In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


ALBUQUERQUE PREPARA LE MANS

 

Filipe Albuquerque prepara 24h de Le Mans

É já este Domingo, 5 de Junho que o mítico circuito de Le Mans recebe as cerca de 60 equipas inscritas nas 24h de Le Mans para o 'pre-test' oficial, 15 dias antes do arranque da mais emblemática prova do endurance mundial.

Filipe Albuquerque alinha pela terceira vez na prova, mas este ano com a particularidade de ser o primeiro com um LMP2, o Ligier da RGR Sport by Morand. O piloto português faz equipa com Bruno Senna e Ricardo Gonzalez e chegam a Le Mans no comando do Campeonato do Mundo pelo que são encarados como uma das equipas favoritas à vitória. Mas, para este teste equipa técnica e pilotos centram-se sobretudo: "Na afinação do carro. Mais importante que ter o Ligier rápido numa prova como esta é a sua fiabilidade e consistência. Este teste será muito importante e temos de trabalhar bastante. A corrida vai ser muito dura, a classe LMP2 é a mas disputada e com mais carros. São várias as equipas com condições de chegar ao primeiro lugar. Não podemos ceder espaço mas sim trabalhar afincadamente para estarmos melhor. É isso que vamos fazer este Domingo", explicou.

O decorrer do dia de teste pode ser acompanhado em: http://www.24h-lemans.com/en/VSA FIA_WEC_SPA16_LC3_0149_Copy

 

NISSAN É NOTICIA

 

A Nissan apresenta a condução inteligente ProPilot

 

A Nissan apresenta a condução inteligente ProPilot

A Nissan apresenta a condução inteligente ProPilotA tecnologia de condução inteligente Nissan ProPilot ajuda a conduzir de forma mais inteligente, mais segura e com mais confiança. Sem o stress e a ineficiência de condução em situações entediantes, a tecnologia Nissan ProPilot torna mais fácil e divertido ultrapassar esses momentos. A nossa missão na Nissan é tornar a condução mais agradável e mais segura. Não apenas para alguns, mas para todos.

 

SEGUNDA VITORIA DE MIGUEL RAMOS

 

Segunda Vitória da temporada para Miguel Ramos e Roldan Rodriguez.

 

A dupla Ramos-Rodriguez fez história ao alcançar a vitória naquela que pode ser considerada como “épica” batalha que ocorreu em Paul Ricard.

image012 Copy

Miguel Ramos e Roldán Rodríguez foram os primeiros pilotos a conseguir duas vitórias nesta temporada do GT Open. A dupla da BMW Team Teo Martín conquistou a Race 1 em Paul Ricard, depois de uma épica batalha com 5 carros envolvidos na luta pela vitória, numa das mais fantásticas lutas a que já se assistiu nas onze temporadas que o GT Open já leva no ativo. A vitória sorriu à dupla do BMW M6 #1, com um final de cortar a respiração conforme testemunhou Ramos ”Consegui um boa primeira parte da corrida, com um ritmo vivo e sem perder noção de onde tínhamos de estar por altura do pit stop. Como sabíamos não ter handicap, seria uma boa oportunidade para jogar com a paragem nas boxes. Entreguei o carro ao Roldán no segundo posto e como estávamos a “0”, na reentrada passamos logo a primeiros e com uma vantagem de cerca de 10seg. No entanto como rodamos cerca de 1seg mais lento que os Ferrari, Lambo e Aston, fomos perdendo a vantagem, ficando tudo muito apertado para as últimas voltas. Felizmente o Roldán conseguiu defender-se muito bem e como atrás de nós os outros quatro carros se mantiveram entretidos, conseguimos com muita dificuldade a segunda vitória do ano”.

Para a Race 2 desta tarde, obviamente que em função dos regulamentos a prova tornou-se mais difícil para o BMW #1. O handicap de 15seg devido à vitória no dia anterior faz com que a equipa perca mais tempo durante a paragem nas boxes e com isso o desempenho não possa ser comparado. “Depois duma vitória, vem sempre o preço a pagar. Já sabemos que é assim e não há nada a fazer. De qualquer modo não me importava de vencer todas as Race 1 aos sábados daqui até final do Campeonato. O Roldan arrancou muito bem e conseguiu manter-se as primeiras voltas em 4º e a um ritmo razoável, ainda que não conseguíssemos seguir de perto os 3 primeiros. Após as cinco primeiras voltas, o nosso carro começou a degradar-se, perdeu eficácia e fomos caindo na classificação até 11º. Depois no pit stop e com o handicap, caí para 14º. Após entrar consegui recuperar até 8º, terminando a lutar com o Balfe até final, ficando a apenas 2 décimas”. A jornada dupla de Paul Ricard, permitiu à dupla Miguel Ramos / Roldán Rodriguez subir 2 lugares na classificação provisória do Campeonato, passando da 5ª para a 3ª posição.

Race 1

1 Miguel Ramos / Roldan Rodriguez - BMW M6

2 - Piergiuseppe Perazzini / Marco Cioci - Ferrarri 488

3 - Andrea Caldarelli / Vitantonio Liuzzi - Lamborghini Huracan

 

Race 2

1 - Fabrizio Crestani / Thomas Biagi - Lamborghini Huracan

2 - Yacaman / Monje - BMW M6 GT3

3 - Yoluc / Hankey - Aston Martin Vantage

8 - Miguel Ramos / Roldan Rodriguez - BMW M6 GT3

 

Classificação do Campeonato após Paul Ricard

1 - Fabrizio Crestani / Thomas Biagi - 68 pts

2 - Phil Keen / Shaun Balfe - 58 pts

3 - Miguel Ramos / Roldan Rodriguez - 51 pts

4 - Michael Benham / Duncan Tappy - 44 pts

5 – Marco Cioci - 43 pts

A próxima prova do GT Open terá lugar a 23 e 24 de Julho em Silverstone (Inglaterra)

Calendário 2016

 

http://www.gtopen.net/images/portugal_flag.jpg    Estoril 23-24/04/2016

 

http://www.gtopen.net/images/belgium_flag.jpg    Spa 21-22/05/2016

 

http://www.gtopen.net/images/france_flag.jpg    Paul Ricard 04-05/06/2016

 

http://www.gtopen.net/images/england_flag.jpg   Silverstone 23-24/07/2016

 

http://www.gtopen.net/images/austria_flag.jpg    Red Bull Ring 10-11/09/2016

 

http://www.gtopen.net/images/italy_flag.jpg    Monza 01-02/10/2016

 

http://www.gtopen.net/images/spain_flag.jpg    Barcelona 05-06/11/2016

 

 

ESTREIA DE BARBOSA

 

A estreia internacional de Miguel Barbosa nos Ralis

 

 

Depois de uma estreia no mundo dos ralis que compreendeu um rali de terra (Serras de Fafe) e um de asfalto (Castelo Branco) o campeão nacional de todo-o-terreno Miguel Barbosa inicia hoje a sua participação no Azores Airlines Rallye estreando-se assim nas competições internacionais desta modalidade.

 

Apenas quatro dias depois de ter vencido a derradeira jornada de TT disputada em Loulé o piloto do BP Ultimate Skoda Team apresenta-se agora nos Açores aos comandos de um Skoda Fabia R5 sendo acompanhado por Miguel Ramalho, seu navegador no Todo-o-Terreno desde 2002 e que com ele saiu vitorioso da prova algarvia.

 

Depois de dois dias de testes e verificações o Azores Airlines Rallye arranca desportivamente hoje pelas 15 horas, com duas especiais e termina no sábado, após uma 2ª etapa que compreende duas secções e mais oito especiais.01316004 1003_Copy

 

MARTINE PEREIRA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 – VALVOLINE

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

MARTINE PEREIRA DE REGRESSO AO NACIONAL DE MONTANHA

FOX 7357_CopyFOX 7358_Copy

O Lola T 70 de Martine Pereira está de regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, já este fim de semana na Rampa de Santa Marta. Segundo o piloto do protótipo” infelizmente não foi possível alinharmos na Rampa da Covilhã, pois a peça para reforçar a embraiagem veio trocada. Neste momento a troca da peço já foi feita e espero desta feita que os problemas de embraiagem e caixa de velocidades acabem duma vez por todos para assim poder fazer uma prova sem sobressaltos de ordem técnica. Depois espero que as condições meteorológicas melhorem, pois as provas anteriores foram feitas sempre com pisos molhados, que aliado ao problema na caixa de velocidades e  ao piso escorregadio, não deu ainda para ver as potencialidades do novo motor do Lola T 70.Por isso, se estiver sol, já ouvi por aí que poderá haver a possibilidade de disputarmos mais uma rampa com chuva, Deus permita que não seja assim, e que possa desfrutar ao máximo deste carro, sempre a melhorar os meus tempos em cada subida efectuada, sem cometer erros, e sempre a dar o meu máximo, são estes os meus objectivos, não esquecendo os amigos e relaxando ao longo deste fim de semana mais comprido.”

Martine Pereira e o Lola T 70 irão fazer as verificações técnicas e administrativas no sábado de manha, com as subidas de treinos e a primeira de prova a ter lugar no mesmo dia, mas da parte da tarde. As restantes subidas de prova terão lugar no domingo.

 

GT OPEN EM PAUL RICARD

 

Last-minute maiden win for Biagi-Crestani (Orange1 Team Lazarus Lamborghini) in another thrilling finale at the Ricard

After much bad luck, the Italian outfit benefits from penultimate lap drama, as Benham’s leading McLaren spins and his hit by Yoluc’s Aston

Yacaman-Monje (Teo Martin BMW) second ahead of the TF Sport Aston

Crestani-Biagi also become new points leaders

Third win of the season in GT-Am for Barreiros-Braams (V8 Renault)

 

 

Thomas Biagi and Fabrizio Crestani gave their first win of the year to Lamborghini and the Orange1 Team Lazarus in another action-packed race at the Ricard. It’s the maiden win in the GT Open for the Italian pair and outfit, who benefitted from penultimate lap drama, when Michael Benham, then in the lead with the Garage59 McLaren, went wide and was hit by the Aston of Salih Yoluc. Crestani, who was charging back on to the two, inherited the success, after yesterday’s bad luck, ahead of the Teo Martin BMW of Yacamán-Monje, while Yoluc-Hankey salvaged third for the TF Sport Aston. Crestani-Biagi rounded their day by becoming the new points leaders in the championship.

In GT-Am, Filipe Barreiros-Max Braams took their third win of the season with the V8 Racing Renault RS01, ahead of Lémeret-Dhillon (AF Ferrari) and the Petri Lambo of Davide Roda.16-10 Crestani-Biagi_winners_Copy16-10 Lambo_Lazarus_Copy

 

BARREIROS VOLTA A VENCER

 

Dupla vitória para Filipe Barreiros em Paul Ricardpaulricard barreiros9_Copypaulricard barreiros11_Copy

 

Filipe Barreiros e Max Braams voltaram a vencer entre os GT AM na segunda corrida do International GT Open que este fim-de-semana decorreu em Paul Ricard. Dois primeiros lugares que colocam o piloto português no segundo lugar do campeonato a apenas dois pontos do líder. A dupla do Renault RS01 GT3 saiu da segunda posição da grelha e nem os 20 segundos de 'handicap' lhes retirou a vitória: "O Max fez um excelente turno e entregou-me o carro em primeiro lugar. Na altura achei que os 20 segundos de penalização podiam ser fatais, mas entrei em pista, impus o meu ritmo e levei o carro até ao final nessa posição sem grandes dificuldades", explicou Filipe Barreiros. Recuperar terreno nas contas do campeonato para os adversários foi um objectivo amplamente conseguido: "Não podíamos fazer melhor. Cumprimos o que nos propusemos, ganhar as duas corridas. Estou a apenas dois pontos do primeiro lugar e acredito que em Silverstone vamos voltar a vencer e se tudo correr bem assumimos o primeiro lugar. Só pensando desta forma podemos chegar à metal final e alcançar o título", concluiu o piloto português confiante no seu trabalho mas também de toda a equipa. A próxima jornada acontece a 23 e 24 de Julho em Silverstone. Todas as informações em: www.gtsport.es

 

NISSAN É NOTICIA

 

NISSAN E EDP A CAMINHO DA MOBILIDADE SUSTENTÁVEL

 

• A frota de EDP conta a partir de hoje com mais 25 Nissan LEAF

• Esta é a maior frota de veículos 100% elétricos entregue de uma só vez a uma empresa em Portugal

• A incorporação dos Nissan LEAF na frota da EDP demonstra o empenho da empresa na migração para formas de transporte mais sustentáveis

• A cerimónia de entrega decorreu no Museu da Eletricidade com a presença do Diretor-geral da Nissan em Portugal, Guillaume Masurel, e do administrador da EDP, Rui Teixeira

A Nissan, líder de mercado no fornecimento de soluções de veículos elétricos (VE), e a EDP acabam de dar mais um passo na direção de um futuro energeticamente mais sustentável e limpo: a elétrica nacional recebeu uma frota de 25 Nissan LEAF 100% elétricos, numa demonstração do seu empenho na migração para formas de transporte mais sustentáveis, não só no plano ambiental, mas também económico.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

SKODA LOUNGE

 

Exposição realiza-se de 2 a 14 de junho

  •  O ŠKODA Lounge foi o local escolhido para receber peças de arte exclusivas

 

Arranca hoje a Exposição Comemorativa dos 70 anos do Centro Nacional de Cultura (CNC).

A exposição ficará disponível até ao próximo dia 14 de junho no ŠKODA Lounge, o espaço lounge daquela marca de automóveis, situada na Av. António Augusto de Aguiar.

Com o objetivo de revisitar a história do CNC, dando a conhecer aquela que foi a sua luta constante em prol das artes em Portugal,

esta exposição irá contar com peças de arte exclusivas que pertencem ao legado histórico de todos os portugueses.Sk160301 CopySk160307 Copy

 

RALI DOS AÇORES

Kajetanowicz and Lukyanuk in thrilling battle for Azores Airlines Rallye victory

Azores Airlines Rallye leg one, section two midday report: 

The battle for victory on the Azores Airlines Rallye has taken another exciting twist this morning with Kajetan Kajetanowicz and Alexey Lukyanuk locked in combat for first place on the combined European, Portuguese and Azorean championship event.

Lukyanuk, from Russia, was the first driver to make his move, winning Friday’s opening Pica da Pedra Golfe stage to climb from third to first in the overall standings. Poland’s Kajetanowicz, the overnight leader in his similar Ford Fiesta R5, hit back with the quickest time through Feteiras Meo to reclaim the lead. And it got better for the reigning European champion when he won the legendary Sete Cidades stage along the rim of a volcanic crater, to open up an advantage of 12.2s heading to midday service in Ponta Delgada.

“That was an incredible stage, it’s beautiful,” said Kajetanowicz following the fog-hit 25.62-kilometre test. “There was not much fog for me but the grip was changing all the time and you have to read road but it’s impossible because no part of the road looks the same. I am happy to be here because there are a lot of places where you can finish the rally.”

Ralfs Sirmacs was second overnight, 1.0s behind Kajetanowicz, but a cautious approach from the youngster in the difficult conditions, means the Latvian Skoda Fabia R5 driver is fourth overall, 17.1s behind new third-placed man Ricardo Moura, the leading driver of the Azores in a Fiesta R5.

Pedro Meireles and Jose Pedro Fontes are fifth and sixth after this morning’s opening three stages with David Botka, Jaroslav Orsak and Antonin Tlustak next up. Miguel Barbosa, who is running first on the road, is P10 with Luis Rego one place beind despite a front-left puncture in Sete Cidades. Joao Barros was sixth when he crashed on SS7.

Friday morning’s three stages will now be repeated in the afternoon with the second running of Pico da Pedra Golfe due to begin at 14h47 local time.

Stage times and results:
http://www.azoresrallye.com/results-2016-2/

Stage winners:
SS1 Batalha (7.27km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS2 Solucoes M (7.08km): Moura/Costa (Ford Fiesta R5)
SS3 Vila Franca Sao Bras 1 (13.47km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS4 Grupo Marques SSS 1 (3.95km): Sirmacis/Simins (Skoda Fabia R5)
SS5 Pico da Pedra Golfe 1 (7.42km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS6 Feteiras Meo (15.26km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS7 Sete Cidades (25.62km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)

ENDS

 

Kajetan Kajetanowicz-1

Kajetan Kajetanowicz

 

FERNANDO ALONSO NA NASCAR?

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

Os grandes pilotos da F1 e a atracção pelos EUA. Olhem quem anda pelo NASCAR a visitar Tony Stewart?! Só vos digo que vai dar uma peça muito gira com os dois... 

 

ALBUQUERQUE AQUÉM DO ESPERADO

 

Teste de Filipe Albuquerque para as 24h de Le Mans menos produtivo que o esperado

O 'pre-test' oficial das 24h de Le Mans que decorreu hoje no mitico circuito francês não foi tão produtivo como Filipe Albuquerque esperava. Um problema no Ligier da RGR Sport by Morand condicionou o trabalho em pista do piloto português e dos seus companheiros de equipa, Bruno Senna e Ricardo Gonzalez.

Os resultados e o trabalho ficou aquém das expectativas de todos: "Não foi um dia feliz para nós. Mas ainda bem que aconteceu em teste e não em prova propriamente dita. Tivemos um problema no carro que só descobrimos mais tarde do que tratava. Isso fez-nos perder muito tempo na boxe. Não rodámos o que queríamos nem trabalhámos no 'set-up' como tínhamos planeado. Vamos ter de fazer tudo isto em situação de corrida. Mas, sabemos que temos uma boa base e que o Ligier é competitivo. Vamos ter de ser rápidos a encontrar o acerto para não ficarmos em desvantagem. Mas estou óptimista e ciente que temos condições para vencer e continuar na liderança do Campeonato", explicou Filipe Albuquerque que tem 15 dias até enfrentar a prova mais dura do endurance mundial: as 24h de Le Mans.


Os resultados deste fim-de-semana podem ser consultados em:http://www.lemans.org/en/Page/results/101

 

LE MANS JÁ COMEÇOU

LE MANS JÁ COMEÇOU

 

Grl1 Copyl2 Copyl3 Copyl4 Copyl5 Copyl6 Copyl7 Copyl8 Copyl9 Copyl10 Copyl11 Copyl12 Copyl14 Copyl15 Copyl16 Copyl17 Copyl18 Copyl19 Copyl20 Copyl21 Copyl22 Copyl23 Copyl24 Copyl25 Copyl26 Copyl27 Copyl28 Copyl29 Copyl30 Copyl31 Copyl32 Copyl33 Copyl34 Copyl35 Copyl36 Copyl37 Copyl38 Copyl39 Copyl40 Copyl41 Copyl42 Copyl43 Copyl44 Copyl45 Copyl46 Copyl47 Copyupo de imagens do passado fim de semana em Le Mans, com os preparativos e treinos para a prova do próximo fim de semana.

 

RALI DOS AÇORES - SEGUNDO MÁRIO CASTRO

 

AZORES AIRLINES RALLYE 2016

CUMPRIMOS OS NOSSOS OBJETIVOS...

Terminado que está mais um rali dos Açores só poderemos estar satisfeitos com o nosso resultado. Fomos sextos da geral e mais importante que tudo, segundos no que diz respeito ás contas para o campeonato Nacional. Ainda assim não tivemos um rali nada fácil pela frente pois tivemos de lutar pela posição com grandes pilotos e depois na segunda etapa ainda fomos vítimas de algumas problemas mecânicos no skoda que quase nos hipotecavam o resultado. 
Na primeira etapa tudo nos correu de feição e conseguimos imprimir um ritmo forte durante todo dia vindo a finalizar o mesmo na frente dos pilotos que neste momento estão na luta pelo campeonato. Entramos para o último dia em quinto da geral e segundos dos Portugueses e queríamos manter essas posições até final mas logo na primeira especial do dia fizemos um pião e perdemos muito tempo. Descemos posições na geral mas deu para manter o lugar respeitante ao nosso campeonato. Daí para a frente começamos a sentir algumas vibrações no carro e também muita falta de tração e como a nossa vantagem para o terceiro Português era grande decidimos gerir o andamento e levar o carro até final.
Assim sendo só podemos estar satisfeitos com a nossa prestação num rali de que gosto particularmente mas que é sem duvida um dos mais difíceis do campeonato Nacional e Europeu.


Agora vamos regressar ao asfalto e como sempre vamos tentar a vitória de maneira a continuar na luta pelo título sendo que neste momento estamos em segundos.



 

NOS BASTIDORES DO BRAGA FESTIVAL OF SPEED

GALERIAS DE IMAGENS

 

NOS BASTIDORES DO BRAGAFOX 3524_CopyFOX 3525_CopyFOX 3526_CopyFOX 3528_CopyFOX 3529_CopyFOX 3530_CopyFOX 3531_CopyFOX 3532_CopyFOX 3533_CopyFOX 3534_CopyFOX 3536_CopyFOX 3537_CopyFOX 3539_CopyFOX 3541_CopyFOX 3542_CopyFOX 3543_CopyFOX 3544_CopyFOX 3545_CopyFOX 3546_CopyFOX 3547_CopyFOX 3548_CopyFOX 3550_CopyFOX 3551_CopyFOX 3552_CopyFOX 3554_CopyFOX 3555_CopyFOX 3556_CopyFOX 3557_CopyFOX 3558_CopyFOX 3559_CopyFOX 3560_CopyFOX 3563_CopyFOX 3565_CopyFOX 3566_CopyFOX 3567_CopyFOX 3569_CopyFOX 3572_CopyFOX 3573_CopyFOX 3574_CopyFOX 3575_CopyFOX 3576_CopyFOX 3577_CopyFOX 3578_CopyFOX 3579_CopyFOX 3580_CopyFOX 3582_CopyFOX 3583_CopyFOX 3584_CopyFOX 3585_CopyFOX 3586_CopyFOX 3587_CopyFOX 3588_CopyFOX 3592_CopyFOX 3593_CopyFOX 3595_CopyFOX 3597_CopyFOX 3598_CopyFOX 3599_CopyFOX 3601_CopyFOX 3602_CopyFOX 3604_CopyFOX 3605_CopyFOX 3606_CopyFOX 3607_CopyFOX 3608_CopyFOX 3609_CopyFOX 3610_CopyFOX 3611_CopyFOX 3612_CopyFOX 3613_CopyFOX 3614_CopyFOX 3616_CopyFOX 3617_CopyFOX 3618_CopyFOX 3619_CopyFOX 3620_CopyFOX 3621_CopyFOX 3622_CopyFOX 3623_CopyFOX 3624_CopyFOX 3626_CopyFOX 3627_CopyFOX 3628_CopyFOX 3629_CopyFOX 3630_CopyFOX 3631_CopyFOX 3632_CopyFOX 3634_CopyFOX 3635_CopyFOX 3636_CopyFOX 3637_CopyFOX 3638_CopyFOX 3639_CopyFOX 3640_CopyFOX 3641_CopyFOX 3642_CopyFOX 3643_CopyFOX 3644_CopyFOX 3645_CopyFOX 3646_CopyFOX 3647_CopyFOX 3649_CopyFOX 3650_Copy FESTIVAL OF SPEED

 

Grupo de imagens dos bastidores das provas que tiveram luar no circuito Vasco Sameiro em Braga.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

NISSAN É NOTICIA

 

A Nissan anuncia os resultados da reciclagem de veículos no ano fiscal de 2015 no Japão

A Nissan Motor Co., Ltd. acaba de anunciar os resultados do seu programa de reciclagem e recuperação de veículos no Japão relativos ao ano fiscal de 2015 (abril de 2015 a março de 2016). Em linha com o Programa Ecológico da Nissan 2016 - o plano ambiental a médio prazo da empresa - a Nissan tem desenvolvido esforços para melhorar a reciclagem de veículos em fim de vida (VFV) e alcançar uma taxa de recuperação de topo na indústria do Japão.

A taxa de recuperação de resíduos de desmantelamento de veículos da Nissan (ASR) foi de 98,0%*1 no ano fiscal de 2015, o décimo ano consecutivo em que a Nissan excedeu a meta de 70% da Lei de Reciclagem Automóvel do Japão*2. A taxa de recuperação de VFV foi de 99,6%*3.

 

F3 NO BRASIL

 

Carlos Cunha Filho defende liderança da F3 Brasil em Santa Cruz do Sul

Representante da Cesário Fórmula disputa segunda etapa com carro pintado de azul cor da empresa farmacêutica EMS, que patrocina o piloto

Depois de um hiato de quase dois meses, a Fórmula 3 Brasil realiza neste final de semana a segunda etapa da temporada 2016, marcada para o Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul (RS), distante 150 quilômetros de Porto Alegre. Carlos Cunha Filho brigará para manter a primeira colocação da tabela de pontos, obtida após a vitória e a segunda colocação obtidas na rodada dupla de abertura do campeonato, realizada no Velopark.

No intervalo entre a primeira e a segunda etapa do campeonato, o piloto da Cesário Fórmula participou de testes no Autódromo de Interlagos, na capital paulista. "Tivemos muito trabalho no motor, mas os treinos são para isso mesmo. É o momento em que a gente sente o carro e passa para a equipe testar as opções de ajustes", disse o dono do carro número 54.

Os 3.533 metros do circuito de Santa Cruz do Sul oferecem um desenho bem a gosto do líder do campeonato, que mostra preferências para curvas de alta. "É uma pista para andar forte e por isso exige atenção e cuidado com o freio", comenta o piloto, que ainda ressalta a possibilidade pequena de chuva. "Se chover pode complicar, mas deve ser muito divertido também", conclui.

Para a etapa no interior gaúcho, Cunha Filho terá como novidade o novo layout do carro, que agora passa a contar com a predominância da cor azul por conta de seu novo patrocinador, o laboratório farmacêutico EMS. A empresa apoia o piloto, que está em seu segundo ano na Fórmula 3 Brasil, desde a etapa de abertura do campeonato.
Nesta etapa, a Fórmula 3 Brasil divide o final de semana com a Stock Car e Copa Petrobras de Marcas, e na programação a categoria de monopostos tem o sábado para os treinos livres e de classificação do grid da primeira prova no sábado. As duas provas estão programadas para o domingo (5).

Programação da segunda etapa da Fórmula 3 Brasil:

Sábado, dia 4:
10h40-11h10 - primeiro treino livre
15h30-16h - segundo treino
17h20-17h30 - classificação

Domingo, dia 5:
8h50 - primeira corrida
11h15 - segunda corrida
11h50 - Pódio

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO

F3 A
1-) 54 Carlos Cunha - CF3 - 27 pontos
2-) 43 Pedro Cardoso - Hitech GP - 16
3-) 34 Matheus Iorio - Cesario F3 - 15
4-) 77 Guilherme Samaia - Cesario F3 - 12
5-) 41 Artur Fortunato - A Fortunato - 10
6-) 91 Leonardo de Souza - Kemba Racing - 7
7-) 27 Matheus Muniz - Prop Car Racing - 5
8-) 55 Igor Fraga - Prop Car Racing - 5
9-) 95 Yurik Carvalho - Hitech Racing - 5
10-) 10 L. Felipe Branquinho - RR Racing - 3
11-) 12 Christian Hahn CF3 - 2
12-) 36 Thiago Vivacqua - Hitech Racing - 1
13-) 87 Leonardo Raucci - RR Racing F3A - 0

F3 Light
1-) 48 Renan Pietrowski - Prop Car Racing - 30 pontos
2-) 52 Pedro Caland - Hitech GP - 24
3-) 3 Leandro Guedes - RR Racing Light - 0

Veja o calendário da temporada 2016 da Fórmula 3 Brasil:
10 de abril - Nova Santa Rita (RS)
5 de julho - Santa Cruz do Sul (RS)
17 de julho - Cascavel (PR)
11 de setembro - São Paulo (SP)
25 de setembro - Londrina (PR)
16 de outubro - Brasília (DF)*
6 de novembro - Goiânia (GO)
11 de dezembro - São Paulo (SP)
*a confirmar

Sobre a EMS

A EMS é o maior laboratório farmacêutico brasileiro, líder de mercado há 8 anos consecutivos e o segundo no ranking de maiores farmacêuticas da América Latina.

Com 50 anos de história, a empresa tem atuação nos segmentos de prescrição médica, genéricos, medicamentos de marca, OTC e hospitalar, produzindo medicamentos para praticamente todas as áreas da Medicina.

 

TT NO BRASIL

 

O calendário da Alagoas Cup de Rally Baja chegou à metade e a Can-Am é destaque com os pilotos da equipe Box Adventure. Nos UTVs, Lavoisier Júnior lidera a categoria UTV Pró Turbo a bordo do Can-Am Maverick Xds Turbo. Daniel Fonseca ocupa a ponta da tabela na classe Quadriciclo Super Production com o seu ATV Can-Am Renegade 1000 Xxc. Os dois competidores subiram no pódio da quarta etapa do torneio, realizada em Arapiraca (AL) no último final de semana (28 e 29).

A prova teve como base o Parque de Vaquejada Divina Luz e contou com 88 veículos inscritos, incluindo motocicletas e carros. Fonseca foi o mais rápido da Quadriciclo Super Production pela terceira vez na temporada, enquanto Lavoisier Júnior ficou na segunda colocação da UTV Pró Turbo.

“A Alagoas Cup é um sucesso e atrai cada vez mais participantes. Na quarta etapa, só de UTVs foram 45 inscritos. Os veículos da Can-Am mostraram força mais uma vez, e na categoria Quadriciclo Super Production, por exemplo, os três primeiros pilotaram ATVs da marca canadense”, comentou Vitor Lyra, da Box Adventure, equipe oficial de rally da concessionária BRP localizada em Maceió (AL).

A próxima etapa da Alagoas Cup será realizada no dia 2 de julho em região de sertão, com cidade a ser definida pela organização do evento. A Box Adventure ainda representa a Can-Am entre os UTVs do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country.

Sobre a BRP - ACESSE


Daniel Fonseca, da equipe Box Adventure, a bordo do ATV Can-Am Renegade 1000 Xxc
Cr�dito: J�lia Coutinho

 

DOMINGOS FERNANDES PRONTO PARA A RAMPA DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA  2016 – VALVOLINE

 

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

DOMINGOS FERNANDES PRONTO PARA A RAMPA DE SANTA MARTA



FOX 4172_Copy

Depois da ausência na Rampa da Covilhã, eis que o Autobianchi A 112 de Domingos Fernandes está de regresso ao Campeonato Nacional de Montanha, onde no próximo fim de semana irá marcar presença. Segundo Domingos Fernandes “ por razões de foro familiar estive ausente na Rampa da Covilhã, mas tenho já tudo pronto para o próximo fim de semana para assim poder participar na Rampa de Santa Marta, uma prova quase disputada perto de casa. ”Em termos de objectivos o piloto de Armamar, foi claro “ fazer todas as subidas sem problemas de maior, sempre a tentar melhorar os meus tempos, sem cometer erros. Gostaria que em termos meteorológicos estivesse  sol, pois as provas até agora disputadas foram sempre com chuva, o que logicamente me limitou a minha actuação. Por outro lado, quero-me divertir o mais possível, e estar como os amigos”.

Domingos Fernandes irá fazer as verificações técnicas no sabado durante a manhã, para da parte da tarde dar lugar às subidas de treinos e à primeira subida de prova, tendo lugar as restantes no domingo.

 

GALERIA DE IMAGENS - RALI DOS AÇORES

GALERIA DE IMAGENS

 

RALI DOS AÇORES

 

Grupo de imagens da Despfoto, relativo a esta prova, onde Ricardo Moura foi o brilhante vencedor.

 

Fotos de Despfoto - www.velocidadeonline.comd1 Copyd2 Copyd3 Copyd4 Copyd5 Copyd6 Copyd7 Copyd8 Copyd9 Copyd10 Copyd11 Copyd12 Copyd14 Copyd15 Copyd16 Copyd17 Copyd18 Copyd19 Copyd20 Copyd21 Copyd22 Copyd23 Copyd24 Copyd25 Copyd26 Copyd27 Copyd28 Copyd29 Copyd30 Copyd31 Copyd32 Copyd33 Copyd34 Copyd35 Copyd36 Copyd37 Copyd38 Copyd39 Copyd40 Copyd41 Copyd42 Copyd43 Copyd44 Copyd45 Copyd46 Copyd47 Copyd48 Copyd49 Copyd50 Copyd51 Copyd52 Copyd53 Copyd54 Copyd55 Copyd56 Copyd57 Copyd58 Copyd59 Copyd60 Copyd61 Copyd62 Copyd64 Copy

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE NA RAMPA DE SANTA MARTA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 – VALVOLINE

 

 

RAMPA DE SANTA MARTA

 

 

 

JOSÉ PEDRO GOMES AUSENTE NA RAMPA DE SANTA MARTA


FOX 2718_Copy

O piloto José Pedro Gomes e o seu Ford Escort WRC , não vão estar à partida da Rampa de Santa Marta, quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha.

Segundo o piloto advogado” a minha ausência nesta prova, surge por razões profissionais, não estava a  contar com esta ausência, mas por vezes a profissão obriga a isto, mas penso estar já presente na prova a seguir”, disse-nos.

 

CARTAZ CIRCUITO DE VILA REAL

CARTAZ CIRCUITO DE VILA REAL

 

Mais um cartaz alusivo às corridas de Vila Real, a ter lugar dentro de duas  semanas aproximadamente.AVILA Copy

 

RALI DOS AÇORES

Home joy! Moura wins the Azores Airlines Rallye

Azores Airlines Rallye leg two midday report: 4 June 2016

Ricardo Moura has claimed a hugely popular home win by triumphing on the Azores Airlines Rallye for the first time.

Despite landing the mid-Atlantic archipelago’s domestic championship on several occasions, victory on the Azores Airlines Rallye had always eluded the Sao Miguel resident. However, all that changed when Moura and co-driver Antonio Costa made it through a dramatic final day to defeat Alexey Lukyanuk and Alexey Arnautov by 26.8s in a dramatic finish.

Lukyanuk started the closing loop of three stages in front by 25.3s only for a loose turbo pipe to lead to a vital loss of power – and time – on stage 14, which he completed 42.7s down on Moura. Despite making frantic roadside repairs, Lukyanuk’s efforts to recover the lost time was to no avail and he would settle for second behind the victorious Moura, who becomes the first Azorean to win the event since Raul Mendonca in 1971, 45 years ago.

“My name is on the history of this rally and I am very, very happy,” said an emotional Moura at the finish of the final stage after leading home a Ford Fiesta R5 1-2-3. “Thank you to all the team for this and for all the people of the Azores. I had the hard tyre and I should have come with the soft because it was raining. I was also out of brakes on Graminhais and we had to recover from this. It was really stressful but we are here.”

Lukyanuk, who also lost precious seconds with a spin on SS12, took 21.2s out of Moura on the penultimate stage to close the gap to 21.5s. With the final Tronqueira stage 21.71 kilometres in length, a win for Lukyanuk seemed possible. But Moura upped his pace to keep the Russian at bay. “We had no turbo maybe one kilometre after the start [of stage 14],” said Lukyanuk. “I hate it when the same thing happens again [like it did in Greece], it should not be like this. I was pushing like hell and we take a lot of risks but it was impossible to do more. It was supposed to be our game, next time maybe.”

Kajetan Kajetanowicz, the reigning European champion, was 9.8s behind Lukyanuk at the overnight halt in Ponta Delgada, but a broken driveshaft on today’s opening test, Graminhais, dropped the Polish driver out of contention. After haemorrhaging more time through stages 12 and 13, Kajetanowicz reached midday service 3m33.5s off the lead. He took the first stage win of the afternoon but third overall was as good as it would get for the Fiesta driver, who has yet to win in the ERC in 2016.

It was a frustrating final day in the Azores for Sports Racing Technologies’ drivers Ralfs Sirmacis and Raul Jeets. Sirmacis retired his Skoda Fabia R5 with broken steering on SS12. Jeets reached the finish of SS14 but stopped due to a loss of water pressure after he struck a bank during the run.

Hungary’s David Botka brought his Citroen DS3 R5 to the finish in fourth after demoting Jaroslav Orsak on the final stage. The Czech lost time with a puncture on SS15 and a loss of rear brakes on the last test. Pedro Meireles finished sixth, Luis Rego seventh, Jose Pedro Fontes eighth and Ricardo Teodosio ninth, while Antonin Tlustak overcame a puncture on the penultimate stage to finish P10.

Wojciech Chuchala, from Poland, cancelled out a deficit of 1m12.7s following his puncture on Friday afternoon to beat Ruben Rodrigues to the ERC2 victory, their fourth in a row in the category this season. “We lost a lot of time with the puncture so we had to really attack,” said Chuchala. “I was happy to have to push like this but we had to take care of the car in the conditions today. It’s very good.” Juan Carlos Alonso travelled to the Azores from Argentina to complete the class podium.

Portuguese Peugeot driver Diogo Gago won ERC Junior as overnight leader Marijan Griebel (Germany) crashed out two kilometres from the finish of SS12. Chris Ingram took second with Steve Rokland (Norway) third after Lukasz Pieniazek (Poland) retired. “It’s amazing, no words to describe what I feel, it’s incredible,” said Gago, whose co-driver Hugo Magalhaes partnered Bernardo Sousa to the overall Azores win in 2014. Ingram, meanwhile, revealed that he had been nursing a gearbox issue on his Opel during the closing stages.

Stage times and results:
http://www.azoresrallye.com/results-2016-2/

Stage winners:
SS1 Batalha (7.27km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS2 Solucoes M (7.08km): Moura/Costa (Ford Fiesta R5)
SS3 Vila Franca Sao Bras 1 (13.47km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS4 Grupo Marques SSS 1 (3.95km): Sirmacis/Simins (Skoda Fabia R5)
SS5 Pico da Pedra Golfe 1 (7.42km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS6 Feteiras Meo 1 (15.26km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS7 Sete Cidades 1 (25.62km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS8 Pico da Pedra Golfe 2 (7.42km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS9 Feteiras Meo 2 (15.26km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS10 Sete Cidades 2 (25.62km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS11 Graminhais 1 (20.96km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS12 Tronqueira 1 (21.71km): Moura/Costa (Ford Fiesta R5)
SS13 Grupo Marques SSS 2 (3.95km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS14 Vila Franca Sao Bras 1 (13.47km): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS15 Graminhais 2 (20.96km): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS16 Tronqueira 2 (21.71km): Moura/Costa (Ford Fiesta R5)

Recent winners:
2016: Ricardo Moura/Antonio Costa (Ford Fiesta R5)
2015: Craig Breen/Scott Martin (Peugeot 208 T16)
2014: Bernardo Sousa/Hugo Magalhaes (Ford Fiesta RRC)
2013: Jan Kopecky/Pavel Dresler (Skoda Fabia S2000)
2012: Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Skoda Fabia S2000)
2011: Juho Hanninen/Mikko Markkula (Skoda Fabia S2000)
2010: Bruno Magalhaes/Carlos Magalhaes (Peugeot 207 S2000)
2009: Kris Meeke/Paul Nagle (Peugeot 207 S2000)
2008: Bruno Magalhaes/Carlos Magalhaes (Peugeot 207 S2000)
2007: Fernando Peres/Jose Pedro Silva (Mitsubishi Lancer Evo IX)

 

Ricardo Moura-2

Ricardo Moura

Wojciech Chuchala

Wojciech Chuchala

Diogo Gago-1

Diogo Gago

 

BARBOSA EM 4º NOS AÇORES

 

Miguel Barbosa em 4º do CNR nos Açores

 

Miguel Barbosa aos comandos de um Skoda Fabia R5 conclui hoje a segunda etapa do Azores Airlines Rallye na quarta posição da competição pontuável para o Campeonato Nacional de ralis, cumpridas que foram as duas passagens pelos troços Pica da Pedra, Feteiras e Sete Cidades. O piloto do BP Ultimate Skoda Team, que é acompanhado por Miguel Ramalho, abriu os troços desta segunda etapa tendo em conta que a ordem de partida se realizou de forma invertida para os 10 primeiros classificados no final da PE3 da etapa inaugural. A dupla Miguel Barbosa/Miguel Ramalho ocupa ainda a 12ª posição da prova pontuável para o ERC.

 

“Só posso estar bastante satisfeito com a nossa prestação. Continuamos a evoluir e sinto-me cada vez mais adaptado ao Skoda Fabia e às características destas provas de ralis. Da parte da manhã estava nevoeiro e os troços muito enlameados, mas foi muito interessante ter-nos cabido abrir os troços deste segundo dia de prova. Uma das características deste rali tem a ver com as alterações constantes da meteorologia. Partimos para a segunda volta das especiais com o mesmo setup da manhã quando viemos a encontrar os pisos bem mais secos. Isso não nos impediu de manter um bom nível de andamento e estamos satisfeitos com o resultado alcançado. Amanhã teremos ainda mais uma etapa dura e difícil que queremos cumprir com o mesmo rigor e determinação que tivemos hoje”, salientou o piloto do BP Ultimate Skoda Team.

 

O Azores Airlines Rallye cumpre amanhã a sua derradeira etapa com a disputa de mais uma dupla passagem por três especiais cronometradas3 Copy
 

RODRIGUES 4º NA SARDENHA

 

Sardegna Rally Race

Cross Country Rallies World Championship

21 a 27 de Maio

 

Hélder Rodrigues em 4º na Sardenha

Piloto oficial da Yamaha foi 2º na especial de abertura

 

Hélder Rodrigues iniciou de forma muito positiva a sua participação no Sardegna Rally Race obtendo, aos comandos da sua WR450F a segunda melhor marca na especial de abertura desta que é terceira etapa do Cross Country Rallies World Championship. No segundo troço do dia o piloto oficial da Yamaha Hélder Rodrigues realizou o 7º tempo ocupando no final da primeira etapa desta competição italiana a 4ª posição a escassos 14s do segundo classificado.

 

“O dia começou muito bem para mim. Consegui fazer o segundo melhor tempo na primeira das duas especiais. Depois, na segunda especial, tive alguns problemas com o pó levantado pelos pilotos que rolavam à minha frente. Passei alguns pilotos mais lentos, mas assim que me aproximei do grupo da frente era quase impossível passá-los. Apesar disso estou satisfeito. O terreno é muito compacto, o que danifica muito os nossos pneus. Temos de ser muito cautelosos com isso. Vou partir de uma boa posição para a primeira parte da etapa maratona que começa amanhã. Tudo está em aberto e vou continuar a lutar por um lugar de topo”, salientou o piloto do Yamalube Yamaha Official Rally Team.

 

A etapa de amanhã do Sardegna Rally Race liga Budoni a Sa Itria e os concorrentes enfrentarão dois troços cronometrados de 50 e 61 quilómetros.

 

Acompanhe Hélder Rodrigues em: www.facebook.com/HelderRodriguesOfficial

 

JÁ COMEÇOU LE MANS

JÁ COMEÇOU LE MANS

 

A Audi acaba na frente o dia de testes em Le Mans. 3m21,375s numa volta para Lucas di Grassi? Campainhas de alarme no ACO?! Lembram-se da melhor marca de 2015? Brendon Hartley fez 3m21,061s no Porsche nº17...

http://fiawec.alkamelsystems.com/…/05_ClassificationByClass…

 

 

 

JOÃO LOPES RUMA A CHAVES

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4

Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno




João Lopes ruma a Chaves em busca do Tri

João Lopes e Luiz Vieira venceram as duas corridas de Trial4x4 já disputadas em 2016

No nacional de TT a piloto JL Racing, Rita Oliveira fez o tri em Loulé

Depois de duas vitórias em outras tantas provas do Campeonato Nacional de Trial 4x4 já disputadas este ano, o atual Campeão Nacional de Todo-o-Terreno, João Lopes, terá agora em Chaves, onde irá estar aos comandos de um Polaris XP Trial, preparado e assistido pela equipa JL Racing, nova prova de fogo neste seu ano de estreia nesta disciplina.

 

“Correram-nos francamente bem as duas provas já disputadas embora em Mação tudo tenha sido bem mais duro e complicado. Estamos ainda numa fase de aprendizagem desta nova disciplina que é radicalmente diferente do todo-o-terreno. Temos treinado bastante evoluindo a máquina que tem de estar sempre muito bem preparada. O Luiz tem feito muito trabalho físico porque as corridas são extremamente exigentes para os navegadores. Partimos apostados em lutar pela vitória na nossa Classe e por uma boa prestação global. Desconheço por completo a pista, mas o que me tem impressionado mais é a quantidade imensa de público que não se cansa de puxar por nós do início ao fim de cada corrida”, salienta João Lopes, o piloto da JL Racing.

No Todo-o-Terreno a equipa de Torres Vedras continua a dar cartas agora na competição feminina onde Rita Oliveira, assistida pela JL Racing, alcançou pela terceira vez consecutiva esta temporada a vitória na Taça das Senhoras. Aos comandos de um Polaris RZR Turbo e navegada por Luís Engeitado a piloto de Leiria completou a Baja de Loulé no Top 10 do Troféu Polaris RZR onde ocupa agora a 8ª posição absoluta. Luís Engeitado ocupa por seu lado a 4ª posição entre os navegadores do CNTT.

A prova do CNTrial 4x4 terá lugar no Mercado Abastecedor da região de Chaves, na aldeia de Outeiro Seco, a cerca de 5km do centro da cidade de Chaves.

Acompanhe o piloto em www.facebook.com/João-Lopes-138469916266280Joo Lopes_em_Mao3_CopyJoo Lopes_em_Mao_Copy

 

HELDER RODRIGUES EM 6º

 

Sardegna Rally Race

Cross Country Rallies World Championship

21 a 27 de Maio

 

Hélder Rodrigues em 6º no Rali da Sardenha

Piloto oficial da Yamaha continua na luta pela vitória

 

Na etapa maratona que, entre hoje e amanhã se está a disputar no Sardegna Rally Race, Hélder Rodrigues ocupa agora a sexta posição da classificação geral depois de disputados os dois troços cronometrados de 50 e 61 quilómetros deste terceiro dia de prova. Aos comandos da sua WR450F o piloto oficial da Yamaha realizou o sétimo tempo em ambas as especiais do dia, desta que é terceira etapa do Cross Country Rallies World Championship.

 

“Foi um longo dia com uma navegação muito complicada. Há tantos sítios onde é fácil cometer um erro, que temos de estar muito concentrados para os evitar. Como há muito tempo que não chove por aqui as pistas estão muito secas e é muito difícil a moto ter tração. Mas isso é igual para todos. Acredito que a etapa de amanhã seja crucial. Vai ser mais um longo e difícil dia de corrida e a minha estratégia vai ser de atacar o máximo possível para conseguir um bom resultado no final neste rali. Ainda está tudo em aberto e eu continuo a lutar pela vitória. A minha moto está a funcionar perfeitamente pelo que continuo muito otimista”, salientou o piloto do Yamalube Yamaha Official Rally Team.

 

A etapa de amanhã do Sardegna Rally Race liga Sa Itria a Arbatax e os concorrentes enfrentarão dois troços cronometrados de 98 e 67 quilómetros.

 HRod Sardenha_Day3_01_CopyHRod Sardenha_Day3_02_CopyHRod Sardenha_Day3_03_Copy

 

MIGUEL BARBOSA EM 5º LUGAR NOS AÇORES

 

Campeonato Nacional de Ralis 2016

Azores Airlines Rallye

2 e 4 de Junho

 

 

Miguel Barbosa em 5º lugar no Rali dos Açores

Aos comandos do Skoda Fabia R5 venceu uma especial

 

Aos comandos de um Skoda Fabia R5 e acompanhado por Miguel Ramalho, o atual campeão nacional de todo-o-terreno Miguel Barbosa conclui hoje a sua primeira participação no Azores Airlines Rallye com um magnífico 5º lugar na competição pontuável para o Campeonato Nacional de Ralis, onde passa a ocupar a 4ª posição.

 

Sendo apenas o seu terceiro rali e o primeiro de cariz internacional o piloto do BP Ultimate Skoda Team ultrapassou com distinção a enorme dificuldades de uma prova marcada por uma enorme dureza tendo conseguido ainda obter a vitória num dos troços, em termos de CNR, com uma marca que foi a segunda absoluta dessa especial. A dupla Miguel Barbosa/Miguel Ramalho terminou ainda o Azores Airlines Rallye na 11ª posição da prova pontuável para o ERC.

 

“Estou muito satisfeito com a nossa prestação. Tivemos um carro magnífico que não nos deu problemas e conseguimos, num rali muito exigente e técnico, terminar numa excelente posição, face a adversários muito fortes e experientes, tanto no plano nacional como internacional. Pautámos o nosso andamento por um ritmo forte e consistente, mas dando sempre uma margem de segurança suficientemente folgada para fazer face ao menor conhecimento que tenho destes troços. Foi apenas o meu terceiro rali. Sinto que já evolui imenso desde a minha estreia nos ralis e saio com confiança para continuar a progredir”, salientou o piloto do BP Ultimate Skoda Team.

 

Para Miguel Ramalho “o importante era continuar a fazer quilómetros. É muito importante nesta fase. Fomos consistentes, não cometemos erros num rali tradicionalmente exigente e que teve a particularidade de ter uma grande instabilidade nas condições meteorológicas. O balanço é muito positivo”.

 1. Copy2. Copy3 Copy4 Copy

 

2ºCAMPEONATO NACIONAL SUPER ENDURO

 

2ª Prova do Campeonato Nacional de Super Enduro / Multimoto 2016 – Castanheira de Pera

Devido ao sucesso que este evento obteve no ano anterior, junto do público e participantes, o CLUBE TRILHO AVENTURA vai uma vez mais realizar no próximo dia 25 de Junho, na Vila de Castanheira de Pera, a 2ª prova do Campeonato Nacional de SUPER ENDURO.

A prova irá decorrer entre as 16:30 e as 24:00, com treinos entre as 16:30 e as 18:30, qualificações entre as 18:30 e 21:00 e as finais entre as 21:30 e as 24:00.

O SUPER ENDURO é uma modalidade praticada em recinto fechado, o que permite ao público assistir comodamente à evolução dos pilotos, através de uma pista com cerca de 400m de perímetro, que tenta recriar situações extremas de um percurso de enduro tradicional.

Este será o segundo ano do Campeonato Nacional de SUPER ENDURO, após um primeiro ano de aprendizagem para todos. Espera-se agora um campeonato ainda mais competitivo, contando este ano com a presença de todos os principais pilotos da modalidade.

O campeonato é constituído por 5 provas, com três classes:

- HOBBY - para pilotos não federados, que pretendem iniciar-se na modalidade;

- PRESTIGE - constituída por pilotos já federados, com experiência em várias modalidades, principalmente no enduro, e onde será encontrado o novo campeão nacional (Campeão Nacional de SUPER ENDURO);

- OPEN - uma nova classe intermédia, para pilotos que sendo federados, não são os pilotos do topo da tabela.

À imagem das provas do campeonato do mundo de SUPER ENDURO, foi também criada neste ano, a SUPER POLE.

A SUPER POLE será disputada pelos quatro pilotos mais rápidos dos treinos e qualificações, em que cada um destes fará uma volta cronometrada, para disputar os três primeiros lugares desta SUPER POLE.

Este será um Campeonato Open, ou seja, um piloto estrangeiro para além de poder competir, poderá igualmente sagrar-se Campeão Nacional da modalidade.

A grelha de partida terá 8 lugares, sendo 16 o máximo de pilotos permitidos por manga.

Todas as classes terão direito a troféus nesta prova, sendo que na classe PRESTIGE os pilotos terão acesso a prémios monetários.

Os pilotos que participarem na prova receberão também um bilhete para a Praia das Rocas.

Todos os pilotos (independentemente da classe que integrem) devem inscrever-se no site http://provas.ttcronometragens.com, até ao dia 21 de Junho de 2016.

Este evento irá ter transmissão televisiva na RTP2, Sport TV, Bola TV e Fuel TV.

O parceiro deste Campeonato será novamente a Multimoto.

O main sponsor é novamente a Praia das Rocas. A prova contará ainda com o apoio da Câmara Municipal de Castanheira de Pera, União das Freguesias de Castanheira de Pera e Coentral, Cision, Polisport, Valorpneu, Vale da Veiga, Recauchutagem Labor, Bomcar,  Matrax, WatchWorld, PlushCraft Suspensions, Quinta dos Esconhais e Pingo Doce.

Os bilhetes poderão ser adquiridos nas bilheteiras, no local do evento.

Serão ainda oferecidos brindes a todos os que vierem assistir ao evento, e poderão ainda habilitar-se a ganhar 20 entradas para a Praia das Rocas, que serão sorteadas nos intervalos das provas.

 

RALI AÇORES

 

Kajetanowicz leads Azores Airlines Rallye by one second!

Azores Airlines Rallye leg one section one report: 

Kajetan Kajetanowicz leads the Azores Airlines Rallye at the completion of leg one, section one following an action-packed day on the island of Sao Miguel.

With four different winners from four stages and 1.0s separating the first two drivers in the provisional standings, the 51st running of the spectacular event on the mid-Atlantic archipelago is shaping up to be another epic with 12 stages remaining.

Following the City Show demonstration event in Ponta Delgada on Wednesday evening, the serious competition began on Thursday morning with the 3.12-kilometre Qualifying Stage. Alexey Lukyanuk was fastest and got the pick of the road positions, selecting 15th for Thursday’s four timed tests in an effort to capitalise on a road surface swept clean of loose surface gravel by his rivals running further up the order.

However, it proved a tough start for Azores Airlines Rallye debutant Lukyanuk when he slid wide into a bank on a left-hander on SS1 and bent the right-rear suspension of his Fiesta in the process. There were no such problems for Kajetanowicz, who was quickest on SS1 in his similar Ford Fiesta R5, before Lukyanuk hit back with the best time on SS3 following rapid repairs by the roadside.

Local hero Ricardo Moura took the lead from Kajetanowicz after winning SS2. However, a hesitant run through SS3 cost him valuable seconds and he slipped back to second in the overall standings with Ralfs Sirmacis third and Lukyanuk fourth heading to the Grupo Marques superspecial where heavy rain made conditions treacherous.

Latvian Sirmacis was fastest through the stage in his Skoda Fabia R5 and took advantage of grip issues for Kajetanowicz to cut the Pole’s advantage to 1.0s, while Moura and Lukyanuk both reported problems: Moura struggled for grip on his harder compound tyres, while Lukyanuk bumped the rear of his Fiesta against a bank.

“It was tricky and hard to drive through that final stage when the tyres have lost their grip,” said Kajetanowicz, the reigning ERC champion, who was running P12 on the road. “It’s been a short but hard day and difficult for us but this is life, this is rally.”

Moura, who arrived back in Ponta Delgada this evening 10.5s behind Kajetanowicz in fourth overall, said: “The first two stages were good for me but my driving was not good on the third. In the last stage I was on the harder tyre and in the rain I took no risks to go home safely. Let’s see what happens tomorrow.”

David Botka is fifth overnight, Antonin Tlustak sixth, Fernando Peres seventh, Pedro Meireles eighth, Joao Barros ninth followed by local driver Luis Rego, who was running first on the road on his debut in an R5 car following a successful career in production-based machinery. Wojciech Chuchala holds a comfortable advantage in the ERC2 category. After three stages, Marijan Griebel led Diogo Gago by 1.6s.

It’s proved a tough day for Portuguese championship leader Jose Pedro Fontes, who lost time with a down-on-power engine in his Citroen. Jaroslav Orsak suffered a front-left puncture on SS1, where Raul Jeets and Jaroslaw Koltun both picked up minor bodywork damage due to contact. ERC newcomer Frank Tore Larsen was sixth overall when he went off the road on SS3.

Leg one resumes on Friday with the first of six stages, Pico de Pedra Golfe, scheduled to begin at 10h45 local time.

Stage times and results:
http://www.azoresrallye.com/results-2016-2/

Stage winners:
SS1 Batalha (15h57): Kajetanowicz/Baran (Ford Fiesta R5)
SS2 Solucoes M (16h20): Moura/Costa (Ford Fiesta R5)
SS3 Vila Franca Sao Bras 1 (17h05): Lukyanuk/Arnautov (Ford Fiesta R5)
SS4 Grupo Marques SSS 1 (18h02): Sirmacis/Simins (Skoda Fabia R5)

 

Kajetan Kajetanowicz

Kajetan Kajetanowicz

Ralfs Sirmacis

Ralfs Sirmacis

Ricardo Moura

Ricardo Moura

 

 

RAMPA SANTA MARTA 2016

 

2ª Rampa Santa Marta

 Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016 FPAK


Rui Ramalho vencedor da 1ª edição da prova organizada pelo CAR - Clube Automóvel da Régua e Município de Santa Marta de Penaguião já confirmou a sua "Inscrição"

 

O piloto Rui Ramalho inscreve o seu Osella PA21 S EVO com que tem alinhado no Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016.

Depois da vitória na Rampa Santa Marta 2015, Rui Ramalho, é o Vice-campeão em título, tendo repartido as vitórias com a prova Rampa da Pena 1.

Esta época, Rui Ramalho assina os 2ºs lugares mais altos do pódio, mantendo-se empenhado na luta do título de 2016.

Depois do sucesso do ano passado, Rui Ramalho defende nos próximos dias 11 e 12 de Junho o 1º lugar de um traçado de que guarda as melhores recordações.13007183 263475363986416_8984242533112030183_n_Copy13151905 1038845102869082_4081481710519952943_n_Copy

 

TCR NA AUSTRIA

 

Rounds 9 & 10 – Salzburgring, Austria – 4 / 5 June 2016

SUNDAY REPORT

 

Results of Austrian races rock the championship

 

Describing this weekend’s TCR International Series race meeting at the Salzburgring as ‘eventful’ would be an understatement. The changing weather conditions and the unique challenges of the circuit contributed to an outcome that has significantly altered the situation in the championship fight. With ten out of twenty-two races now in the archives, the top six drivers are separated by just 18 points – the equivalent of a second position.

Stefano Comini has regained the lead by one point ahead of Pepe Oriola who was stopped by a technical issue while on his way to winning the first race. After starting from the rear of the grid after missing Qualifying, also because of a technical problem, James Nash has climbed up to third, eight points adrift of the leader. Jean-Karl Vernay claimed a brilliant victory on the flooded track in the second race and is now lying fourth with a gap of 13 points, exactly the same as Gianni Morbidelli. Mat’o Homola completes the sextet a further five points adrift, the only driver of those top six who still has to win a race.

Although this classification gives quite an accurate picture of how the forces performed on the track so far this season, today’s results were, in some way, misleading. The SEAT cars, that appeared to be the most at ease at the Salzburgring, were defeated more by a chain of adverse circumstances than by the competition. And the Volkswagen cars, that struggled to stay on the pace in the dry, were definitely helped by the rain in the second race.

But all this is now history. The simple truth is that six drivers at the wheel of cars built by three different manufacturers are closely grouped for what promises to be an exciting second part of the season.

A few words need to be spent on Mikhail Grachev and the Mulsanne Racing team. After waiting one-and-half seasons to claim his first victory, Grachev scored his second in the very next race; he was also helped by Lady Luck and inherited the lead in Race 1 after Pepe Oriola withdrew, but he was able to retain it despite strong pressure from Nash and Homola.

As for Mulsanne Racing, they have worked hard, together with the Romeo Ferraris engineering company, to both further develop the Alfa Romeo Giulietta and run a second car. The promising lap times clocked by Petr Fulín in Practice and Qualifying made the team dream of some brilliant results, but the incident in which the Czech driver was involved at the start of Race 1 swept away all their hopes. The first point scored by Michela Cerruti was not an adequate reward for their efforts.

The TCR International Series will resume on June 18 and 19 at Oschersleben, Germany, for rounds 11 and 12.

 

 

Race 1 – Second victory in a row for Mikhail Grachev

 

Two weeks after breaking his duck at Imola, where he claimed a maiden victory in the TCR International Series, Mikhail Grachev scored a second one in a row at the end of another race plenty of drama. The WestCoast Racing driver managed to survive a series of incidents and technical failures that eliminated some of the main players such as the Oriola brothers, Dušan Borković and Harald Proczyk.

It was a sweet and sour race for Mulsanne Racing; Petr Fulín’s Giulietta was eliminated in the incident at the start, while Michela Cerruti scored her first championship point.

In terms of the championship fight, the result played in favour James Nash who finished second and Gianni Morbidelli, who was able to recover to fourth position after being involved in the incident with Jordi Oriola at the start. With Pepe Oriola out of the points and Stefano Comini classified eighth Nash moved up to third, with a gap of 19 points, while Morbidelli lies only one further point adrift.

 

Key facts

Start – Vernay sprints, from Pepe Oriola; behind them there is contact between Jordi Oriola and Morbidelli; Proczyk spins in avoidance and is hit by Fulín

Lap 1 – Pepe Oriola passes Vernay and takes the lead; Proczyk and Fulín pit for repairs

Lap 2 – Jordi Oriola passes Vernay for second

Lap 3 – Afanasiev goes off onto the gravel trap at Turn 7

Lap 4 – Jordi Oriola is chasing his brother Pepe; Borkovi ć, Grachev, Vernay and Nash fight for third

Lap 5 – Jordi Oriola slows down and pit with a sensor problem; the safety car is prompted to recover Afanasyev’s car

Lap 7 – the race resumes; Pepe Oriola leads from Grachev, Borkovi ć, Nash, Vernay, Homola and Morbidelli

Lap 8 – Homola and Morbidelli overtake Vernay and move up to fifth and sixth

Lap 11 – Pepe Oriola is chased by Grachev

Lap 13 – Pepe Oriola slows down and retires with a suspected westgate failure; Grachev inherits the lead with Borkovi ć on his tail

Lap 16 – Grachev defends the lead from Borkovi ć who is under pressure from Nash

Lap 17 – Borkovi ć and Nash make contact while fighting for second; the Serbian driver goes off onto the gravel at Turn 11; Grachev wins from Nash, Homola and Morbidelli

 

RACE 1 RESULTS

 

 

Race 2 – Jean-Karl Vernay surfaces as the winner in the flood

 

Weather conditions affected the results of the second race. Eventually was Jean-Karl Vernay who managed to make fewer mistakes than the other competitors and claimed his second victory of the season.

Sergey Afanasyev was classified second and reached his first podium of the season so far, while Stefano Comini scored a third place that propelled him back on top of the Drivers’ Championship standings.

With Pepe Oriola sidelined by the technical failure that had stopped him in Race 1, four other top contenders – Gianni Morbidelli, Jordi Oriola and Mikhail Grachev – had their chances spoiled by a wrong tyre choice that forced them to pit for a change at the end of the formation lap. Eventually Morbidelli managed to recover until a sixth position that might prove crucial for his ambitions in the championship.

 

Key facts

Grid – Fulín, Pepe Oriola and Borković’s do not appear; it starts pouring rain

Warm up lap – Cerruti’s car stalls on the grid and is pushed back to the pits; at the end of the lap four cars pit for changing tyres: Morbidelli, Grachev, Tassi and Jordi Oriola

Start – Vernay takes the lead from Kajaia, Janits and Comini

Lap 1 – Janits is given a drive through penalty for changing tyres on the grid after the 5-minute board

Lap 2 – Vernay leads from Kajaia, Comini and Proczyk

Lap 3 – Afanasyev overtakes Nash for fourth

Lap 4 – Comini and Kajaia have a close fight for second place

Lap 7 – Proczyk makes contact with Jordi Oriola and stops, losing fourth position

Lap 8 – Kajaia’s car aquaplanes at the braking and hits the tyre-pack at Turn 1

Lap 9 – the safety car is deployed while Kajaia’s car is recovered

Lap 12 – the race resumes; Comini misses the braking point at Turn 1 and takes the escape road, dropping from second to third

Lap 13 – Morbidelli and Jordi Oriola overtake Tassi and move up to sixth and seventh

Lap 14 – Janits goes wide at Turn 11 while trying to overtake Tassi

Lap 15 – Vernay imitates Comini at Turn 1 and loses the lead to Afanasyev; but the French retakes the position at Turn 11

Lap 17 – Vernay wins from Afanasyev, Comini and Nash

 

RACE 2 RESULTS

 

 

Quotes from the podium finishers at Salzburgring

 

Mikhail Grachev (winner Race 1): “It was really unexpected for me to win in Imola, but here it was even more unexpected because I was P9 at the start. My role was to save the car and just to finish so I could start Race 2 from the front row. I made a good start and I was lucky to avoid the incident with the other cars flying around me. Without Pepe Oriola’s technical problems it would have been impossible for me to win because he was in front and I had no real opportunity to overtake. We had a compromise set-up in case of a wet race and it was a little bit softer than it needed to be, but it meant I had a better exit from some of the corners, which meant I could be fast on the straights.”

 

Jean-Karl Vernay (winner Race 2): “We woke up this morning and Stefano (Comini) said it was going to rain! Race 2 was crazy but I made a good start and I was able to get a good gap. After the safety car, I was able to make a good gap again. I then made a little mistake and Sergei (Afanasyev) was able to pass me, but I re-passed him on the back straight. I think it was a perfect result for the points; we weren’t thinking about that when we arrived because it was dry. Thanks to the team for their hard work this weekend – I just hope I don’t have too much weight next time.”

 

James Nash (2nd in Race 1): “Qualifying was not how we wanted to start the weekend, but championships come from your bad weekends. We managed to push our way through the accident at the first corner, which meant we were in the hunt. The incident with Borkovi ć was marginal as I couldn’t see him alongside me and I was committed. We had the smallest of touches, which sent him off.”

 

Sergey Afanasyev (2nd in Race 2): “Most of this race was done in the pits so my thanks to the guys who were working on my car. There was no other solution except to end parc fermé and to start from the back of the grid. In the first race, I planned to keep four wheels on the track, but only managed to do it with three! In the second race, my aim was to score points after the technical issues in Imola. The team did all the hard work – all I did was keep four wheels on the track.”

 

Mat’o Homola (3rd in Race 1): “Qualifying was really bad because I had a crash when I was in P1 – thanks to the team because they repaired my car really fast. The start of Race 1 was disappointing because of the Turn 1 accident, but I had a really good race pace and I was able to recover and fight for the podium positions. It was really nice for me”

 

Stefano Comini (3rd in Race 2): “Before the weekend, I sent Pepe Oriola an SMS and said I was looking forward to passing him in the Championship! I am really disappointed with the Golf because if you look at the first race we had no chance to battle on the dry track. I was the first one to put on wet tyres on the grid for Race 2 and it was the right choice – thanks to Leopard Racing, as this result put me back on top of the classification.”2016 photo_news_198_Copy2016 photo_news_199_Copy2016 photo_news_200_Copy

 

GALP É NOTICIA

 

Galp deixa tudo em campo

 

GALP BARBARA_5_CopyGALP RICARDO_5_CopyA Galp lança na próxima semana a sua campanha de apoio à Seleção Nacional de futebol mostrando o que nenhuma outra marca antes mostrou: portugueses reais que, pelos seus méritos próprios, venceram em França. Bárbara Cabrita, atriz, Ricardo Vieira, pianista, António Teixeira e Mapril Baptista, empresários, são exemplos de quatro portugueses, entre muitos outros de uma comunidade que se estima seja superior a um milhão de pessoas que todos os dias deixam tudo em campo, exatamente o que se espera da Seleção Nacional no Euro. Nesta campanha, que procura fazer o elogio merecido a quem não tem “medo do trabalho”, estes “campeões” portugueses são-nos apresentados por várias pessoas, cujas vidas com estes se cruzaram, e que dão testemunho do seu talento, esforço e dedicação. A campanha vai para o “ar” a partir do próximo dia 6 de junho em vários meios, da televisão ao online, passando pelos postos de abastecimento, que também irão mobilizar reforços para apoiar a seleção. A campanha e a promoção – reforcosgalp.pt – têm a assinatura da J. Walter Thompson. Poderá consultar os vídeos e outros materiais da campanha através dos links seguintes: TVC45: https://youtu.be/EYgZANNXPaA TVC 30 MAPRIL: https://youtu.be/9oNtRq4qKFo TVC 30 RICARDO: https://youtu.be/YEo4bhDZFHg TVC 30 BARBARA: https://youtu.be/fVq4wU9Yi28 TVC 30 ANTONIO: https://youtu.be/cEmrSR-_J8k Facebook: https://www.facebook.com/deixatudoemcampo/

 

RAMPA SANTA MARTA 2016

 

Rampa de Santa Marta recebe Nacional de Montanha Valvoline 2016

O Campeonato Nacional de Montanha Valvoline 2016, chega a meio da época com a realização da Rampa de Santa Marta, que se disputa nos próximos dias 11 e 12 de Junho em Santa Marta de Penaguião, com organização a cargo do Clube Automóvel da Régua. São muitos os motivos de interesse para esta prova, cuja lista de inscritos regista até à data a presença de 45 pilotos, que esperam que - pela primeira vez este ano -, a chuva esteja ausente das provas do Campeonato Nacional de Montanha Valvoline.

Dominador implacável na Categoria 1 até esta data, Pedro Salvador vai mais uma vez tentar levar o seu Norma M20FC ao triunfo e cimentar a sua liderança no campeonato. Numa época em que estreia um competitivo Osella PA21S Evo, Rui Ramalho não tem tido vida fácil, com a sua adaptação à “barquetta” italiana a ficar condicionada pelas difíceis condições atmosféricas registadas neste inicio de campeonato. Com um excelente campeonato até agora, Paulo Ramalho vai tentar chegar mais uma vez ao pódio com o seu Juno CN09. Joaquim Rino e Nuno Guimarães, em BRC, completam a lista de pilotos desta categoria.

A Categoria 2 tem sido desde o início do campeonato uma das mais imprevísiveis no que diz respeito ao nome do vencedor. Na última jornada disputada na Serra da Estrela, o vencedor foi Edgar Reis em Porsche 997 GT3, que bateu José Correia em Nissan GT-R GT3 por uns infímos 27 milésimos de segundo. Este último chega a Santa Marta na liderança do campeonato, mas não terá vida fácil face a oposição do regressado António Nogueira em Porsche 911 GT2, - vencedor das duas primeiras jornadas -, e de Gonçalo Manahu em Porsche 997 GT3.

Pedro Saraiva (Mitsubishi Lancer Evo. IX), João Guimarães (Peugeot 206 RC) e Jorge Gonçalves (Fiat Punto), lutam também pelos primeiros lugares nesta categoria.

Manuel Correia e o espectacular Ford Fiesta R5 são os líderes na Categoria 3, mas a oposição é muita e não deixa muito espaço de manobra a Correia, como se comprova pelo que se passou nas provas anteriores. José Pedro Gomes em Ford Escort WRC é o principal opositor do líder, mantendo a pressão a um nível muito elevado, como se viu na Serra da Estrela onde perdeu por muito pouco.

Luis Silva em BMW M3 E30 estará à espreita de eventuais deslizes para fazer bons resultados, como foi o caso na Rampa da Penha onde venceu, assim como Manuel Pereira em Mitsubishi Lancer EVO VI, que já mostrou que tem um bom andamento, numa categoria onde competem também entre outros Jorge Meira, Sérgio e Paulo Nogueira todos em Citroen Saxo e Pedro Cerqueira em BMW E30.

Grande dominador neste inicio de temporada, Luis Nunes espera nesta prova voltar a levar o seu SEAT Leon Cup Racer até ao topo do pódio da Categoria 4. O piloto transmontano tem surpreendido com excelentes tempos mesmo em termos absolutos e não tem dado hipótese aos seus adversários. Um dos favoritos no início da temporada, Joaquim Teixeira, não tem tido sorte ao volante do seu bonito Renault Megane Trophy V8, com o mau tempo e alguns problemas ao nível da caixa de velocidades e embraigem, a não permitirem ao piloto de Murça explorar as reais capacidades do carro.PRCNMV 050616_Copy

À espreita de eventuais deslizes deste dois pilotos, vão estar Ricardo Gomes e Paulo Silva em SEAT Leon Supercopa, que já mostraram a sua rapidez nas provas anteriores. Também inscritos nesta rampa estão José Cerqueira e Francisco Marrão (SEAT Leon MKI), sendo de referir a chegada do espanhol Simon Martinez que vem animar esta categoria com um SEAT Leon MKI.

Vencedor na Rampa da Covilhã - Serra da Estrela, Flávio Sainhas leva o seu Ford Escort até Santa Marta de Penaguião e vai certamente voltar a lutar pela vitória na Categoria 5. Carlos Oliveira com um Porsche 911 SC, assim como Parcídio Summavielle em Datsun 260Z, podem também ter uma palavra a dizer neste capítulo. Mário Mesquita em Datsun 1600 SSS

Com um início de época de grande nível, com duas vitórias em três provas e um andamento ao nível do “top dez” absoluto, Hélder Silva em BMW 323i, chega a Santa Marta como o principal favorito ao triunfo, onde vai contar com a oposição de Fernando Salgueiro em Ford Escort MKII. Salgueiro tem feito da regularidade a sua arma e depois de vencer na Penha, tem dois segundos lugares e detém a liderança do campeonato. Ausente na Covilhã, Martine Pereira regressa nesta prova com o seu Lola T70.

Na Taça Nacional de Clássicos Montanha 1300, Cândido Monteiro e José Pedro Figueiredo, vão lutar pelo triunfo ao volante dos seus Datsun 1200. Domingos Fernandes e o seu pequeno Autobianchi A112 completam a lista de inscritos.

De referir ainda que para além da Valvoline, o Campeonato Nacional de Montanha conta ainda com os apoios da Novo Modelo Europa e da PDAuto, como patrocinadores principais e ainda dos parceiros media: Movielight, Autosport, Foto GTi, Manchete e RaceSpirit.

 

SUPER STOCK EM BRAGA - GALERIA DE IMAGENS

SUPER STOCK EM BRAGA - GALERIA DE IMAGENS

 

Grupo de imagen s referentes à corrida de Super Stock, que teve lugar no circuito Vasco Sameiro em Braga.

 

Fotos de JoFOX 2875_Copy_CopyFOX 2899_CopyFOX 2896_CopyFOX 2895_CopyFOX 2894_CopyFOX 2893_CopyFOX 2892_CopyFOX 2890_CopyFOX 2889_CopyFOX 2887_CopyFOX 2885_CopyFOX 2884_CopyFOX 2883_CopyFOX 2881_CopyFOX 2877_CopyFOX 2879_Copyão Raposo - www.velocidadeonline.com

 

NISSAN É NOTICIA

 

O homem dos 40 telemóveis

 

  • Uma pesquisa da Nissan revela que os clientes podem gostar de tudo num automóvel, mas não o comprarão se não permitir o emparelhamento com o seusmartphone
  • O engenheiro da Nissan Patrick Keenan é "o homem dos 40 telemóveis" que assegura uma conectividade inigualável
  • A qualidade da integração eletrónica é chave para o desenvolvimento da tecnologia de Condução Autónoma da Nissan

Foi revelado pela primeira vez o quanto os nossos smartphones condicionam as nossas vidas. Compradores de automóveis admitem que podem gostar de tudo num novo modelo – da imagem, preço, economia de combustível e condução – mas sairão do concessionário se esse automóvel não se conectar adequadamente com o seu telemóvel.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

RALI DOS AÇORES

Lukyanuk selects P15 for Azores Airlines Rallye

Azores Airlines Rallye start order report:

Alexey Lukyanuk will run position 15 on the road when the 51st Azores Airlines Rallye begins with the first of 16 stages later today.

The Russian was the first driver to choose his starting position after setting the pace on this morning’s Qualifying Stage. At a ceremony in Ponta Delgada earlier, he was presented with Azorean biscuits as part of an initiative by the event organisers to promote local produce.

“I hope it’s a good decision but we will see later,” said the Ford Fiesta R5 driver. “If we made something wrong it’s not that dramatic because we have only 30 kilometres [of stages] today and it won’t have a big impact on the result.”

Reigning ERC champion Kajetan Kajetanowicz, who was second quickest in qualifying, selected position 12 on the road. Asked why he didn’t choose to run immediately ahead of Lukyanuk, Kajetanowicz said: “Twelve is not so far and we don’t know what it will be like with the weather. We’ve had some wet, dry and damp and we don’t know what position is the best. Alexey is 15 and I want to be before him after the rally also!”.

The top 15 starting positions for leg 1, section 1 are as follows:

1: Luis Miguel Rego (Ford Fiesta R5)
2: Raul Jeets (Skoda Fabia R5)
3: Jose Pedro Fontest (Citroen DS3 R5)
4: Pedro Meireles (Skoda Fabia R5)
5: David Botka (Citroen DS3 R5)
6: Fernano Peres (Ford Fiesta R5)
7: Joao Barros (Ford Fiesta R5)
8: Jaroslaw Koltun (Ford Fiesta R5)
9: Jaroslav Orsak (Skoda Fabia R5)
10: Frank Tore Larsen (Ford Fiesta R5)
11: Ralfs Sirmacis (Skoda Fabia R5)
12: Kajetan Kajetanowicz (Ford Fiesta R5)
13: Ricardo Moura (Ford Fiesta R5)
14: Antonin Tlustak (Skoda Fabia R5)
15: Alexey Lukyanuk (Ford Fiesta R5)

Part one of the opening leg of the Azores Airlines Rallye, which is based on the island of Sao Miguel, begins at 15h00 today and includes four stages. The first of which, Batalha, measures 7.27 kilometres in length and begins at 15h57. While it uses gravel roads in the main, 26 per cent of the Batalha route is on asphalt, which will add to the challenge facing the drivers. The fan-favourite Grupo Marques superspecial rounds out the day’s action from 18h02.

 

MOTOS - BRASIL

 

Mesmo sem vencer, Pedro Sampaio lidera categoria SuperSport

Próxima etapa será dia 12 de junho, em Interlagos (SP)

alt

Pedro Sampaio (#28), da equipe Tecfil Racing Team | 2ª etapa em Interlagos
Johanes Duarte/VGCOM

 Pedro Sampaio (#28), da equipe Tecfil Racing Team, é o novo líder da categoria SuperSport. O piloto soma 36 pontos na tabela classificatória, obtidos nas duas primeiras etapas do SuperBike Brasil, e pula da terceira posição para a ponta. Apesar de ainda não ter vencido nenhuma prova, Sampaio é um dos pilotos que se mantém mais constante neste início de temporada. O gaúcho da cidade de Bento Gonçalves estreou neste ano com um terceiro lugar e na etapa passada faturou a vice-liderança.

O piloto da Tecfil contou com os tropeços de Matheus de Oliveira Dias (#70), da equipe Motom, e de Alex Schultz (#22), da Dynel's Racing Team, para pular para a liderança. Os dois adversários vinham disputando a primeira colocação, porém, na 2ª Etapa não alcançaram bons resultados. Schultz fechou a 5ª colocação, enquanto Matheus conseguiu apenas o 8º lugar. Com isso, o piloto da Motom ocupa a vice-liderança, com 34 pontos, e o representante da Dynel's Racing, vem logo atrás, com 32 pontos.

Mas a grande novidade na parte superior da tabela classificatória da SuperSport foi mesmo Eric Granado (#51), da equipe Granado Sport Team. Como já vinha sendo esperado, o jovem piloto paulistano prometia brigar pela liderança categoria, e foi exatamente o que aconteceu. Eric Granado estreou no SuperBike Brasil na 2ª Etapa, realizada no dia 22 de maio, em Interlagos, e já começou vencendo. Com isso, somou 25 pontos e, mesmo com uma corrida a menos que seus adversários, garantiu a quarta colocação no campeonato.

Lucas Bittencourt (#202), da equipe Paulinho SuperBikes, completa a lista dos cinco primeiros colocados na tabela classificatória. O piloto soma 22 pontos obtidos com uma 4ª colocação na 1ª Etapa e um 7º lugar na última corrida.

A 3ª Etapa da SuperSport será realizada no dia 12 de junho, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. A prova poderá render novas reviravoltas e modificar o topo da tabela.

Confira a lista dos 10 primeiros colocados na tabela classificatória da categoria SuperSport:

1º - Pedro Sampaio (#28), da Tecfil Racing Team – 36 pontos
2º - Matheus de Oliveira Dias (#70), da Motom – 34 pontos
3º - Alex Schultz (#22), da Dynel's Racing Team – 32 pontos
4º - Eric Granado (#51), da Granado Sport Team (GST) – 25 pontos
5º - Lucas Bittencourt (#202), da Paulinho SuperBikes – 22 pontos
6º - Lucas Torres (#77), da Pitico Racing Team – 22 pontos
7º - Ives Moraes (#23), da Motom – 17 pontos
8º - Dudu Costa Neto (#117), da Castrol Team – 17 pontos
9º - Maximiliano Gerardo (#41), da Motonil Motors – 13 pontos
10º - Vitor Luciano "Durval Careca" (#61), da DVL Racing Team – 12 pontos

O SuperBike Brasil tem Patrocínio Silver Honda, Mobil, Pirelli e Yamaha. Patrocínio Bronze Premium de Kawasaki, Ducati e MotoSchool. Patrocínio Bronze de Shark, Diafrag, Alpinestars e Tutto Moto.  

Ingressos para ARQUIBANCADA são GRATUITOS. Informações Adicionais: Tel.: 11 5524-5684 ou pelo site: www.superbikebrasil.com  

SuperBike Brasil - Próximas etapas

3ª etapa SuperBike Brasil: 12 de Junho – Interlagos-SP

4ª etapa SuperBike Brasil: 17 de Julho – Interlagos-SP

5ª etapa SuperBike Brasil: 21 de Agosto – Interlagos-SP

6ª etapa SuperBike Brasil: 25 de Setembro – Curvelo-MG

7ª etapa SuperBike Brasil: 23 de Outubro – Goiânia-GO

8ª etapa SuperBike Brasil: 13 de Novembro – Londrina ou Rio Grande do Sul

9ª etapa SuperBike Brasil: 11 de dezembro – Curvelo-MG

 

RAMOS VENCE DE NOVO NO GT OPEN

 

Ramos-Rodriguez (Teo Martín BMW) make history after winning epic five-car battle at Paul Ricard’s Race 1!

Exciting and spectacular finale with five cars fighting for victory!

The BMW Teo Martín pair becomes the first double race winner in 2016

Cioci-Perazzini (AF Ferrari) and Caldarelli-Liuzzi (FFF Lambo) complete the podium ahead of the other two heros of the day: Hankey-Yoluc (TF Aston) and Biagi-Crestani (Orange 1 Lambo)

Braams-Barreiros (V8 Racing Renault) take another great GT Am win

 

Miguel Ramos and Roldán Rodríguez are the first drivers to take a second win this season in the GT Open. The BMW Team Teo Martín pair conquered Race 1 at the Paul Ricard at the end of a sensational  5-car fight that will be remembered as one of the most exciting and spectacular moments in the series’ history.  The breathless show ended with Cioci-Perazzini (AF Corse Ferrari) taking second and Caldarelli-Liuzzi (FFF Racing Lambo) completing the podium, but Hankey-Yoluc (TF Sport Aston Martin) and Biagi-Crestani (Orange1 Lambo) who completed the top 5 deserve equal praise for being actors of such a memorable moment.

The GT Am race also saw a nice duel, with Filipe Barreiros-Max Braams (V8 Racing Renault RS01) beating initial leaders António Coimbra-Luis Silva (Sports&You Mercedes). 16-09 Finish_Race1_Copy16-09 Podium_Race_1_Copy16-09 Ramos-Rodriguez_Copy

 

SPRINT RACE - BRASIL

 

Sprint Race Brasil: Claudio Buschmann assume liderança na GP após primeira vitória

Piloto curitibano faz sua temporada de estreia na competição do turismo nacional e sobe na classificação da temporada 2016. A próxima disputa será novamente na pista de Curitiba no dia 19 de junho

A quarta etapa da Sprint Race Brasil promete muitas emoções com mais duas corridas no dia 19 de junho, no Autódromo Internacional de Curitiba, em Pinhais (PR), porém os pilotos terão os desafios no circuito misto e com grid inverso. As largadas estão previstas para as 9 horas e 13 horas.

O 'novato' piloto Claudio Buschmann, de Curitiba, está pegando o jeito na temporada 2016 da Sprint Race. Após uma estreia regular nas três primeiras corridas marcou o quinto lugar, mas na sequência o competidor conseguiu melhorar os resultados e engatou três pódios consecutivos; um terceiro lugar em Interlagos, um segundo e um primeiro lugar na terceira etapa em Curitiba. Assim, passou à liderança da classificação geral do campeonato pela categoria GP.

Na pista de Curitiba, com chuva, Claudio terminou a primeira corrida do domingo (29/05) com o segundo lugar a bordo do SR #12. Para fechar a participação, a segunda corrida do dia reservou um resultado ainda melhor: a primeira posição, assim foram 45 pontos somados na etapa. "Estou pegando a mão", brincou o paranaense, que faz sua temporada de estreia na competição. "A cada etapa é uma superação", comenta.

Depois de seis corridas disputadas da Sprint Race Brasil 2016 com a realização de duas rodadas no Autódromo de Curitiba e outra em São Paulo (Interlagos), apenas três pontos separam o líder da categoria GP, Claudio Buschmann SR#12, da dupla segunda colocada, Kau Machado e Jorge Martelli SR#87 e para o terceiro colocado na tabela, Caê Coelho SR#55 que seguem empatados com 94 pontos.

Adaptado ao volante, Claudio Buschmann vibra com evolução na Sprint Race. "Este é um grande campeonato, muito disputado e com uma proposta de inovadora que ajuda pilotos iniciantes, como é o meu caso, a evoluir. A estratégia é continuar utilizando as experiências adquiridas em cada treino e corrida, aliando os ensinamentos repassados por pilotos com maior bagagem para chegar o mais à frente possível", declara o piloto de 50 anos.

"Acredito que este seja um dos anos mais competitivos da categoria, com apenas três etapas disputadas percebo comprometimento, alto nível técnico e muita disputa. Pretendo manter estabilidade nos resultados, apesar da liderança na categoria não há distância significativa entre a pontuação dos primeiros colocados. Será necessário redobrar a atenção e manter o foco, certamente as próximas etapas serão marcadas por grandes disputas. Estou muito satisfeito com a categoria. Ótimo ambiente, grandes amigos!", conclui Buschmann.

A Sprint Race Brasil conta com transmissões do canal BandSports, da PlayTV e do Programa Acelerados no SBT e canal em youtube.com/acelerados em episódios de um Reality Show da Sprint Race.

A Sprint Race têm patrocínio da Alpina, Pirelli, Ecopads, Vaz, Fremax e Rio Custom.

Classificação do campeonato, após a terceira etapa em Pinhais (seis corridas):

Categoria GP
1) 12 Claudio Buschmann, 97
2) 87 Kau Machado/ Jorge Martelli, 94
3) 55 Caê Coelho, 94
4) 7 Vinicius Margiota, 86
5) 78 Marcus Peres / Lucas Peres, 82
6) 82 Gerson Campos, 65
7) 82 Cassio Cortes, 0

Categoria PRO
1) 17 Wanderlei Berlanda Jr/ Eduardo Berlanda, 150
2) 77 Luca Milani, 80
3) 23 Guido Cota, 76
4) 88 Beto Giorgi, 62
5) 4 Matheus Marini, 48
6) 13 Raphael Campos, 26
7) 94 Gustavo Kiryla, 16

Calendário 206

20/03 - Curitiba (PR) - AIC - Circuito Misto
24/04 - São Paulo (SP) - Interlagos
29/05 - Curitiba (PR) - AIC - #Oval

19/06 - Curitiba (PR) - AIC - #Inverse Track/Grid
14/08 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Guest Race
18/09 - Londrina (PR) - #NightChallenge
23/10 - Cascavel (PR) - #SetUpFree
18/12 - São Paulo (SP) - Interlagos - #Pontuação Dobrada*
*Sujeito a alteração - alternativa

 

Claudio Buschmann #12 vence pela primeira vez na Sprint Race (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Claudio Buschmann #12 vence pela primeira vez na Sprint Race (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Piloto curitibano Claudio Buschmann (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Piloto curitibano Claudio Buschmann (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web

Claudio Buschmann durante a etapa no Autódromo de Interlagos em abril (Luciano Santos/SigCom)

Claudio Buschmann durante a etapa no Autódromo de Interlagos em abril (Luciano Santos/SigCom)
Alta  | Web

Claudio Buschmann conquistou três pódios consecutivos (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)

Claudio Buschmann conquistou três pódios consecutivos (Rodrigo Guimarães/Sprint Race)
Alta  | Web


 

FÁBIO MOTA NO ETCC NA ALEMANHA

GALERIA DE IMAGENS

 

FÁBIO MOTA NA ALEMANHA NO ETCC

 

Gr13308239 860029687474581_4441431854320206685_o_Copy13312706 860034887474061_4208809403999240792_n_Copy13321997 860030214141195_726817126754700033_n_Copy13325735 860030110807872_4962555790180807374_n_Copy13327546 860029590807924_6452247625346850866_n_Copy13346604 860029600807923_6330748505625509736_n_Copy13343135 860029724141244_3608879726423011707_n_Copyupo dce imagens captadas no fim de semana passaado na Alemanha com a participação de Fábio Mota no ETCC.

 

TCR NA AUSTRIA

 

Rounds 9 & 10 – Salzburgring, Austria – 4 / 5 June 2016

SATURDAY REPORT

 

Proczyk is fastest, but Vernay inherits pole position

 

Austrian racer Harald Proczyk achieved an outstanding - and unexpected - result by emerging as the fastest driver in Qualifying at the wheel of his WestCoast Racing Honda Civic car in his maiden appearance in the TCR International Series.

Proczyk, who had already won a TCR race in the German series with his SEAT, benefited from the changing conditions at the Salzburgring that grew worse during the session as the rain intensified. He was the first to admit that this result was due more to that fact than to his control of the car.

However, Proczyk lost his right to start from pole position, just as Gianni Morbidelli lost his fourth place on the grid for tomorrow’s Race 1. Both drivers were given a penalty of two positions on the grid because their cars were standing in the fast lane during the session. As a result, Jean-Karl Vernay inherited the pole position and Pepe Oriola will start from the second spot. Proczyk will start third, with Morbidelli sixth behind Jordi Oriola and Dušan Borković.

These grid penalties did not change the Qualifying results; Proczyk retains the pole position as far as points scoring and statistics are concerned.  

Some of the championship’s main contenders struggled with different issues: Stefano Comini and James Nash were hampered by technical problems, while Mat’o Homola paid for a mistake in the early part of the session.

On his first outing for Mulsanne Racing, Petr Fulín placed his Alfa Romeo Giulietta in eighth, the best result so far for the Italian car. His teammate Michela Cerruti did not take part in the session, as her Giulietta was sidelined by engine problems that were the consequence of her trip into the gravel trap during this morning’s first Practice.

Attila Tassi and Mikhail Grachev qualified in tenth and ninth respectively and will be on the front row of the top-ten reversed grid for Race 2.

The first race will start tomorrow at 12:35 local time, over a distance of 15 laps.

 

Q1: 1-2 for WestCoast Racing

First a red flag and then the rain spoiled this part of the session and eventually the chances of Stefano Comini and James Nash to make the cut for Q2.

The red flag was waved in the early stages, after a double incident at Turn 1 that saw Davit Kajaia’s Volkswagen stranded in the gravel trap and Mat’o Homola’s SEAT hitting the barriers.

When the session resumed, the crew of the B3 Racing Team managed to replace the front splitter on Homola’s car. In the meantime, the Slovak’s teammate Attila Tassi had posted a fastest lap of 1:26.682 that was not to be beaten, as rain poured down with nine minutes left.

Comini was one of the few to make a qualifying attempt after he had missed the dry part of the session while his team was working to replace the gearbox. However, on the wet track the Swiss could not clock a good enough time to advance to Q2.

Davit Kajaia, who had rejoined and set the 12th fastest lap, was later excluded for having received external aid after his incident at Turn 1, and this handed his teammate Florian Janits the last spot for Q2. As for Nash, his car suffered from transmission problems, which sidelined him for almost the entire session.

The following drivers made the cut: Tassi, P. Oriola, Morbidelli, Afanasyev, Borković, J. Oriola, Grachev, Vernay, Fulín, Proczyk, Homola and Janits .

 

Q2: Proczyk claims surprise result

Newcomer Harald Proczyk surprisingly emerged as the fastest driver in a Q2 that was flooded by pouring rain. The Austrian was the first driver to hit the track and set a time of 1:38.923 that he managed to improve on the following lap to 1:38.767. Soon afterwards the rain intensified, making it impossible for the other drivers to go faster than that.

Jean-Karl Vernay (1:39.079) and Pepe Oriola (1:39.359) secured the second and third places on the grid, while a last gasp improvement from Sergey Afanasyev granted him the seventh place and demoted Mat’o Homola from 10th to 11th, stripping him of the pole position on the reverse grid for Race 2.

 

RESULTS

 

 

Quotes from the fastest qualifiers

 

Harald Proczyk (fastest): “I think we were very lucky today; we were out at exactly the right moment and the conditions changed immediately afterwards. I tried to go faster later on, but it was not possible. The car is working well and we did a good job in both Practice sessions. The Honda is a strong car, particularly here, but it takes a few sessions before you can get the best out of any car. I hope tomorrow it will be dry because I was sideways about five times. When it rains, it’s dangerous at the Salzburgring and so I hope it’s dry for us to have two good races.”

 

Jean-Karl Vernay (second): “We thought we would be fighting for P10 and so our aim was just to go through to Q2. We were lucky in that we did a good lap time in Q1 before the rain came and in Q2 we did the same. I was close behind Proczyk and then Pepe and that’s when I did my best lap. After that, the weather got worse and worse with every lap. I hope that it rains tomorrow or that we have a wet track because otherwise it will be very tough for us. The problem for us is not from the BoP, but the SEAT and the Honda have had a lot of work and our car is still new. We have to improve the aero package to be able to fight with the other guys.”

 

Pepe Oriola (third): “I’m really happy – Gianni is behind me and Stefano didn’t make it into Q2, so for the Championship it’s really good. Without the mistake on my first lap, I think I could have been on pole position. I said to myself that I was going to wait to brake for the first corner, but I braked too late. After that, every lap was worse and worse. Towards the end of the session, I was aquaplaning; it will be very difficult if it’s like that for the races. I don’t mind if it rains tomorrow, but I hope it’s not as much rain as today.”

 

 

F1 and GP2 cars to entertain spectators at Salzburgring

 

Tomorrow the spectators who will come to the Salzburgring for the Austrian round of the TCR International Series will be treated to a special show from a couple of single-seaters: a Formula 1 Toro Rosso and a Top-Speed GP2.

The cars will make two appearances on the track, before the first TCR race and between the two races.

19 year old Chris Höher, the 2015 champion of the FIA Formula 3 Central European Zone, will be at the wheel of the Dallara GP2/08 car, while the 2006 F1 Toro Rosso STR1-Cosworth will be driven by Ingo Gerstl from Salzburg who is the current leader of the Boss GP Series following three victories out of four races.2016 photo_news_188_Copy2016 photo_news_190_Copy2016 photo_news_191_Copy2016 photo_news_194_Copy2016 photo_news_195_Copy

 

AVARIOU ?

AVARIOU ???

 

13322057 10209625468583504_8600174472014614321_n_Copy

Nada disso, este Audi R 8 afecto à Brigade de Transito, está exposto até hoje ao final da trade no salão automóvel que estaá a decorrer nos pavilçhões da Exponor em Matosinhos.Foto obtida na auto estrada, numa altura, em que o caao estava a ser tranposrtado para este evento.

 

SINGLE SEATERS EM BRAGA - GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

SINGLE SEATERS EM BRAGA

 

Grupo de imagens das provas de Single Seaters, que no outro fim de semana  participaram em duas jornadas no circuito Vasco Sameiro.

 

Fotos de JOão Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 3235_CopyFOX 3247_CopyFOX 3248_CopyFOX 3249_CopyFOX 3251_CopyFOX 3252_CopyFOX 3253_CopyFOX 3254_CopyFOX 3255_CopyFOX 3256_CopyFOX 3258_CopyFOX 3260_CopyFOX 3261_CopyFOX 3262_CopyFOX 3263_CopyFOX 3264_CopyFOX 3265_CopyFOX 3266_CopyFOX 3267_CopyFOX 3268_CopyFOX 3269_CopyFOX 3270_CopyFOX 3271_CopyFOX 3272_CopyFOX 3274_CopyFOX 3275_CopyFOX 3276_CopyFOX 3277_CopyFOX 3279_CopyFOX 3281_CopyFOX 3283_CopyFOX 3284_CopyFOX 3287_CopyFOX 3288_CopyFOX 3289_CopyFOX 3290_CopyFOX 3292_CopyFOX 3294_CopyFOX 3295_CopyFOX 3296_CopyFOX 3297_CopyFOX 3298_CopyFOX 3299_CopyFOX 3302_Copy

 

NO RALI DOS AÇORES

NO RALI DOS AÇORES

 

Ricardo Moura e António Costa ganham Rali dos Açores. Mais um grande triunfo nacional numa competição internacional de relevo, completado pelo primeiro posto de Diogo Gago/Hugo Magalhães nas 2RM e no Europeu Junior.

 

JOAQUIM RINO DENTRO DAS POSSIBILIDADES

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2016 - VALVOLINE

 

RAMPA DA COVILHÃ

 

 

JOAQUIM RINO DENTRO DAS POSSIBILIDADES

 

 

Um excelente  sétimo lugar à geral, foi a classificação obtida por Joaquim Rino no passado fim de semana na Rampa da Covilhã, terceira prova a contar para o Campeonato Nacional de Montanha. Por pouco que o piloto da Artcimentos não ia ao pódio em termos de categoria, com a obtenção da 4ª posição.

As péssimas condições atmosféricas que se abateram na Rampa da  Covilhã  na tarde de sábado, não foram de modo algum do agrado deJoaquim Rino, que já por diversas vezes afirmou que a não gosta muito de pilotar com o piso molhado. Mas a verdade é que o piloto do BRC amarelo, faria nas duas subidas de treinos com os tempos de 3.38.770 e 3.28.784, correspondendo ao 20ª e 16º melhor tempo à geral.

Só que Joaquim Rino não baixou os braços, e sempre na procura do melhor compromisso para o seu BRC CM 05 Evo, na primeira subida de prova seria autor dum crono pior, onde a chuva caiu em força na altura em que estava a fazer a sua subida e fruto disso, notou-se logo no tempo efectuado com 3.35.980.

Mas no dia de domingo, com a pista seca, Joaquim Rino “desforrou-se” e logo na segunda subida de prova faria um excelente tempo de 3,03,054, para na derradeira subida fazer ainda melhor entrando no minuto dois com 2.59.695.

Por isso no final, Joaquim Rino descreveu-nos o fim de semana dizendo logo “ o sábado foi um dia difícil para mim, a pista estava muito molhada, muito escorregadia, não quis correr riscos, e por isso optei por levantar o pé. Aliás, com o piso daquela maneira não conseguia colocar a potencia do carro no chão, e isso logicamente que se sentiu no cronómetro. Mas no domingo, com um pouco de sol, e a pista seca, viu-se  logo os meus tempos"

Acrescentou ainda: "Um dos objetivos era bater o meu recorde nesta rampa de 2 minutos e 56 segundos, o que não foi possível. Infelizmente o meu carro não esteve no seu melhor, pois a caixa de velocidades estava com vários problemas a nível eletrónico o que também prejudicou bastante a minha prestação."

 

 

CLASSIFICAÇÃO GERAL FINAL

 

1º Pedro Salvador – Norma

2º João Fonseca – BRC

3º Paulo ramalho – Juno

4º Luis Nunes – Seat Leon

5º Edgar Reis – Porsche 997

6º Manuel Correia – Ford Fiesta

7º JOAQUIM RINO – BRC CM 05 EVO

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 1

FOX 2611_CopyFOX 2613_Copy

1º Pedro Salvador – Norma

2º João Fonseca – BRC

3º Paulo Ramalho – Juno

4º JOAQUIM RINO – BRC CM 05 EVO

 

GALERIA DE IMAGENS

EDUARDO CARPINTEIRO ALBINO APRESENTOU LIVRO

 

Decar1 CopycaR2 Copycar3 Copycar4 Copycar5 Copycar6 Copycar8 Copycar9 Copycar10 Copycar11 Copycar12 Copycar14 Copycar15 Copycar16 Copycar17 Copycar18 Copycar19 Copycar20 Copycar21 Copycar22 Copypois da primeira apresentação desta obra no decorrer do Vodafone Rali de Portugal, em plena Exponor em Matosinhos, desta feita chegou a vez da cidade de Lisboa receber bem junto ao Campo Pequeno a apresentação deste livro da autoria de Sérgio Veiga e Adelino Dinis.

 

RALI AÇORES

Lukyanuk selects P15 for Azores Airlines Rallye

Azores Airlines Rallye start order report:

Alexey Lukyanuk will run position 15 on the road when the 51st Azores Airlines Rallye begins with the first of 16 stages later today.

The Russian was the first driver to choose his starting position after setting the pace on this morning’s Qualifying Stage. At a ceremony in Ponta Delgada earlier, he was presented with Azorean biscuits as part of an initiative by the event organisers to promote local produce.

“I hope it’s a good decision but we will see later,” said the Ford Fiesta R5 driver. “If we made something wrong it’s not that dramatic because we have only 30 kilometres [of stages] today and it won’t have a big impact on the result.”

Reigning ERC champion Kajetan Kajetanowicz, who was second quickest in qualifying, selected position 12 on the road. Asked why he didn’t choose to run immediately ahead of Lukyanuk, Kajetanowicz said: “Twelve is not so far and we don’t know what it will be like with the weather. We’ve had some wet, dry and damp and we don’t know what position is the best. Alexey is 15 and I want to be before him after the rally also!”.

The top 15 starting positions for leg 1, section 1 are as follows:

1: Luis Miguel Rego (Ford Fiesta R5)
2: Raul Jeets (Skoda Fabia R5)
3: Jose Pedro Fontest (Citroen DS3 R5)
4: Pedro Meireles (Skoda Fabia R5)
5: David Botka (Citroen DS3 R5)
6: Fernano Peres (Ford Fiesta R5)
7: Joao Barros (Ford Fiesta R5)
8: Jaroslaw Koltun (Ford Fiesta R5)
9: Jaroslav Orsak (Skoda Fabia R5)
10: Frank Tore Larsen (Ford Fiesta R5)
11: Ralfs Sirmacis (Skoda Fabia R5)
12: Kajetan Kajetanowicz (Ford Fiesta R5)
13: Ricardo Moura (Ford Fiesta R5)
14: Antonin Tlustak (Skoda Fabia R5)
15: Alexey Lukyanuk (Ford Fiesta R5)

Part one of the opening leg of the Azores Airlines Rallye, which is based on the island of Sao Miguel, begins at 15h00 today and includes four stages. The first of which, Batalha, measures 7.27 kilometres in length and begins at 15h57. While it uses gravel roads in the main, 26 per cent of the Batalha route is on asphalt, which will add to the challenge facing the drivers. The fan-favourite Grupo Marques superspecial rounds out the day’s action from 18h0

 

GALERIA DE IMAGENS

RALI DO SAÇORES

 

 

GALERIA DE IMAGENS

 

Grupo de imagen s referentes às assistências.

 

Fotos de Carlos Silva e Paulo Homeme - www.velocidadeonline.com13307328 10154956220621632_7557817665862864853_n_Copy13310330 10154956221026632_4812807525051147224_n_1_Copy13315239 10154956222361632_5417945400047580113_n_Copy13315647 10154956220501632_8910345328339969922_n_Copy13319815 10154956221346632_6620337874917333642_n_Copy13319875 10154956221771632_3011611674271528005_n_Copy13321665 10154956222111632_7877531305242570852_n_Copy13325439 10154956220256632_6392274000668186186_n_Copy13327342 10154956222236632_2031540152998485876_n_Copy13327548 10154956221861632_8943003674108037468_n_Copy13346684 10154956220931632_4165487708649493733_n_1_Copy13339650 10154956221641632_2055056801972096472_n_Copy13339650 10154956221466632_4057258297625022429_n_Copy

 

GALERIA DE IMAGENS - BRAGA FESTIVAL OF SPEED

BRAGA FESTIVAL OF SPEED

 

AMBIENTES

 

Grupo de imagens referentes aos ambientes da boxes e paddock no passado fim de semana no circuito Vasco sameiro em Braga.

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 2755_CopyFOX 2756_CopyFOX 2757_CopyFOX 2758_CopyFOX 2759_CopyFOX 2760_CopyFOX 2761_CopyFOX 2762_CopyFOX 2763_CopyFOX 2764_CopyFOX 2765_CopyFOX 2767_CopyFOX 2768_CopyFOX 2769_CopyFOX 2771_CopyFOX 2772_CopyFOX 2773_CopyFOX 2774_CopyFOX 2775_CopyFOX 2776_CopyFOX 2777_CopyFOX 2778_CopyFOX 2780_CopyFOX 2781_CopyFOX 2782_CopyFOX 2784_CopyFOX 2785_CopyFOX 2786_CopyFOX 2787_CopyFOX 2788_CopyFOX 2789_CopyFOX 2790_CopyFOX 2791_CopyFOX 2792_CopyFOX 2793_CopyFOX 2794_CopyFOX 2795_CopyFOX 2796_CopyFOX 2797_CopyFOX 2798_CopyFOX 2799_CopyFOX 2800_CopyFOX 2802_CopyFOX 2804_CopyFOX 2805_CopyFOX 2806_CopyFOX 2807_CopyFOX 2808_CopyFOX 2809_CopyFOX 2810_CopyFOX 2811_CopyFOX 2812_CopyFOX 2813_CopyFOX 2814_CopyFOX 2815_CopyFOX 2816_CopyFOX 2817_CopyFOX 2818_CopyFOX 2819_CopyFOX 2820_CopyFOX 2821_CopyFOX 2822_CopyFOX 2823_CopyFOX 2824_CopyFOX 2825_CopyFOX 2825_CopyFOX 2826_CopyFOX 2827_CopyFOX 2828_CopyFOX 2830_CopyFOX 2831_CopyFOX 2832_CopyFOX 2833_CopyFOX 2834_CopyFOX 2835_CopyFOX 2836_CopyFOX 2838_CopyFOX 2839_CopyFOX 2840_CopyFOX 2841_CopyFOX 2842_CopyFOX 2843_CopyFOX 2844_CopyFOX 2845_CopyFOX 2846_CopyFOX 2847_CopyFOX 2848_CopyFOX 2849_CopyFOX 2850_CopyFOX 2852_CopyFOX 2853_CopyFOX 2854_CopyFOX 2855_CopyFOX 2856_CopyFOX 2857_CopyFOX 2858_CopyFOX 2859_CopyFOX 2862_CopyFOX 2863_CopyFOX 2867_CopyFOX 2868_CopyFOX 2869_CopyFOX 2870_CopyFOX 2871_Copy

 

FORD É NOTICIA

 

Como Pode Um Jogador de Futebol Americano e Uma Mulher de Baixa Estatura Garantir Que Os Bancos Do Novo S-MAX Vignale Passam Os Testes Mais Exigentes?

 

  • A Ford conta com a colaboração de mais de 1.000 voluntários no desenvolvimentos do programa mundial dos novos bancos que vão ser estreados na Europa no novo sports activity vehicle S-MAX Vignale

 

  • O programa de desenvolvimento de dois anos e meio envolveu todo o tipo de indivíduos, desde um jogador de futebol americano com 135 kg a uma mulher de baixa estatura com apenas 50 kg, ajudando os designers a identificar o “ponto mágico” em termos de apoio lombar

 

  • Os bancos de desenho avançado – internamente designados por bancos F-Gen 2 – também definem novos padrões em termos do espaço interior do S-MAX Vignale, surgindo posteriormente no SUV Edge Vignale. Em ambos os modelos, estes novos bancos de contornos múltiplos e cuidadosamente elaborados, vêm equipados com nada menos de 10 regulações de comando eléctrico e apresentam detalhes de costura semelhantes aos utilizados na confecção de um smoking

 

  • Esta nova arquitectura de bancos global é revelada na ‘Casa Decor 2016‘, um evento de arquitectura e design que decorre em Madrid, Espanha, que marca também a apresentação da ‘Vignale Collection’ para o ano de 2016

 

 

Ford2016 Vignale_CasaDecor_ClaudioMessale_S-MaxVignale_12_Copy – Está confortavelmente sentado? Esta foi a pergunta que os designers da Ford colocaram a mais de 1.000 voluntários que, durante mais de dois anos e meio, participaram no desenvolvimento dos novos bancos dianteiros da marca.

 

O novo conceito de bancos vai ser estreado na Europa no S-MAX Vignale, um dos primeiros modelos inseridos na nova gama de versões de luxo Ford Vignale, revelando elevados critérios de qualidade de construção, requinte e personalização.

 

A equipa de voluntários abrangeu indivíduos de todas as estaturas e envergaduras, desde um jogador de futebol americano com 135 kg a uma mulher de apenas 50 kg, cuja tarefa foi sentar-se nos bancos e operar os respectivos comandos e regulações. As impressões recolhidas destes clientes de todo o mundo (de mais de 20 nacionalidades) foram analisadas pelos engenheiros com recurso a um robô com tecnologia de última geração, programado para quantificar os graus de suavidade, aspereza, temperatura, firmeza e conforto.

 

Depois de mais de 10.000 horas a tocar e pressionar o revestimento e a manusear os comandos dos bancos, o robô interage com o banco da mesma maneira que um humano. Os testes permitiram também à equipa de desenvolvimento definir o “ponto mágico” do apoio lombar, que se situa precisamente 130 mm acima da zona pélvica.

 

Construídos com base em mais de 100 medições, os internamente designados por bancos F-Gen 2 farão parte do equipamento de série em todos os modelos globais da Ford, sendo igualmente introduzidos na Europa no novo SUV topo-de-gama da Ford, o Edge Vignale, disponível no final deste ano.

 

Como refere Daniel Ferretti, Director de Engenharia de Sistemas de Bancos da Ford Motor Company, “de todos os dispositivos existentes num automóvel, aquele que mais interessa às pessoas e com o qual elas têm mais ligação é o seu banco.” Ferretti destaca ainda que “cada cliente dá mais importância a esta ou aquela parte específica do banco, mas, no seu conjunto, os bancos de um automóvel proporcionam que todos se sentem à sua maneira, oferecendo também apoio corporal e conforto onde cada ocupante mais precisa.”

 

O recurso a um único sistema de bancos a ser utilizado a nível global, um processo integralmente desenvolvido internamente pela Ford, e que constitui uma estreia na indústria automóvel, permitiu aos engenheiros melhorar o espaço para as pernas nos lugares traseiros, bem como conceber regulações e características que estarão disponíveis para consumidores de todo o mundo.

 

S-MAX Vignale e Edge Vignale

No caso do S-MAX Vignale e do Edge Vignale, o design dos bancos F-Gen 2 define novos padrões em termos de espaço interior. O sistema de contornos múltiplos dos novos bancos inclui nada menos de 10 regulações eléctricas e um trabalho de costura de elevada qualidade, exclusivos da assinatura Vignale, como se de um smoking se tratasse. 

 

Dotados da função de massagem ‘Active Motion’ para reduzir o cansaço muscular em viagens longas, os bancos recorrem a 11 almofadas insufláveis para um efeito de massagem não obstrutivo nas coxas, nádegas e fundo das costas. Também possuem outras funções de requinte, como aquecimento (ideal para os dias frios de Inverno) e ventilação (um alívio nos quentes dias de Verão). O sistema de ventilação utiliza o ar fresco da climatização e distribui esse mesmo ar fresco através das perfurações meticulosamente feitas na pele do revestimento.

 

Apresentados e demonstrados na ‘Casa Decor’ de Madrid, os novos bancos foram desenhados após exaustivas pesquisas dos engenheiros da Ford, que analisaram detalhadamente a construção dos exemplares utilizados em jactos privados, bem como os materiais utilizados na confecção manual de objectos e malas de couro.   

 

Nos modelos Vignale, cada pedaço de couro é sujeito a um rigoroso processo de selecção destinado a minimizar marcas e rugosidades naturais. Com apenas 0,5 mm de espessura, o couro Windsor de flor integral é, depois, cuidadosamente esticado e aparado para que a aplicação final seja perfeita. As peças acabadas são expostas ao sol de forma a garantir que, mesmo com o passar do tempo, a aparência da superfície não sofra alterações.

 

Depois de passar por processos exclusivos de coloração e envelhecimento, durante os quais é criado o contraste cromático entre o Preto Carvão Vignale (Vignale Charcoal Black) e o Creme Cachemira (Cashmere Cream), entra em acção uma equipa de experientes estofadores. Com acabamentos manuais a cargo dos artesãos do Centro Vignale da Ford em Valência (Espanha), cada banco Vignale é constituído por 40 peças individuais, cortadas com a precisão de um sistema a laser, com 130 retalhos hexagonais Vignale meticulosamente costurados em cada uma das peças. Para garantir um revestimento impecável, cada banco tem mais 110 por cento de couro e requer mais 50 por cento de tempo de costura.

 

Segundo Ferreti “investimos milhares de horas no aperfeiçoamento de cada detalhe, desde os processos de costura e materiais, até à localização dos comandos e regulações, para que qualquer pessoa, independentemente da sua estatura e morfologia, beneficie de uma experiência de viagem verdadeiramente à sua medida.” 

 

Uma colecção de assinatura

Os artigos exclusivos da ‘2016 Ford Vignale Collection’, criada pela mesma Equipa de Design da Ford que esteve na origem da gama de modelos Ford Vignale, são também apresentados na ‘Casa Decor’, dando a conhecer tanto os seus produtos finais como um conjunto de peças e componentes individuais para demonstração do elevado nível de qualidade e de atenção ao detalhe. Esta mostra inclui a nova gama ‘Vignale Smart Traveller’, um porta-fatos estreito e extensível inspirado no arrojado estilo exterior do Ford Edge, bem como diversos gadgets de viagem.

 

Recorrendo a um tipo de requintado couro mas muito robusto, um grupo de artesãos de Dusseldorf (Alemanha) pegou no tema gráfico hexagonal dos bancos Vignale e adaptou-o ao estilo do porta-fatos. O ‘Vignale Smart Traveller’ possui bolsas interiores de grandes dimensões, para acomodar quatro peças de vestuário, e dispõe de fechos de correr e de aperto requintadamente disfarçados pelas costuras tipo smoking.

 

Disponível para exposição e encomenda nos Vignale Lounges e através de uma loja online exclusiva, a ‘Vignale Collection’ inclui, também, o ‘Vignale Weekender’, uma luxuosa mala fim-de-semana que já foi distinguida pelo prestigiado prémio iF Design. Na ‘Casa Decor’ de Madrid também são apresentados outros artigos de viagem, como malas de senhora fabricadas à mão em pele de alta qualidade, carteiras, porta-notas, capas para iPhone, porta-cartões de visita e lenços de senhora e gravatas em seda, igualmente produzidos à mão.

 

Nas palavras de Erika Tsubaki, criadora da ‘Vignalle Collection’ e supervisora de design da Ford Europa, “a ‘Vignalle Collection’ espelha a natureza dinâmica do Ford Edge e do S-MAX, explorando simultaneamente diferentes conceitos de design dentro do mesmo tema, combinando couro natural e tecidos inovadores.” Tsubaki salienta ainda que “o ‘Vignale Smart Traveller’ é inspirado no estilo de vida dinâmico dos proprietários de SUVs de luxo e dos apaixonados por viagens.”

 

A história da Vignale

Alfredo Vignale foi um dos primeiros carroçadores a ver o automóvel como algo que podia ser personalizado através de conceitos exclusivos e feitos à medida. Vignale aprendeu a sua arte graças aos ensinamentos de mestre carroçador Pinin Farina, e só depois se lançou na criação de modelos que vieram a tornar-se icónicos, construindo versões de sua autoria e com o seu nome para as grandes marcas de automóveis italianas. Nessa época, Vignale utilizou novos métodos de produção oriundos da indústria aeronáutica. Entre 1948 e 1969, a Carrozzeria Vignale, na zona de Turim, atraía clientes de todo o mundo.

 

 

PÓDIO NA COVILHÃ PARA LUIS SILVA

 

Luís Silva com mais um pódio na Rampa da Covilhã

 

 

O Campeonato Nacional de Montanha prosseguiu na Serra da Estrela e Luís Silva voltou a disputar os primeiros lugares da Categoria 3. O piloto do BMW M3 E30 terminou no 3º lugar da classe e no top 15 da geral.

 

 

Num traçado extremamente exigente em termos de pilotagem, Luís Silva voltou a imiscuir o seu BMW na luta com carros bem mais potentes na Categoria 3, terminando no 3º lugar e acumulando o seu terceiro pódio em três provas.

 

 

O piloto de Famalicão ainda teve de ultrapassar um problema mecânico no domingo, vindo a terminar no 14º lugar da geral.

 

“Foi uma prova marcada por um problema de transmissão que conseguimos resolver no domingo e depois uma escolha de pneus menos acertada. Até aí estávamos novamente a discutir os primeiros lugares da Categoria, algo que considero positivo atendendo ao nível da concorrência. Mas obter um pódio num dos traçados mais espectaculares do campeonato é sempre importante”, comentou Luís Silva.

 

A quarta prova do Campeonato Nacional de Montanha será a Rampa de Santa Marta, marcada para 11 e 12 de Junho.

  MG_2432_Copy MG_3094_Copy

 

FORD GANHA OSCAR

 

Ford Ganha ‘Oscar’ do Melhor Pequeno Motor pelo 5º Ano Consecutivo; 1 em Cada 5 Veículos Ford Vendidos na Europa com Motor 1 litro EcoBoost

 

  • Motor 1litro EcoBoost da Ford é nomeado ”Melhor Motor até 1 litro” no International Engine of the Year 2016 pelo quinto ano consecutivo, apesar da crescente concorrência dos principais construtores globais na classe de até um litro

 

  • Ford alcança a nona vitória com o desportivo e eficiente motor, já vencedor por três vezes do melhor motor entre todos, feito que constitui um recorde, e ainda do título de melhor novo motor; este motor equipa um em cada cinco veículos Ford vendidos na Europa

 

  • Inovador 1litro EcoBoost é líder na classe em facilidade de condução, performance, economia, refinamento e tecnologia. Tecnologia EcoBoost é agora aplicada aos novos motores diesel EcoBlue

 

 

Ford EcoBoost_engine_wins_eighth_IEOTY_award_Copy O minúsculo, mas potente motor EcoBoost 1.0 litros da Ford foi eleito o melhor da classe nos prémios do International Engine of the Year, pelo quinto ano consecutivo. Os jurados elogiaram a combinação de facilidade de condução, performance, economia, refinamento e tecnologia que continua a definir o padrão.

 

O frugal motor EcoBoost de três cilindros foi nomeado “Melhor Motor até 1litro” por um painel de 65 jornalistas do sector automóvel de 31 países, como o vencedor da sua classe em todos os anos desde o lançamento. Este ano, terminou à frente de 32 motores da concorrência, mais 19 do que em 2012. O ano de 2015 representou um aumento significativo na concorrência de construtores globais de motores abaixo de um litro turbocomprimidos com injecção directa de combustível.

 

Em 2014, o 1 litro EcoBoost tornou-se o primeiro motor a vencer o International Engine of the Year pela terceira vez consecutiva, e foi ainda nomeado em 2012 o “Melhor Novo Motor”.

 

“O motor 1 litro EcoBoost mudou as regras do jogo e apesar de outros terem seguido essa linha, continua a ser a referência indiscutível na sua classe ao longo de cinco anos,” disse Joe Bakaj, vice-presidente de Desenvolvimento de Produto, Ford Europa. “O espírito de inovação continua a guiar-nos e estamos a aplicar a mesma ideia em novos motores diesel de baixa capacidade, eficientes, limpos e potentes.”

 

Disponível com 100 cv, 125 cv e 140 cv, e mesmo com 180 cv no Ford Fiesta R2 para ralis, o motor 1.0 EcoBoost equipa veículos em 72 países no mundo inteiro. Na versão de 140cv, o motor possui melhor relação de cavalos por litro que um Bugatti Veyron. Uma versão de estrada de um Formula Ford equipado com uma declinação deste motor com 205cv, completou uma volta ao famoso circuito de Nürburgring, na Alemanha, em 7 minutos e 22 segundos, uma performance que o coloca à frente de um grupo de supercarros como o Lamborghini Aventador com mais de 600 cavalos, Ferrari Enzo e Pagani Zonda.

 

Onze modelos, incluindo o Fiesta, EcoSport, B-MAX, Focus, C-MAX, Grand C‑MAX, Tourneo e Transit Connect, Tourneo e Transit Courier e Mondeo estão disponíveis na Europa com este multipremiado motor. Um em cada cinco novos veículos Ford vendidos na Europa em 2015 estava equipado com o motor 1 litro e quase dois em cada cinco Fiestas.

 

A tecnologia dos motores a gasolina EcoBoost da Ford está actualmente a ser aplicada no mais novo motor diesel da Ford, o 2.0 litros EcoBlue recentemente lançado e que equipa a Ford Transit. Utilizando um turbo de baixa inércia, injecção directa de combustível de alta pressão, colectores integrados, correia banhada a óleo e outros elementos de baixa fricção permite uma eficiência de consumo de combustível na ordem dos 13 por cento e mais 20 por cento em binário em baixas rotações. *

 

Globalmente, a gama de potentes mas eficientes motores EcoBoost da Ford inclui os blocos de 1.5, 1.6, 2.0 e 2.3 litros de quatro cilindros, e os motores de 2.7 e 3.5 litros V6. Este último equipa o novo superdesportivo Ford GT que regressará à competição em Le Mans em meados deste mês.

 

“Venceu o prémio principal três vezes e continua a receber os votos dos jurados, agora sublinha o quão especial é o 1 litro EcoBoost da Ford,” afirmou Dean Slavnich, co-chairman da 18ª edição dos prémios do International Engine of the Year que teve lugar em Estugarda, Alemanha, e chefe de redacção da revista ‘Engine Technology International’. “É uma prova fantástica em como o ‘down-sizing’ e a maior eficiência no consumo de combustível não tem de significar o sacrifício noutras áreas como a potência, refinamento e facilidade de condução, e pode até mesmo ajudar a melhorar estes elementos.”  

 

 

VELOSO MOTORSPORT NO RALI DOS AÇORES

 

Veloso Motorsport no Rali dos Açores

Está aí a terceira jornada do Campeonato Nacional de Ralis 2016, com a primeira deslocação às ilhas para disputar o Azores Airlines Rallye, prova que conta igualmente para o Campeonato Europeu da especialidade (ERC) e que reúne também por isso um valioso lote de inscritos, numa competição que se adivinha emocionante.

A Veloso Motorsport vai estar à partida desta prova, para assistir a dupla Manuel Castro/Luis Costa ao volante do Skoda Fabia S2000, preparado pela equipa da Póvoa do Lanhoso. Depois de uma estreia positiva no Nacional de Ralis 2016, com duas provas de muito bom nível, Manuel Castro mostra-se optimista para mais este desafio.

“Apesar deste rali contar para o europeu, vamo-nos concentrar unicamente na competição nacional e tentar garantir um lugar entre os dez primeiros. Esta é uma ambição realista, dado que não temos armas para em condições normais fazer melhor. Existem muitos carros superiores ao nosso e isso não nos permite sonhar com outros “voos”. No entanto estaremos sempre atentos para aproveitar qualquer deslize à nossa frente e subir na classificação, até porque penso que sendo este rali em pisos de terra, terei mais possibilidades de um bom resultado e é por isso que vou lutar.  Tenho uma única participação neste rali, o ano passado, pelo que não conheço muito bem a prova, que é difícil e contém algumas armadilhas que esperamos superar da melhor forma e com rapidez. Contamos ainda com a experiência e profissionalismo da Veloso Motorsport para encarar este desafio, o que por si só uma mais-valia muito importante.”

Algumas das especiais do Azores Airlines Rallye vão ter cobertura televisiva em directo por intermédio da RTP Açores, com resumos diários a serem transmitidos no canal Eurosport.

 

Programa - Horário:

 

Quinta-Feira, 2 de Junho de 2016

15h57 - 1ª PEC Batalha (7,27 km)
16h20 - 2ª PEC Soluções M (7,08 km)
17h05 – 3º PEC Vila Franca/São Brás 1 (13,47 km)

18h02 – 4º PEC Super Especial Grupo Marques 1 (3,95 km)

 

Sexta-Feira, 3 de Junho de 2016

10h45 - 5ª PEC Pico da Pedra/Golfe 1 (7,42 km)
11h24 - 6ª PEC Feteiras MEO 1 (7,46 km)
11h55 – 7º PEC Sete Cidades 1 (25,62 km)

 

14h47 - 8ª PEC Pico da Pedra/Golfe 2 (7,42 km)
15h26 - 9ª PEC Feteiras MEO 2 (7,46 km)
15h57 – 10ª PEC Sete Cidades 2 (25,62 km)

 

Sábado, 4 de Junho de 2016
10h16 - 11ª PEC Graminhais 1 (20,96 km)
11h06 - 12ª PEC Tronqueira 1 (21,61 km)
12h42 – 13ª PEC Super Especial Grupo Marques 2 (3,95 km)

15h17 - 14ª PEC Vila Franca/São Brás 2 (13,47 km)
16h12 - 15ª PEC Graminhais 2 (20,96 km)
17h02 - 16ª PEC Tronqueira 2 (21,61 km)
VMS010616 MC_Copy

 

PEDRO ALMEIDA EM DESTAQUE

 

Pedro Almeida em destaque no Rali Pedras Salgadas

 

 

 

O Rali de Pedras Salgadas, que foi para a estrada no passado fim-de-semana com organização a cargo do Automóvel Clube de Pedras Salgadas, correu de feição à Veloso Motorsport. A dupla Pedro Almeida/Justino Reis, conseguiu levar o pequeno Renault Twingo R2 à sexta posição da geral, vencendo o Grupo Produção 1.

Disputada em condições climátéricas algo instáveis, a terceira jornada do Campeonato Regional de Ralis Norte / Troféu Inter Municípios - CIN 2016, veio reforçar a excelente adaptação conseguida pelo jovem piloto nortenho às provas de estrada, com os resultados positivos a surgirem naturalmente.

“O Rali correu muito bem, conseguimos cumprir os objectivos e a sexta posição à geral é um óptimo resultado. Comecei melhor que no último rali, com a super-especial a correr bem desta vez, até porque já estou mais habituado ao formato utilizado. Os troços do rali não eram fáceis e estavam algo escorregadios, o que aliado ao despiste e desistência do concorrente que partia antes de mim, fez com que ficasse mais alerta e com que tivesse algum cuidado extra a partir dessa altura. Optei por não arriscar em demasia e gerir da melhor forma a nossa posição. Uma palavra para comentar negativamente o trabalho da organização, que esteve muito mal neste rali. Temos agora muito tempo para preparar o próximo rali, que se vai realizar daqui a mais de mês e meio.” Referiu Pedro Almeida.

A Veloso Motorsport e Pedro Almeida voltam ao activo a 16 e 17 de Julho, para disputar a próxima jornada deste campeonato, o Rali BVF de V. N. de Famalicão.

 VMS310516 PA2_CopyVMS310516 PA_Copy

 

RUDOLFO AVILA ESTREIA-SE

 

Ávila estreia-se no Campeonato Chinês de Turismos

 

O piloto de Macau Rodolfo Ávila será o primeiro piloto português a competir no Campeonato da China de Carros de Turismo (CTCC) quando tomar parte fim-de-semana do segundo evento do campeonato que se disputa no Circuito Internacional de Zhuhai, no Sul da China.


Ávila irá conduzir um Volkswagen Lamando GTS da equipa oficial do construtor automóvel SAIC Volkswagen. A SVW333 Racing inscreve esta temporada quatro viaturas na categoria Super Produção 2.0T do CTCC.


“O Zhang Zhen Dong ligou-me a pedir se o podia substituir na corrida deste fim-de-semana, porque ele tem compromissos noutro campeonato. Obviamente que aceitei, pois é uma oportunidade de ter um primeiro contacto com uma nova realidade e experimentar uma viatura diferente do que já conduzi até aqui”, explicou o piloto da RAEM que tem pouca experiência com viaturas de tracção dianteira.

Ávila teve um primeiro contacto esta quinta-feira com o Lamando GTS nas sessões não oficiais de testes organizadas pelo campeonato no circuito permanente da cidade continental chinesa adjacente a Macau.

“Infelizmente não deu para realizar muitas voltas devido a problemas técnicos. Contudo, deu para perceber que é um carro com uma traseira “muito nervosa” e que obriga a um tipo de condução diferente do que estou habituado”, disse o actual vice-campeão do TCR Asia Series.

Apesar de não ter expectativas concretas para o fim-de-semana, Ávila não esconde que gostaria de obter um bom resultado na sua estreia no CTCC: “Não estou a disputar o campeonato, nem conheço o carro para ter grandes ambições. O meu objectivo principal passa por ajudar a equipa a conseguir um bom resultado. Se conseguir finalizar entre os primeiros, ainda melhor”.

O programa do fim-de-semana inclui um treino-livre na sexta-feira, a qualificação no sábado e as duas corridas de 8 voltas no domingo.

Este regresso à competição de Ávila acontece na mesma semana em que testou um protótipo LMP3. O piloto luso residente em Macau aceitou o convite de Vignesa Moorthy para testar o ADESS 03 LMP3 da Infinity Race Engineering no Circuito Internacional de Sepang.

 

 RA VWL_CopyRA VWL_II_Copy

 

FORMULA E - AUSTRÁLIA

 

AN AUSTRALIAN CITY IS CONTEMPLATING HOSTING AN ELECTRIC CAR RACE TO
COMPLEMENT ITS OTHER MAJOR SPORTING EVENTS AS WELL AS ITS PUSH FOR CARBON
NEUTRALITY.

Martin Haese, the Lord Mayor of Adelaide, South Australia, says the
international, electric-car motorsports series Formula E would be "a good
fit for South Australia".

The first FIA Formula E Championship was launched with all-electric car
races in 10 cities including Beijing, Buenos Aires, Moscow and London in
2014.

Haese told InDaily attracting the car race to the established Adelaide
street circuit would be an ?exciting? prospect.

Adelaide already hosts an Australian V8 Supercar race, the Clipsal 500,
through the streets of the city and into the surrounding parklands each
March.

The city is also home to the Tour Down Under UCI cycling race each January.

The street circuit also hosted the Australian Formula One Grand Prix from
1985 to 1995. ?Adelaide does a tonne of really good motoring events,?
said Haese, who is a former chairman of the annual Bay to Birdwood vintage
car show.

?On the surface of it, [Formula E] looks like a really good fit for South
Australia.

?Does it sound really exciting? Yes it does.? Haese said the race would
fit with the city council?s ?smart city, sustainable? strategic
objectives.

He said he expected the nascent international motorsport to grow, and that
its expansion could be a boon for electric car technology.

formula-e-850x455 Copy

 

DUNLOP E SUBARI UNEM-SE

 

Dunlop e Subaru unem-se para voltar a bater o recorde de TT na Isla de Man… de carro

 

  •  Os pneus Sport Maxx da BTCC enfrentarão o emblemático Circuito da Montanha

 

BMR_Subaru_BTCCEnquanto os pilotos que utilizam Dunlop procuram bater recordes e ganhar corridas em todas as provas de motos em TT na Isla de Man, o desafio de Dunlop continua. A marca uniu-se a um dos parceiros do evento, Subaru, na tentativa de ultrapassar o recorde sobre quatro rodas na corrida que serve de preparação para o TT da Isla de Man.

 

Subaru e Dunlop terão de enfrentar, uma vez mais, o conhecido Circuito da Montanha de 60 quilómetros, com o objetivo de superar o atual recorde alcançado em 2014, com uma velocidade média de 185,61 km/h, e um tempo de volta de 19:15.88s. O Subaru WRX STitime attack car, desenhado por Subaru de América e Prodrive, será pilotado pelo tricampeão de Rally, o britânico Mark Higgins.

 

O recorde atual foi estabelecido com os pneus normais de corrida de Dunlop, no entanto este ano serão os pneus de competição Sport Maxx de composto médio, da BTCC, que farão parte de Subaru WRX STi na prova. Os pneus Sport Maxx da BTCC oferecem uma melhoria na estabilidade da travagem, melhor aderência, manuseamento e precisão na direção. Algumas das qualidades necessárias para ultrapassar o recorde. Tendo em conta que o clima da Isla de Man será a chave para conseguir o record, Subaru terá três tentativas que terão lugar em prova fechada no sábado, dia 4, segunda-feira no dia 6 e sexta-feira, 10 de junho.

 

James Bailey, Diretor de Comunicação e Relações Públicas de Dunlop Motorsport:


Estamos bastante contentes por trabalhar novamente com Subaru e Prodrive para bater o nosso recorde anterior, tendo os nossos pneus na corrida. Os pneus Sport Maxx BTCC foram desenhados tendo em conta a nossa experiencia na competição, e será interessante ver como ajudarão Subaru a conquistar o seu objetivo num evento tão importante como o TT da Isla de Man, onde se trava uma batalha de pneus na competição de moto, uma vez que cada equipa e cada piloto escolhe a marca de pneus em que confia.”

 

“O rendimento do pneu será um fator chave para conseguir um novo record e acreditamos que, com as suas características, o pneu da BTCC funcionará corretamente. Corrigimos o composto médio para oferecer a melhor combinação de rendimento e durabilidade que ajudará a manter as condições de máxima eficiência na volta mais longa”.

 

 

 BMR Subaru_BTCC_Copy

 

COMPETISPORT NO RALI DO DÃO

 

Competisport no pódio no Vinho do Dão

 

luis Mota_2_2_CopyO Campeonato de Ralis FPAK prosseguiu este passado fim de semana em Nelas com o Rally Vinho do Dão a terceira ronda do campeonato. A prova a cargo do Clube Automóvel do Centro contou com um bom nível organizativo, com especiais interessantes que contudo não foram nada fáceis para as equipas já que a chuva que foi caindo antes e no decorrer da prova deixou os pisos extremamente escorregadios, obrigando os pilotos a trabalhos redobrados. Para a Competisport as duas duplas presentes na prova conseguiram ultrapassar todas as adversidades do rali e subiram ambas ao pódio final. Luís Mota e Alexandre Ramos não tiveram um inicio de prova fácil com a dupla a não conseguiu se entender com os pisos escorregadios e a rodar com mais cautelas para não comprometer a sua prova. "Os pisos estavam muito escorregadios mesmo e ao mínimo erro estávamos fora de estrada. Não me entendi com as especiais, os tempos não estavam a surgir e fomos aumentando a diferença para os nossos mais directos adversários. Na última secção já conseguimos ser muito mais eficazes mas a diferença era grande e não deu para ir mais além. O carro esteve impecável e apesar de o resultado não ser o que esperávamos conseguimos somar pontos para o campeonato o que é também muito importante", concluiu Luís Mota. Luís Mota e Alexandre Ramos levaram o Mitsubishi EVO VII ao sexto lugar final da geral. Fernando Teotónio e Luís Morgadinho não tiveram uma prova fácil. Mas o resultado final foi muito produtivo com a dupla a regressar aos pódios. A dupla também sentiu dificuldades com as especiais muito escorregadias não escapando a vários sustos mas a contornar sempre da melhor forma as situações e a levar o seu EVO VII ate ao pódio final, garantindo a segunda posição final da geral. “O Rali não foi de todo fácil. A chuva que foi caindo deixou as especiais muito escorregadias e apanhámos diversos sustos mas felizmente tudo correu bem. Tivemos uma luta interessante pelo segundo lugar com o José Merceano sempre a pressionar, tivemos ainda um ligeiro problema de travões derivado ainda não estar habituado aos mesmos, mas de resto tudo impecável, a nossa equipa fez um excelente trabalho e este segundo lugar foi sem dúvida um resultado muito positivo”, salientou Fernando Teotónio. A equipa está inscrita e com os seus meios em S. Miguel onde iria estar à partida de mais uma edição do Azores Airlines Rally, mas devido ao falecimento esta segunda feira do membro da equipa Pedro Mota, filho de Luís Mota, as equipas Luís Mota (EVO IX) e José Mendes (EVO VI) não irão alinhar na prova. Neste momento triste para todos, a equipa deixa ainda um pedidode desculpa a todos os amigos e patrocinadores bem como a organização do rali por não estarem presentes

 

DUNLOP É A MARCA OFICIAL

 

Dunlop é a marca de pneus oficial do Portugal de Lés-a-Lés

 

Prova celebra 18 anos de história

Logo 18 L-a-L 2016 (Hi-Res) RGB

A Federação de Motociclismo de Portugal (FMP) apresentou a 18ª edição do Portugal Lés-a-Lés e todas as suas novidades. Dunlop será o pneu oficial da competição portuguesa, que já conta com mais de 1.600 inscrições.

 

A encabeçar a lista de novidades está o trajeto que, de 9 a 11 junho, vai ligar Albufeira a Vila Pouca de Aguiar, com paragem no Luso/Bussaco, num total de cerca de 1.000 quilómetros. Já o road-book da prova, este ano a cores, é uma ajuda preciosa para encontrar curiosidades sobre fauna, flora, história, geografia e gastronomia locais.

 

Este ano no Lés-a-Lés, existe também a possibilidade de visitar as milenares pinturas das grutas do Escoural ao longo do percurso até Montemor-o-Velho e Ponte de Sor.

 

A possibilidade da Dunlop ser parceiro oficial do Portugal de Lés-a-Lés é uma grande honra. Esta é uma prova histórica e muito acarinhada pelos seus participantes. Podermos fazer parte dela revela uma confiança por parte da organização que nos deixa muito orgulhosos e retribui o nosso esforço em fazermos cada vez mais e melhor”, afirma Pedro Luis Martínez-Zubieta, PBU Manager Motorcycle Iberia.


O Lés-a-Lés, que este ano conta com uma maior participação espanhola e francesa, é a ocasião perfeita para demonstrar os pneus Dunlop RoadSmart III, um pneu desenvolvido para os condutores mais exigentes cujo objetivo é ser o melhor da sua categoria em manuseamento e aderência, para além de oferecer a maior durabilidade do sector.

 

Adicionalmente, a rota de Lés-a-Lés apresenta características idóneas para o desempenho do TrailSmart da Dunlop, um pneu desenhado para as modernas motas de trail e para pilotos comprometidos com a promessa da Dunlop de “Forever Forward”. O TrailSmart oferece uma melhor aderência em piso seco e molhado, assim como um excelente manuseamento, tanto em estrada como fora, bem como uma impressionante quilometragem.image002 Copy

 

RALI AÇORES

Lukyanuk fastest on Azores Airlines Rallye Qualifying Stage

Azores Airlines Rallye Qualifying Stage report

Alexey Lukyanuk has begun his Azores Airlines Rallye victory bid in style with the fastest time on the Qualifying Stage for the combined FIA European and Portuguese championship event.

Driving a Ford Fiesta R5, Lukyanuk took 1m54.889s to complete the 3.12-kilometre Remedios test, which began in warm sunshine but ended in cloud and light drizzle.

The Russian driver’s performance means he will now get first choice when the top 15 ERC priority drivers select their starting position for leg one during a ceremony at Ponta Delgada’s Portas do Mar at 13h00 local time.

Despite topping times, Azores rookie Lukyanuk admitted he wasn’t 100 per cent happy. “I’m not really happy because now it’s a headache with the starting position, but OK, it’s nice to start the rally in this way. The stage was tricky but quite enjoyable to drive. I am happy to be here.”

Kajetan Kajetanowicz (Fiesta R5) was second fastest, 0.777s down on Lukyanuk with Ralfs Sirmacis (Skoda Fabia R5), local hero Ricardo Moura (Fiesta) R5) and Antonin Tlustak (Fabia R5) completing the top five ahead of ERC newcomer Frank Tore Larsen. Sirmacis, the winner of the last ERC round in Greece, reported a problem with his Fabia’s windscreen wipers during his qualifying run.

Portugal’s Diogo Gago was fastest of the ERC Junior runners in a Peugeot 208 R2.

Part one of the opening leg of the Azores Airlines Rallye, which is based on the island of Sao Miguel, begins at 15h00 today and includes four stages. The first of which, Batalha, measures 7.27 kilometres in length and begins at 15h57. While it uses gravel roads in the main, 26 per cent of the Batalha route is on asphalt, which will add to the challenge facing the drivers. The fan-favourite Grupo Marques superspecial rounds out the day’s action from 18h02.

Qualifying Stage times:
http://www.azoresrallye.com/results-2016-2/

Driver quotes:
1st: Alexey Lukyanuk: “Not really [happy], because now it’s a headache with the starting position, but OK, it’s nice to start the rally in this way. The stage was tricky but quite enjoyable to drive. Happy to be here.”

2nd: Kajetan Kajetanowicz: “Was perfect. We were pushing but I don’t want to take big risks. I enjoy this stage, it’s like a race, it’s so narrow, you have to drive in fourth and fifth gear.”

3rd: Ralfs Sirmacis: “I think it’s OK, for our second rally in an R5 car. When I got to the start line it started raining and the wipers stopped working.”

4th: Ricardo Moura: “It was incredibly raining at the start of the stage. It was nice, I was expecting to do a little bit faster, but it was really raining in the beginning.”

6th: Frank Tore Larsen: “That was fun. A little bit difficult to predict the grip because the rain came just before the start. But a good start, a clean stage. We could have gone faster.”

7th: Jaroslav Orsak: “The car is perfect, but it’s difficult for me. I’m very happy to be here. Not very many kilometres with the R5.”

8th: Jaroslaw Koltun: “Very nice stage. At the beginning maybe a little bit too slow. But I think it’s OK.”

9th: Joao Barros: “Had a lot of fun. I was a little bit afraid that the rain was starting but it was OK. I am really prepared for a good rally.”

10th: Fernando Peres: “OK, yes. Let’s see in the afternoon. It was raining and I came in the same rhythm as the previous pass.”

ERC Junior
1st: Diogo Gago: “I think quite good. Good rhythm. Yeah, was good.”

2nd: Lukasz Pieniazek: “We tried to push a little bit but no take too much risk. The competition starts this afternoon.”

3rd: Steve Rokland: “It’s going really well. We haven’t done much testing but it’s so easy to drive.”

 

 

Alexey Lukyanuk

Alexey Lukyanuk

 

MANUEL CASTRO NOS AÇORES

 

Manuel Castro prossegue nos Açores

 

manuel castro_3_Copymanuel castro_CopySerá a partir do dia 2 de Junho que é dado o arranque oficial de mais uma edição do Azores Airlines Rallye, a quarta ronda do Campeonato da Europa de Ralis e terceira do Campeonato Nacional de Ralis. Para a equipa de Guimarães Manuel Castro e Luís Costa a prova com palco na bonita ilha de S. Miguel nos Açores é encarada com otismo, isto apesar de ser ainda a sua segunda participação com o Skoda Fabia S2000 nos pisos de terra. A jornada de estreia neste tipo de piso, o Serras de Fafe deixou o piloto com boas recordações, já que num extenso pelotão de R5, Manuel Castro conseguiu intrometer-se na luta pelo top 10 sendo que para os açores as ambições são também tentar chegar no final da prova a um lugar em dez primeiros no Campeonato Nacional de Ralis. Como refere Manuel Castro “é apenas a segunda prova que participamos com o carro em pisos de terra mas cientes que o Fabia ainda é competitivo no meio de um verdadeiro batalhão de R5 que nos Açores ultrapassa as duas dezenas. As condições meteorológicas podem baralhar e dificultar bastante os resultados, pois está prevista chuva o que poderá significar também muito nevoeiro, mas no entanto vamos com intenções de concluir a prova no top 10 do campeonato nacional. Estamos conscientes que ainda temos que percorrer muitos quilómetros para podermos estar mais à-vontade com o carro, mas vamos tentar fazer o nosso melhor, num rali de endurece e com muitas armadilhas. É um prazer regressar ao melhor rali de terra do campeonato e ingressar a caravana do Europeu, que apesar de estarmos inscritos não é a nossa prioridade mas onde um lugar dentro do top 20 é já um resultado muito positivo. Uma vez mais quero agradecer aos nossos sponsors, pois sem eles não seria possível a deslocação e participação num rali fantástico em diversos meios, nomeadamente a envolvência natural das especiais e a promoção televisiva da prova”. O Azores Airlines Rally terá 16 provas especiais de classificação disputadas entre 5ª feira e sábado. No total serão 693,73 quilómetros entre estes 215 disputados em contra relógio. Na 4ª feira 1 de Junho terá palco em pleno centro de Ponta Delgada a City Show, uma prova especial extra classificação onde os pilotos poderão dar algum espectáculo para os milhares de espectadores esperados. Mais novidades sobre o projeto em facebook.com/manuelcastrosport

 

RALI DOS AÇORES

Top European stars ready for spectacular Azores Airlines Rallye

One of international motorsport’s most spectacular events takes place this week when the Azores Airlines Rallye hosts round four of the 2016 FIA European Rally Championship.

Based on the mid-Atlantic archipelago’s largest island of São Miguel from 2-4 June, the rally possesses a rich history and an exciting future with a new name for this year to reflect renewed title sponsorship from national carrier and long-term partner Azores Airlines.

While the event name might have been altered, the challenge of the stunning stages remains undiminished, with 16 timed tests criss-crossing the breath-taking scenery and lush countryside over the next three days and covering a competitive distance of 215.53 kilometres.

Characterised by their sandy surface and narrow and undulating nature, the stages are often no wider than the width of a car, meaning there is simply no margin for error, particularly on the sensational Sete Cidades stage in the northwest of the island, which includes a charge along the rim of a volcanic crater lake. Changeable weather is also a factor due to the ocean climate with conditions switching from sunshine to showers and fog thrown in for good measure. While the event is ranked as a gravel contest, 11 per cent of the competitive route uses asphalt roads.

First run in 1965, the event was first included on the ERC schedule in 1992 before returning to the roster in 2013. This year’s running, the 51st, includes no fewer than 27 top-of-the-range R5 cars, plus a strong contingent from the FIA ERC Junior Championship, of which the Azores Airlines Rallye counts as the second event of the season.

Following Wednesday’s spectacular City Show, a demonstration event along the Ponta Delgada promenade, the competitive action begins at 10h03 local time on Thursday 2 June with the Qualifying Stage when the fastest 15 drivers will choose their starting position for the opening four-stage leg from 15h00 on Thursday.

Friday’s route is made up of six stages, including two runs of Sete Cidades. The action draws to a close on Saturday evening following a further six stages with the finish podium set for 19h10.

Driver quote

Kajetan Kajetanowicz (reigning ERC champion): “I have an affection for many rallies, I like a lot of rallies very much, but I miss driving in the Azores not just after coming back to Poland, but already when we cross the ceremonial finish ramp at the end of this event. If you want to see this sport in a nutshell and learn as much as possible during a single rally, you should visit or compete in the Azores. On this small but picturesque island of Sao Miguel we face changeable grip levels on volcanic gravel, we check the precision of driving on narrow roads, we experience the capricious weather and test the accuracy of our pace notes, required when we drive at high speed into thick fog. This is when long hours of training and litres of sweat in the gym pay off – I need such preparation, so that my body could work fast and hard, and my brain could maintain focus on the highest revs. Fierce competition in these conditions is a very tasty feast for the fans. It is great that thanks to the efforts of partners and members of the LOTOS Rally Team I can fight for victory in the amazing scenery of the Azores. Together with other competitors we create a spectacular advertisement of the sport which I love so much.”

Leading entrants
1 Kajetan Kajetanowicz (POL)/Jaroslaw Baran (POL) Ford Fiesta R5
2 Alexey Lukyanuk (RUS)/Alexey Arnautov (RUS) Ford Fiesta R5
3 Ralfs Sirmacis (LVA)/Arturs Simins (LVA) Skoda Fabia R5
4 Jaroslaw Koltun (POL)/Ireneusz Pleskot (POL) Ford Fiesta R5
5 Raul Jeets (EST)/Andrus Toom (EST) Skoda Fabia R5
6 Robert Consani (FRA)/Renaud Jamoul (BEL) Citroen DS3 R5
7 Tomasz Kasperczyk (POL)/Damian Syty (POL) Ford Fiesta R5
8 Antonin Tlustak (CZE)/Ladislav Kucera (CZE) Skoda Fabia R5
9 Giacomo Costenaro (ITA)/Justin Bardini (ITA) Peugeot 208 T16
10 David Botka (HUN)/Peter Szeles (HUN) Citroen DS3 R5

Top Portuguese entrants
14 Jose Pedro Fontes (PRT)/Ines Ponte (PRT) Citroen DS3 R5
15 Pedro Meirelas (PRT)/Mario Castro (PRT) Skoda Fabia R5
16 Joao Barros (PRT)/Jorge Henriques (PRT) Ford Fiesta R5
17 Miguel Barbosa (PRT)/Miguel Ramalho (PRT) Skoda Fabia R5
18 Ricardo Moura (PRT)/Antonio Costa (PRT) Ford Fiesta R5

Key timings
Wednesday 1 June
19h00: City Show (Ponta Delgada)
Thursday 2 June
10h00: Qualifying Stage (Remedios – Lagoa)
13h00: Start order selection (Portas do Mar)
13h25: FIA Action for Road Safety photocall (Portas do Mar)
13h30: Pre-event press conference (Media Centre)
15h00: Start of leg one
Friday 3 June
09h45: Re-start of leg one
21h00: Finish of leg one
Saturday 4 June
08h30: Start of leg two
19h10: Finish of the rally/podium ceremony (Praca Goncala Velho)
19h35: Post-event press conference

Recent winners
2015: Craig Breen/Scott Martin (Peugeot 208 T16)
2014: Bernardo Sousa/Hugo Magalhaes (Ford Fiesta RRC)
2013: Jan Kopecky/Pavel Dresler (Skoda Fabia S2000)
2012: Andreas Mikkelsen/Ola Floene (Skoda Fabia S2000)
2011: Juho Hanninen/Mikko Markkula (Skoda Fabia S2000)

ENDS

 

Ricardo Moura ERC Azores Rallye

Ricardo Moura on the Sete Cidades stage in 2015

 

TOYOTA ESTABELECE

 

Toyota estabelece parceria internacional na área da Biodiversidade

  • Toyota estabelece parceria de 5 anos com a União Internacional para a Conservação da Natureza - IUCN, para compreender as ameaças à biodiversidade.
  • Importante passo para atingir a meta do número de espécies avaliadas pela IUCN até 2020.
  • Projeto chave para a fase inicial do Plano "Desafio Ambiental Toyota 2050".imagem-1 Copy
 

GT EM INGLATERRA

TF SPORT WELCOMES BACK DEVON MODELL AND ANDREW JARMAN FOR 'ROAD TO LE MANS'

 

 

TF Sport welcomes Devon Modell and Andrew Jarman back to the fold as it attempts to bolster its assault on the Michelin GT3 Le Mans Cup’s ‘Road to Le Mans’ race, which boasts a coveted spot on the support bill for the 24 Hours of Le Mans at Circuit de la Sarthe (18-19 June). 

The GT3 Le Mans Cup, which is organised by the Automobile Club de l’Ouest in conjunction with Le Mans Endurance Management, is purely for GT3-spec cars and centred around the ‘gentleman’ driver. 

A small, but perfectly formed 11-car entry turned out for the series’ curtain-raiser at Imola last month and TF Sport could be found at the head of the field, locked in a fascinating fight for victory.

The on-track action was utterly enthralling and flawless driving from both Salih Yoluc and Euan Hankey saw TF Sport make history by winning the first ever GT3 Le Mans Cup race, but next up is the ‘Road to Le Mans’ and the British team is pulling out all the stops to maximise its chances of taking glory in support of what is widely regarded as the world’s greatest motor race – the 24 Hours of Le Mans. 

No fewer than 17 driver pairings will compete for teams from China, France, Great Britain, Luxembourg, Italy and the Netherlands, and nine manufacturers – Aston Martin, Audi, BMW, Ferrari, Lamborghini, McLaren, Mercedes-Benz and Porsche – will be represented on a diverse grid that will also feature a 22-strong LMP3 entry from the ACO series.

Heightened opposition from an entry that totals 39 cars has prompted TF Sport to double-up its efforts with a second Aston Martin V12 Vantage GT3 for Modell and Jarman, who reunite for the first time since narrowly missing out on the British GT4 title in 2014.

The former teammates won on TF Sport’s maiden competitive outing and continued notching up successes, and their combined experience with Aston Martin machinery and Modell’s status as an Aston Martin Evolution Academy recruit inspires confidence that they can deliver on their return at Circuit de la Sarthe.

The one-hour race will be held on Saturday 18 June as a precursor to the 2016 edition of the 24 Hours of Le Mans, which last year attracted an audience of more than 30million television viewers and 630,000-plus trackside spectators.

As a result, a victory in the GT3 Le Mans Cup’s ‘Road to Le Mans’ race would hold more cachet than all of the others combined, and, with a strong driver line-up, proven machinery and the Imola win to its name, TF Sport will go to the legendary Circuit de la Sarthe in France’s Loire Valley as one of the favourites.

“It’s a real pleasure to be reuniting with TF Sport and Andrew (Jarman), and it’s particularly special that it’s happening in support of the 24 Hours of Le Mans,” said Modell. “It’s every driver’s dream to race at Circuit de la Sarthe and this will serve as a real opportunity to cut my teeth on the track and get a taste of what racing in the 24 Hours is like. As a member of the Aston Martin Evolution Academy, I have knowledge of the V12 Vantage and I’m sure I can apply all of my GT3 experience to achieve a great result for TF Sport, which has already achieved success in the Michelin GT3 Le Mans Cup.”

Jarman added: “I’m definitely looking forward to racing in the Michelin GT3 Le Mans Cup at Circuit de la Sarthe, as I know TF Sport and Devon (Modell) well, and I think the publicity, exposure and the quality of the series is very good. I’ve managed to race on the Le Mans support bill two years in a row and the plan is to pick up from where I left off with TF Sport in last year’s British GT Championship. It’s definitely the team to be with in the GT3 Le Mans Cup and hopefully we’ll be quite competitive from the off.”

TF Sport Director, Tom Ferrier, said: “It’s nice to be going to Le Mans and I hope it’s the first trip of many for TF Sport. Having Devon Modell and Andrew Jarman together is great, as they proved to be a very strong pairing with us in 2014 when they took the British GT4 Championship battle right down to the wire. They both took different paths in GT racing, Andrew remaining with us and achieving a few poles and podiums in 2015, and Devon getting podiums, race wins and a championship title elsewhere.

“In Devon and Andrew and Salih (Yoluc) and Euan (Hankey) we have two very different pairings, but they’re both very capable. The Michelin GT3 Le Mans Cup’s ‘Road to Le Mans’ would be a lovely race to win, but a good, strong result is all Salih and Euan need as the championship leaders. Devon and Andrew aren’t title contenders and can therefore take more risks, but they will help TF Sport’s bid by providing a second set of data.”5ac15c83-8da8-4875-8d03-218132342052 1_Copy

 

ALEXANDRE RAMOS NOS AÇORES

 

Alexandre Ramos de regresso aos Azores Airlines Rallye

 

alex ramos_CopyAlexandre Ramos e Sandra Ramos irão estar à partida da edição de 2016 do Azores Airlines Rallye, prova pontuável para o Campeonato da Europa de Ralis, Nacional de Ralis e ainda para o Campeonato de Ralis dos Açores. A dupla de Sintra fará em 2016 a sua quarta participação na prova e a grande ambição é subir ao pódio final. A exemplo das edições anteriores, a equipa irá alinhar com o seu Peugeot 106 Gti inseridos no Campeonato de Ralis dos Açores. Como salienta Alexandre Ramos “é sempre uma experiência única fazer este rali. As especiais são fantásticas, a organização disponibiliza boas condições, há uma projecção muito grande do rali e daí sempre que nos for possível vamos tentar estar à partida da prova. A nossa grande ambição é acima de tudo desfrutar de um evento destes e terminar o rali. É uma prova disputada em terra, o que desde logo é bastante exigente para as mecânicas e sobretudo numa prova extensa como esta, o que nos obriga a dosear sempre o andamento de forma a não comprometer a prova. Nas últimas edições não temos tido sorte e vários azares mecânicos não nos tem permitido terminar o rali. Esperemos que este ano seja diferente, fizemos muitas melhorias no carro e resta-nos aguardar que tudo corra bem.” A prova irá arrancar oficialmente na 5ª feira prolongando-se até sábado! No total serão 693,73 kms dos quais 215 disputados pelas 16 míticas provas especiais de classificação da prova com palco em S. Miguel.

 

EDP COOL JAZZ

 

Um concerto extra na 13ª edição do edpcooljazz

edp e edpcooljazz trazem Frances
para estreia ao vivo em Portugal

É mais uma estreia em Portugal no cartaz de 2016 do edpcooljazz.Frances, a jovem inglesa considerada por alguns críticos como a nova Adele e como uma das mais rápidas estrelas em ascensão de 2016, vai estar no 2º dia do edpcooljazz, dia 13 de julho, nos Jardins do Marquês de Pombal, em Oeiras.

Oeiras, 02 de junho 2016 – O edpcooljazz confirma mais um dia de concerto na 13 edição, a 13 de julho, com a estreia em Portugal da jovem revelação inglesa Frances, para uma atuação nos Jardins do Marquês de Pombal , em Oeiras, com chancela da edp.

alt

Facebook : Site

DOWNLOAD DE MATERIAIS PARA IMPRENSA

A jovem artista inglesa que se celebrizou com o seu tema de estreia “Grow”, popularizado em Portugal através da campanha comemorativa dos 40 anos da EDP, vai trazer a esta noite extra de edpcooljazz este e outros temas como “Borrowed Time” e o seu mais recente single “Don’t Worry About Me”, lançado em março deste ano.

Desde o arranque da campanha da EDP “Sinais de Luz”, a 2 de maio, que o tema de estreia de Frances tem vindo a despertar a curiosidade dos portugueses. O sucesso de “Grow” fez-se sentir nas principais plataformas online tendo-se mantido no #1 no top Shazam ao longo de três semanas consecutivas e a atingir também o nº 1 no iTunes e no top viral do Spotify. Conseguiu ainda entrar para o top 20 de AirPlay de rádio em apenas duas semanas. Setembro é o mês em que esta estrela em ascensão meteórica vai lançar o seu álbum de estreia.

Frances escreve e produz a sua própria música, influenciada por artistas como Aqualung, Sia, Coldplay, Alanis Morissette e Carole King. A sua música assenta em sonoridades exclusivas apoiadas pelo seu piano emotivo e letras profundas, que já lhe garantiu nomeações para o Brits Critics’ Choice e BBC Sound of 2016. Esta jovem artista atuou já em alguns dos principais festivais de música em todo o mundo, como é o caso de South by Southwest, Coachella, Bestival, Blissfields, Festival no.6 e Wildlife Festival. Agora chega a oportunidade de ouvir esta estrela nos palcos do EDPCOOLJAZZ.

alt

Nesta 13ª edição do edpcooljazz: Jill Scott, 1ª parte Charlie Wilson (12 de julho), The Cinematic Orchestra, 1ª parte Salvador Sobral (17 de julho), Seal, 1ª parte HMB (20 de julho)Stacey Kent, 1ª parte Marta Ren (21 de julho), Koop Oscar Orchestra + Nouvelle Vague (23 de julho), Omara Portuondo & Diego el Cigala / 85 Tour + Luís Represas com Paulo Flores – Mestiço (26 de julho) e Marisa Monte convida Carminho (27 de julho) para mais um inesquecível edpcooljazz.

Um concerto extra: Dia 13 de julho, Jardins do Marquês de Pombal, Oeiras

JILL SCOTT, 1ª parte Charlie Wilson
12 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 50€
Plateia A – 45€
Plateia B – 35€
Plateia C – 30€
Plateia em pé – 25€
Mobilidade Condicionada – Plateia B – 35€

FRANCES
13 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h30
PREÇOS:
Bilhete único de 25€ - plateia sem marcação
.

THE CINEMATIC ORCHESTRA, 1ª parte Salvador Sobral
17 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 45€
Plateia A – 35€
Plateia B – 30€
Plateia em pé – 20€
Mobilidade Condicionada – Plateia A – 35€

SEAL, 1ª parte HMB
20 de julho, Parque dos Poetas - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 65€
Plateia A – 55€
Plateia B – 45€
Plateia C – 35€
Bancada Nascente e Poente – 30€
Bancada Norte – 25€
Plateia em pé – 25€
Mobilidade Condicionada – Plateia B – 45€

STACEY KENT , 1ª parte Marta Ren
21 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 38€
Plateia A – 33€
Plateia B – 28€
Plateia em pé – 20€
Mobilidade Condicionada – Plateia A – 33€

UMA NOITE DOIS CONCERTOS
NOUVELLE VAGUE
KOOP OSCAR ORCHESTRA

23 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Bilhete único de 30€ - plateia sem marcação
 .

UMA NOITE DOIS CONCERTOS
OMARA PORTUONDO & DIEGO EL CIGALA
MESTIÇO - LUIS REPRESAS COM PAULO FLORES

26 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 50€
Plateia A – 45€
Plateia B – 35€

Plateia B – 30€
Plateia em pé – 25€
Mobilidade Condicionada – Plateia A – 35€

MARISA MONTE CONVIDA CARMINHO
27 de julho, Jardins Marquês Pombal - Oeiras
ABERTURA DE PORTAS – 19h00
INÍCIO DO CONCERTO – 21h00
PREÇOS:
Plateia VIP – 65€
Plateia A – 55€
Plateia B – 45€

Plateia B – 35€
Plateia em pé – 30€
Mobilidade Condicionada – Plateia A – 45€


Sobre o edpcooljazz

edpcooljazz é um evento musical de referência realizado em cenários idílicos, ao longo do mês de julho, juntando natureza, património e a música. Foi lançado pela primeira vez em 2004 com o objetivo de oferecer um evento turístico e cultural distinto a todos os amantes de música de gosto eclético mas sempre com uma forte componente “cool”, que lhe dá o nome.

alt

Para além dos concertos e da beleza natural dos espaços, os participantes do edpcooljazz podem ainda contar com o Cool Pick&Go, onde estão disponíveis bebidas e gastronomia para tornar ainda mais cool estas sete noites de verão tão especiais.

Ao longo destes 13 anos, o edpcooljazz já produziu mais de 130 concertos, juntando mais 275.000 pessoas que num ambiente intimista, perto dos palcos, e sem o aglomerado das grandes multidões, pôde assistir a espetáculos individuais numa junção única entre música cool, história, património e natureza, o verdadeiro conceito do edpcooljazz, Cool Energy .

Pontos de Venda

Locais dos Concertos, FNAC, Worten, Media Markt, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena, Meo Arena Ticket Office, Turimo de Lisboa (Lisbon Airport Praça do Comércio)., www.blueticket.pt.

INFORMAÇÕES E RESERVAS Linha de Apoio: 1820 (24h)

Blueticket Linha de Apoio: 21 891 85 06 (2ª a 6ª das 10h às 18h)

Classificação Etária: O EDPCOOLJAZZ é um festival com espetáculos para maiores de 6 anos. Entrada permitida a maiores de 6 anos, mediante pagamento de bilhete e desde que acompanhado por um adulto portador de bilhete.

 

CARLOS MARTINS QUER PONTUAR

 

Carlos Martins – “objetivo é pontuar”

 

 

Carlos Martins_3_CopyCarlos Martins__CopyA bonita ilha de S. Miguel no Arquipélago dos Açores irá ser palco já a partir de amanhã da 51ª edição do agora denominado Azores Airlines Rallye. A prova cargo do Grupo Desportivo Comercial conta com uma excelente lista de participantes onde se destacam as mais de duas dezenas de viaturas da categoria R5. Para Carlos Martins e Daniel Amaral as ambições para a prova em piso de terra centramse sobretudo em pontuar para o campeonato. Como salienta o piloto de Serpa, “com a desistência no Rali de Castelo Branco é fundamental para as contas do campeonato amealhar o máximo de pontos. Esta é uma prova com características muito próprias, é um rali exigente, está com um nível competitivo muito bom, muitas viaturas R5 e onde certamente será um rali disputadíssimo. É apenas a nossa segunda prova com o carro em piso de terra, no Serras de Fafe acabamos por ter um desfecho muito positivo, aqui vamos tentar dar continuidade à evolução que já conseguimos com o carro, tentar aplicar um andamento eficaz, mas acima de tudo sempre focados que é uma prova longa e que queremos terminar para pontuar para o campeonato”. Carlos Martins e Daniel Amaral partem para a prova com o número 22 no seu Citroën Ds3 R5, estando o mesmo os cuidados técnicos da Sports&you. O Azores Airlines Rally terá um total de 693,73 quilómetros, dos quais 215 serão disputados em contra relógio pelas 16 provas especiais de classificação que completam a componente desportiva da prova. O pódio final será no sábado ao final da tarde nas Portas do Mar em Ponta Delgada.

 

TEOTÓNIO NO PÓDIO

 

Fernando Teotónio em 2º no Rally Vinho do Dão

 

 

fernando teotonio_5_Copyfernando teotonio__CopyTerminou de forma muito positiva a participação da dupla Fernando Teotónio e Luís Morgadinho no Rally Vinho do Dão, a terceira ronda do Campeonato de Ralis FPAK. A dupla do Fundão regressou assim aos bons resultados vingando os azares das provas anteriores, isto apesar do Rali do Clube Automóvel do Centro não ter sido de todo fácil devido ao estado lamacento das especiais muito propícias a erros. Com um bom lote de 4x4 presentes o andamento nos lugares cimeiros foi forte com a dupla do Fundão a ser consistente dentro do top 5 que os levou ate à segunda posição da geral. Na última secção o seu mais direto adversário foi pressionando mas a dupla do Mitsubishi soube defender a sua posição e desta forma terminar com um rescaldo muito positivo nesta terceira ronda, sobretudo pelos pontos amealhados para o campeonato. “O rali não foi de todo fácil. A chuva que foi caindo deixou as especiais muito escorregadias e apanhámos diversos sustos, mas felizmente tudo correu bem. Tivemos uma luta interessante pelo segundo lugar com o José Merceano sempre a pressionar, tivemos ainda um problema de travões derivado ainda não estar habituado aos mesmos, mas de resto tudo impecável! A nossa equipa fez um excelente trabalho e este segundo lugar foi sem dúvida um resultado muito positivo”, salientou Fernando Teotónio. A equipa prossegue com o Rali de Monchique em Junho

 

MOTOS - BRASIL

SBK - DIA DOS NAMORADOS] Promoção Especial: compre seu ingresso e ganhe outro de cortesia

Próxima etapa será dia 12 de junho, em Interlagos (SP)

alt

 O SuperBike Brasil está com uma promoção mais do que especial para este Dia dos Namorados. Garanta já o seu ingresso com acesso à área dos boxes para assistir a 3ª Etapa do Campeonato, que será realizada no dia 12 de junho no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e de quebra ganhe uma entrada adicional como cortesia para sua namorada ou namorado. Isso mesmo. Aproveite para ficar ao lado da pessoa que você ama fazendo algo que você mais gosta: assistir ao melhor da motovelocidade nacional e, ainda por cima, economizando dinheiro.

As entradas já podem ser adquiridas pelo site Ticket Fácil. Clique aqui e garanta a sua. Com este ingresso você e seu amado poderão acompanhar de pertinho toda a movimentação dos boxes, ver o trabalho das equipes e seus respectivos mecânicos no ajuste das motos, acompanhar os momentos finais dos pilotos antes de entrarem na pista e muito mais. A emoção é garantida.

A 3ª Etapa do Campeonato promete grandes pegas e altas disputas pela liderança nas sete corridas programadas. Com o retorno de diversas feras da motovelocidade nacional e a estreia de alguns dos melhores pilotos do país, o SuperBike Brasil tem neste ano uma de suas temporadas mais emocionantes já registradas. Então não perca tempo. Compre a sua entrada e passe o domingo (12) assistindo às corridas ao lado de seu amor.

O SuperBike Brasil tem Patrocínio Silver Honda, Mobil, Pirelli e Yamaha. Patrocínio Bronze Premium de Kawasaki, Ducati e MotoSchool. Patrocínio Bronze de Shark, Diafrag, Alpinestars e Tutto Moto.  

Ingressos para ARQUIBANCADA são GRATUITOS. Informações Adicionais: Tel.: 11 5524-5684 ou pelo site: www.superbikebrasil.com  

SuperBike Brasil - Próximas etapas

3ª etapa SuperBike Brasil: 12 de Junho – Interlagos-SP

4ª etapa SuperBike Brasil: 17 de Julho – Interlagos-SP

5ª etapa SuperBike Brasil: 21 de Agosto – Interlagos-SP

6ª etapa SuperBike Brasil: 25 de Setembro – Curvelo-MG

7ª etapa SuperBike Brasil: 23 de Outubro – Goiânia-GO

8ª etapa SuperBike Brasil: 13 de Novembro – Londrina ou Rio Grande do Sul

9ª etapa SuperBike Brasil: 11 de dezembro – Curvelo-MG

Siga-nos também nas redes sociais: 

Facebook: facebook.com/Superbikeoficial

Twitter: //correio.portugalmail.pt/imp/@SuperBikeBrasil" target="T45TJfYRo99XUBkNSJUFFKA">@SuperBikeBrasil

Youtube: www.youtube.com/superbikebrasil

Instagram: instagram.com/superbikebrasil



Imagens relacionadas


Piloto Diego Viveiros e sua namorada Manoela Nunes
Arquivo Pessoal
baixar em alta resolução

 


Promoção Dia dos Namorados
Divulgação VGCOM / SBK BRASIL
baixar em alta resolução

 


Categoria SuperBike | 2ª etapa em Interlagos
Johanes Duarte/VGCOM
baixar em alta resolução

 


Motos da categoria-escola Honda Junior Cup | Bastidores SuperBike Brasil
Johanes Duarte/VGCOM
baixar em alta resolução
 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Hhundreds of_hyundai_cars_set_to_support_uefa_euro_2016_Copyyundai fornece centenas de viaturas no âmbito do apoio ao EURO 2016™ e continuará a dinamizar de forma muito ativa este evento.

• A Hyundai fornece mais de 350 veículos incluindo Genesis, Santa Fe, Tucson e i20 no apoio à organização do Campeonato Europeu de Futebol UEFA 2016.

• Os veículos cedidos irão apoiar o transporte de delegados, staff da UEFA, árbitros, media, elementos da segurança e convidados VIP entre os estádios do EURO 2016™.

• A Hyundai continuará a promover o entusiasmo e adesão ao Campeonato Europeu da UEFA através de campanhas digitais, vídeos e um novo jogo de previsões de resultados.

• A Hyundai Portugal tem tido também um plano de ativação específico para potenciar a associação ao EURO 2016, entre ações de Test Drives com ofertas de brindes e passatempos para ganhar bilhetes para o Euro, o passatempo online Hyundai Euro Tour” em parceria com a TVI24 e outras novidades que serão lançadas nos próximos dias.

 

 

SANGUEDO FICOU PELO CAMINHO

 

Filipa Sanguedo com desistência forçada no Vinho do Dão

 

filipa sanguedo_2_CopyA piloto do Porto Filipa Sanguedo não teve um desfecho feliz na terceira ronda do Campeonato FPAK de Ralis que, no passado fim de semana, foi até Nelas para a segunda edição do Rally Vinho do Dão. Para não variar e a exemplo das duas provas anteriores, o Rally Vinho do Dão decorreu debaixo de chuva, o que deixou as especiais de classificação algo lamacentas e muito escorregadias, causando dificuldades acrescidas a todas as equipas. Filipa Sanguedo e Bernardo Gusmão estavam a fazer um bom rali, progredindo a cada especial, com a jovem piloto a mostrar já um bom ritmo e bom à-vontade com o seu Opel Adam neste tipo de terreno. Infelizmente, no decorrer da 4ª especial o azar bateu-lhes à porta com uma rótula da suspensão a ceder e a deixar o Opel Adam imobilizado, o que ditou a desistência da dupla. “Estávamos a cumprir com os objectivos que tínhamos traçado para este rali e apesar das especiais estarem muito escorregadias estávamos a conseguir fazer um rali sem erros com uma boa progressão a cada especial. Infelizmente, quando nada o previa uma rótula da suspensão cedeu e colocou um ponto final na nossa participação. São situações dos ralis que sabemos que podem acontecer, pelo que vamos rever o que cedeu e regressar ainda com mais motivação para próxima prova.", salientou Filipa Sanguedo. Quando ao Rally Vinho do Dão, a piloto adianta ainda que “não posso também deixar de salientar a forma profissional com que trabalhou esta organização, que esteve muito bem a todos os níveis e a quem agradecemos a forma como nos recebeu, tendo sido um prazer participar neste rali." Filipa Sanguedo e Bernardo Gusmão prosseguem a 8 e 9 de Julho com o Rali do Alto Minho.

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Hyundai no Salão Auto do Porto que arranca já a 2 de junho, na Exponor.

Neste evento, o destaque da Hyundai vai para a apresentação do mais recente reforço na gama do Novo Tucson: a nova motorização 1.7 a diesel de 141 cavalos, tração dianteira e transmissão de dupla embraiagem de 7 velocidades (7 DCT  Dual Clutch Transmission).

 

Mas haverá mais novidades e ofertas exclusivas. Em destaque:

  •  Hyundai participa no Salão Auto do Porto que decorre de 2 a 5 de junho na Exponor com novidades no Novo Tucson e ofertas exclusivas.
  •  Novo Tucson vê a sua gama reforçada com o lançamento do eficiente motor 1.7 a diesel, de 141cv, com transmissão de dupla embraiagem de sete velocidades (7 DCT – Dual Clutch Transmission) e com tração dianteira.
  •  Caetano Energy, Cardan e Motorvap serão os concessionários Hyundai presentes no Salão Auto do Porto.
  •  Durante o evento, os visitantes poderão testar os modelos Hyundai e participar em várias ativações da marca.

 NOVOH CopyNovo Hyundai_i20_Active_3_CopyNovo Hyundai_i20_Coupe_CopyNovo Hyundai_Tucson_Copy

 

RICARDO COSTA COM PROVA CURTA

 

Ricardo Costa com prova demasiado curta em Pedras Salgadas

 

 

Ricardo Costa_CopyO Campeonato Regional Ralis Norte prosseguiu no passado fim de semana em Vila Pouca de Aguiar com mais uma edição do Rali Pedras Salgadas. Ricardo Costa e Sérgio Rocha voltaram a não ter a sorte do seu lado, com uma prestação muito curta no rali em pisos de asfalto. A equipa que venceu a primeira prova do campeonato, partiu motivada em voltar a impor um andamento eficaz que lhes permitisse lutar pela vitória, mas foram traídos logo no arranque pelo motor e forçados a desistir na prova. Como salienta o Famalicense “este Rali Pedras Salgadas foi uma prova para esquecer. Tínhamos intenção de lutar pelos lugares cimeiros e somar o maior número de pontos possíveis para o campeonato mas voltamos a não ter sorte. Iniciei a super-especial com o nosso habitual andamento, sem exageros e meio desta o motor simplesmente calou-se completamente e não mais voltou a trabalhar. Estamos a tentar perceber o que se passou com a maior brevidade possível para estarmos a 100% na próxima prova. As contas do campeonato ficaram agora mais complicadas, mas não vamos baixar os braços e tencionamos voltar já em Famalicão para lutar pela vitória no ral

 

CARAMULO COM 61 AUTOMÓVEIS ESTE FIM DE SEMANA

 

Clássicos e Desportivos voltam para abrir a época automobilística no Caramulo

 

 

61 AUTOMÓVEIS ALINHAM NA RAMPA DO CARAMULO

 

O Espírito do Caramulo, prova de velocidade e regularidade na rampa do Caramulo, organizada pelo Museu do Caramulo e pelo Clube Automóvel de Viseu, regressa no próximo dia 5 de Junho, Domingo. A organização diz-se “satisfeita com a adesão dos participantes, cujas inscrições atingiram o limite máximo estipulado. Esta é uma prova da força do desporto automóvel no nosso país, e a confirmação de que merece o investimento e dedicação que lhe tem vindo a ser conferido.” A edição deste ano destaca-se pela enorme variedade de automóveis, que vão desde um Ferrari 550 Maranello, alguns modelos da Porsche, até a um Mini Cooper ou um Volkswagen Carocha. O público poderá ainda disfrutar da perícia e resistência de um Auto Union 1000 S de 1960, o automóvel mais antigo em competição, ou de um Alfa Romeo Giulietta de 2011, o mais recente. Ao todo, os mais de 60 concorrentes irão ser colocados à prova num percurso com mais de 2.800m de extensão e uma inclinação média de 5,1%, reconhecido pelas suas características técnicas que potenciam a velocidade e lhe conferem um carisma especial. Para além disso, as previsões meteorológicas são de temperaturas amenas e céu nublado sem chuva, condições de excelência para a prática da modalidade.t Programa: 09h45 - Início das subidas de treino 13h15 - Início das subidas de prova 15h00 - Chegada do passeio do Clube dos Mercedistas 17h30 - Desfile das concentrações pelo percurso da rampa

 

PERFECTO CALVINO VENCEU

 

Perfecto Calviño gana en Carballo en una complicada carrera debido a la lluvia

 

El circuito municipal de Carballo (A Coruña) acogía este sábado la cuarta cita del Campeonato de Galicia de Autocross, cuyas finales se veían deslucidas por un chaparrón durante la celebración de la manga definitiva correspondiente a los Car Cross. Eso dejaba el trazado en muy malas condiciones, situación que aprovechaba Perfecto Calviño para salir en primera posición en la final y dejando así atrás a sus rivales en los metros iniciales, pues la visión de estos se reducía notablemente. Calviño vencía también en su semifinal mientras Sandra García finalizaba tercera en la final, donde resultaba muy complicado rodar sin cometer errores debido a la gran cantidad de agua acumulada.

No se pudo conseguir la victoria esta vez en la categoría de Car Cross, ya que Maikel Vilariño hacía un trompo en la primera semifinal cuando rodaba segundo, además de ser penalizado con 10 segundos, por lo que tenía que acceder a la final desde la repesca, saliendo en esta desde la última fila. Cuando se llevaban dos giros, comenzaba a diluviar de forma intensa, lo que provocó numerosos abandonos por falta de visión. El mejor de los Yacarcross era el local Juan Vilariño, que completaba una excelente carrera para terminar tercero seguido de José Novo, que también brillaba en esta categoría. El cántabro Mario González finalizaba sexto.

 Carballo-JoseNovo CopyCarballo-JuanVilarinho CopyCarballo-MarioGonzalez CopyCarballo-PerfectoCalvinho Copy

 

HYUNDAI É NOTICIA

 

Hyundai Portugal no âmbito do patrocínio a mais 2 corridas na cidade de Lisboa: a Corrida de Belém e a Corrida de Santo António.

 

Em destaque:

  •  A Hyundai apoia a Corrida de Belém que se realiza no próximo domingo, dia 29 de maio, no Estádio do Restelo e a Corrida de Santo António que se realiza a 4 de junho no Rossio.
  •  A Hyundai Portugal continuará a proporcionar experiências únicas da marca nas provas patrocinadas, entre elas a oferta de dorsais gratuitos com passatempos no Facebook e a oferta de um "Fim-de-semana ao Volante de um Hyundai” para alguns corredores.Hyundai Running_2_CopyHyundai Running_3_Copy
 

ANDRÉ OLIVEIRA NO CHALLENGE

 

André Oliveira no Challenge Ds3 R1

 

Andre Oliveira_Ds3_R1_CopyDepois da passagem pela Taça FPAK de Ralis com um Renault Twingo R2, o jovem piloto de Famalicão André Oliveira já definiu o programa para a sua temporada desportiva de 2016. Centrado na sua evolução, André Oliveira pretende aproveitar todas as mais valias de uma competição monomarca alinhando no Challenge DS3 R1 competição que disputa apenas provas em piso de asfalto inserido no Campeonato FPAK de Ralis e Campeonato Nacional de Ralis. Para André Oliveira será um novo passo, tendo já efectuado alguns quilómetros com o seu Citroën DS3 R1 com o qual estará já à partida do Rali de Monchique, prova do Campeonato de Ralis FPAK. Como salientou o famalicense “a decisão de participação no Challenge foi sobretudo pelas mais-valias que uma competição monomarca nos pode proporcionar quer a nível de competitivo, quer a nível de projecção. Tenho noção que vou passar para um carro inferior, mas penso que a boa visibilidade do Challenge, por ter provas em conjunto com os dois mais importantes Campeonatos Nacionais a nível de ralis, assim como a competitividade do troféu pelo facto de os carros serem todos iguais, e ainda a minha vontade de fazer um troféu monomarca justifique esta aposta neste projeto. Já rodei alguns quilómetros com o carro, gostei do feedback que tive, vamos continuar a trabalhar e tentar progredir o nosso desempenho a cada prova, de forma a chegar aos melhores resultados possíveis”. André Oliveira terá a seu lado o experiente navegador Sérgio Rocha, estando o Citroën DS3 R1 entregue à estrutura técnica da MacominhoSport, equipa que tem acompanhado o piloto de Famalicão desde a sua estreia nos ralis

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

PIRELLI ANNOUNCES COMPOUND CHOICES AND MANDATORY SETS
FOR THE 2016 GRAND PRIX OF SINGAPORE

 Pirelli will bring the following three compounds to the fifteenth round of the 2016 Formula One season in Singapore*, to be held (September 15-18) on its street circuit:
    P Zero Yellow soft
    P Zero Red supersoft
    P Zero Purple ultrasoft

These are the tyres that Pirelli has said must be used at some point in the race:
    One set of P Zero Yellow soft
    One set of P Zero Red supersoft.
Each driver must have both these sets available for the race, and must use at least one of them.

There are the tyres assigned for Q3 in qualifying:
    One set of P Zero Purple ultrasoft
Following the regulations, each driver must save for Q3 one set of the softest of the three nominated compounds. This set will be given back to Pirelli after Q3 for those who qualify in the top 10, but the remaining drivers will keep it for the race.

The teams are free to choose the remaining 10 sets; making up 13 sets in total for the weekend.

*The new 2016 tyre regulations mean that tyre nomination for long-haul events have to be made 14 weeks in advance, whereas for European races the deadline is eight weeks in advance.

The tyres nominated so far:

Purple Red Yellow White Orange
Australia Supersoft Soft Medium
Bahrain Supersoft Soft Medium
China Supersoft Soft Medium
Russia Supersoft Soft Medium
Spain Soft Medium Hard
Monaco Ultrasoft Supersoft Soft
Canada Ultrasoft Supersoft Soft
Azerbaijan Supersoft Soft Medium
Austria Ultrasoft Supersoft Soft
Great Britain Soft Medium Hard
Hungary Supersoft Soft Medium
Germany Supersoft Soft Medium
Singapore* Ultrasoft Supersoft Soft

 

alt

 

NOVO OPEL ZAFIRA

Novo Opel Zafira põe foco no conforto e na ligação com o exterior

1464782111905 Copy  

O Opel Zafira sempre alcançou uma simbiose perfeita entre versatilidade e conforto, desde que a marca alemã revelou um revolucionário sistema integrado de bancos na estreia da primeira geração do monovolume compacto, em 1999. Desde então, a Opel entregou 2,7 milhões de unidades Zafira, principalmente a famílias e profissionais à procura de espaço e versatilidade num automóvel capaz de cobrir longas distâncias com verdadeiro conforto. A partir de outubro o modelo Zafira vai renovar-se, mantendo as características que o elevaram ao patamar de prestígio que ocupa hoje, como o sistema de bancos Flex7, os bancos dianteiros AGR, o porta-bicicletas FlexFix ou a suspensão FlexRide controlada eletronicamente, para citar apenas algumas. O bem sucedido monovolume da Opel vai surgir com novo ‘design’ exterior e interior, colocando ênfase no habitáculo espaçoso e na ímpar conectividade com o exterior. A mais recente geração do sistema de informação e entretenimento IntelliLink, com compatibilidade Apple CarPlay e Android Auto, a par do Opel OnStar (com ‘hotspot’ Wi-Fi 4G/LTE), garantem total ligação digital a todos os ocupantes quando estão em viagem. Além disso, a Opel equipa este novo Zafira com novos faróis AFL (Adaptive Forward Lighting; Iluminação Dianteira Adaptativa) compostos integralmente por LED - o que constitui uma estreia absoluta no segmento.

Novo ‘design’ exterior

No novo desenho da secção dianteira destacam-se faróis de aparência sofisticada que formam peças bem integradas com as grelhas superior e inferior. A barra cromada que ‘segura’ o logótipo Opel ao centro está ligada visualmente aos faróis, reforçando a impressão de largura do veículo. A assinatura de dupla ‘asa’ formada pelas luzes diurnas atinge níveis de detalhe inéditos. Estes pormenores, a que se juntam guarda-lamas proeminentes, contribuem para conferir ao novo Zafira uma aparência sólida e simultaneamente dinâmica.

No habitáculo surge um tabliê completamente novo, com um novo painel de instrumentos. O primeiro objetivo dos ‘designers’ foi proporcionar excelente visibilidade para a frente, ao mesmo tempo que criavam um conjunto harmonioso numa única peça. O ecrã convencional do sistema de informação e entretenimento, que antes ocupava posição demasiado proeminente no topo da consola central, foi substituído por um ecrã táctil que está agora colocado num plano mais baixo, melhor integrado no conjunto. Isso permitiu reduzir drasticamente o número de teclas de comando. O ecrã táctil foi executado a pensar na alta qualidade oferecida pelos ‘tablet’ topo de gama. O novo volante, marcadamente tridimensional, possui uma cápsula de ‘airbag’ pequena e foi estudado para se integrar ergonomicamente no conceito de um posto de condução realmente confortável.

A Opel disponibiliza no novo Zafira dois sistemas IntelliLink da mais recente geração. O R4.0 IntelliLink permite a integração de telemóveis ‘inteligentes’ graças à compatibilidade Apple CarPlay e Android Auto. Acima deste surge o Navi 950 IntelliLink, com navegação integrada. Do equipamento faz parte ainda o Opel OnStar, que garante apoio permanente em viagem e em emergência. Além de alerta automático em caso de acidente, o OnStar oferece múltiplos serviços que vão do atendimento personalizado por um operador até ao descarregamento de percursos de navegação (Navi 950) ou localização do veículo. Outra importante funcionalidade do OnStar é a integração de um ‘hotspot’ Wi-Fi 4G/LTE que permite a ligação à Internet de sete dispositivos móveis em simultâneo, um para cada ocupante. Esta é uma mais-valia muito importante para famílias ou profissionais que não querem ou não podem ficar desligados do mundo digital exterior enquanto viajam.

Salão sobre rodas… versátil

Tal como nas anteriores gerações Zafira, o condutor e o passageiro da frente podem contar com o conforto dos bancos ergonómicos com o selo de aprovação dos especialistas da agência alemã AGR e da consola central multifuncional FlexRail. Este sistema modular corre em calhas de alumínio, entre os bancos dianteiros, e inclui um grande compartimento de arrumação e suportes para copos.

Por seu turno, a segunda fila de bancos pode ser configurada para dois lugares particularmente espaçosos e confortáveis graças ao sistema de bancos Lounge. Este engenhoso conjunto de calhas permite rebater o banco do meio (que passa a constituir um apoio de braços) e recuar os bancos exteriores para trás e para o meio. Assim, fica maximizado o espaço para pernas de dois ocupantes que podem viajar com todo o conforto, como se de uma ‘limousine premium’ se tratasse.

A terceira fila de bancos pode ser rebatida para o piso da bagageira, criando um piso totalmente plano.

O foco no conforto individual faz do Zafira muito mais do que um simples monovolume familar. Na verdade, os ‘designers’ da Opel elevaram a versatilidade ao máximo expoente e tornaram o habitáculo num espaço que permite descontrair e desfrutar de elevado conforto, seja em viagem de negócios ou em lazer com a família.

O habitáculo espaçoso e confortável do novo Zafira é ainda mais agradável se estiver conjugado com o grande para-brisas panorâmico e o tejadilho em vidro com uma secção com abertura elétrica. O para-brisas e o tejadilho formam uma superfície praticamente contínua, desde o capô do motor até ao nível da terceira fila de bancos. Este facto confere ao interior do Zafira uma luminosidade sem precedentes, criando um ambiente único.

Arrumação inteligente

O novo Zafira é muito mais do que um modo extremamente confortável de viajar. O ‘salão sobre rodas’ da Opel pode facilmente transformar-se numa espécie de furgão apto a transportar volumes de dimensão apreciável. De acordo com a norma ISO 3832, o Zafira tem capacidade de bagageira de 710 litros na configuração de cinco lugares, aumentando para 1860 litros se a segunda fila de bancos for rebatida.

Além de tudo isso, existem nada menos que 30 compartimentos de arrumação de objetos no habitáculo deste monovolume compacto, incluindo a consola central regulável FlexRail. Outro destaque é o sistema integrado de porta-bicicletas FlexFix, que desliza para dentro do para-choques traseiro, como uma gaveta, quando não está a ser utilizado. Com capacidade para transportar até quatro bicicletas, o FlexFix permite abrir o portão traseiro de acesso à bagageira mesmo quando as bicicletas estão colocadas.

Inovador, seguro e dinâmico

A Opel dá continuidade à estratégia de oferecer tecnologia inovadora a um número cada vez mais alargado de consumidores. O novo Zafira estreia novos faróis AFL (Adaptive Forward Lighting; Iluminação Dianteira Adaptativa) compostos integralmente por LED. O sistema ajusta automática e permanentemente os padrões de focagem dos feixes de luz a cada situação de condução para que o condutor obtenha sempre as melhores condições de iluminação e visibilidade, sem encandear os restantes utilizadores da via. O novo sistema AFL de LED possui nove funções de iluminação diferentes, como luz de cidade, luzes de estrada e autoestrada, luz de curva e luz de cruzamento, entre outros.

O novo Opel Zafira está equipado também com a câmara dianteira Opel Eye de nova geração, a qual produz substanciais melhorias numa série de funções de apoio à condução a ela associadas. É o caso da comutação automática entre luzes médias e máximas, e do sistema de reconhecimento de sinais de trânsito. O indicador de distância para o veículo da frente também recorre à câmara dianteira e inclui um sonoro e bem visível alerta de colisão iminente se a distância se encurtar demasiado depressa. Por seu turno, o alerta de saída de faixa de rodagem é ativado a partir de 60 km/h, acionando um aviso acústico se se verificar um desvio involuntário de trajetória.

Outros dois sistemas do novo Zafira que contribuem para mais conforto e maior segurança são o programador de velocidade adaptativo e a suspensão FlexRide com controlo eletrónico. Recorrendo a um radar colocado na grelha dianteira, o programador de velocidade consegue ajustar automaticamente a velocidade do Zafira de acordo a distância para o veículo que circula à frente. No capítulo da suspensão, o sistema FlexRide regula continuamente a pressão dos amortecedores consoante o tipo de condução adotado, as condições da estrada e a escolha do condutor (modos Conforto e Sport).

A nova gama Zafira continuará a disponibilizar um vasto leque de motorizações, nomeadamente no que diz respeito à oferta inédita no segmento de opções a gasolina, a gasóleo, a GPL e a gás natural comprimido.

 

PEDRO FERREIRA FOI 4º EM LOULÉ

 

Pedro Ferreira foi quarto em Loulé

Piloto da PMF Racing foi o segundo mais rápido no troço da tarde

 

Pedro Ferreira, piloto da equipa PMF Racing, conquistou hoje o quarto posto da classificação na Baja de Loulé, a terceira prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno.


Aos comandos de uma VW Amarok, o jovem piloto, acompanhado por Valter Cardoso, conseguiu impor um ritmo bastante eficaz que lhe permitiu ser o segundo mais rápido logo atrás de Miguel Barbosa, vencedor da corrida, no troço cronometrado de 82 quilómetros que se disputou esta tarde em Loulé.

 

Para Pedro Ferreira a prova algarvia foi bastante positiva e está motivado para continuar a alcançar bons resultados: “de manhã tivemos um pequeno problema com os travões. Quando fazíamos travagens mais fortes sentíamos algumas falhas e isso fez-nos perder algum tempo. De tarde, depois de termos resolvido a dificuldade mecânica, conseguimos impor o nosso ritmo e terminámos o troço em segundo lugar. Sem dúvida que esta posição é motivante tendo em linha de conta todos os problemas que tivemos nas primeiras corridas. Neste momento, o objectivo é começar a preparar já a próxima competição”, revelou o piloto da PMF Racing.Pedro Ferreira_conquistou_quarto_lugar_na_Baja_de_Loul_Copy

 

GT OPEN EM PAUL RICARD

 

After 4 different winners in 4 races, who will conquer Paul Ricard ?

 

16-08 Balfe_Ferrari_Lazarus_Lambo_Copy16-08 Coimbra_Silva_GT-Am_CopyBrad Binder_triple_winner_Moto3_CopyFrench round to see another exciting battle between eight brands Balfe-Keen (Balfe Motorsport Ferrari) determined to keep points leadership Stellar Lamborghini presence as Caldarelli-Liuzzi (FFF) join the Huracán camp Local hero Ledogar to lead Garage 59 McLarens’ assault One-point lead for the Sports&You Mercedes on the AF Corse Ferrari in GT-Am Madrid / Le Castellet, 1st June 2016 The International GT Open is heading South for its third round of the season: the Circuit Paul Ricard, near Le Castellet, will host in its hi-tech premises an event that has become one of the defining moments of the calendar. Based on what seen at Estoril and Spa, French fans will enjoy a great GT show, with closely-fought races and no less than eight different car brands represented, but difficult to predict who will win after four different cars, teams and driver pairs have taken the first four races of the year. It will maybe be Lamborghini’s turn? The Bull will have,in any case, an exceptionally strong presence in France. The Ricard will see the debut of FFF Racing Team by ACM, the well-known squad based in Asia, which is now expanding its activities into Europe and tasting different competitions in the Old Continent. “The Ricard was a perfect opportunity to come and discover the GT Open”, says team principal and driver Andrea Caldarelli. The Italian star in Japan’s GT racing scene will have as team mate someone who on top of being a good friend and his brother-in-law is also an ace having raced in almost all top categories of the sports, from F.1 to WEC and F.e: Vitantonio Liuzzi. With no doubt, a stellar pair, that will obviously be balanced against the competition through a handicap. Seen for the first time at Spa, the Ebimotors Huracán of Fabio Babini and Emanuele Busnelli will be again on the starting blocks, alongside championship regulars Thomas Biagi-Fabrizio Crestani, twice on the podium with the Orange1 Team Lazarus car. With such a trio of representatives, the Bulls from Sant’Agata will certainly aim at their first win of the season. Their task, though, will not be easy, given the level of competition. The BMW M6 of Teo Martín have clinched in Belgium their first success, with Miguel Ramos-Roldán Rodríguez, and are certainly eager to repeat the great result, counting also on Fernando MonjeGustavo Yacamán’s car, completely rebuilt after serious damage in Spa. Other win contenders include the two Garage59 McLarens 650S of Duncan Tappy-Michael Benham and Alexander West-Côme Ledogar, with the young French star in the role of main local hero. The Renault RS01 GT3 proved a winner in Spa, so the French sportscars coveted by Nicky Pastorelli’s V8 Racing will also have their say, just like the TF Sport Aston Martin Vantage of Euan Hankey-Salih Yoluc, the British machine being always at ease on the fast straights and corners of the Ricard. The list of candidates to victory would not be complete without mentioning the Ferraris, and it is actually one of the Prancing Horse machines lying on top of the overall standings at the moment. Shaun Balfe and Phil Keen are accomplishing a brilliant and consistent season at the wheel of their privateer F458 and their success has gained them unanimous praise. At the Paul Ricard, AF Corse will be present with one of its new 488, entrusted to Marco Cioci and Piergiuseppe Perazzini. These two are certainly not unknown in the series: they were actually team mates when they took the GTS title on a Viper in … 2006, the inaugural year of the series, and have been regular visitors since. Marco made his come-back at Spa, PG will do it now. On the anecdote side, it is interesting to report that Cioci, who is still recovering from a broken leg, has actually being operated by surgeon Perazzini… The ProAm field also sees the presence of GT Open enthusiasts Drivex School, with its Audi R8 LMS ultra entrusted to Argentina’s Juan Cruz Álvarez and a driver to be announced and Radical Works Team, with the RXC Turbo GT3 of James Abbott-Colin Noble jr. In the Am category, the fight currently sees the Sports&You Mercedes AMG of António Coimbra-Luis Silva leading in the standings, only one point ahead of AF Corse’s top car, entrusted this time to Stéphane Lémeret and new-comer John Dhillon, who normally stars in the British GT. Filipe Barreiros-Max Braams will try to repeat their Spa triumph with the V8 Racing Renault RS01 while the latest new entry is the one from Petri Corse, with a Lambo Huracán Supertrofeo for Davide Roda, who will become the third member of the Italian racing family to compete in the GT Open after brother Gianluca and nephew Giorgio. Fans at the Circuit Paul Ricard will have the opportunity to enjoy, on top of Var’s beautiful coast, hills and cultural heritage, a rich race programme, which also includes the other GT-promoted series, the exciting Euroformula Open, and two of our most faithful partners, the SEAT León Eurocup and the Radical European Masters, certainly among the most spectacular racing championships around. All the action can be followed from fans at home thanks to live coverage by major national broadcasters in key countries such as UK (BT Sport), Italy (Fox Sports 2), Spain (Teledeporte and Canal + Deportes), Portugal (Sport TV), Russia (Poverkhnost Sport) and Central Europe (Digisport), among others. In addition, pan-European coverage is ensured by Motors TV (43 countries). Races are also livestreamed with English commentary by Ben Evans on our website www.gtopen.net. GT Open Round 3: Circuit Paul Ricard - Timetable (All times local, CET) Friday 3 June 2016 13:00-14:00 Free Practice 1 16:40-17:40 Free Practice 2 Saturday 4 June 2016 11:05-11:35 Qualifying 1 (driver 1) 16:15-17:25 Race 1 (70’ - Rolling Start) Sunday 5 June 2016 10:10-10:40 Qualifying 2 (driver 2) 14:15-15:05 Race 2 (50’ - Rolling Start) STANDINGS AFTER ROUND 4 OF 14 Overall: 1. Keen-Balfe, 52 points; 2. Tappy-Benham, 44; 3. Pastorelli-Webster, 40; 4. Crestani-Biagi, 38; 5. Ramos-Rodríguez, 27; 6. West, 25; etc Pro-Am: 1. Keen-Balfe, 22 points; 2. Tappy-Benham, Pastorelli-Webster, 18; 4. Biagi-Crestani, 15; 5. RamosRodríguez, West, 10; etc GT-Am: 1. Silva-Coimbra, 17 points; 2. Lémeret-Sdanewitsch, 16; 3. Barreiros, 11; 4. Sijthof, 6; 5. Nogueira, Braams, 5. Teams: 1. Garage59, 20; 2. BMW Teo Martín, 14; 3. Balfe Motorsport, 18; 4. Orange1 Team Lazarus, 12; 5. Drivex School, V8 Racing, 8; 7. AF Corse, 6; 8. Ebimotors, 3.

 

SEAT LEON EUROCUP

 

Paul Ricard braced for SEAT Leon Eurocup action

 

 Following the first two rounds of the 2016 series staged at Estoril (Portugal) and Silverstone (UK), the renowned circuit of Paul Ricard will entertain the SEAT Leon Eurocup for the third time and for what will be the third round of the current contest.


Opened on 19th April 1970 by its creator – the drinks magnate that gave his name to the facility – the circuit has since staged some of the most important motorsport events through a distinguished history such as F1, MotoGP, etc… Situated in the ‘Le Castellet’, in the region of Provenza-Alpes-French Riviera, the layout stretches to 3.861km and involves twelve corners, five to the left and seven to the right. On this stage the 15 drivers from 10 different nationalities will form up the grid for the 2016 SEAT Leon Eurocup. Those that know the secrets of the French asphalt or who adapt the quickest will fight to be crowned winner across one of the most appreciated and famed venues on the calendar.


Last season it was Fran Rueda and Mikel Azcona (PCR Sport) who tasted victory and the leading group this time is bound to involve...

SetSize200200-VD85040 Copy
 

SUGESTÃO DA SEMANA

 

22º Super Bock Super Rock

Programação completa de dia 15, Palco Antena 3:
Capitão Fausto
Glockenwise
Pista
Basset Hounds

Fica assim completo o cartaz da 22ª edição do Super Bock Super Rock


14, 15, 16 de julho, Parque das Nações - Lisboa
www.superbocksuperrock.pt facebook.com/sbsr

Depois de anunciados os dias 14 e 16 de julho do Palco Antena 3, hoje anuncia-se o último nome da programação do dia do meio. Aos já anunciados Glockenwise, Pista e Basset Hounds, no dia 15 de julho, juntam-se hoje os Capitão Fausto. Fica assim completo o cartaz da 22ª edição do Super Bock Super Rock.

altalt


São uma das bandas do momento em Portugal e o novo “Capitão Fausto têm os dias contados”, álbum acabado de chegar às lojas, demonstra isso mesmo, sem reservas. Os primeiros “Gazela” e “Pesar ao Sol” já não deixavam grandes dúvidas sobre o talento dos Capitão Fausto, mas este último trabalho foi tão rapidamente aclamado pela crítica e pelo público que os deixa à porta de um glorioso 2016. “Amanhã tou melhor” é o primeiro single e já invadiu as rádios nacionais. Será certamente um dos temas a rodar no dia 15 de julho no Super Bock Super Rock.

De Barcelos, os quatro rapazes Nuno Rodrigues, Cristiano Veloso, Rafael Ferreira e Rui Fiusa, são osGlockenwise. Depois da estreia “Building Waves” e do disco “lleches” de 2013, dois registos reveladores da paixão garage rock do quarteto, regressam com “Heat”. Editado pela Lovers & Lollypops e gravado em três sessões nos estúdios Sá da Bandeira, no Porto, a banda confirma com “Heat” que é um dos valores mais seguros e competentes do rock português atual.

altalt


Também no dia 15, mas mais de sul, chegam os barreirenses Pista. Com um rock tropical e bem-disposto, como os próprios definem, levam a festa a cada palco que pisam e o Palco Antena 3 do Super Bock Super Rock não será exceção. Ao convívio dos grandes chegaram com o mais recente “Bamboleo”, considerado pela crítica como um dos melhores álbuns de 2015.

Para finalizar, os Basset Hounds. Respiram rock por todos os poros, por isso não ficariam melhor noutro palco. Durante o ano de 2015 foram lançando singles como “Over the Eyes” e “Swallow Bliss” antes de chegarem ao público, em outubro passado, com o seu álbum de estreia homónimo. O álbum apareceu nos TOPs da especialidade, num trabalho que manifesta a fluidez, dinâmica e coesão do seu som. Será certamente o destaque no dia 15 de julho, no Palco Antena 3 do Super Bock Super Rock.
 


Mais novidades a anunciar brevemente.

Cartaz completo:

14 de julho

Palco Super Bock - Disclosure, The National, The Temper Trap
Palco EDP - Jamie XX, Kurt Vile, Villagers, Lucius, Surma (artista recomendada Tradiio)
Palco Carlsberg - DJ Shadow, Bomba Estéreo, RIOT
Palco Antena 3 - Samuel Úria, peixe : avião, Benjamim, Alek Rein

15 de julho

Palco Super Bock - Iggy Pop, Massive Attack & Young FathersBloc Party
Palco EDP - Mac DeMarco, Rhye, Kwabs, Petite Noir,Pás de Problème
Palco Carlsberg - Lion Babe, Moullinex, Trikk
Palco Antena 3 – Capitão Fausto, Glockenwise, Pista, Basset Hounds


16 de julho

Palco Super Bock - Kendrick Lamar, De La Soul, Orelha Negra
Palco EDP - GNR - Psicopátria, FIDLAR, Capicua, Kelela, The Parrots
Palco Carlsberg - DJ Ride Live + DJ Set, Batida – Uma Lata DJ Set, Daniel Haaksman
Palco Antena 3 - “A Purple Experience” por Moullinex, Salto, Mike El Nite, Slow J

Informação de Bilhetes



Preço dos Bilhetes

Passe 3 dias: 95€

Bilhete Diário: 50€

Fã Pack Exclusivo FNAC: ESGOTADO
 

Locais de Venda

Blueticket, Call Center Informações e reservas 1820 (24 horas), no Facebook, FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês, ABEP, Portimão Arena; Turismo de Lisboa; lojas Media Markt; Bilheteiras MEO Arena; rede PAGAQUI; Agências Top Atlântico. Place & Tickets

Desconto no Cartão Jovem
Parceria com a CP - Comboios de Portugal

ACP

Packs bilhete, alojamento e viagem:
Place & TicketsPack Viagens & Vantagens Via VerdeAla ViagensAlgarve Holiday Fun


Espanha: TicketeaTicketmaster, lojas FNAC, Carrefour Viajes e Halcón Viajes,MasqueticketAtrapalo

Reino Unido: SeeticketsFesticket

Alemanha: Ticketmaster

França: FNAC, Carrefour, Géant, Magasins U, Intermarché, France Billet

 

OPEL KARL

Opel KARL FlexFuel: citadino prático e acessível, também a GPL

 

Opel KARL

 

 

  • Nova versão a GPL do modelo de entrada de gama da Opel;
  • GPL auto reduz custos com combustível até 40 por cento;
  • Preço acessível: 11.990 euros; campanha de lançamento oferece o equipamento GPL;
  • Motor 1.0 de três cilindros da mais recente geração é refinado e económico;
  • Equipamento de conforto e segurança próprios de segmentos superiores;
  • Sistemas IntelliLink de nova geração e Opel OnStar.

A Opel lançou uma versão a GPL (Gás de Petróleo Liquefeito) do citadino KARL. O modelo acessível da marca alemã constitui uma proposta alternativa que reduz emissões de CO2 e oferece uma utilização mais económica, reforçando a completa gama Opel FlexFuel que passa a englobar um total de dez versões e sete modelos, do KARL ao Insignia.

As variantes FlexFuel da Opel são ‘bi-fuel’ (podem funcionar a gasolina ou a GPL auto) e possuem equipamento de gás integralmente instalado de fábrica. Com um moderno motor tricilíndrico construído em alumínio - 1.0 ‘atmosférico’, 73 cv de potência - o KARL FlexFuel emite apenas 93 g de CO2 por quilómetro no ciclo misto quando funciona a gás. Isso corresponde ao consumo médio de 5,7 litros de GPL auto a cada 100 km. Reconhecida pela capacidade de produzir uma combustão mais eficiente, a mistura de gases butano e propano apresenta a vantagem adicional de reduzir até 80 por cento as emissões de óxido de azoto por comparação com a gasolina.

Ao benefício do ambiente alia-se a economia de utilização, bem patente em duas vertentes importantes. Por um lado, o preço do GPL auto é praticamente metade do da gasolina. Depois, o facto de possuir dois depósitos de combustível - um para gasolina e outro para gás - aumenta significativamente a autonomia do veículo, que passa a ser superior a 1000 quilómetros.

Tal como em todos os produtos GPL da Opel, o sistema de alimentação a GPL do KARL FlexFuel, incluindo o depósito de gás e o sistema de injeção, é instalado na fábrica. O recentíssimo motor de três cilindros foi desenvolvido a pensar também no desempenho com gás como combustível. Recorrendo a uma tecla no tabliê, o condutor pode selecionar a alimentação a gás ou a gasolina. A gestão eletrónica, com duas unidades de controlo, garante que a transição entre combustíveis é efetuado de forma eficaz. Os processos de injeção e ignição têm regulações independentes para ambos os tipos de combustível, obtendo-se com isso a maior eficiência possível em consumo de combustível e emissões. É possível alternar entre gás e gasolina, e vice-versa, em qualquer altura, sem alteração percetível de ‘performances’. O arranque do motor a frio é efetuado a gasolina. Uma vez estabilizada a temperatura de combustão, normalmente em cerca de um minuto, o motor está apto a funcionar a gás.

O computador de bordo do novo KARL FlexFuel indica valores de consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e consumo médio para a operação com cada um dos combustíveis. A autonomia alargada não é obtida a custas de espaço. O depósito de GPL auto, com capacidade de 24,8 litros, está instalado no compartimento originalmente destinado à roda sobressalente, o que quer dizer que o KARL continua a ser pequeno por fora e grande por dentro, capaz de transportar cinco pessoas e de disponibilizar um máximo de 958 litros para bagagens.

Pequeno mas espaçoso, com ‘design’ atraente mas sóbrio e, acima de tudo, muito prático, o Opel KARL é um modelo vocacionado para a cidade mas capaz de enfrentar qualquer autoestrada. Este ‘mini’, que se estreou no mercado português em junho de 2015, é um ‘cinco portas’ apelativo com 3,68 m de comprimento e 1,48 m de altura, lotação para cinco pessoas e um grande número de tecnologias de segurança e conforto sem paralelo no seu segmento. O mais acessível dos Opel já está também disponível com a mais recente tecnologia de conetividade automóvel, nomeadamente o sistema de informação e entretenimento IntelliLink de nova geração e o sistema de assistência e conectividade Opel OnStar. O KARL torna-se, assim, no automóvel com os melhores níveis de conectividade e apoio do seu segmento.

O preço recomendado de venda ao público da nova versão a GPL do KARL é de 13.290 euros. Até final de junho, para um volume restrito de lançamento, a Opel tem em vigor uma promoção que prevê a oferta do valor correspondente ao equipamento de GPL (1300 euros), trazendo a versão FlexFuel para o mesmo preço do KARL ‘normal’: 11.990 euros.

O novo Opel KARL FlexFuel já está disponível no mercado português. Com o prático modelo base-de-gama KARL, o superpersonalizável ADAM e o polivalente Corsa, a Opel passa a deter aquela que é a gama de automóveis pequenos mais completa de sempre da marca alemã, e a mais recente no mercado.

Versátil e fácil de utilizar

O KARL foi desenvolvido a pensar na funcionalidade e na versatilidade. Assente numa nova arquitetura com distância entre eixos de 2385 mm de comprimento, e com baixo peso, a carroçaria de cinco portas comporta espaço de sobra para acomodar cinco pessoas. O banco do condutor e a coluna da direção são reguláveis e existem fixações para duas cadeiras de criança ISOFIX nos lugares traseiros. O banco traseiro de costas rebatíveis com divisão assimétrica (60:40) cria um amplo e versátil espaço de carga. Com as costas do banco traseiro rebatidas, o KARL FlexFuel oferece 958 litros de arrumação até ao tejadilho.

O Opel KARL sobressai igualmente pela qualidade do desempenho dinâmico. A suspensão dianteira possui molas com compensação de carga lateral, casquilhos de revestimento duplo e uma estrutura de ancoragem rígida que permite melhorar o trabalho da suspensão e reduzir níveis de ruído e vibrações. Focada nas mesmas prioridades, a suspensão traseira é de eixo de torção de secção tubular, com apoios à frente das rodas. Os amortecedores, por seu turno, estão colocados em posição vertical, atrás das rodas. Esta articulação proporciona o melhor controlo de movimentos das rodas.

Novo motor ‘bi-fuel’ 1.0 ECOTEC de três cilindros

O novo Opel KARL FlexFuel recorre a um motor oriundo da mais recente linha de motorizações da Opel. O 1.0 ECOTEC de 73 cv de potência - um ultramoderno motor 1.0 a gasolina de três cilindros construído em alumínio - faz parte da mesma família do elogiado 1.0 Turbo disponível nos modelos Corsa, ADAM e Astra. Destaca-se pela suavidade de funcionamento e pela eficiência. Durante a fase de desenvolvimento, os engenheiros dedicaram especial atenção à atenuação de vibrações, tendo adotado medidas como a construção de baixa ressonância do bloco do motor, um cárter separado, a integração insonorizada do coletor de escape na cabeça de cilindros e uma tampa de válvulas capaz de isolar ruído. Deste modo, o KARL é um automóvel excecionalmente silencioso e refinado para o seu segmento e respetiva faixa de preço.

Com alimentação a gasolina, o KARL FlexFuel consome apenas 4,6 litros a cada 100 km e emite 106 g/km de CO2, em ciclo misto. Selecionado o funcionamento a GPL auto, as emissões de CO2 baixam para apenas 93 g de CO2 por quilómetro no ciclo misto, correspondendo a um consumo médio de 5,7 l/100 km de gás.

A caixa de cinco velocidades acoplada a este motor é nova, oferecendo um comando especialmente rápido e suave. A sofisticação do binómio motor-caixa destaca claramente a nova proposta da Opel no segmento extremamente competitivo dos ‘minicarros’.

Tecnologias e sistemas evoluídos

Paralelamente, o KARL está equipado com um vasto número de sistemas de segurança e conforto que não é habitual encontrar a este preço. Além de sistemas de série como o ABS, o controlo de tração TCPlus, o programa eletrónico de estabilidade ESPPlus e a assistência ao arranque nas subidas (“Hill Start Assist”), que impede que o automóvel descaia para trás ou para a frente ao arrancar num plano inclinado, o KARL pode ser ainda equipado com outro sistema de segurança: o de aviso de saída de faixa. Graças a uma câmara dianteira, o sistema alerta o condutor com um sinal sonoro e um ícone amarelo a piscar no painel de instrumentos se o veículo começar a sair involuntariamente da faixa de rodagem. A função de luz de curva integrada nos faróis de nevoeiro garante melhor visibilidade. O equipamento de segurança de série inclui nada menos que seis airbags e um sistema de libertação dos pedais.

O novo Opel KARL é um automóvel inovador também em termos de conforto. Nos dias frios oferece volante aquecido forrado a couro e bancos dianteiros aquecidos. O modo “City” da direção assistida, acionado através de uma tecla, reduz o esforço nas manobras mais apertadas, à imagem do que já acontece no ADAM e no Corsa. Os sensores traseiros auxiliam no estacionamento, emitindo um aviso acústico de aproximação aos obstáculos nas manobras de marcha-atrás. O programador de velocidade com limitador revela-se extremamente útil em situações de tráfego urbano intenso ou em zonas residenciais com limite de velocidade de 30 km/h. E além de tudo isto, os dias de verão tornam-se ainda mais aprazíveis com o teto de abrir com comando elétrico.

Apoio em emergência e conetividade sem paralelo no segmento

O KARL pode ser encomendado com um sistema de informação e entretenimento IntelliLink de nova geração e com o serviço de assistência e conetividade Opel OnStar. Com estes dispositivos, o novo modelo base-de-gama da Opel define novos padrões de conectividade no segmento dos ‘mini’.

Opel OnStar oferece aos assinantes uma vasta série de serviços. Em caso de acidente com ativação deairbag o sistema alerta automaticamente o centro de operações Opel OnStar. Em sequência imediata, é estabelecido contacto de voz com os ocupantes do veículo. O assistente OnStar averigua se é necessária assistência. Se não houver resposta, é de imediato enviada uma equipa de emergência para a localização exata do veículo. Este é apenas um dos vários serviços e funcionalidades do Opel OnStar. O condutor e os passageiros podem contactar o centro OnStar durante as 24 horas de cada um dos 365 dias do ano para solicitar assistência em viagem e outros serviços de ligação à distância, na certeza de serem encaminhados para um assistente que fala a sua língua. Além disso, o Opel OnStar equipa o KARL com um hotspot wi-fi de Internet 4G/LTE que permite ligação até sete dispositivos móveis.

O novo KARL oferece rádio com seis altifalantes, entradas para dispositivos auxiliares e USB, bem como o sistema Bluetooth de ligação telefónica mãos‑livres e transmissão de áudio (audio streaming). Em opção está disponível o sistema IntelliLink de nova geração que permite transpor para o aparelho do automóvel as funcionalidades de várias aplicações de telemóveis, recorrendo ao Apple CarPlay e ao Android Auto, consoante o sistema operativo de cada telefone.

O Apple CarPlay e o Android Auto proporcionam um modo simples de aceder a algumas funções dos telefones inteligentes através do sistema de infoentretenimento IntelliLink do automóvel. Essas funções incluem navegação, mensagens ditadas, acesso a listas de contactos, e várias funções de notícias e de música. Muitas destas funções podem ser controladas com as teclas do volante, o que permite que o condutor mantenha os olhos na estrada.

A página inicial do sistema IntelliLink dá acesso a cinco funções principais: efetuar chamadas telefónicas (Telefone), ouvir música (Áudio), ver fotografias e vídeos (Galeria), alterar definições como, por exemplo, o idioma do sistema (Definições) ou utilizar a integração de aplicações telefónicas.

Linhas vincadas e com personalidade

design do KARL é tão atraente como sóbrio. A frente exibe uma grelha trapezoidal larga e rebaixada com a barra da marca, em posição de sustentação do logótipo da Opel.

A barra surge mais fina e com “extremidades aladas” que encaminham a atenção para os faróis em forma de “olho de águia”.

De lado, o perfil dinamicamente ascendente é reforçado pela ‘lâmina’ moldada nas portas. As duas linhas vincadas ao nível dos puxadores das portas destacam, uma vez mais, a modernidade e o dinamismo do KARL. Na traseira sobressaem grandes grupos óticos que ilustram bem a atenção excecional ao detalhe, pouco comum na conceção de automóveis deste segmento. O KARL está disponível em dez cores diferentes, que vão do roxo ‘Mystic’ ao verde ‘Fresh Lime’.

O KARL tem um habitáculo invulgarmente grande para esta classe de veículos. Oferece espaço e qualidade a um nível que antes era habitual encontrar-se apenas em automóveis de preços superiores. Múltiplas soluções de arrumação, tais como o espaço suplementar por cima do porta‑luvas ou as grandes bolsas das portas dianteiras, que permitem colocar uma garrafa normal de um litro, dizem bem da utilização eficiente do espaço interior. O KARL possui vidros traseiros de abertura descendente, outra raridade em automóveis deste segmento.

Equipamento completo

A Opel dotou o KARL de uma completa lista de equipamento de série, onde se incluem ar condicionado, vidros dianteiros elétricos, fecho centralizado com comando à distância, espelhos reguláveis eletricamente, computador de bordo, programador de velocidade, com limitador, rádio com Bluetooth e entrada USB e assistência ao arranque em subidas. No domínio da segurança, o KARL dispõe de sistema de monitorização de pressão de pneus, ESP, ABS, airbags frontais, airbags laterais e airbags de cortina.

Com’ design’ atraente, motor evoluído, variados dispositivos de apoio e de segurança, e tecnologia de conetividade e infoentretenimento que define novos padrões, o KARL é um membro de pleno direito da família Opel, propondo-se num conjunto prático e convincente por preço acessível.

O GPL auto

Com um preço por litro que é, normalmente, cerca de metade do da gasolina de 95 ron, o GPL pode representar uma poupança em torno de 40 por cento nos custos com combustível. Para um condutor que percorra anualmente 25.000 quilómetros, a redução do gasto no posto de abastecimento pode ser superior a 1000 euros ao final de 12 meses. O autogás dá igualmente um contributo em matéria de ambiente, com emissões de CO2 que são inferiores em cerca de 15 por cento por comparação com a gasolina.

O GPL (Gás de Petróleo Liquefeito) é uma mistura de hidrocarbonetos leves, cujos principais componentes são o butano e o propano. O GPL pode ser obtido a partir de gás natural ou do processo de refinação de petróleo bruto. A composição do GPL permite a liquefação, à temperatura ambiente, sob uma pressão moderada, e uma completa vaporização quando libertado à pressão atmosférica. Estas características conferem ao autogás grande versatilidade e facilidade de armazenamento, transporte, distribuição e utilização.

Quando funciona com GPL, o motor produz cerca de 15 por cento menos emissões de CO2 por comparação com a gasolina. No mesmo plano de comparação, não há diferença verdadeiramente percetível em ‘performances’. O consumo no funcionamento a GPL auto é ligeiramente superior, mas o fator economia prevalece graças ao preço significativamente mais baixo do GPL.

A rede de abastecimento GPL auto em Portugal engloba cerca de 300 postos, cobrindo todo o território.

O GPL faz parte do leque de opções da Opel em matéria de propulsão alternativa, incluindo o GNC - Gás Natural Comprimido (rede de abastecimento inexistente em Portugal) - e a motorização elétrica.

 

OBSERVADOR CETELEM

 

O Observador Cetelem analisa o mercado automóvel

 

Novas funcionalidades incitarão 30% dos portugueses a mudar de carro

 

 

Questionados sobre se o desenvolvimento dos serviços/funcionalidades que podem ser oferecidos pela viatura conectada os incitará a renovar o seu veículo atual mais rapidamente, 30% dos portugueses respondem afirmativamente. Contudo, é maior a percentagem de automobilistas que declaram que isso não os fará mudar de carro (60%). Conclusões do Observador Cetelem, que analisou as mudanças no mercado automóvel.

 

O mesmo estudo revela ainda que se para 58% dos automobilistas portugueses, o veículo conectado não mudará nada na sua frequência de utilização, 33% admitem que os benefícios oferecidos pelas novas funcionalidades serão motivos para usar o carro com maior frequência. Já 3% declaram que as suas intenções de utilização serão menos intensas. 

 

A nível mundial, verifica-se a mesma tendência: para 53% dos automobilistas o veículo conectado não mudará nada na sua frequência de utilização do veículo. Cerca de 31% estimam que os benefícios das novas funcionalidades irão incitá-los a escolher com maior frequência o automóvel para se deslocarem, contra 8% de intenções menos intensa. No caso do Brasil, China, México e Turquia, mais de metade dos automobilistas utilizaria mais a viatura se esta fosse conectada. Nestes países emergentes, 65% declaram mesmo que as novas funcionalidades do automóvel os poderá levar a renovar o seu veículo mais rapidamente.

 

Para Diogo Lopes Pereira, diretor de marketing do Cetelem, «a chegada do veículo conectado representa uma renovação do produto e será certamente uma alavanca de crescimento para os mercados de venda e pós-venda. Conforto, ganho de tempo, segurança são benefícios valorizados pelos automobilistas, que se revelam prontos a pagar por eles».

 

As análises económicas e de marketing, bem como as previsões foram efetuadas em colaboração com a empresa de estudos e consultoria BIPE (www.bipe.com). Os inquéritos de campo ao consumidor foram conduzidos pela TNS Sofres, durante o mês de julho de 2015, em quinze países (África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão, México, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia). No total, foram questionados mais de 8.500 proprietários de ma viatura adquirida nos últimos cinco anos.

 

TROFÉU LAMBORGHINI ASIA

 

Lamborghini Blancpain Super Trofeo Asia returns to China for double header season kick-off at the Shanghai International Circuit

Car 8 Long Left Hander

 Racing season is set to kick off for Lamborghini in Asia as drivers and teams prepare for the 2016 Lamborghini Blancpain Super Trofeo Asia series, starting May 21 at the Shanghai International Circuit in Shanghai, China.

The world famous 5.45km Shanghai International Circuit is a repeat stop in the Lamborghini Blancpain Super Trofeo Asian series, with the upcoming race weekend marking the eighth time the championship has visited the track since its 2011 debut. A feature of Formula One and MotoGP series, the SIC is renowned for its mix of long challenging curves, wide exits and the longest straight the current F1 circuit lineup, measuring in at 1.17km.

The Asia series, now in its fifth season, continues to grow year on year, with last year’s introduction of the Lamborghini Huracán LP 620-2 Super Trofeo spurning fresh interest among both veteran and new racers. Along with repeat series contenders, the competition sees a number of new entries this year, including three new drivers from China. With 22 cars set to line up on the grid in Shanghai, drivers from eight nations across Asia will compete for the championship lead in a thrilling launch to the season.

The year marks a number of firsts for the championship; it is the first time the Huracán, Lamborghini’s newest purpose-built race car, will line up solo on the grid. In addition, two new tracks have been added to the Asia series roster, with a race at Suzuka in Japan on June 11-12 and Buriram in Thailand on July 23-24.

The Lamborghini Huracán LP 620-2 Super Trofeo adopts the same V10 direct injection engine mounted on the road car, managed by a Motec control unit that delivers a maximum output of 620 horsepower. The frame is a hybrid carbon/aluminum construction with modified geometries to house an improved radiator up front and better accommodate the racing gearbox at the rear, which also provides better aerodynamics.

Racing in the series is divided into separate podiums, recognizing the breadth of talent in the Super Trofeo field. After each race, there is a podium for the top three finishers in Overall, Pro-Am and Amateur classes. The championship provides exciting action for professional and aspiring professional drivers alike.

There will be two 50-minute sprint races at the SIC. Round 1 will start at 11:35 am (CST) Sunday, May 22, with Round 2 the same day at 16:55 pm. Qualifying begins at 13:45 pm on Saturday May 21.

The 2016 Asia series features 12 rounds spread over six race weekends, all at iconic circuits. The first five events will showcase some of the best tracks in Asia. The sixth event and final two rounds of the season will be at Circuit Ricardo Tormo in Valencia, Spain, where following the conclusion of the Asian races, the Super Trofeo Asia, Europe and North America series will converge in a world final to battle for the right claim a spot on the global podium.

Lamborghini and dealers entertain VIP guests at every stop of the Lamborghini Blancpain Super Trofeo Asia series, with premier hospitality and fine Italian dining.

 

 

NOTICIAS DOS STATES

John Force Debuts 2016 Camaro SS Funny Car

John Force Chevy Camaro Funny Car Unveil Event

Aero-optimized body developed for downforce, stability

INDIANAPOLIS – Today Chevrolet and 16-time NHRA champion John Force introduced the all-new 2016 Camaro SS Funny Car that he’ll race this weekend at the NHRA Kansas Nationals, in Topeka, Kan.

The new Funny Car body is the first based on the sixth-generation Camaro SS. Force’s teammates Courtney Force and Robert Hight will introduce new Camaro SS Funny Cars later this season.

“I started my career in a Chevrolet and I couldn’t be more excited to put this new Camaro SS Funny Car on the track,” said Force. “With all the assistance from Chevrolet, it not only looks great, it’s designed to perform better than anything we’ve had before, with a shape that should help us get down the track quicker and with greater stability.”  

The team conducted computational analysis and scale-model wind tunnel testing to help give the new body the airflow management qualities necessary to deliver the downforce required by the 10,000-horsepower supercharged race car, as it accelerates from 0 to 330 mph in less than 4 seconds – and in a mere 1,000 feet.

Among the unique aerodynamic elements is a new, integrated front splitter that helps direct more air over the body to increase downforce. The design also incorporates new, dual blow-out – or “burst” – panels, safety devices that relieve underbody pressure to help keep the body on the chassis in the event of an engine failure.

Additionally, the new body, which is lighter than John Force Racing’s previous Camaro Funny Car bodies, carries the distinctive styling signatures of the 2016 Camaro SS’s front- and rear-end designs.

“The 2016 Camaro has been a great success in the showroom and Chevrolet is proud to contribute to its debut in NHRA’s Funny Car class,” said Jim Campbell, Chevrolet U.S. vice president of performance vehicles and motorsports. “It joins the 2016 COPO Camaro in the Sportsman classes, strengthening Chevrolet’s presence in drag racing, which dates back nearly 60 years.”

Camaro at the drag strip

Camaro’s legacy in drag racing dates back to 1967, when longtime Chevy racers such as Dave Strickler and Bill “Grumpy” Jenkins, pushed the new pony car up through the Super Stock ranks. Jenkins would go on to pioneer the new Pro Stock class, giving the Camaro its first win there in 1970.

Enterprising racers and dealers used Chevrolet’s COPO (Central Office Production Order) special order system to create high-performance Camaro models intended for one thing only: winning on the drag strip. That included the legendary 1969 Camaro ZL-1, powered by an all-aluminum 427 originally developed for the Can-Am road racing series.

Camaro Funny Cars also began appearing on strips shortly after the car’s introduction, shaking up the burgeoning class with Chevy power. Bruce Larson and Dick Harrell were leaders, pushing their blown fuel “floppers” into the 7-second range.

Texan Lee Shepherd lead Camaro into the 1980s, with four consecutive Pro Stock titles, his performance enabled by the groundbreaking Big Block engines developed by his partners David Reher and Charles “Buddy” Morrison.

More recently, Camaro has become a fixture of the Pro and Sportsman ranks. Behind the Pro tree, John Force Racing has returned Camaro to the Funny Car class, while Camaro drivers have dominated the Pro Stock field – including consecutive championships in 2014 and 2015.

The Sportsman classes are driven by the COPO Camaro, Chevrolet’s factory-built race car that uses a production body and specially developed Chevrolet racing engines. New 2016 COPO Camaro models are hitting the strip this season, advancing the COPO legacy and pushing Chevrolet drivers farther and faster.

“Racing improves the breed and that’s why Chevrolet races,” said Campbell. “The wins we record on the track help us design better cars customers will buy in the showroom.”

Founded in 1911 in Detroit, Chevrolet is now one of the world's largest car brands, doing business in more than 115 countries and selling around 4.0 million cars and trucks a year. Chevrolet provides customers with fuel-efficient vehicles that feature engaging performance, design that makes the heart beat, passive and active safety features and easy-to-use technology, all at a value

 

RAMPA PORTO DE MÓS

Rampa Porto de Mós 2016 - Inscrições!

 

Estão abertas as inscrições para o Rallye Regularidade Sport de Porto de Mós, sexta prova a contar para o Series by NDML 2016 que se realizará no próximo dia 19 de Junho. 
Será mais uma prova com a chancela do NDML com duas subidas de reconhecimento durante a manhã e 3 subidas de prova a partir das 12:00h, decorrendo no conhecido traçado da Rampa de Porto de Mós.
Deste modo publicámos o Regulamento Provisório e o Boletim de Inscrição a fim dos interessados poderem consultar.
Qualquer informação ou esclarecimento, contactar através do e-mail Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar ou pelo telefone 244 814 214.

 

RAMPA FOZ DO ARELHO

Rampa Foz do Arelho 2016 - Fotos e Classificações!

 

A chuva intensa e copiosa durante toda a manhã não retirou a determinação das cerca de 80 equipas presentes em mais esta edição da Foz do Arelho, quinta prova a contar para o Series by NDML 2016.
Por coincidência apenas estavam programadas as duas subidas de reconhecimento para a primeira parte do dia. 
Já com o sol a brilhar a partir das 13:30h viriam a cumprir-se as três subidas de prova perante um mundo de publico que não deixa de acorrer em massa para assistir a esta prova, cada ano superando ainda mais as melhores expectativas, como salientou o presidente da Câmara de Caldas da Rainha na entrega dos prémios.
É habitual termos nas nossas provas um número bastante significativo de Porsche sendo que desta vez, também o Porsche Clube Portugal associou-se ao evento acrescentando maior beleza desportiva bem como depois pelos resultados finais obtidos pela marca. 
Assim nos Clássicos seria o irrequieto e exímio piloto Bernardo Esteves, como habitualmente acompanhado por seu Pai José Luiz Esteves levarem o Porsche 911 2.0 de 1970 ao terceiro lugar do pódio. Em segundo ficaram José e Guilherme Outeiro, equipa também formada por Pai e Filho em Ford Escort RS 2000, tendo vencido a prova dos Clássicos Rui Rito e José Luis Reis em Toyota Starlet.
Nos Desportivos viria a ganhar o lugar mais alto do pódio Pedro Santiago e Maria Adelina em BMW 320is seguido por João Paulo Almeida e Paulo Gomes em Porsche 911 tendo Tiago Baptista e Fausto Esperança conquistado o terceiro posto em Porsche Cayman. O troféu dos desportivos foi para 'Cesar Racing Team'.
Nos Protótipos Samuel Vina em Kartcross viria a alcançar o lugar cimeiro, seguido por José Mota e Luis Almeida, ambos em Semog.
Estão publicadas as classificações totais e as fotografias no nosso site em www.ndml.pt

 

PRMINIRACING NA RAMPA DA COVILHÃ

 

NEWS PRMINIRACING - JUNHO #2016
É costume dizer-se que "não há duas sem três"… efectivamente é a expressão aplicar à 3ª prova do Campeonato de Portugal de Montanha 2016, que teve lugar no passado fim-de-semana na Serra da Estrela – Covilhã, uma vez que pela 3ª vez consecutiva a chuva marcou presença durante o fim-de-semana, com períodos de chuva por vezes forte, deixando o traçado no sábado sempre molhado e a implicar a utilização constante de pneus de chuva. Estas condições climatéricas variáveis, principalmente no sábado, fez com que em cada subida os mais de 40 pilotos encontrassem condições de tempo e aderência diferentes entre si. Felizmente no Domingo, para as duas derradeiras subidas de prova, a chuva parou, permitindo que o traçado secasse rapidamente, fazendo com que os pilotos optassem pela montagem de pneus para seco (slick). Independentemente das condições adversas sentidas ao longo do fim-de-semana, o público marcou presença vincada ao longo do traçado, com muitos deles a pernoitarem em tendas ao longo do percurso em condições dificultadas pela chuva que se fez sentir no sábado o dia todo e na madrugada de Domingo.
O Team PRMiniracing que fez alinhar os irmãos Rui e Paulo Ramalho ao volante dos seus respectivos protótipos, teve tal como todas as outras equipas bastante trabalho ao longo das diversas subidas de treinos e prova. Os elementos técnicos da PRMiniracing fizeram um trabalho fantástico e incansável na busca dos melhores "set-ups" para os protótipos subida a subida, indo de encontro às alterações constantes do traçado e aos inputs manifestados pelos dois pilotos. Infelizmente o Osella de Rui Ramalho teve alguns problemas no comando da caixa ao longo de todo o fim-de-semana e uma ruptura de jante na última subida de prova que hipotecou um resultado no pódio.
RUI RAMALHO / OSELLA PA21S EVO # 102
Rui Ramalho registou aqui a sua 3ª participação ao volante do Osella PA21S EVO e curiosamente, tal como nas duas anteriores provas, novamente com a presença de bastante chuva. O piloto mais jovem da PRMiniracing não teve outra alternativa senão dar continuidade à sua adaptação ao novo protótipo Italiano nestas difíceis condições de molhado. Para além das difíceis condições de aderência no sábado, o piloto manifestou à sua Equipa durante todo o fim-de-semana que o comando da caixa de velocidades por patilhas no volante não correspondia sempre às suas ordens, obrigando o piloto a utilizar como recurso a alavanca manual sequencial, retirando-lhe a rapidez e comodidade da troca de velocidades através da opção de patilhas no volante (paddle shift). Mesmo assim, o piloto mais jovem da PRMiniracing vinha a fazer uma prova eficaz e inteligente, com o 2º lugar controlado e com o conhecimento da previsão do tempo hora a hora a indicar que para as duas derradeiras subidas de prova de Domingo a chuva faria um interregno, Rui tinha como objectivo atacar nas duas últimas subidas de prova, com o intuito de melhorar significativamente os seus registos de tempos, contudo, na derradeira subida de prova, já próximo da linha de meta, a ruptura da jante da frente esquerda do Osella colapsou sem causa aparente, fazendo com que o piloto ficasse sem direcção na saída de uma zona lenta, tocando nos railes de protecção sem importância de registo, mas com o pneu vazio não teve a possibilidade de alcançar a linha de meta e com isso a não garantir pela 3ª vez consecutiva um lugar de relevo no pódio. O seu resultado final foi assim encontrado pelo somatório dos tempos da 1ª subida de prova de Sábado com chuva e a 2ª subida de prova de Domingo, significando um desapontante 12º lugar final.
O piloto e a sua Equipa já se encontram focados na reparação do Osella para a prova seguinte que terá lugar já no próxima semana, com o intuito de alcançar um bom resultado que permita esquecer este desaire técnico.
alt
PAULO RAMALHO / JUNO CN09 # 103

 

Paulo Ramalho ao volante do protótipo Inglês Juno CN09, sentiu igualmente as dificuldades normais de uma prova à chuva, mas sempre com uma estratégia bem definida, que passava pela realização das subidas de treinos de sábado com atenção redobrada, pois as mesmas não tinham qualquer significado para o resultado e um percalço poderia hipotecar o resultado final. Adivinhando ainda pela análise constante das actualizações da previsão do tempo para o local de que no Domingo, sensivelmente para as derradeiras subidas de prova a chuva poderia marcar uma pausa, o piloto do Porto mantinha a esperança de poder melhorar significativamente os seus tempos nessas mesmas subidas e com isso discutir um dos lugares do pódio. Foi precisamente o que aconteceu, dado que nas duas últimas subidas de prova o traçado encontrava-se praticamente seco, permitindo a utilização de pneus slick e possibilitando assim melhorias significativas dos seus registos de tempos, alcançando o 3º lugar absoluto pela 3ª vez consecutiva este ano. No entanto, este resultado soube a pouco, dado que o 2º lugar esteve ao seu alcance por menos de 3 décimos de segundo…
De qualquer das formas este resultado foi muito interessante para as suas contas do Campeonato. 
É agora tempo de preparar a próxima prova que terá lugar na zona da Régua – Santa Marta de Penaguião – com o objectivo de manter a sequência destes bons resultados.
alt

 

MIGUEL BARBOSA VENCEU EM LOULÉ

 

Miguel Barbosa vence Baja de Loulé


Piloto do BP Ultimate Vodafone Team regressa aos triunfos


Miguel Barbosa, acompanhado por Miguel Ramalho, venceu hoje de forma categórica a Baja de Loulé, a terceira etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno. O piloto do BP Ultimate Vodafone Team, que se apresenta aos comandos do Mitsubihi Racing Lancer, foi o mais rápido a cumprir os dois troços cronometrados da etapa de hoje tendo concluído os 283 quilómetros que compunham esta prova algarvia com uma vantagem de 6m28s para o segundo classificado.

O piloto do BP Ultimate Vodafone Team partiu hoje para a pista na segunda posição, determinada pelo prólogo realizado ontem, com a estratégia bem definida de atacar desde o inicio. No final da competição Miguel Barbosa mostrou-se satisfeito com este triunfo: “foi uma grande vitória. Era um resultado que já merecíamos porque temos sido muito eficazes e bastante rápidos. Nas provas inaugurais do campeonato imprimimos sempre um bom ritmo e hoje comprovamos a nossa consistência e alcançámos a vitória. Estamos satisfeitos porque fizemos uma excelente prova”, afirmou o piloto do BP Ultimate Vodafone Team.

Para Miguel Ramalho esta foi mais uma boa prestação da equipa: “a prova acabou por correr bem. Na primeira parte tivemos um contratempo porque apanhámos um concorrente das motas que estava atrasado e tivemos que andar algum tempo no pó dele. Mas, de tarde conseguimos recuperar bem o tempo perdido e tivemos apenas um pequeno problema mecânico, já a chegar ao fim, que não nos afetou grandemente. Estamos muito satisfeitos com o resultado alcançado porque já andávamos à procura da vitória desde o início do campeonato”, revelou.

Miguel Barbosa regressa às competições de todo-o-terreno já nos próximos dias 17 e 18 de Junho altura em que se disputa a Baja TT do Pinhal.Piloto do_BP_Ultimate_Vodafone_Team_regresssa_aos_triunfos_Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

G.P. Mónaco 2016 - Corrida

LEWIS HAMILTON VENCE A CORRIDA AO SAIR DA SEGUNDA POSIÇÃO DA GRELHA,TROCANDO OS PNEUS DE CHUVA PELOS ESTREANTES ULTRASOFT

TODOS OS CÁLCULOS E ESTRATÉGIAS POSSIVEIS COM O INICIO DE CORRIDA À CHUVA. CINCO COMPOSTOS DIFERENTES UTILIZADOS DURANTE O GRANDE PRÉMIO

A MAIOR PARTE DOS PILOTOS OPTOU POR DUAS PARAGENS, PARTINDO COM COMPOSTO DE CHUVA, DEPOIS INTERMÉDIOS E POR FIM SLICKS                           

 

 De acordo com os regulamentos, o grande prémio do Mónaco teve inicio com os pilotos atrás do Safety car, devido à chuva, que alterou por completo as estratégias de corrida. Todos os pilotos utilizaram o composto para piso molhado – o Cinturato Azul.

O Safety car saiu de pista após sete voltas, com a maioria dos pilotos a optar por trocar para os intermédios. O piloto da Mercedes, Lewis Hamilton, foi o unico de apenas dois pilotos que continuaram com os pneus para piso molhado enquanto o circuito secava, trocando diretamente para o composto ultramacio (P Zero Roxo) na volta 31.

Daniel Ricciardo em Red Bull com um inicio brilhante, parou na volta seguinte para colocar os Supermacios (P Zero Vermelho), mas um longo e demorado pit stop, fê-lo surgir atrás de Hamilton para travar um duelo brilhante e discutir a liderança entre ambos.                         

Com uma estratégia alternativa e iniciando a corrida da oitava posição da grelha, Sergio Perez em Force India, terminou na terceira posição, utilizando os intermédios e o composto macio (P Zero Amarelo).

Todos os compostos da gama(5) foram levados e utilizados na corrida do Grande Prémio do Mónaco (Chuva, intermédios, macio,supermacio e ultramacio). Uma vez que foi uma corrida com períodos de chuva no inicio, não existe a obrigatoriedade de utilizar pelo menos dois compostos de slicks. O piloto da Mercedes pilotou 47 voltas com o ultramacio, facto que anteriormente nunca tinha acontecido em testes ou nas sessões de treinos, estabelecendo a volta mais rápida no final da corrida.

 

Paul Hembery, Pirelli Motorsport director: " Com as condições de chuva no inico da corrida, as equipas equipes tiveram que considerar a melhor opção entre os pneus de chuva e os intermédios, apesar de não existirem quaisquer dados acerca da utilização de pneus de chuva no Mónaco, com a ultima geração de carros. Como resultado, e como é costume as equipes tiveram que pensar pelos seus próprios meios acerca das decisões estratégicas a utilizar. Observámos muitas e  diferentes táticas, com Lewis Hamilton a deixar de fora os pneus de chuva e optar imediatamente pelos slicks roxos, o elemento chave da sua inspirada vitória. Diversas estratégias brilhantes, contribuíram um desempenho melhor dos seus lugares da grelha, num circuito onde as ultrapassagens são notoriamente dificeis.”

Tempos mais rápidos do dia por composto:

 

Macio

Supermacio

Ultramacio

Chuva

Intermédio

Primeiro

VET 1m18.005s

RIC

1m18.294s

HAM

1m17.939s

HAM 1m30.844

MAS 1m29.462s

Segundo

PER 1m18.446s

 SAI 1m18.519s

ROS 1m18.763s

WEH 1m33.794s

GUT 1m29.713s

Terceiro

 

HUL 1m19.232s

 ALO 1m19.170s

GUT 1m19.131s

RIC 1m34.360s

MAG 1m29.802s

Os maiores turnos da corrida por composto:

Macio

 Perez

  48 (voltas)

Supermacio

 Button

  47

Ultramacio

 Rosberg                                           

47

                  Ultramacio                 Hamilton                                             47

                  Intermédio                  Nasr                                                   24

                  Chuva                        Wehrlein                                            31

                  Chuva                        Hamilton                                            31

Previsão Pirelli: A nossa previsão era com duas paragens, sendo a opção mais rápida, e uma opção de apenas uma paragem, para a mais provável utilizando os compostos ultramacios e supermacios. A chuva deixou em aberto as estratégias e Hamilton passou de pneus de chuva para Ultramacios na volta 31, tal como Pascal Wehrlein em Manor que foi o único piloto com a mesma estratégia.

 

OLIVEIRA PRONTO

 

Miguel Oliveira pronto para voltar ao ataque na Catalunha


MiguelOliveira1 CopyMiguelOliveira2 Copy Depois de garantir, em Mugello, uma recuperação de posições assinalável de 8 posições, numa corrida com vários imprevistos, e de ter pontuado, como era o seu objetivo, Miguel Oliveira ruma para a Catalunha em busca de mais um bom resultado neste seu ano de estreia na Moto 2. O piloto português, que testou ontem no  Autódromo Internacional do Algarve para preparar a presença da sua equipa nas 12 Horas de Portimão nos dias 10 e 11 de Junho, explica quais as suas expectativas para a 7ª etapa do Campeonato do Mundo de Moto GP.


“Apesar da última corrida ter sido algo confusa e complicada, e também mais curta, o resultado acabou por ser o melhor de todo o fim-de-semana. Por isso, acabei por sair de Mugello com alguma satisfação.” começa por resumir o piloto almadense que ontem deu continuidade à preparação para as 12 Horas de Portimão. Miguel Oliveira, que faz parte da equipa da Parkalgar Racing Team juntamente com Matthieu Lussiana e Miguel Praia, esteve ontem durante todo o dia em mais um intenso teste com a Yamaha R1 tendo-se destacado pela rapidez de tempos conseguidos e pelo à-vontade com a mota, como explica: Os testes no Algarve com a R1 para o mundial de resistência, que estou ansioso que comece, correram bastante bem. Senti-me muito bem fisicamente em cima da mota e penso que isso também poderá ajudar-me para a corrida de Barcelona deste fim-de-semana.”


E é precisamente sobre o próximo fim-de-semana que o piloto luso da Leopard Racing está agora debruçado. Bom conhecedor do traçado deste circuito, onde já testou em Fevereiro, espera conseguir continuar a linha de aprendizagem: “É um circuito bastante exigente para o Moto2. Já lá testei em Fevereiro e sei que não será fácil. Ainda assim, espero ainda poder melhorar algumas coisas na afinação da mota e, juntamente com a equipa, continuar a aprender. Vou tentar fazer o melhor resultado possível, como sempre tenho lutado em todas as corridas.” remata Miguel Oliveira

A ação no Circuito da Catalunha tem início na sexta-feira para os primeiros treinos livres pelas 09h55 e para os segundos pelas 14h05, hora de Lisboa. 

 

LOBO ABRE TEMPORADA COM PÓDIO

 

Miguel Lobo abre temporada com um pódio

 

Miguel Lobo protagonizou uma estreia prometedora na Single Seater Series, conquistando na segunda corrida da primeira ronda da temporada, que teve como pano de fundo o Circuito Vasco Sameiro, um excelente pódio que lhe abre boas perspectivas para a restante época.

 

O jovem de Paços de Ferreira, que nunca tinha rodado a bordo do Mygale SJ02 da Speedy Motorsport, já ontem tinha evidenciado uma excelente adaptação ao seu novo carro e hoje continuou a progredir, imiscuindo-se na luta pelas primeiras posições.

 

Na primeira prova da jornada Miguel Lobo alinhou na quarta posição da grelha de partida, mas fruto da sua inexperiência, partiu mal no piso seco, condições nas quais nunca tinha simulado qualquer arranque, e caiu para a cauda dos dez primeiros.

 

No entanto, o jovem de vinte e três anos não se atemorizou e encetou uma excelente recuperação que o levou até ao sexto posto, posição em que cruzou a linha de meta, evidenciando um bom ritmo em pista.

 

Com a chuva a cair para a segunda prova do programa, Miguel Lobo tinha novamente um mundo de novas experiências pela frente e a sua falta de quilómetros ao volante do Mygale SJ02 fez-se sentir novamente no arranque, uma vez que ficou parado na grelha de partida, caindo para a última posição.

 

Mais uma vez, o jovem de Paços de Ferreira não baixou os braços e com um ritmo avassalador, foi ganhando lugares atrás de lugares, alcançando grupo que lutava pelo triunfo. Depois de chegar ao segundo posto, ao atacar a liderança, não evitou uma ligeira saída de pista, mas ainda assim assegurou um extraordinário terceiro lugar no dia em que estreou nas corridas da Single Seater Series.

 

“Sabíamos que seria uma estreia difícil, mas penso que saímos daqui com dois resultados muito positivos, face às circunstâncias, sobretudo o pódio da segunda corrida. Não consegui realizar um único bom arranque e isso deve-se à minha inexperiência com este carro. No entanto, mostrei um andamento muito competitivo e fui evoluindo ao longo de cada uma das voltas que fui completando, o que era o mais determinante para mim. Como seria de esperar nesta fase, cometi alguns pequenos erros, mas estes também são importantes, dado que me permitem conhecer melhor os limites do Mygale SJ02”, frisou Miguel Lobo.

 

Após a sua estreia no campeonato que alberga carros semelhantes aos que permitiram a Pedro Lamy, Pedro Couceiro, Pedro Matos Chaves ou Pedro Salvador afirmarem-se como pilotos, o jovem de vinte e três realiza um balanço positivo, estando confiante de que poderá progredir durante a temporada. “Este fim-de-semana de Braga queríamos, antes de mais, conhecer o carro e adaptar-me a uma competição nova para mim, objectivos que foram alcançados com o extra de ter conquistado um pódio, o que me deixou muito satisfeito. Ainda tenho que evoluir e sinto que tenho margem de progressão, mas penso que hoje provámos que poderemos ser um factor na luta pelas melhores posições das restantes corridas da época”, concluiu motivado Miguel Lobo.

 

A próxima prova do Single Seater Series disputa-se no Autódromo do Estoril nos próximos dias 16 e 17 de Julho.MLobo FT_16004_1_Copy_Copy

 

DUNLOP E AS CORRIDAS DE MOTO 2 E 3

 

Máxima concentração das equipas Dunlop para as corridas de junho de Moto2 e Moto3

 

Ambas as competições começam com entusiasmo depois das emocionantes disputas na Europa

 

Brad_Binder_triple_winner_Moto3Os Campeonatos Mundiais FIM de 2016 de Moto2™ e Moto3™ permanecem na Europa para as sétima e oitava corridas, que decorrerão em Barcelona-Catalunha, em Espanha, a 5 de junho, e em Assen, na Holanda, a 26 de junho. Algumas grandes batalhas que têm vindo a ocorrer asseguraram que as vitórias de ambos os campeonatos permanecem completamente em aberto. A luta pela vitória do prémio da Liga Dunlop #ForeverForward também está cada vez mais concorrida nos primeiros lugares, sendo que uma diferença de dez pontos abrange os três primeiros classificados.

 

Resumo de maio – Le Mans e Mugello

Na quinta corrida, no circuito de Le Mans, ocorreu uma intensa batalha concorrida entre os pilotos de Moto2 na ronda de qualificação, e havia apenas um segundo de distância entre os principais 16 classificados. Thomas Luthi manteve a velocidade e alcançou um quarto lugar de partida na sua carreira, o seu primeiro de 2016, com uma volta com um tempo que quebrou recordes de 1:36.847. O vencedor da corrida foi Alex Rins, o que constituiu a sua segunda vitória do ano.


No campeonato de Moto3, ocorreu outra batalha altamente renhida nas rondas de prática e qualificação, e o vencedor da primeira corrida, Niccolo Antonelli, alcançou também um quarto lugar de partida da sua carreira. Uma luta pela liderança ocorreu na corrida entre quatro pilotos, incluindo os principais três aspirantes a campões do campeonato, e Brad Binder alcançou a sua segunda vitória sucessiva em Moto3.

 

A sexta corrida em Mugello deu origem a mais duas excitantes corridas. O líder do Campeonato de Moto3, Brad Binder, alcançou uma terceira vitória consecutiva, numa corrida onde os primeiros cinco lugares estavam separados por um tempo de apenas 0,77s. O detentor do primeiro lugar de partida, Romano Fenati, alcançou o seu terceiro lugar nos primeiros lugares de partida, com um tempo de volta de 1:57,289, um pouco abaixo do recorde de volta da pista, sendo que os principais 12 pilotos são cobertos por um tempo de distância de um segundo. No Campeonato de Moto2, Sam Lowes manteve a sua paixão com o circuito de Mugello, tendo alcançado um segundo lugar consecutivo no circuito italiano (o seu terceiro em 2016). O atual campeão do campeonato de Moto2, Johann Zarco, atravessou a meta como o vencedor, tendo alcançado a sua segunda vitória do ano após uma batalha entre seis pilotos pelo primeiro lugar, enquanto Lowes acabou a corrida em terceiro lugar para retomar a liderança do campeonato. 


Liga #ForeverForward de 2016

Após seis corridas, a batalha pelo prémio da Liga Dunlop #ForeverForward está igualmente concorrida. O piloto que conquistou mais posições em França foi o piloto de Moto3, Maria Herrera, que conquistou 12 posições durante a corrida de Moto3. No Campeonato de Moto2, os pilotos Hafizh Syahrin e Xavier Simon efetuaram as melhorias mais significantes, avançando nove posições em relação à sua posição inicial. No circuito de Mugello, o piloto Juanfran Guevara em Moto3 alcançou as principais honras e conseguiu a melhor pontuação, tendo conquistado uns espetaculares 20 lugares; ao passo que a melhoria de dez lugares do piloto de Moto2, Hafizh Syahrin, o colocou em terceiro lugar no geral.

 

Classificação Dunlop Liga #ForeverForward após seis corridas:

 

  1. 1. Maria Herrera58
  2. 2. Brad Binder51
  3. 3. Hafizh Syahrin48
  4. 4. Dominique Aegerter35
  5. 5. Xavier Simeon33
    1. 6. Robin Mulhauser33
    2. 7. John McPhee33

    A tabela completa da Liga #ForeverForward pode ser consultada aqui.

     

    Corrida 7: Barcelona-Catalunha, Espanha – 5 de junho

    •  A mudança súbita da direção do vento torna este circuito um dos mais desafiadores do calendário do campeonato.

    Factos sobre o circuito da Catalunha:

    •  Comprimento: 4,7 km
    •  Curvas à esquerda: 5
    •  Curvas à direita: 8
    •  Pontos de energia: Elevado
    •  Desvio esquerda: direita: 40%/60%

    Alocação de pneus para o circuito da Catalunha:

  6. Moto2

    Dianteiros: Macio «1» (preto sobre fundo amarelo) / Médio «2» (preto sobre fundo prateado)

    Traseiros: Rígido «4» (branco sobre fundo preto) / Rígido Especial «S1» (prateado sobre fundo preto)

     

     

    Moto3

    Dianteiros: Macio/Médio

    Traseiros: Macio «S1» / Médio «M1»

     

    Destaques do circuito da Catalunha de 2015

     

    •  A introdução do novo perfil do pneu dianteiro e compostos atualizados significou que todos os recordes foram batidos nas corridas de Moto2 e Moto3;
    •  A corrida de Moto2 foi 7,5 segundos mais rápida do que no ano anterior;
    •  No campeonato de Moto3, Efren Vazquez reduziu o recorde da volta anterior em meio segundo;
    •  O campeão eleito, Danny Kent, alcançou a vitória em Moto3 por apenas um tempo de 0,035 s;
    • Os principais seis qualificados ocuparam os principais seis lugares na corrida de Moto3.

       

      Corrida 8: Assen, Holanda – 26 de junho

       

      •  A mais antiga corrida permanente no calendário, o circuito de Assen, tem sido anfitriã de provas do campeonato Mundial anualmente desde 1949;
      •  O circuito é estreito e tem rápidas mudanças de direção e é um dos preferidos dos pilotos;
      •  Numa mudança em relação a anos anteriores, todas as corridas em 2016 serão realizadas num domingo.

      Factos sobre o circuito de Assen:

      •  Comprimento: 4,5 km
      •  Curvas à esquerda: 6
      •  Curvas à direita: 12
      •  Pontos de energia: Médio

      Desvio esquerda: direita: 35%/65%

      Alocação de pneus para o circuito de Assen:

       

      Moto2

      Dianteiros: Macio «1» (preto sobre fundo amarelo) / Médio «2» (preto sobre fundo prateado)

      Traseiros: Rígido «3» (amarelo sobre fundo preto) / Rígido «4» (branco sobre fundo preto)

       

      Moto3

      Dianteiros: Macio/Médio

      Traseiros: Macio «S1» / Médio «M1»

       

      Destaques do circuito de Assen de 2015

       

      •  Todos os recordes de Moto2 e Moto3 foram batidos;
      •  Em ambas as categorias, 24 pilotos tiveram tempos inferiores ao recorde de volta do ano anterior;
      •  Em Moto2, o detentor da primeira posição de partida, Johann Zarco, alcançou a vitória numa corrida que foi interrompida por um derrame de óleo na primeira volta, sendo que a distância da corrida foi reduzida em oito voltas para um total de 16 voltas;
      •  O piloto de Moto3, Enea Bastianini, ultrap

         ultrapassou o recorde da ronda de qualificação para a primeira posição de partida em um segundo, sendo que 10 pilotos obtiveram tempos abaixo do recorde;

        •  Miguel Oliveira iniciou a corrida de Moto3 na sexta posição e alcançou a vitória com uma diferença de apenas 0,066 s.

         

        Especificações de pneus para a época de 2016

         

        As especificações de pneus para 2016 permanecem semelhantes aos da última época, mas em Moto3 vai ser introduzido o pneu H3 nos pneus traseiros. Este pneu está mais próximo do composto 'médio' em termos de características do que o pneu H2 de 2015. O pneu H3 disponibiliza pelo menos o mesmo desempenho que o H2 mas com um aumento da durabilidade.

         

        Em resposta ao feedback fornecido pelos pilotos de Moto2, este ano eles terão a opção de escolherem o pneu H4 que é ligeiramente mais firme e disponibiliza um desempenho semelhante mas com um aumento da durabilidade em comparação com a alternativa do pneu H3 favorecida em 2015 em determinados circuitos.

         

      • Moto2

        Moto3

        Macio «1» (logótipo ‘Dunlop’ preto sobre fundo amarelo) Dianteiros e Traseiros

        Macio «S»/«S1» (preto sobre fundo amarelo) Dianteiros e Traseiros

        Médio «2» (preto sobre fundo prateado) Dianteiros e Traseiros

        Médio «M»/«M1» (preto sobre fundo prateado) Dianteiros e Traseiros

        Rígido «3» (amarelo sobre fundo preto) Dianteiros e Traseiros

        Rígido «H3» (amarelo sobre fundo preto) Traseiros

        Rígido «4» (branco sobre fundo preto) Traseiros apenas

         

        Rígido Especial «S1» (prateado sobre fundo preto) Traseiros apenas

         

        Rígido Especial «S2» (preto sobre fundo prateado) Traseiros apenas

         Brad Binder_triple_winner_Moto3_Copy

 

GT EM INGLATERRA

 

Devon Modell reunites with TF Sport for GT3 Le Mans Cup 'Road to Le Mans' assault

Devon Modell will be reunited with TF Sport and former teammate Andrew Jarman in the Michelin GT3 Cup’s ‘Road to Le Mans’ race, which supports the legendary 24 Hours of Le Mans at Circuit de la Sarthe (18 June).

Modell – a member of the Aston Martin Evolution Academy – and Jarman will be one of 17 driver pairings on a 39-car grid that’s high in quality and will also feature 22 LMP3 prototypes from the ACO series.

The former teammates reunite for the first time since 2014 when they amassed race wins and several podium finishes en route to the runner-up spot in the British GT4 classification, but this time they will share a TF Sport-prepared Aston Martin V12 Vantage GT3.

The one-hour ‘Roar to Le Mans’ race – Round 2 of the newly-established GT3 Le Mans Cup – will act as a precursor to the 2016 edition of the legendary 24 Hours of Le Mans, which last year attracted 30million television viewers and more than 630,000 trackside spectators.

Kent resident, Modell, is looking forward to cutting his teeth at Circuit de la Sarthe and believes he can deliver a solid result for TF Sport while the British team’s championship-leading drivers, Salih Yoluc and Euan Hankey, concentrate on pushing forward with their GT3 Le Mans Cup title bid.

“It’s a real pleasure to be reuniting with TF Sport and Andrew (Jarman), and it’s particularly special that it’s happening for a race that’s running in support of the 24 Hours of Le Mans,” said Modell. “It’s every driver’s dream to race at Circuit de la Sarthe and this will serve as a real opportunity to cut my teeth on the track and get a taste of what racing in the 24 Hours is like. As a member of the Aston Martin Evolution Academy, I have experience with the V12 Vantage and I’m sure I can apply all of my GT3 experience to achieve a great result for TF Sport, which has already experienced success in the Michelin GT3 Le Mans Cup.”

 

alt
alt
alt

 

BARBOSA VAI LUTAR PELA VITÓRIA EM LOULÉ

 

Miguel Barbosa vai lutar pela vitória

Piloto do BP Ultimate Vodafone Team está confiante num bom resultado


Miguel Barbosa
, acompanhado por Miguel Ramalho, completou hoje o prólogo da Baja de Loulé, a terceira etapa do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, no segundo posto da classificação geral.

O piloto do BP Ultimate Vodafone Team, que se apresenta aos comandos do Mitsubihi Racing Lancer, impôs um ritmo rápido e eficaz tendo demorado 17m35s30’ a realizar as duas passagens de 9,07 quilómetros que compunham o prólogo que se disputou esta tarde em Loulé.

Miguel Barbosa, que não registou problemas de maior na primeira etapa desta Baja algarvia, mostrou-se satisfeito com o trabalho realizado e acredita que pode assegurar um bom resultado: “o prólogo desta Baja de Loulé era bastante técnico e estava um pouco escorregadio. Mas, apesar de tudo, conseguimos fazer boas passagens e imprimimos um bom ritmo. Cometemos alguns erros, no entanto, estamos bastante confiantes e sabemos que podemos conquistar uma boa classificação. O carro está excelente e por isso amanhã vamos partir 100% ao ataque”, referiu o piloto do BP Ultimate Vodafone Team.

Amanhã, na Baja de Loulé, serão disputados dois troços cronometrados, um com 201 e outro com 82 quilómetros.Miguel Barbosa_cumpre_amanha_a_segunda_etapa_da_Baja_de_Loule_CopyMiguel Barbosa_foi_segundo_no_prologo_da_Baja_de_Loule_Copy

 

MAN APRESENTA MINIATURA DE JACINTO

MAN apresenta miniatura do camião de Elisabete Jacinto


Elisabete Jacinto está orgulhosa com o resultado do trabalho executado com a miniaturaElisabete Jacinto concretizou hoje um dos seus sonhos ao ver reproduzido o seu camião de competição numa miniatura à escala 1/50. A MAN Truck&Bus Portugal respondeu ao repto lançado pela piloto e avançou com a produção de vários exemplares do MAN TGS de competição da equipa OLEOBAN/MAN Portugal reproduzindo a decoração da edição do rali Africa Eco Race de 2016.

MAN reproduz camião de competição de Elisabete Jacinto à escala 1 50Ao contrário do TGS original, esta miniatura é 100% produzida em Portugal. Trata-se de um trabalho de minucia levado a cabo pelos profissionais Margarida Antunes e Fernando Lopes que, com toda a arte e perícia, reproduzem manualmente todos os detalhes da versão original. O resultado final é uma peça em resina poliuretanica rígida que reproduz exatamente o veículo com o qual Elisabete Jacinto e a sua equipa se classificaram no pódio no rali Africa Race deste ano.

MAN TGS de competição da equipa OLEOBAN é agora uma peça de colecçãoElisabete considera este trabalho uma verdadeira obra arte e sente-se orgulhosa por poder partilhar com os amigos, patrocinadores e todos os aficionados esta peça de colecção: “ter uma miniatura do meu camião é um sonho antigo que, por uma razão ou por outra, só agora foi possível concretizar. O nosso camião é único, não só no seu aspecto exterior mas também ao nível de todas as alterações mecânicas que fomos introduzindo ao longo do tempo. Esta pequena miniatura representa todo o nosso trabalho, empenho, dedicação e ambição. É uma peça de coleção que vai permitir imortalizar todo o desempenho da nossa equipa” contou a piloto portuguesa.

Esta miniatura produzida em Portugal estará também disponível em Espanha.MAN Copyman reproduz_camio_de_competio_de_elisabete_jacinto__escala_1_50_Copyman tgs_de_competio_da_equipa_oleoban__agora_uma_pea_de_coleco_Copy

 

TT NO BRASIL

 

A rede de concessionárias dos produtos BRP conta com nova loja para prestar suporte diferenciado ao público do Sul da Bahia. A Vittacar de Teixeira de Freitas está em funcionamento e já é referência com os veículos off-road e roadsters da Can-Am, as motos aquáticas da Sea-Doo e os motores de popa da Evinrude.

O empreendimento representa ampliação dos negócios do Grupo Vitta, conhecido pela forte atuação em Vitória (ES), onde possui duas lojas Vitta Naútica, e em Linhares (ES), com a Vitta Motorsports. “A nossa presença em Teixeira de Freitas é estratégica, a cidade é o principal pólo econômico do extremo Sul da Bahia. Pela proximidade com o Espírito Santo, a tendência era expandir os negócios para essa região e agora temos a estrutura completa para comercialização, assistência técnica e suporte de peças dos produtos”, explicou Bruno Ferreguete, proprietário do Grupo Vitta.

A localização da concessionária é privilegiada em todos os sentidos. “Estamos na Getúlio Vargas 1508, a principal avenida de Teixeira de Freitas, em um espaço de 500 metros quadrados. A região inclui o litoral sul da Bahia, perfeito para os usuários das motos aquáticas Sea-Doo e motores Evinrude, e muitos locais para aproveitar os veículos da Can-Am, tanto o roadster Spyder quanto os quadriciclos e UTVs. A nova loja tem muito potencial de vendas, o que já foi confirmado em apenas uma semana, desde que inauguramos no dia 24 de maio”, acrescentou.

Vittacar Teixeira de Freitas (BA)
Endereço: Avenida Getúlio Vargas, 1508, São José
Telefone: (73) 3291-0474
Horário de funcionamento: De segunda a sexta-feira, das 8h às 18h; Aos sábados, das 8h ao meio-dia

Polenta Off-Road – A Vitta Náutica marcou presença na 28ª edição do Polenta Off-Road, realizado entre os dias 19 e 22 de maio em Venda Nova do Imigrante (ES). Apoiadora do tradicional evento, a concessionária expôs produtos BRP em seu estande e chamou a atenção do público. “Apresentamos os UTVs e quadriciclos da Can-Am, um deles com o Kit de Esteira Apache, que substitui as rodas dos quadris e sempre gera curiosidade. As motos aquáticas da Sea-Doo também fizeram bastante sucesso”, contou Ferreguete.

O Polenta Off-Road teve como palco o Centro de Eventos Padre Cleto Caliman, o Ginásio do Polentão. O evento reuniu uma série de atrações relacionadas aos esportes de aventura, como mountain bike, quadriciclos, UTVs, carros 4x4, motocicletas, vôo livre e trail run. “A Can-Am ainda foi vencedora da prova de velocidade para quadriciclos na categoria até 570 cilindradas. O campeão foi Carlos Eduardo Altoé, a bordo do Oultander 500 DPS”, concluiu.

Sobre a BRP - ACESSE


Vittacar em Teixeira de Freitas (BA), novidade na rede de concession�rias BRP
Cr�dito: Divulga��o/Grupo Vitta

Vittacar em Teixeira de Freitas (BA), novidade na rede de concession�rias BRP
Cr�dito: Divulga��o/Grupo Vitta

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt