luso.

A que é a maior feira deste tipo na península ibérica voltará a realizar-se no recinto da Exponor e ocupará uma superfície de 30.000 m² repartidos por cinco pavilhões. Contará com um apreciado mercadillo de 7.000 m² que fará as delícias dos aficionados, coleccionadores e restauradores mais atrevidos. Os visitantes poderão também licitar os mais de 150 lotes entre veículos e automobilia que a empresa LeiloCar levará a leilão.

O Pegaso BS2 Especial Saoutchik voltará a ser exposto depois de várias décadas esquecido. O Pegaso mais bonito carroçado pelo francés Saoutchik será de novo o centro das atenções, mas desta vez no stand que o restaurador de Vigo Juan Lumbreras terá no AutoClássico Porto 2013. O outro veículo que levantará também grande expectativa entre os aficionados será o único exemplar existente do Excelsior Albert I que acaba de ser restaurado nas oficinas Lino Rodrigues & Silva Lda. É considerado um dos melhores modelos da marca pelo seu motor de seis cilindros e pelo servofreio.

O AutoClássico vai festejar quatro aniversários de marcas e modelos míticos.

A Lamborghini completa meio século de existência e o certame vai prestar-lhe homenagem com um stand especial onde se fará o percurso pela marca e pela sua história com modelos expostos como o Miura, o Diablo ou o último Gallardo.

O modelo Pagode da Mercedes completa os mesmos anos desde que foi apresentado no Salão do Automóvel de Genebra e no Porto festejará o seu aniversário com o seu próprio stand.

O mais espectacular de todos será o dedicado à marca alemã Porsche para celebrar os cinquenta anos do seu modelo estrela: o 911. Para isso o Centro Porsche Porto e o Porsche Club Portugal irão expor 50 modelos do carro num stand de mil metros quadrados. Quase todas as versões estarão presentes no que para muitos será um autêntico lugar de culto. A “Festa Porsche” chegará ao seu ponto quente com a macro concentração do dia  5 de Outubro em que qualquer aficionado proprietário de um veículo da marca poderá participar.

Uma década mais se completará desde que, no Motorama Auto Show de Nova York de 1953, pudemos ver o Chevrolet Corvette. Este pioneiro desportivo americano que já vai na sétima série, terá também um stand próprio onde roncarão vários V8.

A empresa especializada LeiloCar organizará o seu terceiro leilão no AutoClássico com mais de 150 lotes entre veículos e automobilia, onde qualquer assistente registado poderá participar.

O salão luso contará com o seu próprio concurso de elegância organizado em parceria com a revista “Topos &Clássicos”.

Estarão expostos, pela primeira vez, onze carros da colecção privada do Engº José Mira.

O programa paralelo inclui a realização do XI Motorshow, o maior espectáculo automobilístico indoor de Portugal com mais de meia centena de pilotos e veículos participantes nas provas e exibições programadas para este evento lúdico-desportivo.

Mais de 200 expositores de diferentes nacionalidades estarão na Exponor. Na edição do ano passado cerca de 30.000 pessoas visitaram a feira dos quais cerca de metade eram espanhóis.

 

GRANCHA COM PROBLEMAS

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno

 

Pedro Grancha “travado” pelo limpa-vidros

  • Chuva e lama marcaram jornada beirã de TT
  • Dupla Pedro Grancha/Inês Ponte reforçou 2º lugar no Campeonato

 

A muita chuva que caiu durante o dia de 6ª feira e manhã de Sábado, foi suficiente para transformar pistas que dois dias antes levantavam bastante pó, em percursos muito escorregadios e mesmo enlameados. Nada disso seria um problema para o BMW Evo X1, tripulado pela dupla Pedro Grancha/Inês Ponte, que ocupa a segunda posição do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, se não tivesse ocorrido um problema elétrico que impediu o funcionamento regular do limpa-vidros no decorrer da Baja TT Idanha-a-Nova.

 

“Fomos a segunda equipa a partir para a prova e apesar das muitas dificuldades que o estado dos percursos levantava, tudo correu bem até quase ao final do 1º sector seletivo, quando tivemos uma ligeira saída de estrada. Não batemos em nada, nem o carro ficou danificado, mas infelizmente ficou numa posição em que não o conseguimos recolocar na pista pelos nossos meios e só passado vinte minutos é que um concorrente parou para nos ajudar”, explica Pedro Grancha que acrescenta: “Tendo em conta que mecanicamente o carro continuava impecável era nosso objetivo atacar forte no 2º sector, para tentar recuperar o máximo de posições. Todavia continuámos com pouca sorte, já que sem que conseguíssemos apurar a origem, o limpa-vidros ora funcionava, ora deixava de funcionar. As paragens foram-se sucedendo, já que muitas vezes deixámos completamente de ver para fora do carro. Nos últimos 50 km o limpa-vidros passou a funcionar normalmente e aí já conseguimos imprimir um ritmo normal. Com tudo isto o 6º lugar absoluto foi o resultado possível”.

 

A dupla inscrita pela equipa PMG Motorsport ficou a apenas 1m13s do 5º lugar, ocupado por uma equipa francesa tendo reforçado, todavia, a sua 2ª posição no Campeonato.

 PedroGrancha Idanha_01corridaPedroGrancha Idanha_02corridaPedroGrancha Idanha_03corrida

 

RALI DA CROÁCIA

 

EG 1: Kopecky-DRESSLER (SKODA FABIA S2000) LIDERA O RALLY CROÁCIA

Jan Kopecky_in_action

A equipe de fábrica Skoda de Jan Kopecky e Pavel Dressler, os líderes atuais do 2013 FIA ERC, lidera o 40 Rally Croácia após 1 ª Etapa. O segundo lugar é para Andreas Aigner-Barbara Watzl (Subaru Impreza R4, 52,9 s), o terceiro lugar para Hermann Gassner jr-Ursula Mayrhofer (Mitsubishi Lancer R4, 58,1 s).

Aleks Humar (Renault Clio R3) lidera a classificação 2WD seguido por Viliam Prodan (Citroen C2, +1:27.3 s) eo atual líder da FIA ERC 2WD Cup Zoltan Bessenyey (Honda Civic R3, +1:30.2 s).

Na Copa feminina a liderança é para Asja Zupanc (Mitsubishi Lancer), seguido por Ekaterina Stratieva (Citroen C2, +5:35.0 s) e Molly Taylor (Citroen DS3, +5:35.5). A menina australiana azarado desmaiado no final da SS4 para vapores de combustível em seu Citroen DS3 e, em seguida, perdeu alguns minutos para um acidente e culpa powersteering.

Após o tempo mais rápido assinada por Sebalj na SS1, ontem à noite, a primeira rodada em três estágios de hoje viu Andreas Aigner, (com seu Subaru com soft pneus Yokohama) ser o mais rápido na chuva. Na segunda rodada, com piso seco, Jan Kopecky (Skoda Fabia S2000 equipe de fábrica) foi sempre o mais rápido e assumiu a liderança.

Em SS3 um grande acidente por Germain Bonnefis. A equipe Renault confirmou que o raio-X revelou que verifique o piloto francês machucou o n º 10 vértebra neste accident.He é, contudo, já saiu do hospital com um corset.


Classificação após a primeira etapa:

1. Kopecky
2. Aigner 52,9
3. Gassner Jr. 58,1 H.
4. Tsijoen +2.14.1
5. Sebalj
6. Lategan
7. Humar
8. hadik
9. Saskin
10. Gassner H.

 

RALIS NO BRASIL

Foto: Edson Castro/RallyBR
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Marcus Cotton e Gilson Rocha
Alta | Web

Foto: Edson Castro/RallyBR
Clique na imagem para fazer o Donwload...
# 31 Peugeot 207 XRC
Alta | Web

 

Marcus Cotton fecha em quinto no sábado e se adapta ao XRC no Rally de Velocidade em Cascavel


Neste domingo o rali prossegue com a realização da última prova. O piloto paulista, da equipe Promacchina Rally, conta com o navegador curitibano Gilson Rocha

Após os 87,9 quilômetros de percursos cronometrados em três voltas, os 37 pilotos do grid da 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade fecharam o primeiro dia de disputas na região de Cascavel (PR). A dupla Marcus Cotton e Gilson Rocha, representantes da XRC Brasil, pela equipe Promacchina Rally fecham na quinta posição, após as nove especiais programadas.

Marcus Cotton (#31) convidado pela XRC Brasil para a etapa, comentou sobre as impressões do circuito montado e como foi a competir a bordo do Peugeot 207 XRC. "Ainda me adaptando com o XRC Brasil, mas está sendo uma experiência sensacional. Vários trechos de quinta, pé no fundo perto dos 200km/h. Maravilhoso!", declara o piloto Marcus Cotton.

A programação do domingo terá início às 9h para um total de 63,15 quilômetros cronometrados e também com três passagens pelas Especiais Serrinha 1 com 11,25 quilômetros e Autódromo (Domingo) com 9,8 quilômetros. As largadas e chegadas acontecem no Autódromo Internacional Zilmar Beux. Confira os resultados pelo www.rallybr.com.br.

O XRC

Criado para aproximar os carros de rali do Brasil com o que existe de melhor na categoria no mundo, o XRC permite a utilização de diversos tipos de monobloco sob uma base mecânica padrão. Isso permite igualdade entre os carros e garante um verdadeiro show para os espectadores. Mais informações pelo www.xrcbrasil.com.br.

A XRC Brasil Team/ ProMacchina Rally contam com o patrocínio de Dmack Pneus, RedBull, Somoz Sport Branding e Astrus Web.

Ficha técnica do Peugeot 207 XRC:

Geração 4X4 - XRC
Motor: V6 aspirado
Potência e torque: 330 cvs e 50mkgf de torque
Combustível: Etanol
Tração: 4x4 Full time
Transmissão: Câmbio sequencial de 5 marchas
Velocidade máxima: 210 km/h

Programação:

Domingo - 29 de setembro de 2013

08h00 - Abertura da Secretaria de Prova
09h00 - Início Especiais
14h00 - Encerramento Especiais
15h00 - Vistorias
15h30 - Rampa de Premiação

Calendário Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade:

Etapa 1 - 16 a 17/03 - Canela (RS)
Etapa 2 - 18 a 19/05 - Erechim (RS)
Etapa 3 - 15 a 16/06 - Ouro Branco (MG)

Etapa 4 - 26 a 29/09 - Cascavel (PR)
Etapa 5 - 09 a 10/11 - Atibaia (SP)


 

COPA PETROBRAS - BRASIL

Copa Petrobras de Marcas: Thiago Marques é o 13º e Marcus Leão é o 18º no grid em Brasília


A rodada dupla da quinta etapa será neste domingo, com corridas previstas para as 9h05 e 12h45, a Band transmite ao vivo a segunda prova e VT da primeira disputa

Neste domingo acontece a quinta etapa da terceira edição da Copa Petrobras de Marcas. Os pilotos que correm pela primeira vez na equipe J.Star Racing, Thiago Marques #1 e Marcus Leão #11, tiveram um dia de muito trabalho durante todos os treinos do sábado para encontrar um melhor acerto para os Chevrolet Cruze preparados pela equipe paulista. A rodada dupla acontece neste domingo (29), no Autódromo Internacional Nelson Piquet, em Brasília (DF), no circuito de 2.919 metros de extensão.

Depois de dois treinos livres com pista seca, choveu antes do classificatório e os pilotos enfrentaram situação de pista molhada na primeira parte do treino. O curitibano Thiago Marques que compete na Copa Petrobras de Marcas desde a primeira edição, ficou com a 13º posição no treino classificatório realizado às 16h10.

"Gostei muito, foi uma recepção muito boa da equipe. Um trabalho de desenvolvimento excelente, na parte de engenharia que pertence ao Maurício Mattos e ao Celso Jordão. Infelizmente na classificação tivemos um problema de motor já saindo do box e o rendimento do carro diminuiu bastante. É incalculável o tanto de potência que perdemos, somada a uma tomada de tempos meio seco, meio chuva, foi uma loteria. Vamos largar no meio do pelotão e a expectativa de fazer uma boa corrida", disse o novo integrante da J.Star Racing.

O piloto Marcus Leão faz sua estreia na equipe e no campeonato multimarcas. Neste sábado deu as primeiras voltas no Cruze. "Amanhã é largar bem, fazer uma corrida de recuperação e tentar marcar os primeiros pontos na tabela do campeonato", finalizou o niteroiense que largará da nona fila.

A segunda corrida terá o grid invertido para os oito primeiros colocados e as posições de largada definidas pela posição de chegada da primeira corrida. A Band transmite ao vivo a segunda prova, com VT da primeira disputa.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Confira o grid de largada da 5ª etapa da Copa Petrobras de Marcas:

1) Denis Navarro, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, 1min7s167
2) Ricardo Zonta, Toyota/RZ Toyota Corolla XRS, 1 min07s570
3) Pedro Nunes, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, 1 min07s852
4) Vitor Meira, Amir Nasr Racing/Ford Focus, 1min07s949
5) Ricardo Mauricio, JLM Racing/Honda Civic, 1min08s116
6) Valdeno Brito, Amir Nasr Racing/Ford Focus, 1min08s502
7) Alceu Feldmann, Full Time Competições/Honda Civic, 1min08s916
8) Vicente Orige, JLM Racing/Honda Civic, 1min09s008
9) Júlio Campos/Gabriel Casagrande, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze, 1min09s100
10) Galid Osman, Toyota RZ Toyota/Corolla XRS, 1min09s350
11) Fernando Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT, 1min10s076
12) Felipe Gama, Full Time Competições/Honda Civic, 1 min10s645
13) Thiago Marques, J. Star Racing/Chevrolet Cruze, 1min10s673
14) Eduardo Rocha, Local Frio Petrópolis Comp./Mitsubishi Lancer GT, 1min 11s156
15) Cesar Bonilha/Carlos Souza, Cesinha Competições/Ford Focus, 1min12s344
16) Leonardo Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT, 1min12s747
17) Jaidson Zini, Cesinha Competições/Ford Focus, 1min14s519
18) Marcos Leão, J. Star Racing/ Chevrolet Cruze, 1min19s051
19) Renato Constantino, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze, sem tempo

Programação - Copa Petrobras de Marcas

Domingo - 29 de agosto
Corrida 1
09h05 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
09h40 - Pódio
11h15 às 12h00 - Visitação aos boxes

Corrida 2
12h47 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
13h20 - Pódio



Calendário da Copa Petrobras de Marcas:

Etapa 1 - 07 de abril - Interlagos (SP)
Etapa 2 - 21 de abril - Brasília (DF)
Etapa 3 - 21 de julho - Interlagos (SP)
Etapa 4 - 25 de agosto - Curitiba (PR)

Etapa 5 - 29 de setembro - Brasília (DF)
Etapa 6 - 27 de outubro - Tarumã (RS)
Etapa 7 - 17 de novembro - Cascavel (PR)
Etapa 8 - 1º de dezembro - Curitiba (PR)


Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Thiago Marques
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#1 J.Star Racing_Brasília
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Thiago Marques nos treinos em Brasília
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Marcus Leão
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto de Niterói faz estreia na Marcas
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#11 J.Star Racing_Brasília
Alta | Web

 

RAFAEL LOBATO É NOTICIA

 

Rafael Lobato e Make-a-Wish associam-se na realização de sonhos de crianças doentes

 

Rafael Lobato é o mais recente embaixador da Make-a-Wish Portugal, fundação que tem como missão realizar desejos a crianças e jovens com doenças que colocam as suas vidas em risco.

Como refere o jovem piloto: "Recentemente associei-me à Make-A-Wish no sentido de ajudar a realizar mais desejos de crianças gravemente doentes, dando-lhes um momento de alegria e esperança.

O primeiro desejo que ajudarei a realizar será o de um menino que gostava de ter um computador e que, tal como eu, é um grande apaixonado por carros. 

Vou precisar do apoio de todos para conseguir angariar fundos para lhe oferecermos o tão desejado computador que o vai distrair nos momentos mais difíceis.

Podemos contar com o seu apoio? Basta seguir o link: 
https://www.facebook.com/makeawish.pt/app_156218351098324 e fazer a contribuição no separador "Apoie Um Desejo".

Gostava muito de o poder realizar durante o MotorShow Porto, já no próximo fim-de-semana. Acredito que o vamos conseguir com a ajuda de todos vocês!


Esta será a primeira iniciativa de Rafael Lobato, englobada na sua Campanha Solidária "P(r)ontos para ajudar", estando já em preparação mais uma série de acções no sentido de aproveitar a sua prática desportiva para proporcionar momentos de felicidade a mais crianças.
Makeawish1

 

EXPECTATIVAS POSITIVAS EM ESPANHA

 

Expectativas positivas em Espanha.

Rodrive press_FIA_GT_Navarra_1Rodrive press_FIA_GT_Navarra_2
Na prova do FIA GT Series mais perto do nosso país, que
em Espanha, a equipa ACL by Rodrive encontra-se na expectativa
etapa deste exigente campeonato. Numa prova que permitiu
Stumpf e Patrick Cunha com a pista a partir de uma sessão
naturalmente também foram bem aproveitados por todas
indicações resultantes eram de facto bastante positivas e deixavam
num trabalho bem realizado pela estrutura técnica de apoio
Mas, na realidade, todo o trabalho que havia sido
aproveitamento fruto da chuva que começou a cair na
circunstância e com alguma limitação de conhecimento
atmosféricas a equipa e os pilotos foram obrigados a tomar
sua validade. Com uma primeira parte mais dificíl na qualificação
adquiridas indicações que permitiram perceber algumas pequenas
penalizar algo a perfomance do piloto português, que realizou
sessão de qualificação, o brasileiro Matheus Stumpf, mostrou
que lhe permitiram colocar o Lamborghini #7 mesmo á porta
na Super-Pole. Assim, desta forma a dupla da Rodrive garantiu
corrida de amanhã, na 12ª posição geral e 3ª da categoria Pro
Algo triste por a qualificação não ter tido lugar em seco,
um belo trabalho ao longo de dois dias e evoluímos muito
enfrentar a qualificação. Depois, com a chuva que apareceu,
confiante ao início. Mas como o tempo para qualificação é muito
Felizmente, e porque também não tinhamos muito conhecimento
pude realizar um trabalho importante para a equipa no
optimista pois vamos sair de uma boa posição para a primeira
Já para Matheus Stumpf, que no incio da qualificação
circunstâncias que se apresentavam, mostrava o seu optimismo
positivo trabalho de toda a equipa, nos testes de ontem e nos

por receber essa chuva para a qualificação. Mas, apesar de
pista e rapidamente comecei a sentir alguma confiança e no
mesmo pertinho da entrada na Super-pole. Foi uma boa prestação,
expectativa para realizar duas boas provas amanhã. Vamos ver
Amanhã, todas as emoções do FIA GT Series no Circuito
onde a equipa ACL by Rodrive poderá realizar excelentes
(9h15, em Portugal) e a Main Race irá acontecer ao inicio
transmissões televisivas para Portugal através do canal SportTV

se disputa este fim de semana na bonita região de Navarra,
de poder marcar uma presença meritória em mais uma
uma boa preparação e entrosamento dos pilotos Matheus
de testes oficiais realizados no dia de ontem, que
as outras equipas, já hoje, durante os treinos livres, as
boas indicações para o treino de qualificação da tarde,
da Veloso Motorsport.
realizado com piso seco acabou por não ter verdadeiro
região cerca de uma hora antes da qualificação. Com esta
do Lamborghini Gallardo LP560 GT3 nestas condições
rapidamente opções que acarretavam alguma incógnita na
1 disputada por Patrick Cunha, acabaram por ser
coisas importantes que, no entanto, acabaram por
um excelente trabalho de equipa . Já na segunda parte da
mais uma vez um excelente nível de pilotagem e evolução,
do Top-ten, no que daria um acesso a uma merecida entrada
um lugar na 6ª fila da grelha de partida para a primeira
Pro-Am.
mostrava-se Patrick Cunha, pois “….estivemos a desenvolver
na perfomance e afinações para seco e estava optimista para
tivemos que tomar novas opções e não me senti muito
curto, quando já estava a sentir a evoluir, ela terminou.
do funcionamento do carro nestas condições, sinto que
primeiro turno de qualificação e por isso estou satisfeito e
corrida de amanhã.”
manifestava o total desconhecimento do carro nas
para amanhã, “…infelizmente depois de um enorme e
treinos livres de hoje, de evolução em piso seco, acabamos

ter tido o primeiro contacto com o carro nessa situação de
final do treino consegui fazer um bom tempo que me deixou
na geral e na categoria, que nos traz confiança e
como o tempo se apresenta amanhã.”
de Navarra estarão centradas nas duas corridas do programa,
prestações. A Qualifying Race terá lugar ás 10h15 minutos
da tarde, pelas 14h15 minutos (13h15, em Portugal), e terão
SportTV3. Não deixe de nos acompanhar.

 

PARENTE LUTA PELA POLE POSITION

 

Álvaro Parente na luta pela “pole”

AParente FT_042_13

Álvaro Parente esteve em plano de destaque na qualificação da ronda de Navarra do FIA GT Series, tendo conquistado o quarto posto numa sessão marcada pela chuva e pela grande competitividade.

O piloto português, que faz equipa com Sébastien Loeb, foi um dos protagonistas dos treinos que definiram a grelha de partida para a Corrida de Qualificação que será disputada amanhã no traçado espanhol.

Numa qualificação em que a chuva foi uma presença constante, o piloto português imiscuiu-se na luta pela pole-position, tendo registado o quarto crono, a menos de dois décimos de segundo da melhor marca da Super-Pole. “Foi uma qualificação muito disputada e em condições difíceis, mas o carro estava bem equilibrado para o molhado, o que me permitiu atacar na minha volta rápida. Julgo que é um bom resultado e que nos abre boas perspectivas para a corrida de amanhã”, afirmou Álvaro Parente.

A alinhar no quarto lugar da grelha de partida da Corrida de Qualificação, que será disputada amanhã a partir das 9h15m, o piloto oficial da McLaren GT mostra-se optmista, muito embora a chuva possa voltar a marcar presença em Navarra. “O nosso carro está competitivo quer no molhado quer no seco, o que nos deixa confiantes para as provas de amanhã. Sem problemas e sem incidentes acredito que possamos lutar pelas posições do pódio”, sublinhou o piloto que defende as cores da Sebastien Loeb Racing no FIA GT Series.

A Corrida de Qualificação disputa-se amanhã às 9h15m, ao passo que a Corrida Principal tem o seu início às 13h15, podendo ambas ser seguidas através do website oficial da competição: fiagtseries.com.

 

SÁ NOGUEIRA NA RAMPA DA PENHA

 

Bernardo Sá Nogueira brilha na chuva da Penha



Bernardo Sá Nogueira terminou a temporada da melhor forma ao assegurar o triunfo na Classe 2, terceiro lugar do Grupo VSH e quinto lugar da Categoria 1 na Rampa da Penha, assinando uma performance extraordinária em condições muito difíceis.

BSN FT_13015

A chuva foi uma presença constante ao longo de todo o dia de prova, dificultando a tarefa de todos os pilotos, mas nivelando as performances dos carros e enfatizando as qualidades dos pilotos.

Bernardo Sá Nogueira esteve ao seu melhor nível, aproveitando as oportunidades com que se deparou, conseguindo levar o seu Renault Clio até ao quinto posto da Categoria 1, vendo-se batido apenas por um Porsche 911 GT3 R e por três Mitsubishi Lancer, o que lhe permitiu triunfar na Calsse 2 e conquistar o terceiro lugar no Grupo VSH.

“As condições climatéricas mostraram-se muito complicadas, com o estado do asfalto a modificar-se ao longo de cada uma das subidas, o que complicava muito a nossa tarefa. No entanto, consegui adquirir um bom ritmo, imprimindo um andamento elevado sem cometer erros, o que foi determinante para a conquista destes resultados”, apontou o piloto apoiado pela Forever Living Products.

Com o resultado de hoje, Bernardo Sá Nogueira demonstra, uma vez mais, ser um dos valores mais seguros do panorama automobilístico nacional, sendo este resultado uma forma quase perfeita de terminar a temporada de 2013. “Penso que este desfecho vem no seguimento das performances que tenho vindo a protagonizar ao longo de toda a época, evidenciando a nossa competitividade. É um resultado muito positivo que me deixa muito satisfeito e motiva ainda mais para procurar novos projectos para o futuro”, afirmou o piloto que este ano assumiu os comandos de Renault Clio RS2000.

Este bom conjunto de resultados não poderia ter surgido em melhor altura, uma vez que Bernardo Sá Nogueira apresentava na Rampa da Penha um novo patrocinador. “Não posso deixar de agradecer a confiança que a Forever Living depositou em mim, tendo sido o seu apoio muito importante. Espero que este seja o início de uma colaboração proveitosa para ambas as partes”, sublinhou o piloto de Santarém.

 

RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha



UM FINAL PERFEITO



Surpresas Q.B. no arranque da Rampa da Penha, com a chuva a baralhar tudo no início. Mas mais importante foi numa prova em que os horários foram cumpridos à risca, apesar da aparente sobrecarga horária, serem encontrados os detentores dos títulos que estavam por entregar.

 

NUNO MATOS ABANDONA

 

Nuno Matos abandona em Idanha-a-Nova após ficar sem turbo no Opel Mokka Proto

Nuno Matos_Idanha_01Nuno Matos_Idanha_02
Após uma vitória e um terceiro lugar nas últimas duas edições da prova, Nuno Matos e Filipe Serra experimentaram, desta feita, o amargo sabor da desistência na Baja TT Idanha-a-Nova, a quinta e penúltima etapa do ano pontuável para o Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno (CPTT).
Depois de ontem ter concluído as duas passagens pela Super Especial no terceiro lugar da classificação geral, a dupla de Portalegre partiu hoje para a segunda e decisiva etapa determinada em lutar por aquele que seria o seu primeiro pódio da temporada.
Porém, os problemas começaram logo após os primeiros quilómetros do Setor Seletivo, quando a equipa deixou de poder contar com um dos dois turbos do Opel Mokka Proto: “Apenas 4 ou 5 km depois da partida, ficámos sem o turbo das altas rotações, o que desde logo condicionou o nosso andamento. Apesar deste contratempo, mantivemos a concentração e a nossa postura competitiva, procurando apenas antecipar as passagens de caixa de modo a não subir muito a rotação do motor”.
A tática parecia estar a surtir efeito, com Nuno Matos a perder apenas um lugar na geral à passagem por CP1 (km 63), cedendo pouco mais de 5 minutos para o líder. Contudo, e embora sentindo-se cada vez mais confiante e à vontade com a escolha de pneus para esta segunda etapa, a verdade é que seria novamente o turbo a estragar os planos à equipa.
“Cerca do km 100, ficámos também sem o turbo das baixas rotações, pelo que a desistência tornou-se inevitável. Foi realmente pena porque estávamos a andar cada vez melhor e a retirar grande gozo da condução nas condições em que se encontrava a pista. Enfim, vamos agora começar a preparar a Baja Portalegre e tentar, pelo menos, terminar esta época com um resultado positivo”, concluiu Nuno Matos.

 

NOVO HYUNDAI IX 35

 

O Novo Hyundai ix35 tem mais conforto, tecnologia, eficiência e prazer de condução


 O modelo com o maior crescimento de vendas na Europa obtém novo restyling;
 Motorizações melhoradas e opção de caixa automática na versão 2.0 diesel de 136 CV;
 Melhorias introduzidas na direcção e suspensão oferecem um comportamento dinâmico mais envolvente.

 


O Novo Hyundai ix35, uma versão actualizada do segundo carro mais vendido da Hyundai na Europa, fez a sua estreia no Salão Automóvel de Genebra 2013. O Novo ix35 apresenta melhorias tecnológicas e mecânicas, tornando-se numa proposta ainda mais atraente para os clientes europeus.
Desde o seu lançamento, o ix35 tem gerado um elevado nível de procura pelos clientes em toda a Europa. Este modelo tornou-se um dos modelos mais vendido na história europeia da Hyundai, superando todas as expectativas da empresa. Até Maio de 2013, a Hyundai vendeu quase 250.000 unidades deste modelo SUV, do segmento C, na Europa.
Um novo motor, blocos propulsores mais eficientes e novos equipamentos com melhores acabamentos. Alterações na suspensão e na direcção foram também efectuadas por forma a melhorar o prazer de condução.

 


Ganho de eficiência

 


Uma das actualizações mais importantes no ix35 será a substituição do motor a gasolina de 2.0 litros “Theta II” pelo novo motor “Nu” de 2.0 litros GDi (Injecção Directa de Gasolina) super eficiente. O novo motor, desenvolvido no complexo europeu da Hyundai R&D em Rüsselsheim, na Alemanha, oferece mais
potência e mais binário, 166 CV e 205 Nm (20,9 kg/m), respectivamente, e está de acordo com a norma Euro 5. Os veículos equipados com este novo motor e transmissão automática emitem menos CO2 do que os seus antecessores.
À excepção do motor diesel “R” 2.0 CRDi, de transmissão automática e 4WD todas as versões deste motor independentemente da potência estão agora equipadas com o sistema LP-EGR, um dispositivo de recirculação dos gases de escape a baixa pressão, que proporciona uma performance menos poluente. A versão de 2.0 litros de 136 CV de duas rodas motrizes, com caixa manual emite apenas 141 g / km de CO2.
Com a introdução de uma transmissão automática de seis velocidades para o modelo 4WD com motor 'R' de 2.0 litros de 136 CV alargou-se a escolha por parte do cliente.
Motor 1.7 litros turbo diesel
Para aumentar a competitividade no mercado nacional, o Novo Hyundai ix35 continua a estar equipado com o motor U2 de 1.7 litros turbo diesel CRDi, paralelamente ao fantástico bloco 2.0 litros já mencionado com dois níveis de potência, 136 e 184 CV.
Desenhado no centro de pesquisa e desenvolvimento localizado na Alemanha e fabricado na unidade de produção localizada na República Checa, este motor 1.7 CRDi destaca-se pela utilização da mais recente geração do sistema “Common Rail” juntamente com um turbocompressor de geometria variável com controlo electrónico, válvula de recirculação de gases de escape com comando electrónico e filtro de partículas, cumprindo a norma Euro 5 relativamente às emissões poluentes. É um motor limpo, suave, silencioso e económico, mas capaz de assegurar uma boa resposta ao acelerador com um desempenho vivo e dinâmico.
O bloco U2 1.7 foi desenvolvido para oferecer a melhor experiência de condução proporcionando uma suave mas forte aceleração praticamente desde o arranque. A potência é de 115 CV (85 kW) às 4000 rpm e o binário de 260 Nm encontra-se disponível entre as 1250 e as 2750 rpm. Em termos de desempenho dinâmico, o Novo Hyundai ix35 1.7 CRDi consegue alcançar os 173 km/h com valores de emissões de apenas 135 gr/km de CO2 e um consumo combinado de 5,2 litros aos 100 km.

 


Motor 1.6 a gasolina completa gama


Além do bloco 1.7 litros turbodiesel, a gama do Novo Hyundai ix35 continua a dispor ainda no mercado nacional do motor 1.6 litros GDi (a gasolina) da família Gamma, uma unidade motriz moderna e tecnologicamente avançada.
O bloco 1.6 litros GDi é uma unidade que está no topo em termos de engenharia e gestão conseguindo assim três objectivos que parecem antagónicos: reduzir emissões aumentando a potência e diminuindo o consumo de combustível.
O sistema GDi injecta gasolina directamente na câmara de combustão oferecendo uma precisão inigualável e grande controlo sobre essa combustão.
Comparado com um motor convencional com a mesma cilindrada, o bloco GDi oferece mais 7 por cento de binário a baixa rotação, 12 por cento mais de binário a elevadas rotações e 10 por cento menos de consumo de combustível.
A unidade de 1.6 litros está equipada com uma injecção directa de gasolina e um sistema duplo de variação automática do tempo de abertura e fecho das válvulas (D-CVVT) para aumentar o desempenho, melhorar a resposta ao acelerador tanto em baixas como em altas rotações, proporcionar maior economia de combustível reduzindo assim as emissões em baixas e médias rotações.
O motor totalmente em alumínio com quatro válvulas por cilindro debita 135 CV (99 kW) às 6300 rpm e um binário de 164,3 Nm às 4850 rpm. As emissões de CO2 são baixas com um valor de 149 g/km.
O Novo Hyundai ix35 com sistema de tracção dianteira
No que toca à transmissão, o Novo Hyundai ix35 com as motorizações 1.6 GDi a gasolina e 1.7 CRDi diesel , está disponível apenas nas versões de tracção dianteira.
A tracção dianteira oferece menor peso ao veículo permitido acelerações mais rápidas e maior economia de combustível em estradas com bom pavimento, ajudado pelo controlo de tracção (TCS) oferecido de série e associado ao ABS do veículo.
A tracção é reforçada pela disponibilidade dos sistemas HAC (Hillstart Assist Control/Assistência ao arranque em plano inclinado) que evita que o carro descaia no arranque e DBC (Downhill Brake Control /Controlo de descida em declive) que limita a velocidade do veículo em descidas íngremes.
As motorizações disponíveis equipam, duas versões com níveis de equipamento distintos, Access e Comfort na variante gasolina 1.6 GDi e 3 versões, Access, Comfort e Style na variante 1.7 CRDi diesel. Ambas as gamas, gasolina e diesel, disponibilizam caixa de 6 velocidades manual que serão comercializadas ao abrigo do inovador eco-programa da Hyundai, Blue Drive™ e incluem o sistema Stop/Start (ISG), um sistema de gestão do alternador para poupar energia, o uso de pneus de baixo atrito, e um indicador do momento ideal de passagem de caixa para encorajar uma condução mais económica.


Mais prazer de condução e opções de escolha

Exterior1Exterior2
Os compradores do Novo Hyundai ix35 vão beneficiar de uma série de alterações efectuadas pelos engenheiros da Hyundai Motor Europe Technical Centre (HME TC), que proporcionam uma experiência de condução mais dinâmica, de acordo com os padrões europeus.
O sistema de direcção é agora mais rápido, oferecendo uma resposta mais eficaz às manobras do condutor, enquanto a direcção assistida emprega um controlo revisto para proporcionar um maior retorno à sensibilidade da estrada. A suspensão dianteira é agora mais macia de modo a reduzir ainda mais o ruído e as vibrações, melhorando a dinâmica de condução e o conforto dos ocupantes.
Caso o cliente opte por um pacote de Conforto e Segurança, o novo Hyundai ix35 vem também equipado com o sistema FLEX STEER ™ da Hyundai, disponível num modelo SUV do segmento C pela primeira vez. Três modos de condução estão agora disponíveis - normal, conforto e sport - que permitem ao condutor configurar o nível de assistência e sensibilidade da direcção para melhor se adequar ao tipo de piso e de condução.
Mais tecnologia e mais requinte
Novas melhorias, tais como sensores de estacionamento dianteiros e uma função de segurança ESP (Programa eletrónico de estabilidade) permitem aos condutores uma experiência de condução mais requintada. Um novo ecrã LCD de 4,2 polegadas, como opcional, exibe uma ampla gama de informações para o condutor e em alta definição.
Os consumidores europeus podem agora escolher igualmente um sistema de navegação actualizado, integrado num LCD de 7 polegadas colocado na
consola central. Também está disponível um novo sistema áudio com display LCD de 4,3 polegadas e câmara de marcha atrás (visão traseira de estacionamento).
Para uma maior iluminação em condução noturna, a Hyundai oferece pela primeira vez neste modelo, como equipamento opcional ou de série dependendo da versão, faróis Bi-Xénon, bem como lâmpadas de circulação diurna e farolins traseiros em LED.
O Novo Hyundai ix35 vai ser também apresentado com novas jantes de liga leve de 16, 17 e 18 polegadas, agora disponíveis, sendo que as duas últimas são fornecidas com um acabamento em cinza metálico.
No habitáculo do Novo ix35, bancos e revestimentos das portas são agora de qualidade superior, com a utilização de materiais de alta qualidade, proporcionando um excelente acabamento. As saídas de ar do painel são revestidas em cromado, os porta-copos dianteiros são iluminados e o pára-brisas recebe uma faixa de sombra completando o restyling visual.
Allan Rushforth, Vice-Presidente Sénior e COO da Hyundai Motor Europe, comentou: "A introdução do ix35 original foi um momento muito importante para a Hyundai na Europa. Foi o primeiro carro a receber o conceito de design europeu da Hyundai, ‘fluidic sculpture’ e, junto com seus outros atributos, tais como a eficiência, valor e elevada qualidade, o ix35 vendeu um grande número de unidades na região. No ano passado, a sua popularidade aumentou ainda mais, com 87.000 unidades vendidas, 15% mais do que em 2011.
"As melhorias introduzidas no Novo Hyundai ix35 vão trazer benefícios reais e reforçar a experiência dos compradores europeus como proprietários. A Hyundai tem trabalhado arduamente para atrair novos clientes para a marca. Ao oferecer produtos que superem as suas expectativas - por meio de uma
maior eficiência, dinâmica de condução e requinte – a Hyundai vai continuar a manter e conquistar novos clientes. "
As actualizações para o Novo Hyundai ix35 foram concebidas e desenvolvidas no Hyundai Motor Europe Technical Centre (HME TC), em Rüsselsheim, na Alemanha. O modelo mantém a linguagem de design da Hyundai, ‘fluidic sculpture’, introduzida na produção dos carros Hyundai na Europa, com o modelo original do ix35, que foi lançado em 2009 no Salão de Frankfurt.
Para os mercados europeus, o Novo Hyundai ix35 é fabricado na Hyundai Motor Manufacturing Czech (HMMC), a principal unidade europeia de produção da empresa em Nošovice, na República Checa.
Cada ix35 vendido na Europa vem com 5 anos de garantia sem limite de quilómetros, demonstrando a forte auto confiança da Hyundai na durabilidade e qualidade de seus produtos.

 

MAIO VENCEU

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

António Maio vence em Idanha

 

Piloto da Yamaha confirma liderança do Campeonato

 

António Maio averbou esta tarde uma excelente vitória na Baja TT Proença-Oleiros, a sexta e penúltima jornada do Nacional de Todo-o-Terreno 2013. Com este resultado o piloto da Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy passou a assumir de forma isolada a liderança do Campeonato, que partilhava com o atual campeão Mário Patrão.Antnio Maio

 

SOUSA OBRIGADO A ABANDONAR

 

Carlos Sousa abandona Grande Rali da China a 100 km da meta após princípio de incêndio no seu Great Wall
Liderando a classificação desde a terceira etapa e dispondo de uma vantagem de quase 29 minutos para os seus mais diretos perseguidores à entrada para a última etapa, Carlos Sousa e Miguel Ramalho foram hoje surpreendidos por uma princípio de incêndio no seu Great Wall que obrigou a dupla portuguesa a abandonar o Grande Rali da China a apenas 100 km da meta. Um final verdadeiramente inglório para a equipa que em janeiro de 2014 regressará ao rali Dakar para defender, pelo terceiro ano consecutivo, as cores do maior fabricante automóvel da China.
Aquela que prometia ser a etapa de consagração para Carlos Sousa e Miguel Ramalho transformou-se, afinal, num verdadeiro pesadelo para dupla portuguesa da Great Wall, que desde a terceira etapa liderava folgadamente a primeira edição do Grande Rali da China…
Com 28m16s de vantagem na classificação para o seu colega de equipa da Great, o chinês Zhou Yong, o piloto português parecia ter a sua corrida perfeitamente controlada, tanto mais que prometia adotar um andamento cauteloso nos últimos 246 km cronometrados, precisamente para se colocar a salvo de qualquer imprevisto mecânico.
Contudo, e de forma totalmente inglória, o “azar bateu à porta” de Carlos Sousa na 13ª e última etapa do Grande Rali da China, depois de um curto-circuito, a 100 km do final, desligar o carro e precipitar um princípio de incêndio que destruiu por completo a instalação elétrica do SUV Haval
“Foi um final frustrante! De um momento para o outro, o carro desligou-se e, apesar de todas as nossas tentativas, não mais conseguimos voltar a ligá-lo. A instalação elétrica ficou destruída na sequência de um curto-circuito cuja origem ainda desconhecemos. Nem mesmo a equipa de assistência rápida foi capaz de solucionar o problema, uma vez que o cabo elétrico que alimenta os injetores ficou queimado, impedindo o carro de voltar a funcionar”, explicou, desolado, Carlos Sousa.
“Estivemos cerca de duas horas junto ao carro a fazer todo o tipo de experiências, mas nada resultou. Depois de tantos quilómetros e de tanto esforço, não merecíamos este desfecho. Mas as corridas são mesmo assim e, mesmo apesar desta inglória desistência, a participação nesta prova revelou-se uma experiência fantástica, quer pela beleza das etapas e paisagens que aqui encontrámos, quer pelas importantes conclusões que retirámos em termos de afinações, nomeadamente ao nível das novas suspensões e da nova gestão eletrónica do motor. Nesse capítulo, acho que podemos encarar o próximo Dakar com renovado otimismo”, destacou o piloto português, vencedor de 7 etapas do Grande Rali da China.
Mas Carlos Sousa leva ainda outras certezas desta sua primeira experiência em solo asiático: “Depois das várias conversas que fui tendo com os responsáveis da Great Wall, ficou praticamente assente que este projeto vai ter continuidade para lá do Dakar 2014 e que a equipa está determinada em realizar um grande investimento nesta modalidade, que está a ter cada vez maior popularidade e projeção aqui na China. Enfim, são boas notícias que deverão ser confirmadas e divulgadas muito em breve pela Great Wall”, concluiu Carlos Sousa, que hoje mesmo iniciou a sua viagem de regresso a Portugal.Carlos SousaCarlos Sousa_2Carlos Sousa_3Carlos Sousa_Great_WallCarlos Sousa_Miguel_Ramalho

 

ALBUQUERQUE NA 3ª LINHA

 

Terceira linha da grelha para Filipe Albuquerque

 

2013 zandvoort_albuquerque8 Mais um ótimo resultado para Filipe Albuquerque esta tarde no traçado holandês de Zandvoort. O piloto português conseguiu o sexto lugar da grelha de partida numa qualificação extremamente disputada. Com este resultado Filipe ambiciona amealhar mais pontos para as contas do Campeonato ou quem sabe, discutir os lugares do pódio.

 

Depois da sessão de treinos livres não ter corrido conforme o esperado, Albuquerque foi para a qualificação apreensivo: "Não estava confiante. Havia pequenos detalhes que nos treinos não estavam bem. E neste Campeonato os detalhes fazem toda a diferença. Mas, a equipa fez um excelente trabalho e os devidos ajustes e voltei a ter um carro muito competitivo. Dei o tudo por tudo. Na qualificação 3, arrisquei tudo e a minha volta não correu tão bem. Foi uma pena, mas o nível está tão alto e num circuito exigente como este, se não arriscasse teria sido pior", explicou o piloto português.

 

Assim uma boa estratégia para a corrida aliada à performance do carro e à destreza do piloto dará certamente os resultados esperados: "Neste reta final do Campeonato, todos os pilotos da Audi estão focados em ajudar o Rockenfeller a ser campeão. Mas em termos pessoais, o meu objetivo é voltar a pontuar mas se estiver em posição de lutar pelo pódio, não vou baixar os braços. Quero acabar a época da melhor forma possível", disse confiante Filipe Albuquerque.

 

A corrida, ao contrário do que estava previsto vai ter transmissão na Sporttv, amanhã, Domingo pelas 12.30h.

 

Resultado da Qualificação:

1º Marco Wittmann - BMW com 1.30.894

2º Augusto Farfus - BMW com 1.30.979

3º Mike Rockenfeller - Audi com 1.31.325

(...)

6º Filipe Albuquerque - Audi com 1.31.443

 

OLIVEIRA PARTE DE 7º

 

Aragão: Miguel Oliveira parte do 7.º lugar da grelha


Piloto português arranca para a corrida em Aragão um lugar à frente do líder do mundial, Luis Salom


CW1 0983CW1 1173CW1 1455DG1 0402DG2 1082DG2 1304Comprovando, uma vez mais, a sua garra e vontade de vencer, Miguel Oliveira presenteou o público desta 14.ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP com uma prova de qualificação de grande nível tendo terminado no 7.º posto, à frente do espanhol Luis Salom (KTM) atual líder do campeonato que largará da 8ª posição. A conquista do 7.º lugar na reta de encerramento garantiu, assim, a sua partida da 3.ª linha da grelha na corrida de amanhã.

A chegada a Aragão, marcada por uma forte dedicação à MGP30, alterações aos componentes do chassis, motor e respetivos testes, tem sido pautada por repetidos resultados positivos, que ilustram a vontade do único piloto luso em competição de chegar ainda mais longe. "Hoje consegui melhorar o registo na qualificação. Está a ser um fim-de-semana bastante positivo tendo em conta que melhorei sempre em todas as saídas, e apenas não pude melhorar nos minutos finais por me ter encontrado com muitos pilotos", explica o piloto de 18 anos.

Embora tenha perdido posições nos últimos momentos da qualificação, o foco para Miguel Oliveira é sempre o lugar em que termina a corrida que realiza e não aquele com que a inicia: " Parto da terceira fila da grelha e amanhã vai ser novamente uma corrida dura, pelo que tentarei recuperar o máximo de posições logo na primeira volta para poder estar nas primeiros lugares", avança, convicto.

A luta pelo Grande Prémio Iveco de Aragão é já amanhã e terá lugar pelas 10h00 de Portugal Continental.

 

RALI DA CROÁCIA

 

CROÁCIA RALLY - sexta-feira : AIGNER LEVA após a rodada uma das etapas diário especial

SS4 : O Kopecky ataque
Na maior SS do dia , Jan Kopecky fez é ataque , vencendo a SS e recuperação 19s de Andreas Aigner , que continua a liderar a Croácia Rally 2013.

No final da primeira rodada em estágios especiais do hoje Andreas Aigner ( Subaru Impreza R4) leads , seguido por Jan Kopecky ( Skoda Fabia S2000 , + 10.5s ) e Hermann Gassner jr . (Mitsubishi Lancer R4, 14,7 s) .

Tsjoen é 4 ( Skoda Fabia S2000 , +1:06.8 ) e Lategan 5 ( Skoda Fabia S2000 , +1:19.8 ) . Sexto lugar geral para Aleks Humar ( Renault Clio R3 ), que está liderando a ERC 2WD .

Asja Zupanc lidera o Ladies Cup . 2 º lugar para Molly Taylor ( 13,2 s) . 3 Stratieva ( +1:15.0 s) e 4 Senica ( +1:29.7 s) .

SS3 : Aigner o mais rápido, Bonnefis fora
Chovendo no início do estágio , sem chuva no final. Só no 3 kms estão secos. Também nesta SS Andreas Aigner é o mais rápido . Casier (atualmente dirigindo Skoda # 2) girou , motor parado e solto cerca de 30 seg. Saskin continua a perder tempo: escolha errada para o set -up e pneus.

A SS é interrompido por Bonnefis acidente.

O motorista tem um pouco de dor nas costas que ele será verificado no hospital. Tempo nocional : 10:17.1 . a partir do # 11.

Kořístka bater em alguma coisa e tem problemas com a braço traseiro. Ele perdeu tempo, mas o atraso foi apagado pelo tempo nocional.

SS2 : Aigner vence e é o novo líder do rali
Andreas Aigner disparou na liderança do Rali da Croácia depois de uma performance impressionante na segunda etapa chuva -hit . Dirigindo um Subaru Impreza R4 STI , Aigner explicou que ele fugiu com pneus Yokohama soft- compostos antes do início do estágio e aproveitou indo mais rápido com um tempo de 11m55.2s sobre o teste Boljun 14,97 quilômetros.

Hermann Gassner Jr , que como Aigner está contestando a ERC Production Car Cup, foi o segundo mais rápido , 2.9s para baixo em Aigner .

Bernd Casier foi 5.5s mais rápido do que Kopecký em terceiro na classificação geral , 21.1s mais lento do que o vôo Aigner . "Eu senti como avô estava dirigindo ", disse Casier . " Pieter [ meu co-piloto ] estava rindo o tempo todo. Eu estava apenas tentando ficar na estrada e tentar encontrar um pouco de confiança , mas não é fácil. "

Sul-Africano adolescente Henk Lategan e húngaro János Puskádi tanto girou seus S2000s Fabia com Lategan relatar duas rotações e uma tenda . No entanto, ele impressionou com o quinto tempo mais rápido . Simone Tempestini também sofreu um giro em sua Napoca Rally Academy Impreza .

Muito bom desempenho por Molly Taylor : total 16 eo mais rápido das senhoras. Asja Zupanc foi ultrapassado por Klavdjia Senica ( Fiat Panda Kit, - 0.6s ), mas Molly ( 6,0 s.) Superou Ekaterina Stratieva ( 27 "4 ) e recuperou a parte principal do atraso de ontem.

Durante a SS , acidente de Rok Turk e Miroslav Angelov , que estavam lutando pela liderança 2WD . A chuva atrasa a ERC 2WD líder Bessenyey . Agora Sebastian Barbu ( Citroen DS3 ) lidera esta classe .Kopecky Skoda_Fabia_-_Aigner_Subaru_Impreza

 

JANTAR TERTULIA

 

: Jantar de Tertulia - outubro 2013



Caros tertulianos, atrasada mas aqui vai a convocatória para mais um jantar da tertulia, já na proxima quinta feira, dia 03 de outubro, desta vez retornando ao local do crime, versão outono/inverno: O CNEMA!

O horário é o habitual e piões é para quem quiser, sem terreno para gradar nem infestantes para para apanhar...

Inscrevam-se e aparecam à hora habitual : 19h00/19h30 para o periodo de antes da ordem do dia!.

Inscrições nos locais habituais.

Saudações

 

AINDA A RAMPA DA PENHA

 

Rampa da Penha - Treinos



Surpresas Q.B. no arranque da Rampa da Penha, com a chuva a baralhar tudo.


A primeira subida de treinos foi marcada pela chuva e como tal, por andamentos mais cautelosos, não vá “o Diabo tecê-las”…

Mesmo assim as surpresa acontecem e o tempo verdadeiramente canhão de Manuel Pereira, 

 

RALIS NO BRASIL

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Peugeot 207 XRC # 31_Marcus Cotton e Gilson Rocha
Alta | Web

Divulgação
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Box da Equipe Promacchina Rally em Cascavel
Alta | Web

 

Marcus Cotton e Gilson Rocha partem para as especiais do dia no Rally de Velocidade em Cascavel


Durante a sexta-feira a dupla da Promacchina Rally fez o reconhecimento do percurso e participou da Largada Promocional

Os 37 pilotos inscritos na 4ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade terão de enfrentar dois dias de disputas (válidas pelas 7ª e 8ª provas do calendário), sendo 15 especiais neste sábado (28) e domingo (29) em Cascavel. Marcus Cotton e Gilson Rocha estão a bordo do modelo Peugeot 207 XRC, projeto da XRC Brasil, aprovaram o percurso dos cinco trechos de velocidade reconhecido na sexta-feira. Os dois dias terão largada e chegada no Parque de Apoio montado no Autódromo Internacional Zilmar Beux, para que o público do oeste paranaense possa conferir de perto as emoções da prova fora de estrada.

Neste sábado, os competidores terão que cumprir três passagens pelas três especiais do dia, totalizando 87,9 quilômetros em trechos cronometrados. De início seguiram em deslocamento para a primeira Especial definida como Taquaral 1 com 4,9 quilômetros de extensão. As duas especiais seguintes, São Braz Faroeste é composta de 16,2 quilômetros e a do Autódromo (Sábado) com 8,2 quilômetros.

A programação do domingo terá início as 8h40 para um total de 63,15 quilômetros cronometrados e também com três passagens pelas Especiais Serrinha 1 com 11,25 quilômetros e Autódromo (Domingo) com 9,8 quilômetros. "Gostei muito do percurso e da cidade que acolheu o evento de braços abertos após oito anos. Para as especiais temos um carro bem preparado e competitivo. Estamos focados em representar bem a equipe e conquistar um bom resultado", disse Marcus Cotton, piloto convidado pela XRC Brasil para comandar o Peugeot 207 XRC, número #31, de fabricação totalmente brasileira.

O XRC

Criado para aproximar os carros de rali do Brasil com o que existe de melhor na categoria no mundo, o XRC permite a utilização de diversos tipos de monobloco sob uma base mecânica padrão. Isso permite igualdade entre os carros e garante um verdadeiro show para os espectadores. Mais informações pelo www.xrcbrasil.com.br.

A XRC Brasil Team/ ProMacchina Rally contam com o patrocínio de Dmack Pneus, RedBull, Somoz Sport Branding e Astrus Web.

Programação:


Sábado - 28 de setembro de 2013
08h00 - Abertura Secretaria de Prova
08h00 - Parque Fechado
09h00 - Largada Primeiro Carro
15h00 - Encerramento Especiais
17h00 - Parque Fechado
17h00 - Início Festa Pilotos e Organização
17h00 - Fechamento Secretaria de Prova

Domingo - 29 de setembro de 2013

08h00 - Abertura da Secretaria de Prova
09h00 - Início Especiais
14h00 - Encerramento Especiais
15h00 - Vistorias
15h30 - Rampa de Premiação

Calendário Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade:

Etapa 1 - 16 a 17/03 - Canela (RS)
Etapa 2 - 18 a 19/05 - Erechim (RS)
Etapa 3 - 15 a 16/06 - Ouro Branco (MG)
Etapa 4 - 26 a 29/09 - Cascavel (PR)
Etapa 5 - 09 a 10/11 - Atibaia (SP)


 

PEUGEOT LANÇA CAMPANHA

 

Peugeot lança campanha de imagem «Design & Driving»

Em 2010, por ocasião dos 200 anos da Marca, a PEUGEOT divulgou a sua nova identidade e a assinatura «Motion & Emotion», expressando a sua visão, história e savor‑faire, personificados numa alquimia única entre o design e a engenharia. Três anos depois, a PEUGEOT reafirma o seu posicionamento com uma nova campanha internacional.

Como explica Nuno Marques, Director de Marketing da Peugeot Portugal : «Esta campanha ilustra de uma forma perfeita os valores da nossa marca e apela à emoção a bordo de um PEUGEOT».

 

Uma gama coerente com a sua identidade de marca

Desde 2010, a marca tem cumprido mais do que nunca as suas promessas : os últimos lançamentos encarnam a renovação do design e a experiência de condução PEUGEOT. O sucesso dos recentes modelos da marca (208 GTi, novo RCZ, gama HYbrid4, novo 2008) vem confirmar esta coerência de posicionamento.

A chegada em Outubro do novo PEUGEOT 308 eleva ainda mais este objectivo: em adição ao seu interior depurado e ao seu posto de condução inovador, este novo modelo ilustra igualmente a subida em gama da marca.

Actualmente, a PEUGEOT propõe uma gama praticamente toda renovada que marca bem a sua diferenciação : cada modelo confere novas sensações automobilísticas, para que cada segundo ao volante seja uma nova experiência. A marca pretende afirmá-lo em força e acelerar a percepção desta renovação junto do grande público.

 

Uma campanha publicitária mundial forte em sensações

Para ilustrar esta mensagem, a PEUGEOT lança uma campanha mundial com o filme «Design & Driving», realizado por John Dolan e produzido por Partizan. Em Portugal, será revelada na televisão e cinema a 30 de Setembro, com locução de Pedro Fernandes.

O filme coloca a questão que anima cada dia dos designers e engenheiros da marca do leão: «Qual a finalidade do design num automóvel?». A resposta é desvendada através das sensações vividas pelo condutor a bordo de um PEUGEOT, fazendo do Motion & Emotion a característica central da experiência de condução. Campanha Peugeot_Design__Driving

 

AÇORES TT EM 3º NO PRÓLOGO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno / Desafio Total Mazda

 

Açores TT Team em 3º no prólogo

 

  • Chuva e lama no primeiro dia de prova
  • Equipa francesa travou andamento do piloto dos Açores

 

Bruno Oliveira, fazendo dupla com Vânia Paim, averbou hoje a 3ª melhor marca entre os concorrentes aos Desafio Total Mazda que estão a disputar a Baja TT Idanha-a-Nova, quinta etapa do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno. Aos comandos de uma Mazda BT 50, o piloto dos Açores, Campeão em 2008 nesta competição monomarca, foi hoje confrontado com um piso marcado pelas fortes chuvadas que se abateram sobre a região beirã, onde a prova se realiza.Bruno Oliveira_01Bruno Oliveira_02

 

RALIS NO BRASIL


Edson Castro
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Maurício Neves e KZ Morales com o XRC Peugeot 207
Alta | Web


Edson Castrp
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Lucas Arnone e Enzo Jorge com o Peugeot 207
Alta | Web

Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade movimenta Cascavel com a modalidade na terra

37 carros largam para a 4ª etapa do campeonato de 2013 com uma prova no sábado e outra no domingo


As 9h30 deste sábado (28) 37 carros estarão alinhando para a 4ª etapa com a rodada dupla da 7ª e 8ª prova do Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade. Após o deslocamento dos concorrentes do Parque de Apoio montado no Autódromo Zilmar Beux, os carros largarão para a primeira Especial Taquaral 1 de 4,9 quilômetros de extensão. As outras duas especiais do dia são São Braz Faroeste com 16,2 quilômetros e a do Autódromo Sábado com 8,2 quilômetros com largada e chegada dentro da nova praça de corridas de Cascavel, uma atração a mais para o público. Neste mesmo sábado, os carros farão três passagens pelas três especiais com previsão para o término da jornada às 15h42 com o total de 87,9 quilômetros percorridos em trechos cronometrados.

No domingo, com início as 8h40, os concorrentes percorrem 63,15 quilômetros cronometrados, com três passagens pelas Especiais Serrinha 1, com 11,25 quilômetros e Autódromo Domingo com 9,8 quilômetros. O Campeonato Brasileiro de Rally de Velocidade retorna à cidade de Cascavel (PR), após oito anos, local onde tradicionalmente além de ter competições de esporte a motor no novo autódromo completamente reformado no ano passado, existe uma tradição de esporte na terra com clubes de jipeiros e ralizeiros em geral. Com uma estratégia propositalmente pensada para o deslocamento do público, o Rally de Cascavel deverá ser uma das atrações principais da temporada em competições esportivas na cidade do oeste do Paraná com 305 mil habitantes. Por falta de competitividade é que não poderá se dizer que as duplas foram cautelosas no difícil piso de muito cascalho escolhido pelo Clube de Rally de Cascavel. Nas quatro categorias: 4x4, 4x2, 4x2 Super e 207 (monomarca Peugeot 207), a disputa pelo título está aberta faltando apenas duas etapas para o final da temporada e todos querem sair de Cascavel com boa vantagem para a prova final em Atibaia no dia 9 de novembro. Na 4x4 Ulysses Bertholdo/Marcelo Dalmut com o Mitsubishi Lancer EVO X lidera com 145 pontos e tem como principal rival a duplas Ilo Diehl/Eduardo Soneca com EVO X R4 com 94 pontos. Na 4x2 a briga é entre a dinâmica dupla de Erechim do GM Celta nº 45 Tiago Mocellin/ Vinicius Anziliero com 125 pontos e Toninho Genoin/ Sidnei Broering, dupla de Blumenau, com 118 pontos.

Na 4x2 Super na classificação de pilotos Luis Tedesco (SC) vem em primeiro com o Fiat Palio com 102 pontos contra 95 de Eduardo Barros (DF) - Peugeot 207 e 93 de Evandro Carbonera (RS), com Fiat Palio. Na mesma categoria, a classificação dos navegadores são Raphael Furtado (SC) com 117 pontos, Rodrigo Machado (RS) com 104 e Juliano Gracioli (RS) com 95. Na categoria Peugeot 207, com duplas também já alteradas, o piloto Dimas Pimenta de São Paulo aparece com 110 pontos, Marlon Goulin, também paulista com 102 e Ricardo Malucelli do Paraná com 79. Na classificação dos navegadores estão: Rodrigo Konig de São Paulo, 115pontos, Maicol Souza, também paulista 109 e Giovani Bordin do Paraná com 93.

Programação do Brasileiro de Rali de Velocidade em Cascavel
Sábado
08:00 - Abertura Secretaria de Prova
08:00 - Parque Fechado
09:00 - Largada Primeiro Carro
15:00 - Encerramento Especiais
17:00 - Parque Fechado
17:00 - Início Festa Pilotos e Organização
17:00 - Fechamento Secretaria de Prova
Domingo
08:00 - Abertura da Secretaria de Prova
09:00 - Início Especiais
14:00 - Encerramento Especiais
15:00 - Vistorias
15:30 - Rampa de Premiação
 

RALI DA CROÁCIA

 

CROÁCIA RALLY - JURAJ Sebalj GANHA A PRIMEIRA RODADA

 

Juraj Sebalj_-_United_Business

Bom tempo e muitos espectadores no início no centro da cidade de Porec, bem como em torno de pista onde foi realizada a primeira especial do rali ao fim.

  O 40 º Rally Croácia é sucesso desde o início. E também é cativante do ponto de vista desportivo "com o herói local Juraj Sebalj que foi o mais rápido na primeira etapa e lidera o grupo na noite reagrupar.

O quarto lugar atrás da revelação Hank Lategan e Hermann Gassner Jr. (que foi o mais rápido na classe de Produção) para o líder do Campeonato Europeu de Jan Kopecky. Mas lacunas são actualmente estreito, com os primeiros 11 carros fechados em menos de 4 segundos.

  Na classe liderança provisória 2WD para o líder da classe Campeonato Europeu, húngaro Bessenyey (Honda Civic R3). No Thophy excelente primeira fase feminina para slowenian Asja Zupanc (Mitsubishi Lancer), que lidera por 4 "búlgara Ekaterina Stratieva (Citroen C2 Maxi) e 26", o líder do campeonato australiano, Molly Taylor, atrasado por um problema surto de combustível: aqui também, é só o começo.

O rali irá reiniciar amanhã com uma previsão para tempo bom e um programa composto por seis stagesi especial (de três a repetir duas vezes) 10:19-17:39, com o fim da perna em Porec a partir das 20:00

 

FROTA DA EXTREME SAILING EM NICE

 

Nice, apresentado por Land Rover se prepara para receber 40 extremos para penúltimo confronto de 2013 - assista a Lei vídeo promocional aqui.
- Equipe All- francesa de especialistas multicascos completar a grade completa de oito anos 40 Extreme.
- Montagens de pressão com apenas oito dias de corrida deixou nesta temporada e até 64 corridas para colocar pontos na tabela classificativa Series.
- Assistir a todas as 40 medidas extremas ao vivo , 1500-1600 BST/1600-1700 CEST (4-6 de Outubro) em www.extremesailingseries.com .
Os 40 anos extremos estão se preparando para flexionar seus músculos marítimas no penúltimo ato do Extreme Sailing Series mundial 2013 ™ em apenas uma semana apresentado por Land Rover. Definir como pano de fundo a famosa Promenade des Anglais, Nice, na Riviera francesa vai fornecer o playground para os oito 40s extremos , incluindo a entrada do país de origem , o primeiro clube de All4One Racing Team de 3-6 de outubro. Esta lei é tudo sobre a colocação de valiosos pontos na tabela de classificação para definir as equipes para o confronto final, em Florianópolis , Brasil.
Ao longo dos últimos dois anos, Nice, tem jogado tudo nas equipes de brisa leve e inconstante jogando do outro lado da Baía dos Anjos aos ventos predominantes mistral , que viram rajadas de mais de 30 nós no ano passado. Conforme o chefe da frota para o fim do negócio da série a pressão é sobre as equipes para atuar em todas as condições que o Alinghi Morgan Larson , analisou : "Nice irá lançar uma variedade de condições para nós e consistência , paciência e ficar legal vai ser a chave . Esperemos que teremos bons ventos que irá mostrar estes barcos emocionantes ao longo da costa de uma cidade incrível , na Cote d' Azur. "
Vencedores da Copa América suíço Alinghi em ter , pelo menos no papel , foi a equipa mais consistente nesta temporada como a única equipe a terminar no pódio em cada ato . Mas é Leigh McMillan, capitão do The Wave , Muscat , que lutou contra o seu caminho para o topo da classificação da Série tendo vencido quatro das cinco Atos este ano , conseguindo colocar um ponto entre eles e de longa data da série rivais Alinghi no Reino Unido perna do espectáculo desportivo apenas quatro semanas atrás, na frente de uma multidão Welsh patriótico em Cardiff. "Nice é absolutamente crucial indo para o Brasil. Precisamos ficar a um ponto do Alinghi e na pior das hipóteses ele vai descer para que- bate - que no Brasil. De um modo geral , quando a pressão está ligada, nós à altura do desafio . " Saiba mais sobre a relação McMillan- Larson aqui.
SAP Equipe Extreme Sailing foram uma equipe com um objetivo muito claro no início da temporada : terminar no pódio Series, e com três três acabamentos de topo este ano , o dinamarquês -duo esculpiram -se um caminho decente. Seu co- skipper Rasmus Kostner falou sobre o foco da equipe. " Tivemos um início lento no início da temporada, então não temos o luxo de tirar o pé do acelerador. A principal coisa em Nice será consistência e ser capaz de ficar de fora do tráfego. Os barcos estão velejando rápido e no momento em que perder-se com outros concorrentes que estão em one-on -one batalhas de posicionamento, as corridas podem ser perdidos e ganhou nesta base. " Os dinamarqueses são apenas dois pontos atrás do terceiro colocado Sailing Red Bull equipa na tabela classificativa geral Series. As duplas medalhistas de ouro olímpicos têm recrutado os talentos de Kinley Fowler , frescos da vitória ontem, no Golden Gate de San Francisco com o Oracle equipe dos EUA na 34 ª Copa América . Skipper Hagara Romano comentou: " É ótimo ter Kinley na equipe agora Ele foi um dos principais intervenientes no AC para o Oracle equipe dos EUA e isso é o que esperamos dele em Nice também. ".
O formidável francês Pierre Pennec vai assumir o comando do Realteam em Nice depois de um impressionante retorno à Série no Act 5 Porto , onde ajudou os campeões suíços multicascos lago para o seu primeiro pódio do ano. Pennec ganhou o ato em Nice, em 2012, no comando do Groupe Edmond de Rothschild e espera que ele possa transferir esse toque de ouro para Realteam .
Outra equipe esperando sua experiência no Estádio francês vai suportá-los em bom lugar é a entrada do local ' o primeiro clube por All4One . Laden com Extreme 40 e multihull proeza , a equipe liderada pelo extremo de 40 pesos pesados ​​Jean -Christophe Mourniac , vai mergulhar no meio do estádio de corrida de batalha como a equipe convite .
Bom também verá o retorno do GAC Pindar tripulação normal, que vai liderar a França despediu-se para a luta, fresco de seu segundo lugar na Copa do Red Bull Juventude da América. Skipper vai Tiller está focado na glória do pódio: " Tendo terminado segundo ele definitivamente nos tornou mais fome de voltar para o Extreme Sailing Series e querer fazer melhor e empurrar as equipas de topo com mais força. Temos o equipamento para retirar um pódio em um dos restantes dois eventos da temporada e que é exatamente o que nós, como uma equipe estará se esforçando para fazer ". Outra Kiwi arma jovem levando sua equipe para o combate é Phil Robertson em ChinaSpirit que fez sua estréia ' Stadium Racing' em Cardiff.
Nice é nenhum estranho para sediar eventos esportivos de classe mundial, que, assim como o Extreme Sailing Series inclui a Riviera francesa Marathon , o Nice Côte d' Azur ATP Open de ténis e , mais recentemente, o Tour de France. Christian Estrosi , vice - prefeito de Nice, presidente da Métropole Nice Côte d' Azur falou do retorno da série ' para a cidade : " Pelo terceiro ano consecutivo, a década de 40 extremos e suas tripulações irão oferecer ao público de Nice, um show excepcional. A Baía dos Anjos será a arena onde skippers o melhor do mundo irão competir uns contra os outros para reivindicar o topo do ranking geral. Esta competição que se realiza metros de distância da costa, será emocionante para os habitantes locais, amadores e iniciantes . "
Quatro dias de corrida e até 32 corridas estão previstas para a década de 40 extremos e milhares de espectadores são esperados para se bandear para a Promenade des Anglais para assistir até 40 de marinheiros de elite do mundo , abrangendo 10 nacionalidades exibir o seu valor diante de espectadores , não só em terra, mas seguindo a linha da ação ao vivo 1500-1600 BST/1600-1700 CEST 04-06 outubro em www.extremesailingseries.com .
Fãs da França também pode manter -se atualizado sobre os 40 medidas extremas , como acontece com a legislação nacional terrestre canal L' Équipe 21 transmissão ao vivo da Race Village , no sábado 5 e domingo 6 de outubro 1500-1700 , horário local.
Listas Crew - Extreme Sailing Series ™ Act 7 agradável apresentado por Land Rover
Alinghi
Skipper / Helm : Ernesto Bertarelli ( SUI) / Morgan Larson ( EUA ) / Estrategista : Anna Tunnicliffe ( EUA ) / Vela mestra Trimmer : Pierre -Yves Jorand ( SUI) / Vela de Proa Trimmer : Nils Frei ( SUI) / Bowman : Yves DeTrey (SUI )
ChinaSpirit
Skipper / Helm : Phil Robertson (NZL ) / Estrategista : Garth Ellingham (NZL ) / Vela mestra Trimmer : Llang Wu (CHN) / Vela de Proa Trimmer : Louis Viat (FRA) / Bowman : Nick Catley (NZL )
GAC Pindar
Skipper / Helm : Will Tiller (NZL ) / Estrategista : Matt Steven (NZL ) / Vela mestra Trimmer : Harry Thurston (NZL ) / Vela de Proa Trimmer : Brad Farrand (NZL ) / Bowman : Shaun Mason (GBR )
Realteam
Skipper / Floater : Jérôme Clerc ( SUI) / Helm : Pierre Pennec (FRA) / Vela mestra Trimmer : Arnaud Psarofaghis ( SUI) / Vela de Proa Trimmer : Bryan Mettraux ( SUI) / Bowman : Thierry Wasem ( SUI)
Red Bull Sailing Team
Skipper / Helm : Roman Hagara (AUT ) / Estrategista : Hans Peter Steinacher (AUT ) / Vela mestra Trimmer : Matthew Adams (GBR ) / Vela de Proa Trimmer : Simon Cooke (NZL ) / Bowman : Kinley Fowler (NZL )
SAP Equipe Extreme Sailing
Co-Skipper/Helm : Jes Gram- Hansen (DEN) / Co-Skipper/Tactician : Rasmus Kostner (DEN) / Vela mestra trimmer : Peter Cumming (GBR ) / Vela de Proa Trimmer : Mikkel Roßberg (DEN) / Bowman : Nicolai Sehested (DEN )
O primeiro clube de All4One
Skipper / Helm : Jean -Christophe Mourniac (FRA) / Estrategista : Romain Petit (FRA) / Vela mestra Trimmer : Stéphane Christidis (FRA) / Vela de Proa Trimmer : Jarlegan Arnaud (FRA) / Bowman : Julien Cressant (FRA)
The Wave , Muscat
Skipper / Helm : Leigh McMillan (GBR ) / Estrategista : Ed Smyth (NZL ) / Vela mestra Trimmer : Pete Greenhalgh (GBR ) / Vela de Proa Trimmer : Musab Al Hadi (OMA) / Bowman : Hashim Al Rashdi (OMA)ext

 

BARREIROS EM IMOLA

 

Jornada difícil para Filipe Barreiros em Imola

 

imola ferrariportugal
O piloto da Ferrari Portugal, Filipe Barreiros não teve a vida facilitada em Imola onde este fim-de-semana teve lugar mais uma jornada do Ferrari Challenge Europa - Copa Shell. Depois de uma sequência de corridas no Blancpain, a adaptação ao Challenge não foi tarefa fácil.
Os resultados das qualificações, 21º e 18º lugares, ficaram longe da sua habitual performance também devido a problemas de travões só detetados após o término das mesmas. A primeira corrida, viria a ser igualmente dura, pese embora tenha conseguido recuperar algumas posições até ao 15º lugar: "Infelizmente não me estava a sentir nada confortável com o carro. As coisas não estavam a correr bem desde início. Não me sentia adaptado e isso refletiu-se em tudo em pista", explicou Filipe Barreiros.
Assim e ciente que não estava ao seu melhor nível, o piloto da Ferrari Portugal optou por não disputar a segunda corrida do fim-de-semana prevista para este Domingo

 

VITÓRIA DOMÉSTICA

Marc Marquez mais perto do título mundial

 

 

O GP Aragão foi dominado pelos pilotos da casa.

Marc Marquez mais perto do título mundial

Marc Marquez (Honda) venceu hoje a corrida de MotoGP no Grande Prémio de Aragão, em Espanha, 14.ª prova do Mundial de motociclismo.

O jovem espanhol, de 20 anos, somou o sexto triunfo da sua temporada de estreia na categoria principal, terminando a corrida no circuito Motorland com 1,356 segundos de avanço sobre o compatriota e campeão do Mundo Jorge Lorenzo (Yamaha) e 12,927 sobre o italiano Valentino Rossi (Yamaha).

Com este triunfo e quando faltam quatro porvas, Marquez passou a somar 278 pontos, mais 39 do que Lorenzo e mais 59 do que o espanhol Dani Pedrosa (Honda), que hoje se despistou.

Valentino Rossi foi mesmo o único piloto a subir ao pódio no fim de semana que não era espanhol, uma vez que as duas categorias mais baixas foram completamente dominadas pelos pilotos da casa

Em Moto2, Nicolas Terol (Suter) triunfou, com 1,736 segundos de avanço sobre Esteve Rabat (Kalex) e 3,530 sobre Pol Espargaro (Kalex).

Contudo, o mundial continua a ser liderado pelo britânico Scott Redding (Kalex), que hoje foi quarto, seguido por Espargaro, com menos 20 pontos, e por Rabat, com menos 44.


Conteúdo publicado por SportInforma c/ Lusa

 

OLIVEIRA PERTO DO PÓDIO

 

Aragão: Disputa renhida termina em 5.º lugar para Miguel Oliveira


Posição volta a quebrar domínio espanhol das KTM’s


DG1 0402DG2 1082DG2 1304 A 14.ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP terminou em 5.º lugar para Miguel Oliveira, que ainda na última volta da corrida alcançou, por mais do que uma vez, a 4.ª posição. A disputa direta com Luís Salom, renhida até aos últimos segundos, viu um desenlace final com mais sorte para o espanhol. Miguel Oliveira voltou, contudo, a atormentar os colegas de Espanha, que mesmo correndo em casa viram o português quebrar o domínio das KTM’s.

Com um sólido 6.º lugar na tabela de classificação geral, o único piloto luso em competição, e o primeiro de sempre a ter garantido uma pole no Campeonato do Mundo de MotoGP, confessa-se animado para as próximas jornadas e faz um balanço positivo do trabalho desenvolvido em Aragão: “Na parte final a superioridade da KTM venceu-me, mas saio satisfeito por consolidar um pouco mais a minha sexta posição no Campeonato, e por recuperar pontos para o 5.º classificado”.

Depois de uma prestação competitiva, que permitiu a Miguel Oliveira, mais uma vez, mostrar o seu valor, e que o colocou a escassos 14 pontos de Jonas Folger, o piloto português tira ilações para os próximos desempenhos, analisando a corrida de hoje: “Sabia que iria ser dura. Parti bem, mas ainda assim não foi possível alcançar os primeiros na primeira volta, o que me colocou a 3 segundos na primeira passagem na linha de meta. Numa pista com retas tão longas, a falta de aspiração não permite andar mais rápido e claro que se torna impossível alcançar o grupo quando rodamos com o mesmo tempo”, explica.

De regresso a Portugal, e com uma semana de intervalo entre corridas, antes de partir para a Malásia, Miguel Oliveira não deixa de agradecer todo o apoio que recebe dos fãs, apelando aos mesmos que continuem a votar, já só até amanhã, no passatempo solidário que está a decorrer na sua Página Oficial de Facebook Miguel Oliveira #44 Oficial Page. Os resultados irão determinar o desenho em vigor no seu capacete, na última corrida desta temporada do Campeonato do Mundo de MotoGP.

 

ALBUQUERQUE NOS PONTOS

 

Pontos para Filipe Albuquerque em Zandvoort

 

2013 zandvoort_albuquerque12 Filipe Albuquerque disputou hoje a penúltima jornada do DTM em Zandvoort e teve, certamente, o melhor início de corrida de sempre, com várias lutas e ultrapassagens. Chegou mesmo a liderar a prova na altura dos 'pit-stops' mas cruzou a linha de meta no oitavo posto fruto de uma estratégia que dificultou a sua tarefa.

 

O oitavo lugar e os pontos que daí advêm foram de extrema importância para o piloto português: "O arranque correu bastante bem. Iniciei a corrida com os pneus mais macios e tentei de tudo para subir o maior número de posições possível. Mas a determinada altura estava bloqueado atrás de outros pilotos que não me permitiram extrair todo o potencial das borrachas. Tudo o resto correu bem. Mas este detalhe fez a diferença entre terminar nos cinco primeiros ou em oitavo", começou por explicar.

 

Ciente que fez tudo o que estava ao seu alcance Filipe sai de Zandvoort com o sentimento de dever cumprido: "Foi duro, mas fizemos as nossas opções. E fiquei satisfeito por ter protagonizado excelentes momentos em pista. Dei tudo o que podia na corrida. Era muito importante para nós voltar a pontuar e fico satisfeito por isso", rematou Albuquerque que somou mais 4 pontos aos 12 da jornada anterior.

 

A última prova da temporada decorre em Hockenheim no fim-de-semana de 19 e 20 de Outubro.

 

 

DOMINIO DE PARENTE EM NAVARRA

 

Álvaro Parente domina em Navarra


Álvaro Parente, na companhia de Sébastien Loeb, dominou completamente a etapa de Navarra do FIA GT Series, vencendo a Corrida de Qualificação e a Corrida Principal com grande autoridade.
Depois de ontem ter assegurado a quarta posição da grelha de partida, hoje o português realizou um arranque fantástico na prova matinal – disputada com a pista molhada – ultrapassando todos os seus adversários que se encontravam à sua frente na travagem para a primeira curva.
No primeiro posto, o piloto da McLaren GT dominou completamente os eventos, construindo uma vantagem confortável, que permitiu a Sébastien Loeb cortar a linha de meta com mais de dez segundos de vantagem para o segundo classificado.
Na prova da tarde, realizada já com a pista seca, o Pluricampeão Mundial de Ralis arrancou da pole-position – fruto da vitória matinal – e, apesar de pressionado pelo outro carro da sua equipa, nunca cometeu qualquer erro.
Quando Álvaro Parente assumiu os comandos do McLaren MP4-12C da Sébastien Loeb Racing já a corrida estava definida, tendo o piloto português aproveitado para alargar ainda mais a sua vantagem para os seus perseguidores, conquistando a primeira vitória do duo luso-francês numa Corrida Principal.
“Finalmente tivemos um fim-de-semana sem problemas e, como se pode perceber pelos resultados, demonstrámos que, sem azares, podemos lutar pelos primeiros lugares regularmente. Este é um desfecho muito importante para todos nós e chega num bom momento”, afirmou com profunda satisfação Álvaro Parente.
Apesar de poder ter parecido fácil do lado de fora, os resultados extraordinários de hoje foram fruto de muito trabalho, como é enfatizado pelo piloto oficial da McLaren GT. “O nosso carro sempre se deu bem com esta pista, mas o nível competitivo do FIA GT Series é elevadíssimo e as outras equipas e construtores mostraram-se muito fortes em Navarra. Tivemos que nos aplicar a fundo e o carro mostrou-se muito rápido e consistente em quaisquer condições e no seco não precisei sequer de explorar todo o potencial do McLaren MP4-12C. Foi um excelente fim-de-semana e espero que possamos continuar assim na próxima prova”, apontou Álvaro Parente.
A próxima ronda do FIA GT Series, a última da temporada, disputa-se em Baku nos próximos dias 22, 23 e 24 de Novembro.

 

COPA PETROBRAS - BRASIL

Copa Petrobras de Marcas: J.Star Racing termina a quinta etapa com saldo positivo


A antepenúltima rodada dupla será no autódromo gaúcho de Tarumã no dia 27 de outubro

 Na Capital Federal foi realizada a quinta etapa da Copa Petrobras de Marcas e após duas corridas o resultado para a J.Star Racing, que contou com dois novos pilotos no comando dos Chevrolet Cruze da equipe, teve final compensado. Na segunda corrida, Thiago Marques concluiu em 10º e Marcus Leão terminou em 13º, marcando pontos na tabela de classificação do campeonato.

Os dois carros não completaram a primeira corrida que ocorreu às 9h05. Thiago Marques, do bólido #1, que largou da 13ª posição foi atingido por um adversário logo na largada e provocou o abandono. Marcus Leão saiu da pista e foi obrigado a levar o carro para o box. A equipe de mecânicos correu contra o tempo e arrumou os Cruze para alinhar no grid da segunda prova do dia na largada às 12h45.

Já na segunda corrida o piloto curitibano largou da oitava fila, fez uma excelente largada e recuperou muitas posições. "O resultado ficou bem longe do que esperávamos. Na primeira corrida recebi uma batida atrás e não pude continuar. Na segunda o carro apresentou falhas no freio, mas corrida sabemos que tem disso, faz parte. Nós que vivemos disso a vida inteira sabemos que existem finais de semana bons e outros ruins. Este infelizmente não foi tão bom, mas sabemos que vamos evoluir e buscar resultados bem melhores", disse Thiago Marques.

O piloto estreante de Niterói (RJ), Marcus Leão #11, enfrentou dificuldades de adaptação à categoria multimarcas nacional. "Gostei da segunda bateria, deu para pegar mais a mão do carro. Estou hiper cansado, faço uma preparação física mas tenho que melhorar, pois o ritmo é bem mais forte do que a categoria que estava andando com duas corridas seguidas. O que preciso é ter horas de voo e me adaptar ainda mais ao carro. As provas do restante do calendário serão um aprendizado", finalizou Leão.

A segunda corrida da rodada dupla teve o grid invertido para os oito primeiros colocados e as posições de largada definidas pela posição de chegada da primeira corrida.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Confira o resultado da 5ª etapa da Copa Petrobras de Marcas:

Corrida 1
1) Denis Navarro, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, 31min47s687, 26 voltas
2) Vitor Meira, Amir Nasr Racing/Ford Focus, a 0s471
3) Valdeno Brito, Amir Nasr Racing/Ford Focus, 0s994
4) Pedro Nunes, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, 1s961
5) Felipe Gama, Full Time Competições/Honda Civic, 2s208
6) Ricardo Mauricio, JLM Racing/Honda Civic, 2s716
7) Alceu Feldmann, Full Time Competições/Honda Civic, 3s030
8) Vicente Orige, JLM Racing/Honda Civic, 3s393
9) Ricardo Zonta, Toyota/RZ Toyota Corolla XRS, 3s906
10) Júlio Campos/Gabriel Casagrande, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze, 5s340
11) Cesar Bonilha/Carlos Souza, Cesinha Competições/Ford Focus, 5s750
12) Galid Osman, Toyota RZ Toyota/Corolla XRS, 7 voltas
13) Jaidson Zini, Cesinha Competições/Ford Focus, 7 voltas
14) Leonardo Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT, 11 voltas
15) Marcos Leão, J. Star Racing/ Chevrolet Cruze, 12 voltas
16) Thiago Marques, J. Star Racing/Chevrolet Cruze, 22 voltas
17) Fernando Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT, 25 voltas
18) Renato Constantino, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze, 26 voltas
19) Eduardo Rocha, Local Frio Petrópolis Comp./Mitsubishi Lancer GT, 26 voltas

Corrida 2
1) Vicente Orige, JLM Racing/Honda Civic, 35min55s811, 29 voltas
2) Vitor Meira, Amir Nasr Racing/Ford Focus, a 1s243
3) Ricardo Mauricio, JLM Racing/Honda Civic, a 2s354
4) Ricardo Zonta, Toyota/RZ Toyota Corolla XRS, a 2s945
5) Denis Navarro, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, a 6s970
6) Cesar Bonilha/Carlos Souza, Cesinha Competições/Ford Focus, 7s672
7) Felipe Gama, Full Time Competições/Honda Civic, a 8s306
8) Alceu Feldmann, Full Time Competições/Honda Civic, a 11s078
9) Júlio Campos/Gabriel Casagrande, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze, a 11s773
10) Thiago Marques, J. Star Racing/Chevrolet Cruze, a 14s451
11) Fernando Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT, a 30s669
12) Galid Osman, Toyota RZ Toyota/Corolla XRS, a 1min01s290
13) Marcos Leão, J. Star Racing/ Chevrolet Cruze, a 1 volta
14) Pedro Nunes, Toyota Bassani/Toyota Corolla XRS, a 8 voltas
Não completaram:
15) Valdeno Brito, Amir Nasr Racing/Ford Focus
16) Renato Constantino, Carlos Alves Comp./Chevrolet Cruze
17) Leonardo Nienkotter, Officer ProGP/Mitsubishi Lancer GT
18) Jaidson Zini, Cesinha Competições/Ford Focus

Mais informações:
Blog: jstarracing.wordpress.com
Facebook: JStarRacing
Twitter: @JStarRacing

Calendário da Copa Petrobras de Marcas:

Etapa 1 - 07 de abril - Interlagos (SP)
Etapa 2 - 21 de abril - Brasília (DF)
Etapa 3 - 21 de julho - Interlagos (SP)
Etapa 4 - 25 de agosto - Curitiba (PR)
Etapa 5 - 29 de setembro - Brasília (DF)

Etapa 6 - 27 de outubro - Tarumã (RS)
Etapa 7 - 17 de novembro - Cascavel (PR)
Etapa 8 - 1º de dezembro - Curitiba (PR)


Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Thiago Marques fez sua estreia na J.Star
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#1 J.Star Racing_Brasília
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Thiago Marques durante corrida deste domingo
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Piloto Marcus Leão
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
#11 J.Star Racing_Brasília
Alta | Web

Luciano Santos/SigCom
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Leão durante rodada dupla da quinta etapa
Alta | Web

 

RODRIVE EM NAVARRA

 

Prova agridoce para a
Espanha.


Para o segundo dia de FIA GT Series no Circuito de Navarra,
estavam reservadas as duas corridas do programa que prometiam
principalmente agora que o campeonato se aproxima do final
prognósticos, a instabilidade metereológica que se fez sentir
momentos de competição, que infelizmente não foram assim
Depois de um Warm-up realizado com piso seco, e quando
dupla do Lamborghini #7, Matheus Stumpf/Patrick Cunha,
chuvada repentina que obrigou á colocação de pneus para
Gallardo FL560 GT3 estavam muito boas para a condição da
alto nível de pilotagem quando a meio da corrida chegou a
pista a secar rapidamente tudo sugeria que a opção certa
utilização de pneus de seco, quando na realidade essa não foi
limitando o resultado da Rodrive, que mesmo assim era promissor,
Na parte da tarde, já com o sol a brilhar e as nuvens negras
Motorsport com um excelente acerto para esta pista, estavam
positiva prestação. Infelizmente, pouco depois da partida, desta
atingida por duas vezes por adversários na intensa disputa
numa das rodas traseiras, o que demorou cerca de 7 voltas.
apenas restou aos pilotos Rodrive procurarem terminar a corrida
através da 7ª posição final na Pro-Am e 16º da classificação geral
Quando, mais uma vez, a equipa demonstrava toda
condicionalismos das corridas deixaram algo desapontados
primeira corrida, infelizmente a opção dos pneus de seco montados
uma má solução, e pouco pude fazer senão tentar manter-me
do bom trabalho do Matheus. Registo que fomos o segundo
Já na segunda corrida, onde tinhamos boas perspectivas,
Rodrive – Zona Ind.de Tortosendo, lote 34, Arm. A – 6200-823 Tortosendo –
largada e no segundo tive que vir para a boxe para reparações
durante todo o fim de semana e a obtenção de mais alguns
Também Matheus Stumpf demonstrava alguma tristeza
chuva chegou de repente para a primeira corrida e arrancamos
bom para essas condições e fiz um bom arranque e pude atacar
meio da corrida. Depois, a equipa e eu estávamos convencidos
revelou-se errado. Foi pena, mas mesmo assim conseguimos
teve muita história. Estávamos confiantes pois acreditávamos
Patrick levou ‘pancada’ de dois carros e teve que vir para a
terminar a prova e angariar mais alguns pontos na Pro-Am.
bem merecemos”.
A próxima prova do FIA GT Series irá acontecer num novo e
receber o espectacular evento Baku World Challenge, num novo
O evento recebeu recentemente uma nova data e terá lugar
Series, com a presença confirmada da equipa ACL by Rodrive

Rodrive em
em Espanha, com a presença da equipa ACL by Rodrive,
como habitualmente grandes disputas em pista,
final. Para apimentar ainda mais as actividades e baralhar os
na região levou a que de facto este evento tenha tido belos
muito favoráveis para a Rodrive.
ainda estava na grelha de partida para a Qualifying Race, a
e todas as outras equipas, foram surpreendidas com uma
piso molhado. Felizmente, as afinações do Lamboghini
pista e Matheus Stumpf, que assumiu a largada, mostrou um
rodar na 5ª posição e ser lider da categoria Pro-Am. Com a
de pneus para a segunda parte da corrida passava pela
a estratégia correcta pois a chuva voltou a cair em Navarra,
com um 9º lugar geral e 4º da categoria Pro-AM.
afastadas e o Lamborghini com apoio técnico da Veloso
reunidas as condições para a obtenção de mais uma
vez realizada por Patrick Cunha, a nossa viatura viria a ser
de posições e foi obrigada a rumar ás boxes para reparações
Estava assim totalmente condicionado o resultado da prova, e
e amealhar mais alguns pontos dentro da sua categoria,
geral.
a sua competitividade e validade deste projecto, os
os pilotos com este desfecho. Para Patrick Cunha “…na
no meu turno, simplesmente apresentaram-se como
em pista e conseguir a melhor classificação possível depois
melhor classificados dos carros que adoptaram pneus slicks.
voltamos a não ter sorte, levei dois toques poucorodrive press_FIA_GT_Navarra_07_efabre_1Rodrive press_FIA_GT_Navarra_07_efabre_2
perdendo várias voltas. Ficou o registo da nossa rapidez
importantes pontos da categoria”.
pelos desfechos de hoje, “…tive alguma incógnita quando a
com pneus de chuva, mas senti logo que o carro estava
até chegar a um excelente 5º lugar e líder da Pro-Am a
que a melhor solução seria optar por pneus de seco e isso
uma boa classificação. Na corrida da tarde, infelizmente não
no acerto que tínhamos, mas pouco depois da largada o
boxe, onde perdemos muitas voltas. Restou voltarmos a pista,
. Na última corrida vamos continuar a procurar um pódio, que
interessante cenário, em Baku, capital do Azerbaijão, que vai
circuito citadino desenhado para o efeito naquela cidade.
de 22 a 24 de Novembro e vai encerrar o campeonato FIA GT

 

EIS OS NOVOS NISSAN MICRA E NOTE

EIS OS NOVOS NISSAN MICRA E NOTE

 

 

Foi na passada sexta feira que a Nissan apresentou na cidade do Porto, os seus novos Micra e Note, cujas primeiras imagens hoje apresentamos.Dentro de dias iremos falar de forma mais detalhada destas duas novidades do segundo maior construtor nipónico.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 1963FOX 1964FOX 1965FOX 1966FOX 1967FOX 1968FOX 1969FOX 1970FOX 1971FOX 1972FOX 1973FOX 1974FOX 1975FOX 1976FOX 1977FOX 1978FOX 1979FOX 1980FOX 1981FOX 1982FOX 1983FOX 1984FOX 1985FOX 1986FOX 1987FOX 1988FOX 1989FOX 1990FOX 1992FOX 1993FOX 1994FOX 1995FOX 1996FOX 1997FOX 1998FOX 1999FOX 2000FOX 2001FOX 2002FOX 2003FOX 2004FOX 2005FOX 2006FOX 2007FOX 2008FOX 2009FOX 2010FOX 2011FOX 2012

 

DTM - HOLANDA

DTM - HOALNDA

 

FARFUS VENCE CORRIDA

 

MAS TITULO PARA ROCKENFELLER

 

dtm1dtm2dtm3dtm5dtm6dtm7dtm8dtm9dtm10dtm11dtm12dtm14dtm20dtm21dtm22dtm23dtm24dtm25dtm30dtm31dtm32dtm33dtm34

O BMW de Farfus Junior foi o vencedor da jornada do DTM na pista holandesa de Zandvoort, mas o titulo de campeão foi para o Audi de Rockenfeller.

 

VIDAL JUNIOR SEM SORTE

VIDAL JUNIOR SEM SORTE

 

 

Daniel Vidal Junior não teve sorte nenhuma , pois hoje em Benguela(Angola), fruto de problemas de travões acabaria por ter uma saida de pista, indo bater contvidal1vidal2vidal3vidal4vidal5vidal6vidaljrra uma Hiace estacionada.Daqui surgiram uma série de danos no Radical SR 8, cujas imagens apresentamos, na tentativa da recuperação para a prova da tarde.

 

CUNHA SEM SORTE EM NAVARRA

CUNHA SEM SORTE EM NAVARRA

 

 

Muito azar pa um fim de semana só...a corrida de qualificação a equipa optou por pneus sliks no meu turno e não consegui o ritmo de pneus de chuva a pista tava muito molhada e impossivel...mas mesmo assim conseguimos 4' da categoria 9' da geral... Chegamos a corrida larguei bem em 9' chegamos a curva 3 e encostamos nos todos uns aos outros afectado me um pouco a direcção mas mesmo assim deu pa continuar quando cheguei no final da 1' volta levei um toque violento que empenou a roda trás direita onde tive que vir as boxes e perder 7 voltas para por o carro direito o que nos condicionou a corrida toda.
São corridas mas ficou provado pelos tempos que fizemos que temos andamento não só pa lutar pela categoria mas tb nos mostrar a geral...
Venha a próxima corrida do FIA no Azerbaijão em Baku dia 22 a 24 de Novembro a ver se corre melhor

TT EM ANGOLA

 

Rali Festas da Cidade de PORTO AMBOIM



pa2144101pa4932101pa7124101pa7626101

O 7º rali do CARR será realizado nos próximos dias 5 e 6 de Outubro em Porto Amboim.

O rali está integrado nas Festas da Cidade de Porto Amboim e terá o apoio da Comissão de Festas, da Administração bem como das empresas UNICAR e EKIPAS (ambas de ex-pilotos).

Esta será a 2ª prova do POLARIS CUP.

Haverá 2 Especiais, Tango com 30 km e Kiassala 20 km. O prologo será realizado nos primeiros 8 km da Kiassala.

Alguns pisos são bastante trialeiros, mas também haverá pisos rápidos sem grandes rectas.

No sábado, depois do prologo, os pilotos terão que dar 2 voltas às 2 Especiais e depois das 18.30 mais uma volta na famosa “nocturna de Porto Amboim”.

Anexamos o Boletim de Inscrição.

Contamos com a estreia do Mitsubishi Pajero do Romulo e da renovada Mazda BT50 que se mudou para o Lubango e será pilotada pelo Sandro Dias.

A nível de pilotos esperamos pela presença do Kupapata e do Pa….er, ambos em Polaris RZR. Também Mauro Veiga vai regressar mas na classe E1 com o JocSport.

As inscrições só serão aceites até 1 de Outubro ao preço de 15.000 kz para a conta da EKUIPA do Banco Keve, conta nº 3203007, NIB 0047 0000 032007101 30 ou IBAN AO06 0047 0000 03203007101 30. Não vai ser possível aceitar inscrições de ultima hora devido á elaboração da Carta de Controlo.

Não há quartos em Porto Amboim, mas para acampar não faltam sítios.

A Administração de Porto Amboim preparou a Escola do Tango com balneários, agua corrente e energia eléctrica. Só falta mesmo é agua quente.

O Restaurante Farol na Marginal de Porto Amboim também disponibiliza as casas de banho e o chuveiro junto à praia.

E por fim o piloto de Porto Amboim, Armando Lebre, está a preparar o seu estaleiro junto à praia para que toda a caravana de campistas se instale comodamente.

O Programa definitivo será divulgado durante a próxima semana.

Os fotógrafos têm bastantes locais de fácil acesso para fazer os melhores clicks e apresentarem as melhores fotos ao concurso FOTORALI by CARGO.

 

GRANCHA EM 2º LUGAR NO PRÓLOGO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato de Portugal de Todo o Terreno

 

Pedro Grancha em 2º lugar do prólogo

  • Prólogo marcado por forte chuvada
  • Dupla Pedro Grancha/Inês Ponte ocupa 2º lugar no Campeonato

 

Aos comandos do BMW Evo X1 inscrito pela equipa PMG Motorsport, a dupla Pedro Grancha/Inês Ponte completou hoje a primeira etapa da Baja TT Idanha-a-Nova no 2º lugar. Nesta que é quinta e penúltima etapa do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, onde a dupla ocupa a segunda posição, o dia de hoje ficou marcado pelas fortes chuvadas que tornaram muito difícil a dupla passagem pela Super Especial de 9,04 km de extensão.

 

 “Na primeira passagem tivemos uma ligeira saída de estrada que nos fez perder alguns segundos, mas que não teve mais nenhuma consequência para além do tempo perdido. O piso estava muito escorregadio e forçou-nos a ser ainda mais cautelosos”, explica Pedro Grancha que acrescenta. “Na segunda passagem correu tudo bem e isso permitiu-nos chegar ao 2º lugar. Não é que me importasse de sair para a corrida da terceira posição, mas ficou satisfeito por termos alcançado este resultado”.

 

Amanhã na Baja TT Idanha-a-Nova será disputado um sector seletivo com uma distância total de 325 km.

 PedroGrancha Idanha_01prlogoPedroGrancha Idanha_02prlogoPedroGrancha Idanha_03prlogo

 

COPA PETROBRAS - BRASIL

 

J.Star Racing recebe no box da equipe alunos da UNIP nesta sexta-feira em Brasília


Neste domingo No domingo acontecem as corridas da quinta etapa da Copa Petrobras de Marcas, previstas para as 9h05 e 12h47

Um grupo de alunos do Curso de Jornalismo da UNIP - Universidade Paulista de Brasília (DF), esteve no box da equipe J.Star Racing nesta sexta-feira (27/09), no Autódromo Nelson Piquet, onde acontece a rodada dupla válida pela 5ª etapa da Copa Petrobras de Marcas. Na oportunidade eles puderam conhecer um pouco do trabalho dos pilotos e mecânicos, na preparação e desenvolvimento dos veículos Chevrolet Cruze de competição utilizados na edição 2013.

O piloto Thiago Marques que já competiu na Stock Car e está desde a primeira edição na Copa Petrobras de Marcas, contou um pouco de sua experiência no automobilismo. Além disso, explicou para a turma de jornalismo as diferenças de um carro de rua e um de competição. Além disso, mostrou no Chevrolet Cruze #1 que utilizará no final de semana, todos os equipamentos dos veículos, como os reforços e os itens de segurança utilizados. O piloto Marcus Leão também esteve presente e falou para o grupo sobre a sua expectativa para a estreia na equipe J.Star Racing e na categoria.

Estiveram presentes 13 alunos do 1º ao 6º período na visita à equipe. "O nosso objetivo enquanto instituição de ensino é mostrar para os alunos as várias alternativas que a profissão oferece. O curso de jornalismo é bastante amplo, oferece várias opções de atuação, pode ser assessor de imprensa, repórter de um jornal, trabalhar no rádio, na tevê, ser fotógrafo, além das áreas diversas como, esportes, economia, política, cidades, tecnologia e assim por diante. Estamos mostrando um pouco do que é essa prática no dia a dia para que eles vejam as opções que existem e para saberem as que melhor se adaptam. E, principalmente, as quais gostariam de atuar e procurem seu lugar ao sol futuramente", declara a coordenadora do curso de Comunicação Social da Universidade Paulista, Raquel Sacheto.

O jornalista Milton Alves, reuniu o grupo na sala de imprensa e contou um pouco como é realizada a organização e divulgação do evento e, também, como funciona a supervisão do trabalho das demais assessorias de imprensa, repórteres, fotógrafos, cinegrafistas e mídias credenciadas que acompanham um campeonato como a Copa Petrobras de Marcas e a Stock Car promovidas pela Vicar.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Programação - Copa Petrobras de Marcas - 5ª etapa (Brasília):

Sábado - 28 de agosto
08h40 - 08h50 - Shake Down
09h50 - 10h35- 1º Treino livre - Grupo "A"
10h45 - 11h30- 1º Treino livre - Grupo "B"
12h30 - 13h15- 2º Treino livre - Grupo "A"
13h25 - 14h10- 2º Treino livre - Grupo "B"
16h10 - 16h20- Classificação

Domingo - 29 de agosto
Corrida 1
09h05 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
09h40 - Pódio
11h15 às 12h00 - Visitação aos boxes

Corrida 2
12h47 - Largada (30 minutos de prova + 1 volta)
13h20 - Pódio



Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo:

Etapa 1 - 02 de junho - Brasília/DF
Etapa 2 - 16 de junho - Cascavel/PR
Etapa 3 - 11 de agosto - Ribeirão Preto/SP
Etapa 4 - 1º de setembro - Cascavel/PR
Etapa 5 - 15 de setembro - Velopark/RS

Etapa 6 - 20 de outubro - Curitiba/PR
Etapa 7 - 10 de novembro - Brasília/DF
Etapa 8 - 15 de dezembro - Interlagos/SP



 

LOPES EM 4º

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

João Lopes foi 4º em prólogo enlameado

Valter Martins e Luís Caseiro em dificuldade 

 

Marcado por uma forte chuvada, disputou-se hoje o prólogo da Baja TT Idanha-a-Nova, a 6ª jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013. O Campeão Nacional João Lopes, acompanhado de Bruno Santos, aos comandos de um Polaris Ranger RZR XP de chassis longo, averbou o 4º melhor tempo a apenas 4s da terceira melhor marca.

 

O piloto de Torres Vedras e da equipa JL Racing, que já averbou duas vitórias nas cinco provas anteriormente disputadas, superou sem grande dificuldade a forma adversa como os 9,04 km de extensão da super-especial se apresentaram.

 

“Estas três semanas antes desta prova foram muito mais complicadas que este prólogo. Tivemos de trabalhar arduamente para ter o carro em condições para esta corrida, mas tudo indica que a nossa máquina está de novo de excelente saúde. Pistas enlameadas fazem parte do todo-o-terreno e prefiro-as assim do que quando levantam muito pó e tornam as ultrapassagens extremamente complicadas. O 4º lugar é uma boa posição para partir para uma corrida com estas características, salientou João Lopes o piloto da JL Racing.

 

A equipa JL Racing conta ainda nesta Baja TT Idanha-a-Nova com a dupla Valter Martins/Bruno Alvarinhas e o piloto conimbricense Luís Caseiro, mas ambos tiveram problemas que os impediram de repetirem as boas prestações a que já nos habituaram. Amanhã a competição reparte-se por dois sectores seletivos, o primeiro com uma extensão de 162,5 km e o segundo com 62,09 km.

 Lus CaseiroJoo Lopes

 

MAIO EM 2º NO PRÓLOGO

 

Baja TT Idanha-a-Nova

27 e 28 de Setembro

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013

 

António Maio em 2º no Prólogo

 

Frederico Fino estreou nova Yamaha com um 5º lugar

 

António Maio averbou esta tarde a segunda posição no prólogo da Baja TT Proença-Oleiros, a sexta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2013. Um resultado que irá permitir ao piloto da Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy ter um maior controlo da corrida que amanhã se disputa. De salientar que António Maio lidera a classificação geral do Campeonato em igualdade de pontos com o atual campeão Mário Patrão piloto que foi o mais rápido na Super Especial hoje disputada.

 

“Normalmente gosto de sair na frente e por isso tento sempre ser o mais rápido no prólogo. Todavia desta vez e face as condições em que as pistas se vão apresentar amanhã, depois da forte carga de água que hoje caiu aqui em Idanha é claramente mais vantajoso sair atrás” salientou o piloto alentejano.

 

Na estreia da nova Yamaha, Frederico Fino averbou um interessante 5º tempo no prólogo. “A moto chegou muito recentemente e nem houve tempo para ser devidamente preparada para competição, mas queria muito testá-la e fiquei muito satisfeito com este resultado” salientou o piloto.  

 

Rui Porto Nunes que alcançou o 5º lugar da Classe Promoção completou o prólogo no Top 20.  A formação apoiada pela Yamaha contou ainda com a participação de Rui Ventura (24º) , Miguel Guerra (29º) e Miguel Navarro (32º).

 

A Baja TT Idanha-a-Nova prossegue amanhã, Sábado, onde vão ser disputados dois sectores seletivos, o primeiro com uma extensão de 162,5 km e o derradeiro com 62,09 km.

 

 Outras informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt Antnio MaioFrederico Fino

 

RAFAEL LOBATO NO MOTORSHOW

 

Rafael Lobato vai marcar presença no MotorShow Porto 2013

 

 

Pelo 3º ano consecutivo Rafael Lobato, piloto de 15 anos proveniente de Vila Real, marcará presença no MotorShow Porto, realizado em paralelo com o Salão AutoClássico.

Em exposição no seu stand estará a viatura com que competiu este ano, assim como outras atracções para todo o público que o visitar.

 

Este evento marca o fim das actividades programadas para esta época, estando o piloto já completamente focado na preparação da época de 2014 e do seu novo desafio na Velocidade nacional.

 

A realização do MotorShow permitiu reunir ao longo das dez edições precedentes milhares de pessoas aficionadas do mundo do motor em geral e dos clássicos em particular.

 

Com uma área total de exposição superior a 42.000 m2, a previsão aponta para que se superem os 30.000 visitantes da edição do ano passado deste Salão Automóvel.

 

O MotorShow ocupará dois dos pavilhões do recinto de feiras da Exponor. Um deles acolherá o paddock e o segundo disporá de um circuito com uma superfície super deslizante, que garantirá um grande espectáculo a todos os visitantes deste Salão.

 

Na passada edição cerca de 50 pilotos participaram nas diversas provas e exibições programadas, com especial destaque para o ex-Campeão do Mundo de Ralis Stig Blomqvist.

 

Desde já contamos com a vossa visita!

 

Horário:

Dia 4 - 6ª. feira : 15.00 – 21.00 horas

Dia 5 - Sábado: 10.00 – 21.00 horas

Dia 6 - Domingo: 10.00 – 20.00 horas

 

EXPONOR - Feria Internacional de Porto

Av. Dr. António Macedo - Leça da Palmeira 4451-515 Matosinhos - Portugal

GPS: 41º 12'01.29 N / 8º 41'27.65 O

 

 

NUNO MATOS EM ACÇÃO

 

Nuno Matos inicia Baja TT Idanha-a-Nova
com um positivo 3º lugar

 

Nuno Matos_Filipe_Serra_Baja_IdanhaNuno Matos_Filipe_Serra_Baja_Idanha_2_
Nuno Matos e Filipe Serra terminaram o dia inaugural da Baja TT Idanha-a-Nova num positivo 3º lugar. A chuva foi uma constante na dupla passagem pela Super Especial de nove quilómetros e com pneus pouco eficazes para a imensa lama do percurso, a dupla do Opel Mokka Proto optou por não correr riscos desnecessários. Uma etapa com 325 quilómetros é o desafio que os pilotos vão enfrentar durante a etapa de amanhã.
“Face às condições que enfrentámos, este é um resultado positivo”, começa por sublinhar Nuno Matos, no final do primeiro dia da Baja TT Idanha-a-Nova. “Nunca imaginámos que chovesse tanto e, a verdade, é que não tivemos os pneus mais eficazes para as condições que se verificaram, com muita lama”.
Na primeira passagem pela Super Especial, os pilotos do Opel Mokka Proto estabeleceram o 2º melhor tempo, “um resultado que nos surpreendeu, face às dificuldades de tração com os pneus. Sendo assim, optámos por impor um ritmo mais moderado na segunda passagem, até por acharmos que podemos tirar partido de partir um pouco mais atrás na etapa de amanhã”. O 6º tempo acaba por traduzir as precauções com que Nuno Matos e Filipe Serra enfrentaram a segunda passagem pela “especial”. Nove quilómetros que “mais pareciam um dilúvio, face à intensidade da chuva e à muita lama do percurso”.
Contabilizados os tempos na dupla passagem pela Super Especial, Nuno Matos e Filipe Serra terminaram o dia inaugural da Baja TT Idanha-a-Nova num positivo 3º lugar. “Para amanhã parece que as condições atmosféricas vão ser mais favoráveis. Vamos fazer a nossa prova, procurando impor um ritmo rápido, mas sem excessos. Gostávamos muito de chegar ao fim, até por termos consciência que estamos a participar sem as melhores condições. Infelizmente, não chegou a tempo o veio primário da caixa de velocidades que encomendámos à Sadev, pelo que o Opel Mokka Proto está equipado com uma solução de recurso que nem sequer teve tempo de ser testada”.
Ainda assim e, pese embora os condicionalismos, Nuno Matos sublinha a importância de estar à partida da Baja TT Idanha-a-Nova: “Não só pelos compromissos estabelecidos com os nossos parceiros e patrocinadores, mas porque todos os quilómetros são importantes, já que esta é a época de estreia do Opel Mokka Proto. Mas vamos a ver como as coisas correm amanhã. O projeto já provou a sua competitividade e quem sabe se amanhã até conseguimos materializar em resultados essa realidade».
Com início agendado para as 12h25, a etapa deste sábado compreende a passagem por um Setor Seletivo com 325 km. A chegada ao final está prevista para as 18h00.

 

GREAT WALL E SOUSA NA SENDA DO SUCESSO

 

Carlos Sousa e Miguel Ramalho (Great Wall) perto da vitória no Grande Rali da China

Carlos Sousa_Miguel_RamalhoCarlos Sousa_Miguel_Ramalho_2Carlos Sousa_Miguel_Ramalho_3Carlos Sousa_Zhou_Yong
Carlos Sousa e Miguel Ramalho estão a 246 quilómetros da consagração do Grande Rali da China. Os portugueses partem para a derradeira etapa do “Dakar” asiático com quase meia hora de vantagem para o colega de equipa Zhou Yong e, em condições normais, nada os impedirá de chegar à vitória. É grande, portanto, a expetativa em relação ao dia de amanhã. Está em jogo mais um importante sucesso para a dupla nacional, mas também um moralizador triunfo para a Great Wall, o maior fabricante automóvel privado da China!
Os portugueses Carlos Sousa e Miguel Ramalho estão a 24 horas de fazer história, como os primeiros vencedores do Grande Rali da China, uma espécie de “Dakar” asiático face à extensão, dureza e meios envolvidos na organização. A dupla da Great Wall parte para os 246 quilómetros que compõem a última etapa com 28m16 de vantagem sobre o mais direto adversário e tudo se conjuga para que o hino nacional se faça ouvir no maior país da Ásia Oriental, mas também o mais populoso do mundo!
Como admite Carlos Sousa, “se tudo correr normalmente, a vitória não nos escapará. Claro que, em 246 quilómetros, muita coisa pode acontecer, mas apesar da vantagem sobre o segundo classificado, vamos partir para a derradeira etapa bastante concentrados, de modo a evitarmos as eventuais armadilhas do terreno”.
Os portugueses, que venceram mais de etapa das etapas até agora disputadas, confessam a satisfação “pela forma como a prova tem corrido. Tem sido uma excelente experiência e, não raras vezes, demos por nós a imaginar que estávamos de regresso ao Dakar de África. Com as paisagens mais inóspitas, com os imensos desertos e, sobretudo, com percursos quase virgens. Não temos dúvidas que o Grande Rali da China tem
condições para ser uma das grandes provas mundiais de todo-o-terreno, ainda que tenha de rever muitas situações ao nível da organização”.
Mas para além da experiência em solo asiático, os portugueses congratulam-se com o facto de terem adquirido “algum ritmo para o próximo Dakar e, acima de tudo, desenvolvido imensos testes com o Great Wall. A marca efetuou um bom trabalho de desenvolvimento, sobretudo ao nível das suspensões. Em relação ao motor, os progressos são praticamente irrelevantes, mas talvez ainda seja possível melhorar até à próxima edição do Dakar”.
Nesse sentido, Carlos Sousa realça “o entusiasmo e a motivação dos responsáveis da marca durante estes dias. O impacto mediático da equipa tem sido incrível e eu confesso que, poucas vezes na minha carreira, dei tantas entrevistas e autógrafos. A Great Wall vive uma enorme euforia e o futuro pode ser bastante risonho, pois os seus responsáveis estão a ponderar um investimento muito mais forte e ambicioso na modalidade, nomeadamente no Dakar”.
Amanhã, sábado, disputa-se a derradeira etapa do Grande Rali da China, numa extensão de 246 quilómetros.

 

VOLKSWAGEN PREMEIA

 

Volkswagen premeia melhor Qualidade do Serviço

 

  • 100 Concessionários Volkswagen europeus galardoados, dos quais 2 portugueses

 

VSQA2013 VolkswagenVSQA2013 Volkswagen1VSQA2013 Volkswagen2

 

A Volkswagen premiou mais uma vez os seus 100 melhores Concessionários europeus com o Volkswagen Service Quality Award (VSQA).  As oficinas que alcançaram os melhores resultados em áreas como a qualidade do Serviço e a fidelização de Clientes ao longo dos últimos 12 meses receberam os seus prémios numa cerimónia realizada em Dresden.

 

LOBATO PRESENTE NO MOTORSHOW

 

   Pelo 3º ano consecutivo Rafael Lobato, piloto de 15 anos proveniente de Vila Real, marcará presença no MotorShow Porto, realizado em paralelo com o Salão AutoClássico.

   Em exposição no seu stand estará a viatura com que competiu este ano, assim como outras atracções para todo o público que o visitar.

   Este evento marca o fim das actividades programadas para esta época, estando o piloto já completamente focado na preparação da época de 2014 e do seu novo desafio na Velocidade nacional.

Clique na imagem para aumentar

   A realização do MotorShow permitiu reunir ao longo das dez edições precedentes milhares de pessoas aficionadas do mundo do motor em geral e dos clássicos em particular.
 

   Com uma área total de exposição superior a 42.000 m2, a previsão aponta para que se superem os 30.000 visitantes da edição do ano passado deste Salão Automóvel.

Clique na imagem para aumentar

   O MotorShow ocupará dois dos pavilhões do recinto de feiras da Exponor. Um deles acolherá o paddock e o segundo disporá de um circuito com uma superfície super deslizante, que garantirá um grande espectáculo a todos os visitantes deste Salão.

Clique na imagem para aumentar

   Na passada edição cerca de 50 pilotos participaram nas diversas provas e exibições programadas, com especial destaque para o ex-Campeão do Mundo de Ralis Stig Blomqvist.

Clique na imagem para aumentar

Desde já contamos com a vossa visita!

Horário:
Dia 4 - 6ª. feira : 15.00 – 21.00 horas
Dia 5 - Sábado: 10.00 – 21.00 horas 
Dia 6 - Domingo: 10.00 – 20.00 horas

EXPONOR - Feria Internacional de Porto 
Av. Dr. António Macedo - Leça da Palmeira 4451-515 Matosinhos - Portugal 
GPS:41º 12'01.29 N / 8º 41'27.65 O 

Saiba mais sobre este nosso evento aqui

 

OLIVEIRA EM DESTAQUE

 

Aragão: Modificações à Mahindra revelam decisões positivas da equipa


Único piloto português em competição regista tempos muito próximos do 1.º lugar


CW1 0983DG1 7301DG2 8564 No primeiro dia de treinos do Campeonato do Mundo de MotoGP, em Aragão, Miguel Oliveira fez o 7º melhor tempo da primeira sessão de treinos livres, terminando o dia com a 4ª melhor marca (2m00.477s), a pouco mais dos 0,676s da frente assumidos por Rins. Os testes realizados ao longo da semana, referentes aos novos componentes do chassis, revelam assim os primeiros resultados positivos em pista, confirmando as decisões da equipa.

Contrariamente ao tempo que se faz sentir em Portugal continental, foi sob condições climatéricas agradáveis e solarengas que teve início o Grande Prémio Iveco de Aragão na manhã de sexta-feira. Miguel Oliveira que na primeira sessão obteve o 7.º melhor tempo, conseguiu rodar mais rápido na segunda sessão de treinos livres, garantido o 4º. melhor tempo de Moto 3 do dia. À saída dos treinos, revelou estar satisfeito com os resultados do dia: “Hoje os treinos foram bastante positivos.”

Os segundos treinos permitiram ao piloto luso uma melhoria de tempo, comprovando a eficácia da recolha de dados efetuada, muito embora existam afinações a fazer, nomeadamente no travão-motor, como explica Miguel Oliveira: “Utilizámos algumas ideias e soluções que estavam previstas  e que parecem resultar bem. De qualquer das formas, a equipa vai ainda analisar todos os dados recolhidos em ambos os treinos, e tentar encontrar uma solução para o travão-motor, que é o que por agora nos trás algum incómodo.”

A terceira sessão de treinos livres está marcada para amanhã às 09h00 e a qualificação para as 12h35, hora portuguesa.

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt