In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


20ºSUPER BOCK SUPER ROCK

20º Super Bock Super Rock



Confirmações Palco Antena 3:

Batida
Capicua

Ciclo Preparatório
Frankie Chavez  

NBC
Keep Razors Sharp

Antena 3 desafia novos artistas para o Super Bock Super Rock
 

17, 18, 19 de Julho, Herdade do Cabeço da Flauta
Junto à Praia do Meco, Sesimbra

www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

Porque a aposta na música portuguesa continua a ser marca distintiva no Super Bock Super Rock, o Festival e a Antena 3, rádio oficial do evento, unem-se uma vez mais para que o palco da rádio apresente aquilo que de melhor está a ser feito no nosso país. O conjunto de nomes que agora se anunciam é luso de origem e diferenciado no que aos estilos diz respeito.
 

Os primeiros representarão em grande o Rock, logo no dia 17 de Julho. Influenciado por nomes como Jimi Hendrix ou Ry Cooder, Frankie Chavez, autor, muilti-instrumentista e intérprete raro, vem ao Super Bock Super Rock apresentar as suas canções, muitíssimo bem executadas, feitas de blues e folk. O sexteto Ciclo Preparatório tem também actuação marcada no Super Bock Super Rock no primeiro dia. Inspirado no pop-rock luso dos oitentas, actualiza as suas melodias, para um som moderno, redondo e cativante. Donos do disco “As Viúvas não temem a Morte”, fazem do palco um lugar feliz e de comemoração.

No dia 18 de Julho, o Palco Antena 3 terá uma mescla de estilos que assentará como uma luva. Do Porto, Capicua. Há uma década a rimar, faz do hip hop expressão preferida – extensão do coração. Com dois Lps no reportório – o último, magnífico, chama-se “Sereia Louca” (2014) -, Capicua é hoje o nome maior do hip hop nacional feito no feminino. E também a 18 de Julho os Keep Razors Sharp ainda não têm disco editado, mas ao vivo, e na grande rede, a banda, constituída por Afonso (Sean Riley & The Slowriders), Rai (The Poppers), Bráulio e Bibi (Riding Pânico, Pernas de Alicate), já mostraram para o que vêm: rock puro e duro com travos de psicadelismo e indie qb. Guitarras afiadas no lugar certo, o Super Bock Super Rock.

Por fim, apresentamos para o último dia de festival, Batida, de Pedro Coquenão, que promete incendiar o palco de electrónica, kuduro e de muitos sons com África dentro. Projecto celebratório, ao vivo apresenta cor e energia, oferecendo músicas para dançar. Outro grande vai constituir o cartaz do Super Bock Super Rock de 2014. NBC dispensa apresentações. São mais de duas décadas de carreira, num percurso sólido onde, para além dos sons que lhe são marca, elementos do rock, soul e pop têm elevado a obra do muito respeitado músico português.

E na semana em que se assinalam os 20 anos da Antena 3 (26 abril 1994), a rádio jovem do grupo RTP, rádio oficial da 20ª Edição do Super Bock Super Rock, em parceria com o Festival, lança uma iniciativa para levar um novo artista a atuar no Palco Antena 3.
Os interessados devem inscrever-se até ao dia 9 de Maio através da página online antena3.rtp.pt.
De todos os inscritos serão seleccionados 18 artistas para actuarem em 6 eliminatórias pelo país (Lagoa, Coimbra, Tondela, Ílhavo, Castelo Branco e Braga) onde se vão apresentar ao vivo. Dos 18 eleitos, apenas 1 terá a oportunidade de subir ao palco Antena 3 na 20ª edição do festival Super Bock Super Rock.
O júri é composto por Diogo Beja (Antena 3), Jwana Godinho (Música no Coração), Paula Homem (Sony Music), Gonçalo Frota (Público) e Tó Trips (Dead Combo).
Esta iniciativa conta com o apoio da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
 

Mais novidades a anunciar brevemente.

Já confirmados:

 

Dia 17
Massive Attack
Disclosure (Live)
Tame Impala
Metronomy
Jake Bugg
Panda Bear
Erlend Øye
Vintage Trouble
The Cat Empire
Frankie Chavez
Ciclo Preparatório
 

Dia 18
Eddie Vedder
The Legendary Tigerman
Cat Power
Woodkid
Cults
Capicua
Keep Razors Sharp
 

Dia 19
Kasabian
Foals
The Kills
Albert Hammond Jr.
C2C
Dead Combo
SKATERS
Batida
NBC
 



 

image

Frankie Chavez

 

Bio

O som de Frankie Chavez tem uma leveza particular. Não que se acanhe de ritmos midtempo ou de cadências mais velozes, o que se pretende dizer é que a sua música é equilibrada, limpa, com tudo a soar no lugar certo. Dos blues ao folk, há referências imediatas mas que não anulam a sua originalidade e criatividade. Ouvimo-lo e irrompem nomes como Jimi Hendrix ou Ry Cooder. Depois de se estrear com um ep homónimo (2010), estreia-se em formato lp com “Family Tree”. O disco confirma a sua competência autoral, a sua destreza como multi-instrumentista, e uma voz que se encaixa perfeitamente no modo das canções.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Family Tree "

 

image

Ciclo Preparatório

 

Bio

Sebastien, Pape, Graça, Consolação, Benedita e Constança, são os nomes que fizeram nascer, ali para os lados do Jardim da Estrela, os Ciclo Preparatório. Em 2012, com o single “Lena Del Rey”, incluído na colectânea Novos Talentos FNAC’12, deram a conhecer a sua ambição pop, com o descomprometimento que se confirmou no disco de estreia, disponível para download gratuito, “As Viúvas não temem a Morte”. As canções dos Ciclo Preparatório são leves e orelhudas qb. Chegam num jeito pueril mas com a inteligência musical de quem soube ouvir os clássicos da música rock-pop dos 80... travestindo-os para voos modernos.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"A Volta ao Mundo com a Lena d'Água"

 

image

Capicua

Bio

Do Porto herda a nascença e a pronúncia; do pai e de Zeca Afonso, o gosto pelas palavras e o amor pela língua. MC de vocação e coração, é hoje um dos nomes que imerge de imediato quando pensamos em hip hop. A rimar desde 2004, lança os Ep’s “Syzygy” em 2006 e “Mau Feitio” em 2007. Depois veio a mixtape “Capicua goes Preemo”. Há um par de anos estreia-se com um lp homónimo. Por lá, instrumentais de D-one, Xeg, Sam the Kid, entre outros. Da clandestinidade ao êxito foi um segundo. Voltou este ano com “Sereia Louca”, confirmando o talento e o merecido reconhecimento. Capicua é a melhor das personalizações do hip hop português no feminino.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Sereia Louca"

 



 

 

image

Keep Razors Sharp

 

Bio

O cozinhado feito de psicadelismo, shoegaze e indie-rock dos Keep Razors Sharp, é feito por músicos com muita estrada, experiência e sabedoria: Afonso (Sean Riley & The Slowriders) Rai (The Poppers), Bráulio e Bibi (Riding Panico, Pernas de Alicate). A apresentação da banda vem em bandeja de ouro, com o tema “I see your face”. O disco chegará, sem tempo marcado. Não há pressas, o que vier será, com toda a certeza, imperdível.

 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"I See Your Face"

 

image

Batida

 

Bio

Batida, o produto do Angolano/Português Pedro Coquenão, começou por ser um programa de rádio com o intuito de divulgar a mais inovadora e interessante música africana. Depressa cresceu para um projecto com uma miríade de colaboradores, voando para o palco, com dançarinos, MCs escolhidos a dedo e projecções visuais vibrantes e pitorescas. Há dois anos Batida ganha disco homónimo, e por lá, com temas como “Alegria”, a felicidade e as cores do kuduro, misturam-se com a electrónica e o hip hop. O disco de estreia do produtor Pedro Coquenão, editado em 2012 pela referencial Soundway Records, foi nomeado “o disco a ouvir” pela BBC1 e oespectáculo descrito como “Fantástico” pelo The Guardian, após apresentação no WOMAD.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Alegria"

 

image

NBC

Bio

Timóteo Santos é NBC. Com duas décadas de carreira, é um dos nomes maiores e primeiros do hip hop nacional. Já colaborou com os GNR, New Max (Expensive Soul), Orelha Negra, Sam The Kid, entre outros. Discos como 'Afro-disíaco' e 'Maturidade' revelaram-lhe a capacidade rara de explorar o hip hop com os blues e o rock. O seu mais recente Ep segue a linha de um reportório invejável. Chama-se 'EPidemia' e temas como “Mudar o Castigo” rodam nas sintonias de espectro nacional com o airplay merecido.
 

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Mudar o Castigo"

 


 

MARTINSSPEED NO NACIONAL DE MONTANHA

 

MartinsSpeed renova a aposta no CPM em 2014

Vila Real, 20 de Abril de 2014

O Campeonato de Portugal de Montanha (CPM) mantém uma invejável proximidade com o público e fãs, e o bom trabalho da Associação dos Pilotos de Montanha (APPAM) tem atraído cada vez mais Equipas e Pilotos, esperando-se para 2014 ainda mais competitividade e mediatismo.
 
Contribuindo nos últimos 11 anos para a animação desta competição, aMartinsSpeed Racing Team, pluricampeã das provas de montanha, vai uma vez mais marcar presença. Depois de ter sido Campeã Nacional em 2011, Campeã Absoluta em 2012 e vice-Campeã em 2013, a Equipa Vila-Realense pretende lutar uma vez mais pelas vitórias.
 
A abertura da competição em 2014 é acompanhada de um novo regulamento, com várias alterações. De destacar a divisão do Campeonato em 6 Categorias, bem como a nova pontuação, que atribui 1 ponto extra ao condutor mais rápido nos treinos oficiais e 1 ponto extra ao condutor mais rápido na subida de prova não contabilizada, mantendo-se a classificação de cada prova a obter-se pelo somatório das duas melhores subidas. De realçar ainda a passagem do Campeonato Nacional de Velocidade pela Rampa Falperra e Rampa Serra Estrela, que vai trazer ainda mais emoção à vitória final.
 

O multifacetado Piloto Joaquim Teixeira, que regista ao longo dos anos a participação com diferentes carros (Mégane Trophy, Clio Cup, BRC 02, Norma M20F, BMW 320D), mantém-se fiel ao Seat Leon SuperCopa com que se sagrou Campeão Nacional em 2011 e vice-Campeão em 2013. O piloto de natural de Murça muda-se, no entanto, para a nova Categoria 5, onde pode competir com viaturas do mesmo calibre, já que a Categoria 1 mantém os GT's e os Super2000.
 

O Piloto Flaviense Luís Nunes, que regressou em bom plano às competições em 2012, com o 3º lugar no CPM, este ano vai apenas marcar presenças esporádicas com o seu Renault Clio Cup R3, por motivos profissionais.
 
Para Luís Martins, Diretor da Equipa: “O Campeonato de Montanha faz parte do ADN da minha equipa e, em 2014, voltamos a estar presentes. Será um ano de enorme competitividade, mas como sempre, com o máximo de rigor, profissionalismo e empenho, o nosso objetivo é lutar pelas vitórias.”
 
A equipa renovou o apoio da MIDLAND para 2014, uma empresa líder na área da Radiocomunicação e Action Video Cameras, parceria que vai permitir apresentar no CPM várias novidades nesta área.
 
nova temporada arranca a todo o gás no próximo dia 27 de Abril(Domingo), com a realização da Rampa da Penha I - Guimarães, a prova de rampas mais antiga de Portugal (desde 1929). 

-FIM-

Traçado - Rampa da Penha
Estrada Nacional 101-2, com partida ao Km 3,87 e chegada ao Km 6,65 perfazendo um total de 2,78 Kms, com uma inclinação média do percurso do percurso de 6,7% e a diferença de nível entre a partida e a chegada de 179 metros. 
 
Programa Competitivo
27 de Abril, 10h00: Inicio dos Treinos Oficiais
27 de Abril, 11h00: Inicio das Subidas de Prova (3 sessões)

Tempos Online
http://www.demoporto.com
 

Calendário CPM 2014
Abril 26 e 27     RAMPA DA PENHA 1
Maio 10 e 11    RAMPA DA FALPERRA
Junho 07 e 08  RAMPA SERRA DA ESTRELA / COVILHÃ
Julho 05 e 06   RAMPA PORCA DE MURÇA
Julho 26 e 27   RAMPA DA CAPITAL DO MÓVEL
Set 06 e 07      RAMPA DO CARAMULO
Set 20 e 21      RAMPA DA PENHA 2
Out 25 e 26      RAMPA SRA. DA GRAÇA
 

 

AUMENTOU TRAFEGO NAS AUTO ESTRADAS

Tráfego da Brisa Concessão Rodoviária aumenta 1,7% no 1.º trimestre

O crescimento de 1,7% no tráfego médio diário segue-se a uma subida de 2,4% no quatro trimestre de 2013 e a quebras de 0,6% no terceiro trimestre de 2013 e de 4% no segundo trimestre de 2013.

"Depois de três anos consecutivos de queda, verificou-se um crescimento positivo de 1,7% do tráfego, o qual, descontando os efeitos de calendário, corresponde a um crescimento orgânico de 4,6%", afirmou o administrador financeiro (CFO) da Brisa, João Azevedo Coutinho, numa declaração escrita enviada à Lusa.

Agência Lusa

 

MONTEIRO AMBICIONA PÓDIO NA HUNGRIA

Tiago Monteiro ambiciona novo pódio na Hungria

Tiago Monteiro prepara-se para enfrentar este fim-de-semana a terceira jornada da temporada do WTCC na Hungria, duas semanas depois de ter conseguido o primeiro pódio da época ao volante do Honda Civic. Num circuito com características muito especificas, o piloto português espera continuar o processo de evolução da sua máquina ao mesmo tempo que continua a somar pontos para as contas do campeonato, mas sobretudo, manter-se na luta pelos lugares do pódio.
Desde a última prova em França, toda a estrutura da Honda focou-se no desenvolvimento do carro procurando torná-lo mais competitivo: 
"Apesar de 15 dias ser muito pouco tempo, a equipa esteve, a fazer ajustes no Civic que acreditamos possam fazer diferença e diminuir a desvantagem para os nossos adversários. Vai ser ainda uma prova muito difícil, até porque este foi um circuito onde a concorrência testou bastante durante os meses de Inverno. Mas não vamos facilitar", começou por dizer Tiago Monteiro. 
Assim, o foco do piloto português a ser: "Terminar as corridas nos pontos e continuar a evoluir o carro. Se aliado a estes pressupostos conseguirmos lutar pelos pódios, será o cenário ideal. Vamos ver o que nos reserva esta prova. As expectativas são elevadas e a vontade de fazer melhor uma constante", concluiu Tiago consciente que não terá a tarefa facilitada mas que nem por isso cederá à hegemonia demonstrada pelos adversários. 

 

FELIX DA COSTA ANSIOSO

A minha motivação é enorme e estou ansioso pelo inicio do fim-de-semana no meu BMW M4 DTM. Tratando-se de um campeonato tão competitivo, com um nível de pilotos de topo mundial e por ser a minha estreia no DTM é dificil prever resultados mas nesta primeira corrida quero essencialmente aprender o mais possivel e se possivel trazer alguns pontos para casa!

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

TROCA DE PILOTOS NO CNV

 

É um dos momentos mais aguardados na prova do Nacional de Velocidade em que surge a trFOX 7142FOX 7143FOX 7144FOX 7145FOX 7146FOX 7147FOX 7148FOX 7149FOX 7150FOX 7151FOX 7152FOX 7154FOX 7155FOX 7157FOX 7158FOX 7159FOX 7160FOX 7161FOX 7163FOX 7164FOX 7165FOX 7166FOX 7167FOX 7168FOX 7169FOX 7170FOX 7171FOX 7172FOX 7174FOX 7175FOX 7176FOX 7177FOX 7178FOX 7179FOX 7180oca de pilotos, conforme as imagens anexas.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

NI AMORIM ESTEVE EM BRAGA

NI AMORIM ESTEVE EM BRAGA

 

Ni Amorim foi um espectador atento à prova do campeonato Nacional de VElocidade, em especial às barchetas que alinharam.Será que o piloto do Porto está a pensar voltar a correr?

 

TFOX 7182exto e foto de JOão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

JOÃO PINA CARDOSO AINDA INDECISO

JOÃO PINA CARDOSO AINDA INDECISO

 

João Pina Cardoso quer voltar de forma efectiva às corridas, e no circuito de Braga passado fez uma prova ao volante do Ford Escort de Miguel Ferreira, como uma espécie de teste como nos cponfirmou " é verdade, mas ainda estou a estudar o que irei fazer, poderá ser um projecto com o Miguel Ferreira, mas há ainda outras ideias em mente", disse-nos.FOX 7198FOX 7199

 

HUGO SANTOS NO PÓDIO

 

Hugo Santos conquista pódio
para a KTM em Ponte de Sor

 

Hugo Santos_Pdio_Ponte_de_Sor_30_de_Abril_de_2014Hugo Santos_Ponte_de_Sor_30_de_Abril_de_2014
Batquipa MXO KTM foi protagonista na passagem do
“Nacional” de Motocross pelas planícies alentejanas
Hugo Santos, Diogo Gil e Sandro Lobo estiveram em bom plano na
passagem do Campeonato Nacional de Motocross pela regressada pista de
Ponte de Sor, por ocasião da terceira jornada da temporada de 2014.
Os pilotos da equipa lisboeta conseguiram tirar partido de um fim-desemana
isento de contratempos para somar três pódios ao palmarés
desportivo da formação representante da KTM em Portugal.
Campeão em título, Hugo Santos conseguiu finalmente uma jornada
completa ao terminar ambas as mangas alentejanas no terceiro lugar, tanto
na categoria MX1 como em Elite, sempre na luta pela ascensão ao segundo
posto que lhe escaparia na primeira corrida por menos de um segundo.
“Foi bom poder estar de volta a uma prova isenta de contratempos.
Este ano ainda não tinha feito uma única corrida completa, o que me
tem impedido de estar num melhor ritmo. As coisas estão a
melhorar e quero chegar à próxima corrida ainda mais
entusiasmado pelos resultados”, referiu Hugo Santos.
Diogo Gil conseguiu em Ponte de Sor o quinto posto final por entre os
pilotos juniores, décimo quinto da classe MX2, ao passo que o “pequeno”
Sandro Lobo foi vencedor incontestável na categoria de Infantis, escalão B.
O “Nacional” de Motocross regressa ao ativo a 8 de Junho na Moçarria.

 

MARQUES CONTINUA A CORRER FORA DE PORTUGAL

 

Mauro Marques aposta nos GT3 para 2014 

PR012014

O jovem piloto famalicense Mauro Marques, que nos dois últimos anos tripulou com sucesso um Aston Martin Vantage V8 nos campeonatos português, ibérico e europeu da categoria GT4, vai em 2014 repetir a aposta nos GT, mas desta feita optando pela categoria onde competem os carros mais potentes, a GT3.

Mauro Marques esteve recentemente em Inglaterra, ondetestou no Circuito de Silverstone,um Audi R8 LMS GT3 da equipa britânica Blendini Motorsport. O piloto luso vai disputar algumas provas no estrangeiro, inserido como referido, na categoria GT3.

A minha primeira experiência com este carro correu muito bem, sinto que foi um teste muito positivo. Apesar do péssimo tempo que se fez sentir, com muita chuva, deu para ver que o carro é muito bom. O Audi R8 GT3é muito diferente do Aston Martin que conduzi, muito mais potente e obviamente bem mais rápido, o que constitui um aliciante desafio para 2014.” Começou por dizer o jovem piloto de apenas 21 anos.

Devido ao mau tempo que estava em Silverstone, não pude rodar tanto quanto queria, pelo que tenho já agendado novo teste com a mesma equipa e com o Audi R8 LMS GT3 para breve, sendo que nessa altura definirei o plano de participações para esta época.“ Disse ainda Mauro Marques.

Ainda em aberto está a possibilidade de Mauro Marques participar em outras provas de GT, tudo dependendo dos novos testes a efectuar e das negociações que ainda decorrem. Adivinha-se por isso um ano exigente para o piloto português, com novos e difíceis objectivos, assim como muitos e aliciantes desafios.

 

HOMENAGEM A AYRTON SENNA

HOMENAGEM A AYRTON SENNA

 

Na vespera do 20º aniversário da morte de Ayrton Senna na pista italiana de Imola, a Azur, uma companhai de aviação brasileira, em homenagem ao piloto, pintou uma das suas aeronaves, tal como mostram as imagens do mesmo.AVIAOSENNAAVIAOSENNA2AVIAOSENNA3AVIAOSENNA4AVIAOSENNA5AVIAOSENNA6AVIAOSENNA7AVIAOSENNA8AVIAOSENNA9AVIAOSENNA10AVIAOSENNA11AVIAOSENNA12

 

RALIS NO BRASIL

Especiais inéditas testarão todo o talento dos pilotos e navegadores no Rally de Ponta Grossa

 

Valendo como segunda etapa do Campeonato Paranaense de Rally, o Rally de Ponta Grossa será disputado neste dia 03 de maio em 90 km de novas especiais.

 

Com um misto de terra batida, cascalho e areia as especiais do Rally de Ponta Grossa colocarão à prova o talento das duplas e o desempenho dos carros na segunda etapa do Campeonato Paranaense de Rally neste dia 03 de maio. 

 

Apesar da cidade já ter recebido provas de rally, esta etapa acontece em uma região inédita de Ponta Grossa. Além do piso diferenciado, trechos travados em meio às longas retas serão palco das disputas. 

 

Na categoria CBR2, para veículos 1600 preparados, os experientes pilotos Rafael Tulio e Luccas Arnone prometem um grande espetáculo para o público. Maurício Neves e Marcos Marcola também entram nessa briga pela vitória da prova. 

 

Os veículos 1600 com preparação limitada darão show na categoria CBR3. Nesta, quem promete brigar pela vitória são os pilotos Marco Malucelli, Marcos Tokarski e Tillo Trombini. Porém, Teco de Castro, em seu primeiro ano de rally, pode dar trabalho aos mais experientes.

 

“Tivemos uma ótima aceitação dos moradores das estradas por onde o rally vai passar. Muitos já programaram churrasco com família e amigos para assistir o evento”, conta o presidente do RPMC, Walter Lamarca Jr.

 

O público interessado em assistir a prova pode pegar o mapa do rally na largada promocional, que será realizada na Estação da Saudade à partir das 19h, ou no parque de apoio durante todo o sábado. Além das largadas e chagadas, existem mais três pontos para assistir a prova.

 

Confira a programação completa e baixe o mapa do rally no site www.rallypr.com.br. 

 

 

Programação

 

Sexta-feira, 02 de maio de 2014

20:30h - Largada Promocional - Estação da Saudade

 

Sábado, 03 de maio de 2014

12:00h - Saída do primeiro carro do Parque de Apoio - Centro de Eventos de Ponta Grossa

12:23h - SS1 - Ponta Grossa

12:56h - SS2 - Vila Velha

13:21h - Parque de Apoio A

14:24h - SS3 - Ponta Grossa 2

14:57h - SS4 - Vila Velha 2

15:22h - Parque Apoio B

16:25h - SS5 - Ponta Grossa 3

16:58h - SS6 - Vila Velha 3

17:23h - Parque Fechado - Centro de Eventos de Ponta Grossa

18:30h - Premiação

 

 

Classificação do Campeonato

 

CBR2

1) Rafael Tulio / Gilvan Jablosnki22 pontos

2) Marcos Marcola / Gilson Rocha18 pontos

3) Heitor Pavesi / Felpe Costa15 pontos

4) Jean Pimentel / Thiago Osternack12 pontos

5) Luccas Arnone / Andrey Karpinski11 pontos

 

CBR3 

1) Marco Malucelli / Guilherme Trombini23 pontos

2) Hamilton de Castro / Tony Matias18 pontos

3) Jeann Schaikoski / Jefferson Valdes15 pontos

4) Leo Zettel / Fred Zettel12 pontos

5) Marcos Tokarski / Kana Ribeiro10 pontos

 

Acompanhe todas as notícias e informações pelos nossos canais oficiais:

www.rallypr.com.br  

www.facebook.com/RallyPR 

www.twitter.com/RallyParana 

www.instagram.com/rallyparana

 

Para a realização do Campeonato Paranaense de Rally o RPMC conta com patrocínio da Peugeot Le Champ – uma empresa do Grupo Le Lac, Central Produção Digital e apoio da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa, Protecta Corretora de Seguros, Consórcio Servopa, Restaurante Madalosso, Chronosat, WZ Studio e Super Buggy.

 

 folder programao_rally_de_ponta_grossa_-_dentrolucas arnone_jose_mario_dias_foto_4

 

GONÇALO ARAUJO -PILOTO DO ANO AUTOSPORT

 

GONÇALO ARAÚJO “ Piloto do ano Auto/Sport no CPSP “

Foi com enorme satisfação e orgulho que recebemos a notícia da vitória de Gonçalo Araújo na nomeação para Piloto do ano na categoria de sport-protótipos.

Como é sabido a Araújo Competição desde sempre direccionou a sua presença no 
automobilismo nacional no sentido de apoiar jovens pilotos.

Seguindo esta linha a Araújo Competição tinha nomeados quatro pilotos, César Machado, Francisco Abreu, Gonçalo Araújo, Gonçalo Inácio.

Gonçalo Araújo é um valor seguro do automobilismo nacional, tendo começado no Karting junto de pilotos como Filipe Albuquerque, Álvaro Parente entre outros, fez a sua carreira com muito esforço e dedicação, tendo apesar das dificuldades, conseguido vários títulos e granjeado o respeito dos seus adversários. 
No seu vasto palmarés com sete títulos, Gonçalo Araújo é nomeado no ano mais difícil da sua carreira, em 2013 Araújo como elemento com grande importância na estrutura de Araújo Competição, teve trabalho extra muitas vezes comparecendo na grelha de partida 
praticamente sem dormir, após ter estado a ajudar os mecânicos a resolver problemas nos carros dos seus colegas

Em 2014, a Araújo Competição possivelmente não poderá ajudar Gonçalo Araújo a revalidar o titulo, pois como é sabido a FPAK ao integrar no CNV as provas de Rampas condicionou o campeonato, sendo a posição da equipa não efectuar as mesmas pois esta medida veio encarecer o CNV além de acharmos ser muito perigoso participar numa categoria na qual não temos vocação, e em nosso entender não se integra no Campeonato Nacional de Velocidade.

A Araújo Competição deseja aos pilotos que juntamente com Araújo foram nomeados e que por razões várias já não integram a equipa, as maiores felicidades e os que não estão presente que retomem o mais breve possível.GONC

 

SUCESSO DA GARAGEM AURORA NAS ILHAS CANÁRIAS

 

CAMPEONATO DE ESPANHA DE RALIS

 

GRAN CANARIA

 

SUCESSO DA GARAGEM AURORA NAS ILHAS CANÁRIAS


Há uns anos a esta parte, que a Garagem Aurora tem sob a sua responsabilidade a preparação de motores e chassis Porsche 911 para o Campeonato de Espanha de Ralis. Assim desta feita, três dos carros preparados pela Garagem Aurora, alinharam no Rali da Gran Canária, onde conseguiram ocupar as três primeiras posições. Por isso Eduardo Santos Júnior estava deveras satisfeito com o resultado “ isto é o culminar de um trabalho feito por toda a equipa, pois conseguimos as três primeiras posições neste rali, o que  é um feito para nós, sendo um excelente resultado, para os nossos pilotos”.

 

 

Segundo Eduardo Santos Júnior “ como o mercado em Portugal está um bocado estagnado em termos de trabalho, levou-nos a procurar outros mercados, e neste caso, o mercado espanhol ter sido bom para a Garagem Aurora, culminando neste resultado histórico, e agora há que consolidar estes resultados e partir para outros mais ambiciosos “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL

AURORA

1º Jesus Ferreiro – Javi Anido – Porsche 911

2º Fernando Pinero – Dani Alvarez

3º Júlio Borja – Adrian Vasquez

 

BALANÇO POSITIVO PARA A RP MOTORSPORT

 

RAMPA DA PENHA 1

 

 

BALANÇO POSITIVO PARA A RP MOTORSPORT NA RAMPA DA PENHA


FOX 8069

Balanço positivo para o desempenho da RP Motorsport no passado fim de semana na rampa da Penha, jornada inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, onde teve em prova o Opel 1904 Sr de  Pedro Couceiro.

Segundo Ricardo Pereira “ correu tudo muito bem sem contratempos, o Pedro esteve bem, sendo muito constante nos tempos que fez nas três subidas com 1.53.249, 1.53.816 e 1.53.709 respectivamente.”

Em relação ao carro “ pouco ou nada houve a fazer, verificar níveis, meter combustível, e andar, aliás o Pedro Couceiro com o carro que tinha não tinha qualquer hipótese de ir buscar o Ford Escort do Francisco Marrão, que ficou classificado à sua frente,  carro esse bem mais evoluído, mas o mais importante é que correu tudo pelo melhor, sem sobressaltos”, confirmou-nos.

 

11ºSALÃO AUTOMOVEL DO CLUBE PENAFIDELENSE DE AUTOMOVEIS ANTIGOS

 

11º SALÃO AUTOMOVEL DO CLUBE PENAFIDELENSE DE AUTOMOVEIS ANTIGOS

 

Vai ter lugar no fim de semana de 14 e 15 de Junho a 11ª edição do Salão Automóvel do Clube Penafidelense de Automóveis Antigos que irá decorrer no local habitual das edições anteriores. Não será demais referir que a edição do não passado registou novo recorde de visitantes com números bem próximos dos 15.000, o que segundo Adriano Campos um dos responsáveis desta agremiação” aos poucos temos todos os anos vindo a aumentar o número de visitantes, para a edição deste ano, estamos a reservar algumas surpresas para o publico, que vai com certeza gostar muito. Para além dos carros habituais, vamos este ano tentar expor mais carros de competição, sendo assim uma forma do publico poder ver mais de perto alguns destes carro, podendo mesmo interagir com os mesmos, assim como com os seus pilotos. Pretendemos assim que esta edição seja mais um sucesso, marcando a nossa posição no seio das exposições organizadas no norte de Portugal”, disse-nos.

 11Salo Automovel

 

KARTING BRASIL

 

Jonathan Louis próximo do 41º título na carreira

O fim de semana deixou o piloto Jonathan Louis (Techspeed / Bisa / Tcd / Louis Representações Ltda) muito próximo de conquistar o título de número 41 na carreira. Ele venceu a segunda etapa do Sul-Brasileiro de Kart, realizada no kartódromo de Farroupilha no Rio Grande do Sul. Com a vitória na segunda rodada ele é o líder absoluto na categoria Graduados e pode conquistar pela 4ª vez o título da competição repetindo a façanha de 2003, 2009 e 2013.

Duas vitórias na segunda etapa do Sul-Brasileiro de Kart deixaram o piloto paranaense Jonathan Louis muito perto de conquistar o título na categoria Graduados. Mas as vitórias foram construídas ainda nos treinos livres. “Farroupilha é uma pista que conheço bem e graças a um ótimo trabalho nos últimos dois anos, onde havia vencido, entrei confiante nos treinos para testar meu equipamento e acertar o chassis com calma”, explicou Louis. A tática adotada por ele e pela equipe deu certo. Nos treinos livres ele não chegou a liderar, em compensação, na tomada de tempo, o equipamento muito bem acertado garantiu a pole com mais de dois décimos de diferença sobre o segundo colocado.

Jonathan Louis não teve problemas para vencer nas duas baterias. “Graças a um ótimo trabalho da minha equipe, não tivemos dificuldades em ganhar as corridas. Conhecemos muito bem o circuito de Farroupilha e nosso ritmo de corrida aqui sempre foi bom, tanto que conseguimos largar e abrir uma ampla vantagem para vencer nas duas baterias. Tudo isso devido ao acerto do kart feito pelo meu pai e a preparação dos motores feito pelo Tibola”, explicou o piloto.

Com quatro vitórias em duas rodadas, o título na categoria Graduados está muito próximo. “O Sul-Brasileiro é um dos campeonatos que mais gosto devido ao fato dos pontos serem corridos e a divisão de turnos também me agrada. O campeonato se torna mais justo e minha equipe, graças a Deus, está acima da média nesse ano com 100% de aproveitamento. Com a vitória no sábado, fui campeão do primeiro turno e no domingo, segundo dia de competição, ampliei ainda mais a liderança no campeonato. Isso é maravilhoso”, celebrou o líder da competição, que segue para a última etapa com a mão na taça. A decisão do Sul-Brasileiro de Kart está marcada para os dias 20 e 21 de junho, em Penha (SC).

Jonathan Louis dedicou mais estas duas vitórias para toda a equipe. “Queria agradecer muito a todos que torceram por mim em Farroupilha, a Techspeed, Seu Rogério e o Neco por todo o apoio, ao Tibola pela preparação dos motores, ao meu pai e ao Celso pela preparação de chassis, minha mãe por toda a companhia e suporte fora das pistas e a Deus por me proporcionar e conquistar todos esses triunfos. Estou muito feliz”, finalizou o curitibano.

Ainda esta semana Jonathan Louis segue para Itú, interior de São Paulo, onde participar do Top Kart. O evento servirá como preparação para o Brasileiro de Kart nas categorias Graduados e Sudam.


Credito Mario_Ferreira
 

NISSAN GT ACADEMY

 

OS PILOTOS GRADUADOS DA NISSAN GT ACADEMY TESTAM AGORA NOVOS CONTROLOS NO NISSAN ZEOD RC

 

 

OS PILOTOS GRADUADOS DA NISSAN GT ACADEMY TESTAM AGORA NOVOS CONTROLOS NO NISSAN ZEOD RC

  • Wolfgang Reip e Lucas Ordóñez já testam ao volante do Nissan ZEOD RC
  • Antigos jogadores aprendem novos controlos

Ao volante do Nissan ZEOD RC, os vencedores da GT Academy Wolfgang Reip e Lucas Ordóñez têm agora ao seu dispor um novo conjunto de botões.

Depois de terem iniciado as suas carreiras de competição a premir os botões dos comandos da PlayStation, os talentosos pilotos têm passado os dias a aprender os sistemas de controlo do Nissan ZEOD RC que irão estrear já na próxima edição das 24 Horas de Le Mans.


Imagens Relacionadas

 

 

Mais

 

Vídeo Relacionados

 

 

JET SKI NO BRASIL

 

VALDIR SCREMIN É UM DOS FAVORITOS NO

 BRASILEIRO DE JET SKI – GRAND PRIX 2014
 O paranaense radicado no Paraguai lidera a categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade. De quinta feira a domingo, ele disputa a segunda e terceira etapas da competição, em Boa Esperança (MG).

 

O paranaense de Ivaiporã, Valdir Scremin, radicado em Hernandarias, no Paraguai, é um dos favoritos para vencer a segunda e terceira etapas do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014. As disputas começam nesta quinta-feira, às 11 horas e prosseguem até domingo, na Represa de Furnas, em Boa Esperança, no Sul de Minas Gerais. Os organizadores esperam um público de aproximadamente 35 mil pessoas, somados os quatro dias de competições.

Scremin lidera a categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade e também a Super Course Turbo Limited. Ocupa a segunda posição na Runabout Turbo Limited e a terceira colocação na Super Course Turbo GP. Explicou que a meta principal é garantir o título da Runabout Turbo GP, que reúne o que existe de mais avançado em termos de equipamento e a presença de pilotos experientes. Porém, quer também brigar pelos títulos das outras três categorias.

“Em Boa Esperança vou competir com meu jet, pois em Pereira Barreto utilizei um equipamento emprestado e, mesmo assim consegui bons resultados. Acredito que o rendimento agora poderá ser ainda melhor. O que deve complicar nessas duas próximas etapas é a altitude, o negócio será tentar superar essa dificuldade, com muito empenho. Será fundamental andar bem, de preferência na frente e contar com um pouco de sorte, para obter bons resultados nessas etapas”, argumentou o paranaense.

O Campeonato Brasileiro de Jet Ski – 2014, ao término das cinco etapas programadas, definirá os pilotos que disputarão o Campeonato Mundial, de 4 a 12 de outubro, em Lake Havasu, no Arizona (EUA). Scremin lembrou está em seus planos, fazer parte desse grupo. “Gostaria muito de participar esse ano do Mundial, vamos ver se dará certo. Seria ótimo competir ao lado de grandes nomes da modalidade”, acrescentou.

Na quinta-feira a movimentação do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 será aberta às 11 horas, com treinos livres e as disputas das baterias começam às 13 horas. Na sexta-feira, as disputas têm início às 9 horas e no sábado às 13 horas. No domingo, a movimentação começa às 9 horas.

A segunda e terceira etapas do CAMPEONATO BRASILEIRO DE JET SKI GRAND PRIX 2014 - Classificatória para o Mundial de 2014 é uma realização da BJSA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE JET SKI, com homologação da IJSBA – INTERNATIONAL JET SPORTS BOATING ASSOCIATION. Produção - CPM7 FULL PROMOTION. Patrocínio – PREFEITURA DE BOA ESPERANÇA E CÂMARA MUNICIPAL.  Apoio: 51 ICE, X-FLOAT, SPETO IMPORT, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET / KAWASAKI, Site BOMBARCO, REVISTA BOAT SHOPPING, www.photojetski.com.br, FULLPOWER ENERGY, TOALHAS SÃO CARLOS, NEWPRESS VIDEO PRODUÇÕES E COPTERCAM. O evento conta com a supervisão da MARINHA DO BRASIL e CORPO DE BOMBEIROS.

Scremin22
 

ATENÇÃO LEITORES E CONDUTORES

ATENÇÃO LEITORES - É DO SEU INTERESSE

 

 

 

Formação TCC | Porto | Sábados | Inscrições Abertas!

Estão abertas as inscrições para formação de Motoristas de Transporte Colectivo de Crianças, a decorrer no nosso Centro de Formação do Porto aos Sábados:

TCC Inicial | 35hrs | 10 de Maio a 07 de Junho

TCC Renovação | 20hrs | 10 a 24 de Maio

Para mais informações contacte Luísa Oliveira | email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar | Tels. 22 10 105 82 03/ 91 619 52 03

 

RENAULT NA LIDERANÇA

 

RENAULT
À LIDERANÇA NAS REDES SOCIAIS EM PORTUGAL!

Facebook Renault_Portugal
Na sequência do trabalho desenvolvido pela agência Atelier do Caractere, a Renault é a marca do sector de automóvel com maior número de menções nas redes sociais em Portugal. Os dados são do Social Media Explorer, a ferramenta de monitorização e de análise do digital do grupo Marktest.
Quatro anos depois de dar início ao desafio de lançar a Renault nas redes sociais em Portugal, a agência de comunicação Atelier do Caractere continua a conduzir a marca a excelentes resultados. Segundo o Social Media Explorer do grupo Marktest, no primeiro trimestre deste ano, a Renault foi a marca automóvel com maior número de menções nas redes sociais, blogues, fóruns e RSS e a única do sector que integrou o Top 20 das marcas de todos os sectores de actividade.
Desde que o Social Media Explorer deu início à monitorização e análise do digital em Portugal (em Agosto de 2012), a Renault Portugal tem sido sistematicamente a marca líder do sector automóvel. Nos últimos cinco meses de 2012, a marca francesa foi a mais “popular”, à frente da BMW, Volvo, Mercedes-Benz e Honda. Em 2013, a Renault repetiu a proeza, desta vez, à frente da Opel, Mercedes-Benz, BMW e Honda, enquanto entre todos os sectores de actividade, foi a 11ª mais mencionada, à frente do Banco Espírito Santo, BMW, Caixa Geral de Depósitos, Coca-Cola, Continente, Ikea, Mercedes-Benz, Millennium BCP, Nike, Pingo Doce, Sagres, Sumol, Super Bock, TMN, Worten e Zara.
Em Março de 2010, o Atelier do Caractere introduziu a Renault nas redes sociais em Portugal e, desde essa data, que gere a página do Facebook https://www.facebook.com/RenaultPortugal; mas também do Twitter https://twitter.com/RenaultPortugal, YouTube https://www.youtube.com/user/RenaultPortugal e Scribd http://pt.scribd.com/RenaultDacia. Para além da produção e gestão de conteúdos, monitorização permanente, interacção com os membros (365 dias por ano!) e planeamento e implementação de diferentes campanhas, a agência tem ainda a responsabilidade de monitorizar a presença da Renault no digital, não apenas nas redes sociais, mas também em blogues, fóruns e RSS. Um serviço que é extensível à marca Dacia.
A parceria entre a Renault Portugal e o Atelier do Caractere traduz-se ainda na prestação de serviços de consultoria em comunicação, assessoria de Imprensa, produção e edição de conteúdos (incluindo fotografia) e organização de eventos, como as recentes “72 Horas Non-Stop Renault”, no Circuito do do Estoril, o “Renault Sport Roadshow”, ou a apresentação à Imprensa do Novo Renault Mégane.

 

AFONSO GOMES PERTO DO PÓDIO

 

Afonso Gomes mais perto da luta pelo
pódio em Ponte de Sor
Jovem piloto de Coimbra mostrou a sua evolução ao andar
nos lugares da frente da prova alentejana
Afonso Gomes disputou este fim-de-semana a segunda jornada do
Campeonato Nacional de Motocross, temporada de 2014, mostrando estar
mais perto da luta pelo pódio na deslocação a Ponte de Sor.
Aos comandos de uma KTM de 65cc, o jovem piloto de Coimbra conseguiu na
jornada alentejana mais uma prova de evolução no Motocross nacional que
apenas foi contrastada por algumas quedas.
Na primeira manga, o “pupilo” da Motogomes Racing Team rodou na primeira
metade da corrida no terceiro posto, mas duas quedas relegaram-no para a
sexta posição final. Já na segunda e última corrida do dia, Afonso Gomes
repetiu novamente a sexta posição, o que lhe valeu o quinto posto da geral
classificativa, a apenas dez pontos da subida ao pódio final.
"Foi uma boa prova, sei que estou mais rápido e a gostar cada vez mais
de andar na minha nova mota. Tenho muito para aprender ainda, mas já
começo a fazer bons resultados e isso deixa-me muito contente. Vou
continuar a treinar para melhorar ainda mais os resultados nas minhas
próximas corridas", palavras de Afonso Gomes.
O “pequeno” luso-angolano ocupa agora a quarta posição do Campeonato
Nacional de Motocross no principal escalão da categoria Infantis.
O “Nacional” de Motocross regressa com nova jornada a 8 de Junho na
Moçarria, às portas de Santarém, mas pelo meio Afonso Gomes terá novos
testes de âmbito regional, o primeiro dos quais já no próximo dia 4 de Maio
novamente no Alentejo por ocasião do “Regional” Centro-Sul de Motocross.
Acompanhe Afonso Gomes em www.facebook.com/AfonsoGomesFansPage.Afonso Gomes_Ponte_de_Sor_29_de_Abril_de_2014_1Afonso Gomes_Ponte_de_Sor_29_de_Abril_de_2014_2

 

LUIS ALEGRIA COM PLANOS PARA VOLTAR A CORRER

LUIS ALEGRIA COM PLANOS PARA VOLTAR A CORRER

 

O piloto do Porto irá voltar a envergar o seu fato de competição e o capacete esta época, a partir do circuito de Vila Real, como nos confirmou " na realidade tenho um projecto para os clássicos já a partir do circuito de Vila Real, nesta fase estou em conversações com potenciais patrocionadores, mas não sei ainda qual será o carro.Quero voltar a correr, pois recorde-se que publicamente afirmei aos jornalistas nessa altura, que enquanto Luis Pinto de Freitas estivesse à frente da FPAK eu não correria.Como isso já não sucede neste momento, em breve voltarei a correr".

 

Um regresso que se sauda.

 

Texto de João Raposo - www.velocidadeonline.comALEGRIA

 

SILVINO PIRES VAI VOLTAR

SILVINO PIRES VAI VOLTAR

 

Estando apenas como espectador na Rampa da penha, Silvino Pires irá retomar a sua participação no Campeonato Nacional de MOntanha, já a partir da rampa da Falperra, onde irá surgir ao volante do Ford Escort, que no passado foi o primeiro clássico conduzido por António NOgueira.FOX 7405

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

RAMPA DA PENHA

 

Da autoria do nosso amigo e colaborador Armindo Cerqueira da Foto GTI; aqui estão as imagens da jornada inaugural do Campeonato Nacional de MOntanha, na Rampa da Penha.

 

 

Fotos de Armindo Cerqueira - Foto GTI823410 10202138831132026_2838371989749826583_o905235 10202138830132001_5053768095086898455_o1398592 10202138827131926_542267603523482591_o1402264 10202138834292105_8921407787863801939_o1403783 10202138847452434_8176029912630703050_o1801302 10202138836492160_281429732830757584_o1890463 10202138849252479_1790192344290938372_o10007276 10202138839412233_5190611704645681705_o10011553 10202138846452409_8675861381456804455_o10256660 10202135085758394_6658417522832466000_o10259230 10202138843412333_1364784900505459418_o10295068 10202138828891970_5271542057699669487_o10295085 10202138841132276_6861105974808455278_o10295106 10202138831972047_7556654546467013966_o10295436 10202135199681242_5082519746492999727_o10321725 10202138835452134_8230938029577185371_o10333371 10202138842172302_1575124908219750196_o

 

DECADA DE GOOD YEAR EM PROVAS DE PESADOS

 

10 anos Goodyear em provas europeias de pesados 

 

A empresa celebra uma década como fornecedor de pneus para o Campeonato Europeu de provas de camiões da FIA

A Goodyear comemora o décimo ano como fornecedor de pneus para o Campeonato Europeu de provas de pesados da Federação Internacional do Automóvel (FIA). A temporada, que terá nove provas, começa em Misano (Itália) a 24 de maio. Uma vez mais, a Goodyear será o fornecedor de pneus com a medida 315/70R22.5 para todas as equipas participantes.

Os pneus de competição Goodyear são os únicos aprovados pela Federação Internacional do Automóvel (FIA), órgão regulador da competição, para o Campeonato Europeu de provas de pesados. Um camião de competição pesa no mínimo 5500 toneladas e pode alcançar os 160 km/h pelo que o papel dos pneus é fundamental. Os pneus Goodyear Truck Racing foram especialmente criados, desenvolvidos e fabricados para oferecer o melhor rendimento possível em condições extremas. Vão estar disponíveis para todos os participantes e, além do fornecimento, as equipas também vão receber apoio técnico em cada prova graças à Truck Racing Organisation (TRO) que são os organizadores das provas de pesados para todas as competições da FIA.

“Estamos satisfeitos por celebrar o nosso décimo aniversário como fornecedor de pneus do Campeonato Europeu de Pesados. Este campeonato proporciona-nos um grande palco onde podemos demonstrar a impressionante qualidade dos pneus sob condições extremas e é ideal para mostrar como as inovações que desenvolvemos para as provas, como o chip RFID, se tornam em novas tecnologias que vão ser aplicadas posteriormente nos pesados de estrada”, comentou Boris Stevanovic, diretor de marketing para pneus de pesados da Goodyear Dunlop na EMEA.

 

Os pneus para provas de pesados desta temporada não só oferecem um alto rendimento às equipas como cumprem a regulação ECE R117 para pneus de camiões com níveis restritos de resistência à rodagem e ruído exterior.

Falta apenas confirmar alguns detalhes dos pilotos participantes nesta temporada mas o que é certo é que uma vez mais será uma emocionante competição, facto que está a tornar-se habitual tendo em conta as provas dos dois últimos anos em que não se decidiu o vencedor do Campeonato até à última prova. Para complicar mais as previsões, foram registadas mudanças no apoio de fábrica de pelo menos um dos produtores top de pesados pelo que a maquinaria mais rápida não será fácil de prever.    

O Calendário da temporada 2014 do Campeonato Europeu de Provas de Pesados da FIA:

Data

Circuito

País

24-25 Maio

Misano

Itália

7-8 junho

Navarra

Espanha

21-22 Junho

Nogaro

França

4-6 julho

Red Bull Ring

Áustria

18-20 Julho

Nürburgring

Alemanha

30-31 agosto

Most

Rep Checa

20-21 Setembro

Zolder

Bélgica

4-5 outubro

Jarama

Espanha

11-12 Outubro

Le Mans

França

 

 

Sobre GoodyearTruck Racing_Tire_BRdesenvolver produtos de ponta e serviços que estabeleçam os standards da tecnologia e rendimento na indústria.

 

A gama de pneus da Goodyear Dunlop Europa para veículos comerciais e autocarros incluem mais de 400 pneus diferentes em mais de 55 tamanhos. Muitos dos principais fabricantes comerciais do mundo usam pneus Goodyear de série, entre eles a DAF, Iveco, MAN, Mercedes-Benz, Camiões Renault, Scani e Volvo. A Goodyear também fornece pneus aos principais serviços de reboque. Graças à Fleet First, que inclui a rede de serviços TruckForce, a linha 24h de assistência na estrada, o sistema de gestão online FleetOnlineSolutions e as tecnologias para recauchutar da Goodyear, a empresa oferece uma das mais amplas gamas de serviços específicos para o sector.

 

Para obter mais informações sobre a Goodyear e os seus productos, visite www.goodyear.com

 

TIAGO ACELERA EM SPA...DE CORTA RELVA...

 

Tiago Monteiro acelera ao volante do corta-relva
mais rápido do mundo!

 

HondaMeanMower 008HondaMeanMower 016HondaMeanMower 019
Na semana passada o piloto Tiago Monteiro, da equipa WTCC Castrol Honda Racing, ,
acelerou aos comandos do corta-relva mais rápido do mundo na lendária curva e subida
"Eau Rouge" do circuito de Spa Francorchamps, trocando o conforto relativo e o apuro
tecnológico do seu Honda Civic WTCC pela potência pura e agressiva desta máquina
corta-relva.

 

 

Apesar das condições húmidas da pista, após uma forte tempestade, o ex-piloto de Fórmula 1 conseguiu levar o "Super Corta-Relva" Honda de 1.000 cm³ e 109 CV a ultrapassar os 130 km/h, em aproximação à curva mais famosa do mundo do desporto motorizado. Além disso, com vontade de saber como é que o "Super Corta-Relva" se saía nas tarefas para as quais foi concebido, Tiago fez o aquecimento para este test drive em pista cortando alguma da relva à volta do circuito, terminando depois com uma série de piões, para contentamento de alguns curiosos.
O piloto parece ter gostado de trocar um automóvel por algo um pouco mais hortícola e comentou: "Já pilotei vários carros neste circuito de Spa mas isto é algo um pouco diferente! É rápido, muito rápido e bastante sensível, dificultando uma condução em velocidade. Com tamanha potência e aceleração, temos de estar muito concentrados na Eau Rouge, especialmente numa pista assim tão molhada."
Recentemente, este Super Corta-Relva da Honda tornou-se oficialmente no corta-relva mais rápido do mundo, com uma média superior a 187 km/h, batendo o anterior recorde do GUINNESS em cerca de 48 km/h. Esta tentativa vitoriosa teve o testemunho do olhar atento dos representantes do GUINNESS WORLD RECORDS no Centro de Testes IDIADA num percurso com um perímetro de 2 km, em Tarragona, Espanha, no dia 8 de Março de 2014, pulverizando o anterior recorde de 141, 35 km/h.
A ideia por detrás do Super Corta-Relva foi demonstrar o espírito inovador da Honda, a sua herança em termos de desporto motorizado e a diversidade de produtos da marca. O Super Corta-Relva foi concebido e fabricado no Reino Unido pelo parceiro da equipa Honda para o Campeonato Britânico de Carros de Turismo (BTCC), a Team Dynamics. A equipa redesenhou integralmente um tractor corta-relva Honda HF2620, adicionando um chassis totalmente novo fabricado especificamente para esta aplicação em chromoly 4130, originando uma plataforma forte, segura e muito leve.
Como motorização, foi usada uma unidade de 1.000 cm³ de uma Honda VTR Firestorm, juntamente com a suspensão e as rodas de fabrico específico de uma moto 4 de corrida.

 

20 ANOS SOBRE A MORTE DE RATZBENGER

20 ANOS SOBRE A MORTE DE RATZENBERGER

 

Faz hoje duas decadas sobre a morte de Ratzberger, no fim de semana mais fatidico da história dda Fórmula 1, com a morte do piloto autriaco, de Ayrton Senna, e dos ferimentos em Rubinho Barichello e Pedro Lamy.RATZ

 

TROFEU KAWASAKI

 

Pilotos do Troféu Kawasaki
competiram em jornada alentejana


Lars Risholm, Gonçalo Prudêncio, Duarte Jerónimo e Alex
Almeida venceram a “Festa Verde” em Ponte de Sor
O primeiro ano do Troféu Kawasaki MX/SX Santander continua a
afirmar-se com sucesso na reunião dos mais entusiastas pilotos da
marca japonesa na competição de Motocross nacional. Em Ponte de
Sor, por ocasião da terceira jornada, muitas foram as lutas travadas
pelos “mestres” da Kawasaki num dia de temperaturas elevadas.
O norueguês Lars Risholm repetiu o triunfo na categoria maior do “Nacional”
de Motocross, a MX1, sendo uma vez mais o melhor classificado por entre
os pilotos dos potentes modelos KX450F inscritos no I Troféu Kawasaki.
João Moreira, líder da classificação geral, foi segundo em Ponte de Sor,
diante de Daniel Nogueira. Já em MX2, Gonçalo Prudêncio pôs fim às
vitórias consecutivas de Daniel Pinto, ocupante do segundo lugar final e
líder “isolado” da classificação. Hélio Pinto fechou o pódio final, também ele
aos comandos de uma Kawasaki KX250F. Quanto às jovens promessas,
empolgante foi a batalha travada por Alex Almeida, Salvador Alves e Tiago
Margarido na categoria Infantis, com a vitória a sorrir ao “pequeno”
Almeida, separado agora por um ponto de Margarido, líder do Troféu na
respetiva categoria. Duarte Jerónimo continua a comandar nos Iniciados,
depois de nova vitória com a sua Kawasaki KX85.
O I Troféu Kawasaki MX/SX Santander pausa para voltar à ação no próximo
mês de Junho, no dia 8, na pista ribatejana de Moçarria. Convidados
continuam todos os aficionados das Kawasaki para mais uma “Festa Verde”.
I Trofeu_Kawasaki_Alex_Almeida_Ponte_de_SorI Trofeu_Kawasaki_Ambiente_Ponte_de_SorI Trofeu_Kawasaki_Duarte_Jernimo_Ponte_de_SorI Trofeu_Kawasaki_Gonalo_Prudncio_Ponte_de_SorI Trofeu_Kawasaki_Lars_Risholm_Ponte_de_Sor

 

PORSCHE E NOTICIA

 

Aumento nas entregas , a receita eo lucro operacional nos primeiros três meses de 2014

Porsche continuou a criar postos de trabalho agora e mais de 20.000 funcionários Indivíduos

Stuttgart. Com grande sucesso, Dr. Ing. . hc F. Porsche AG, começou o ano e continuou a intensificar icts entregas, receita e lucro operacional nos primeiros três meses de 2014. Com 38,663 veículos , as entregas bater o valor do ano anterior em 4,5 por cento. A receita subiu por um quinto de 3930000000 € no primeiro trimestre do ano fiscal. O lucro operacional cresceu 22 por cento, para € 698.000.000 . O número de postos de trabalho, que se situou em torno de 13 mil há três anos, e levantou mais uma vez ultrapassado o limite de 20.000 empregados em fevereiro de 2014.

Lutz Meschke , Membro do Conselho Executivo Financeiro e de TI da Porsche AG, destacou o poder aquisitivo da empresa reflete no alto retorno sobre vendas de quase 18 por cento. Meschke ressaltou, porém, que ' Porsche terá de suportar substancialmente os custos trabalhistas crescentes e baixas devido ao lançamento da nova gama de modelos Macan . " Além disso , há gastos elevados para satisfazer os requisitos de CO2 e empresas substanciais Novo investimento no build-out ea modernização do Zuffenhausen , Weissach e Leipzig férias", Meschke Continuação. No entanto, o CFO está otimista sobre o curso do ano fiscal de 2014: " Supondo que as vendas na Europa continua a estabilizar , apesar dos problemas estruturais não resolvidos , o nosso objectivo é conseguir alcançar , no mínimo, um lucro comparável ao do ano anterior. "

Matthias Müller, presidente do Conselho Executivo da Porsche AG, explicou a exigência dos negócios substanciais novos investimentos e desenvolvimento Despesas , totalizando em cada caixa para Significativamente mais de um bilhão de euros no ano fiscal em curso: " Estamos nos concentrando em cumprir a promessa de nossa marca - oferecer os tecnologicamente veículos de ponta desportivo e em nossos segmentos - foi a longo prazo . A melhoria da eficiência de combustível , bem como um uso responsável dos recursos Constituem parte integrante da estratégia da Porsche . "

Olhando para o desenvolvimento dos mercados , o CEO da Porsche está convencido que a fabricante de carros esportivos continua a crescer Will Especialmente icts grande mercados maiores vendas nos Estados Unidos e na China. Müller : "No geral, as vendas da Porsche vai subir mais uma vez no ano fiscal de 2014. O lançamento do Macan mercado vai nos dar um impulso adicional . "

O número cada vez maior de empregados Reflete a estratégia de crescimento da Porsche . Numeração 20,416 como em 31 de março de 2014 havia 15 por cento mais empregados trabalhando no Porsche de um ano atrás. O número de empregados aumentou em 960 no primeiro trimestre de 2014. Os funcionários da fábrica de Leipzig, onde o novo Macan está sendo produzido , apresentou o maior crescimento. A fabricante de carros esportivos criou novos postos de trabalho em outros locais , bem Porsche.


Porsche 911 da série modelo : consumo combinado de 12,4-8,2 l/100 km; Emissões de CO2 289-194 g / km; Classe de eficiência : G- F
Porsche Boxster / Cayman série de modelos : consumo de combustível combinado 8,8-7,7 l/100 km; Emissões de CO2 206-180 g / km; Classe de eficiência : G- F
Porsche Cayenne série de modelos : consumo de combustível combinado de 11,5-7,2 l/100 km; Emissões de CO2 270-189 g / km; Classe de eficiência : G- B
Porsche Panamera série de modelos : consumo de combustível combinado de 10,7-6,4 l/100 km; Emissões de CO2 249-169 g / km; Classe de eficiência : F -D
Porsche Panamera S Hybrid- E: consumo de combustível combinado 3,1 l/100 km, o consumo de energia elétrica combinada kWh/100 16,2 km ; emissões combinadas de CO2 71 g / km; Classe de eficiência : A +
Porsche Macan modelo de série * : O consumo de combustível combinado de 11,8-6,7 l/100 km; Emissões de CO2 216-159 g / km; Classe de eficiência : E- B
* Faixa dependendo do conjunto pneu usado
Porsche 918 Spyder : consumo combinado 3,1-3,0 l/100 km; combinado consumo de energia elétrica kWh/100 12,7 km ; emissões de CO2 combinadas 72-70 g / km; Classe de eficiência : A +

 

Google Tradutor

 

DATA TRÁGICA NA FÓRMULA 1

DATA TRÁGICA NA FÓRMULA 1

 

Por Mário Monteiro

 

 

IMOLA EM TEMPO REAL - 29 DE ABRIL DE 1994 - 6ª FEIRA 
A QUALIFICAÇÃO EM TEMPO REAL RECUPERADA (via <a href=http://twitter.com/f1rtp) 29/4/94*12:15pm: De manhã Senna falou c/Alesi q está em Imola ainda sem correr, após acidente de pre-epoca. Larini substitui-o na Ferrari 29/4/94*12:36pm: #Senna e #Schumacher esta manhã falaram à BBC sobre as expectativas do GP de Imola.Veja o q disseram http://www.youtube.com/watch?v=iErwQ9Y0q-Y 29/4/94*1:47pm: Boa tarde desde Imola. Dia da 1ª qualificação para o GP de São Marino. Senna foi pole no Brasil e no Pacífico. Terá 3ª pole? Está sol. Bandeiras da Ferrari nas bancadas. Berger e Larini vão ter o apoio dos Tifossi este fim-de-semana. 29/4/94*2pm: Estão 27º de temperatura em Imola no momento em que começa a 1ª sessão de qualificação Karl Wendlinger sai no Sauber pra pista. Imola é 1ª pista de alta velocidade q os carros enfrentam em 94, após alteração técnica que diminuiu apoios eletrónicos 29/4/94*2:05pm: Nenhum dos pilotos da frente ainda saiu. Senna e Schumacher, Hill, Berger. Tudo ainda nas boxes. 29/4/94*2pm: 1.25.8 para Wendlinger na 1ª volta. O Footwork de Morbidelli inicia tb a qualificação. 1.24.013 é o melhor tempo para Frentzen 29/4/94*2:07pm: Brundle no McLaren faz 1.24.4 E Schumacher vem para a pista. E faz a melhor volta em 1.22.564. Senna ainda não respondeu. http://pic.twitter.com/jxpZxFxCoR 29/4/94*2:15pm: Schumacher faz a melhor volta em 1.22.564. Senna não saiu ainda. Schumi na frente até ver Letho Larini Frentzen Morbidelli. Senna vem para a pista para a sua 1ª volta e bate por 134 milésimos o crono de Schumacher nesta 1ª saída. Faz 1.22.430 http://pic.twitter.com/AA9jj7t3a7 29/4/94*2:20pm: E ACIDENTE VIOLENTO com #barrichello . Aqui em Imola. Sessão interrompida!!!! O Jordan de Barrichello a sair de frente na Variante Baixa. O carro voou. Vamos esperar que tudo esteja bem com o piloto 29/4/94*2:22pm: É um impacto tremendo este de Rubens. O jovem piloto que no GP do Pacífico obteve o seu 1º pódio. Futura promessa. Aqui está a 1ª foto do acidente. #barrichello http://pic.twitter.com/GPeTwOWPh2 29/4/94*2:24pm: Este é mais um momento que deixa verificar que estes novos carros em 94, têm estranho comportamento aerodinâmico. A equipa do Dr Sid Watkins está já a assistir o piloto brasileiro. http://pic.twitter.com/TpzyC6XQzi 29/4/94*2:26pm: Recordamos sessão interrompida em Imola. #Senna é o mais rápido em 1.22.430 contra 1.22.564 de Schumacher. Chegam mais fotos do incidente com #barrichello http://pic.twitter.com/qQB3pXkqsU 29/4/94*2:26pm: Rubens é retirado do carro e assistido ali mesmo. Ele vai ser levado para o Centro médico aqui mesmo. Mais tarde ao Hospital. O Hospital mais próximo aqui, é o Maggiore em Bolonha. São 12 minutos de Helicóptero. 29/4/94*2:27pm: Foi assim a primeira assistência a Rubens Barrichello. http://pic.twitter.com/SUOf2CRMk6 29/4/94*2:30pm: Letho e Alesi já tiveram acidentes graves este ano, depois do terrível acidente no Brasil de Irvine c/Brundle, agora isto! Via YouTube (que ainda nem existe), desde o futuro, as 1ªs imagens do acidente. Vejam. http://www.youtube.com/watch?v=XEmSIMtr4aQ 29/4/94*2:30pm: Chegam informações que Rubens perdeu momentaneamente a consciência mas está estável e em observação. Mais uma foto do impacto de há pouco em Imola. http://pic.twitter.com/Y9icmdpmTJ 29/4/94*2:35pm: Aqui está um close up de Barrichello a ser assistido pela equipa médica, após ser retirado do Jordan. http://pic.twitter.com/8AQt7OqDRR 29/4/94*2:38pm: Barrichello foi transportado para o Centro Hospital do circuito. Em momentos ele irá de heli para o Maggiore de Bolonha. Entretanto mais um vídeo do Futurista You Tube, mostra o impacto e tudo o que se seguiu aqui em Imola http://www.youtube.com/watch?v=IEoISok7Jpw 29/4/94*2:40pm: E temos a reação de #Senna ao acidente. Ele tenta chegar junto ao centro médico. http://www.youtube.com/watch?v=j6F6FCSNwEg . Pelas declarações de Senna nas imagens que acabamos de ver, Rubens está abalado mas bem … 29/4/94*2:44pm: Sessão recomeçou. Damon Hill vem para a pista. O colega de Senna ainda não tinha crono. O inglês faz um pião na entrada da reta. Hipoteca o seu crono de volta. Este Williams está instável. http://pic.twitter.com/JZZo4xdG5U 29/4/94*2:49pm: Wow. E o q se passa c/ estes carros nesta pista? Brundle no McLaren na Variante onde Rubens bateu quase ia fazendo o mesmo. Por pouco Brundle não voava também no sítio onde Rubinho bateu. Ele faz pião e fica do lado contrário http://pic.twitter.com/s98IBqcucw 29/4/94*2:49pm: Brundle entrou muito rápido em Rivazza e perdeu controlo. Fica no muro. Acabou a sessão para ele. http://pic.twitter.com/4jmngJCbVK 29/4/94*2:53pm: Gerard Berger leva ao rubro Tifossi de Imola. No Ferrari ele faz 1.22.113,bate o crono de Senna e vem para a pole provisória. Mais rápido que Senna por 317 milésimos que o seu grande amigo #senna http://pic.twitter.com/CCh7HHFmFk 29/4/94*3pm: Aqui é Mika Hakkinen no McLaren, com a 1ª volta de qualificação para marcar 1.23.611. Aqui o onboard no MP4-9 http://pic.twitter.com/bdWOwZNNLT 29/4/94*3:01pm: Pedro Lamy é de momento P19 no Lotus. Ordem na frente é BER SEN SCH LET LAR HAK BLU FRE (e agora conseguem decifrar?) :) 29/4/94*3:06pm: Estes carros estão muito instáveis numa pista rápida como esta. A aerodinâmica é terrível sem os componentes eletrónicos...Schumacher em nova volta de qualificação faz pião na travagem para Tosa, após a curva Villeneuve. Virou. http://pic.twitter.com/rOPKRmDf5B 29/4/94*3:08pm: Senna volta à pista para a sua 2ª volta de qualificação. Aqui passando por Tamburello (no passado ali bateram feio, Piquet e Berger). Inicio de volta. Regressa à pole? Senna é o único piloto até agora que não melhorou o crono feito de manhã no treino livre. http://pic.twitter.com/FKgK7y1f52 29/4/94*3:12pm: Sim. Senna VOLTA À POLE provisória. Bate o crono de Schumacher por 178 milésimos. http://pic.twitter.com/YkWsWLjQR7 29/4/94*3:15pm: 5 minutos para o final da sessão, rubens Barrichello já chegou ao Hospital Maggiore e está em observação. Mas consciente. 29/4/94*3:16pm: E Senna faz pião em Tosa, exatamente igual a Schumacher há minutos. Esta pista e estes carros não estão compatíveis. Aerodinâmica crítica para 1ª pista de alta velocidade nesta nova era. http://pic.twitter.com/ig6P8MrHqq 29/4/94*3:19pm: De Cesaris com o seu Jordan a bater, perde roda pelo caminho. é o único Jordan após batida de Rubens. http://pic.twitter.com/E2mdJs4yZn 29/4/94*3:19pm: Aqui está o momento em que De Cesaris bateu, pra acabar ali a sua qualificação. Também quase no final http://pic.twitter.com/MskHP4C2GO 29/4/94*3:22pm: E Senna fecha a qualificação baixando de novo o crono. 1.21.548.Enquanto Damon Hill faz P7, em 1.23.199 a mais de 1,6s de Senna, seu colega de equipa. O jovem Hill a dar os primeiros passos. 29/4/94*3:26pm: Final de sessão. Senna melhorou ainda no final e o brasileiro domina a 6ª feira em Imola, marcada pelo acidente de Rubens. Ordem da 1ª sessão, com SEN SCH BER LET LAR FRE HIL HAK MOR BLU no Top10. http://pic.twitter.com/o4Gx6hMUOu 29/4/94*5:40pm: #barrichello está em repouso no hospital Maggiore. Em observação devido ao impacto. Não deverá ser autorizado a fazer GP. 29/4/94*5:45pm: #senna furioso com condições da pista e acidentes de hoje.Discutiu há pouco c/responsáveis de pista sobre falta de segurança discutindo hoje com diretores de Imola mudanças necessárias em Tamburello por segurança http://www.youtube.com/watch?v=fM1CY3hU8Sk 29/4/94*5:50pm: Reportado q #senna foi impedido de entrar no Centro Médico do circuito hoje para ver Rubens ee q pulou por trás da segurança. Ninguém pára um campeão do mundo. Mas imprensa comenta nervosismo do brasileiro com acidente de Rubens. Ele repetiu em 1 minuto, por 7 vezes,"ele tá bem, ele tá bem" 29/4/94*5:55pm: Comenta-se também o modo estúpido e irresponsável, como o carro de Rubens foi virado pelos fiscais. Olhem só. http://www.youtube.com/watch?v=Yx1Uv9b1Bn0 29/4/94*6:02pm: Médicos referem que #barrichello esteve "morto" por minutos pós ter engolido a própria língua, asfixiando. Rubens tem possível traumatismo craniano, fratura do braço direito, contusões na coluna, tórax, nariz e boca. Rubens faz seu 18ºGP, marcou 1º pódio da carreira e para a Jordan no recente GP do Pacífico. Mas,certo, fica de fora em Imola. 29/4/94*6:13pm: Soubemos que quando Rubens voltou a si, foi Ayrton que ele viu. "Oh, garotão", disse #Senna,"Você está bem, fique tranquilo!" 29/4/94*6:15pm: Aqui em Imola a noite vai chegar. Na Williams, mecânicos continuam a trabalhar. Senna exigiu como costume, muitas alterações. Senna passou a tarde entre reuniões para melhorar segurança atroz na pista e a sua boxe onde há alterações a fazer no FW16 29/4/94*8:20pm: Senna voltou ao hotel Castello onde está alojado (Williams e McLaren estão aqui, por exemplo). http://pic.twitter.com/QdtLzbx1Zb 29/4/94*8:25pm: No hall do hotel, encontrámos à conversa há pouco, Patrick Head e Adrian Newey. Eles estão sob pressão, porque o FW16 tem de começar a ganhar aqui em Imola. Senna não pode desperdiçar mais pontos. http://pic.twitter.com/vcwI2r5WLx 29/4/94*8:45pm: As conversas ao jantar repetem-se. O acidente de Barrichello hoje mas as múltiplas saídas de pista em Imola esta 6ªf. 29/4/94*8:50pm: Esta uma foto tirada há pouco ao pôr do sol sob a colina do castelo em São Marino. Venham Raviollis http://pic.twitter.com/9oPALyzQxF 29/4/94*9:05pm: Aqui numa mesa ao lado comenta-se: "Senna queria tanto ir para a Williams e quando vai, a F1 muda por completo!" Como F1 mais avançado em 93, Williams foi equipa q mais sentiu as novas regras. Será essa uma sina q perseguirá Adrian Newey? A ver vamos se daqui a 20 anos não lhe acontece o mesmo ... 29/4/94*9:20pm: A 2ª qualificação começa amanhã às 2pm de Imola, 1pm Portugal, 9am Brasil. Acompanhem ao minuto. Pole para Senna ou Schumi? 29/4/94*9.30pm: Diz aqui um colega da rádio italiana. "Com tanta saída de pista hoje, é difícil não ter domingo a estreia do PaceCar na F1" 29/4/94*23:59pm: Fontes próximas da Jordan, indicam que Rubens está sob vigilância mas bem. De manhã nova avaliação. 30/4/94*00:05am: Sabemos q Senna está nervoso com eventuais outros motivos além do Williams e do acidente de Rubens. Algo q o irmão Leonardo lhe terá dito. Ao que nos chegou aos ouvidos, Leonardo solicitou a Ayrton que amanhã lhe cedesse após o treinode qualificação alguns minutos a sós. Senna avisou o irmão que pretende voltar a Portugal mal o GP termine no Domingo, voando para o Algarve, para a casa na Quinta do Lago. 30/4/94*00:30am: Acabamos de saber q o impacto de Rubens com o Jordan foi de 90G na cabeça. 90x o seu peso. Incrível. Uma foto que ainda não tínhamos apresentado, cedida agora por colega inglês. Rubens ainda no cockpit. http://pic.twitter.com/ESqdu4vXzf 30/4/94*00:33am: Recordamos que o Dr Side Watkins afirmou q Rubens durante alguns minutos sufocou na própria língua. Felizmente recuperou. E POR HOJE É TUDO. ESTAREMOS DE NOVO EM CONTACTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE MAIS LOGO (14h em Imola, 13h em Portugal, 9h no Brasil). Até ver a F1 dorme aliviada. Barrichello está a recuperar. Boa noite. Um Obrigado desde o Passado, para o futuro ;) #sennasempre #senna20anos #schumacher #imola94 #barrichello #ratzemberger" width="472" height="315" style="position: absolute; left: -1px; top: 0px;">

IMOLA EM TEMPO REAL - 29 DE ABRIL DE 1994 - 6ª FEIRA 
A QUALIFICAÇÃO EM TEMPO REAL RECUPERADA 

29/4/94*12:15pm: De manhã Senna falou c/Alesi q está em Imola ainda sem correr, após acidente de pre-epoca. Larini substitui-o na Ferrari

29/4/94*12:36pm: ‪#‎Senna‬ e ‪#‎Schumacher‬ esta manhã falaram à BBC sobre as expectativas do GP de Imola.Veja o q disseram http://www.youtube.com/watch?v=iErwQ9Y0q-Y

29/4/94*1:47pm: Boa tarde desde Imola. Dia da 1ª qualificação para o GP de São Marino. Senna foi pole no Brasil e no Pacífico. Terá 3ª pole? Está sol. Bandeiras da Ferrari nas bancadas. Berger e Larini vão ter o apoio dos Tifossi este fim-de-semana.

29/4/94*2pm: Estão 27º de temperatura em Imola no momento em que começa a 1ª sessão de qualificação Karl Wendlinger sai no Sauber pra pista. Imola é 1ª pista de alta velocidade q os carros enfrentam em 94, após alteração técnica que diminuiu apoios eletrónicos

29/4/94*2:05pm: Nenhum dos pilotos da frente ainda saiu. Senna e Schumacher, Hill, Berger. Tudo ainda nas boxes.

29/4/94*2pm: 1.25.8 para Wendlinger na 1ª volta. O Footwork de Morbidelli inicia tb a qualificação. 1.24.013 é o melhor tempo para Frentzen

29/4/94*2:07pm: Brundle no McLaren faz 1.24.4 E Schumacher vem para a pista. E faz a melhor volta em 1.22.564. Senna ainda não respondeu.http://pic.twitter.com/jxpZxFxCoR

29/4/94*2:15pm: Schumacher faz a melhor volta em 1.22.564. Senna não saiu ainda. Schumi na frente até ver Letho Larini Frentzen Morbidelli. Senna vem para a pista para a sua 1ª volta e bate por 134 milésimos o crono de Schumacher nesta 1ª saída. Faz 1.22.430 http://pic.twitter.com/AA9jj7t3a7

29/4/94*2:20pm: E ACIDENTE VIOLENTO com ‪#‎barrichello‬ . Aqui em Imola. Sessão interrompida!!!! O Jordan de Barrichello a sair de frente na Variante Baixa. O carro voou. Vamos esperar que tudo esteja bem com o piloto

29/4/94*2:22pm: É um impacto tremendo este de Rubens. O jovem piloto que no GP do Pacífico obteve o seu 1º pódio. Futura promessa. Aqui está a 1ª foto do acidente. #barrichello http://pic.twitter.com/GPeTwOWPh2

29/4/94*2:24pm: Este é mais um momento que deixa verificar que estes novos carros em 94, têm estranho comportamento aerodinâmico. A equipa do Dr Sid Watkins está já a assistir o piloto brasileiro. http://pic.twitter.com/TpzyC6XQzi

29/4/94*2:26pm: Recordamos sessão interrompida em Imola. #Senna é o mais rápido em 1.22.430 contra 1.22.564 de Schumacher. Chegam mais fotos do incidente com #barrichello http://pic.twitter.com/qQB3pXkqsU

29/4/94*2:26pm: Rubens é retirado do carro e assistido ali mesmo. Ele vai ser levado para o Centro médico aqui mesmo. Mais tarde ao Hospital. O Hospital mais próximo aqui, é o Maggiore em Bolonha. São 12 minutos de Helicóptero.

29/4/94*2:27pm: Foi assim a primeira assistência a Rubens Barrichello.http://pic.twitter.com/SUOf2CRMk6

29/4/94*2:30pm: Letho e Alesi já tiveram acidentes graves este ano, depois do terrível acidente no Brasil de Irvine c/Brundle, agora isto! Via YouTube (que ainda nem existe), desde o futuro, as 1ªs imagens do acidente. Vejam. 
http://www.youtube.com/watch?v=XEmSIMtr4aQ

29/4/94*2:30pm: Chegam informações que Rubens perdeu momentaneamente a consciência mas está estável e em observação. Mais uma foto do impacto de há pouco em Imola. http://pic.twitter.com/Y9icmdpmTJ

29/4/94*2:35pm: Aqui está um close up de Barrichello a ser assistido pela equipa médica, após ser retirado do Jordan. http://pic.twitter.com/8AQt7OqDRR

29/4/94*2:38pm: Barrichello foi transportado para o Centro Hospital do circuito. Em momentos ele irá de heli para o Maggiore de Bolonha. Entretanto mais um vídeo do Futurista You Tube, mostra o impacto e tudo o que se seguiu aqui em Imolahttp://www.youtube.com/watch?v=IEoISok7Jpw

29/4/94*2:40pm: E temos a reação de #Senna ao acidente. Ele tenta chegar junto ao centro médico. http://www.youtube.com/watch?v=j6F6FCSNwEg . Pelas declarações de Senna nas imagens que acabamos de ver, Rubens está abalado mas bem …

29/4/94*2:44pm: Sessão recomeçou. Damon Hill vem para a pista. O colega de Senna ainda não tinha crono. O inglês faz um pião na entrada da reta. Hipoteca o seu crono de volta. Este Williams está instável. http://pic.twitter.com/JZZo4xdG5U

29/4/94*2:49pm: Wow. E o q se passa c/ estes carros nesta pista? Brundle no McLaren na Variante onde Rubens bateu quase ia fazendo o mesmo. Por pouco Brundle não voava também no sítio onde Rubinho bateu. Ele faz pião e fica do lado contrário http://pic.twitter.com/s98IBqcucw

29/4/94*2:49pm: Brundle entrou muito rápido em Rivazza e perdeu controlo. Fica no muro. Acabou a sessão para ele. http://pic.twitter.com/4jmngJCbVK

29/4/94*2:53pm: Gerard Berger leva ao rubro Tifossi de Imola. No Ferrari ele faz 1.22.113,bate o crono de Senna e vem para a pole provisória. Mais rápido que Senna por 317 milésimos que o seu grande amigo #sennahttp://pic.twitter.com/CCh7HHFmFk

29/4/94*3pm: Aqui é Mika Hakkinen no McLaren, com a 1ª volta de qualificação para marcar 1.23.611. Aqui o onboard no MP4-9 http://pic.twitter.com/bdWOwZNNLT

29/4/94*3:01pm: Pedro Lamy é de momento P19 no Lotus. Ordem na frente é BER SEN SCH LET LAR HAK BLU FRE (e agora conseguem decifrar?) https://fbstatic-a.akamaihd.net/rsrc.php/v2/yG/r/yPn8WKWBhkW.png); background-size: auto; display: inline-block; height: 16px; width: 16px; vertical-align: -3px; background-position: -85px -92px; background-repeat: no-repeat no-repeat;">

29/4/94*3:06pm: Estes carros estão muito instáveis numa pista rápida como esta. A aerodinâmica é terrível sem os componentes eletrónicos...Schumacher em nova volta de qualificação faz pião na travagem para Tosa, após a curva Villeneuve. Virou.http://pic.twitter.com/rOPKRmDf5B

29/4/94*3:08pm: Senna volta à pista para a sua 2ª volta de qualificação. Aqui passando por Tamburello (no passado ali bateram feio, Piquet e Berger). Inicio de volta. Regressa à pole? Senna é o único piloto até agora que não melhorou o crono feito de manhã no treino livre. http://pic.twitter.com/FKgK7y1f52

29/4/94*3:12pm: Sim. Senna VOLTA À POLE provisória. Bate o crono de Schumacher por 178 milésimos. http://pic.twitter.com/YkWsWLjQR7

29/4/94*3:15pm: 5 minutos para o final da sessão, rubens Barrichello já chegou ao Hospital Maggiore e está em observação. Mas consciente.

29/4/94*3:16pm: E Senna faz pião em Tosa, exatamente igual a Schumacher há minutos. Esta pista e estes carros não estão compatíveis. Aerodinâmica crítica para 1ª pista de alta velocidade nesta nova era. http://pic.twitter.com/ig6P8MrHqq

29/4/94*3:19pm: De Cesaris com o seu Jordan a bater, perde roda pelo caminho. é o único Jordan após batida de Rubens. http://pic.twitter.com/E2mdJs4yZn

29/4/94*3:19pm: Aqui está o momento em que De Cesaris bateu, pra acabar ali a sua qualificação. Também quase no final http://pic.twitter.com/MskHP4C2GO

29/4/94*3:22pm: E Senna fecha a qualificação baixando de novo o crono. 1.21.548.Enquanto Damon Hill faz P7, em 1.23.199 a mais de 1,6s de Senna, seu colega de equipa. O jovem Hill a dar os primeiros passos.

29/4/94*3:26pm: Final de sessão. Senna melhorou ainda no final e o brasileiro domina a 6ª feira em Imola, marcada pelo acidente de Rubens.

Ordem da 1ª sessão, com SEN SCH BER LET LAR FRE HIL HAK MOR BLU no Top10. http://pic.twitter.com/o4Gx6hMUOu

29/4/94*5:40pm: #barrichello está em repouso no hospital Maggiore. Em observação devido ao impacto. Não deverá ser autorizado a fazer GP.

29/4/94*5:45pm: #senna furioso com condições da pista e acidentes de hoje.Discutiu há pouco c/responsáveis de pista sobre falta de segurança discutindo hoje com diretores de Imola mudanças necessárias em Tamburello por segurança http://www.youtube.com/watch?v=fM1CY3hU8Sk

29/4/94*5:50pm: Reportado q #senna foi impedido de entrar no Centro Médico do circuito hoje para ver Rubens ee q pulou por trás da segurança. Ninguém pára um campeão do mundo. Mas imprensa comenta nervosismo do brasileiro com acidente de Rubens. Ele repetiu em 1 minuto, por 7 vezes,"ele tá bem, ele tá bem"

29/4/94*5:55pm: Comenta-se também o modo estúpido e irresponsável, como o carro de Rubens foi virado pelos fiscais. Olhem só. http://www.youtube.com/watch?v=Yx1Uv9b1Bn0

29/4/94*6:02pm: Médicos referem que #barrichello esteve "morto" por minutos pós ter engolido a própria língua, asfixiando. Rubens tem possível traumatismo craniano, fratura do braço direito, contusões na coluna, tórax, nariz e boca. Rubens faz seu 18ºGP, marcou 1º pódio da carreira e para a Jordan no recente GP do Pacífico. Mas,certo, fica de fora em Imola.

29/4/94*6:13pm: Soubemos que quando Rubens voltou a si, foi Ayrton que ele viu. "Oh, garotão", disse #Senna,"Você está bem, fique tranquilo!"

29/4/94*6:15pm: Aqui em Imola a noite vai chegar. Na Williams, mecânicos continuam a trabalhar. Senna exigiu como costume, muitas alterações. Senna passou a tarde entre reuniões para melhorar segurança atroz na pista e a sua boxe onde há alterações a fazer no FW16

29/4/94*8:20pm: Senna voltou ao hotel Castello onde está alojado (Williams e McLaren estão aqui, por exemplo). http://pic.twitter.com/QdtLzbx1Zb

29/4/94*8:25pm: No hall do hotel, encontrámos à conversa há pouco, Patrick Head e Adrian Newey. Eles estão sob pressão, porque o FW16 tem de começar a ganhar aqui em Imola. Senna não pode desperdiçar mais pontos.http://pic.twitter.com/vcwI2r5WLx

29/4/94*8:45pm: As conversas ao jantar repetem-se. O acidente de Barrichello hoje mas as múltiplas saídas de pista em Imola esta 6ªf.

29/4/94*8:50pm: Esta uma foto tirada há pouco ao pôr do sol sob a colina do castelo em São Marino. Venham Raviollis http://pic.twitter.com/9oPALyzQxF

29/4/94*9:05pm: Aqui numa mesa ao lado comenta-se: "Senna queria tanto ir para a Williams e quando vai, a F1 muda por completo!" Como F1 mais avançado em 93, Williams foi equipa q mais sentiu as novas regras. Será essa uma sina q perseguirá Adrian Newey? A ver vamos se daqui a 20 anos não lhe acontece o mesmo ...

29/4/94*9:20pm: A 2ª qualificação começa amanhã às 2pm de Imola, 1pm Portugal, 9am Brasil. Acompanhem ao minuto. Pole para Senna ou Schumi?

29/4/94*9.30pm: Diz aqui um colega da rádio italiana. "Com tanta saída de pista hoje, é difícil não ter domingo a estreia do PaceCar na F1"

29/4/94*23:59pm: Fontes próximas da Jordan, indicam que Rubens está sob vigilância mas bem. De manhã nova avaliação.

30/4/94*00:05am: Sabemos q Senna está nervoso com eventuais outros motivos além do Williams e do acidente de Rubens. Algo q o irmão Leonardo lhe terá dito. Ao que nos chegou aos ouvidos, Leonardo solicitou a Ayrton que amanhã lhe cedesse após o treinode qualificação alguns minutos a sós. Senna avisou o irmão que pretende voltar a Portugal mal o GP termine no Domingo, voando para o Algarve, para a casa na Quinta do Lago.

30/4/94*00:30am: Acabamos de saber q o impacto de Rubens com o Jordan foi de 90G na cabeça. 90x o seu peso. Incrível. Uma foto que ainda não tínhamos apresentado, cedida agora por colega inglês. Rubens ainda no cockpit.http://pic.twitter.com/ESqdu4vXzf

30/4/94*00:33am: Recordamos que o Dr Side Watkins afirmou q Rubens durante alguns minutos sufocou na própria língua. Felizmente recuperou.

E POR HOJE É TUDO. ESTAREMOS DE NOVO EM CONTACTO PARA A QUALIFICAÇÃO DE MAIS LOGO (14h em Imola, 13h em Portugal, 9h no Brasil). Até ver a F1 dorme aliviada. Barrichello está a recuperar

 

JOÃO DIAS COM VITÓRIA EMPOLGANTE

 

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2014

 

João Dias com vitória empolgante

Piloto tem condições para lutar pelo título

 

João Dias aos comandos de um Polaris RZR foi o grande vencedor do Vinhos Ervideira Rali TT, a segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2014. Acompanhado de João Filipe, o piloto inscrito pela Diabollic/Race Punk/Novodia Cafés terminou a prova alentejana com uma vantagem de 2m43s sobre o actual campeão nacional, depois de disputados ao cronómetro 227,4 quilómetros de uma prova bastante dura e exigente.JoaoDias Ervideira_06JoaoDias Ervideira_07

 

EUROCUP FORMULA RENAULT

 

Eurocup Formula Renault 2.0 Motorland Aragón ( 26 de abril e 27 de 2014 )


PRIMEIROS PONTOS PARA Anthoine HUBERT !


- A temporada Eurocup Formula Renault 2.0 Lançado neste fim de semana
- O " Steering EUROFORMULA " 2013 Anthoine Hubert , Pontos marcou seu primeiro
- Ele está agora em posição de asa sério candidato ao pódio


- O " Steering EUROFORMULA " 2011 , Simon Gachet , foi notícia aussi Quando terminou Ambas as corridas com pontos!
Anthoine Hubert, o "Flying EUROFORMULA " 2013 Tomou esta parcela fim de semana em sua primeira corrida Eurocup atrai todos os que os melhores pilotos desta categoria. Em um ambiente altamente competitivo, onde cada lugar é ganho pelo trabalho árduo , Anthoine marcou seu primeiro pontos no segundo sétimo acabamento corrida em um bom lugar de qualificação efetiva na 10 ª posição no grid de largada .
Na primeira corrida , qualquer , tipo de ganhar para Anthoine Hubert foi seguida quando dois pilotos colidiram em frente dele, forçando-o a inverter . Ele estava de volta na corrida em 26 º lugar e subiu até 18 para o acabamento , quando ele teve beens calculados anteriormente definido para um lugar no top 10.
Anthoine : " Meu único arrependimento é que eu não fiz que qualquer marcar pontos na primeira corrida objetivo que é apenas a maneira que é que eu terminar como o melhor estreante na segunda corrida e eu estou atrás nos drivers qualificadores Você tem um ou dois. anos de experiência , por isso é tudo muito positivo. a próxima corrida é um mês de distância e meu objetivo agora é se concentrar na preparação para essa reunião. "
Anthoine Hubert não é o único a brilhar em Alcaniz . Simon Gachet , o " EUROFORMULA Direcção " Pontos 2.011 pontos nas duas corridas que terminou em nono Quando e sexto, respectivamente e agora está em um empate no sétimo ponto classificação geral .
Também na lista de honra no início desta temporada é Chatin , o "Flying EUROFORMULA " 2010 Você terminou em quinto em Silverstone na Le Mans Series europeu atrás do volante do Alpine A450 . Não menos importante, a primeira vitória para Jordan Perroy , finalista do " Steering EUROFORMULA " 2011 , na categoria de monoposto Bugatti V V . Ele agora está em segundo lugar na classificação geral eficazes duas tentativas.

Laurent Fradon está muito satisfeito : "Nós temos um piloto talentoso em Anthoine Hubert e sabemos que Ele nos dará alguma grandes resultados que ele tinha uma boa reunião onde ele nos mostrou o bom coisas gol me dá prazer é o desempenho geral do nosso .. alunos ou " Wheels" nos vários championships.It nacional ou internacional mostra a qualidade da nossa formação . esperamos muito de Anthoine na vinda aussi corridas gol de nossos outros estudantes! "

A próxima reunião está na Eurocup definido para 31 de maio e 01 de junho no Spa Francorchamps , na Bélgica. Nosso "Flying EUROFORMULA " irá definir Seus corações estão provando Eles podem nos dar os mesmos performanceas neste fim de semana e intensificar no pódio , certamente , têm o potencial para !

 

Google TradutorAnthoine Hubert

 

LUIS SILVA AINDA COM ÉPOCA POR DEFINIR

LUIS SILVA COM ÉPOCA POR DEFINIR

 

O vice-campeão de Montanha de 2012, Luis Silva estreou este fim de semana que passou na rampa da Penha um Mitsubishi Evo VI.No entanto o simpático piloto de Vila Nova de Famalicão adiantou-nos " ainda não tenho a época definida.Para já vou fazer esta rampa,e depois irei decidir se irei parar, ou fazer todo o campeonato, ou algumas provas, mas para já não posso adiantar muito mais".

 

Recorde-se que Luis Silva estreou o seu antigo BMW de MoFOX 7550ntanha, em prova de velocidade que teve lugar no circuito Vasco Sameiro em Braga.

 

Texto e foto de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

ESTREIA ACIDENTADA PARA CARLOS TORRES

 

ESTREIA ACIDENTADA DE CARLOS TORRES NA RAMPA DA PENHA

 

 

Carlos Torres na sua estreia ao volante do Norma M 20FC na rampa da Penha não teve a sorte pelo seu lado, pois na primeira subida de treinos, acabou por bater em algo, e com isso provocou danos avultados na asa dianteira do carro, que acabou por alterar o comportamento do protótipo em prova. Mesmo assim Carlos Torres faria nas três subidas 1.37.689, 1.35.846 e 1.36.688 respectivamente.

Sobre a prova, o piloto de Aveiro descreveu-nos o que se passou “ gostei muito do carro,, os problemas surgiram logo na primeira subida de treinos, sempre a tentar conhecer o mais possível o comportamento e as reacções do carro, mas posso desde já dizer, que isto, sim é um verdadeiro carro de corrida….Só que na primeira subida de treino, numa das curvas, em que entro mais por dentro,  de repente toco em algo que estava na berma, não sei o quê, mas a verdade é que a pancada foi de tal ordem, que acabou por partir a asa dianteira inferior na frente do Norma, e  começou a fugir de frente, em virtude da extensão dos danos. A minha equipa de mecânicos fez tudo quanto possível, e remediou a situação, mas a verdade é que o comportamento do carro não foi mais o mesmo, e nada havia a fazer, pois não estávamos na posse desta peça supelente.Por isso a partir daqui o meu objectivo foi terminar as subidas em falta, objectivo esse alcançado,”

Senão fosse este incidente, Carlos Torres estaria com certeza a lutar pelos lugares da frente, como afirmou “ sem dúvida alguma, pois o carro é excelente, e de certeza que subiria na classificação, mas agora há que preparara a prova seguinte que é a Rampa da Falperra, e ter o carro a 100% para fazer um melhor resultado”, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 2

Foto Rampa_da_Penha_I_2014_Carlos_Torres_1

1º César Rodriguez – BRC

2º Pedro Castanon – Juno

3º João Fonseca – Silver Car

4º Rui Ramalho – Juno

5º Paulo ramalho – Juno

6º Nuno Guimarães – BRC

7º CARLOS TORRES – NORMA M 20

 

A MINHA OPINIÃO - POR JOÃO RAPOSO

A MINHA OPINIÃO - POR JOÃO RAPOSO

 

O assunto de hoje já tem algum tempo, mas no meu ponto de vista merece uma profunda reflexão, e estou a referir-me à atitude protagonizada pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, que não permitiu a efectivação do novo e famigerado Troféu I-Drive, que tinha como objectivo reunir duas dezenas de Ford Fiestas em pista, e assim promover o acesso de jovens pilotos a outros escalões do automobilismo português.

 

Tanto eu como toda a gente fomos surprendidos pelos comunicados emanadaos pela entidade organizadora, assim como o comunicado emitido pela Federação POortuguesa de Automobilismoe  Karting, que na minha opinião só lançou a confusão, e rapidamente cheguei à conclusão que algo não estava bem.

 

Creio que pela primeira vez na história do automobilismo em Portugal, uma entidade federativa, neste caso a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, recusa a efectivação duma competição monomarca na velocidade, evocando uma série de factores, que pelo menos para já não me convenceu, e por aquilo que me apercebi, sucedeu o mesmo com muita gente.

 

Muita gente questionou quais os interesses por parte da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting na recusa da efectivação de mais uma competição, que tinha tudo para ser um sucesso.

 

Como é de dominio publico qualquer empresa ou entidade que pretenda organizar um trofédu em Portugal, terá de desembolsar cerca de 25.000 euros ( sim estamos a falar de vinte e cinco mil euros), para ter o aval federativo.Numa altura em que dinheiro é algo que não existe no seio da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, porque razão não aceitaram que este troféu fosse para a frente????

 

A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting no seu comunicado informa que este novo troféu viria a fazer concorrência com outro troféu.Até aqui pode-se entender, mas desde quando a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting se preocupa com o factor concorrência ?Isso deixa-me surpreso,pois estava longe de esperar por isso, mas na realidade é inédito, mas na minha humilde opinião está errado, e explico já o porquê do meu ponto de vista.

 

A Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting deveria ter dado a permisssão para o I-Drive ter ido em frente, depois o factor concorrência não será nem nunca seria problema para a FPAK, mas sim para os promotores, que têm entre outras a missão de encontrar os pilotos interessados em competir.Ouvi uns comentários nos bastidores, que a FPAK teria um acordo ciom a FIA, na qual dois troféus semelhantes não poderiam competir entre si.Não deixa de ser estranho, quando não há muitos anos, o Campeonato Nacional de VElocidade era, digamos pobre, e o que sustentava eram os troféus monomarca, e recordo-me que houve anos, em que havia o troféui da Toyota, Citroen, Renault, Volkswagen entre outros, e ninguém morreu...

 

Por aquilo que apurei a entidade organizadora do I-Drive tinha ja cerca de duas dezenas de unidades dos Ford Fiestas aparcadas nas instalações da CAM( concessionário Ford ), situadas em Matosinhos, prontas para serem preparadas.Quem irá suportar os custos de tudo isto?O assunto para já está mais ou menos parado, mas sabemos que muita tinta poderá correr, e meus senhores não havia necessidade disto.Cada troféu tem o seu promotor, a FPAK deveria sim ter dado sinal verde, e depois cada promotor teria de meter mãos à obra, e fazer o seu programna de captação de piltos, e nada mais.Se concorrem entre eles, isso será problemas dos promotores, não da FPAK, se concorrem entre si, qual o problema?A concorrência é salutar , sempre o foi.

 

Para terminar sabemos, que este assunto vai parar às mãos da justiça, isto é a organização do I-Drive está a preparar uma acção judicial, na qual a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting poderá perder.Pela nossa parte, é deveras lamentável a posição da FPAK, as explicações prestadas não são suficientes, levando-me a pensar que outros interesse poderão estar aqui, que o actual Presidente da FPAK, Manuel Mello Breiner não tomou em consideração, e agora resta esperar pelo desenlace deste assunto, que em nossa1969340 1462188457343777_413476503_nIDRIVE1IDRIVE2 aopinião esta competição monomarca tinha "pernas para andar", mas a verdade é que foi logo abortado antes mesmo de nascer.....

 

Texto de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

PRÉMIO SOLIDÁRIO CITROEN

 

Prémio Solidário Citroën faz sorrir crianças

 

Premio 2014
O Dia Mundial do Sorriso foi a data escolhida para a entrega, na Guarda, do Prémio Solidário Citroën, uma ação de cariz solidário desenvolvida no âmbito do primeiro aniversário Cápsula do Tempo Guarda 2050. O “cheque gigante” foi hoje entregue, junto à Cápsula do Tempo, ao Refúgio Ana Luísa - uma casa de acolhimento temporário para crianças dos 0 aos 12 anos em situação de risco, pertencente à Fundação José Carlos Godinho Ferreira de Almeida.
A ação consistiu em abrir à comunidade, durante três semanas, a possibilidade de sugerir uma Instituição Particular de Solidariedade Social do concelho da Guarda, merecedora do montante de mil euros do prémio. Foram propostas quatro instituições ao júri, constituído pelos parceiros envolvidos no projeto Cápsula do Tempo Guarda 2050 - Clube Escape Livre, Instituto Politécnico da Guarda, Rádio Altitude, Agência para a Promoção da Guarda e a entidade promotora do prémio, Automóveis Citroën. A votação foi feita individualmente e ditou que a maioria dos votos caísse sobre o Refúgio Ana Luísa, que acolhe atualmente 10 crianças entre os oito meses e os sete anos de idade em situação de risco.
O cheque gigante foi entregue pelo diretor de Comunicação de Automóveis Citroën, Jorge Magalhães, que afirmou: “É com grato prazer que, enquanto responsável da Citroën no âmbito do projeto ‘Cápsula do Tempo’, do Clube Escape Livre, aplaudo a escolha do Refúgio Ana Luísa, parte da Fundação José Carlos Godinho Ferreira de Almeida, como destinatário do ‘Prémio Solidário Citroën’. Trata-se de uma instituição que acolhe de crianças em situação de risco e que, por essa razão, se debate com necessidades muito específicas , pelo que este nosso reconhecimento e contributo tem um sabor ainda mais especial”.
Manuel Luís Fernandes dos Santos, presidente da fundação premiada, recebeu a notícia “com júbilo” e salienta que “sendo o Refúgio Ana Luísa uma resposta social extremamente onerosa, a precisar do apoio e ajuda de todas as pessoas de bom coração, damos ao valor monetário do Prémio Solidário Citroën a maior importância, fazendo votos para que haja outras iniciativas tão louváveis como esta. O montante do prémio vai contribuir para atenuar os gastos com vestuário, educação, artigos de higiene e saúde e outros que forem sendo necessários”.
Recorde-se que a Cápsula do Tempo Guarda 2050 é um projeto que assinalou os 40 anos do Programa Escape Livre e os 65 Anos da Rádio Altitude. Na Encosta do Tempo, junto à Torre de Menagem da Guarda, foi enterrada, a 1 de julho de 2013, uma Cápsula do Tempo onde participaram 40 personalidades de diversas áreas profissionais, com as suas fotografias, objetos e impressões sobre o presente e o futuro da Guarda e da região, e algumas entidades, empresas e turmas de escolas. A Cápsula do Tempo será desenterrada a 1 de julho de 2050. Até lá, diversas ações serão anualmente desenvolvidas, nomeadamente já no próximo dia 1 de julho, com programa a divulgar brevemente.

 

RED BULL KART FIGHT

Portugal em 12º lugar na Final Mundial do Red Bull Kart Fight 

 

JAPÃO CONTINUA A REINAR ENTRE OS PILOTOS AMADORES

 

Demonstrando o elevado nível dos seus pilotos amadores, o Japão voltou a dominar a Final Mundial do Red Bull Kart Fight, disputada este fim-de-semana na pista do Grande Prémio da Áustria. Portugal esteve entre os 17 países presentes, com o Campeão Nacional Ruben Conceição a regressar com o 12º lugar.

 

Não é todos os dias que um piloto amador tem a oportunidade de correr num circuito de Fórmula 1 a sério, num ambiente único e inspirador. Foi assim a Final Mundial do Red Bull Kart Fight, que decorreu no último fim-de-semana no Red Bull Ring de Spielberg - traçado mítico que recebeu durante anos o Grande Prémio da Áustria.

 

Escolhidos na sequência de um intenso processo de seleções aberto a talentos sem licença desportiva que decorreu em 17 países de quatro continentes, este desafio final caraterizou-se por uma enorme intensidade competitiva. Depois das sessões de treinos, das qualificações e de quatro semi-finais a decisão do título aconteceu durante uma Grande Final com a duração de 30 minutos. O japonês Makoto Kubo, de 29 anos, acabou por ser coroado Campeão – sucedendo assim ao seu compatriota Shinji Sawada. Proprietário de um bar em Hiroshima, o piloto atribui este resultado à sua preparação: “No Japão o nível do Red Bull Kart Fight foi muito elevado. Quando cheguei à Áustria fiquei impressionado com o traçado, mas consegui desenhar uma boa estratégia e aproveitar ao máximo”. Seguiram-se no pódio, respetivamente, o italiano Andrea Tognalli (17 anos) e o croata Ivan Visak (20 anos) - sendo este último o único repetente em prova.

 

Ruben Conceição regressou a Portugal com um 12º lugar da classificação geral, naquela que considerou “uma experiência para a vida”. Depois de ter começado dentro do Top 10, o piloto de Alcochete acabou por enfrentar alguns problemas no seu kart – incluindo um motor partido – o que acabou por condicionar o seu ritmo nas últimas corridas.

 

 

O piloto de Fórmula 1 Sebastien Buemi foi uma presença constante ao longo do fim- de-semana, destacando “o elo comum que une todos os amantes dos desportos motorizados, pois independentemente de estarmos ao volante de um F1 ou de um kart a paixão é a mesma”.

 

CLASSIFICAÇÕES

FINAL MUNDIAL

1º Makato Kubo (Japão)

2º Andrea Tognalli (Itália)

3º Ivan Visak (Croácia)

4º Martynas Gruska (Lituania)

5º Jose Perea (Colombia)

6º Zahir Phillips (África do Sul)

7º Mauricio Pereira (Brasil)

8º Davis Ivanous (Letónia)

9º Dominick Hofmann (Áustria)

10º Adrian Krzysktof (Polónia)

12º Ruben Conceição (Portugal)

 RB Kart_Fight_final_mundial1RB Kart_Fight_final_mundial2RB Kart_Fight_Podio

 

TOYOTA COMERCIALIZA ASSESSÓRIOS

 

Toyota Portugal inicia comercialização de assessórios da TRD para GT86 e Auris

• Acessórios desenvolvidos pela Toyota Racing Department (TRD) estão agora disponíveis na rede Toyota em Portugal 
• Peças especificamente desenvolvidas para reforçar a performance do GT86 e também para o familiar compacto Auris
• Várias áreas passíveis de melhoria – aerodinâmica, suspensão, chassis, travões, escape, motor, design exterior e interior.

A Toyota Racing Development (TRD) nasceu no momento em que uma equipa de técnicos especializados iniciou a adaptação de viaturas Toyota de estrada para a competição, quando decorria o ano de 1954. Após 60 anos de desenvolvimento constante, nos mais diferentes modelos e nas várias vertentes da competição automóvel, as viaturas preparadas pela TRD encontram-se a competir em todo o mundo sempre na linha da frente.

Refletindo a paixão pela performance, todos os acessórios procuram aplicar o conhecimento e características da competição conferindo um maior prazer de condução nas viaturas utilizadas no dia-a-dia.

A performance desportiva e as melhorias dinâmicas acrescidas pela instalação destes acessórios, especificamente desenvolvidos para cada modelo, permitem reforçar a performance, segurança e a fiabilidade.

Por outro lado, estes acessórios permitem personalizar cada viatura ao gosto do condutor uma vez que as peças da TRD podem ser adquiridas individualmente.Ambos os modelos, o GT86 e o Auris foram alvo dos engenheiros da TRD desenvolvendo peças para incrementar as performances e da aerodinâmica, as quais estão agora disponíveis em Portugal.Auris TRDAuris TRD1GT86 TRD_01_2012GT86 TRD_03_2012GT86 TRD_07_2012GT86 TRD_08_2012

 

FÓRMULA 4

F4 BRDC
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gustavo Lima
Alta | Web

F4 BRDC
Clique na imagem para fazer o Donwload...
Gustavo Lima
Alta | Web

F-4: Gustavo Lima estreia com bons pontos e três "top 10" em Silverstone


Brasileiro termina em sexto, quinto e décimo a rodada tripla, deixando pista inglesa na sexta posição do campeonato

Melhor brasileiro na abertura da temporada 2014 da Fórmula 4 britânica, no circuito de Silverstone, Gustavo Lima destacou a regularidade nos pontos em um campeonato longo, com um total de 24 corridas. "Acho que foi um final de semana bom, mas podia ter sido muito melhor... Conseguimos fazer bons pontos e vamos seguir firme na briga pelo titulo", conta o brasiliense de 17 anos, que foi sexto, quinto e nono, respectivamente, nas três provas do fim de semana.

A chuva, que assolou os treinos livres, deu uma trégua na hora das corridas, com Gustavo cravando o terceiro tempo na classificação, ainda disputada com pista molhada. Porém, um superaquecimento do motor maculou sua participação na prova de abertura, o que levou à sexta posição. Melhor sorte viria durante a segunda prova, quando o brasileiro pulou para ponta, mas, com pneus gastos, caiu para quinto. "Acabei sendo espremido para fora da pista pelo Struan Moore, o que me fez perder posições", comenta Lima, que tem apoio de CBA Hospitalares, Visit Brasilia, Blun e Adidas e é membro da academia de jovens pilotos da equipe McLaren de Fórmula 1.

Na última e derradeira prova do fim de semana, cujo grid é determinado pelas melhores voltas das provas anteriores, Gustavo largou em sétimo e acabou atingido na saída pelo carro de Will Palmer (filho do ex-piloto de F-1 Jonathan Palmer). "O dano na asa dianteira deixou o carro lento e, com os mesmos pneus dos treinos, tive de lutar muito para segurar quem estava de compostos novos. Conseguí segurar alguns, mas fui ultrapassado por outros. Mas, no fim, foi um saldo bom. Podemos ir melhor e pretendemos fazer isso na próxima etapa", finaliza o piloto da equipe Hillspeed.

O próximo encontro da F-4 britânica acontece nos dias 17 e 18 de maio, em Brands Hatch.

Prova 1
1. Raoul Hyman (AFS), 10 voltas
2. Diego Menchaca (MEX), a 0s505
3. Sennan Fielding (GBR), a 1s023
4. Nicholas Beer (DIN), a 1s689
5. George Russell (GBR), a 2s120
6. Gustavo Lima (BRA), a 5s509
12. Gaetano di Mauro (BRA), a 24s431

Prova 2
1. George Russell (GBR), 9 voltas
2. Nicholas Beer (DIN), a 3s890
3. Struan Moore (GBR), a 4s293
4. Raoul Hyman (AFS), a 4s827
5. Gustavo Lima (BRA), a 5s653
6. Will Palmer (GBR), a 6s101
NC. Gaetano di Mauro (BRA), a 9 voltas

Prova 3
1. George Russell (GBR), 10 voltas
2. Arjun Maini (ING), a 3s025
3. Diego Menchaca (MEX), a 7s149
4. Chris Middlehurst (ING), a 10s354
5. Struan Moore (GBR), a 10s533
6. Will Palmer (GBR), 15s602
9. Gustavo Lima (BRA), a 26s638
12. Gaetano di Mauro (BRA), a 31s455

Classificação do campeonato
1. George Russell (GBR), 79 pontos
2. Diego Menchaca (MEX), 66
3. Raoul Hyman (AFS), 64
4. Arjun Maini (IND), 52
5. Will Palmer (GBR), 47
6. Gustavo Lima (BRA), 45
16. Gaetano Di Mauro (BRA), 18



 

JET SKI NO BRASIL

 

EVERSON CAMARGO BUSCA LIDERANÇA NO

 BRASILEIRO DE JET SKI – GRAND PRIX 2014
 O paulista de São José do Rio Preto ocupa o segundo lugar na categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade. De quinta-feira a domingo ele disputará a segunda e terceira etapas do campeonato, em Boa Esperança (MG).

 

Buscar a liderança do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014. Esse é o objetivo do paulista Everson Camargo, que de quinta-feira a domingo, disputará a segunda e terceira etapas da competição, na Represa de Furnas, em Boa Esperança (MG). O piloto de São José do Rio Preto ocupa a segunda colocação na categoria Runabout Turbo GP, considerada a Fórmula 1 da modalidade.

Camargo, que já participa do Campeonato Brasileiro de Jet Ski há vários anos, teve boa peformance na etapa de abertura em Pereira Barreto, terminando em segundo lugar nas duas baterias realizadas. A liderança pertence ao paranaense radicado no Paraguai, Valdir Scremin. A expectativa é de uma disputa acirrada entre os dois pilotos.

Na categoria Super Course Turbo GP, o competidor de São José do Rio Preto ocupa a quarta colocação e tentará melhorar sua posição nas duas baterias que disputará em Boa Esperança. A liderança é do paulistano Jeferson Gomes, que tem cinco pontos de vantagem.

Nessas duas etapas do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 estão sendo esperados pilotos dos Estados de Goiás, Minas Gerais, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Santa Catarina e Distrito Federal. Também convidados do Paraguai, Uruguai, Bolívia e Argentina.

Na quinta-feira a movimentação do Campeonato Brasileiro de Jet Ski – Grand Prix 2014 será aberta às 11 horas, com treinos livres e as disputas das baterias começam às 13 horas. Na sexta-feira, as disputas têm início às 9 horas e no sábado às 13 horas. No domingo, a movimentação começa às 9 horas.

A organização do evento já começou a montar toda infraestrutura junto à Represa de Furnas, que terá arquibancadas, área vip, secretaria e área de boxes, tendas de alimentação, além de lojas e exposições de patrocinadores.

A segunda e terceira etapas do CAMPEONATO BRASILEIRO DE JET SKI GRAND PRIX 2014 - Classificatória para o Mundial de 2014 é uma realização da BJSA – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE JET SKI, com homologação da IJSBA – INTERNATIONAL JET SPORTS BOATING ASSOCIATION. Produção - CPM7 FULL PROMOTION. Patrocínio – PREFEITURA DE BOA ESPERANÇA E CÂMARA MUNICIPAL.  Apoio: 51 ICE, X-FLOAT, SPETO IMPORT, CASARINI SEA-DOO / BRP, YAMAHA DO BRASIL, GLOBOJET / KAWASAKI, Site BOMBARCO, REVISTA BOAT SHOPPING, www.photojetski.com.br, FULLPOWER ENERGY, TOALHAS SÃO CARLOS, NEWPRESS VIDEO PRODUÇÕES E COPTERCAM. O evento conta com a supervisão da MARINHA DO BRASIL e CORPO DE BOMBEIROS.


Everson de_Camargo
 

N SEGUROS COM CAMPANHA N MOTO

 

N Seguros lança campanha para seguros

N Moto

 

 

 

Para aqueles que apreciam a liberdade e segurança em 2 rodas, a N Seguros lança uma campanha de 10% de desconto para o segmento Moto, para que os clientes possam aproveitar o bom tempo.

Especificamente a pensar no segmento moto, a N Seguros, a Seguradora Directa do Grupo Montepio, disponibiliza o seguro N Moto, um produto que se destaca pela possibilidade de ser subscrito em duas versões: N Moto Start ou N Moto Top. Tal como os outros produtos da N Seguros, este é composto por um pacote base que pode ser complementado com várias coberturas extra, para que se ajuste à medida de cada cliente.

Esta campanha, em vigor a partir de 23 de Abril, destina-se ao seguro N Moto Start, solução ideal para quem precisa apenas do indispensável, sendo esta modalidade constituída pela cobertura de responsabilidade civil obrigatória, assistência em viagem e protecção jurídica.

Segundo Sílvia Ramiro, Responsável de Marketing da N Seguros “com a chegada do bom tempo, esta campanha é lançada numa altura em que sabemos que os clientes tendem a dar uma maior utilização às motos. Pretendemos que aproveitem o bom tempo, mas com segurança.”

N Seguros é a Seguradora Direta do Grupo Montepio e oferece produtos personalizados de acordo com as necessidades específicas dos seus clientes. Seguros como o N Auto Woman – para mulheres activas, dinâmicas e modernas; N Auto Senior – para pessoas experientes; N Auto Cool – para jovens, bons condutores; e o N Protecção para os imprevistos do dia-a-dia são exemplos dos produtos que a N Seguros disponibiliza tendo em conta as diferentes características dos seus clientes.

 

20º SUPER BOCK SUPER ROCK

20º Super Bock Super Rock


Nova confirmação:

Cat Power
18 de Julho

17, 18, 19 de Julho, Herdade do Cabeço da Flauta
Junto à Praia do Meco, Sesimbra

www.superbocksuperrock.pt | facebook.com/sbsr

E à 20ª edição, o Super Bock Super Rock não poderia deixar de surpreender. Aos nomes já anunciados, junta-se um gigante, icónico e inefável do universo indie: Cat Power.


A vida de Chan Marshall pode ser rica de volatilidades, viva de tempestades e de momentos limite. No entanto, o génio musical e criativo nunca esmoreceu. Apesar das dificuldades pessoais Cat Power surpreendeu – ou melhor, arrebatou! – sempre, como autora e intérprete. Dos tempos dos idos 90, onde em Nova Iorque criou, compôs e produziu os seus primeiros discos – com a preciosa ajuda de gente como Steve Shelley (Sonic Youth) e Tim Foljahn (Two Dollar Guitar) -, aos voos grandiosos pela Matador Records, de onde jorraram discos como “Moon Pix” ou “You Are Free”, Marshall provou ser rara, com um jeito muito pessoal. Até “The Greatest”, épico registo quase soul de 2006, as canções de Cat Power exploraram a melancolia tendo como base o género folk, aqui e ali com componentes da pop independente. Em 2012, depois de 6 anos sem editar um disco exclusivamente de originais, voltou com “Sun”. O título diz muito e é revelador de uma renovada esperança artística. A estética que incorpora a obra é temperada por electrónica (com pop dentro) e por sons de galáxias distantes das das primeiras obras. Cat Power tem encantado o mundo e os melhores palcos com “Sun”. Chegou a vez de Portugal, e o Super Bock Super Rock é o festival que se honra de receber e oferecer a todos os apaixonados da melhor música alternativa, uma das mais brilhantes artistas do mercado musical alternativo: Cat Power.

 

Mais novidades a anunciar brevemente.

Já confirmados:

Dia 17
Massive Attack
Disclosure
Tame Impala
Metronomy
Jake Bugg
Panda Bear
Erlend Øye
Vintage Trouble
The Cat Empire

Dia 18
Eddie Vedder
The Legendary Tigerman
Cat Power
Woodkid
Cults
 

Dia 19
Kasabian
Foals
The Kills
Albert Hammond Jr.
C2C
SKATERS
 



CAT POWER

 

Charlyn Marie Marshall (aka Cat Power/Chan Marshall) é uma mulher com uma vida e individualidade intrincadas. A sua história fez-se invariavelmente de diferentes cores. Como uma montanha-russa, a velocidade e as curvas dos momentos de Mrs. Marshall foram oscilantes, tensos e imprevisíveis. Começou a sua carreira em Nova Iorque, apadrinhada por Steve Shelley (Sonic Youth) e Tim Foljahn (Two Dollar Guitar). Em 24 horas gravou os seus dois primeiros discos, "Dear Sir" (1995) e "Myra Lee" (1996). Depois do 3º de originais, “What Would the Community Think", editado pela Matador Records, retira-se para se dedicar ao babysitting, em Portland. A deusa indie viveu sempre numa dimensão surreal, entre o imprevisível e o excessivo. Cat Power podia já não existir. Os consumos psicotrópicos e a instabilidade psíquica, foram traço em loop no caminho de Chan.

Mas depois veio “Moon Pix”, disco editado em 98 brotado de sonhos e pesadelos. Depois de um disco de versões (“The Covers Record”), magnífico por sinal, Cat Power edita em 2003 “You Are Free”, belíssimo e pungente conjunto de canções. Três anos depois volta a surpreender com uma espreitadela à soul e às melodias de contornos épicos: “The Greatest “(2006). Para “Sun”, editado em 2012, é, provavelmente, o disco mais soalheiro de Cat Power. Auto-financiado, tem sido reconhecido pela crítica e pelo público – mesmo aquele que venera os velhos tempos da norte-americana. Tem tocado o registo pelo mundo inteiro. Este ano, para gáudio generalizado, também no Super Bock Super Rock.

 

Site Oficial | Facebook

Vídeo: "Manhattan"





 

CITROEN ESTREIA MOTOR

 

CITROËN C4 Collection estreia motor e-THP 130


• Primeiro motor a gasolina do Grupo a cumprir a norma Euro6
• Consome 23% menos que o seu antecessor, oferecendo mais 10 cv


A CITROËN estreou o novo bloco a gasolina PureTech Turbo
1.2 e-THP 130 no nosso país, e fê-lo no CITROËN C4,
através da Série Especial Collection. Para além dos conteúdos
amplamente reconhecidos do CITROËN C4, o modelo conta
agora com o mais potente e evoluído dos motores de 3
cilindros a gasolina, o que permite à Série Especial C4
Collection apresentar-se com um preço de 22.282 Euros*,
valor que poderá descer até aos 17 990 Euros**.
O CITROËN C4 foi o primeiro modelo do Grupo PSA a receber o novo motor turbo a gasolina e-THP 130,
equipado com a tecnologia Stop&Start, e que cumpre a exigente norma Euro6, que vigorará a partir de 1 de
Setembro de 2015. A incorporação deste novo bloco integra-se na mais recente ofensiva tecnológica da Citroën,
que optou por estrear esta nova tecnologia de ponta numa Série Especial com conteúdos e preços muito
convidativos, o C4 Collection.
Após o lançamento do motor de três cilindros a gasolina nas suas versões atmosféricas (1,0 litros de 68 cv e 1,2
litros de 82 cv), a família PureTech vê-se agora complementada com a introdução de um turbocompressor, de
injecção directa e de sincronização variável das válvulas, que lhe permitem oferecer uma potência de 130 cv às
5 500 rpm e um binário máximo de 230 Nm às 1 750 rpm. Compacto, de baixo peso e dimensões muito
reduzidas, o e-THP 130 atinge, na sua categoria, níveis de performance e condução entre as melhores propostas
do mercado. Uma agradabilidade potenciada graças à adopção de uma caixa manual de 6 velocidades.
Paralelamente, o mais recente bloco a gasolina PureTech permite uma redução em 23% da média de consumos
e de emissões de CO2 comparativamente aos motores da geração anterior, designadamente a motorização 1.4
VTi de 120 cv. Tal deve-se ao recurso a um conjunto de tecnologias inovadoras, eficientes e económicas
desenvolvidas no âmbito da «Créative Technologie» da CITROËN. Como resultado, emite 110 g/km de CO2
em lugar dos 143 g/km do seu antecessor de 4 cilindros e consome 4,8 l/100 km em ciclo misto, apesar da
potência adicional de 10 cv.

Desenhado para assegurar potência, prazer de condução e consumos reduzidos
O motor e-THP 130 caracteriza-se pelas suas prestações de alto nível. Os seus 80 kW/l e 190 Nm/l permitem
ganhos em termos de rendimento apesar da diminuição da cilindrada. Reduzem-se as emissões de CO2 em
23%, garantindo um verdadeiro prazer para condução graças a um binário muito elevado a baixa rotação.
Dotado de um turbocompressor de nova geração de elevada performance (240 000 rpm), o motor e-THP 130
oferece a melhor relação entre binário a baixo regime e potência, com 95% dele disponível a partir das 1500
rpm até às 3500 rpm.
• Combustão optimizada
O sistema de combustão foi particularmente desenvolvido para fazer o melhor uso das tecnologias incorporadas
no motor, em particular a adopção de uma injecção directa de elevada pressão (200 bar) em posição central. A
posição do injector, a forma do jacto (graças à tecnologia de laser) e a gestão dos impulsos de injecção (máximo
de 3 por combustão) e da própria pressão garantem uma pulverização ideal de gasolina na câmara de
combustão, a fim de obter a melhor combustão possível. Os consumos e as emissões de gases poluentes viramse
fortemente reduzidos graças à optimização da aerodinâmica interna da câmara de combustão e da integração
de uma sincronização variável das válvulas de admissão e de escape. A relação entre o diâmetro e o curso baseiase
na da versão atmosférica do bloco de 1,2 litros, garantindo o melhor compromisso entre o rendimento
intrínseco do sistema de combustão e as perdas por fricção.
• Atritos reduzidos
A arquitectura do motor e as tecnologias empregues reflectem as opções tomadas na versão atmosférica,
definindo, assim, uma nova referência no segmento. O principal objectivo no desenvolvimento deste motor foi
limitar as perdas por fricção da mecânica, que representam cerca de 20% da potência consumida. A dimensão
da cambota, a descentragem dos cilindros e o accionamento da distribuição por correia húmida contribuem para
o resultado de conjunto. O revestimento de baixa fricção DLC (Diamond Like Carbon) é usado nos eixos dos
pistões, nos segmentos e nas «touches» para limitar a fricção. Finalmente, a bomba de óleo pilotada permite
uma correcta gestão do processo de lubrificação. O atrito viu-se, portanto, reduzido em 30% em comparação
com as melhores propostas da concorrência. O motor e-THP 130 torna-se, assim, na nova referência do
segmento.

• Componentes adaptados a maiores exigências
Este bloco turbo foi desenvolvido com base na mesma arquitectura de 3 cilindros das versões atmosféricas,
partilhando 37% das peças. Os valores de performance inéditos obtidos resultam da utilização das mais
modernas tecnologias e do reforço de determinados componentes:
- a cabeça do motor foi construída numa liga de alumínio forrada a cobre e o tratamento térmico nela
aplicado permite-lhe suportar cargas elevadas. Como na versão atmosférica, o colector de escape foi
integrado naquele órgão mecânico para melhorar a performance e tornar o bloco mais compacto;
- o cárter, moldado sob pressão em vácuo e com tratamento térmico, vê-se reforçado em termos de
resistência. Inseridas no processo de moldagem, as camisas dispõem de um revestimento em alumínio,
garantindo-se uma perfeita coesão entre elas e o cárter, garantindo a fiabilidade e reduzindo-se as
deformações dos cilindros, diminuindo-se o atrito;
- a cambota é feita em aço (substituindo o ferro fundido da versão atmosférica), enquanto as bielas são-no
num aço de elevadas características mecânicas, para suportar pressões de combustão excepcionais.
Antes do seu lançamento, o motor 1.2 e-THP 130 já realizara um conjunto de exigentes ensaios, tendo sido
avalizado ao longo das mais de 25 000 horas em banco de motores e de mais de 1 600 000 de quilómetros
percorridos em testes dinâmicos.
Finalmente, no capítulo do conforto acústico, houve um aturado trabalho ao nível das fontes de ruído do motor
(injecção de elevada precisão), mas também a nível do próprio veículo, com a integração de elementos
absorventes de ruído específicos.
Novo reforço numa gama CITROËN C4 cujos preços iniciam nos 20 383 euros*
Com a chegada do novo bloco a gasolina PureTech Turbo 1.2 e-THP 130, a gama CITROËN C4 passa a
estruturar-se em torno de 12 variantes no nosso país, dividas entre dois blocos a gasolina e três diesel,
associados a caixas de velocidades manuais (CVM de cinco velocidades e CVM6 de seis) e manuais pilotadas
(ETG6 de seis relações).
No capítulo dos preços e imediatamente após os 20 383 Euros* da versão de entrada na gama, feita através do
C4 1.4 VTi 95 CVM Attraction, destacam-se os 22 282 Euros* do novo CITROËN C4 1.2 e-THP 130 CVM6
Collection, valor que se mostra bastante competitivo face aos seus principais concorrentes no segmento, com
níveis de equipamento semelhantes. Um PVP que poderá ver-se reduzido até aos 17 990 Euros**, caso o
cliente tenha uma viatura com mais de 10 anos para retoma.
CITROEN C4eTHP130_CL_10.114.015CITROEN C4eTHP130_P13138100
Apresentado em Série Especial exclusiva em termos de conteúdos, assentes no segundo nível de equipamento
do modelo, o novo CITROËN C4 Collection 1.2 e-THP 130 CVM6 Collection conta com ar condicionado
automático, rádio MP3 com «connecting BOX» e «kit» mãos-livres Bluetooth, ajuda ao estacionamento traseiro,
jantes de liga leve de 16 polegadas, faróis de nevoeiro com «cornering lights», vidros escurecidos com frisos
cromados e volante em cabedal, entre outros equipamentos (ver informação em anexo).
Esta Série Especial está disponível em nove cores: dois brancos (Branquise e Nacarado) e dois cinzas (Aluminium
e Shark), no azul Bourrasque, no vermelho Babylone ou no preto Perla Nera, para além do castanho Hickory e
do beje Mativoire. Os estofos são em tecido Hermitage.

 

FRANCO EM ESPANHA

 

Alexandre Franco na Baja de Almanzora

A dupla da Scuderia Goldentrans/DURA automotive systems composta pelos alenquerenses Alexandre e Rui Franco estará já no próximo fim-de-semana á partida da Baja de Almanzora, prova pontuável para o Campeonato Ibérico de Todo o Terreno.

Depois do excelente segundo posto na Categoria T2 em Reguengos e consequente oitavo posto na geral, a dupla de Alenquer decidiu-se pela presença na prova espanhola, procurando realizar aqui a segunda pontuação da temporada na competição e assim procurar lutar pelo título da competição ibérica. 

Falando sobre a prova, Alexandre Franco confirmou que “não estando nos nossos planos iniciais a participação no Campeonato Ibérico, essa possibilidade nunca foi excluída. Conforme o nosso resultado em Idanha-a-Nova (terceira prova do Campeonato Ibérico), iríamos pensar na possibilidade de realizar uma prova em Espanha, mas o resultado de Reguengos coloca-nos numa posição em que faz todo o sentido alinharmos na Baja de Almanzora”. 

O piloto que conta com os apoios da Goldentrans, DURA Automotive Systems e Eni reconhece ainda assim que “com a prova realizada este fim-de-semana, ficamos com muito pouco tempo para a preparação da corrida e a nossa equipa de técnica terá apenas dois dias para trabalhar no nosso carro, que também não esteve perfeito em Reguengos. Ainda assim, estamos muito motivados e esperançados em repetir um bom lugar no próximo fim-de-semana”. 

A Baja de Almanzora terá o seu início na próxima sexta-feira dia 2 de Maio, com a realização de uma Super Especial a meio do dia, para pouco depois se disputar o primeiro sector selectivo. No Sábado serão disputados mais sectores selectivos por duas vezes, com a prova espanhola a terminar no final da tarde do mesmo dia, depois de disputados cerca de 450 kms contra o cronómetro. 

 

 Alexandre Franco_Ervideira_2014

 

JOÃO LOPES NA LUTA PELO PÓDIO

 

João Lopes esteve na luta pelo pódio

Embraiagem atrasou dupla da JL Racing

 

A dupla João Lopes/Bruno Santos, aos comandos do Polaris RZR 1000 inscrito pela equipa JL Racing/Firststop/Pneudirecto não foi feliz no Vinhos Ervideira Rali TT, a segunda etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2014. O par campeão em 2012 lutava por uma posição no pódio quando problemas de embraiagem retardaram o seu andamento, levando a equipa a terminar na 7ª posição.JooLopes Ervideira_04

 

CRESCIMENTO DE 56%

 

Honda Motor Co., Ldt fecha exercício fiscal com um crescimento de 56,4% comparado com ano anterior


Estes resultados ficam a dever-se, essencialmente, ao aumento nas vendas de automóveis no Japão e na América do Norte e de motos na Ásia, bem como aos efeitos positivos das medidas de redução de custos e aos câmbios mais favoráveis associados à desvalorização do iene japonês.


 

SISTEMA DE COMPARAÇÃO DE CORES

 

Sistema de comparação de cores 3M

sun gun
As condições de luz dentro de uma oficina automóvel raramente são
as ideais, por isso a 3M apresenta o sistema de comparação de
cores, PPS™ Sun Gun™, desenhado para facilitar o processo de
ajuste de cor, de forma rápida e eficaz.
Qualquer que seja o local onde o veículo se encontre na oficina, o
3M™ PPS™ Sistema de comparação de cores, providencia luz
idêntica à natural. Com um novo design e com a bateria melhorada
(NiMH), de carregamento rápido, este produto 3M é uma
ferramenta valiosa para verificar e aprovar a qualidade em cada face
do processo de reparação. Ideal para selecionar a cor correta e a
variação, para verificar a tonalidade com as chapas de cores e
verificar a cobertura.
O sistema de comparação de cores 3M oferece vários benefícios:
- Elimina a necessidade de mover o veículo para o exterior para verificar a cor;
- Reduz a possibilidade de refazer o trabalho relacionado com a má combinação de cores e à falta de
cobertura;
- Reduz as repetições de reparação;
- Reduz os custos de material e de trabalho.
3M, uma solução de confiança!
Acerca da 3M
A 3M capta a força das novas ideias e transforma-as em milhares de produtos inventivos. A nossa cultura de
colaboração criativa inspira um fluxo constante de tecnologias fortes que tornam a vida melhor. A 3M é uma empresa
de inovação que nunca para de criar. Com 30.000 milhões de dólares em vendas, a 3M emprega 84.000 colaboradores
em todo o mundo e tem operações em mais de 65 países. Para mais informação consulte o website www.3m.pt ou
siga a empresa em twitter.com/3MPortugal ou facebook.com/3MPortugal.

 

MARTINE PEREIRA ESTREOU 147

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 1

 

MARTINE PEREIRA ESTREOU ALFA ROMEO 147

 

Foi uma das novidades da jornada inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, onde na rampa da Penha, Martine Pereira estreou um Alfa Romeo 147, que surgiu com uma decoração deveras original, muito idêntica á da Martini (empresa italiana de bebidas que esta época apoia a equipa da Williams de Fórmula 1).

Mostrando ainda uma certa falta de adaptação ao seu novo carro, Martine Pereira nas subidas de prova veio sempre a evoluir, conseguindo tempos na ordem dos 2.02.847, 1.45.357 e 1.48.649 respectivamente.

Sobre a prova em si, o piloto de Vila Nova de Famalicão fez-nos o ponto de situação “ correu bem, na 1ª subida de prova, tive um problema, pois partiu-se o selector da caixa de velocidades, e com isso estraguei um bocado o meu resultado final global, mas as corridas têm destes imprevistos, e há que saber estar preparado para os mesmos. Ainda sobre o carro, é lógico que precisa de evoluir mais, tenho um bocado de trabalho pela frente, é mais um desafio para toda a equipa e para mim. Só espero ser bem sucedido, e evoluirmos no caminho certo, mas estou confiante num bom resultado na rampa da Falperra”.

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA 1

1º António Nogueira – Porsche GT 2

2º João Barros – Ford Fiesta RS

3º Manuel Correia – Skoda Fabia S 2000

4º MARTINE PEREIRA – ALFA ROMEO 147

5º Joana Barbosa – Abarth 500FOX 7623FOX 7624

 

ALBUQUERQUE ESTREIA-SE COM O R 18

 

Austin albuquerque1Austin albuquerque15

 

Filipe Albuquerque estreia-se com o Audi R18 em Spa-Francorchamps

 

A primeira corrida de Filipe Albuquerque com o Audi R18 e-tron quattro com que vai disputar as 24h de Le Mans acontece este fim-de-semana no exigente traçado de Spa-Francorchamps na Bélgica. Depois de um Inverno intenso de preparação aos comandos da sua nova máquina, chegou agora de colocar em prática toda a aprendizagem dos testes e bater-se pela melhor posição em qualificação e corrida.

 

Esta prova marca o início de uma nova etapa na carreira profissional do piloto que disputará também, pela primeira vez, uma prova do Mundial de Endurance que coloca em pista os melhores do mundo na modalidade. Enquanto piloto oficial da Audi, Filipe Albuquerque sabe que tem todas as condições para discutir os lugares do pódio e quem sabe a vitória.

Ciente da importância desta corrida Filipe que terá nesta prova apenas Marco Bonanomi como companheiro de equipa  está ansioso por entrar em pista: "Depois dos últimos meses a testar o Audi R18 e a preparar-me fisicamente para este desafio, é normal que esteja ansioso por aplicar todos os conhecimentos num fim-de-semana de competição", começou por dizer o piloto português.

 

O R18 com o nº3 alocado a Albuquerque vai ser, em termos aerodinâmicos, distinto dos outros dois Audi e visa sobretudo testar especificações diferentes com vista á corrida de Le Mans mas também à evolução da própria máquina: "É importante acabar a corrida. A primeira prova do Mundial não correu bem à Audi e precisamos de colmatar essa lacuna. É importante recolher o maior número de informação possível mas também aprender o carro em situação de corrida. Fiz centenas e centenas de quilómetros em testes mas em prova as coisas são diferentes a todos os níveis. A pressão é maior e com tantos carros em pista, muitos deles muito mais lentos, a missão das ultrapassagens tem de ser conseguida", continuou.

 

Ser estreante num Campeonato onde só os melhores têm lugar é um orgulho mas também aumenta o seu sentido de responsabilidade: "Quero dar o meu melhor e ajudar a Audi a conseguir os seus objectivos. Tanto eu como o Bonanomi estamos confiantes. Fazemos uma boa equipa pois ajustamo-nos muito bem. Espero que isso se reflita em pista e que possamos terminar a prova de Spa com o sentimento de dever cumprido e claro, com o melhor resultado possível", concluiu Filipe Albuquerque.

 

O programa do fim-de-semana prevê as sessões de treinos livres e qualificação na sexta-feira, 2 de Maio e a corrida no Sábado, 3 de Maio às 13.30h.

 

 

 
 

VIVARO E MOVANO EM BIRMINGHAM

 

Salão de Birmingham: Opel faz estreias mundiais do Vívaro e da nova gama Movano

A Opel leva ao Salão de Veículos Comerciais de Birmingham (29 de Abril a 1 de Maio), no Reino Unido, dois importantes destaques: a nova geração do furgão Vívaro e a nova gama do modelo Movano dotada de propulsores mais potentes e mais económicos. A segunda geração Vívaro foi concebida para aliar a funcionalidade de um veículo comercial ligeiro com as características de um escritório sobre rodas, dotado de conforto e de design equiparável ao de um automóvel de passageiros. As diversas versões de carroçaria são mais longas por comparação com o modelo anterior, o que permite obter maior capacidade de carga. Sob o capô surgem novos motores turbodiesel, de elevado nível de eficiência, que conseguem uma redução de consumo de combustível para apenas 5,7 l/100 km e de emissões de CO2 para 149 g/km. Estes valores passam a ser os melhores da classe. Se a nova geração Vívaro promete custos de utilização mais baixos, a entrada de motores mais eficientes na gama Movano vai produzir uma renovação importante deste modelo, tornando-o ainda mais competitivo. Os novos motores Diesel possuem a mais recente tecnologia BiTurbo de dupla sobrealimentação, capaz de reduzir significativamente os consumos e as emissões.  (...)

 

 

LANÇAMENTO DO NOVO MASTER

 

O LANÇAMENTO DO NOVO MASTER DÁ CONTINUIDADE À RENOVAÇÃO DA GAMA DE UTILITÁRIOS RENAULT

 

  • O Novo Renault Master é revelado hoje no Salão de Birmingham.
  • A nova geração dispõe de novos motores Twin Turbo desenvolvidos por base no actual 2.3 dCi. Para além de mais potentes (até 165 cv) permitem uma redução dos consumos que pode atingir os 1,5 l / 100 km*.
  • O Novo Master vai dispor de novas tecnologias como o ESC da última geração, o sistema de ajuda ao arranque em declive, anti-oscilação do reboque e o inovador espelho Wide View.
  • O Novo Master irá também dispor de uma nova versão L4, de tracção traseira e rodado simples. 
  • O Novo Master será comercializado depois das férias de Verão. Novo-Renault-MasterNovo-Renault-Master Novo-Renault-Master interio
 

TEAM CLÁSSICO RACING

 

Team Clássico Racing/Isvouga começa o ano da melhor forma: a ganhar

 

O Team Clássico Racing/ Isvouga - equipa sedeada em Sta. Maria da Feira e que corre com as cores do Isvouga, eni, Tecnitool, Pro-Bolt,Ustudio, Designar, Avon, Ohlins, JAMC, Motociclismo, Roadgalaxy e Oakley-  começou o ano da melhor forma, ganhando a primeira corrida, em Braga, por intermédio de Alberto Pires.

O piloto já tinha referido que o seu objectivo para 2014 era a conquista do Campeonato Nacional de Clássicas e provou em pista que os objectivos são reais, tal foi o domínio da Yamaha TZ preparada pela equipa de António Nicolau. DSC 6957

 

GALP É NOTICIA

 

Resultados do 1º trimestre de 2014”

 

 

Principais destaques:


  • Produção no Brasil e do trading de gás natural seguram resultado líquido de €47milhões no primeiro trimestre de 2014
  • Produção working interest totaliza 28,1 mil barris de petróleo e gás por dia (mboepd)
  • Produção net entitlement aumentou 23% para 24,6 mboepd, dos quais 70% correspondem à produção no Brasil
  • Exportação de produtos refinados para fora da Península Ibérica situam-se nas 600 mil toneladas, uma diminuição de 41% devido à paragem geral na Refinaria de Sines
  • Margem de refinação da Galp Energia diminui $0,7 por barril (bbl) para $1,1/bbl, refletindo a deterioração das margens de refinação europeias, apesar do contributo do hydrocracker
  • Volume de gás natural vendido aumentou 21% atingindo os 2.078 milhões de m3, tendo a atividade de trading de GNL representado 50% do total
  • Investimento de €197 milhões, dos quais cerca de 90% na área de Exploração & Produção, sobretudo no Brasil
 

ADRIANA QUER EVOLUIR

 

Troféu Abarth 500 Portugal


Adriana Barbosa quer evoluir no automobilismo

 

Adriana Barbosa_Braga2014
Adriana Barbosa regressou este ano ao Troféu Abarth 500 Portugal que teve início este fim-de-semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga.
Depois de em 2013 ter alinhado nas primeiras três corridas, fazendo equipa com a sua irmã, Joana, eis que a jovem piloto de Braga está de regresso à competição automóvel portuguesa, sendo a única presença feminina na competição dos pequenos carros italianos.
Ainda a dar os primeiros passos, Adriana Barbosa, aposta sobretudo na evolução e aprendizagem, pois o seu percurso no deporto automóvel ainda é curto.
Na primeira corrida, arrancou da 13ª posição, mas com a aposta em recuperar o máximo possível: “Parti bem, ganhando um pouco de terreno nos primeiros instantes da corrida. Mais à frente, tive uma pequena saída de pista na parabólica e perdi a minha posição”, começou por afirmar a piloto, adiantando ainda: “No entanto, nada estava perdido e havia que tentar recuperar até onde pudesse. Só que, quando me preparava para isso, comecei a ter problemas na caixa de velocidades, nomeadamente com a terceira e quarta. Nessa altura, pensei apenas em não forçar para tentar chegar ao fim e consegui”, referiu Adriana Barbosa, décima classificada.
Na segunda corrida, já saiu do 12º posto e preocupou-se em fazer a melhor corrida ao seu alcance: “As coisas já foram um pouco melhores, mas mesmo assim tive um pequeno percalço. O adversário que vinha atrás de mim deu-me um toque e provocou uma saída de pista ligeira. Com isso, perdi algum terreno”, confidenciava Adriana Barbosa, que sublinhou ainda: “Assim, as coisas ficaram um pouco piores em termos de classificação geral, mas já notei uma boa evolução e penso que no futuro os resultados podem ser melhores”, concluiu a piloto que foi, desta vez, a 14ª colocada.

 

JOANA BARBOSA NO NACIONAL DE MONTANHA

 

Campeonato Nacional de Montanha Joana Barbosa em estreia com aspirações

Joana Barbosa
Depois de no ano passado ter dado os primeiros passos no automobilismo de velocidade no Troféu Abarth 500 Portugal, Joana Barbosa vai alinhar esta época no Campeonato Nacional de Montanha.
A jovem piloto de Braga vai assim enfrentar um novo desafio, começando já este fim-de-semana de 26 e 27 de Abril com a participação na Rampa da Penha, a jornada inaugural da competição.
Em termos de carro, a escolha recaiu num Abarth 500 Assetto Corse semelhante ao do Troféu português, mas mais evoluído: “Comprámos o carro em 2013 e a intenção era já fazer algumas provas do Campeonato de Montanha, mas também ralis, com o meu primo Pedro Fins”, começa por explicar Joana Barbosa: “Infelizmente não foi possível concretizar esse projeto e por isso decidimos fazer as provas do Campeonato Nacional de Montanha este ano”.
Joana Barbosa, que está inscrita no Grupo A, Categoria 1, do respetivo campeonato, não coloca a fasquia muita alta, preferindo apontar como objetivo: ”Acima de tudo quero adaptar-me o mais rápido possível a um carro que penso, será um pouco exigente, mas também às provas. De resto, para a temporada as expectativas são sentir uma evolução na minha adaptação e acima de tudo divertir-me”, concluiu.

 

AS ACROBACIAS DE LUIS MARTINS

AS ACROBACIAS DE LUIS MARTINS

 

O big boss da Martinspeed, deu um recital de acrobacia com um quad na Rampa da Penha conforma as imagens anexas....luismartins1luismartins2

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

CIRCUITO BRAGA

 

Algumas imagens da zona de pré-partida, para a segunda prova do Nacional de Clássicos.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 7202FOX 7203FOX 7204FOX 7205FOX 7206FOX 7207FOX 7208FOX 7209FOX 7210FOX 7211FOX 7212FOX 7213FOX 7214

 

MITSUBISHI REGRESSA AOS LUCROS

 

Mitsubishi Motors Corporation
Regressa aos Lucros na Europa
A Mitsubishi Motors Corporation (MMC), apresentou um lucro operacional recorde de ¥ 123.4 biliões no
ano fiscal 2013 (FY13) – O melhor resultado de sempre. Em paralelo a margem operacional foi de 5.9% no
referido período.
A área de negócio Europeia da MMC – incluindo os 34 mercados da Mitsubishi Motors Europe e Rússia,
Ucrânia e Cazaquistão – contribuiu também para este impressionante resultado de um inequívoco
regresso aos lucros.
Após 3 anos de prejuízos, as operações na Europa no FY13, registaram um resultado operacional de
¥ 37.2 Biliões, tornando-se assim a segunda área de negócio mais rentável a seguir à Ásia*. Estes
resultados foram possíveis por:
- Sucesso no lançamento do novo Mitsubishi Outlander PHEV – Mitsubishi Motors teve 19.100
encomendas do modelo até dia 31 de Março de 2014 (excluindo Rússia e Ucrânia)
- Aumento do volume de vendas, devido a um conjunto de factores positivos:
o Impacto do lançamento de novos Modelos,
o Retoma da economia na Zona Euro,
o Correcção do elevado valor do Iene
O valor total das vendas neste período foi de 202.000 unidades**, em comparação com as 181.00
unidades do ano fiscal anterior o que representa um crescimento de 11%, e um valor líquido das vendas
de ¥ 484.3 Biliões.
Para o FY14 (1 de Abril de 2014 a 31 Março de 2015), a MMC prevê um volume de vendas na Europa de
225.000 unidades (+ 11% vs. FY13) com uma receita operacional de ¥ 48 Biliões.
*ASEAN e Norte da Ásia (excluindo Japão)
**MME34: 111.000 Unidades, Rússia, Ucrânia e Cazaquistão: 91.000 unidades

 

REBELO MARTINS DEU-SE BEM

 

João Rebelo Martins deu-se bem na terra!

 

João Rebelo Martins, que corre com as cores da Vida Económica, eni, Norfer, Alfaiate D`Interiores, Arax Gazzo, Powercoaching, fluidotronica, AC Angola, Kartódromo de Oiã, Cerveja Vadia, Globaz, Oakley, Quinta do Estanho, Molfil, Páginas Coloridas, Ginásio Rainha, Konica Minolta e Moçambique Motorsport, esteve durante o fim-de-semana na pista de Mação, com a Sirgado & Sirgados, a preparar a sua participação no Campeonato Nacional de Rallycross.

 

O piloto adaptou-se de forma progressiva e consistente à nova montada, acompanhado de perto pelos campeões Jorge e Rui Sirgado, sendo que os tempos foram aparecendo.

Para João Rebelo Martins “ o primeiro contacto com o carro foi fantástico porque a forma de se conduzir é completamente diferente daquela a que estou habituado. O carro dança de curva para curva!”. 572

 

STOCK CAR - BRASIL

 

Mineiro Rafa Matos conquista primeiro pódio na Stock com corrida inesquecível em Brasília e já está entre os 10 no campeonato


Podia ter sido ano passado, nas ruas de Salvador, não fosse um toque recebido na última volta do GP da Bahia. Ou em Ribeirão Preto, com uma corrida sempre próxima dos três primeiros colocados. Mas o que importa agora é que o tão sonhado primeiro pódio na Stock Car chegou, e de forma a não deixar dúvidas.

Mostra do quanto é competitiva a principal categoria do automobilismo nacional, o mineiro Rafa Matos (Bardahl/Ativas/Symantec/Belvitur) largou da 11ª posição na corrida que abriu a rodada dupla de Brasília, válida pela terceira etapa da temporada e levou o carro da equipe Hot Car à segunda posição na bandeirada. Nem mesmo o problema na bomba de combustível que levou ao abandono na segunda prova foi capaz de estragar uma comemoração merecida, e coroada com a oitava posição no campeonato.

Rafa fez um começo de prova tipicamente mineiro, ganhando uma posição antes que o safety car provocasse a neutralização e mantivesse o pelotão compacto. Na relargada, saltou para oitavo, foi um dos primeiros a entrar nos boxes para o reabastecimento obrigatório e, graças ao trabalho perfeito do time, retornou em sexto. Para mostrar que o melhor tempo no primeiro treino livre, sexta-feira, não era obra do acaso, partiu para cima dos rivais e, com belas ultrapassagens no traçado do Anel Externo do Autódromo Internacional Nelson Piquet (na melhor delas superou ao mesmo tempo Max Wilson e Luciano Burti), só não conseguiu ameaçar o vencedor Átila Abreu porque, já nas últimas voltas, começava a se manifestar o problema que o tiraria da segunda corrida.

"Foi um final de semana excelente, eu e a equipe estávamos precisando desse resultado depois de tanto bater na trave. Já em Santa Cruz do Sul fizemos um ótimo trabalho – largou em 26º e terminou em sétimo a corrida longa – e isso só aumentou a confiança e a motivação. Acredito que esse será o primeiro de vários pódios", comentou o mineiro, que este ano já havia sido terceiro colocado nas 24h de Daytona (na classe LMPC) e fez questão de agradecer o empenho do chefe de equipe Amadeu Rodrigues, que viu todo o esforço recompensado na 160ª participação da Hot Car na Stock.

E a confiança, é lógico, passa a ser redobrada para a quarta etapa do Brasileiro, dia 1º, no renovado Autódromo Internacional de Goiânia. "Falta apenas acertar uma qualificação e entrar entre os 10, o que eu acredito que é questão de tempo. O importante é que temos um conjunto de ponta para brigar onde terminamos hoje", completa Rafa.

Brasileiro de Stock Car
Terceira etapa: Brasília (corrida dupla)

Primeira prova
1. Átila Abreu - 40 voltas em 41min46s139
2. Rafa Matos – a 2s051
3. Luciano Burti – a 3s994
4. Max Wilson – a 6s137
5. Ricardo Zonta – a 6s917
6. Julio Campos – a 8s775
7. Valdeno Brito – a 10s817
8. Denis Navarro – a 12s614
9. Sergio Jimenez – a 14s872
11. Thiago Camilo – a 16s227

Segunda corrida
1. Thiago Camilo – 20 voltas em 21min17s764
2. Julio Campos – a 0s322
3. Cacá Bueno   – a 4s532
4. Rubens Barrichello – a 5s299
5. Daniel Serra – a 5s467
6. Popó Bueno – a 7s426
7. Tuka Rocha  – a 8s766
8. Diego Nunes – a 9s027
9. Felipe Fraga – a 10s491
10. Lucas Foresti – a 13s578

 

JOANA BARBOSA COM EVOLUÇÃO

 

Campeonato Nacional de Montanha

 

Joana Barbosa_Rampa_Penha2014Joana Barbosa com grande evolução

 


Joana Barbosa teve uma prestação notória na Rampa da Penha, jornada que teve lugar este domingo e que marcou o arranque do Campeonato Nacional de Montanha 2014.
A jovem piloto de Braga, que está a dar os primeiros passos no automobilismo de velocidade, registou uma evolução muito positiva desde as duas subidas de treinos até às três de prova, onde foi sempre melhorando os seus tempos. De facto, a única presença feminina nesta etapa disputada em Guimarães, conseguiu melhorar cerca de cinco segundos entre a primeira e a última vez que enfrentou o traçado de 2870 metros de extensão: “Acho que correu tudo bem e saio daqui satisfeita, apesar de uns pequenos contratempos. No entanto, não fiz nenhuma das subidas com todo o à vontade, porque foi sempre a conhecer o carro”, dizia no final Joana Barbosa que foi quinta classificada na Categoria 1 e segunda do Grupo A, precisamente a que tem dos carros mais potentes como o Porsche 911 GT2, Ford Festa R5 e um Skoda Fábia S2000, campeão nacional de ralis: “Em termos de electrónica o carro não esteve a cem por cento. Aconteceram algumas falhas, pois quando passava de caixa de velocidades, o motor não desenvolvia como desejado e tinha que acelerar em seco para que este ganhasse rotação”, acrescentou ainda. Em jeito de balanço, a piloto bracarense evidenciou ainda alguns fatos da sua adaptação: “Não tive grandes dificuldades em adaptar-me ao carro e à caixa de velocidades sequencial. Já na travagem é mais complicado, pois apresenta alguma dureza, mas com o tempo há-de melhorar”, concluiu Joana Barbosa que de 9 a 11 de Maio estará presente na 35ª edição da Rampa da Falperra.

 

RODRIGO CORREIA PRONTO

 

Rodrigo Correia pronto para a 2ª prova do Nacional de Karting, em Leiria  

RC Power Team equipa do jovem piloto apresenta também as cores da CA Crédito Agrícola

 

Na continuidade do Campeonato Nacional de Karting 2014, o piloto da Categoria Cadete, alinha na prova do Circuito Internacional de Leiria nos próximos dias 3 e 4 de Maio de 2014.

O Kartódromo de Leiria no traçado de 1.006 metros nos Milagres vai receber as provas do Nacional, com Rodrigo Correia a procurar dar continuidade ao bom desempenho da prova de Vila Real, onde terminou com um “brilhante” 2º lugar na Final.

Para as provas de Leira o piloto de Oliveira de Frades tem pela frente as duas provas de Qualificação com 8 voltas cada (8 kms), uma no sábado à tarde e outra no domingo ao final da manhã e a Final na tarde de domingo num total de 12 voltas (12 kms).

Apesar de um início de fim-de-semana mais complicado na prova de abertura do Nacional, Rodrigo Correia rodou sempre entre os primeiros tendo conseguido mais um pódio nas provas de Qualificação e alinhou para a final da 1ª linha da Grelha de Partida, 2º, assegurando essa mesma posição numa corrida muito disputada.

A partir desta prova, a CA Crédito Agrícola confia também as suas cores a Rodrigo Correia e à sua equipa a RC Power Team, que se juntam a um também prestigiado conjunto de patrocinadores que já têm acompanhado a carreira de Rodrigo Correia: 

ENI – Lubrificantes e Gasolina, Porto Canal, Motorarte, ELITJOB, GAPMEC, MOTORESmagazine, TIC-TAC, Autojac Racing Team, Promolafões, Tipolito.

Local: Kartódromo de Leira – Milages – Leiria - Portugal

 DSC09031

 

PEDRO LANÇA VENCE

 

PEDRO LANÇA VENCE À PRIMEIRA

Challenge Citroen Saxo by ACB Racing dá provas de ser modelo de sucesso tanto a nível competitivo como organizacional

Um fantástico 5º lugar da geral e o triunfo no Challenge Citroen Saxo by ACB Racing foram os frutos que Pedro Lança e Rui Serra vieram colher aos Açores numa exibição de encher o olho e que deixou rendido o público terceirense.

O Challenge Saxo foi mesmo o sal e a pimenta do rali até porque na luta pela vitória estiveram sempre várias equipas, dando bem a nota da competitividade que o novo troféu monomarca veio trazer aos ralis dos Açores. A visibilidade mediática e a dinamização do Parque de Assistência foram fatores em que o Challenge também marcou pontos.

A primeira posição foi ocupada, ao longo do rali, por 3 pilotos diferentes e os 3 primeiros nunca estiveram completamente definidos até ao fim do rali. Tiago Valadão e Wilson Mendes foram os primeiros líderes mas depois de terem sido os mais rápidos na classificativa de abertura do rali, a super especial "Avenidas", bem cedo na manhã de sábado surgiram os problemas que provocaram o seu abandono. Na primeira posição ficaram, então, Fábio Valadão e Bruno Narciso. As três primeiras classificativas da manhã de sábado foram ganhas por Fábio Valadão  e Lisuarte Mendonça. Mas o continental Pedro Lança mantinha-se muito perto e aproveitou mesmo a maior velocidade de ponta do seu Saxo que conta com uma caixa de série de troféu, portanto mais longa, para ascender à liderança no final das duas rondes matinais por Agualva e Fajãs.

À tarde, quando os troços mais sinuosos poderiam deixar antever uma nova troca de líder, Lança aguentou e ganhou, sempre com Fábio Valadão e Lisuarte Mendonça no encalço. O último troço foi mesmo decisivo no que diz respeito ao Challenge. Lança confirmou a vitória, enquanto Lisuarte Mendonça e Miguel de Sousa Azevedo passavam para a 2ª posição mesmo no final do rali, relegando Fábio Valadão para 3º.

Nuno Silva e Sérgio Aguiar conseguiram realizar uma prova regular e amealhar os pontos relativos a um bom 4º lugar à frente dos jovens micaelenses Rafael Botelho e João Cabral que nunca baixaram os braços apesar de um tubo de radiador danificado os ter feito perder bastante tempo. Daniela Rodrigues e Laura Natividade fizeram uma boa prova, de adaptação às características do troços terceirenses que a dupla do norte do país desconhecia por completo. Bruno Silva e André Silva encerraram a classificação do Challenge Citroen Saxo by ACB Racing mas a sua garra merece referência especial. Com a caixa partida no final da super especial muitos vaticinavam que a prova de Bruno Silva acabaria por ali. Mas a amizade e o espírito de entreajuda entre os pilotos que disputam o Challenge levou a melhor e no primeiro parque de assistência da manhã de sábado foi montada uma caixa no Saxo Cup em cerca de 17 minutos. Mesmo penalizando um total de 4 minutos e 10 segundos, Bruno e André Silva não deitaram a toalha ao chão e conseguiram terminar e somar os primeiros pontos.

Menos sorte tiveram as duplas Tiago Valadão / Wilson Mendes e Gastão Luís / Mário Gomes que abandonaram por problemas de motor. Fábio Fontes e Paulo Vilas desistiram com problemas elétricos quando rodavam em 4º lugar.

As declarações

Pedro Lança

"Estou muito satisfeito pela vitória e surpreendido pelo andamento que foi possível colocar na estrada. Foi muito difícil atendendo à qualidade das máquinas e dos pilotos do Challenge. A competição e o ambiente é espetacular e foi muito bom verificar a qualidade com que aqui se promovem e organizam os ralis e a paixão com que são seguidos."

Lisuarte Mendonça

"O resultado é muito bom e o rali foi espetacular. Andámos sempre ao ataque e no final conseguimos o segundo lugar. Agora é esperar pelos próximos ralis mas vamos sempre tentar melhorar e se pudermos ganhar é isso que vamos tentar fazer".

Tiago Valadão

"Andámos na frente e depois no segundo lugar mas no final não foi possível manter a classificação. Andou-se muito depressa e o Challenge é competitivo. Para a próxima vai ser outra vez ao ataque e esperemos que se possa fazer ainda melhor"

Rafael Botelho

"Apesar de todas as peripécias e incidências, o nosso objectivo primordial foi cumprido. Terminamos a edição 33 do Rali Sical. Saímos da ilha Terceira, mais fortes, mais unidos, mais determinados e seguramente mais optimistas no futuro. Continuamos a manter um registo de 100% de provas terminadas e isso é muito positivo.

Uma palavra de apreço para a ACB Racing, na pessoa do Sr. António Castelo Branco, sem a qual não seria possível esta participação."

Daniela Rodrigues

"Foi o melhor rali que fiz até hoje! Quero agradecer a todos o apoio, mas principalmente a quem tornou esta oportunidade possível, sem esquecer os adeptos fervorosos da ilha Terceira. Já tinha saudades de ver povo que realmente valoriza e vibra com os ralis."

António Castelo Branco

"A primeira etapa do Challenge foi o sucesso que tínhamos idealizado. Competitivamente houve emoção até final. O ambiente foi excelente e a nossa zona de assistência e hospitalidade funcionou em pleno e com a visita de muitos convidados e de público em geral. A visibilidade do Challenge tanto localmente como indiretamente, através dos OCS, foi muito vincada, o que proporcionou certamente um grande retorno para aqueles que acreditaram na ACB Racing e no projeto do Challenge. Para esses, um grande muito obrigado pois foram eles que possibilitaram a concretização desta iniciativa. Da nossa parte prometemos continuar a trabalhar para fazer ainda mais e melhor."

ESTATÍSTICA

Líderes

 

PE1

 Tiago Valadão / Wilson Mendes

PE2 a PE4

 Fábio Valadão / Bruno Narciso

PE5 a PE9

 Pedro Lança / Rui Serra

Vitórias em Especiais de Classificação:

Lisuarte Mendonça / Miguel de Sousa Azevedo - 4

Pedro Lança / Rui Serra - 3

Tiago Valadão / Wilson Mendes - 1

Fábio Valadão / Bruno Narciso - 1

CLASSIFICAÇÃO FINAL CHALLENGE CITROEN SAXO BY ACB RACING

RALI SICAL

 PEDRO LANÇA / RUI SERRA

 47:06,8

 LISUARTE MENDONÇA / MIGUEL DE SOUSA AZEVEDO

 47:17,3

 FÁBIO VALADÃO / BRUNO NARCISO

 47:23,0

 NUNO SILVA / SÉRGUIO AGUIAR

 51:42,9

 RAFAEL BOTELHO / JOÃO CABRAL

 53:12,2

 DANIELA RODRIGUES/LAURA NATIVIDADE

 55:51,4

 BRUNO SILVA / ANDRÉ SILVA

 55:56,8

 

CLASSIFICAÇÃO 1ºS CONDUTORES APÓS PROVA 1/6

NOME

1

2

3

4

5

6

TOTAL

1

PEDRO LANÇA

20

 

 

 

 

 

20

2

LISUARTE MENDONÇA

18

 

 

 

 

 

18

3

FÁBIO VALADÃO

16

 

 

 

 

 

16

4

NUNO SILVA

15

 

 

 

 

 

15

5

RAFAEL BOTELHO

14

 

 

 

 

 

14

6

DANIELA RODRIGUES

13

 

 

 

 

 

13

7

BRUNO SILVA

12

 

 

 

 

 

12

8

FÁBIO FONTES

DNF

 

 

 

 

 

DNF

9

FÁBIO VALADÃO

DNF

 

 

 

 

 

DNF

10

GASTÃO LUÍS

DNF

 

 

 

 

 

DNF

1 Rali Sical | 2 Rali Sprint Sanjoaninas | 3 Rali Ilha Graciosa | 4 Rali Santa Maria | 5 Rali Ilha Lilás | 6 Rali Sprint Faial da Terra

 

CLASSIFICAÇÃO 2ºS CONDUTORES APÓS PROVA 1/6

NOME

1

2

3

4

5

6

TOTAL

1

RUI SERRA

20

 

 

 

 

 

20

2

MIGUEL DE SOUSA AZEVEDO

18

 

 

 

 

 

18

3

BRUNO NARCISO

16

 

 

 

 

 

16

4

SÉRGIO AGUIAR

15

 

 

 

 

 

15

5

JOÃO CABRAL

14

 

 

 

 

 

14

6

LAURA NATIVIDADE

13

 

 

 

 

 

13

7

ANDRÉ SILVA

12

 

 

 

 

 

12

8

PAULO VILAS

DNF

 

 

 

 

 

DNF

9

WILSON MENDES

DNF

 

 

 

 

 

DNF

10

GASTÃO LUÍS

DNF

 

 

 

 

 

DNF

1 Rali Sical | 2 Rali Sprint Sanjoaninas | 3 Rali Ilha Graciosa | 4 Rali Santa Maria | 5 Rali Ilha Lilás | 6 Rali Sprint Faial da Terra

PRÓXIMA PROVA

Rali Sprint das Sanjoaninas, Ilha Terceira, 21 de junho36 Daniela_Rodrigues_3

 

2º POSTO PARA SCUDERIA GOLDENTRNS

 

Scuderia Goldentrans/DURA abre temporada com segundo posto

 

A dupla Alexandre Franco/Rui Franco em representação da Scuderia Goldentrans/DURA terminou o Vinhos Ervideira Rali TT no segundo posto da categoria T2, depois de terem dominado a prova durante grande parte da mesma.

 

 

A equipa alenquerense entrou bem na prova organizada pela Sociedade Artística Reguenguense, assumindo-se desde logo como uma das mais rápidas, apesar de terem realizado as duas passagens pela Super Especial de abertura sem direcção assistida.

 

Já no sábado, cerca de trezentos quilómetros de prova esperavam a dupla da Nissan Navarra, com Alexandre e Rui Franco a cedo assumirem o segundo posto na Categoria T2, para com pouco menos de metade do primeiro sector realizado, assumirem a liderança.

 

Essa liderança durou cerca de meia prova, até que um furo os fez perder minutos preciosos, valendo-lhes a queda para o terceiro posto da categoria. Um forcing final ainda os levou a recuperar até ao segundo posto no T2, assegurando ainda um excelente oitavo posto da geral, numa prova onde pontificavam as mais competitivas viaturas da categoria T1.

 

Alexandre Franco começou por admitir que pretendia “entrar forte para esta primeira prova e desde cedo percebemos o andamento dos nossos adversários, o que nos deixou claro que era possível chegar á vitória. Tivemos vários problemas a nível técnico, desde a direcção assistida logo na super especial até que mais tarde a falta de potência do motor se fez sentir de forma evidente logo no primeiro sector selectivo, facto esse que não nos deixou abrir uma diferença de mais de um minuto para o segundo classificado no T2. Já no segundo sector, fomos surpreendidos por um furo e com a perda desses seis minutos, as nossas chances de começar o campeonato a vencer, caíram por terra em definitivo”.

 

Segundo o piloto que conta com os apoios da Goldentrans/DURA Automotive Systems e Eni, “apesar destas dificuldades técnicas que nos impediram de conquistar o triunfo em Reguengos, o balanço é bastante positivo, pois percebemos o andamento dos nossos principais adversários do campeonato e sabemos que podemos ganhar, pelo que deixamos a luta adiada para o Algarve, onde esperamos obter a primeira vitória na categoria T2.”

 

A próxima prova do Campeonato Nacional de Todo o Terreno será a Baja Terras de Alcoutim, numa organização do Clube Automóvel do Algarve que terá lugar nos dias 31 de Maio e 1 de Junho, numa prova que se começa a assumir como uma das mais duras da temporada.Alexandre Franco_Ervideira_2014

 

JOSÉ PEDRO GOMES NO PÓDIO DA PENHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 1

 

JOSÉ PEDRO GOMES NO PÓDIO DA PENHA

 

José Pedro Gomes e  o Ford Escort foram os dominadores iniciais da Rampa da Penha, jornada inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, onde nas subidas de prova seria o BMW de Hélder Silva a não dar qualquer tipo de  chance ao campeão em titulo.

Sobre a sua prova, José Pedro Gomes disse-nos, “correu bem, o carro esteve ok, há ainda uns acertos a serem feitos, mas nesta rampa não deu para dar maior réplica ao Hélder Silva, ao qual endereço os meus parabéns pela vitória. Vamos continuar a trabalhar no sentido de podermos evoluir ainda amais o Escort, e espero na Falperra conseguir lutar pela vitória na categoria”.

CLASSIFICAÇÃO FIANL CATEGORIA

1º Hélder Silva – BMW

2º JOSÉ PEDRO GOMES – FORD ESCORT

3º Aníbal Rolo – Renault 5 Turbo

4º Francisco Marrão – Ford Escort

5º Pedro Couceiro – Opel 1904 SR

6º Nuno Silva – BMW 325FOX 8090

 

FERNANDO PINTO APRESENTA MARCA DE SLOT

FERNANDO PINTO APRESENTOU MARCA DE SLOT

 

O conhecido modelista Fernando Pinto,apresentou na passada semana no Slot Clube do Porto, a primeira carroçaria de slot,perante os aficionados desta modalidade.Assim Fernando Pinto apresentou uma variante ao Lancia DElta S 4, conforme as imagens que hoje apresentamos.fpro1fpro2fpro3fpro5fpro6fpro7fpro8fpro9fpro10fpro11

 

FERRARI PARA VER....

FERRARI PARA VER

 

 

Mais um grupo de imagens de alguns Ferrari para encher o olho.....FER1FER2FER3FER4FER5FER6FER7

 

FOTÓGRAFOS EM ACÇÃO

GALERIA DE IMAGENS

 

Eis um grupo de colegas fotógrafos em acção no decorrer de rpovas.çfotografos7fotos1fotos2fotos3fotos4fotos5fotos6

 

SÉRGIO BATISTA EM 5º

 

Sérgio Batista lidera nas Superstock 600, depois acaba em 5º em Braga

Ruben Nogueira em oitavo com alguns problemas de afinações

Quem sabe não esquece, e foi isso mesmo que Sérgio Batista confirmou hoje em Braga, ao qualificar a Yamaha R6 da Jorge Dias Competição
no segundo lugar da grelha, e liderar boa parte da prova da categoria de Superstock 600 pouco depois, apesar de uma paragem de mais de dois anos na sua carreira.


Na corrida, o piloto de Famalicão arrancou bem, liderando nas primeiras 5 voltas, até que um problema que não ficara inteiramente resolvido nos treinos causou
a deterioração do desempenho da suspensão traseira. Com o pneu a acusar o esforço e a degradar-se prematuramentem Sérgio foi sendo gradualmente
ultrapassado na fase final da prova, acabando em quinto.

Quanto ao seu colega de classe Rúben Nogueira, andou o melhor que pode na sua R6, que só foi recebida pela equipa muito em cima da hora para afinar
completamente e terminou em 8º.

Jorge Dias, ex-Campeão Nacional de 125 e  gestor da formação apoiada pela Europeças, disse a propósito: 


"Apesar de se puder pensar que a longa paragem do Sérgio poderia trazer alguma falta de ritmo, não foi o caso. O que se passou foi que tivemos alguns problemas
com a afinação do hidráulico de traseira, e na corrida o pneu traseiro dele degradou-se muito depressa. Já o Ruben Nogueira, só recebemos a moto dele há alguns
dias e falta fazer muita coisa, tive de o motivar, porque apesar de acabar no oitavo lugar, não andou como gostaria e estava um pouco desmotivado.
Mas está tudo bem, o Sérgio andou bem, e sabemos o que há a fazer para dar a ambos motos mais competitivas!"

Nas 125 Racing, em que a Jorge Dias Competição faz alinhar também dois pilotos, Angel Outerelo teve um péssimo arranque, tendo baixado para oitavo e de dar
o litro para recuperar nas voltas seguintes. Passando a maioria dos seus principais adversários ao longo da prova, o Espanhol acabaria em segundo,
colado ao vencedor por escassas décimas.

O CNV Vodafone segue no Estoril a 10 Maio, quando a equipa apoiada pela Yamaha Moto 7 e pelos lubrificantes Eurol espera ter estes problemas iniciais
resolvidos e conseguir resultados ainda melhores.Sergio Braga_14

 

DOMINGOS FERNANDES ESTREIA AUTOBLOCANTE

 

RAMPA DA PENHA 1

 

DOMINGOS FERNANDES ESTREOU AUTOBLOCANTE NA PENHA


A grande novidade desta época para o Autobianchi A 112 de Domingos Fernandes foi a instalação do autoblocante, que obrigou o piloto de Armamar nas primeiras subidas da rampa da Penha a um andamento mais cauteloso.

Assim Domingos Fernandes faria nas três subidas 2.09.539, 2.08.923 e 2.06.687 respectivamente, demonstrando assim uma gradual habituação ao carro.

Por isso no final, na entrega dos prémios, falou-nos da prova “ correu bem, é um facto, mas nas primeiras subidas vim com cuidado, sem arriscar nada, isso para não cometer erros, que poderia estragar todo o fim-de-semana.Com a montagem do autoblocante o comportamento do carro alterou-se um bocado, e isso como é lógico vai requerer alguma habituação às suas novas reacções. Penso que consegui alguma evolução em cada subida que fiz, fruto disso são os tempos alcançados, mas há ainda um certo trabalho a fazer no carro, e creio que para as próximas provas o nível competitivo irá ser incrementado”, confessou-nos.

 

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA

FOX 8076

1º Hélder Silva – BMW

2º José Pedro Gomes – Ford Escort

3º Aníbal Rolo -. Renault 5 Turbo

4º Francisco Marrão – Ford Escort

5º Pedro Couceiro – Opel 1904 SR

6º Nuno Silva – BMW 325

7º José Figueiredo – Datsun 1200

8º Rui Castro – Datsun 1200

9º DOMINGOS FERNANDES – AUTOBIANCHI A 112

 

BOUFFIER NA HYUNDAI MOTORSPORT

 

Hyundai Motorsport integra Bryan Bouffier na equipa como
piloto de testes para 2014

 


 A Hyundai Motorsport integra o francês Bryan Bouffier como piloto de
testes;
 Bouffier junta-se à equipa Hyundai Motorsport nos testes de
desenvolvimento que antecedem a temporada 2015 WRC;
 Equipa anuncia a participação no Rali Antibes Côte d’Azur – prova do
campeonato francês de Ralis – onde Bouffier irá conduzir o Hyundai i20
WRC no asfalto num verdadeiro ambiente competitivo.


A Hyundai Motorsport acaba de anunciar que o francês Bryan Bouffier irá
integrar a equipa como piloto de testes em 2014. Bouffier colaborou durante o
ano passado com a jovem equipa da Hyundai, em Alzenau, no desenvolvimento
do i20 WRC, antes do actual regresso ao FIA World Rally Championship.
A experiência e profissionalismo do piloto francês constituirão uma mais-valia
para a Hyundai Motorsport durante os diversos testes de desenvolvimento do
carro, que antecedem a temporada de 2015 do WRC. Estes serão realizados
paralelamente com os testes que antecedem cada Rali.
A Hyundai Motorsport anuncia também a sua participação no Rali Antibes Côte
d’Azur – quarta prova do campeonato francês de ralis, que marcará a estreia
de Bouffier com a equipa em 2014. A participação nesta etapa em França
constituirá uma oportunidade para testar o Hyundai i20 WRC, como preparação
para as provas WRC em asfalto que decorrerão no final deste ano.
A Hyundai Motorsport irá integrar o Rali Antibes Côte d’Azur com um i20 WRC
de teste, com o objectivo de efectuar o máximo de quilómetros possível e obter
informações importantes sobre a performance do carro num ambiente
competitivo e perante diferentes tipos de pisos. Esta prova permite a
participação de carros WRC e enquadra-se bem nos preenchidos horários da
equipa onde constam vários testes e ralis.
Michel Nandan, Chefe da equipa, afirmou: “Estamos muito felizes por receber
novamente o Bryan na equipa, após o excelente trabalho que desenvolveu
connosco o ano passado. Temos vindo a falar há algum tempo e decidimos que
ele merecia definitivamente outra oportunidade. Ele estará connosco nos
diversos testes de desenvolvimento do carro, que decorrerão ao longo do ano,
enquanto nos preparamos para o campeonato em 2015 e tenho a certeza de
que nos ajudará muito, novamente. Decidimos participar no Rali Antibes Côte
d’Azur, já no próximo mês, para realizar alguns quilómetros em asfalto e testar
alguns equipamentos, o que será importantíssimo para obter feedback para a
segunda metade da temporada WRC. Com a participação nesta etapa é possível
fazê-lo em ambiente competitivo, em vez de recorrer a uma sessão normal de
testes. Tendo vencido anteriormente um Rali Antibes e por ser um especialista
em asfalto nos ralis franceses, o Bryan era a escolha óbvia para esta prova,
que funcionará como teste e como recolha de dados importantes sobre o
desempenho do Hyundai i20 WRC, permitindo apostar posteriormente no seu
aperfeiçoamento”.
Bouffier e o co-piloto Xavier Panseri foram campeões por três vezes do
Campeonato de Ralis Polaco e venceram o Campeonato Francês de Ralis em
2010. Além da excelente performance este ano no icónico Rali de Monte-Carlo,
a dupla venceu igualmente a prova quando esta integrava o Intercontinental
Rally Challenge em 2011, dominando ainda o lendário Tour de Corse (European
Rally Championship) em 2013. O francês tem uma vasta experiência como piloto
de testes e a sua colaboração anterior com a Hyundai Motorsport faz dele a
escolha perfeita para a actual equipa.
Bouffier comentou: “Estou muito feliz por integrar novamente a equipa da
Hyundai. Tivemos uma boa colaboração em 2013 e estou grato por ter a
oportunidade de continuar ao longo deste ano. Estarei presente em alguns dos
testes de desenvolvimento do carro durante esta temporada e darei o meu
melhor para os ajudar na preparação da temporada de 2015, oferecendo à
equipa a minha experiência e conhecimento e dando feedback o mais
detalhado possível. Estou igualmente grato por ter a oportunidade de conduzir
o Hyundai i20 WRC no Rali Antibes, uma prova que ganhei em 2006 e onde
gosto de conduzir sempre que participo. O objectivo será realizar o maior
número de quilómetros possível em asfalto e dar à equipa o máximo de
feedback sobre o desempenho do carro, permitindo o seu aperfeiçoamento
para a restante temporada.”
Realizado na francesa Côte d’Azur, o Rali Antibes tem início no fim-de-semana
de 30 e 31 Maio, incluindo algumas das etapas do Rali de Monte Carlo. O
itinerário inclui 12 provas especiais – seis das quais repetidas duas vezes –
totalizando 212km, bastante competitivos.
Lisboa

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

WTCC EM PAUL RICARD

 

Mis um grupo de excelentes imagens captadas pelas objectivas de André Lavadinho.

 

Fotos de André Lavadinho - www.velocidadeonline.comlav1lav2lav3lav4lav5lav5lav6lav7lav30lav31lav32lav35lav37lav38

 

TOM CORONEL JÁ TEM CARRO

TOM CORONEL JÁ TEM CARRO

 

Não será demais que o piloto holandês Tom Coronel não teve a sorte pelo seu lado na jornada inaugural do WTCC no circuito citadino de Marrkech - Marrocos, ao ver-se envolvido numa carambola, que danificou seriamenter o seu Chevrolet Cruze, ao ponto de não poder alinhar na segunda jornada que teve lugar há duas semanas no circuito frances de Paul Ricard.

 

O próximo fim de semana terá lucruze1cruze2cruze3cruze4cruze5gar a terceira prova, onde Coronel já irá alinhar, após um trabalho árduo da sua equipa de mecânicos, conforme imagens anexas.

 

DECORAÇÃO CARRO DE MONROY

DECORAÇÃO DO SEAT DE JOSÉ MONROY

 

É este o looking fional que o Seat Leon Eurocup de José Monroy irá ostentar ao longo desta época, mais um excelenteCARROMONROY trabalho da autoria de Paulo Miguel.

 

JOAQUIM RINO SEM SORTE NA PENHA

 

RAMPA DA PENHA

 

JOAQUIM RINO SEM SORTE NO REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

O regresso ao Campeonato Nacional de Montanha por parte de Joaquim Rino ao volante do seu BRC não foi o mais auspicioso, pois uma embraiagem queimada não permitiu que o piloto da Batalha conseguisse fazer a primeira subida de treinos.

Segundo Joaquim Rino, “ na realidade este retorno ao Campeonato Nacional de Montanha não correu como o previsto, o BRC logo na subida de treinos deu logo problemas, apenas percorri 500 metros, e tive de encostar”.

 

A verdade é que Joaquim Rino ainda tentou junto dos diversos adversários que correm com o BRC no sentido de arranjar uma embraiagem para poder continuar em prova, mas tal não foi possível, e com isso a inevitável desistência.

Por isso como nos acrescentou “ passei de participante a espectador, mas senão tivesse acontecido aquilo, estou convencido que me inclua na luta pelos lugares da frente, isso tenho a certeza absoluta. Fisicamente senti-me muito bem, o carro esteve bem, e mesmo assim com tudo o que me aconteceu, estou satisfeito no regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, e agora há que preparar a próxima prova, a Rampa da Falperra”.FOX 7658

 

RAMPA DA PENHA - VITÓRIA ESPANHOLA

RAMPA DA PENHA 1

Impróprio para cardíacos!

César Rodriguez veio de Espanha vencer a primeira prova do Campeonato Nacional de Montanha, a Rampa da Penha, numa organização do DEMOPORTO – Clube de Desportos Motorizados do Porto.

Foi uma vitória conquistada somente após a última subida, apanhado de surpresa João Fonseca, que dominou nas duas corridas iniciais.

 César Rodriguez, o vencedor


Treinos

António Nogueira, em Porsche 911 GT2 foi o mais rápido na primeira subida de treinos livres.

A Rampa da Penha, organizada pelo DEMOPORTO, abre a época de Montanha 2014, com uma lista de inscritos verdadeiramente de luxo. 

Neste primeiro recontro da época os andamentos terão certamente sido mais cautelosos, pois há que recordar, em alguns casos e aprender os novos carros, em outros.

Tiago Reis está entre estes, pois estreia um Ford Fiesta RS, aquele que é talvez o carro em redor do qual se criaram mais expectativas durante o defeso. Os números e os 600 cavalos anunciados soa um bom cartão de visita para o projecto do Campeão Nacional.

Outra estreia é a de Carlos Torres, que depois de ter alinhado de Porsche na Rampa do Caramulo, em 2013, estreia um Norma com o qual pretende vir  a ser presença nos pódiuns.  Para já, um toque danificou a frente do Norma e coloca-o com o tempo de 1m 40,9 segundos a quatro segundos exactos do melhor tempo da manhã.

Um minuto, 36, 9 segundos é o crono de António Nogueira, que coloca César Rodriguez, em BRC, a meio segundo. Paulo Ramalho, alinhou com o Juno CM, o carro habitualmente usado pelo seu irmão Rui, que esta época passa para o volante do Juno CN09. Paulo Ramalho é o terceiro mais rápido no final da primeira subida de treinos.

  Tiago Reis estreou o Ford Fiesta RS, mas a quebra da caixa ditou o abandono

Joaquim Teixeira teve igual desempenho na Categoria 5 Joaquim Teixeira teve igual desempenho na Categoria 5

Com tempos a baixarem e as diferenças a diminuírem, disputou-se a segunda subida de treinos.

António Nogueira continua ser o mais rápido, mas agora traz César Rodriguez a menos de duas décimas.  João Barros, em Ford Fiesta RS R5, roda, por sua vez, também colado à traseira do BRC espanhol.

Paulo Ramalho é o segundo mais rápido na Categoria 2 e roda com seis milésimas de segundo de vantagem sobre o seu irmão Rui,  uma espécie de luta familiar, pelos lugares da frente de uma categoria em que Carlos Torres, não sobe pois tinha que repor em rodem algumas peças da carrroçaria do Norma,  Joaquim Rino está de fora e Pedro Castañon a braços com problemas eléctricos na bomba de gasolina, fica impossibilitado de treinar.

Na Categoria 1 já vimos que João Barros é oposição a António Nogueira. Manuel Correia  é terceiro, em Skoda Fabia S2000 e Martine Pereira, que alinha com o Alfa 147, é o quarto mais rápido. Joana Barbosa, traz o Abarth 500 até à Penha e promete manter-se para o resto do Campeonato, tem o quinto melhor tempo da categoria.

Na Categoria 3 Tiago Reis termina a prova rebocado. A caixa de velocidades do Fiesta parte e o Campeão Nacional fica fora da prova. Manuel Pereira alinhou com um Mitsubishi Lancer Evo VII, pois o EVO VI com que era suposto participar teve um problema de motor e não pôde vir à Penha; mesmo assim com 1m40,8 seguntos é o mais rápido. Edgar Reis protagoniza a oposição, roda em mais um segundo e meio, com o Renault Clio RS 2000. Jorge Meira, em Citroen Saxo é o quarto mais rápido.

Joaquim Teixeira é o líder da Categoria 5, no habitual Seat Leon Super Copa. Roda em 1m36,6 e coloca Luis silva a 4,4 segundos.

Nos clássicos assiste-se a uma luta que parece tirada a papel químico do ano passado. José Pedro Gomes é o mais rápido. Aníbal Rolo, roda próximo, com o Renault 5 Turbo a ser 1,9 segundos mais lento do que o Ford Escort MKII.

As subidas de prova prevêem-se bem animadas, avaliando pelos tempos registado após os treinos.

 António Nogueira dominou os treinos e venceu a Categoria 1

Primeira Subida de Prova

Definitivamente João Fonseca apostou nas subidas de prova. Logo na primeira passagem a contar para a classificação levou o Silver Car a fazer o tempo de 1m31,003 segundos, o mais rápido do dia, batendo o espanhol  César Rodriguez, por seis décimas.

Rui Ramalho continua a fazer baixar tempos. Agora, já mais adaptado ao Juno CN 09 no traçado da Penha, obtém a terceira melhor marca. Pedro Castañon, já com os problemas eléctricos no motor do Juno resolvidos, roda muito próximo do Rui Ramalho. Apenas 14 milésimas os separam.

A Categoria 2 destina-se aos protótipos e fórmulas (monolugares) com cilindrada limitada a 2.000 cm3 e ainda a automóveis tipo “silhueta”, com carroçarias semelhantes às do dia-a-dia, mas com base num chassis desenvolvido unicamente para competição.

António Nogueira faz um tempo dois décimos piores do que na última de treinos e passa para a quinta posição geral, mas continua a dominar a Categoria 1, batendo João Barros por quase um segundo. Manuel Correia, é terceiro, à frente de Martine Pereira. Esta categoria abrange as várias classes com homologação FIA destinada a automóveis de produção, alterados para competição, de acordo com os regulamentos da Federação Internacional; nesta categoria incluem-se ainda os GT´s.

Manuel Pereira, lidera com segurança na Categoria 3. A vantagem  sobre Edgar Reis é de 1,9 segundos. Jorge Meira é terceiro. Recorde-se que a Categoria 3 é destinada a automóveis que provêm de troféus nacionais de ralis e cuja preparação já não se encontra de acordo com os regulamentos e homologação da época.

Joaquim Teixeira, continua a liderar a categoria destinada às viaturas que tenham perdido a homologação FIA, ou provenientes de troféus monomarca e que estejam de acordo com os regulamentos da época, ou seja a Categoria 5. A oposição mantém-se na pessoa de Luís Silva.

José Correia é o terceiro mais rápido da categoria.

Os clássicos, lou Categoria 6 mantêm em aberto a luta, José Pedro Gomes/Aníbal Rolo. Helder Silva, em BMW,  é o terceiro mais rápido com uma vantagem de quatro segundos sobre Francisco Marrão.

 João Fonseca liderou nas primeiras subidas de prova, nas contas finais foi terceiro classificado

Segunda subida de prova

Os tempos a baixarem e as diferenças entre os homens da frente a diminuírem são a sílaba tónica da subida intermédia.

Menos de dois segundos separam os mais rápidos da geral. João Fonseca retira mais duas décimas ao tempo anterior e o acumulado é agora de 3m 01,9 segundos e tudo está em aberto para a derradeira subida, pois César Rodriguez está a muito escassos 182 milésimos.

Pedro Castañon, talvez fruto de não ter treinado, retira 1,8 segundos e é terceiro mais rápido no traçado da Penha e por sua vez também ele não se pode distrair, pois Rui Ramalho é cada vez mais um adversário “duro de roer”. Seis décimas é a diferença com que vão partir para a última subida de prova. Paulo Ramalho, Nuno Guimarães  e Carlos Torres completam o grupo.  

Na Categoria 1 as coisas estão semelhantes. António Nogueira está na frente, mas 1,3 segundos de vantagem sobre João Barros não são ainda suficientes , para encerrar as contas.

Nesta Categoria realce para Joana Barbosa, que continua a evoluir, tendo “rapado” mais de dois segundos, entre subidas.

A Categoria 3 mantém-se com a ordem de forças já bastante estabilizada. Manuel Pereira, dilata a vantagem sobre Edgar reis, que está agora a 5,1 segundos.

Na Categoria 5 a história é semelhante. Joaquim Teixeira lidera e tem a primeira posição praticamente garantida com 11,6 segundos sobre Edgar Reis.

Nos clássicos a História é mais ou menos a mesma relativamente à corrida anterior. A grande questão é que tudo está mais do que em aberto. José Pedro Gomes tem uma vantagem de 1,2 segundos sobre Aníbal Rolo, que por sua vez está 1,7 à frente de Hélder Silva.

Nuno Silva é o líder entre os concorrente em carros de Grupo A, com o BMW 325 Ix.

 Manuel Pereira liderou e venceu a Categoria 3

Terceira subida de prova    

João Fonseca debateu-se com problemas na travagem do Silver Car. “Estava a travar muito no fundo e tive que me adaptar a esse facto todo o dia”, comentava o piloto, que na derradeira subida ainda tirava nove décimas, mas não conseguia fazer frente à armada espanhola, que apostava forte na derradeira subida e levavam a melhor.

Pedro Castañon rodava em 1m 29,97s e subia ao segundo posto final, dando a impressão que poderia ser ainda melhor, se tivesse treinado devidamente… César Rodriguez faz um tempo canhão e atinge o crono final de 2m59, 156s que lhe dá a vitória.

Rui Ramalho, sempre a melhorar, estabeleceu o melhor tempo na derradeira subida e fechou a classificação definitiva com o quarto posto. Ainda na Categoria 2, Paulo Ramalho encerrou o “top 5”.

Nuno Guimarães, regressou à actividade com o BRC, que esteve parado toda a época passada. Terminou com a sexta posição entre os concorrentes da Categoria 2. 

António Nogueira manteve-se de pedra e cal na frente da Categoria 1. A derradeira subida não trouxe surpresas…

Manuel Pereira foi  vencedor que já se previa na Categoria 3, com vantagem de 4, 7 segundos sobre Edgar Reis.

Joaquim Teixeira cumpriu a terceira subida em ritmo descontraído e levou a melhor sobre Luís Silva, na Categoria 5.

Surpresa foi o que aconteceu entre os clássicos. Quando tudo parecia arrumado, eis que Hélder Silva roda em 1m41,1 e como contam as duas melhores subidas o tempo combinado foi de 2m41,16, o que lhe deu a vitória pela margem de uma décima de segundo!

José Pedro Gomes fica assim na segunda posição, quer na categoria, quer no Grupo 2.

Aníbal Rolo, termina em terceiro e vence o Grupo 4.

No Grupo 1  a vitória sorriu a Rui Castro e por fim, não por último, a vitória entre os 1300 foi posse de José Figueiredo que levou o Datsun 1200 de Grupo 2 até à vitória na Taça.

Helder Silva venceu nos Clássicos Helder Silva venceu nos Clássicos

A organização coube ao DEMOPORTO que de novo cumpriu a abertura da época . A próxima prova é já a Rampa da Falperra, em 10 e 11 de Maio próximo. 

Pedro Castañon foi segundo classificado Pedro Castañon foi segundo classificado

 

EMBRAIAGEM ESTRAGA PLANOS DE OLIVEIRA

 

Embraiagem força abandono

 GH27066 Miguel Oliveira foi hoje vítima da embraiagem da Mahindra MGP3O, abandonando de forma prematura o GP da Argentina no momento do arranque para a prova. Saindo da quinta linha da grelha de partida Oliveira viu a embraiagem da sua moto ceder assim que se apagou o semáforo vermelho. 

 

'Saio da Argentina completamente desapontado com o resultado. Tanto eu como a equipa trabalhámos arduamente, mas não é suficiente para poder estar no grupo da frente. Mais uma vez tivemos problemas com a embraiagem, e desta vez, poderia ter tido consequências graves para a minha integridade física. Estou desapontado porque, embora a moto esteja bastante mais competitiva que no ano passado, os nossos rivais evoluíram bastante as suas motos. Quero agradecer à minha equipa, todo o empenho nos circuitos, onde fazem tudo para conseguir bons resultados, mas não chega.'

 

Palavras de um desolado Miguel Oliveira no final de um fim-de-semana em que novamente lutou contra muitas dificuldades na sua Mahindra. Sem pontuar o piloto da Mahindra desceu três lugares na classificação do campeonato para passar a ocupar a 12 posição após as três primeiras provas do ano.

 

MAIO NO REGRESSO AO PÓDIO

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril de 2014

 

Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy


António Maio regressa ao pódio

Equipa com quatro pilotos no Top 10

Depois de um mês em que esteve impossibilitado de treinar, tanto a nível físico como de moto, António Maio regressou este fim-de-semana à competição no Vinhos Ervideira Rali TT, onde conquistou o terceiro lugar absoluto e a 2ª posição na Classe TT2. Apesar de ainda se ressentir da queda que sofreu no Gavião, o piloto da Yamaha Pinhelworks Ray Energy teve um excelente desempenho numa prova feita com a muita garra que lhe é reconhecida.

 Antnio Maio

 

PINTO VENCEU DESAFIO MAZDA

 

Gestão do esforço foi o segredo do sucesso no Vinhos Ervideira Rali TT

Carlos Pinto estreia-se a vencer no

Desafio Total Mazda

 

Caiu o pano sobre a edição de 2014 do Vinhos Ervideira Rali TT, prova que, uma vez mais, contou com a presença dos concorrentes ao Desafio Total Mazda. A competição levada a cabo pela Mazda e pela Total deu um interessante colorido a um evento marcado pela dureza dos pisos e pelo nível de exigência global do percurso, que motivou, aliás, uma lista considerável de abandonos. Uma vez mais, os Mazda Proto deram mostras de grande competência e competição aguerrida não faltou, com o vencedor a ser conhecido só mesmo com o cortar da meta.

 

A dupla Carlos Pinto/Miguel Sanchez foi a grande vencedora desta primeira prova do Desafio Total Mazda 2014. Este foi o primeiro triunfo da equipa, sendo que para o navegador este triunfo tem um valor adicional, já que se tratou da sua estreia absoluta em competição. Melhor debute era impossível para Miguel Sanchez!

 

A primeira metade desta etapa complementar foi reveladora da dureza da prova alentejana e logo nesta fase tudo parecia indicar Bruno Oliveira podia sair de Reguengos de Monsaraz com um bom resultado, já que era ele o líder entre os carros do Desafio, isto apesar de o seu Mazda Proto não estar no pleno das suas capacidades. Atrás de Bruno Oliveira surgia a dupla Carlos Pinto/Miguel Sanchez que mostravam, acima de tudo, vontade de chegar ao fim, evitando todo o tipo de armadilhas do percurso.

 

Após a primeira passagem, ficaram pelo caminho, Pedro Dias da Silva/Mário Castro e Etelvino Carvalho/Valter Cardoso. O piloto de Tomar viu a suspensão do Mazda Proto quebrar a escassos seis quilómetros do final da primeiro passagem pelo sector selectivo, enquanto o vencedor do Desafio em 2013 foi obrigado a parar em consequência da quebra da caixa de velocidades.

 

Mantendo a toada da manhã e mesmo importunado por algumas crises, Carlos Pinto só tinha razões para festejar no final da prova, já que acabou mesmo por vencer, fruto de uma cuidadosa gestão do esforço na segunda passagem pelo sector selectivo. Claramente satisfeito com este resultado, o piloto afirmou estar “muito contente com este regresso ao Campeonato e ao Desafio, que, de facto, não podia ter corrido melhor. É verdade que beneficiei com os azares alheios, mas também eu tive problemas, nomeadamente quando se soltou o capot e ainda com um furo... Vamos continuar a fazer o melhor que sabemos. Há que pensar prova e prova e tentar gerir a temporada desta forma.”

 

Na estreia da nova silhueta Mazda CX-5 Bruno Oliveira cumpriu o objectivo principal desta sua viagem até Reguengos de Monsaraz e que passava por terminar a prova. Destacando o facto de se tratar do arranque deste seu novo projecto, o piloto afirmou no final que: “estou, acima de tudo, contente por ter chegado ao fim, ainda para mais depois dos problemas que tivemos no carro e que nos acompanharam desde Sexta-feira. Este segundo lugar é bom e abre-nos boas perspectivas para as seguintes provas da temporada.”

 

Desta forma, Carlos Pinto é o primeiro líder do Desafio Total Mazda 2014, somando 25 pontos, mais sete do que Bruno Oliveira que é o segundo. A competição para os Mazda Proto regressa com a Baja TT Oleiros/Proença/Mação, que terá lugar nos dias 27 e 28 de Junho.

 

Classificação Final:

 

1º Carlos Pinto/Miguel Sanchez (Hydraplan), 5h7m57,4s

2º Bruno Oliveira/Vânia Paím (Hydraplan), 5h10m14,0s

  G147986

 

MOTA NA EUROCUP

 

Passagem pela Eurocup deixa Fábio Mota mais forte

 

Fábio Mota disputou hoje a segunda corrida do programa de Motorland-Aragón da Eurocup Clio, continuando a sua experiência num elevado nível internacional e conquistando um décimo sexto posto após mais uma bateria de intensas lutas.

Já na prova de ontem o único piloto português em competição tinha provado o profundo sabor a guerrilha que se vive no pelotão da competição promovida pela Renault Sport, vendo-se envolvido em inúmeras batalhas com diversos toques à mistura.

Fábio Mota sabia que, hoje, teria uma tarefa hercúlea pela frente, dado que não tinha pneus novos para montar no seu carro, mas nem por isso virou a cara à luta.

Depois de ter obtido o décimo oitavo registo na qualificação desta manhã, o jovem português lançou-se para a corrida desta tarde apostado em ganhar posições, subindo inúmeros lugares na classificação durante as primeiras voltas, imiscuindo-se num grupo extremamente aguerrido que lutava pela décima primeira posição.

Contudo, numa competição em que o contacto é uma presença constante, um toque de um adversário acabou por o atrasar e, muito embora tenha evidenciado um ritmo muito competitivo, viu a bandeirada de xadrez no décimo sexto lugar.

“Sabia que hoje teríamos um dia difícil, dado não ter pneumáticos novos, mas não tinha nada a perder e ataquei assim que os semáforos se apagaram, envolvendo-me em inúmeras batalhas. Cheguei a rodar no décimo terceiro posto, mas o pelotão é muito agressivo e um toque atirou-me para o décimo sexto lugar final. Consegui imprimir um ritmo forte, o que me deixou muito satisfeito, mas com os andamentos muito equilibrados, foi impossível voltar a colar-me ao grupo que lutava pela décima primeira posição”, frisou o piloto de Gaia.

Fábio Mota acaba por realizar um balanço muito positivo da sua passagem pela Eurocup Clio, dado ter ganho ritmo e assimilado experiência valiosa para a restante temporada, ambos objectivos para este evento. “Foi a concretização de um sonho tomar parte nesta competição, dado que me lembro das finais Renault no Autódromo do Estoril, o que me marcou bastante na minha infância. Deixo Aragón mais forte enquanto piloto, uma vez que pude constatar e experimentar o elevado nível competitivo do troféu europeu. Julgo que ganhei ritmo e experiência para as provas da Clio Cup España e Clio Cup Ibéria, deixando-me ainda mais confiante para a restante época”, afirmou o piloto apoiado pela Würth, Sika, Projectiva, Serafim Marques, Wetor e Glassdrive.

Fábio Mota regressa à competição no Circuit de Catalunya, Barcelona, onde disputará a primeira ronda da Clio Cup Ibéria e a segunda da Clio Cup España a 23 e 24 de Maio.FMota FT_14006FMota FT_14007

 

PORSCHE É NOTICIA

 

 


Maria Sharapova e Mark Webber:  no 918 Spyder

 

Estrela do tênis Maria Sharapova acelerado através de sua partida semifinal no Grand Prix Ténis Porsche. Tomou O detentor do título da Rússia apenas 59 minutos para conquistar um lugar em sua terceira final consecutiva no torneio de classe mundial ao vencer o Stuttgart Sara Errani (Itália), no sábado. E aussi velocidade jogou uma mão em seu segundo compromisso do dia, Mark Webber, a Fórmula forma uma estrela e novo Porsche trabalha motorista, pegou a diva tênis para fora para um passeio ao redor da área circundante Stuttgart in super carro esportivo da Porsche, o 918 Spyder . A convite do Matthias Müller, presidente da Porsche AG, o australiano esportes amante visitou o torneio WTA no Porsche Arena, onde viu a vitória de Maria Sharapova viver do lado da quadra central.

 

Google Tradutor

 

PATRAO VENCEU NAS MOTOS

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

25 e 26 de Abril de 2014

 

Mário Patrão vence na categoria Moto

A vitória na competição destinada à categoria moto do Vinhos Ervideira Rali TT coube a Mário Patrão, que gastou 2h58m a cumprir os 227 quilómetros cronometrados que compunham o traçado da corrida. Logo atrás ficou António Maio com uma diferença de 4m38s para o primeiro lugar.

 

Mário Patrão (Suzuki), atual campeão nacional da categoria, conseguiu uma tranquila vitória nesta prova, uma vez que António Maio (Yamaha) ainda está em recuperação devido à queda que sofreu na primeira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno.

Mário Patrão termina esta 26ª edição do Vinhos Ervideira Rali TT com mais uma vitória e reforça a liderança no campeonato.

O terceiro lugar da classificação geral coube a Domingos Santos que foi ainda o vencedor da classe TT1. Logo de seguida ficou Sebastian Bühler que ficou em quarto da tabela classificativa e segundo TT1. O primeiro lugar da categoria TT3 foi ocupado por Fausto Mota, o quinto da geral. Em sexto lugar ficou Luís Teixeira.

Acompanhe tudo sobre o Vinhos Ervideira Rali TT na sua página de Facebook em www.facebook.com/VinhosErvideiraRaliTT Antonio Maio_Yamaha

 

GALP ENERGIA É NOTICIA

 

Nota sobre os contratos de aprovisionamento de gás natural

 


A Galp Energia teve ontem conhecimento, através dos meios de comunicação social, da pretensão do Senhor Ministro do Ambiente, do Ordenamento do Território e da Energia em promover um suposto “reequilíbrio da concessão” com base em alegados lucros obtidos pelo Grupo Galp Energia, durante o período de 2006 a 2012, com a venda internacional de gás natural proveniente de contratos de longo prazo sujeitos a obrigações de take-or-pay.
Não tendo até ao momento havido qualquer comunicação escrita dirigida ao Grupo Galp Energia que esclareça os termos e fundamentos da medida noticiada, a Galp Energia não se pode pronunciar publicamente a este respeito, reservando para momento oportuno qualquer comunicação. Em todo o caso, desde já se manifesta que os pressupostos divulgados aos meios de comunicação social para justificar a medida em causa não são corretos e que a Galp Energia entende não existirem fundamentos económicos ou jurídicos para a sua aplicação.

 

ACCELERATION CHEGOU AO FINAL

 

Armando Parente no top 5 nos FA1 no Algarve

Acceleration 2014 chegou ao fim

 

Chegou ao fim o primeiro grande evento do ano no Autódromo Internacional do Algarve. O Acceleration trouxe até ao Circuito de Portimão um mix de competição e música que animou todo o fim-de-semana. Reservado para este Domingo ficaram apenas as corridas em falta das três categorias em pista, FA1, MW-V6 Pickup e Legends Super Cup.

 

Nos Formula Acceleration 1 (FA1), Armando Parente foi o representante português, que a sair da sétima posição da grelha, fez uma boa corrida para cruzar a linha de meta num excelente quinto lugar depois de ontem já ter sido sexto na primeira corrida. O vencedor voltou a ser o Mirko Bortolotti que não deu tréguas aos seus adversários. Nigel Melker de tudo fez para contrariar o favoritismo do italiano mas teve de se contentar, uma vez mais, com o segundo lugar do pódio. Só o terceiro lugar mudou face à primeira corrida, já que hoje foi a vez de Felix Rosenqvist assegurar o terceiro lugar do pódio.

 

Nos MW-V6 Pick Up, a corrida de hoje, a terceira do fim-de-semana, foi muito animada com várias ultrapassagens e lutas e voltou a ser o sueco Alx Danielsson, que já tinha ganho o primeiro confronto, a subir ao lugar mais alto do pódio. O holandês Kelvin Snoeks ficou em segundo e o espanhol Carlos Alvarez em terceiro.

 

Na Legends Super Cup, Daniel Campos Hull venceu a terceira  prova que foi sofrida já que Davit Kajaia esteve sempre bastante perto assim como Niki Meredith que asseguraram o segundo e terceiro lugares respectivamente. Na quarta e última corrida do dia e do fim-de-semana o vencedor foi o mesmo, Daniel Campos Hull acompanhado de Davit Kajaia e James Holman no segundo e terceiro lugares.

 

O Acceleration não terminou sem antes ver David Hasselhoff estrear-se no Kartódromo Internacional do Algarve. O famoso 'Michael Night' aceitou o desafio de se sentar num kart e disputar uma corrida contra Loek Bodelier, o responsável do Acceleration.algarve Legends_Super_Cupalgarve MW-V6David Hasselhoff_KIAFA1 Parente

 

TEIXEIRA VENCEU NA PENHA

 

Joaquim Teixeira vence categoria 5 do CNM 2014, na Rampa da Penha

35 Pilotos e muita competitividade na 1ª Rampa de 2014 em Guimarães

Muito público, e muita competição marcaram a 1ª prova deste ano do Campeonato Nacional de Montanha no passado dia 26 de Abril.

Joaquim Teixeira o piloto do SEAT LEON SUPERCOPA com o número 332 melhorou o seu tempo nas três passagens desde 2m45,907s na primeira subida matinal até aos 2m36,300s na 2º subida de prova.

Joaquim Teixeira colocou o SEAT LEON SUPERCOPA no 1º lugar, da Categoria 5.

Segundo as informações recolhidas junto do piloto “ esta prova confirmou as minhas expectativas iniciais, pois contava lutar pelos primeiros lugares, sabendo que iria ser difícil porque este ano o CNM tem viaturas muito competitivas. Nas subidas de treinos imprimi um andamento de precaução, para ter um conhecimento perfeito do Seat Leon.

Depois da minha equipa ter acertado o set up, nas subidas de prova imprimi um andamento muito rápido, melhorando em 3 s o meu melhor tempo de 2013. Na última subida fui a controlar os meus adversários e vi que não era necessário manter o ritmo porque o primeiro lugar estava garantido.

A MartinsSpeed conseguiu entregar-me o SEAT LEON em perfeitas condições conseguindo colocá-lo sempre como eu lhe fui indicando, quem a nível de suspensão quer a nível dos alinhamentos, até porque desde a prova de V.N. de Cerveira nunca mais andei no Seat.

Este foi o resultado que eu esperava na categoria 5 onde pretendo conquistar o título de Campeão Nacional.

Na próxima prova a Rampa da Falperra, voltarei a lutar pelos primeiros lugares da categoria 5, embora reconheça que vai ser muito difícil porque tenho adversários muito competitivos.”

A próxima prova realiza-se nos dias 10 e 11 de Maio em Braga, prova com um traçado bastante rápido.11953 733662383320656_1535051629762380745_n

 

TEODOSIO VENCEU EM LOULÉ

 

Ricardo Teodósio venceu o Rallysprint de Loulé

 

Formato compacto, espetáculo, competição e público foram a fórmula para o sucesso da 1ª edição do Rallysprint de Loulé. Ricardo Teodósio justificou o favoritismo e foi o grande vencedor. Luís Nascimento, Paulo Santos e Edgar Guerreiro venceram as classes.

 

A equipa Ricardo Teodósio e Pedro Conde, num Mitsubishi Lancer EVO VI, justificaram o favoritismo e venceram todas as especiais do Rallysprint de Loulé, acabando com mais de um minuto de vantagem sobre a concorrência. Em viatura idêntica, Eduardo Antunes e Hugo Bentes, fizeram uma prova em evolução, acabando no segundo posto, numa das melhores prestações deste concorrente. O regresso de Luís Nascimento e Carlos Caliço, no Opel Corsa2.0, não deixou ninguém indiferente e foi coroada de sucesso, sendo os melhores 2RMe vencedoresda classe III, fechado o top3. A consistência foi a estratégia de Nuno Venâncio e André Barras, no BMW 325 IX, que acabaram no quarto lugar. Uma das figuras do rallysprint foi Paulo Santos, navegado por Luís Santos, estreou o competitivo Citroen Saxo, foi sempre muito rápido efetuando tempos próximos de Teodósio. Na última especial, um problema com o cabo do acelerador levou à perda de um minuto descendo do segundo posto para a quinta posição. Como consolação, alcançou a vitória na classe II. José Martins e Rui Santos acabaram na sexta posição, e foram segundos da classe II, na frente de Viana Martins e Fernando Almeida em Peugeot 206 GTi. Em estreia nos ralis, a equipa Edgar Guerreiro e Pedro Contente, fizeram rápida adaptação e registaram bons cronosvencendo a classe IV, com o imponente VW Corrado. Um problema na 2ª especial, atirou José Coelho e Nuno Afonso no Peugeot 205, para o fundo da tabela, mas a equipa farense não baixou os braços e andou sempre muito rápida no traçado do Parque das Cidades. A fechar o pelotão, Filipe Silva e Edgar Gonçalves, que não se livraram de um valente susto no final do rali quando tiveram um princípio de incêndio no CitroënSaxo. Registo para os abandonos de José Carlos Paté, após um despiste na primeira especial, Paulo Costa com problemas de motor, João Monteiro com sobreaquecimento e João Martins com avaria.

As viaturas clássicas que marcaram presença no evento também deram um colorido especial.

A aposta de uma prova compacta, de fácil acesso, com um bom ritmo, e próxima do espetador, deu os seus frutos, e mereceuelogios por parte dos participantes e do público que aflui ao Parque das Cidades, em Loulé, deixando bons indicadores para o futuro do Troféu de Rallysprint do Sul.

Organizada pelo clube Automóvel do Algarve, o Rallysprint de Loulé conta com o patrocínio de Solverde-Casinos do Algarve  e o apoio da Câmara Municipal de Loulé.

Consulte mais informação em http://clubeautomovelalgarve.pt/docs/RS14/RS14.htmlRSL RacingAgenda_1RSL RacingAgenda_2
 

RODRIGO CORREIA PRONTO PARA LEIRIA

 

Rodrigo Correia pronto para a 2ª prova do Nacional de Karting, em Leiria  

RC Power Team equipa do jovem piloto apresenta também as cores da CA Crédito Agrícola

 

Na continuidade do Campeonato Nacional de Karting 2014, o piloto da Categoria Cadete, alinha na prova do Circuito Internacional de Leiria nos próximos dias 3 e 4 de Maio de 2014.

O Kartódromo de Leiria no traçado de 1.006 metros nos Milagres vai receber as provas do Nacional, com Rodrigo Correia a procurar dar continuidade ao bom desempenho da prova de Vila Real, onde terminou com um “brilhante” 2º lugar na Final.

Para as provas de Leira o piloto de Oliveira de Frades tem pela frente as duas provas de Qualificação com 8 voltas cada (8 kms), uma no sábado à tarde e outra no domingo ao final da manhã e a Final na tarde de domingo num total de 12 voltas (12 kms).

Apesar de um início de fim-de-semana mais complicado na prova de abertura do Nacional, Rodrigo Correia rodou sempre entre os primeiros tendo conseguido mais um pódio nas provas de Qualificação e alinhou para a final da 1ª linha da Grelha de Partida, 2º, assegurando essa mesma posição numa corrida muito disputada.

A partir desta prova, a CA Crédito Agrícola confia também as suas cores a Rodrigo Correia e à sua equipa a RC Power Team, que se juntam a um também prestigiado conjunto de patrocinadores que já têm acompanhado a carreira de Rodrigo Correia: 

ENI – Lubrificantes e Gasolina, Porto Canal, Motorarte, ELITJOB, GAPMEC, MOTORESmagazine, TIC-TAC, Autojac Racing Team, Promolafões, Tipolito.

Local: Kartódromo de Leira – Milages – Leiria - PortugalDSC09031

 

OBJECTIVO ALCANÇADO PARA A AMNSPORT

 

RAMPA DA PENHA 1

 

OBJECTIVO ALCANÇADO PARA AMNSPORT


FOX 7649

A equipa da AMN Sport com António Nogueira ao volante do seu Porsche GT 2, venceram a jornada inaugural do Campeonato Nacional de Montanha, que teve lugar este fim-de-semana na Rampa da Penha.

António Nogueira não teve uma prova fácil, onde se debateu com a forte oposição do Ford Fiesta RS de João Barros, mas mesmo assim o piloto da Régua fez nas três subidas sempre a melhorar os seus cronos, com 1.32.517, 1.32.077 e 1.31.206 respectivamente.

Na altura da entrega dos prémios, António Nogueira falou-nos da sua prova” o objectivo para esta prova foi alcançado, com a vitória na categoria 1, não consegui melhor, pois tive problemas de pneus, pois utilizei os Avon do ano passado, e com isso a aderência dos mesmos foi muito fraca, colocando-me diversos problemas de aderência.Com isso não pude tirar maior partido das potencialidades do meu Porsche GT 2.Aos poucos fui conseguindo melhorar as minhas prestações e os tempos estão à vista”, disse-nos.

Mas António Nogueira estava convencido que com outros pneus mais recentes, a situação seria outra, como logo afirmou “ é um facto, caso tivesse comprado pneus novos, de certeza absoluta que conseguiria subir na classificação geral. Para a rampa da Falperra irei comprar pneus novos, pois quero lutar para renovar o titulo de Campeão na categoria 1, mas tudo vai depender dos meus compromissos profissionais. Quero ver se participo em todas as provas do calendário do Campeonato Nacional de Montanha, mas isso vai depender das minhas viagens de negócios, vamos lá ver”.

 

Sobre o Porsche GT 2, que esteve a ser revisto em Espanha e na Alemanha, António Nogueira acrescentou “ esteve tudo bem, somente os pneus é que não permitiram fazer melhor”

 

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA 1

1º ANTÓNIO NOGUEIRA – PORSCHE GT 2

2º João Barros – Ford Fiesta RS

3º Manuel Correia – Skoda Fabia

4º Martine Pereira – Alfa Romeo 147

5º Joana Barbosa – Abarth 500

 

ATENÇÃO LEITORES

Curso CAM - Passageiros e Mercadorias - Porto - 35h | Inscrições abertas!

Vai realizar-se no nosso Centro de Formação do Porto um Curso CAM – Passageiros e Mercadorias, com a duração de 35hrs, de 12 a 16 de Maio.

Decorre em horário laboral.

Para mais informações contacte Luísa Oliveira | email: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar | Tel. 22 105 82 03/91 619 52 03

 

EDGAR REIS NO PÓDIO NA PENHA

 

Piloto do Renault Clio RS 2000 com boa prestação em Guimarães

 


Edgar Reis no pódio da categoria na Rampa da Penha

DSC 6693DSC 6925
O segundo lugar na Categoria 3, só atrás de um potente Mitsubishi Lancer, foi um resultado positivo para Edgar Reis na prova inaugural do Nacional de Montanha. Piloto do Team Transfradelos prosseguiu a sua aprendizagem nas Rampas
Edgar Reis regressou a uma prova onde no ano passado não tinha sido muito feliz, a Rampa da Penha, em Guimarães. Em 2013, o piloto do Renault Clio RS 2000 tinha sofrido de problemas de caixa mas desta feita fez uma prova isenta de problemas mecânicos, conseguindo evoluir os seus tempos ao longo dos treinos e das três subidas de prova. Edgar Reis registou a sua melhor marca na terceira subida oficial – 1m41,903s -, demonstrando uma evolução notável pois tinha começado por rodar em 1m42,721s, terminando a quatro segundos de um carro bastante mais potente e com tracção total.
“Foi uma boa prova para mim. Fui melhorando os tempos sem cometer erros e sem problemas no carro, o que é sempre importante para ganhar confiança numa rampa relativamente curta como esta. Fiquei a menos de dois segundos do melhor tempo do Mitsubishi e terminei no lugar que é normal para o meu Clio. Em condições normais, o meu irmão (Tiago Reis, no Ford Fiesta RS Cosworth) e o Mitsubishi são os mais rápidos desta categoria e depois vem o meu carro. Ou seja, fiz o melhor que era realisticamente possível”, resumiu Edgar Reis.
Depois de um bom início de temporada, Edgar Reis vai já começar a preparar a segunda prova do Campeonato Nacional de Montanha, a emblemática Rampa Internacional da Falperra, a 10 e 11 de Maio..

 

PATRAO VENCEU ERVIDEIRA

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno



Mário Patrão vence no “Ervideira” e
mantém-se líder invicto no campeonato

Mrio Patro_Vinhos_Ervideira_Rali_TT_26_de_Abril_de_2014_1Mrio Patro_Vinhos_Ervideira_Rali_TT_26_de_Abril_de_2014_2
Piloto de Seia garantiu um confortável triunfo naquela que foi a
segunda jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno
Mário Patrão foi o grande vencedor da segunda jornada do Campeonato
Nacional de Todo-o-Terreno, o Vinhos Ervideira Rali TT, em Reguengos de
Monsaraz, e mantém-se “intocável” nas contas do campeonato.
O piloto de Seia, campeão em título, começou a jornada com o segundo melhor
tempo na Super-Especial da Herdadinha, realizada ao início da tarde de Sexta-
Feira, 25 de Abril, junto à Adega Ervideira, posição que lhe deu uma partida
favorável este Sábado para a conquista da vitória final, esta conseguida num
total de 2h58m, menos 5m15s que o segundo classificado da prova alentejana.
“Objetivo cumprido, saio do “Ervideira” com a liderança nos
campeonatos Absoluto e TT2 e com uma vitória confortável. É esta a linha
que pretendo manter esta temporada, para poder chegar ao final do ano
com os títulos assegurados. Foi uma prova muito bem concebida,
consegui estar desde início ao ataque e pouco depois da partida já tinha a
liderança da prova, desde então foi só gerir e continuar a dar um bom
espetáculo a todos os presentes. Agradeço desde já a força e apoio de
todos, bem como a todos os patrocinadores”, comentou o piloto do Crédito
Agrícola, RR-Motos e Suzuki.
Mário Patrão regressa à atividade a 18 de Maio no Enduro de Castelo Branco.

 

DIAS DA SILVA LIDERA DESAFIO TOTAL MAZDA

 

Animação a rodos na Super Especial do Vinhos Ervideira Rali TT

Pedro Dias da Silva lidera Desafio Total Mazda

 

Teve lugar esta tarde nos terrenos da Herdadinha (Reguengos de Monsaraz) a dupla passagem pela Super Especial de cerca de  cinco quilómetros que marcou o início das hostilidades na edição de 2014 do Desafio Total Mazda. Desta feita e num dia de sol e sob olhar atento de uma multidão de espectadores, o estreante no Desafio Pedro Dias da Silva, que levou o seu Mazda Proto ao 13º lugar após este primeiro dia de prova.

 

O piloto de Tomar, conseguiu fazer valer a sua experiência nos ralis, e imprimiu um andamento forte apesar de “ter feito poucos quilómetros com o Mazda Proto. Ainda estou a habituar-me ao carro, mas acho que fizemos um bom arranque, que, para já, nos vai valendo o melhor lugar entre os carros do Desafio. Todavia, amanhã ainda temos muito rali pela frente...”

 

Com quatro carros à partida, o arranque de mais uma edição do Desafio Total Mazda  contou com a presença do “campeão” em título, Etelvino Carvalho, que alcançou a segunda melhor marca, a escassos nove segundos no líder. O piloto de Portalegre esclarecia no final que: “sentimos alguns problemas no eixo traseiro do Mazda Proto. Por outro lado, ainda não conseguiu habituar-me às notas (de ralis) do meu novo navegador, mas isso será resolvido com mais quilómetros.”

 

Um dos Mazda Proto sobre o qual recaíram muitas atenções foi o tripulado por Bruno Oliveira, 3º classificado esta tarde, e que sublinhou o facto de “ainda não estar totalmente habituado às alterações que foram feitas no carro, nomeadamente em termos de caixa de velocidades. Rodei com algumas cautelas no sentido de não correr riscos. A prova ainda agora está a começar e tenho de tentar fazer uma boa gestão de corrida para colher os melhores resultados.”

 

Carlos Pinto, que regressa este ano à competição levada a cabo pela Mazda e pela Total teve uma prova sem sobressaltos e onde o objectivo foi “cumprir o percurso e evitar problemas. Estamos sem “terra trip” e isso complica a vida ao meu navegador, Miguel Sanchez, que se está a estrear em competição. Acima de tudo, foi divertido e isso também é importante. Amanhã vamos tentar andar o melhor que conseguirmos!”

 PDS-DTM-ETA1

 

AÇORES TT TEAM LIDERA

 

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril

Campeonato Nacional de Todo-Terreno/Desafio Total Mazda

 

 

Açores TT Team lidera Desafio Total Mazda após SS1

 

 

O piloto do Açores TT Team, Bruno Oliveira, que faz dupla com Vânia Paim, conquistou a primeira posição do Desafio Total Mazda após ter sido disputado o primeiro troço cronometrado de 150 quilómetros do Vinhos Ervideira Rali TT.

 

A dupla açoriana destacou-se ainda ao subir até ao nono lugar da classificação geral: “estou muito satisfeito com este resultado. O carro está a ter uma performance excelente e, apesar de ainda estarmos a afinar detalhes, estamos a ter um andamento regular. Está a ser uma boa competição e estou contente por estar na frente do Desafio”, revelou Bruno Oliveira.  

 

Para esta tarde está programada mais uma passagem por um troço cronometrado com cerca de 150 quilómetros.

 Bruno Oliveira_na_frente_do_Desafio_Total_Mazda

 

CAIXA DE VELOCIDADES ESTRAGOU PLANOS DE REIS

 

Piloto do Team Transfradelos não foi feliz em Guimarães

 


Tiago Reis não desanima: “É importante termos carros destes, que chamam o público às provas”

 

DSC 6526DSC 6630
Durou pouco a estreia do campeão nacional de Montanha com o espectacular Ford Fiesta RS Cosworth. Um problema na caixa de velocidades obrigou Tiago Reis a desistir ainda na segunda subida de treinos, mas o piloto de Famalicão não baixa os braços e pôde sentir o carinho do público na Rampa da Penha
Tiago Reis e o Ford Fiesta RS Cosworth eram uma das atracções da prova inaugural do Campeonato de Portugal de Montanha, em Guimarães. Na primeira subida de treinos, o atual campeão nacional absoluto comprovou o potencial do carro adquirido na Eslováquia mas na subida seguinte a caixa de velocidades cedeu de forma inesperada: “Numa passagem de segunda para terceira velocidade a caixa ficou encravada e não foi possível continuar em prova. Na altura foi uma grande desilusão porque trabalhámos imenso durante os últimos meses, mas as corridas são mesmo assim. Amanhã vamos abrir a caixa e perceber o que se passou e só espero conseguir ter o carro pronto para a Rampa da Falperra”, referiu Tiago Reis.
Apesar do azar, o piloto do Team Transfradelos sentiu que a sua opção para 2014 foi validada pelo público das Rampas: “No ano passado ganhei corridas e fui campeão com o Norma e nunca tivemos tanta gente à nossa volta como com o Fiesta. Acho que é importante termos carros destes em Portugal, que chamam o público às provas. Veja-se os caso do Audi de DTM que correu na Falperra ou o BMW do (Georg) Plaza. São carros diferentes, que trazem emoção. Foi isso que procurei com o Fiesta e acho que a aposta foi ganha”.
Apesar da discutível decisão da FPAK em incluir o Fiesta RS Cosworth (uma viatura do grupo FIA E1 sem ficha de homologação) na Categoria 3 em vez da Categoria 1 – algo que impede Tiago Reis de pontuar à geral e, portanto, de defender o seu título -, o piloto de Famalicão faz parte de um grupo de concorrentes que vai demonstrar o seu desagrado formalmente à entidade federativa, fazendo depender da eventual resposta a continuidade ou não no campeonato após a próxima prova.

 

MOTA GANHA EXPERIENCIA NA EUROCUP

 

Fábio Mota ganha experiência na Eurocup


FMota FT_14006

Fábio Mota estreou-se hoje em corrida na Clio Eurocup, em Motorland-Aragón, vendo-se envolvido num pelotão extremamente aguerrido e, depois de lutas bastante intensas, terminou no décimo sétimo posto, mostrando-se convencido de que na prova de amanhã poderá melhorar a sua performance graças à experiência recolhida hoje.

O português sabia que teria um desafio enorme pela frente na primeira ronda daquele que é um dos troféus mais competitivos da Europa, mas desde cedo que demonstrou um bom andamento, revelando-se capaz de rodar num ritmo que lhe permitia ficar à porta do Top-10.

A qualificação provou o bom andamento de Fábio Mota, o que lhe permitiu conquistar um honroso décimo primeiro posto na grelha de partida da primeira corrida, entre um aguerrido pelotão de vinte e seis concorrentes.

Com um bom arranque para a primeira corrida, Fábio Mota viu-se integrado num animado grupo de sete carros que lutava pelo décimo primeiro lugar, mas no calor da luta, e com diversos toques à mistura, o piloto de Gaia acabou por ver a bandeirada de xadrez no décimo sétimo posto. “Já esperava adversários muito fortes e muito destemidos e sabia que seria muito complicado andar num pelotão muito compacto. Estive envolvido em inúmeras lutas por posições e numa ocasião acabei por levar a pior, caindo para o décimo sétimo lugar final. Penso que poderia fazer melhor, mas quando se disputa uma prova tão competitiva tudo pode acontecer. Foi, contudo, uma experiência muito enriquecedora”, afirmou resignado o único português presente na Clio Eurocup e que disputará a totalidade da Clio Cup España e da Clio Cup Ibéria.

A jornada de hoje acabou por ser importante para desenvolver a tarimba de Fábio Mota, que se demonstra optimista para o dia de amanhã, muito embora tenha alguns problemas para ultrapassar. “Hoje danifiquei um jogo de pneus na qualificação e, portanto, vou ter que utilizar na qualificação e na corrida de domingo pneumáticos usados. Para além disso, temos ainda que melhorar um pouco o carro, dado que no início da prova de hoje não estava tão rápido como eu pretendia, uma situação que iremos corrigir. Ainda assim, penso que tenho argumentos para conquistar um bom resultado é para isso que vou trabalhar ao longo da segunda corrida”, apontou confiante o piloto apoiado pela Würth, Sika, Projectiva, Serafim Marques, Wetor e Glassdrive.

Fábio Mota entra em pista amanhã às 9h50, para disputar a segunda qualificação, realizando-se a segunda corrida às 14h49, sendo alvo de transmissão em directo no canal televisivo Motors TV. A prova de hoje será transmitida no mesmo canal às 21h00 desta noite.

 

ERVIDEIRA RALI TT

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

25 e 26 de Abril de 2014

 

Vitória para Miguel Barbosa (Auto), Mário Patrão (Moto),

Beto Borrego (Quad) e João Dias (Buggy/UTV)

 

Com as vitórias de Mário Patrão na competição moto, Beto Borrego em Quad, João Dias em Buggy/UTV e Miguel Barbosa, nos automóveis terminou mais uma edição, a 26ª do Vinhos Ervideira Rali TT. A prova alentejana, que contou com a participação de quase 200 pilotos, foi fortemente disputada em todas as categorias.   

 

Miguel Barbosa vence categoria automóvel

O atual campeão nacional de todo-o-terreno Miguel Barbosa, aos comandos de um Mitsubishi Racing Lancer, arrecadou mais uma vitória no Vinhos Ervideira Rali TT, desta feita, a sua oitava conquista nesta prova.

“Foi um bom arranque para nós. É sempre bom começar com o pé direito e com esta vitória ganhámos 25 pontos que são muito importantes. Travámos uma luta renhida com o Ricardo Porém e com o Rómulo Branco, o que é excelente em termos de competitividade particularmente porque é um bom espetáculo para o público. Neste momento, estou satisfeito com o resultado, pois o meu objectivo foi cumprido”, referiu Miguel Barbosa no final da etapa.

Apesar do primeiro lugar, Miguel Barbosa não teve uma vitória fácil, uma vez que o piloto luso angolano Rómulo Branco esteve sempre no seu encalço, tendo terminado a competição com uma curta distância de 2m56s do líder. Rómulo Branco teve um desempenho notável neste Vinhos Ervideira Rali TT, onde participou aos comandos de uma Toyota Hilux, ao assegurar o 2º lugar da geral na sua estreia na categoria T1. Excelente andamento também para Ricardo Porém que completou o terceiro lugar do pódio. 

 

No que diz respeito à classe T2 a vitória coube a Jorge Cardoso (Isuzu D-Max). Entre os T8 venceu César Sequeira (Nissan Navara). O lugar mais alto do pódio do Desafio Total Mazda pertenceu a Carlos Pinto, logo seguido por Bruno Oliveira.

 

Mário Patrão com vitória na categoria Moto

A vitória na competição destinada à categoria moto do Vinhos Ervideira Rali TT coube a Mário Patrão, que gastou 2h58m a cumprir os 227 quilómetros cronometrados que compunham o traçado da corrida. Logo atrás ficou Domingos Santos, primeiro TT1, com uma diferença de 5m15s para o líder.

“Esta prova de Reguengos não costuma ser muito favorável para mim, mas felizmente este ano correu tudo bem e consegui ganhar. De manhã ganhei vantagem sobre o meu adversário e alcancei um tempo confortável que me permitiu gerir o 2º SS com alguma tranquilidade, sem ter que arriscar nada. Foi um bom resultado e estou feliz com o trabalho feito”, revelou Mário Patrão.

Mário Patrão (Suzuki), atual campeão nacional da categoria, conseguiu uma tranquila vitória nesta prova, uma vez que António Maio (Yamaha) ainda está em recuperação devido à queda que sofreu na primeira jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. Este piloto da Yamaha completou o pódio das motos. Mário Patrão termina esta 26ª edição do Vinhos Ervideira Rali TT com mais uma vitória e reforça a liderança no campeonato. Sebastian Bühler, que ficou em quarto da tabela classificativa, foi o segundo TT1. O primeiro lugar da categoria TT3 foi ocupado por Fausto Mota, o quinto da geral. Em sexto ficou Luís Teixeira que foi ainda segundo na classe TT3.

 

Beto Borrego líder na categoria Quad

A competição destinada aos Quad decorreu sem surpresas com Beto Borrego (Yamaha), atual campeão nacional, a vencer o Vinhos Ervideira Rali TT. O piloto da equipa Race Punk gastou 3h03m43s a cumprir os 227 quilómetros cronometrados da prova. 

“Estou feliz com mais uma vitória, principalmente porque nesta prova já se realizaram três edições que integraram a competição quad eu subi ao lugar mais alto do pódio em todas elas. De manhã entrei com alguma cautela e não quis arriscar para poder atacar no troço da tarde. Consegui gerir muito bem a corrida e espero que continue a correr tudo bem até ao final do campeonato”, contou Beto Borrego.

 

Na segunda posição ficou Ricardo Carvalho, a 1m54s do líder, e o terceiro classificado foi Luís Engeitado.

 

João Dias vence categoria Buggy e UTV

A competição dos Buggys e UTVs foi, uma vez mais, fortemente disputada com várias equipas a protagonizarem a luta pelo primeiro lugar. A vitória acabou por recair na dupla João Dias/ João Filipe que, aos comandos de um Polaris, cumpriu os dois sectores selectivos num total de 3h09m08s. Logo atrás ficou o actual Campeão Nacional, Nuno Tavares, também em Polaris, com um atraso de 2m43. O pódio completou-se com o Polaris RZR de Vitor Santos.

“Correu tudo bem. Tivemos uns problemas com a temperatura do carro que, felizmente, conseguimos resolver. Os nossos adversários estavam muito próximos de nós, mas conseguimos dar sempre o nosso melhor,” referiu João Dias.

 

Acompanhe tudo sobre o Vinhos Ervideira Rali TT na sua página de Facebook em www.facebook.com/VinhosErvideiraRaliTT

 

Mais informações sobre a prova em www.sar-motorismo.org Beto Borrego_YamahaJoo Dias_PolarisMiguel BarbosaMrio Patro_Suzuki

 

PORÉM NO PÓDIO

 

Excelente resultado no Vinhos Ervideira Rali TT

Ricardo Porém sobe ao pódio e cumpre objectivos

               

Terceiro lugar é final premeia uma exibição consistente no regresso do piloto ao Campeonato Nacional de TT. Temporada prossegue no Algarve no final de Maio.

 

Terminou ao início da tarde, na Adega Ervideira, a edição de2014 do Vinhos Ervideira Rali TT, prova de abertura da temporada 2014 do Campeonato Nacional de TT. A dupla Ricardo Porém esteve em plano de evidência ao assegurar um brilhante terceiro lugar final, posição que vai plenamente ao encontro dos objectivos da equipa para este arranque de temporada e que passavam por terminar entre os três melhores.

 

O piloto de Leiria entrou com o pé direito e imprimiu um andamento forte manhã cedo, tendo mesmo liderado a classificação logo após os primeiros 35 quilómetros de prova. Foi, no entanto, atrasado por um furo que o fez perder cerca de dois minutos e meio. Ainda assim, ao cabo dos primeiros 147 quilómetros o seu atraso para a liderança da prova era de apenas um minuto, o que revela bem a consistência de andamento da dupla Ricardo Porém/Hugo Magalhães, que terminou a manhã no derradeiro lugar do pódio.

 

Na derradeira fase da prova, as coisas complicaram-se e fazer melhor do que o terceiro lugar era virtualmente impossível: “cerca de trinta quilómetros após o arranque para a segunda passagem ficámos sem escovas do limpa pára-brisas e isso dificultou muito a minha tarefa. Sabíamos que esta segunda metade da corrida ia ser dura e a verdade é que era impossível fazer melhor, até porque nos últimos quilómetros comecei a sentir o motor a falhar,” esclareceu o piloto.

 

Em jeito de balanço, Ricardo Porém sublinhou que “este resultado está dentro daquilo que tínhamos como objectivo. Estou muito contente com a aquilo que conseguimos e agora há que começar a trabalhar para daqui a cerca de um mês voltarmos a mostrar o nosso valor e tentarmos  assegurar mais uma resultado positivo.”

 

O Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno tem agora uma pausa, regressando nos dias 31 de Maio e 1 de Junho com a Baja Terras de Alcoutim, prova organizada pelo Clube Automóvel do Algarve.

 

Classificação após a Super Especial:

1º Miguel Barbosa/Pedro Velosa (Mitsubishi Racing Lancer), 4h3m36,4s

2º Rómulo Branco/João Serôdio (Toyota Hilux), a 2m56s

3º Ricardo Porém/Hugo Magalhães (BMW Serie 1 Proto), 5m24.5s

 RICARDO POREM03

 

MAIO REGRESSA AO PÓDIO

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril de 2014

 

Equipa Yamaha Pinhelworks Ray Just Energy


António Maio regressa ao pódio

Equipa com quatro pilotos no Top 10

Depois de um mês em que esteve impossibilitado de treinar, tanto a nível físico como de moto, António Maio regressou este fim-de-semana à competição no Vinhos Ervideira Rali TT, onde conquistou o terceiro lugar absoluto e a 2ª posição na Classe TT2. Apesar de ainda se ressentir da queda que sofreu no Gavião, o piloto da Yamaha Pinhelworks Ray Energy teve um excelente desempenho numa prova feita com a muita garra que lhe é reconhecida.

 Antnio Maio

 

ROMULO BRANCO EM 2º

 

Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno

Vinhos Ervideira Rali TT

25 e 26 de Abril de 2014

 

Rómulo Branco estreou-se em 2º

Piloto luso-angolano chegou a estar a segundos do comando da prova

 

O piloto luso-angolano Rómulo Branco rubricou hoje uma excelente prestação, naquela que foi a sua estreia aos comandos de uma máquina T1, a classe rainha do Todo-o-Terreno. Pilotando uma Toyota Hilux, Rómulo Branco, acompanhado de João Serôdio, terminou o Vinhos Ervideira Rali TT na 2ª posição, a 2m56s do campeão nacional Miguel Barbosa depois de, durante boa parte da prova, o duelo entre ambos ter sido extremamente renhido.

 

Na prova de abertura do Campeonato de Portugal, o actual vice-campeão mundial da classe T2, mostrou-se bastante competitivo e apenas um pequeno erro o afastou da luta pela vitória, numa altura em que a desvantagem para o futuro vencedor tinha baixado para 12s (CP3)

 

“Estou muito satisfeito, tanto pelo resultado desportivo, como pela forma como me senti perfeitamente adaptado a este novo carro. É uma máquina de um nível muito superior àquela com que competi nos últimos anos. Fui cauteloso no prólogo, que era bastante escorregadio e traiçoeiro, mas hoje na corrida senti que tinha condições para aumentar o andamento e consegui melhorar a minha posição e inclusive diminuir a desvantagem para o Miguel. Tive um pequeno deslize ao efectuar um gancho. Alarguei um pouco a trajectória e o carro acabou por ficar assente no bordo da curva. Fui passado pelo Porém, que eu já anteriormente tinha ultrapassado, e só quando, alguns minutos depois, um carro da organização me puxou, é que me foi possível retomar a corrida. A vitória ficou fora do meu alcance, mas consegui manter o 2º lugar, o que para início de novo projecto é um excelente resultado”, salientou no final do Vinhos Ervideira Rali TT, o piloto luso angolano Rómulo Branco.

 

O Campeonato de Portugal regressa no próximo mês de Maio, com Rómulo Branco e João Serôdio a participarem na Baja TT Terras de Alcoutim.RmuloBramnco Ervideira_01RmuloBramnco Ervideira_02RmuloBramnco Ervideira_03

 

NACIONAL DE TT

 

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno

25 e 26 de Abril de 2014

 

Miguel Barbosa, Nuno Tavares e Rómulo Branco promovem “momento verde”

 

O campeões Nacionais de Todo-o-Terreno das categorias Auto, Miguel Barbosa, e Buggy, Nuno Tavares, juntamente com o actual vi-campeão mundial T2, Rómulo Branco, participaram no “momento verde” promovido pela Ervideira, uma iniciativa que teve lugar antes do Prólogo do Vinhos Ervideira Rali TT.

Organizada há já vários anos com o apoio da Corticeira Amorim, esta ação envolve a plantação simbólica de sobreiros e está relacionada com um compromisso assumido pela Ervideira de plantar 10 sobreiros por cada equipa inscrita nesta prova. 
A Ervideira tem a consciência e o respeito ambiental na lista das suas prioridades e quer contribuir para um mundo melhor, florestando as suas propriedades no Monte da Ribeira.
Miguel Barbosa_participa_acao_ambiental_Vinhos_Ervideira_Rali_TTMiguel Barbosa_plantacao_sobreiros_2014Romulo Branco_e_Nuno_Tavares_plantacao_sobreirosRomulo Branco_plantacao_sobreiros_2014

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt