In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

F3 NA ALEMANHA

 

 

f31f32f34f35f36f37f38f39f40f41f42f43f44f45f46f47

 

ABREU ATINGIU OBJECTIVO

 

Piloto madeirense disputar quinta prova do Campeonato de Portugal Sport Protótipos
Francisco Abreu


vice-Campeão Nacional

Francisco Abreu_1Francisco Abreu_2
Francisco Abreu venceu a primeira corrida da quinta e última prova do Campeonato
de Portugal de Sport Protótipos (CPSP) disputada este fim de semana no Autódromo
do Estoril. E quando se preparava para saborear uma nova vitória na segunda corrida,
um dos pilotos da equipa belga formada por Donald Naessens e Win Jens – única que
estava na luta pelo título com o piloto madeirense na categoria C3 – cometeu um
erro de pilotagem após ser advertido com uma bandeira azul: desviou-se para o lado
direito e embateu no Radical SR3 de Francisco Abreu obrigando a desistir.
À partida para a quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos (CPSP),
Francisco Abreu estava na segunda posição da categoria C3 do Campeonato de Portugal de
Sport Protótipos, com uma desvantagem de 16 pontos face à dupla belga formada pelos
pilotos Donald Naessens e Win Jens, sendo os únicos que podiam lutar pelo título, já que
britânico Colin Bain ficou afastado dessa possibilidade na última prova disputada no
Autódromo Internacional de Portimão. Contudo, se Francisco Abreu vencesse as duas corridas
e os belgas terminassem uma corrida na segunda posição e outra na terceira, o piloto
madeirense sagrava-se campeão nacional.
Na primeira corrida, o jovem madeirense de apenas 19 anos de idade, cumpriu o que lhe
competia e venceu com autoridade, deixando a uma distância bastante significativa Donald
Naessens e Win Jens na segunda posição. Na segunda corrida, Francisco Abreu rapidamente
assumiu a liderança, mas logo depois ficou a saber que o britânico Colin Bain, o único que
podia ombrear com os belgas, tinha desistido logo na partida com problemas na embraiagem,
pelo que teve desde logo de se contentar com o vice-campeonato, já que Donald Naessens e
Win Jens ao terminarem na segunda posição seriam campeões.
O piloto português prosseguiu o seu trabalho mas, como se não bastasse, foi obrigado a
desistir, já que um dos pilotos da equipa belga após ser advertido com uma bandeira azul,
desviou-se (erradamente) para o lado direito e embateu no Radical SR3 de Francisco Abreu
que acabou por ficar imobilizado após embate forte com uma das rodas traseiras num ‘rail’.
Francisco Abreu poderia ter-se apresentado no Autódromo do Estoril praticamente para o
momento de consagração, não fossem os problemas mecânicos com que se deparou na
terceira jornada, disputada no mítico Circuito da Boavista, pois logo no início da Corrida 1 o
motor do seu Radical SR3 ‘partiu’, impedindo-o de somar qualquer ponto na prova, já que
também não pôde alinhar na Corrida 2. Dos 50 pontos que estavam em discussão, o piloto
madeirense viu-se confrontado com o facto de não poder totalizar nenhum.
Ainda assim, Francisco Abreu lutou até final e provou em pista que, sem problemas mecânicos,
o título de Campeão Nacional de Sport Protótipos da categoria C3 jamais lhe escaparia, apesar
de se ter estreado este ano na competição, na qual somou seis vitórias em 10 possíveis.

 

INÁCIO E MACHADO COM DIFICULDADES NO ESTORIL

GONÇALO INÁCIO E CÉSAR MACHADO COM DIFICULDADES NO ESTORIL

 

 

Mais um fim-de-semana para esquecer, quando íamos em segundo da geral a trás do Ivan Belarossa fiquei sem treinos e não evitei uma saída no final da recta interior. Os problemas mecânicos não foram solucionados para a segunda corrida não sendo possível participar na mesma. Campeonato para esquecer. Fica a experiência e aprendizagem. Venha 2014 com mais sucesso  Obrigado também a todos os que me apoiaram durante toda a época 

 

EXPERIENCIA POSITIVA PARA IRMÃOS SÁ SILVA NO ESTORIL

Não foi desta que a dupla Paulo e Luís Sá Silva puderam saborear um merecido podium. Numa altura em que o 2º lugar estava próximo, uma possível fuga de óleo causou algum aparato, primeiro com fumo e depois com fogo. Fica para uma próxima oportunidade, porque o talento aqui corre nas veias!

 

FELIX DA COSTA COM MAGRA RECOMPENSA

Félix da Costa termina no terceiro lugar a temporada da World Series by Renault

A segunda corrida, disputada hoje, foi ganha pelo dinamarquês Kevin Magnussen, que já tinha triunfado na corrida de sábado e garantido a conquista do campeonato.

Atrás de Kevin Magnussen, que assegurou o título com um total de 224 pontos, terminou o belga Stoffel Vandoorne, com 181, que assegurou a segunda posição no World Series com 19 pontos de vantagem sobre o piloto português.

Agência Lusa

 

BANHADA EM FUJI

BANHADA EM FUJI

 

A Toyota foi a vencedora em Fuji, numa prova deveras estranha, em que a chuva levou a que por diversas vezes entrasse em pista o safety car, e assim pouco tempo os carros rodaram em pista.fuji1fuji2fuji3fuji4fuji5fuji6fuji7fuji8fuji15fuji100fuji101fuji102fuji103fuji104fuji105fuji106fuji107fuji108fuji109fuji110fuji111fuji112fuji114fuji116fuji117fuji118fuji119fuji120fuji122fuji123fuji124fuji125fuji126fuji127fuji129fuji130fuji131fuji132

 

GALERIA IMAGENS

GALERIA IMAGENS

DTM

 

 

Grupo de imagens da prova de DTM que teve lugar este fim de semana na Alemanha,por sinal a de encerramento desta época.DTM1DTM2DTM3DTM4DTM5DTM6DTM7DTM8

 

ALGARVE CLASSIC FESTIVAL

 

Historic Endurance Series 2013


Algarve Classic Festival



Historic Endurance deu brilho ao Algarve

DSC 7663
 46 carros participaram na quarta prova do Historic Endurance Series, no Algarve.
 “Índice de Performance Frederique Constant” ganho por Fernando Soares
 Muita animação e espírito de união definem este evento ibérico
A pista de Portimão foi uma vez mais palco do Algarve Classic Festival. Este tão aguardado fim de semana contou com a valiosa presença do Historic Endurance, que teve papel de destaque com a maior lista de inscritos, com a notável marca de 46 carros. O vencedor do Índice de Performance Frederique Constant foi Fernando Soares, com o seu Mini Cooper S e, à geral, a dupla José e Francisco Albuquerque, em Ford GT40.
As expectativas no moderno circuito do Algarve eram altas. Na máquina do tempo personificada no Algarve Classic Festival, que contou com mais de 160 clássicos de competição e mais de 250 pilotos, o Historic Endurance apresentou-se com uma grelha eclética, que variava dos tradicionais Datsun 1200 aos raros Ford GT40 e Bizarrini GT5300. Duas corridas de 50 minutos cada, com troca de pilotos obrigatória e incerteza no final, proporcionaram momentos únicos aos pilotos participantes, que desfrutaram ao máximo do seguro traçado algarvio.
Para ajudar à festa, a óptima temperatura que se sentia no Algarve foi, por vezes, interrompida por aguaceiros. Assim, a qualificação foi realizada com a pista a secar, com os tempos a caírem progressivamente ao longo da sessão. Mário Silva, em Porsche 911 3.0 RS, usou a sua experiência para alcançar a pole-position, sobrepondo-se ao inglês Paul Pochciol, em Ford Capri e ao espanhol Jesus Fuster, também em Porsche. No Índice de Performance, Martin Aubert / Miguel Wassmann lideravam a tabela, no seu carismático Lotus Elite.
A primeira corrida, premiada com o desejado sol algarvio, teve emoção até ao fim. Frank Stippler, piloto oficial da Audi, saltou da 8ª posição da grelha para a liderança em poucas voltas. O consagrado piloto português Mário Silva e o irreverente Jesus Fuster lutavam pela 2ª posição. Durante a troca de pilotos, Mário Silva furou um pneu do seu Porsche amarelo, colocando um ponto final das suas aspirações para esta corrida. Numa recuperação espantosa desde a 17ª posição, o Ford GT40 da dupla pai e filho José e Francisco Albuquerque saiu da troca de pilotos em 2º. No final da corrida, José Albuquerque aproxima-se de Georg Nolte, agora conduzindo o seu Bizzarini, passando-o apenas com quatro voltas para o final. Jesus Fuster, na perseguição, conseguiu ainda alcançar o 2º posto. A dupla espanhola Luis Delso / Carlos de Miguel venceu a categoria H-71.
Na segunda corrida, Mário Silva, com a pista a secar após aguaceiros inesperados antes do início da prova, superiorizou-se e dominou até praticamente ao final. A duas voltas da bandeira de xadrez, Francisco Albuquerque surpreendeu o piloto lisboeta para felicidade da equipa do GT40 nas boxes. De assinalar a excelente corrida do antigo piloto de Le Mans, o inglês John Sheldon, que
com o seu Lotus Elan terminou em 3º da geral na segunda corrida no circuito do Algarve. A categoria de Históricos 71 foi ganha pela dupla Armando Pais / Francisco Gallego, levando a bom porto o seu Alfa Romeo 1750 GTAM.
Finalmente, o Indíce de Performance foi ganho pelo carismático Fernando Soares, que ao volante do seu Mini Cooper S ex-Manuel Gião, fez as delicias dos espectadores. O relógio Frederique Constant vai, no entanto, ser atribuido a João Sardinha / Miguel Monteiro, uma vez que este prémio só pode apenas ser atribuido uma vez a cada veiculo, visto que Fernando Soares já tinha vencido no Circuito da Boavista.
Após mais um fim de semana bastante elogiado por pilotos, equipas e organização, o jovem lisboeta Diogo Ferrão, responsável pelo Historic Endurance, manifestava uma vez mais o seu contentamento com o evento: “É gratificante fazer parte do Algarve Classic Festival. A enorme diversidade e raridade de máquinas históricas neste evento valoriza-o e torna-o aliciante para qualquer piloto. O espírito vivido entre os pilotos de várias nacionalidades é de louvar e motiva-nos a tornar este campeonato ainda mais sólido no futuro.”
O Historic Endurance termina a época com os 250km do Estoril, em Novembro. Uma prova de 2 horas realizada durante o fim-de-semana francês V de V para acabar a temporada com chave de ouro.
NOTA:
O Historic Endurance Series é um conjunto de provas, destinadas a veículos clássicos e históricos, disputadas isoladamente em Portugal e Espanha – no verdadeiro espírito “Gentleman Driver” – e em que o interesse desportivo se esgota no final de cada uma, não se tratando portanto de um campeonato ou troféu com uma classificação final. Cada evento do Historic Endurance tem duas corridas de 50 minutos cada.

 

ROMULO NA LUTA PELO TITULO

 

Taça do Mundo de Todo o Terreno

31 de Outubro a 2 de Novembro

Baja 500 Portalegre

Rómulo Branco vai lutar por título mundial

 

  • Vitória em Portalegre pode dar título a piloto luso angolano
  • Rómulo Branco já venceu em Espanha e na Hungria

 

A conquista de títulos mundiais por parte de pilotos nacionais poderá ainda não ter terminado em 2013. Se nas duas rodas Paulo Gonçalves se sagrou Campeão do Mundo, nos automóveis a derradeira etapa da Taça do Mundo terá lugar em Portugal, na mítica Baja 500 Portalegre, onde a dupla Rómulo Branco/João Serôdio se irá apresentar com justificadas ambições para conquistar o título destinado aos pilotos que competem com veículos da classe T2.

 

O piloto luso angolano ocupa atualmente, em parceria com o seu navegador João Serôdio, a 2º posição depois de já este ano ter triunfado em duas das seis corridas disputadas. Apesar da desvantagem para o piloto russo Alexander Baranenko, que soma apenas um triunfo, a vitória na prova portuguesa para onde Rómulo Branco parte com natural favoritismo poderá levá-lo à conquista do título.

 

“Quero em primeiro lugar felicitar o Paulo Gonçalves pela brilhante conquista deste título mundial, numa modalidade onde os pilotos portugueses têm, de há largos anos a esta parte, demonstrado uma enorme qualidade, que felizmente está agora a ser reconhecida pelas principais equipas e construtores mundiais. O Todo-o-Terreno é uma modalidade muito querida aos portugueses e também em Angola onde a modalidade cresce a olhos vistos. Somos reconhecidos pela qualidade das provas, pela capacidade de quem as organiza e também pelos resultados desportivos que conseguimos alcançar”, salienta Rómulo Branco que acrescenta:

 

Pela minha parte estou firmemente apostado em conquistar mais um título que dê muita alegria tanto a portugueses como angolanos. Vou claramente apostado em triunfar em Portalegre e acredito que com o apoio da equipa da Raliart, que prepara o nosso Mitsubishi Pajero, seja possível superar a desvantagem que atualmente me separa do Baranenko”.

 

A Baja 500 Portalegre, organizada pelo Automóvel Clube de Portugal, realiza-se entre os dias 31 de Outubro e 2 de Novembro

 

Classificação da Taça do Mundo - Pilotos T2 (após 6 provas)

1º Alexander Baranenko (RUS), 122 pontos; 2º Rómulo Branco (POR), 108; 3º Marcos Moraes (BRA), 97; 4º Denis Berezovskiy (KAZ), 50; 5º Ahmed Al Shegawi (SAU), 50. Rmulo BrancoRmulo Branco_Mitsubishi_Pajero

 

COMUNICADO APPAM

 

Comunicado

Recentemente emiti um comunicado no qual, enquanto Presidente  da Associação Portuguesa de Pilotos de Automóvel de Montanha (APPAM), fiz o balanço da época.

Na sequência desse comunicado recebemos críticas  – e estas são sempre bem vindas, quando num plano construtivo – nas quais é realçado o nosso esquecimento na valorização do trabalho desenvolvido  pelos órgãos de comunicação suportados na Web, como portais internet, websites, blogs ou outros formatos.

Ora, não é intenção nem forma de estar da APPAM, esquecer os nossos parceiros e muito menos os nosso amigos.  Simplesmente, focamos o comunicado nas principais novidades de 2014 e esse bom trabalho que tem vindo a ser desenvolvido pelos média electrónicos, de forma alguma é uma  novidade.

Entendemo-los como parceiros fundamentais, como “gente da casa” e por isso não termos descriminado esse mesmo bom trabalho no comunicado emitido. Mas, para que dúvidas não existam,  vimos por este meio realçar o bom trabalho que os órgãos de comunicação social suportados na Web sempre desenvolveram connosco e que em 2013 não foi excepção.

 

Joaquim Teixeira

Presidente da APPAM

 

MARTINS E FERREIRA CAMPEÕES

 

Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira campeões Desafio Único FEUP 3 2013

 

A dupla de pilotos da Roadgalaxy, João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira, que corre com as cores da ENI, Fluidotrónica, Powercoaching, AraxGazzo, Kartódromo de Oiã, Globaz, Norfer,Ambienergy, Cerveja Vadia, Eumel, RayJustEnergy Drink, Konica Minolta, Páginas Coloridas, Molfil e Quinta do Estanho, apoiados pelo Moçambique Motorsport, conquistou o título de Campeã do Desafio Único FEUP 3 2013, no autódromo do Estoril.

Os pilotos da Roadgalaxynecessitavam de um quarto lugar para se sagrarem campeõesmas, como tinha previsto João Rebelo Martins ao longo da semana passada, não iria ser fácil: com o carro lastrado em 60 kg e com a intensa disputa pelos lugares cimeiros, nem tudo eram favas contadas.

Nos treinos livres e cronometrados, o carro apresentou-se com um excelente acerto dinâmico mas, desligava-se e não voltava a trabalhar. Mesmo assim, a dupla da Roadgalaxy partia da quinta e quarta posição para as duas corridas do programa.

Antes da primeira corrida, dado o intenso trabalho da VettraMotorsport, o problema ficou, em parte, solucionado mas obrigou João Rebelo Martins a partir da linha de boxes, em vez de ocupar o seu lugar na grelha de partida. O décimo lugar foi o melhor possível.

Com isto, as contas do título alteraram-se significativamente e obrigava a que a dupla ganhasse a segunda corrida do programa.

Melhor dito melhor feito!

João Rebelo Martins arranca da segunda linha da grelha de partida e assim se mantém, encostado aos líderes, até à troca de pilotos. A partir daí, Tó Zé Ferreira foi ganhando posição atrás de posição, até chegar a primeiro.

No somatório das duas corridas o Alfa Romeo da VettraMotorsport classificou-se me quarto lugar, suficiente para João Rebelo Martins e Tó Zé Ferreira serem campeões.

No final, visivelmente emocionado, Rebelo Martins disse que “ foi um alívio, um peso que saiu de cima dos ombros. Esta vitória alcançada por mim, pelo Tó e pela Vettra, é dedicada a todos quantos nos apoiaram, que acreditaram nas nossas capacidades e que nos possibilitaram estarmos aqui a praticar o desporto que tanto amamos”.

Tó Zé Ferreira disse “ desde o início do ano que tentamos lutar pela vitória em todas as corridas e isso possibilitou-nos estarmos presentes em todos os pódios - excepto aqui no Estoril -, e conquistar uma vitória à geral e duas vitórias em mangas. Por isto, pela nossa regularidade, pela forma inteligente como sempre encaramos as provas, penso que a vitória em alcançada por nós é inteiramente justa. Obrigado a todos que sempre estiveram connosco nos bons e maus momentos”.

 Press Estoril

 

TROFEU ABARTH

 

Troféu Abarth 500 Portugal


Campeão no sub-25 anos

Ze Rodrigues_Estoril2_2013_2Ze Rodrigues_Estoril2_2013_pdio
José Rodrigues conseguiu este fim-de-semana o titulo de campeão
nos sub-25 anos na derradeira jornada do Troféu Abarth 500
Portugal que teve lugar no Autódromo do Estoril.
Na sua primeira temporada no automobilismo de velocidade, o
jovem piloto de Braga acabou por ter uma excelente prestação a
que juntou ainda um quarto lugar final em termos gerais: “Estou
muito satisfeito, pois nesta primeira época conseguir este
feito é muito bom para mim. Mostrei-me muito competitivo
em relação a pilotos com muitos anos de corridas”, adiantou
José Rodrigues, que salienta: “Esta conquista nem sequer era
um objetivo, mas ao longo da temporada os resultados
foram aparecendo e começou a ser. Em dez corridas venci
oito nos sub-25 anos e isso mostrou a minha
competitividade mesmo em termos gerais, pois não
conhecia nada nem os circuitos. Consegui mesmo ser o mais
rápido na corrida do Algarve e só foi pena, por pouco, não
ficar no pódio geral, sendo quarto, mas isto abre boas
perspetivas para o futuro”.
Sobre a prestação deste fim-de-semana: “Fiz o quinto tempo na
qualificação para a primeira corrida, e o segundo para a
segunda a apenas 96 centésimas de segundo do mais
rápido.
Na primeira prova arranquei bem e consegui chegar logo a
quarto e mais tarde ainda me juntei aos três primeiros.
Entretanto comecei a perder algum terreno e foi uma luta
muito grande para ficar em quarto e vencer os sub-25
anos”, explicou o piloto, que na segunda prova não terminou:
“Parti em segundo e cheguei logo a primeiro. Na curva 2,
alarguei a trajetória um pouco e baixei a segundo. Andámos
colados muito tempo, mas depois falhei uma travagem,
perdi algum tempo. Logo a seguir o adversário que vinha
trás de mim, travou tarde e acertou-me em cheio
provocando a minha desistência. Foi pena, porque tinha
todas as possibilidades de ser terceiro em termos gerais,
mas assim não deu”, concluiu.

 

4º LUGAR PARA VILELA E NEGRAIS

 

Estoril Motorsport Weekend


Quarto lugar para Tiago Vilela e Hugo Negrais

Vilela Negrais_Estoril2_2013_3
Tiago Vilela e Hugo Negrais concluíram a sua primeira participação no Challenge Desafio Único, Categoria 3, na quarta posição, depois de cumprida a última jornada da competição este fim-de-semana no Autódromo do Estoril.
Esta participação não foi de encontro aquilo que a equipa de Braga desejava para 2013, mas mesmo assim ficou a boa prestação evidenciada neste competitivo troféu com os Alfa Romeo 156: “Ficou mais que provado que tivemos andamento para discutir as vitórias ao longo da época. Foi pena o fator sorte não nos ter acompanhado, mas mesmo assim ficámos muito perto de estar nos três primeiros, que era o nosso objetivo”, adianta Tiago Vilela, em jeito de balanço, explicando depois a primeira corrida: “Arrancámos em sétimo e logo na terceira volta o Hugo Negrais já estava em primeiro. Estávamos a controlar bem a prova até à penúltima volta, onde eu perdi algum tempo a dobrar um concorrente atrasado. Nesta altura, perdi a liderança e terminei no segundo posto. Já depois da corrida terminar, fomos penalizados em 60 segundos, pois na troca de pilotos arrancámos 5 segundos mais cedo e isso ditou que terminássemos a corrida em sexto”.
Na segunda corrida, as coisas foram diferentes, mas o resultado também não foi o mais desejado: “Logo no arranque houve vários toques e o «safety-car» teve que entrar em pista. Isto afetou um pouco a estratégia que tínhamos delineado e apenas deu para sermos quartos”, disse Hugo Negrais, que não terminou sem: “Agradecer a todos os nossos patrocinadores, equipa e amigos, pois sem eles, nada disto era possível”.
HN Cover

 

FAISCA CUMPRIU MAIS UMA ETAPA

 

 

O PORTUGUÊS MIGUEL FAÍSCA CUMPRIU MAIS UMA ETAPA PARA A OBTENÇÃO DA LICENÇA INTERNACIONAL

 

O PORTUGUÊS MIGUEL FAÍSCA CUMPRIU MAIS UMA ETAPA PARA A OBTENÇÃO DA LICENÇA INTERNACIONAL

- Aos comandos de um Nissan 370Z, Miguel Faísca esteve em bom plano em mais uma prova em Inglaterra

- Com os resultados conquistados em Donington, o português está cada vez mais perto de conquistar a licença internacional. A par da experiência, este é o grande objectivo do programa que a Nissan está a desenvolver até ao final do ano

O português vencedor da edição deste ano do GT Academy cumpriu, este fim-de-semana, mais uma etapa da sua aprendizagem como piloto de corridas reais. Na pista de Donington, Miguel Faísca participou na jornada a contar para o Arrowpak Euro Saloon & Sports Car Championship, um campeonato com um regulamento técnico muito liberal e que conta com a participação de viaturas bastante diversas, a grande maioria bastante mais potentes do que o Nissan 370Z (quase de série) que tem à disposição até ao final do ano.

 

 

ALBUQUERQUE COM FINAL INGLÓRIO

 

Final inglório para Filipe Albuquerque

 

2013 hockenheim_albuquerque7Filipe Albuquerque terminou de forma prematura a última jornada da época do DTM que este fim-de-semana teve lugar no Circuito alemão de Hockenheim. Logo após o arranque e na tentativa de recuperar posições uma série de toques partiu um dos apoios da roda do Audi RS5 do piloto português que acabou por perder o controlo da sua máquina.

 

Um desfecho inesperado numa corrida que podia ser uma surpresa graças à chuva: "E também ao bom 'felling' que estava a sentir. Fiz um bom arranque mas naquela sequência de toques normais para ganhar posições, partiu-se o apoio da roda e perdi o controlo do carro. Lamentavelmente, foi o fim, pouco depois do arranque", disse Filipe que não chegou a completar uma volta limitando-se apenas a trazer o seu carro até às boxes.

 

Um final de época muito distante do esperado mas que infelizmente, desta vez, calhou a Filipe Albuquerque: "É uma sensação estranha acabar a temporada do DTM assim. Foi um ano complicado, com altos e baixos e estava seriamente confiante que nesta corrida podia protagonizar uma boa recuperação. Não aconteceu e agora há que olhar em frente sobretudo para os desafios que se avizinham", disse Albuquerque numa clara alusão à sua participação na última jornada do FIA GT no final do mês de Novembro.

 

Filipe deu assim por concluída a sua terceira época no DTM.

 

 

TERMINOU O CAMPEONATO

 

Eneos Campeonato de Portugal de Sport Protótipos- Estoril 2

Bellarosa ganha primeira, Gonçalo Araújo é Campeão da CN

O sol a brilhar no Autódromo foi a cereja no bolo para a prova final do CPSP , com um animada primeira corrida a dar a vitória ao rápido visitante Ivan Bellarosa, com uma volta rápida em 1:41:317, que disse: “para vir a esta prova, adaptámos os nossos carros, que lá fora têm grandes melhorias aerodinâmicas, ao vosso regulamento, que só permite carros até 2001, mas correu bem! Penso que o vosso Campeonato vai crescer muito nos próximos dois anos! ” A presença dos homens da casa-mãe terá inspirado António Ricciardi e Nuno Santos a conseguir a terceira vitória do ano, ultrapassando Ricciardi a dupla Mário Melo e Paulo Costa. Estes, ao ascenderem ao último degrau do pódio da CN, fizeram o melhor que podiam para contraria a vantagem pontual de Gonçalo Araújo, a quem o quinto lugar da corrida, mas terceiro em termos da pontuação, bastou para assegurar o título no Norma M20 FC que partilha com João Luís, que por virtude de ter faltado a uma manga na Boavista, se sagra por sua vez vice-campeão.

Na C3, a determinação de Francisco Abreu traduziu-se numa corrida espantosa em que o Funchalense colocou o menos potente Radical SR3 em terceiro da geral, mas a sua luta pelo título não foi ajudada pela melhoria da dupla Belga rival, que com o segundo da classe, mantém acesa a possibilidade de levar na segunda corrida de hoje o título da classe menor, salientando-se também o segundo lugar (não-pontuável) na estreia dos irmãos André e Tiago Marques.

Pos

Pilotos

Carro

Cat

Pontos

1

Ivan Bellarosa

Wolf GB08

CN

-

2

Nuno Santos/António Ricciardi

Wolf GB08

CN

25

3

Francisco Abreu

Radical SR3

C3

25

4

Mário Melo/Paulo Costa

Norma M20FC

CN

18

5

Gonçalo Araujo/ João Luís

Norma M20FC

CN

15

6

Tiago Marques/André Marques

Radical SR3

C3

-

7

Luís Martins/Daniel Azevedo

Juno CN

CN

-

8

Donald Naessens/Wim Geentjens

Radical SR3

C3

18

9

César Machado/Gonçalo Inácio

Norma M20F

CN

12

10

Paulo Sá Silva/Luis Sá Silva

Juno CN

CN

-

11

Colin Bain

Radical SR3

C3

15

12

Guglielmo Belotti/ Antonio Mastroberardino

Wolf GB08

CN

-

 ONR 0051pilotosprototipos

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

 

Brasileiro de Turismo: Leandro Romera cruza a linha de chegada em quarto na sexta etapa em Curitiba


A sétima e penúltima etapa da temporada está agendada para o dia 10 de novembro no circuito de Brasília, distrito federal

 A sexta etapa da 1ª edição do Campeonato Brasileiro de Turismo que aconteceu neste domingo (20) na cidade de Pinhais (PR), contou com um cenário de calor e céu aberto e mesmo com os relógios adiantados em 1h para o horário de verão o público da região compareceu para assistir o certame que teve largada às 9h15, no Autódromo Internacional de Curitiba. Para a J.Star Racing o saldo do final de semana foi positivo, pois foi a estreia da equipe na pista com os novos modelos pela categoria formadora de pilotos para a Stock Car.

Leandro Romera #88 fechou a etapa na quarta posição, após 25 voltas do circuito com 3.695 metros de extensão. "A corrida foi boa, estamos resolvendo vários problemas que tivemos durante o ano inteiro e em Curitiba conseguimos afastar essa questão, já foi um quarto lugar e a tendência daqui pra frente é evoluir", comemora o piloto.

Para a segunda etapa da categoria no ano em Brasília a expectativa do piloto Romera é de repetir um bom resultado. "Estávamos bem no início do ano durante os treinos naquela pista, mas choveu e não conquistamos o resultado esperado. Mas para essa próxima, seremos competitivos como estivemos nesta etapa", acrescenta.

Fernando Fortes #32 foi obrigado a abandonar após três voltas. "O motor havia sido trocado depois do segundo treino livre, mas durante a corrida começou a falhar novamente, entrei para box para verificar e fui obrigado a abortar a etapa", lamenta o piloto.

Acompanhe a prova - A sexta etapa terá transmissão na íntegra na Rede TV! neste domingo, às 13 horas VT.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Resultado da sexta etapa, após 25 voltas:

1) 80 Felipe Fraga, W2 Racing, 37min12s117
2) 71 Fabio Carreira, W2 Racing, a 2s906
3) 23 Marco Cozzi Carlos Alves, a 4s634
4) 88 Leandro Romera, J.Star Racing, 6s718
5) 56 João Pretto, Mottin Racing, a 6s871
6) 20 Wagner Ebrahim, Motortech Competições, 7s147
7) 44 Betinho Gresse, Nascar Motorsport, a 7s652
8) 5 Felipe Tozzo, Nascar Motorsport, a 9s299
9) 83 Gabriel Casagrande, Carlos Alves, a 9s559
10) 26 Raphael Abbate, Carlos Alves, a 13s943
11) 46 Luiz Ribeiro, Mottin Racing, a 14s234
12) 99 Carlos de Souza, RKL Competições, a 22s564
13) 4 Marcos Garcia, RKL Competições, a 1 volta
14) 11 Pedro Boesel, Hot Car Racing, a 3 voltas
15) 3 Tito Morestoni, Motortech Competições, a 5 voltas
16) Mauri Zaccarelli, Hot Car Racing, a 8 voltas
17) Fernando Fortes, J.Star Racing, a 22 voltas

Volta mais rápida: Felipe Fraga, 1min25s476, média de 155,62 km/h

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo

Etapa 1 - 2 de junho - Brasília - DF
Etapa 2 - 16 de junho - Cascavel - PR
Etapa 3 - 11 de agosto - Ribeirão Preto - SP
Etapa 4 - 1º de setembro - Cascavel - PR
Etapa 5 - 15 de setembro - Velopark - RS
Etapa 6 - 20 de outubro - Curitiba - PR

Etapa 7 - 10 de novembro - Brasília - DF
Etapa 8 - 15 de dezembro - Interlagos - SP

 

JOAQUIM TEIXEIRA EM BALANÇO

 

JOAQUIM TEIXEIRA, PRESIDENTE DA APPAM, FAZ O BALANÇO DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2013

No próximo dia 26 de Outubro realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, onde já está confirmada a presença de cerca de 30 associados, para analisar a época do CPM 2013, e do trabalho desenvolvido pela Direcção da APPAM, e propostas a apresentar à FPAK, sobre regulamentação, calendários e promoção.

O presidente da APPAM, Joaquim Teixeira acedeu a fazer o balanço da época que agora terminou, e das várias vertentes do trabalho desenvolvido pela Associação.

No início de 2013 dissemos que iríamos abraçar um novo projecto de dinamização e promoção do CPM.

Concluído o Campeonato é hora de a direcção da APPAM fazer o primeiro balanço da actividade do ano de 2013. A nível de associados aumentámos o número de 36 para 53. Reunimos com todos os Clubes Organizadores das provas do CPM e com todos eles conseguimos estabelecer um acordo que pudesse beneficiar os nossos associados, a nível de redução de valor da inscrição, mas também a nível de condições proporcionadas durante as provas, quer no aspecto logístico como a nível de segurança.

Conseguimos em parceria com o nosso promotor a empresa COMPLETA MENTE, e com o nosso patrocinador oficial a BOMPISO promover o Campeonato Portugal de Montanha em vários canais de televisão como a RTP2 e RTP informação, SPORTV, SIC Notícias, TVI 24, o Porto Canal, Local Visão, Regiões TV e a BOLA TV, conseguindo divulgar as imagens das nossas provas garantindo assim o retorno dos nossos patrocinadores que viram a imagem das suas empresas divulgadas a nível nacional.

Também a nível da comunicação escrita “conseguimos reportagens de várias páginas nas revistas Auto Foco, Auto Hoje, Expomotor, e o Jornal AutoSport, além de mais de 150 meios de comunicação de carácter nacional e regional, podendo deixar de realçar o trabalho que desde sempre e muito particularmente este ano, foi desenvolvido juntamente com os meios de comunicação suportados na Web.

Negociamos com a FPAK propostas para melhorar e tornar mais competitivo o CPM, e acho que conseguimos, atendendo que segundo os dados estatísticos o Campeonato Portugal de Montanha foi o campeonato que teve mais concorrentes, com uma média de 30 pilotos por prova, mais público, cerca de 200.000 espectadores o que dá uma média de 25.000 pessoas por prova.

Divulgamos as provas, as entrevistas, os resultados, as iniciativas e as provas na internet através do site (www.campeonatomontanha.com), Youtube e Facebook do CPM.

Conseguimos dinamizar as provas com diversas iniciativas, de promoção do patrocinador do CPM e dos pilotos, com sessões de autógrafos, e exposição de viaturas em vários locais das provas.

Conseguimos, como nos propusemos inicialmente, dar visibilidade à APPAM e notamos que em cada dia a APPAM passou a ter mais credibilidade e o reconhecimento de uma associação com objectivos bem definidos, que sempre se pautou pela defesa dos interesses colectivos em detrimento dos particulares e nesse aspecto a união de todos os associados é de enaltecer, porque mesmo em momentos de tensão onde foi necessário tomar posições sempre colocaram à frente a defesa do colectivo mesmo que individualmente fossem prejudicados, por tudo isto tenho de deixar aqui um reconhecimento público a todos os nossos associados.

Sei que nem tudo foi perfeito e que muito ainda está por fazer, mas acho que valeu a pena o sacrifico que os elementos da direcção tiveram de fazer, quer em disponibilidade, quer em deslocações para resolver todos os assuntos, porque acho que felizmente, em grande parte, foram resolvidos com benefício para a APPAM.

Um dos pontos que não conseguimos foi incentivar a participação dos mais novos no troféu de promoção 1300, no Troféu de Baixa Cilindrada de Clássicos, e no Troféu de Clássicos, que ficou muito aquém do que era desejável.

Por outro lado tivemos novos pilotos a aderir a este campeonato, que gostaram de o disputar e que têm intenção de repetir em 2014.

É claro que vai ser necessário fazer algumas alterações que permitam dinamizar e melhorar este campeonato, porque quanto maior for a divulgação e visibilidade melhor para todos os pilotos que nele participam.

Em 2014 vamos ter de analisar tudo o que não correu como pretendíamos, quer a nível de regulamentação do campeonato, quer na promoção, quer ainda na adesão de novos pilotos a este projecto.

No primeiro trimestre de 2014 vamos realizar a Assembleia Geral, onde vamos ter de apresentar o Plano de Actividades, e o Orçamento para 2014. Temos ainda de eleger os novos Órgãos Sociais para a APPAM, e espero que nessa altura apareçam associados com novas ideias e novos projectos para formar uma nova direcção que dinamize a associação, pois acho que está na altura de eu passar a presidência a um colega que possa fazer muito melhor do que eu consegui durante o meu mandato, e tenho a certeza que felizmente existem vários associados com esse perfil.

A direcção da APPAM já oficializou o pedido à FPAK do agendamento de uma reunião entre as direcções para se analisar o CPM 2014.

 

FELIX DA COSTA DESAPONTADO

FELIX DA COSTA DESAPONTADO

 

 

Declarações de campeão do nosso António!
E agora venha o futuro... Eu acredito!
Estou desiludido com este último fim-de-semana da época, mas ao longo da minha carreira aprendi a vencer junto com a equipa, mas também a perder com a equipa eeste foi sem dúvida um fim-de-semana complicado para nós. Sobre a época 2013 foi psicologicamente muito dura, com muitos problemas que nos impediram de lutar pelo titulo, mas também mostrámos o nosso valor sempre que possível e terminámos em 3º do campeonato com três vitórias conquistadas. Quero agradecer à Red Bull por todo o apoio que tem dado à minha carreira, aos meus parceiros pessoais e por fim aos meus apoiantes que são incansáveis em todos os momentos! —

 

LEITOR AINDA VAI A TEMPO

LEITOR - AINDA VAI A TEMPO

 

caro leitor.Quer passar uma tarde excelente?Então sugerimos uma visita ao Multiusos de Guimarães, onde está a decorrer até ao final de tarde de hoje mais uma exposição de clássicos, que merece óbviamente a sua visita, onde poderá ver muitas das máquinas que têm competido nas pistas em Portugal, em diferentes frentes.

 

expo1expo2expo3expo4expo5expo6expo7expo8expo9expo10expo11expo12expo14expo15expo16expo17expo18expo19expo20expo21expo22expo23expo24expo25expo26expo27expo28expo29expo30expo31expo32expo33expo34expo35expo36expo37expo38expo39expo40expo41expo42expo43expo44expo45expo46expo47expo48expo49expo50expo51henriquemendesexpo52expo53expo54expo55expo56

Fotos de Henrique Mendes - www.velocidadeonline.com

 

PORSCHE CLUB PORTUGAL EM VIDAGO

PORSCHE CLUB PORTUGAL EM VIDAGO

 

 

tal como tinhamos anunciado na edição de ontem o Porsche Club de Portugal, está este fim de semana em digressão com 43 participantes em Trás-os-Montes.A foto hoje publicada refere-se á chegada de toda a comitiva ao Vidago Pporschevidagoalace, perto de Chaves.

 

LAMY EM 6º NO JAPÃO

 

FIA WEC – Corrida encurtada pela chuva

Equipa de Pedro Lamy termina na sexta posição

 

 

A forte chuva que caiu no circuito de Fuji estragou por completo a corrida japonesa do Campeonato do Mundo FIA de Resistência. Foram apenas 3 horas de prova ao contrário das 6 inicialmente previstas, realizadas inteiramente atrás do “safety car”. Pedro Lamy, tal como vários outros pilotos, nem chegou a entrar em pista, com o seu companheiro de equipa Richie Stanaway a levar o Aston Martin nº 99 ao sexto lugar final da categoria GTE Pro.

 

“As condições meteorológicas bastante adversas obrigaram a organização a interromper a prova após 3 horas de corrida. Logo na volta de lançamento, com a pista bastante alagada e, tal como aconteceu com outros pilotos, o Richie Stanaway não evitou um pião, bateu e danificou a suspensão do carro, o que nos fez perder algum tempo e cair algumas posições”, referiu Pedro Lamy que acabou por não assumir os comandos do Aston Martin nº 99. 

 

“Foi uma corrida para esquecer. Sempre com o “safety car” em pista e sem qualquer hipótese de recuperação. A organização ainda nem sabe como será feita a atribuição dos pontos. Sinceramente, considero que nem chegou a haver corrida”, concluiu o piloto português.

 Plamy01 fuji

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MOTO GP - PHILLIPE ISLAND - AUSTRALIA

 

 

Grupo de imagens de mais uma prova de Moto GP, desta feita na Australia.moto1moto2moto3moto4moto5moto6moto7moto8moto9moto10moto11

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

FÓRMULA IDY - FONTANA

 

indy1indy2indy3indy4indy5indy6indy7indy8indy9indy10Mais uma série de imagens dos Fórmula Indy em Fontana - Estados UNidos.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGNES

 

 

DRIFT EM PORTUGAL

 

 

Grupo de imagens do drift que se pratica actualmente em Portugal.

 

 

dri1dri2dri3dri4dri5dri7dri8dri9dri10dri11dri12dri14dri15dri16dri17dri18dri19dri20dri21dri22dri23dri24dri25Fotos de Raurino Monteiro - www.velocidadeonline.com

 

OLIVEIRA CAIU

 

Phillip Island: Queda inicial impede luta por resultado desejado



Miguel Oliveira termina em 26.º lugar após arranque aparatoso



DG1 1368_1024x683DG1 2257_1024x670DG1 2292_1024x672Numa corrida de grupo, que apenas se decidiu nas últimas voltas, Miguel Oliveira viu negada a sua possibilidade de rodar com os da frente, após uma queda inicial que o impediu de fazer a prestação esperada. O piloto português terminou assim em 26.º lugar, depois de não ter desistido e de voltar a pegar na MGP30 após a queda.

A corrida da 16.ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP ficou marcada, para Miguel Oliveira, por uma sucessão de momentos menos favoráveis ao piloto, que acabaram por condicionar por completo a sua hipótese de uma melhor prestação. Depois de um arranque difícil, à semelhança de Sepang (ainda que melhor), que resultou desde logo na perda de algumas posições, o único luso em competição acabou mesmo por cair na primeira volta.

“Mais uma vez não arranquei como gostaria, um aspeto que tem de se melhorar”, começa por explicar Miguel Oliveira, no rescaldo da disputa. “Depois, na travagem para a primeira direita, travei demasiado forte e fiquei completamente destabilizado, toquei no Marquez e deu-se a queda”. Apesar do aparato, o piloto português, que no domingo passado subiu ao pódio na Malásia, não teve um momento de dúvida ou hesitação, e voltou à pista em seguida, revelando, mais uma vez, o espírito batalhador que o carateriza.

Embora não tenha conseguido melhorar tanto quanto gostaria, Miguel Oliveira chegou a recuperar algumas posições perdidas, nunca tendo desistido de dar o seu melhor, mesmo sob as condições atípicas geradas: “Voltei à corrida, mas a distância era demasiado grande. Esta mota não permite recuperar tempo sozinha e num circuito em que a aspiração é importante, torna-se difícil recuperar”, revela, ciente da prestação aquém do que pretendia e merece: “Saio desapontado porque um erro que cometi não me deixou alcançar um bom resultado”.

O percalço na Austrália não representa, contudo, um baixar de braços para Miguel Oliveira. O piloto português, que tem acumulado sucessivas conquistas nesta temporada do Campeonato do Mundo de MotoGP, está já focado na próxima corrida, não esquecendo a hipótese de subir ao 5.º lugar na classificação geral. “O meu pensamento já está no Japão onde espero estar novamente nos lugares da frente. Não quero deixar de agradecer aos meus fãs por todo o apoio que me dão durante todas as madrugadas”, conclui.

 

PORSCHE É NOTICIA

 

Top ranking na análise da indústria acadêmica pela revista " WirtschaftsWoche "

 

Clientes taxa Porsche Consulting como a melhor empresa de consultoria de gestão

 

Uma pesquisa acadêmica recente encomendada pela revista " WirtschaftsWoche " prova que a Porsche Consulting GmbH , com sede em Bietigheim -Bissingen , Alemanha, tem , de longe, a melhor reputação entre as empresas de consultoria , como avaliado pelas grandes empresas comerciais alemães. Esta fantástica reputação baseia-se principalmente no alto aumento no valor do lucro operacional que os consultores Porsche trazer para seus clientes. Ao mesmo tempo , a Porsche Consulting também alegou que o primeiro lugar na análise da indústria na categoria "Projeto de sucesso" : Os consultores da Suábia impressionado os acadêmicos e painel interdisciplinar , que era composta por vários especialistas , por acelerando significativamente o desenvolvimento de software processo no SAP AG, líder mundial em software empresarial e serviços relacionados com software . Como resultado, a Porsche Consulting também foi classificada entre as melhores em geral no "Best of Consulting" análise.

Para a análise das 40 maiores empresas de consultoria na Alemanha, Professor Dr. Lars Wellejus (Frankfurt am Universitária de Ciências Aplicadas ) e indústria expert Dr. Frank Höselbarth desempenho avaliado uma pesquisa realizada entre 1500 executivos . Os dois especialistas queriam saber dos clientes de consultoria , em termos muito específicos o impacto que o trabalho do projeto de consultores tinham em indicadores -chave de desempenho operacional. " Em vez de apenas fazer promessas , nós realmente produzir resultados tangíveis " , diz Eberhard Weiblen , presidente e CEO da Porsche Consulting. A base para o sucesso da empresa , Weiblen continua a dizer , é a combinação de duas habilidades essenciais: "Usamos conceitos experimentados e testados que provaram funcionar , tanto para o fabricante do carro esportivo Porsche e em uma ampla variedade de indústrias. e, graças à própria experiência profissional dos nossos consultores , eles são capazes de entusiasmar os gestores e empregados sobre as mudanças necessárias na implementação destes conceitos . "

O papel dos funcionários também foi o cerne do projeto SAP premiado. Os consultores foram convidados a encontrar formas de reduzir a morosidade do desenvolvimento e prazos de entrega de novos produtos de software, e, assim, aumentar o impacto dos produtos. Essas metas só foram alcançados , tendo supérfluos, não agregam valor tarefas longe dos desenvolvedores de software altamente especializados que trabalham em todo o mundo , essas tarefas impediria os desenvolvedores de ficar com a tarefa real na mão .

Ao adotar uma estrutura rígida e transparente para os processos de trabalho , foi possível para evitar quaisquer ajustes desnecessários e tempos de espera . Também houve melhorias significativas em termos de qualidade eo foco colocado sobre os clientes. Estabelecimento de equipes multi- funcionais , em que designers, desenvolvedores, especialistas do setor e especialistas em informação trabalhar em estreita cooperação em conjunto, também ajudou a trazer essas melhorias. Como resultado , o processo de desenvolvimento de software foi acelerado por 50 por cento . Desde então, a SAP tem sido muito mais rápida no lançamento de novos produtos .

Porsche Consulting GmbH, com sede em Bietigheim -Bissingen (Alemanha) , é uma subsidiária da fabricante esportivo Dr. Ing. . H.C. F. Porsche AG, sediada em Stuttgart , na Alemanha. Fundada em 1994 , a Porsche Consulting GmbH começou com apenas quatro funcionários, mas a equipe desde então tem crescido para mais de 350 pessoas. A empresa internacional tem quatro subsidiárias com sede em Milão (Itália ), São Paulo ( Brasil ), Atlanta (EUA) e Xangai (China). Porsche Consulting é uma das principais empresas de consultoria de gestão na Alemanha. A equipe de especialistas para a excelência operacional assessorar as organizações internacionais e empresas de médio porte que operam no automotivo, aviação, aeroespacial, indústrias de construção de plantas de engenharia mecânica e . Outros clientes incluem empresas da indústria farmacêutica , o setor de saúde, o setor de serviços e da indústria de bens de consumo .

 

MITSUBISHI CUP - BRASIL

Lucas Moraes e Kaique Bentivoglio vencem a 1ª etapa da rodada dupla da Mitsubishi Cup

Eles fizeram bem a tarefa de casa, aceleram conscientes do que buscavam e garantiram o 1º lugar em Mogi Guaçu. Mas, para amanhã, na mesma pista, a sorte está lançada



Toda etapa da Cup é um desafio. Mas, quando a pista, que já é seletiva e difícil por essência, ainda recebe o capricho da boa chuva de véspera, aí a história ganha outra dimensão. Pista lisa, escorrega. Cheia de curvas de nível sequênciadas então, haja força, braço, potência e explosão nas retomadas!

E porque difícil é bom
Essa foi uma etapa instigadora! Do jeito que Lucas e Kaique gostam, e com os melhores competidores mostrando o que sabem fazer quando o assunto é alta performance.

"A pista estava incrível! Acho que foi a mais bacana da temporada, mas vencer não foi fácil. Fechamos a 1ª volta com um 2º lugar, vencemos a 2ª e na terceira mais um 2º lugar. E essa briga por posições mostra como é difícil se manter dentre os melhores tempos para estar na disputa pela vitória. Resultados somados, vencemos na geral. Mas, essa foi só a 1ª rodada, amanhã tem mais. Neste momento é tempo de atenções já voltadas para a etapa de amanhã", conta Lucas

A Mitsubishi Cup, continua neste domingo, dia 20, a sua inédita rodada dupla em Mogi Guaçu. Amanhã, todos os competidores estarão de volta a mesma pista. O fato de já terem acelerado nela hoje, deve deixar o desafio ainda maior para amanhã. A expectativa é que as duplas baixem ainda mais os tempos.

Confira a programação deste domingo, 20 de outubro
Apoio e Pista: Acesso pelo KM 180 - sentido interior /capital - SP 342 / Rod. Gov Adhemar Pereira de Barros - (WP: -22º 17' 33,7" / -046º 54' 20,0")

8h - Largada da primeira bateria
10h30 - Largada prevista da segunda bateria
13h - Largada prevista da terceira bateria
16h30 - Início previsto da premiação da bateria

Cadu Rolim

Voar baixo é fundamental quando o assunto é velocidade
Alta | Web

Marcio Machado

Vitória na 1ª etapa da rodada dupla
Alta | Web

 

ACB ESTREIA-SE

 

ACB Racing estreia-se na Taça do Mundo FIA de TT com Bruno Oliveira

A ACB Racing continua com atividade intensa nos maiores palcos do desporto motorizado nacional. Na próxima semana a equipa estará no Pico onde termina a temporada do Campeonato dos Açores de Ralis e daí parte logo para o continente para dar assistência a Bruno Oliveira e Vânia Paim na Baja TT Portalegre 500, prova que integra a Taça do Mundo FIA de Ralis de Todo-o-Terreno, para além de também contar para o nacional da especialidade.

Logisticamente esta será uma operação complicada mas a estrutura da equipa liderada por António Castelo Branco foi trabalhada de maneira a desdobrar-se para as duas competições. "Já estão no continente todas os meios de que podemos necessitar na Portalegre 500, incluindo tendas, viaturas e restante equipamento. Felizmente a dimensão da nossa estrutura já nos permite trabalhar em fins de semana consecutivos em locais tão distantes do país como os Açores e o Alentejo", explica o Diretor Geral da ACB Racing.

A parceria com Bruno Oliveira faz todo o sentido para António Castelo Branco. "Tanto nós como o Bruno Oliveira estamos a conjugar esforços para levar o mais longe possível o nome dos Açores. Ao fim e ao cabo trata-se de juntar ao Açores TT Team uma equipa de assistência também ela açoriana e trabalhar para um objetivo comum que passa por dar à nossa terra o maior retorno possível e conseguir o melhor resultado que pudermos alcançar."

A Baja Portalegre 500 já vai na sua 27ª edição e é a mais importante prova de TT disputada em Portugal . Dia 1 de novembro será disputado um prólogo e no dia seguinte dois longos setores seletivos esperam os pilotos, um dos quais com 200 km e outro com 215 km.

 postal-bruno-oliveira2

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: Leandro Romera larga da quarta fila em Curitiba


A corrida será neste domingo e pode ser acompanhada ao vivo pelo site www.soaovivo.com

Neste domingo, dia 20, acontecerá no Autódromo Internacional de Curitiba a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo. A equipe J.Star Racing se prepara para as emoções do certame e após o treino classificatório deste sábado (19), Leandro Romera #88 conquistou a 7ª posição e seu companheiro de equipe Fernando Fortes #32, que precisou fazer a substituição do motor e não classificou, e terá a 17ª colocação no grid que terá largada às 9h15. A Rede TV! transmitirá a corrida às 13h.

A equipe e pilotos tiveram duas sessões de treinos livres, uma na sexta-feira e outra no sábado. Foram dois dias de muita dedicação dos engenheiros e mecânicos para conseguirem fazer os ajustes necessários e encontrar um bom acerto para os novos modelos da categoria nacional. Os carros estão na sua primeira edição e, ainda, correm pela primeira vez no circuito localizado em Pinhais, região metropolitana da capital paranaense.

A sexta etapa terá duração de 35 minutos e mais uma volta no circuito de 3.695 metros. "A equipe fez um bom trabalho nos treinos e temos um carro ótimo para a corrida. Vamos tentar fazer uma boa largada e buscar as primeiras colocações do pelotão durante o desenrolar da prova", comentou Leandro Romera.

Fortes não classificou, pois a equipe terá que fazer a troca do motor do veículo #32. "No treino anterior a classificação sai no setor 3, antes da curva do 'S' de alta e lá fiquei. A equipe arrumou o chão do carro para a classificação, mas para surpresa faltando 15 minutos para o treino soube que o motor do carro teria que ser substituído, por isso não pude participar da tomada de tempos. Na corrida teremos um motor reserva excelente e como já tínhamos um bom acerto tenho boas chances de recuperar posições durante a prova", concluiu Fernando Fortes.

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Confira o grid para a 6ª etapa do Brasileiro de Turismo:

1) 80 Felipe Fraga, W2 Racing, 1:25.509
2) 71 Fabio Carreira, W2 Racing, 1:25.798
3) 23 Marco Cozzi Carlos Alves, 1:26.045
4) 11 Pedro Boesel, Hot Car Racing, 1:26.136
5) 83 Gabriel Casagrande, Carlos Alves, 1:26.173
6) 26 Raphael Abbate, Carlos Alves, 1:26.195
7) 88 Leandro Romera, J.Star Racing, 1:26.342
8) 56 João Pretto, Mottin Racing, 1:26.393
9) 44 Betinho Gresse, Nascar Motorsport, 1:26.556
10) 20 Wagner Ebrahim, Motortech Competições, 1:26.582
11) 99 Carlos de Souza, RKL Competições, 1:26.703
12) 3 Tito Morestoni, Motortech Competições, 1:27.124
13) 2 Mauri Zacarelli, Hot Car Racing, 1:27.395
14) 46 Luiz Ribeiro, Mottin Racing, 1:27.641
15) 5 Felipe Tozzo, Nascar Motorsport, 1:27.813
16) 4 Marcos Garcia, RKL Competições, 1:28.208
17) 32 Fernando Fortes, J.Star Racing, sem tempo

Melhor volta: Felipe Fraga, 1:25.509 (155.56 km/h)
Fonte: www.livetime.com.br

Confira a programação da 6ª etapa do Brasileiro de Turismo:

Domingo, dia 20:
9h15: Largada (35 min de prova + 1 volta)

Calendário do Campeonato Brasileiro de Turismo

Etapa 1 - 2 de junho - Brasília - DF
Etapa 2 - 16 de junho - Cascavel - PR
Etapa 3 - 11 de agosto - Ribeirão Preto - SP
Etapa 4 - 1º de setembro - Cascavel - PR
Etapa 5 - 15 de setembro - Velopark - RS

Etapa 6 - 20 de outubro - Curitiba - PR
Etapa 7 - 10 de novembro - Brasília - DF
Etapa 8 - 15 de dezembro - Interlagos - SP


Luca Bassani/J.Star

Fortes diz que carro está competitivo
Alta | Web

Luca Bassani/J.Star

#88 J.Star Racing_classificatório
Alta | Web

Luca Bassani/J.Star

Piloto Leandro Romera
Alta | Web

Luca Bassani/J.Star

#32 J.Star Racing durante treino livre
Alta | Web

Luca Bassani/J.Star

Romera otimista para a sexta etapa
Alta | Web

Luca Bassani/J.Star

Piloto Fernando Fortes
Alta | Web 

 

HELDER RODRIGUES EM 2º

 

Rallye Oilibya Maroc 2013

12 a 19 de Outubro

Campeonato do Mundo de Todo-o-Terreno

 

Hélder Rodrigues em 2º na derradeira etapa    

  • Piloto da Honda juntou-se a Paulo Gonçalves para os derradeiros quilómetros da etapa
  • Hélder Rodrigues regressa 2ª feira à competição no Merzouga Rallye

 

Hélder Rodrigues terminou hoje a sua participação no Rali de Marrocos registou o 2º melhor tempo na derradeira etapa de uma prova que teve como vencedor o seu compatriota e companheiro de equipa Paulo Gonçalves. O piloto da Honda que se sagrou também campeão do Mundo, sucede a Marc Coma e a Hélder Rodrigues que foi campeão em 2011.

 

Hélder Rodrigues, que partiu para a etapa da sétima posição, juntou-se à cabeça da corrida na fase final dos 219 quilómetros de sector seletivo, tendo feito parte do quarteto de pilotos que cruzou a linha de chegada em primeiro lugar.

 

Desde já gostaria de dar os parabéns ao Paulo Gonçalves pelo título de Campeão do Mundo. Foi um dia importante para a equipa, conseguimos vencer este Rally com o Paulo a conquistar o primeiro lugar. É o reconhecimento de um trabalho que está a ser desenvolvido pela Honda Japão desde há vários meses. A nível pessoal terminei hoje em segundo lugar, mas o problema eléctrico ocorrido na segunda etapa retirou-me todas as hipóteses de lutar por um bom resultado. Mas estou confiante que estamos no bom caminho para o Dakar”, salientou o piloto Honda, apoiado pela Red Bull e TMN.

 

Hélder Rodrigues irá regressar dentro de dois dias à competição, participando no Merzouga Rally prova que se disputa também em Marrocos, de 21 a 26 de Outubro e na zona onde este Rali de Marrocos, que agora terminou, disputou as suas duas derradeiras etapas. MCH 0892MCH 1970MCH 1978

 

MEGRE DE REGRESSO À COMPETIÇÃO

 

19 a 20 de Outubro

Estoril Motorsport Weekend

Ricardo Megre regressa à competição

Dupla Salvador Posse de Andrade/Sebastião Brion apoiada pela Megre Motorsport

 

Ricardo Megre regressa este fim-de-semana às competições disputando a corrida do Super Seven by Kia integrada no Estoril Motorsport Weekend que terá lugar no Autódromo do Estoril. O piloto e responsável da equipa Megre Motorsport/Pneuvita, que este ano tem estado acima de tudo ocupado com o apoio aos pilotos que competem com os Lotus Caterham Seven, irá desta vez competir tendo ainda a seu cargo o carro da dupla Salvador Posse de Andrade/Sebastião Brion, pilotos apoiados pela MachRent, que triunfaram na prova de abertura disputada no Circuito Vasco Sameiro em Braga.

 

Ricardo Megre, que foi o vencedor do Super Seven by Kia 2012 e em mais três edições anteriores, irá naturalmente lutar pela vitória em cada uma das quatro corridas que constam do programa.

 

“Este ano tenho estado afastado das pistas como piloto, preparando e testando os carros com que competem os pilotos apoiados pela Megre Motorsport. Embora este trabalho técnico e de gestão seja também do meu agrado, continuo a gostar muito de correr mas resolvi também fazer esta pausa para dar lugar a outros pilotos”, salienta alguma ironia Ricardo Megre em função de alguns comentários que foram surgindo fora do padock em consequência das suas inúmeras vitórias.

 

Os Super 7 irão para a pista no Domingo de manhã quando será realizada a sessão de treinos crono. A primeira corrida está agendada para as 11h15m e a segunda logo às 11h55m. Da parte da tarde serão disputadas mais duas corridas, de 20 minutos cada uma, às 15h45m e às 16h25m.

 Equipa MachRentRicardoMegre

 

OLIVEIRA EM 26º

Miguel Oliveira termina Grande Prémio de Moto3 da Australia em 26.º lugar

Numa prova dominada pelas motos KTM e por pilotos espanhóis, o pódio foi ainda ocupado, no segundo lugar, por Maverick Vinales, enquanto o terceiro posto coube a Luís Salom, que detinha a 'pole position'.

Alex Rins demorou 37.40,375 minutos para percorrer as 23 voltas à pista australiana de Phillip Island que tem 4.448 metros, sendo que os primeiros cinco classificados cortaram a meta com um intervalo de seis décimas de segundo de diferença.

Agência Lusa

 

LORENZO VENCEU NA AUSTRÁLIA

Espanhol Jorge Lorenzo venceu corrida australiana de MotoGP

Lorenzo, que saiu da 'pole position' conseguiu mais uma vitória no mundial e aproveitou a desclassificação de Marc Marques, em Honda, que perdeu uma passagem obrigatória nas boxes, que apesar de manter a liderança do mundial viu o seu adversário e compatriota estreitar para 18 pontos a margem que os separa.

Com uma corrida reduzida a 19 das 26 inicialmente previstas devido ao receio de problemas com os pneus por causa do calo, Dani Pedrosa foi segundo a quase sete segundos de Lorenzo e o italiano Valentino Rossi preencheu o último lugar do pódio ao terminar com a sua Yamaha no terceiro lugar.

Agência Lusa

 

DIA DIFICIL PARA FELIX DA COSTA

Dia difícil onde o António lutou com tudo o que tinha para terminar num bom 4º lugar.
Amanhã 2ª corrida de Barcelona e ultima do ano 2013 em directo no Eurosport 2 às 12:00.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

WSR NA CATALUNHA

 

Grupo de imagens referentes  às provas deste fim de semana.REN1REN2REN3REN4REN5REN6REN7REN8REN9REN10REN11REN12REN14REN15REN16REN17REN18REN19REN20REN21REN22REN23REN24REN25REN26REN24REN26REN27

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

DTM

 

 

dtm1dtm2dtm3dtm4dtm6dtm7Grupo de imagens das sessões de treinos do DTM

 

ALBUQUERQUE SEM SORTE

 

Pressão dos pneus trama Filipe Albuquerque

 

2013 hockenheim_albuquerque3A derradeira jornada do DTM que este fim-de-semana tem lugar no traçado alemão de Hockenheim não está a correr de feição ao único piloto português em pista. Filipe Albuquerque ficou com a 14ª posição da grelha numa qualificação altamente disputada onde sofreu com problemas de pressão nos pneus.

 

Em pista de tudo fez para subir posições mas viu-se completamente impossibilitado: "Andámos às turras com a pressão dos pneus. Simplesmente não acertámos. O carro estava bom, bem equilibrado mas infelizmente falhou outro pormenor", começou por explicar Filipe ciente que amanhã na corrida terá a sua tarefa mais complicada.

 

"Vai ser mais difícil mas já todos vimos que no DTM tudo é possível. O meu objetivo mantém-se de terminar a época a pontuar. Espero conseguir recuperar posições. Com uma boa estratégia tudo é possível. Eu continuo a acreditar", concluiu Albuquerque com a habitual confiança que o caracteriza.

 

Amanhã a corrida pode ser acompanhada em directo na Sporttv Live a partir das 13h.

 

PEDRO NUNO AFASTADO

 

Pedro Nuno fica afastado da seleção da Redbull Rookies Cup

 

Foco na carreira e em futuros desafios assume papel de destaque

 

 

1385756 770401906320285_1111074615_n Terminaram os testes de seleção para Redbull Rookies Cup, para os quais mais de uma centena de pilotos concorreram. Na fase de apuramento dos últimos 12, Pedro Nuno acabou por não ter sido selecionado, na competição que é considerada por muitos a porta de entrada para o mundial de velocidade. Apesar do resultado, o piloto está seguro em relação à prestação que realizou, e já focado nas próximas etapas da sua carreira que envolvem, para já, a disputa em Navarra, na Copa de Espanha, no próximo fim-de-semana.

 

Depois de ter chegado aos 50 melhores, e de ter conseguido alguns dos tempos mais rápidos, Pedro Nuno abandona o circuito de Huelva mais forte e com novos ensinamentos: "Como qualquer outro piloto, estou desapontado por não ter sido selecionado. Como sempre, dei o meu melhor, mas talvez não tenha sido o suficiente. Este resultado ensina muitas coisas e estou certo de que outras oportunidades virão", confessa o jovem de 13 anos.

 

Pedro Nuno revela uma atitude positiva face ao desenlace final, ressalvando sempre o apoio recebido e a sua importância: "A minha carreira de piloto não acaba aqui! Para o ano, se tudo correr bem, cá estarei de novo. Até lá, quero agradecer a todos os meus patrocinadores e aos meus fãs todo o apoio, e muito em especial aos meus pais por todo o seu esforço!".

 

Dias 26 e 27 Pedro Nuno, que ainda deu que falar em Huelva por algumas proezas em pista, como a ultrapassagem de Peter Clifford numa curva muito apertada, irá disputar a última prova da Copa de Espanha em Navarra.

 

LAMY E ASTON MARTIN NA 1ª LINHA

 

Aston Martin domina no Japão – FIA WEC

Lamy arranca da primeira linha da grelha

 

 

Pedro Lamy vai arrancar da primeira linha da grelha para a sexta ronda do Campeonato do Mundo FIA de Resistência, que se disputa amanhã no circuito japonês de Fuji. O piloto português realizou a segunda melhor marca entre os carros da categoria GTE Pro, numa qualificação inteiramente dominada pela equipa oficial da Aston Martin.

 

“A qualificação correu muito bem para a nossa equipa. Alcançámos as duas primeiras posições na categoria GTE Pro e ainda a “Pole” da GTE Pro Am. Os treinos livres foram muito importantes para conseguirmos uma boa afinação de corrida e os carros estão muito competitivos. O circuito é um pouco complicado, pois a primeira metade é muito rápida e a segunda um tanto lenta, pelo que é necessário encontrar um bom compromisso entre ambas”, referiu Pedro Lamy que nesta corrida terá apenas Richie Stanaway como companheiro de equipa no Vantage GTE nº 99.

 

“Ao contrário do que aconteceu até agora e, segundo a previsão meteorológica, amanhã teremos chuva durante a corrida, mas de qualquer forma estou seguro que poderemos ter uma palavra a dizer na luta pela vitória da nossa categoria. Seria fantástico voltar a vencer aqui em Fuji”, concluiu o piloto português.

 

A jornada japonesa do WEC – Campeonato do Mundo FIA de Resistência poderá ser acompanhada em direto a partir das 11 horas de Domingo (3 horas em Portugal) no Motors TV.

 

p

Plamy01 fuji

 

 

OLIVEIRA EM 8º

 

Phillip Island: Miguel Oliveira termina qualificação em 8.º


Pequena queda no final impede melhoria de tempo do piloto português


 GH10420_1024x683 GH11599_1024x681 GH12446_1024x681DG1 7399_1024x672DG2 8048_1024x682DG2 9049_1024x678A disputa pelo Grande Prémio da Austrália, na 16.ª etapa do Campeonato do Mundo de MotoGP, tem lugar já amanhã, com Miguel Oliveira a partir da 3ª linha da grelha de partida, depois de se ter qualificado em 8.º lugar. Apesar de ter chegado a assegurar, provisoriamente, a pole durante a sessão (1.37.553s), o piloto português, acabou por sofrer uma queda que o impediu de uma recuperação de tempos nas voltas finais. Apesar do contratempo, Miguel Oliveira sai confiante para a corrida de domingo.

O primeiro pódio da temporada para Miguel Oliveira, no fim-de-semana passado, reforçou a motivação e confirmou o trabalho, esforço e dedicação que o jovem de Almada tem levado a cabo em todos os momentos da competição. A conquista histórica também para a Mahindra, tem representado um tributo ao trabalho pioneiro de desenvolvimento da equipa Indiana, e da própria velocidade e caraterísticas afinadas da MGP30. A mota de 250cc e quatro velocidades, foi projetada apenas no inverno passado e construída em tempo record, mostrando-se competitiva desde as suas primeiras corridas.

No último treino de hoje, Miguel Oliveira terminou com o 4º melhor tempo. Já no final da qualificação, o jovem piloto de 18 anos, que entretanto se viu próximo de uma parte mais lenta do grupo, que prejudicou o seu ritmo, não consegiu concluir a prestação como desejava: “Na última saída para a pista tentei a minha sorte, mas todos cortaram gás e quando finalmente veio alguém rápido, na travagem, uma forte rajada de vento fez-me cair”, revela. Ainda assim, o balanço é positivo, tendo também permitido a recolha de informação relevante para ter em atenção amanhã: “Foi uma boa qualificação embora os cones de aspiração sejam muito importantes para conseguir uma volta rápida. Amanhã, no warm-up, o objectivo é recuperar a confiança e ver se esta tudo bem com a moto uma vez que temos um bom ritmo para a corrida”.

O Circuito de Phillip Island, de que Miguel Oliveira gosta particularmente e que, agora, com um novo asfalto, permite esbater mais facilmente as diferenças entre motas, é um dos mais exigentes do calendário, com várias curvas rápidas em grandes subidas e descidas. A localização pitoresca junto ao mar faz também com que sofra de um clima muito específico, que não beneficia as leves máquinas da categoria de Moto3, face ao vento forte que se faz sentir.

A corrida de amanhã está marcada para as 03:00 horas portuguesas, e é antepenúltima antes da grande final em novembro, na Europa.

 

BALANÇO FINAL DE LUIS ROCHA

 

Luís Rocha “Balanço final é excelente”

LUIS ROCHALUIS ROCHA.jpg_2
Sendo ainda o seu segundo rali na sua carreira desportiva, Luís Rocha não podia estar mais satisfeito
com o desfecho final do Rali de Baião, a oitava ronda do Campeonato Open de Ralis.
O piloto navegado por Guilherme Pereira tem se centrado em evoluir, fazendo toda a aprendizagem ao
mundo dos ralis e sobretudo tentado adaptar-se o melhor possível ao seu Peugeot 206 Gti.
Em Baião o piloto fez um rali em crescendo, evoluindo muito PEC a PEC, demonstrando já um grande à
vontade com o 206 Gti, o que lhe permitiu já registar bons cronos à geral.
Após as seis especiais de classificação, a dupla ascendeu a um merecido sexto lugar no Campeonato
Open de Ralis 2 Rodas Motrizes, sendo os vencedores do Troféu Rallycar Basic.
“O Rali correu em pleno. Conseguimos fazer aquilo que tínhamos delineado, que era sobretudo evoluir.
Estamos cada vez mais a rodar num ritmo melhor e os tempos obviamente que vão sendo cada vez mais
interessantes. Acho que para o meu segundo rali foi excelente e agora há que continuar a fazer mais e
melhor nas próximas provas”, concluiu Luís Rocha.
.

 

GARAGEM AURORA ESTEVE NO AUTOCLÁSSICO

 

GARAGEM AURORA ESTEVE NO AUTOCLÁSSICO

FOX 2187

A Garagem Aurora marcou presença indirecta na ultima edição do Autoclássico, onde teve exposto o Porsche 911 RSR de Rui Macedo e Silva, integrado no espaço dos 50 Anos do Porsche 911.Sobre este evento, Eduardo Santos falou-nos um pouco “ gostei muito, o espaço da Porsche estava qualquer coisa, e é lógico que conseguiram juntar um importante grupo de carros da marca que me é muito querida Desta feita a Garagem Aurora não esteve presente directamente, mas sim com um carro no qual somos responsáveis pela sua preparação”, disse-nos.

 

VOLTA AO MUNDO COM FRANCISCO SANDE E CASTRO


Goa

A minha ideia quando cheguei a Calcutá era tratar do visto para o Bangladesh, fazer a tal conferencia de imprensa que o cônsul tinha planeada e partir para Dhaka, capital do país vizinho, onde deixaria a moto estacionada por um mês para vir à Europa fazer um trabalho que tenho programado. Só que entretanto, no consulado do Bangladesh recusaram-se a dar-me um visto de duas entradas, de maneira que tive que deixar a moto em Calcuta e, como ainda tinha uns dias até apanhar o avião que estava marcado do Dubai para Portugal, vim até Goa que fica a caminho e não tinha tido a hipótese de visitar de moto.
Cheguei já de noite e instalei-me na Pangim Inn, que me tinha sido recomendada pelo cônsul local, este português.
Goa não tem nada a ver com o norte da Índia. Há muito menos lixo nas ruas e as estradas estão em bom estado.
No dia seguinte de manhã tratei de alugar uma “scooter” e fui explorar a região.
Com pouca coisa que visitar em Panjim, comecei por ir até Velha Goa. Não tinha percorrido dois quilómetros fora da cidade quando fui mandado parar pela polícia.
- “your licence, please”
- “your nationality”?
- “Portuguese”
- “Ah. Fala Português”? diz-me o polícia com pronuncia de inglês radicado no alentejo.
- “Sim”
- “What does it mean, sim”?
- “Yes”
- “Ah. Very well. Bacalhau. Ha, ha. You may go”
Em velha Goa, como em todo o lado na Índia, tudo o que são monumentos estão muito mal conservados. O velho palácio dos Governadores já não existe porque, ainda no século IXX os dirigentes portugueses decidiram-se mudar para o Palácio do Cabo, junto ao mar, e acabaram por destruir aquele para utilizarem parte do material para construírem o novo. Tanto a enorme Sé, a maior igreja na Ásia, como a Basílica do Bom Jesus, onde está o tumulo de S. Francisco Xavier, estão em bastante mau estado e a coleção de quadros dos governadores e vice reis portugueses, instalada no Museu Arqueológico, foi restaurada por curiosos que transformaram os dirigentes portugueses numa espécie de bonecos mascarados.
Interessante é a frase que estava na estátua de camões, originalmente edificada pelos portugueses em 1960, um ano antes de serem expulsos do território e agora recolhida no mesmo museu dos governadores: “Camões, o génio da pátria pelo mundo em pedaços repartida. Oferta de Portugal da Índia à Índia de Portugal”.
Curioso é também verificar que, mesmo no tempo dos Filipes, entre 1580 e 1640, estes nomeavam governadores portugueses e mesmo vice reis para tomarem conta dos territórios portugueses na Índia. Foram perto de duas dezenas, nesse período.
No dia seguinte viajei para sul na “scooter”, rumo às praias de Miramar e Dona Paula. Do meio do nada surge um imponente mas bem enquadrado na paisagem Hotel Hyatt onde parei para almoçar, junto à piscina. Turistas Americanos a almoçarem em tronco nu tinham ar de quem vinham passar uma semana à Índia sem saírem do Hotel. Fiquei depois a ler num dos sofás do jardim sobre a praia, com o calor temperado por uma ligeira brisa vinda do mar. Por ali fiquei até às cinco da tarde antes de regressar a Panjim.
Ontem fui para Norte, a parte mais turística de Goa. Visitei o forte dos Reis Magos, restaurado há dois anos mas já a começar a dar sinais de pouca ou nenhuma manutenção e o forte da Aguada, mais a norte. Não tinha ideia que os portugueses, desde o Afonso de Albuquerque, foram construindo várias fortificações ao longo da costa, desde Goa até Damão e Diu, passando por Bombaim, que acabou por ser oferecida aos ingleses como dote dum casamento real. Assim, o território por nós ocupado no século XVI não se limitava às quatro cidades mas incluía uma enorme zona costeira.
Sigo agora para Portugal, através do Dubai, para regressar a Calcutá no final do mês, antes de partir para o Bangladesh.

Calcutá é uma cidade com 12 milhões de habitantes que no tempo do Império Britânico foi capital da Índia. Tem um movimento louco, como seria de esperar, com um grave problema de poluição, que sentimos ao andarmos pela rua, mesmo se tem uma importante área de jardins e espaços verdes que ajudam a desagravar a situação
Uma das causas é o facto de os táxis, que representam cerca de 25% da circulação automóvel, serem todos Austin Ambassador, um modelo dos anos 50 que continuou a ser fabricado aqui, com um motor diesel de 1500 c.c. que obviamente não tem qualquer espécie de catalisador. Como curiosidade refira-se que o programa Top Gear o classificou como “best taxi in the world”
Outro ponto interessante é que embora o carro tenha uma tecnologia muito ultrapassada com muitos deles ainda sem direção assistida, os taxistas aqui aplicam-lhes um sistema manual de “stop and go” ou seja, de cada vez que param num sinal, para pouparem gasóleo, desligam o carro e voltam a dar à chave quando o sinal muda para verde. Ainda bem que o fazem pois na prática, ao final do dia, é certamente uma quantidade significativamente inferior de CO2 que é lançada para a atmosfera. De qualquer forma a partir de 2011 foi proibido serem vendidos para taxi, embora continuem a ser fabricados para particulares. Só que duram tanto que, mesmo os vendidos nos anos 50 ainda circulam, e não vemos outro tipo de táxis nas ruas senão estes.
Depois de três noites no “Swimming Club”, embora bem instalado, disse ao cônsul que queria mudar para um Hotel por ali não haver internet. Ele sugeriu que mudasse para outro clube, onde estava programada a apresentação da minha viagem à imprensa. Mudei-me então para o “The Bengal Club”, um clube chiquíssimo, fundado pelos ingleses em 1824 e que só tem sócios indianos desde a independência. Estou instalado numa enorme “suite” e as únicas desvantagens são que a estadia custa o dobro do “Swimming Club” e não se pode ir ao restaurante ou bar de jeans o que me parece bem mas me causa um certo problema pois só vim equipado com três pares de jeans e umas únicas calças brancas que estavam mais perto do preto. O que vale é que como tenho direito a um criado particular pedi-lhe que tratasse de me mandar lavar roupa e engraxar o único par de sapatos, para ficar em estado de me apresentar no excelente restaurante do clube.
Entretanto tive que tratar do visto para o Bangladesh a aproveitei também para fazer turismo. Fui visitar o Victoria Memorial, um monumento emblemático da cidade, construído pelos ingleses no início do século passado em memória da sua Rainha Victoria, que morreu em 1901 e St. Paul’s Cathedral.
Fiquei mais impressionado com a extraordinária coleção de obras de arte na casa de um antigo Raja, ainda pertencente à família. Com as paredes interiores em mau estado e um pátio central que já terá sido exuberante mas agora tem uma rede a tapar a entrada de pássaros e, no claustro, gaiolas sujas e com mau aspecto que albergam diversas espécie de pássaros e papagaios, a fantástica casa tem estátuas gregas de valor superior às de muitos museus, enormes potes da China e uma coleção de pinturas que inclui um Rubens de três metros por dois. Tudo isto em salões com  chão em fantástico mármore italiano e candelabros fenomenais em cristal.
A apresentação à imprensa que o cônsul organizou no clube correu lindamente e para além da imprensa local apareceram também os presidentes de diversos clubes automóveis  e vários elementos do clube Harley Davidson. As motos americanas começaram a ser vendidas na Índia em 2010 e têm feito enorme sucesso, embora ainda não tenha visto nenhuma a circular nem veja como é possível andar de Harley fora das cidades.

Hoje saí do Hotel em English Bazar às dez da manhã com o termómetro da moto a marcar 38º. Antes de sair liguei ao cônsul de Portugal em Calcutá a dizer que chegava nesse dia. O embaixador em Delhi tinha-me posto em contacto com ele e o cônsul honorário, um empresário indiano, propôs-se organizar uma conferencia de imprensa quando da minha passagem por Calcutá. Pedi-lhe se me recomendava um Hotel bom mas não muito caro e ele sugeriu marcar um quarto para mim num clube de que ele era sócio. Achei a ideia interessante e aceitei. Com cerca de 350 Km para percorrer disse-lhe que deveria chegar por volta das seis da tarde, já a dar uma margem para imprevistos. Afinal os meus cálculos pecaram por demasiado optimismo.
Passadas duas horas em que só parei para pôr gasolina não tinha percorrido mais de 60 Km. O problema não era só o transito mas também o estado da estrada, muito degradada. Pelo caminho parei numa oficina de motos de aldeia, daquelas feias e sujas para recolocar dois parafusos de fixação do vidro da moto. O esforço das suspensões é enorme e a da frente esquerda começou a perder óleo.
Com o calor que tem estado costumo andar com o blusão mas sem as calças e botas do fato porque além disso, à exceção de uma chuva leve no Butão, o tempo tem estado seco. Só que hoje o céu começou a ficar escuro e, de repente, uma carga de água abateu-se sobre mim, daquelas que ensopam jeans e sapatos em dez segundos. Parei para me abrigar por debaixo de uma barraca à beira da estrada onde um rapaz vendia copos de chá com leite. O aspecto do local era terrível de maneira que me limitei a sentar-me num banco corrido onde o dono mandou abrir espaço para mim, sem me atrever a provar o chá. Deviam estar uns quinze homens naquela barraca de um metro por quatro onde parte do espaço era ainda ocupado pelo fogão a carvão que aquecia água e leite. Quando a chuva abrandou troquei os jeans pelas calças do fato, enfiei as botas e fiz-me de novo à estrada. Pensava que iria passar o resto do dia debaixo de chuva mas não tinha rodado um quilómetro quando um risco na estrada separava aquela parte encharcada de uma totalmente seca. Acabou por ser assim o resto do dia: chuva torrencial acompanhada de raios e trovões fortíssimos, alternada com tempo seco e quente. Pelo meio parei para almoçar um sumo de manga e, como de costume, reuniu-se um grupo dos que vão crescendo a cada minuto que passa, para observarem a moto.
Tinha esperança que o estado da estrada fosse melhorando ao aproximar-me de Calcutá, cidade que foi capital da Índia no tempo do Império Britânico, mas buracos enormes e transito caótico mantiveram-se ao longo do dia. Anoiteceu quando estava a cinquenta quilómetros da cidade e voltei a ter que circular em condições muito complicadas em que não vemos buracos da estrada nem a quantidade enorme de veículos que circulam sem luzes. Entrei na cidade pelas sete da tarde. Parecia que tinha acabado uma prova de todo o terreno, depois de nove horas a levar pancada em cima da moto.
Dentro da cidade a situação melhora porque, embora esta seja uma das mais populosas da Índia, com 12 milhões de habitantes e um transito obviamente caótico, sempre vemos por onde andamos e quem circula à nossa volta. Para chegar ao escritório do cônsul, no centro da cidade, demorei mais hora e meia. Ele já tinha saído mas um dos seus empregados foi num carro à minha frente até ao clube.
Este clube onde estou instalado é um “Swimming Club”, com duas piscinas olímpicas, uma exterior e outra interior e alguns quartos para sócios e convidados que ficam num primeiro andar, com as portas a darem para um patamar suspenso sobre a piscina interior. Um clube à antiga, certamente montado pelos ingleses. Tomei um duche e fui jantar ao óptimo restaurante. Dormi nove horas. 

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MOTORSHOW

 

Mais imagens do Motorshow que teve lugar nos pavilhões da Exponor em Leça.

FOX 2476FOX 2477FOX 2478FOX 2479FOX 2480FOX 2481FOX 2482FOX 2483FOX 2484FOX 2485FOX 2486FOX 2487FOX 2488FOX 2489FOX 2490FOX 2491FOX 2492FOX 2493FOX 2494FOX 2495FOX 2495FOX 2496FOX 2497FOX 2498FOX 2499FOX 2500FOX 2501FOX 2502FOX 2503FOX 2504FOX 2505FOX 2506FOX 2507FOX 2506FOX 2508FOX 2500FOX 2501FOX 2500FOX 2501FOX 2502FOX 2503FOX 2504FOX 2505FOX 2506FOX 2507FOX 2508FOX 2509FOX 2510FOX 2511FOX 2512FOX 2512FOX 2513FOX 2514

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

VESPA PARADE NO PORTO

VESPA PARADE NO PORTO

 

FOX 0151FOX 0152FOX 0153FOX 0154FOX 0155FOX 0156FOX 0157FOX 0158FOX 0159FOX 0160FOX 0161FOX 0162FOX 0163FOX 0164FOX 0165

Mais um grupo de imagens da Vespa Parade na sua passagem pela Rua Mousinho da Silveira em plena baixa portuenses.

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

BELLAROSA COM A POLE NO ESTORIL

 

Eneos Campeonato de Portugal de Sport Protótipos- Estoril 2

Pole para o visitante Bellarosa

Depois dum começo de dia ameaçador, o traçado do Estoril secou a tempo de ver Ivan Bellarosa confirmar nos cronometrados o domínio que já exibira nos treinos livres, acabando por conquistar a pole com uma volta, aliás não referencial para a categoria, de 1:39:168. Se na primeira sessão este tempo ainda foi seguido pelo 1:40:591 de Gonçalo Araújo, para se colocar na segunda posição, já na segunda a estrela Angolana do GP3 Luís Sá Silva chegou perto dessa marca com 1:40 681, colocando assim o Juno que partilhou com o seu irmão Paulo na mesma posição para a segunda corrida de amanhã. A dupla César Machado/Gonçalo Inácio bateu o Wolf dos regulares António Ricciardi e Nuno Santos para a posição seguinte, o mesmo acontecendo com Luís Martins em relação ao segundo Wolf visitante de Guiglelmo Belotti e Antonio "Mastro", no que, com mais 4 concorrentes na C3, acabaria por ser a grelha mais concorrida do ano. De facto, em termos de campeonatos, muito do interesse da prova de amanhã reside exactamente na Categoria C3, onde Francisco Abreu está em luta pelo título com os Belgas Donald Naessens e Wim Geentjens. Os treinos não correma muito bem aos restantes homens da C3, com Colin Bain praticamente impedido de treinar até aos últimso minutos da sessão por um problema de embraiagem e os irmãos estreantes André e Tiago Marques a conhecer problemnas de transmissão. Amanhã, as duas corridas decidirão os títulos, na CN já praticamente atribuído ao Norma Eneos de Gonçalo Araújo e João Luís, mas já Abreu necessita de que Colin Bain ultrapasse os problemas mecanicos de hoje para se colocar entre ele e os Belgas, permitindo-lhe assim recuperar a liderança e ganhar o título da C3.



 

BALANÇO POSITIVO PARA SÉRGIO VAZ

 

Sérgio Vaz “Balanço é positivo”

 

sergio vaz.jpg_2sergio vaz_3
Em Baião teve palco a oitava ronda do Campeonato Open de Ralis e Desafio
Modelstand em mais uma edição do Rali de Baião.
A prova em pisos de terra foi muito interessante de seguir, com bons carros e bons
pilotos que tornaram esta penúltima etapa muito bem disputada.
Sérgio Vaz e Bino Santos arrancaram confiantes para um tipo de piso onde se
entendem bem, mas com alguns troços nada do agrado do piloto. Com a primeira
especial do rali a ser neutralizada, a equipa iniciou o rali na segunda PEC, obtendo o
segundo melhor tempo do Troféu, numa especial muito do agrado do piloto pois era
bastante técnica e extensa. Nas outras especiais, com médias mais altas, o piloto
apostou num toada mais regular, já qualquer excesso podia ditar a sua desistência.
Ao longo do rali foram rodando sempre muito perto do pódio, acabando a prova na
quarta posição da competição monomarca, sendo ainda os quartos do Open 2 RM.
Como nos salienta o piloto de Torres Vedras “O Rali correu muito bem. O Carro
estava muito bom, não tivemos qualquer problema e o resultado final penso que é
muito positivo. Na PEC da Aboboreira e Queimada rodamos sempre mais regular,
pois eram especiais rápidas onde não me enquadro, enquanto em Baião conseguimos
sempre bons cronos pois é bem mais técnica e já rodo com mais confiança.
Não houve percalços, o rali foi bem disputado, pelo que só podemos fazer um
balanço muito positivo da prova”.
Sérgio Vaz e Bino Santos terminaram em Baião a sua época desportiva, já que a
equipa não irá alinhar na última prova do Campeonato, o Rali Casinos do Algarve

 

JOÃO FERNANDO RAMOS NO RALI DE ESPANHA

 

PORTUGAL VOLTA A TER REPRESENTAÇÃO NA ETAPA ESPANHOLA DO WRC

João Fernando Ramos e José Janela estão de regresso ao Mundial de Ralis na próxima semana

 

A dupla lusa de pilotos formada por João Fernando Ramos e José Janela vai voltar a alinhar no Rali da Catalunha, etapa do Campeonato do Mundo de Ralis da Fia, novamente aos comandos do Mitsubishi Lancer EVO X inscrito pela RMC.

João Fernando Ramos tem preparado a prova com afinco, nomeadamente na componente física, dado que “é muito importante estar bem para uma prova que é das mais exigentes do mundial”.

Este ano, a já mítica prova apresenta um novo figurino, arrancando com uma longa e dura etapa noturna que começa no centro de Barcelona para acabar já em plena madrugada em, Salou, habitual ponto de localização do quartel-general da organização.

Caracterizando-se novamente pelo seu traçado misto, o segundo dia de competição decorre totalmente em asfalto, ficando reservado para o derradeiro dia, a passagem pelas exigentes classificativas de terra ao longo da região da Costa Daurada.

Para o pilto, “a Catalunha é um rali que exige tudo dos pilotos e dos carros. Noite, com troços muito sinuosos e a possibilidade de chuva e nevoeiro, depois um dia em asfalto com classificativas longas e muito rápidas, para se acabar em terra, quando já estamos mais cansados, não vai ser mesmo nada fácil, mas esta é também uma motivação especial para estar nesta prova.”

No Rali da Catalunha a RMC vai aproveitar para celebrar no país natal e com Licor Beirão, a sua conquista do titulo mundial no agrupamento de Produção através do piloto Nicolas Fuchs, ele também com um dos Lancer EVO X.

Com arranque marcado para o próximo dia 24 e final no dia 27, a prova terá 15 classificativas, num total de 355 quilómetros cronometrados.

A equipa conta esta época com o apoio do Banco BIC, MEO, Licor Beirão, Lousã, Tsunami, Delta Cafés, Pneus Kumho, Resul, Blue Bus, Douroazul e Marina de Albufeira.press rtp_1305

 

MOREIRA COM PROVA PARA ESQUECER

 

Paulo Moreira com prova para esquecer

 


A oitava ronda do Campeonato Open de Ralis não correu da forma esperada para a
dupla da MR Team Paulo Moreira e Paulo Antunes.
A equipa preparou muito bem a prova em pisos de terra mas infelizmente o azar
continuou a perseguir a equipa, que foi obrigada a desistir ainda muito cedo.
Ainda antes de a prova arrancar um problema com a caixa de velocidades quase
impossibilitava a participação da equipa do Opel Corsa OPC. Resolvida a situação
arrancaram para o primeiro troço motivados em acabar de vez com os azares, mas logo
no arranque notaram que algo não estava bem com o Corsa OPC.
“O azar continuou nos a bater à porta! Depois de um rali bem preparado, estava muito
motivado para o mesmo. No entanto, ao sairmos do parque de assistência e na ligação
para a primeira PEC verificámos que estávamos com problemas de embraiagem. À
entrada da PEC 1 a embraiagem patinava imenso e saia muito fumo da parte inferior do
carro, pelo que decidimos fazer a PEC mas era impossível praticar um andamento
minimamente aceitável e decidimos parar no final da PEC. Agora é tempo de analisar a
época que terminou e começar a preparar o projeto do próximo ano”.
Depois do Rali de Baião, o Open de ralis prossegue agora com o Rali Casinos do Algarve,
nos dias 8 e 9 de Novembro.
paulo moreira

 

CAMPEONATO BRASILEIRO DE TURISMO

Brasileiro de Turismo: J.Star Racing testa setup ideal para o classificatório da sexta etapa


A corrida será no domingo às 9h15, com exibição pela RedeTV! às 13h30

A equipe J.Star Racing participou do primeiro treino livre para a sexta etapa do Campeonato Brasileiro de Turismo, que será disputado neste domingo às 09h15. Treinos continuam neste sábado e definição do grid será às 14h no traçado do Autódromo Internacional de Curitiba, na cidade de Pinhais. Os pilotos Fernando Fortes #32 e Leandro Romera #88 estão ansiosos para terem o primeiro contato com as máquinas da nova categoria do automobilismo nacional na pista da capital paranaense.

A prova terá transmissão pelo canal Rede TV! com exibição às 13h e ao vivo pelo site www.soaovivo.com. "Depois de algumas voltas verificamos uma falha na linha de combustível do veículo, com isso consegui dar apenas nove voltas. Após a equipe solucionar o problema conferi e o carro está bem equilibrado. Temos boas chances de de conquistar uma boa colocação no grid para a corrida, comparando com os ponteiros do treino livre estamos bem próximos", destaca o piloto Fernando Fortes que concluiu o treino na décima colocação e o tempo de 1min27s873.

Romera chegou a fazer a melhor volta nos primeiros dez minutos dos 40 minutos programados para o treino livre desta sexta-feira e fechou o dia na sexta posição, com 1min27s873. "O treino foi bom, nosso objetivo era checar o problema com o tanque de combustível que vem desde a primeira etapa. No restante o desenvolvimento do carro para a corrida está bom e para a tomada de tempos estaremos competitivos", ressalta o piloto de São Caetano do Sul (SP).

A equipe J.Star Racing conta com patrocínio da Trend Bank, IPQ Instituto de Psiquiatria, Schahin, TB Multiserviços, Duralitte, PPR, Dimep Sistemas, Yuny, Unitalo - Centro Universitário Ítalo Brasileiro, AC Delco, Minerva S.A., Atua Construtora, Dicid, Soluções Madis Rodbel, Malas Cruzeiro, Colonial Rodas, Kasinski Revolucionária e Benfica.

Resultado do primeiro treino livre:

1) 80 Felipe Fraga, W2 Racing, 1:26.307
2) 23 Marco Cozzi Carlos Alves, 1:26.519
3) 71 Fabio Carreira, W2 Racing, 1:26.678
4) 56 João Pretto, Mottin Racing, 1:27.079
5) 83 Gabriel Casagrande, Carlos Alves, 1:27.097
6) 88 Leandro Romera, J.Star Racing, 1:27.250
7) 26 Raphael Abbate, Carlos Alves, 1:27.385
8) 20 Wagner Ebrahim, Motortech Competições, 1:27.498
9) 44 Betinho Gresse, Nascar Motorsport, 1:27.788
10) 32 Fernando Fortes, J.Star Racing, 1:27.873
11) 3 Tito Morestoni, Motortech Competições, 1:27.948
12) 99 Carlos de Souza, RKL Competições, 1:28.085
13) 5 Felipe Tozzo, Nascar Motorsport, 1:28.502
14) 46 Luiz Ribeiro, Mottin Racing, 1:28.712
15) 2 Mauri Zacarelli, Hot Car Racing, 1:28.738
16) 4 Marcos Garcia, RKL Competições, 1:29.043
17) 11 Pedro Boesel, Hot Car Racing, 1:35.604

Confira a programação da 6ª etapa do Brasileiro de Turismo:

Sábado, dia 19:
10h00 - 10h40: 2º Treino livre
14h00 - 14h20: Classificação

Domingo, dia 20:
9h15: Largada (35 min de prova + 1 volta)


Vanderley Soares

Leandro Romera e Fernando Fortes
Alta | Web

Divulgação

Box da J.Star no primeiro treino livre
Alta | Web

 

MITSUBISHI CUP - BRASIL

 

Com rodada dupla Mitsubishi Cup pretende sacudir a temporada

A Cup não vai só levantar poeira em Mogi Guaçu, SP, vai também ser importantíssima para o título 2013


Em sua décima quarta temporada, a Mitsubishi Cup nunca promoveu uma rodada tão marcante. A disputa deste final de semana vai ficar na história por vários motivos, desde a emoção de estar em um final de semana com dois dias de tudo ou nada, a toda velocidade em um circuito rápido, de piso duro, com canaviais e curvas de nível, até a certeza de que em uma rodada dupla, as apostas serão maiores ainda.

Mogi Guaçu
Ha um ano atrás, em Mogi Guaçu, Lucas Moraes subia pela primeira vez ao pódio. Em seu primeiro ano de Cup, a conquista do 3º lugar na etapa dava aquela sensação de sonho alcançado. Findado 2012 e, agora, já na reta final da temporada, Lucas sabe o valor da experiência conquistada. Vai largar como líder da temporada mas com a mesma garra e objetivo do passado. O que muda? Ele mesmo responde:

"Há um ano meu objetivo era subir ao pódio, hoje, é vencer a etapa. Serão 60 pontos em jogo, e, mesmo sendo o atual líder da minha categoria , a Triton ER Máster, não me vejo em uma situação confortável. Meus concorrentes são excelentes e isso é fantástico para elevar nosso nível na pista. Todos nós sabemos que não há espaço para erro. Ao mesmo tempo quem não ousa e não arrisca, não vence. A receita da vitória é complexamente simples", avalia Lucas, que neste ano tem ao seu lado o navegador Kaique Bentivoglio.

Treinos cancelados
Nesta sexta-feira, dia 18 , os treinos previstos foram cancelados. O motivo? A chuva!! A mesma "dita cuja" causadora do cancelamento da etapa de Guarapuava e que leva a Cup a uma rodada dupla neste final de semana. A boa notícia é que de ontem para hoje, a chuva deu uma aliviada e a expectativa agora inclui lama e trecho mais liso para a prova de amanhã e domingo.

Confira a programação:
Mitsubishi Cup Mogi Guaçu


19 de outubro - sábado
Apoio e Pista: Acesso pelo KM 180 - sentido interior /capital - SP 342 / Rod. Gov Adhemar Pereira de Barros - (WP: -22º 17' 33,7" / -046º 54' 20,0")

8h - Largada da primeira bateria
10h30 - Largada prevista da segunda bateria
13h - Largada prevista da terceira bateria
16h30 - Início previsto da premiação da etapa

20 de outubro - domingo
Apoio e Pista: Acesso pelo KM 180 - sentido interior /capital - SP 342 / Rod. Gov Adhemar Pereira de Barros - (WP: -22º 17' 33,7" / -046º 54' 20,0")

8h - Largada da primeira bateria
10h30 - Largada prevista da segunda bateria
13h - Largada prevista da terceira bateria
16h30 - Início previsto da premiação da bateria
 

NOTICIAS DO BRASIL

 

Campeonato Brasileiro de Regularidade para Veículos Antigos encerra campeonato 2013 neste sábado

Rally D’argento, evento organizado pelo Alfa Romeo Clube do Brasil, acontece em Águas de Lindoia (SP)

A cidade de Águas de Lindóia, no interior de São Paulo, sediará Neste sábado (19) o Rally D’argento, prova que definirá os vencedores da quinta edição do Campeonato Brasileiro de Regularidade para Veículos Históricos. O evento, organizado pelo Alfa Romeo Clube do Brasil, e é chancelado pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA).

O percurso terá início em Águas de Lindóia e passará pelas cidades de Itapira, Mogi Mirim, Mogi Guaçu, Aguaí, São João da Boa Vista e Espirito Santo do Pinhal. Haverá uma parada para almoço para os pilotos e navegadores, além de um jantar, onde os campeões da temporada receberão seus troféus.

De acordo com a organização do Rally D’argento são esperados mais de 30 carros, vindos de todo o país. A prova basicamente consiste em uma dupla de piloto e navegador por carro procurando seguir o caminho indicado no Livro de Bordo com precisão máxima possível para a velocidade média indicada para cada trecho do percurso.

Mais informações sobre o Rally D’argento e o Campeonato Brasileiro de Regularidade para Veículos Históricos podem ser obtidas através do site www.cbrfbva.org.br.

PROGRAMAÇÃO

SEXTA FEIRA, 18 DE OUTUBRO DE 2013
HOTEL MAJESTIC - ÁGUAS DE LINDÓIA
DAS 18 ÀS 19 HORAS - RECEPÇÃO NO LOBBY AOS INSCRITOS,
DISTRIBUIÇÃO DE PLANILHAS, NUMERAIS E ADESIVOS.
JANTAR E NOITE LIVRE

SÁBADO, 19 DE OUTUBRO DE 2013
09h15min - BRIEFING NO SALÃO DO FUNDO DO ANDAR TÉRREO
10h00min- LARGADA DO PRIMEIRO CARRO
17h00min- CONFRATERNIZAÇÃO NO HOTEL (LOCAL A INFORMAR)
JANTAR
20h45min - REUNIÃO DOS PARTICIPANTES DO RALLY D’ARGENTO
LOCAL: CENTRO DE CONVENÇÕES DO HOTEL MAJESTIC
DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS DO RALLY
DIVULGAÇÃO E PREMIAÇÃO DO V CAMPEONATO BRASILEIRO DE REGULARIDADE DA FBVA

DOMINGO,20 DE OUTUBRO DE 2013
DIA LIVRE PARA ATIVIDADES OPCIONAIS a@ c n=5� 'font-size:10.0pt;font-family: "Arial","sans-serif";mso-fareast-font-family:"Times New Roman";mso-
 

APPAM EM TEMPO DE BALANÇO

 

Joaquim Teixeira, Presidente da APPAM, faz o balanço do CPM 2013


JOAQUIM TEIXEIRA, PRESIDENTE DA APPAM, FAZ O BALANÇO DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2013

No próximo dia 26 de Outubro realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, onde já está confirmada a presença de cerca de 30 associados, para analisar a época do CPM 2013, e do trabalho desenvolvido pela Direcção da APPAM, e propostas a apresentar à FPAK, sobre regulamentação, calendários e promoção.

 

 

GRUPO DE IMAGENS

GRUPO DE IMAGENS - WSR CATALUNHA

 

 

Mais um pequeno grupo de imagens das WSR que estão este fiom de semana na Catalunha - Espanharen1ren2ren3ren4ren5ren6ren7

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

STOCK CAR BRASIL

 

 

Fotos dos treinos livres da prova de Stock car no Brasil, que este fim de semana estão a correr na pista de Curitiba.stcok3stock1stock2stock4curitibastock5stock6stock7

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

FÓRMULA INDY

 

 

Imagens referentes à ultima prova de FórmulaIndy que está a ter lugar na pista de Fontana.indy1indy2fontanaindy3indy4indy5indy6indy7indy8indy9

 

NOVIDADES LITERÁRIAS NA ASCARI

 

Noticias ASCARI: Literatura Single Seater Series


Caro leitor,

 

Recebemos otimas novidades: livros para os entusiastas da Single Seaters Series. São boas noticias literárias que certamente lhe vai agradar.

Sao eles:

Anatomy and Development of Formula Ford Race Cars (9780879388072)

 

História completa da Fórmula Ford em competição de 1961 - 1993 com muita atenção para as inovações técnicas e modificações ao longo dos anos. Excelente pormenor sobre os condutores, equipas, carros e série - com a cronologia de fabricante por fabricante.

(PUB 1993, Autor: Steve Nickless, Idioma: Inglês, 176 págs, 27X21 cms, capa mole, 520 fotos p/b)

PVP: 29 Eur

 

Les Van Diemen - Formule Ford Kent (9782360590339)

 

A Formula Ford foi criada em Inglaterra em 1967. O sucesso gera rapidamente delírio, dezenas de fabricantes aparecem, centenas de corridas são organizadas. Ralph Firman mantém e prepara os carros da escola de condução de Jim Russell, cujo crescimento é fantástico.
A sua própria oficina de preparação nunca está vazia, os futuros campeões passam por lá. Em 1973 Ralph Firman decide sair da Jim Russel e criar a sua própria marca e equipa de competição. 15 anos após, será a indiscutida líder mundial.

(PUB 2012, Autor: Michel Delannoy, Idioma: Francêss, 96 págs, 24X22 cms, capa dura)

PVP: 27 Eur

Para facilitar a sua decisão, os portes de envio ( 5,50 Euros ) ficam por nossa conta se fizer o pré pagamento. Muito simples portanto:

E receberá os livros ainda antes do fim de semana !

Esta promoção está limitada ao stock existente e é válida até  22 de Outubro.

Esperamos que estas notícias sejam do seu agrado e aguardamos noticias suas.

Não hesite em nos contactar caso necessite de algum esclarecimento.

Com os melhores cumprimentos
 
Fátima Rodrigues, ASCARI

Siga-nos em http://www.facebook.com/livraria.ascari | Visite a nossa loja em http://www.ascari.pt

Livraria Especializada em Automóveis e Motos
Tf/F 225025520 - TM: 935508585 - E-mail: Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Rua da Constituição, 267 4200-198 PORTO

 

 

CONHEÇA O SOM DO NOVO MOTOR HONDA DE F1

 

Conheça o som do novo motor F1 da Honda

 


A Honda publicou hoje uma gravação do som do seu novo motor de Fórmula 1 a funcionar pela primeira
vez. Este motor está a ser desenvolvido para a temporada de 2015 na qual a Honda irá participar num
projecto conjunto com a McLaren.
Manabu Nishimae, Presidente da Honda Motor Europe Ltd, comentou: “É muito entusiasmante ouvir, pela
primeira vez, o choro do nosso recém-nascido motor de Fórmula 1. Os nossos engenheiros estão a
trabalhar arduamente para o desenvolvimento do mesmo e já ansiamos todos pelo início da temporada
2015.”
Pode ouvir o trabalhar deste motor em: http://youtu.be/431h20gvm3M
A Honda será responsável pelo desenvolvimento, produção e fornecimento do bloco que inclui o motor e o
sistema de recuperação de energia, enquanto a McLaren encarregar-se-á não só do desenvolvimento e
produção do chassis, mas também da gestão da nova equipa - McLaren Honda.
A partir de 2014, os novos regulamentos da F1 obrigam à introdução de um motor V6, de 1.6lt turbo de
injecção directa com sistemas de recuperação de energia. A oportunidade de desenvolvimento destas
novas tecnologias num ambiente de competição foi crucial para a nossa decisão do regresso da Honda à
Formula 1. Ao longo da sua história, a Honda tem vindo, de forma apaixonada, a desenvolver melhorias na
eficiência dos motores de combustão interna e, nos últimos anos, tem sido, um dos pioneiros no
desenvolvimento dos sistemas híbridos. A participação na Formula 1, sob estas novas regras, irá motivar a
Honda a obter ainda mais progressos em ambas as áreas. Adicionalmente, uma nova geração de
engenheiros Honda irá enfrentar os desafios e as emoções da participação na disciplina rainha do
desporto motorizado.
As operações europeias de competição Honda terão sede em Milton Keynes, a partir de Junho de 2014.

 

RECORDAR RALI ESPANHA 2012

RECORDAR RALI DE ESPANHA 2012

 

Recordar é sempre bom,e neste caso apresentamos uma série de imagens do Rali de Espanha do ano passado.wrc1wrc2wrc3wrc4wrc5wrc6wrc7wrc8wrc9wrc10wrc11wrc12wrc14wrc15wrc16wrcspain2012

 

GALERIA DE IMGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

vela1vela2vela3

VEJA O QUE SE PASSOU COM ESTE TRIMARAN

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

FÓRMULA 3 EM VALLELUNGA

 

Grupo de imagens da prova de Fórmula 3 que decorreu no passado fim de semana na pista italiana de Vallelunga .val1val2val4val5val6val7val8val10val11val12val14val15val16val17val18vallelunga1

 

AUDI FOI KAMIKAZE EM FUJI

AUDI FOI KAMIKAZE EM FUJI

 

 

A Audi conseguiu um feito inédito na pista japonesa de Fuji, por sinal a pista de ensaios da Toyota onde bateu o construtor nipónico.A corrida deste fim de semana no Japão promete, pois a Toyota não vai com certeza baixar braços perante o seu principal adversário, e para esta madrugada na Euiropa, tudo indica que a corrida vai ser bem disputada.

O unico piloto portugues presente é Pedro Lamy, que sai da grelha na 17ª posição ao volnate do seu Aston Martin, fazendo equipa com Stanaway.

 

1º Lotterer-Traluyer - Fassler - Audi

2º Davidson - Buemi - Sarrazin - Toyota

3º Wurz - Lapierra - Nakajima - Toyota

4º Kristensen - Duval - McNish - Audi

5º Bellichi - Beche - Lola Toyota

17º Pedro Lamy - Stanaway - Aston Martintoy1toy2toy3toy4toy5toy6toy7toy8toy9toy10toy11toy12toy14toy15wec1wec2wec3wec4wec6wec7wec8wec9wec10wec11wec12wec14wec15wec16wec18wec19wec20wec21wec22wec24wec25wec26wec27wec28wec29wec30wec31

 

 

Fotos WEC - www.velocidadeonline.com

 

NOVO DIRECTOR PARA A NISSAN EM PORTUGAL

 

 

GUILLAUME PELLETREAU É O NOVO COUNTRY DIRECTOR DA NISSAN EM PORTUGAL

 

 

GUILLAUME PELLETREAU É O NOVO COUNTRY DIRECTOR DA NISSAN EM PORTUGAL

- A Nissan nomeou Guillaume Pelletreau como novo Country Director das suas operações em Portugal, com efeitos a partir de 01 de Novembro -

Guillaume Pelletreau trabalha no grupo Nissan há oito anos e desempenhava até agora a função de Director Comercial na Infiniti Europe, em Rolle, na Suíça. No seu percurso dentro da Nissan, começou como Gestor de Planeamento Estratégico de Vendas e Marketing nos escritórios da Nissan Europa, após o que assumiu a liderança da equipa de Marketing na Nissan em França e mais tarde da Nissan Internacional com responsabilidade pelos veículos de passageiros. Este percurso internacional na Nissan permitiu-lhe adquirir uma experiência e conhecimento em áreas-chave do negócio, como Marketing e operações de Vendas, Após-Venda e Qualidade.

 

 

 

 

 

 

N SEGUROS INCENTIVA

 

1º Corrida Montepio “Corremos uns pelos outros” e por um “Portugal mais Feliz”

 

 

N Seguros incentiva fãs a correrem “uns pelos outros”

 

A Seguradora Directa do Grupo Montepio tem para oferecer 50 inscrições para a modalidade “Caminhada” da 1ª Corrida do Montepio, a realizar-se no próximo dia 27 de Outubro, sendo que o valor da inscrição reverte a favor do projecto “Portugal Mais Feliz” da Cruz Vermelha Portuguesa.

 

A N Seguros, a Seguradora Directa do Grupo Montepio promove através de  www.facebook.com/nseguros, e até às 12h00 do próximo dia 23 de Outubro, o passatempo “Corremos uns pelos outros”.

 

Para se habilitarem ao prémio, os participantes devem ser fãs da página N Seguros e colocar, na aplicação do passatempo, uma frase original que inclua as expressões “N Seguros” e “corremos juntos”. Ganham as 50 frases que tiverem mais pontos angariados através da votação dos outros fãs da página N Seguros ou através da angariação de novas participações, ou seja, por cada nova participação registada através da sua partilha, o utilizador ganha um ponto extra.

 

Com partida dos jardins de Belém, na Praça do Império, a 1.ª Corrida Montepio terá o Rio Tejo como companheiro de viagem, podendo optar pela modalidade de “Corrida” ou “Caminhada” variando o percurso e a distância:

Modalidade Corrida (10 km): Belém, Praça do Império > Pedrouços > Belém > Av. da Índia > Av. 24 de julho > Av. Infante Santo > Av. 24 de julho > Av. da Índia > Belém, Praça do Império

Modalidade Caminhada (3km): Belém, Praça do Império > Pedrouços > Belém, Praça do Império

 

A 1ª Corrida Montepio - ”Corremos uns pelos outros” será dedicada ao projecto “Portugal Mais Feliz”, da Cruz Vermelha Portuguesa. A solidariedade assumirá o primeiro lugar nesta iniciativa, através da doação do total angariado a partir das inscrições à Cruz Vermelha Portuguesa.

 

O projecto “Portugal Mais Feliz” tem por objectivo apoiar as famílias em várias áreas, como a alimentação, apoio financeiro, desenvolvimento de competências pessoais e sociais, integração escolar e/ou profissional, saúde e outras que se revelem necessárias e adequadas.

 

 

A ESTREIA NO NISSAN ZEOD RC

 

NISSAN ZEOD RC ESTREIA-SE EM COMPETIÇÃO ESTE FIM-DE-SEMANA

 

 

NISSAN ZEOD RC ESTREIA-SE EM COMPETIÇÃO ESTE FIM-DE-SEMANA

  • Inovador protótipo eléctrico acaba de ser revelado na sede da Nismo
  • Fãs japoneses serão os primeiros a ver de perto o automóvel de competição em versão final
  • O "Zero Emissions on Demand" estreia-se na prova de Resistência da FIA
  • O piloto Michael Krumm junta-se ao programa de testes

Após oito meses intensos de concepção, desenvolvimento e construção, o revolucionário automóvel eléctrico de competição Nissan ZEOD RC (Zero Emissions On Demand - Racing Competition) acaba de ser revelado na sede da divisão de alto desempenho da Nissan - a Nismo - em Yokohama.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

Mais

Vídeo Relacionados

Vídeo Relacionados

 

PORSCHE CLUB PORTUGAL EM TRAS OS MONTES

PORSCHE CLUB PORTUGAL EM TRAS OS MONTES

 

Os quarenta três Porsches, vão estar neste fim de semana num passeio por Trás os MOntes organizado uma vez mais pelo Porsche Club Portugal.Tendo como base o Palace em Vidago, os participantes irão ao longo destes dois dias visitar a casa de Mateus, o antigo circuito de Vila Real, para além doutros pontos de interesse nesta bonita zona de Portugal.

 

 

 

O Porsche Club Portugal organiza nos dias 18, 19 e 20 de Outubro o “Encontro Porsche no Alto Douro”.

Em 2001, o Alto Douro Vinhateiro foi classificado pela UNESCO, como Património da Humanidade, paisagem cultural evolutiva viva, dada a sua beleza e ser a região demarcada mais antiga do mundo, com os seus 250.000 hectares. Encontra-se subdividida em três sub-regiões dado o clima, a geografia e a socioeconomia: Baixo Corgo, Cima Corgo e Douro Superior.

Em 1998 a UNESCO classificou o Parque Arqueológico do Vale do Coa como Património da Humanidade. Além dos Vinhos do Porto, únicos no mundo, produzem-se dos melhores vinhos de mesa do universo conhecido, bem como excelentes espumantes.

 

 

 

PROGRAMA “ENCONTRO PORSCHE NO ALTO DOURO”

Sexta feira, 18 de Outubro de 2013
16h 00m- Receção dos participantes e entrega de documentação no hall do Hotel Palace Vidago

Sábado, 19 de Outubro de 2013
9h 45m- Partida para Kartodromo de Vila Real
10h 15m- Receção e entrega de documentação no kartodromo, aos participantes que não ficaram
alojados no Hotel.
10h 30m- Kartodromo de Vila Real
Prova de regularidade em pista
Prova de Velocidade
Provas Lúdicas
13h 15m- Almoço Restaurante Quinta do Paço
Cocktail de boas vindas
Ementa:
Entradas variadas
Prato Principal- Posta à maronesa
Sobremesas
Bebidas Café
Vinhos da casa









15h 30m- Visita guiada ao Palácio de Mateus em Vila Real
18h 00m- Check in no Hotel Palace Vidago
20h 30m- Confraternização e Welcome drink no Hotel Palace Vidago
21h 00m- Jantar no Hotel Palace
Ementa especial preparada pelo Chefe Rui Paula

Domingo, 20 de Outubro de 2013
10h 00m- Saída do Hotel para passeio panorâmico no Alto Douro Vinhateiro, passando por Sabrosa e
Pinhão.
11h 30m- Chegada à Quinta do Seixo
Visita guiada ás caves Sandeman e prova de vinhos
13h 30m- Almoço pic- nic na Quinta do Seixo
Ementa:
Aperitivos: Enchidos grelhados na brasa, queijos tradicionais, pasteis de bacalhau, rissóis
Vinho: Mateus Rosé
Entrada: Sopa de Vindima ( de feijão e legumes)
Vinho: Planalto
Prato Pincipal: Arroz de Pato e Saladas Variadas
Vinho: Papa Figos
Sobremesa: Salada de frutas e Bolo de Laranja
Vinho: Reserve Tawny Porto
15h 30m- Entrega de Prémios e encerramentologo pcp

 

 

RENAULT DE PORTAS ABERTAS

RENAULT DE PORTAS ABERTAS

 

 

Todas as concessões da Renault vão estar este fim de semana de portas abertas em todo o país, onde todos os visitantes poderão ter a oportunidade de poder ver de perto toda a gama da marca francesa, pararenault além das ultimas novidades que chegaram recentemente ao mercado.Por outro lado, os visitantes têm a possibilidade de testar as principais novidades, numa concessão junto de si.

 

NOVA ESTRELA PORTUGUESA?

 

Pedro Nuno passa à fase seguinte do apuramento da Redbull Rookies Cup


IMG 3492IMG 3823O dia de ontem ficou marcado pela passagem de 50 dos 120 pilotos selecionados para o apuramento da Redbull Rookies Cup, no circuito de Huelva, em Espanha. Apenas cerca de dez serão eleitos para integrar a equipa final, estando já Pedro Nuno entre os favoritos. O jovem piloto, que passou à fase seguinte integrando assim os 50 melhores dos 102 jovens selecionados, está bastante satisfeito com os tempos e resultados obtidos.

A última prestação do Pedro Nuno no Circuito de Huelva foi decisiva para uma maior aproximação do seu objetivo final. Ainda que ansioso pela manhã, Pedro Nuno acabou por tranquilizar logo após as primeiras voltas ao traçado de Monteblanco, que contribuiu para uma recolha de boas sensações que se traduziram em resultados positivos no final do dia. “Estava um bocadinho nervoso no início mas à medida que fui reconhecendo a pista e a moto, comecei a sentir-me mais confortável e seguro”, confessa. “O bom tempo também ajudou a sentir-me bem em pista e mais confiante. Amanhã vou dar o meu melhor!", revela a jovem promessa do motociclismo português.

Sem esquecer os fãs, aos quais o piloto de Vila Franca de Xira dedica também o seu trabalho e empenho, o pouco tempo disponível ao final do dia é ocupado com a visualização das inúmeras mensagens de apoio que lhe chegam através da página de Facebook. "Estou muito satisfeito e feliz. É fantástico receber todo este apoio, não estava nada à espera", acaba por contar, entusiasmado com a corrida na qual tudo irá, finalmente, ficar decidido. 

Os treinos terão lugar hoje às 09h30 e à 13h30, sendo que o piloto português faz parte do grupo A.

 

HISTORIC ENDURANCE SERIES 2013

 

Historic Endurance Series 2013


Algarve Classic Festival

 


Press Release – Antevisão Portimão

 


Iberian Historic Endurance promete História no Algarve

 

poster
É já neste fim de semana que o Algarve recebe a quarta prova do ano do Historic Endurance e as expectativas, dado o sucesso das provas anteriores, não podiam deixar de ser altas. O Circuito de Portimão recebe nos dias 19 e 20 de Outubro o Algarve Classic Festival, onde se inserem provas de grande reputação, como os campeonatos europeus FIA Históricos de Formula Junior, GT and Sports Cars entre outros, prometendo um fim de semana de corridas bastante animado e recheado de História no Sul de Portugal.
Depois do excelente fim-de-semana em Jerez, o Iberian Historic Endurance apresenta-se ainda mais forte em Portimão, destacando-se uma grelha de quase 50 carros, com Pilotos maioritariamente de Espanha e Portugal, mas também Ingleses, Holandeses, Alemães e até Neozelandeses. Um facto assinalável, representando s maior grelha de sempre do Algarve Classic Festival e provavelmente a maior de sempre do circuito Algarvio.
De facto, motivos não faltam para seguir de perto a prova deste fim de semana. Na numerosa e eclética lista de inscritos, destacam-se a presença dos 2 Abarth 1000 TC, de um Ford GT40 e do exclusivo Bizzarini GT 5300, de Georg Nolte e Frank Stippler, o alemão piloto oficial da Audi. No total, mais 160 obras de arte que preencherão o desafiante traçado algarvio.
O Historic Endurance é uma competição para Gentlemen Drivers, focando-se no espetáculo da competição dedicada aos Clássicos. O evento divide-se em 3 categorias, para veículos Pré-1965, Pré-1971 e Pré-1976. À classificação geral é aplicado o Index de Performance Frederique Constant que penaliza os carros de maior cilindrada e beneficia os carros mais antigos de cilindrada mais baixa. O vencedor do evento ganha um relógio único Frederique Constant.
No entanto, o Historic Endurance foca-se principalmente nos “Gentlemen Drivers” que trazem estas preciosidades para a pista. Assim, a organização aplica um conjunto de regras para promover o desportivismo e o bom relacionamento entre os pilotos. Com este espírito, é bastante comum os pilotos “adversários” tornarem-se bons amigos através de uma componente social forte.
Diogo Ferrão, o jovem lisboeta que organiza Historic Endurance, não esconde o seu entusiasmo por mais uma prova ibérica com lotação esgotada: “Todos esperamos mais um grande convívio e competição no Algarve. Com uma grelha pouco vista como esta, vai ser certamente muito divertido para os Pilotos e para o Público. Vai existir uma grande diversidade entre carros e pilotos, mas numa grelha com mais de 40 carros todos vão ter um adversário em pista com quem se divertir, que é o mais importante. ”
A competição começa no Sábado com a realização dos Treinos Cronometrados e a primeira corrida, enquanto que a segunda corrida terá lugar na tarde de Domingo

 

VODAFONE MEXEFEST

Vodafone Mexefest


Novas confirmações:

Combo Nuevo Los Malditos, John Wizards, Young Fathers, Rocky Marsiano e Mr. Bird

29 e 30 de Novembro, Avenida da Liberdade, Lisboa

www.vodafonemexefest.com | facebook.com/vodafonemexefest

 

O cartaz do Vodafone Mexefest apresenta-se imparável de estilos e a surpreender de boas-novas. Aos nomes já anunciados, juntam-se mais algumas confirmações de luxo.
 

Juntos, constituem-se como Combo Nuevo Los Malditos. Membros dos Orelha Negra, Cacique 97, Cool Hipnoise, da banda de Sérgio Godinho e dos Cais Sodré Funk Connection, com djs de reconhecido mérito e a voz do cubano José Debray, apresentam uma série de temas que misturam, muito jazz, funk, ritmos latinos e soul.
 

Da África do Sul, os John Wizards. São donos de um dos mais surpreendentes discos do ano. Grande revelação, John Wizards são de Cape Town mas na sua música parece caber o mundo inteiro. Assumem influências étnicas um pouco de todo o continente africano mas também de correntes modernas da música sul-africana como shangaan electro ou kwaito, cruzam-nas com indie pop e rock, r'n'b, hip hop e diferentes formas de electrónica e devolvem tudo com uma assinatura muito própria que levou o jornal “The Guardian” a apelidar a sua música de "mágica".
 

Imaginem as notas hipnóticas do psicadelismo a chegarem subtis para rechearem as palavras e os ritmos impactantes do hip hop. É assim a música dos Young Fathers, de Edimburgo. Projecto que resulta da criatividade e das origens de 3 jovens músicos: Alloysious Massaquoi (Libéria), Kayus Bankole (Nigéria) e 'G' Hastings (Drylaw, Escócia). Ele foi um dos elementos que integrou a famosa compilação Rápublica, de 94.
 

Tem um pé em Amesterdão e outro em Lisboa, chama-se Rocky Marsiano, alter ego jazzístico de D-Mars. MC e produtor de hip hop, esteve entre os pioneiros do movimento nacional à frente dos lendários Micro. Por estar na Holanda, as suas actuações ao vivo têm sido raras em Portugal, o que torna este concerto particularmente especial. Apesar de ter começado como projecto de estúdio, ao vivo Rocky Marsiano assume a identidade de banda, procurando recriar o verdadeiro espírito clássico do jazz.
 

Por fim, mais um homem das electrónicas. Produtor, dj e músico, é conhecido por Mr. Bird. Inglês agora a residir em Lisboa, explora muitos estilos, sempre com elevada qualidade. Acarinhado pelos pares e pela crítica, viu o seu génio reconhecido quando gravou uma sessão para as famosas John Peel Sessions.


Vodafone Mexefest. De palco em palco, a Música mexe na cidade.

Mais novidades a anunciar brevemente.


 

Já confirmados:

A.M.O.R.; Autre Ne Veut; Cícero, MoMo e Wado; Combo Nuevo Los Malditos; Daughter; Discotexas Picnic Live – Da Chick, Mirror People, Moullinex, Mr. Mitsuhirato, Xinobi; Erlend Øye; Haruko;; Gisela João; Glasser; J-K; John Grant; John Wizards; La Yegros; Lil Silva; The Legendary Tigerman; Márcia convida Samuel Úria e António Zambujo; Moonface; Mr. Bird; Nástio Mosquito; Octa Push; Oh Land; Olivier Libaux; peixe : avião; Rocky Marsiano; Savages; Sensi; SILVA; Tropics; Vahagn & The Sky People Wavves; Woodkid; Young Fathers.

 

Novas confirmações


 

 

Combo Nuevo Los Malditos

 

Bio

Quando a José Debray, músico cubano de voz grande, se juntam alguns dos melhores djs da praça, e elementos dos Orelha Negra, Cacique 97, Cool Hipnoise, da banda de Sérgio Godinho e Cais Sodré Funk Connection, o resultado só podia ser explosivo. Alcançam a celebração e a felicidade oferecendo ritmos de dança contagiantes, resultado de uma fusão gigante de géneros como o funk, o jazz e a soul, com alguns dos estilos mais tradicionais e apreciados na América Latina. São muitos e exímios músicos: Combo Nuevo Los Malditos.

Sites e Vídeos


Facebook

"Tamborito"

 

 

John Wizzards


 

Bio

O guitarrista John Withers foi, a dada altura da sua vida, homem nómada, vivendo e trabalhando em Maputo, e Cidade do Cabo. Conheceu o ruandês Emmanuel Nzaramba. Depois de alguns desencontros, juntaram-se para criar a banda John Wizards. Agora são mais: Raphael, Jefurī Burinku, Tom e Alex. Estrearam-se com um maravilhoso título homónimo editado em 2013. O disco é um requintado caldeirão de géneros, afinadamente misturados e elevados ao céu pela voz de Emmanuel.

Sites e Vídeos

Site Oficial

Facebook


"Lusaka By Night"

 

 

 

Young Fathers

Bio

 Young Fathers é um projecto de hip-hop baseado em Edimburgo. Constituído por três rapazes de origens discográficas distintas, Alloysious Massaquoi (Libéria), Kayus Bankole (Nigéria) e 'G' Hastings (Drylaw , Escócia), justapõem as culturas das suas proveniências para oferecer um hip-hop hipnótico, alternativo e muito intenso. Com dois álbuns em carteira, o último deste ano, “Tape Two”, têm caído nas graças da crítica e das rádios britânicas, assumindo-se como um fenómeno, quer ao vivo quer com a excelência das suas edições.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Queen is Dead"

 

 

 

Rocky Marsiano

 

Bio

Há 5 anos radicado em Amesterdão, o MC-produtor D-Mars é um dos ícones do hip-hop luso, tendo estado presente na compilação Rápublica, de 94. O seu lado mais multifacetado alberga o nome Rocky Marsiano. Anda desde 2005, altura em que lançou o debut “Pyramid Sessions”, a espalhar magia com os seus beats cheios de jazz e funk. Marsiano tem um novo álbum, o 4º da carreira, intitulado “Music For All Seasons”. O registo vai para além dos géneros sempre explorados pelo produtor.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Ginga Danada"

 

 

 

Mr. Bird

Bio

É dono do selo Fat Bird Sounds e já participou numa das afamadas sessões do malogrado John Peel. Estes são alguns dos atributos curriculares e artísticos de Steve Bird, mais conhecido por Mr. Bird; inglês de Newcastle agora a residir em Lisboa. Produtor, músico e Dj com vasta experiência, move-se ágil por entre vários movimentos da música electrónica: do ambiente ao hip hop, do broken beat ao house.

Sites e Vídeos

Site Oficial


Facebook

"Scooby Snacks"

 

 

Informação de Bilhetes


 

Preço dos Bilhetes

Preço único: €40

Troca obrigatória por pulseira no Cinema São Jorge a partir de dia 28 de novembro

Locais de Venda

www.blueticket.pt - Call Center 707 780 000, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita (Amadora, Porto, Vila Real, Ovar, Coimbra e Funchal), Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Estações de Correios, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, www.ticketline.pt - Reservas e informações 1820 (24 horas), www.bilheteiraonline.pt, Coliseu de Lisboa.
Bilheteira do festival no Cinema São Jorge a partir de dia 28 de novembro.

 

 

Visite-nos em

www.musicanocoracao.pt

partilhe

 

 

DUNLOP COM ESTREIA DE NOVO PNEU

 

DUNLOP LEVA NOVO PNEU TRASEIRO PARA MOTO2 À AUSTRÁLIA

 

  • Os pilotos de Moto2 vão desfrutar do novo composto assimétrico que a marca criou baseando-se em experiências prévias neste circuito.
  • Enquanto os pneus habituais foram enviados por mar, os novos pneus traseiros de Moto2 fizeram a viagem de avião.

 

Os pilotos de Moto2 e Moto3 chegam ao Circuito de Phillip Island, na Austrália, com os olhos postos na superfície da pista que foi repavimentada. Espera-se portanto que provoque maiores níveis de aderência.

4@11@9@11@9@5xe" filled="f" stroked="f">image001.png@01CECBF3.C681F460" >Após ver como foi batido o recorde de volta mais rápida, tanto em Moto2 como em Moto3, no Circuito de Sepang, chegamos ao circuito de Phillip Island onde a temperatura ambiente e a humidade deveriam ser mais fáceis para as equipas e os pilotos. Contudo, espera-se que a temperatura do asfalto esteja entre as mais altas da temporada.

Phillip Island conta com um percurso de 4,4km, com 5 curvas para a direita e 7 para a esquerda. A sequência de curvas rápidas para a esquerda, no último troço da volta, vão fazer subir a temperatura no lado esquerdo e, em particular, nos pneus traseiros, enquanto os dianteiros vão manter uma temperatura relativamente baixa. 

Enquanto a maioria dos pneus são enviados por via marítima desde a fábrica da Dunlop, a nova especificação traseira para Moto2 foi enviada por transporte aéreo. Esta nova geração é um composto assimétrico que pretende cobrir as necessidades do circuito de Phillip Island, já que foi criado utilizando dados recolhidos em anteriores Grandes Prémios de Moto2 e do Campeonato Australiano de Superbikes.

Wayne Maxwell venceu na última prova celebrada neste circuito o Campeonato Australiano de Superbikes há duas semanas com pneus Dunlop. Trata-se de um campeonato aberto a todos os fabricantes de pneus em que a equipa vencedora usou pneus Dunlop, tal como a equipa que venceu o Campeonato do Mundo de Resistência FIM e o TT da Ilha de Man.

Outro fator extra neste circuito, e que pode ter influência na luta pelo campeonato, é o tempo que tende a ser muito variável. No passado fim de semana na Malásia, Tito Rabat e Pol Espargaró conseguiram aproximar-se um pouco mais do atual líder do campeonato, Scott Redding, que conseguiu a sétima posição. Por outro lado, em Moto3, Luis Salom e Álex Rins mantêm-se firmes no topo da tabela, mas seguidos de muito perto por Maverick Viñales.

 

Escolha de pneus:

  • Moto2: Dianteiros 120/75R17, 302 (médio) e 345 (duro) - Traseiros, 195/75R17, Moto2 assimétrico 9868 e 067
  • Moto3: Dianteiros: 95/75R17, M e H Traseiros: 115/75R17, M e H

 

Como é habitual, ambas as categorias vão dispor de três conjuntos de pneus de piso molhado e é acrescentado um conjunto extra no caso de os treinos serem com chuva.

 

As provas de Moto3 e Moto2 disputadas em Sepang foram fantásticas. Tito Rabat juntou-se ao colega de equipa Pol Espargaró e a Scott Redding na luta pelo Campeonato. O mais interessante é que tanto Pol como Tito conseguiram os mesmos pontos (61 no total) nas últimas três provas nas quais Redding apenas conseguiu 31 pontos, só mais um ponto que o colega de equipa Mika Kallio”, afirma Clinton Howe, diretor de operações de Moto2.

 

"Quando chegarmos a Phillip Island, a única coisa que poderá surpreender-nos será ter um fim de semana com bom tempo. Não me lembro de uma vez em que não tenhamos tido o tempo das quatro estações e, escusado será dizer, que as equipas e pilotos esperam mais do mesmo. Será outro fim de semana interessante para os nossos engenheiros, já que teremos que ver o que o novo circuito nos oferece. Aconteça o que acontecer, parece que os campeonatos não vão decidir-se antes final", conclui.

 

 

Acerca de Dunlop

A Dunlop é um dos maiores fabricantes de pneus para motos com um impressionante currículo de sucessos no motociclismo. A vasta experiência competitiva da Dunlop proporcionou o desenvolvimento de tecnologias inovadoras para pneus concebidos para o uso no dia-a-dia. Sempre com o objetivo de transmitir total confiança aos motociclistas, a Dunlop oferece a todos os tipos de motociclistas o desempenho e a durabilidade das mais recentes tecnologias de pneus. Em 2013 celebra-se o 125º aniversário da Dunlop e a criação do pneu pela mão do nosso fundador.

Muitos dos principais fabricantes de motociclos e scooters, incluindo KTM, Triumph, Honda, Kawasaki, Suzuki e Yamaha, aplicam produtos Dunlop de origem.

 

Para mais informações sobre a Dunlop visite www.dunlop.pt, a página do Twitter ou do Facebook

Dunlop Moto2Dunlop Moto2_1
 

OLIVEIRA SAI DE 8º

Miguel Oliveira no oitavo lugar da grelha dp GP de Moto3 da Austrália

Depois de ter rodado entre os quarto e o sexto lugares nos treinos livres, Miguel Oliveira não foi além do oitavo posto com o tempo de 1.37,553 minutos numa sessão de qualificação muito disputada em que o espanhol Luis Salom (Red Bull KTM Ajo) conquistou a 'pole position' com 01.36.890 minutos.

A posição na grelha de Miguel Oliveira não é, contudo, demonstrativa de uma má qualificação já que os primeiros 13 lugares da grelha estão separados por menos de um segundo.

Agência Lusa

 

OLIVEIRA SEM SORTE

Miguel Oliveira quer recuperar confiança após queda na qualificação na Austrália

"Na última saída para a pista tentei a minha sorte, mas todos cortaram gás e quando finalmente veio alguém rápido, na travagem, uma forte rajada de vento fez-me cair", afirmou o almadense, cuja melhor volta (1.37,553 minutos) o deixou no oitavo lugar da grelha de partida para a 15.ª prova da categoria.

Mesmo assim, Miguel Oliveira, que no último fim de semana chegou pela primeira vez ao pódio em 2013, ficou satisfeito com o seu desempenho na qualificação no circuito australiano de Phillip Island.

Agência Lusa

 

LORENZO BATE MARQUEZ NA AUSTRÁLIA

Lorenzo impõe-se a Marquez e conquista “pole”

 

Campeão do mundo espanhol estabeleceu hoje o recorde do circuito australiano de Phillip Island.

Lorenzo impõe-se a Marquez e conquista “pole”
O campeão do Mundo de MotoGP, o espanhol Jorge Lorenzo (Yamaha), estabeleceu hoje o recorde do circuito australiano de Phillip Island, impondo-se ao compatriota Marc Marquez (Honda) na qualificação para a corrida de domingo.
Lorenzo estabeleceu a nova marca ao cumprir a sua melhor volta em 1.27,899 minutos, menos 0,221 segundos do que Marquez, que lidera o Mundial com 43 pontos de vantagem, quando faltam três corridas até ao final do campeonato.
No ano de estreia em MotoGP, Marquez necessita apenas de ganhar oito pontos a Lorenzo para reeditar o feito do Kenny Roberts, que se sagrou campeão do Mundo como “rookie”, em 1978.
O companheiro de equipa de Marquez na Honda, o também espanhol Dani Pedrosa, que, a 54 pontos da liderança, ainda está na corrida pelo título mundial, quando ainda faltam disputar 75, não foi além do quinto melhor registo na qualificação, atrás do compatriota Alvaro Bautista (Honda) e do italiano Valentino Rossi (Yamaha), quinto e quarto, respetivamente.
No domingo, o Grande Prémio da Austrália vai ser disputado de “bandeira a bandeira” e terá 26 voltas, menos uma volta do que o inicialmente previsto, para evitar problemas com os pneus.
Assim, entre a 12.ª e a 14.ª voltas, os pilotos vão ter obrigatoriamente de trocar de mota, que têm de estar equipadas com um conjunto de pneus duros.
A direção da corrida foi mais drástica na corrida de Moto2, tendo decidido encurtá-la de 25 para 13 voltas, após consulta do fabricante dos pneumáticos (Dunlop), que disse não conseguir garantir a segurança dos pilotos, na sequência dos testes feitos pelo suíço Dominique Aegerter (Kalex).
O espanhol Pol Espargaro (Kalex), que está a apenas nove pontos do britânico Scott Redding, que lidera o campeonato, vai partir na dianteira para a corrida de Moto2, à frente dos compatriotas Esteve Rabat (Kalex) e Jordi Torres (Suter).
Em Moto3, o líder da categoria, o Luis Salom (KTM) vai partir à frente do alemão Jonas Folger (KTM) e do seu compatriota Efren Vazquez (Mahindra).
O português Miguel Oliveira (Mahindra), que sofreu uma queda durante a qualificação, vai partir do oitavo lugar da grelha.


Conteúdo publicado por SportInforma

 

GRUPO DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS WSR NA CATALUNHA

 

 

ren1ren2ren3ren4ren5ren6ren7ren8ren9ren10ren11ren12ren14ren15ren16ren17ren18ren19ren20renaultcatalunhaAlgumas imagens das WSR que esta este fim de semana no circuito espanhol de Barcelona.

 

RECORDAR F 1 EM 1983

RECORDAR FÓRMULA 1 EM 1983

 

 

Grupo de imagens referentes ao Grande PrREC1REC2REC3REC4REC5REC6REC7RECAFRICASUL19831emio de Fórmula 1 da Africa do Sul.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MIGUEL OLIVEIRA EM PHILLIPE ISLAND

 

Grupo de imagens de Miguel Oliveira na pista australiana de Phillipe Island.oliv1oliv2oliv3oliv4oliv5oliv6

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

COSTA A COSTA DE MASERATI QUATTROPORTE

 

Imagens da chegada do Maserati Quattroporte à cidade de S.Francisco, depois da travessia dos Estados de costa a cota.mas1costaacostaquattroportemas2mas3mas4mas5mas6mas7mas8mas9mas10mas11mas12MASQUATROPORTEPRIVATELOUNGE

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

MOTO GP - PHILLIPE ISLAND

 

moto1moto2moto3moto4moto5moto8moto9moto10motogpaustralia

Pequeno grupo de imagens das sessões de treinos livres de Moto GP, que está este fim de semana na Austrália em Phillipe Island.

 

NA SEDE DA ALMBORGHINI

NA SEDE DA LAMBORGHINI

 

 

lambosedeEis uma imagem do stanmd existente na unidade fabril da Lamborghini em Itália.Um regalo para a vista....

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS - FUJI

 

 

Grupo de imagens da sessão de treinos livres de mais uma prova do Mundial de Endurance, que este fim de semana encontra-se no Japão, na pista de Fuji.fuji1fuji2fuji3fuji4fuji5fuji6fuji7fuji8fuji9fuji10fuji11fuji12fuji14fuji15fuji16fuji17

 

EQUIPA DE BIANCHI PRATA RECUPERA

EQUYIPA DE BIANCHI PRATA RECUPERA

 

 

Depois dum mau inicio, a equipabianchi1bianchi2bianchi3bianchi4bianchi5bianchirecupera30posioes do piloto português Bianchi Prata que está a participar no rali de Marrocos, esteve hoje em grande ao conseguir recuperar cerca de trinta posições.

 

ACÇÃO MCLAREN NOS ESTADOS UNIDOS

ACÇÃO MCLAREN NOS ESTADOS UNIDOS

 

 

A marca britânica esteve esta semana nos Estados Unidos, a pista das Américas, onde juntou uma série de potenciais clientes para testarem o novo McLaren de Estrada.Ao lado do McLaren de estradaaccao1accao2accao3accao4accao5accao6accao7accao8accao9accao10accao10accao11accao12accao14accao15 esteve um dos chassis de F1.De referir a presença do apresentador Jay Leno, um grande apreciador de grandes máquinas.

 

TOYOTAS PARA ALUGAR

TOYOTAS PARA ALUGAR

 

O departamento de competição da Salvador Caetano tem para alugar ou mesmo vender os dois Toyota Starlet, um de grupo 5 e outro de Grupo 2.

 

toyota1toyota2Para mais informações por favor contactar José Mendonça -  22 7867124

 

COMPETISPORT DESTACOU-SE

 

Competisport destacou-se em Baião

 

luis mota
Com cerca de seis equipas presentes, cinco delas com viaturas da propriedade da
Competisport, o Rali de Baião saldou-se muito positivo para a estrutura do Cartaxo.
A oitava ronda do Campeonato Open de Ralis disputou-se em pisos de terra, muito
favorável aos 4x4 que acabaram por dominar a totalidade o rali do Clube Automóvel
de Amarante.
Luís Mota e Alexandre Ramos voltaram a fazer um rali sem problemas centrando os
seus objetivos no Troféu rallycar e no Open 4 RM. Fazendo uma prova de evolução, a
dupla do Mitsubishi EVO IV foi gerindo o seu rali, pensando sempre em garantir a
pontuação necessária para garantir a segunda posição no campeonato. Em Baião
foram os 4º da geral, e garantiram mais um triunfo no Troféu Rallycar. Com isto
garantem já o vice-campeonato no Open de Ralis e o título no troféu Rallycar Maxi.
Vítor Pascoal e Luís Ramalho voltaram a surpreender já que tudo fizeram para levar o
Mitsubishi EVO VII ao triunfo. Foi uma interessante luta de seguir com o piloto a
perder a vitória no rali por uma margem bastante pequena, mas onde um segundo
lugar não deixa de ser muito positivo pelo andamento evidenciado pelo piloto.
Em pleno estiveram Gil Antunes e Carlos Ramiro que como delineado antes da prova
conseguiram já somar os pontos necessários para assegurar o título no Desafio
Modelstand 2013. O piloto do Peugeot 206 da Competisport fez um rali regular, já que
bastava lhe um 4º lugar para garantir o titulo. Acabaram por rodar sempre entre os
três primeiros, terminando o rali no lugar mais baixo do pódio, quer no Desafio
Modelstand, quer no Open 2 RM.
Salvador Gonzaga e Paulo Lopes fizeram a estreia em ralis com um carro de 4 rodas
motrizes, neste caso no novo Mitsubishi EVO VII da Competisport. O piloto aproveitou
a prova para fazer toda a aprendizagem de um 2 RM para 4x4 conseguindo nesta
prova de estreia registar bons cronos à geral, terminando o rali na sétima posição da
geral.
Mais azarada foi a segunda prova de André Mota e Eurico Adão com o Mitsubishi EVO
VI, já que um problema num fio que se partiu no decorrer fez a dupla perder imenso
tempo e descer para o fundo da tabela de classificação. Sendo impossível recuperar o
tempo perdido a jovem dupla aproveitou para fazer com quilómetros com o carro e
preparar da melhor forma as próximas provas onde querem estar num bom nível
competitivo.
O único desistente acabou por ser Fernando Teotónio que viu o diferencial do seu
Mitsubishi EVO VI ceder no decorrer da última especial do Rali.
Ainda assim uma excelente jornada para a Competisport e para a equipa técnica da
Domingos Sport onde todos os seus carros lograram terminar o rali, com Gil Antunes a
garantir já titulo no Modelstand e Luís Mota também a assegurar o vice-campeonato
no Open 4 RM, além da Vitória no Troféu Rallycar.
Piloto/Co-Piloto
Luís Mota/Alexandre Ramos
André Mota/Eurico Adão
VC Combustíveis e
Derivados

 

VESPA PARADE NO PORTO

VESPA PARADE NO PORTO

 

 

Como o apoio da Porto Canal realizou-se no passado mês de Setembro a 1ª edição da vespa Parade, que juntou mais de meio milçhar de diferentes modelos de vespas, de diferentes cilindradas.Todos os participantes percorreram a baixa do Porto.

 

 

Texto ee fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 0123FOX 0124FOX 0125FOX 0126FOX 0127FOX 0128FOX 0129FOX 0130FOX 0131FOX 0132FOX 0133FOX 0134FOX 0135FOX 0136FOX 0137FOX 0138FOX 0139FOX 0143FOX 0144FOX 0145FOX 0146FOX 0147FOX 0148FOX 0149FOX 0150

 

COELHO E ALVES PERTO DA VITÓRIA

 

Nuno Coelho e Pedro Alves muito perto de vencer em Baião!

nuno coelho.jpg_2nuno coelho.jpg_3
A exemplo das provas anteriores, a dupla Nuno Coelho e Pedro Alves têm estado em
evidência no Desafio Modelstand, fruto dos grandes resultados que a equipa tem vindo a
alcançar esta época.
No Rali de Baião, a oitava ronda do Campeonato Open de Ralis Ralis acabaram por ter um
dos melhores ralis do ano, numa interessante luta com os seus adversários pela vitória no
troféu.
A dupla do Peugeot 206 Gti entrou forte e arrecadou logo o terceiro melhor tempo na primeira
especial. Na seguinte vencem a especial e saltam para a liderança da prova, acabando a
primeira ronda das especiais em segundo a escassos segundos do primeiro. Na primeira
especial da tarde voltam a vencer e assumem novamente a liderança da competição, repinto
o feito no Campeonato Open 2 RM.
Na penúltima especial do dia, o seu mais direto adversário fez um contra-ataque forte, que
lhe permitiu acumular uma boa vantagem, numa altura onde faltava agora apenas uma
especial para terminar o rali.
Nuno Coelho e Pedro Alves ainda tentaram recuperar a diferença, mas os poucos
quilómetros da última especial não chegaram para recuperar a totalidade da diferença para o
primeiro.
Ainda assim um justo e merecido segundo lugar para a dupla que terminou em igual posição
no COR 2 RM, conseguindo uma boa recolha de pontos, que lhe permite agora estar na luta
pelos “vice” campeonatos, quer do Modelstand, quer do Open.
“Entramos determinados em discutir a vitória. Já por várias vezes o tentamos fazer, mas
alguns azares não o tinham permitido até agora. Felizmente o rali foi perfeito, muitíssimo bem
disputado, o que é uma mais-valia para o troféu. Nós fizemos uma boa primeira secção,
terminamos a apenas 2 segundos do primeiro e contávamos com as segundas passagens
para regressar à liderança da prova. Vencemos a primeira especial, passamos para a
liderança, mas PEC seguinte, o João Ruivo fez um tempo muito bom, onde conseguiu uma
boa vantagem que foi impossível recuperar em apenas 1 troço.
Sabemos que a vitória teria sido ainda mais positivo, mas este segundo lugar é muito
importante para as contas dos campeonatos, e no Algarve, em asfalto, vamos tentar
novamente manter este andamento e lutar novamente pela vitória”, concluiu Nuno Coelho.
.

 

TT EM ANGOLA

 

PASSEIO TURISTICO HISTÓRICO E CULTURAL EM VIATURAS 4x4 À STO. ANTÓNIO DO N'ZADI (SOYO) - PROVINCIA DO ZAIRE - ANGOLA - 09 A 11 DE NOVEMBRO DE 2013.

"QUEM, ONDE, QUANDO E COMO FOI DADO A COMHECER AO MUNDO A EXISTÊNCIA DE ANGOLA E TEVE INICIO O PROCESSO DE EVANGELIZAÇÃO E PRÉ-COLONIZAÇÃO DO PAÍS"

 

No âmbito das comemorações do 38º Aniversário da Independência Nacional de Angola a

 

TREVOGEL - TURISMO RURAL E AVENTURA

 

Organiza:

 

PASSEIO TURISTICO, HISTÓRICO E CULTURAL EM VIATURAS 4x4 À

STO. ANTÓNIO DO "N'ZADI" (SOYO)

 

09 a 11 de Novembro de 2013

(03 dias e 02 noites inesquecíveis de reencontro com a história)

Concentração de participantes e viaturas frente ao Hotel Victória Garden, situado na via rápida Cabolombo-Camama-Viana-Cacuaco, junto ao Estádio Nacional de Futebol "11 de Novembro" e partida imediata da caravana turistica para à Barra do Dande/Bengo;

P.S.: Consulte o Programa, os Preços dos Pacotes Turisticos e os Termos e Condições para participação nos docs em anexo.

Para mais info, não hesite, contacte:

Cândido Carneiro.-
(Charlie-Charlie)
Trevogel - Turismo Rural e Aventura.
Rua Robert Shield's, 25 - 1ro. andar - Ingombotas – LUANDA
Tel./Fax. +244 222 337943
Cell: +244 923 400 670 

 

EUROPAUTO DE PORTAS ABERTAS

EUROPAUTO DE PORTAS ABERTAS

 

A Europauto concessionário Peugeot avi estar este fiom de semana de portas abertas, p+ara a apresentação aos clientes da ultima novidade da marca do leão, trata-se do novo Peugeot 308.

 

GIL ANTUNES GARANTE TITULO

 

Gil Antunes garante título no Desafio Modelstand!

 

gil antunesgil antunes.jpg_2
Como previsto o Rali de Baião foi palco da consagração do primeiro título da época para a dupla de Sintra
Gil Antunes e Carlos Ramiro, que apesar de ainda faltar mais uma prova para o terminar da temporada já
tem assegurado o triunfo no Troféu monomarca da Modelstand.
Apostando num rali tranquilo, sem pressões a dupla do Peugeot 206 Gti acabou mesmo por ser os
primeiros líderes do rali ao vencer a primeira especial. Nas seguintes mantiveram a sua toada, regular
poupando sempre ao máximo o seu Peugeot, já que o mais importante era mesmo terminar.
Especial a especial rodaram sempre dentro do pódio, acabando por terminar o rali em pisos de terra na
terceira posição do Desafio Modelstand e também do Campeonato Open de Ralis 2 RM.
Com este resultado foi então já possível festejar um merecido titulo, depois de uma época repleta de bons
resultados, onde o piloto quase fez o pleno nos pisos de terra vencendo três da quatro provas. No que diz
respeito ao Open 2 RM, a equipa continua a pequeno passo de se sagrarem campeões, até porque em
Baião nada mais havia a fazer, já que o piloto já somou três vitórias nos três resultados que poderia somar
para a classificação final.
“O Rali correu perfeitamente, sem qualquer percalço tudo dentro daquilo que tínhamos delineado.
Vencemos a primeira especial do rali e fomos os primeiros líderes da prova, mas efetivamente não
pretendíamos entrar em lutas desnecessárias onde algo poderiam correr mal e comprometer o nosso
resultado. Mantivemos sempre o nosso ritmo moderado, ainda assim rodamos sempre no pódio, o carro
esteve novamente excelente, mais uma vez um excelente trabalho da nossa equipa técnica, terminamos o
rali, melhor até do que precisávamos, o que é excelente.
O nosso principal objetivo esta época está feito, agora vamos para o Algarve lutar pelo titulo absoluto no
Open de Ralis 2 Rodas Motrizes”, concluiu o Piloto de Sintra.
A próxima e última prova da época será o Rali Casinos do Algarve a ter palco nos dias 8 e 9 de Novembro.

 

Gil Antunes garante título no Desafio Modelstand!
Como previsto o Rali de Baião foi palco da consagração do primeiro título da época para a dupla de Sintra
Gil Antunes e Carlos Ramiro, que apesar de ainda faltar mais uma prova para o terminar da temporada já
tem assegurado o triunfo no Troféu monomarca da Modelstand.
Apostando num rali tranquilo, sem pressões a dupla do Peugeot 206 Gti acabou mesmo por ser os
primeiros líderes do rali ao vencer a primeira especial. Nas seguintes mantiveram a sua toada, regular
poupando sempre ao máximo o seu Peugeot, já que o mais importante era mesmo terminar.
Especial a especial rodaram sempre dentro do pódio, acabando por terminar o rali em pisos de terra na
terceira posição do Desafio Modelstand e também do Campeonato Open de Ralis 2 RM.
Com este resultado foi então já possível festejar um merecido titulo, depois de uma época repleta de bons
resultados, onde o piloto quase fez o pleno nos pisos de terra vencendo três da quatro provas. No que diz
respeito ao Open 2 RM, a equipa continua a pequeno passo de se sagrarem campeões, até porque em
Baião nada mais havia a fazer, já que o piloto já somou três vitórias nos três resultados que poderia somar
para a classificação final.
“O Rali correu perfeitamente, sem qualquer percalço tudo dentro daquilo que tínhamos delineado.
Vencemos a primeira especial do rali e fomos os primeiros líderes da prova, mas efetivamente não
pretendíamos entrar em lutas desnecessárias onde algo poderiam correr mal e comprometer o nosso
resultado. Mantivemos sempre o nosso ritmo moderado, ainda assim rodamos sempre no pódio, o carro
esteve novamente excelente, mais uma vez um excelente trabalho da nossa equipa técnica, terminamos o
rali, melhor até do que precisávamos, o que é excelente.
O nosso principal objetivo esta época está feito, agora vamos para o Algarve lutar pelo titulo absoluto no
Open de Ralis 2 Rodas Motrizes”, concluiu o Piloto de Sintra.
A próxima e última prova da época será o Rali Casinos do Algarve a ter palco nos dias 8 e 9 de Novembro.

 

ABREU QUER TITULO

 

Piloto madeirense vai disputar quinta prova do Campeonato de Portugal Sport Protótipos
Francisco Abreu a um passo
do título de Campeão Nacional

 

Francisco Abreu_1Francisco Abreu_2Francisco Abreu_3
Francisco Abreu vai estar este fim de semana no Autódromo do Estoril para disputar
a quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos (CPSP) e
poderá conquistar mais um título de Campeão Nacional no desporto motorizado para
juntar ao seu já vasto palmarés apesar de ainda ter 19 anos de idade. O piloto
madeirense está na segunda posição da categoria C3, com uma desvantagem de 16
pontos face à dupla belga formada por Donald Naessens e Win Jens, sendo os únicos
que podem lutar pelo título, já que britânico Colin Bain ficou afastado dessa hipótese
na última prova disputada no Autódromo Internacional de Portimão.
Francisco Abreu poderia apresentar-se este fim de semana no Autódromo Fernanda Pires da
Silva praticamente para o momento de consagração, não fossem os problemas mecânicos com
que se deparou na terceira jornada, disputada no mítico Circuito da Boavista, pois logo no
início da Corrida 1 o motor do seu Radical SR3 ‘partiu’, impedindo-o de somar qualquer ponto
na prova, já que também não pôde alinhar na Corrida 2. Dos 50 pontos que estavam em
discussão, o piloto madeirense viu-se confrontado com o facto de não poder totalizar nenhum.
Mas Francisco Abreu – que no ano passado se notabilizou na competitiva Fórmula 4, onde
alinham alguns dos melhores pilotos do mundo e que elevou bem alto o nome de Portugal
sobretudo no Grande Prémio de Pau –, já recuperou parte do ‘prejuízo’ na quarta prova,
disputada em setembro, no Autódromo Internacional de Portimão, onde averbou mais duas
vitórias, tendo depois uma se transformado num segundo lugar, devido a uma penalização de
30 segundos por alegada irregularidade técnica na altura da paragem obrigatória nas boxes.
“Na quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos vou correr com a
mesma ambição com que sempre estou em pista que é vencer. É verdade que podia já ter
conquistado o título, se tivesse pontuado no Circuito na Boavista, mas não vou nem devo
queixar-me desse episódio, pois quem está no desporto motorizado tem de conviver com
essas circunstâncias. O importante é estar agora focado em fazer um bom trabalho no
Estoril, juntamente com a minha equipa Araújo Competições que tem sido inexcedível, para
poder conquistar o título de Campeão Nacional”, sublinhou Francisco Abreu, na antevisão à
quinta e última prova do Campeonato de Portugal de Sport Protótipos.
No sábado, entre as12h10 e as 14h25, Francisco Abreu vai realizar duas sessões de treinos
livres de 20 minutos cada, enquanto a sessão de qualificação de 15 minutos está marcada para
as 17h25. A Corrida 1, com a habitual duração de 50 minutos, será disputada no domingo a
partir das 12h35, enquanto a Corrida 2 está agendada para as 17h05, igualmente uma duração
de 50 minutos.

 

TT NO BRASIL


Dudu Leal

Festival de Marcas
Alta | Web


Divulgação/FGA

Festival de Marcas
Alta | Web

Festival de Marcas: CBA custeará transporte dos carros para a cidade de Guaporé

Entidade busca diminuir gastos das equipes de fora do Rio Grande do Sul que pretendam participar do evento, que acontece em Guaporé (RS)

A Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) custeará o transporte das equipes de fora do Rio Grande do Sul que forem participar da edição 2013 do Festival Brasileiro de Marcas, evento que será realizado entre os dias 30 de novembro e 1º de dezembro, no autódromo Nélson Luiz Barro, em Guaporé (RS).

Esta ação da CBA visa reduzir os custos das equipes não gaúchas que participarão do evento, que pela primeira vez acontece em Guaporé. "Custearemos o transporte dos carros das equipes de fora do Rio Grande do Sul. Teremos três caminhões cegonha, que sairão de São Paulo, Curitiba e Goiânia, respectivamente", diz o presidente da entidade Cleyton Pinteiro. "É muito importante prestigiarmos as competições regionais, e a realização do Festival é uma forma de darmos esse prestígio a esse tipo de torneio", conclui Pinteiro.

"Em um país continental como o nosso, é muito importante uma iniciativa como essa da CBA, que ajudará a engrandecer o evento", conclui Carlos de Deus, presidente da Federação Gaúcha de Automobilismo.

Até o momento, 31 equipes estão inscritas para a prova, que conta com um total de 50 vagas em seu grid. Entre eles está Luiz Fernando Pielak, campeão da edição 2012, realizada em Curitiba, e que por isso já tem vaga assegurada no Festival deste ano.

As inscrições podem ser feitas através do telefone 51 3224 4808. Já o regulamento do Festival Brasileiro de Marcas 1600 está disponível no site da CBA, o www.cba.org.br.


Pilotos inscritos para o Festival (estado/carro):
Régis Boessio/Ricardo Boessio - RS/Volkswagen Gol
Luiz Clemente Moroni - RS/Chevrolet Celta
Alexander Cé/Leandro Scherer - SC/Chevrolet Corsa
Fernando Valandro - PR/Volkswagen Gol
Gustavo Mascarenhas - MG/Fiat Palio
Luiz Fernando Pielak - PR/Ford Fiesta
Luiz Sérgio Sena Júnior - RS/Chevrolet Celta
Thiago Oliveira - PR/Chevrolet Celta
Fernando Trennepohl - RS/Chevrolet Corsa
Luís Filgueiras/Guilherme Pedras - MG/Ford Fiesta
Matheus Biriba - GO/Chevrolet Prisma
Luiz Carlos Ribeiro - RS/Ford Ka
Wilson Pinheiro/João Cardoso Júnior - RS/Chevrolet Celta
Nathan Sperafico - PR/Ford Ka
Fernando Júnior - RS/Chevrolet Celta
Ingmar Bilberg - PR/Volkswagen Gol
Gabriel Correa - GO/Chevrolet Corsa
Rafael Ferreira - DF/Chevrolet Celta
André Massuh - DF/Chevrolet Corsa
Thiago de Souza - DF/Chevrolet Corsa
Fabiano Cardoso - RS/Chevrolet Celta
Eduardo Scheer - SC/Volkswagen Gol
Caio Ferreira - SP/Chevrolet Corsa
Thiago Klein - PR/Ford Fiesta
Sidney Silva - DF/Volkswagen Gol
Equipe Ítalo (Pilotos a definir) - DF/Carro da definir
Édson do Vale - GO/Chevrolet Celta
Lairton Miranda - DF/Chevrolet Corsa
Renato Constantino - DF/Chevrolet Celta
Equipe Ítalo (Pilotos a definir) - DF/Carro da definir
Leandro Zandona - PR/Ford Fiesta
 

VELOSO AMARAL VENCE TAÇA MIL

 

VELOSO AMARAL

Vencedor da TAÇA MIL

 

Muito embora este “título” não seja novidade para o piloto de Mangualde, já que, desde que existe, apenas por uma vez, a TAÇA não foi parar a casa de Veloso Amaral, impunha-se uma breve conversa com o mesmo.

“Estou, logicamente, muito satisfeito não só pela Taça MIL, como por tudo o resto que aconteceu ao longo da época. Corridas bem disputadas, ambiente muito interessante. Especial ênfase para a Homenagem com que a ANPAC nos distinguiu, o que muito nos honrou. Conforme já tive oportunidade de escrever;  3 anos, 6 meses e 12 dias depois de a FPAK nos ter atribuído o Prémio Carreira, fiquei imensamente contente e grato, com esta distinção da nossa Associação.”

Instado sobre a próxima época e dados os rumores do eventual regresso a uma velha imagem… Veloso Amaral referiu-nos: “Como certezas, continuaremos com o CLAN, mas mais performante. Na carroçaria manteremos o azul, os autocolantes da ANPAC e da TOPOS & CLÁSSICOS. E mais não posso dizer, até porque, para mim, a época só terminará a 2 de Dezembro com a disputa da Taça de Portugal. “

Nada mais nos restava que desejar a Veloso Amaral, as maiores felicidades para a época de 2014.

“Muito obrigado Júlio Batista, mas gostaria, antes de terminar e se me permitir, de agradecer à Valvoline (Paulo Santos), ao ClubeMillenniumBCP, à Rui Felício Seguros e à Old Racers de Carlos Aniceto. Ainda à Topos&Clássicos (António Gil).

Por fim, enviar um abraço ao António Neves (NevesMotorsport) com votos de rápida recuperação.”

 Foto 1_VA_vence_taa_milFoto 2_VA_vence_taa_mil

 

NOVO ESTILO PARA OPEL INSIGNIA

 

Opel Insignia tem novo estilo e torna-se recordista em baixos consumos


O modelo Opel Insignia, em ambos os formatos berlina e 'station wagon', apresenta um novo habitáculo com novo ambiente e novas tecnologias, a par de um estilo exterior ainda mais atraente, numa interpretação mais sofisticada da filosofia de 'design' da marca. Entre os novos motores de injeção direta, que atingem patamares superiores em potência e eficiência, destacam-se o novo turbodiesel 2.0 CDTI de baixas emissões de CO2 (98 g/km) e o 1.6 Turbo a gasolina da nova geração, que vêm alargar a gama de motorizações da Opel. Graças à mais recente tecnologia, a nova variante 2.0 CDTI de 140 cv consome apenas uma média de 3,7 l/100 km em ciclo misto (norma [EC] 715/2007). O registo insere-se na classe de eficiência A+, tornando este Insignia a gasóleo no automóvel mais eficiente da sua classe. Os engenheiros tornaram o modelo ainda mais aerodinâmico, alcançando um coeficiente de 0.25. Também nesta área o Insignia coloca-se no topo mundial do segmento. O Insignia recebe igualmente várias evoluções ao nível de chassis com o objetivo de otimizar o conforto. No habitáculo sobressai um novo painel de instrumentos com sistema de informação e entretenimento da geração mais recente, o qual permite a interligação de várias funções de telefones ‘smartphones’ e pode ser utilizado de forma simples e intuitiva com um inédito ‘touchpad’ colocado na consola central. (...)
 
 l

 

 

IRMÃOS SÁ SILVA NO ESTORIL

IRMÃOS SÁ SILVA NO ESTORIL ESTE FIM DE SEMANA

 

 

Amanhã no Autódromo do Estoril, os irmãos Sá Silva vão representar Angola formando dupla inédita. O Luís vai estar presente, participando juntamente com o seu irmão Paulo, num final de época muito especial do ENEOS Campeonato de Portugal de Sport-Protótipos. A quem tiver oportunidade de se deslocar até lá é favor 

 

REGULAMENTO SINGLE SEATERS PARA 2014

REGULAMENTO DE SINGLE SEATERS PARA 2014

 

Para 2014, é bem provável que os regulamentos que regem as provas de Single Seaters sejam alvo de alterações, e assim um dos participantes, o piloto João Ralha apresenta em primeira mão uma série de sugestões, a nossso ver construtivas em bem interessantes, senão vejamos:

 

Apesar de ainda não ter feito nenhuma corrida dos SSS, a estreia estava programada para a prova do Estoril que foi anulada, gostaria de propor aqui, e de acordo com o que se foi falando ao longo do ano, uma ampla discussão das ideias de cada um com vista a implementar algumas alterações ao regulamento das várias classes para 2014. Assim sendo, e para abrir a “contenda” aqui vão as minhas propostas:
1 - Peso mínimo dos carros com piloto incluído em todas as classes. Esta medida visa equilibrar as performances.
2 - Um só pneu para todas as classes ( Ex Toyo 888) Esta medida visa baixar os custos 
3 - Possibilidade de instalação de ignição electrónica nas classes KENT e V independente temente do ano de fabrico dos formulas (visto presumir que qualquer das outras classes já vêm equipadas com este tipo de ignição). Esta medida visa facilitar a afinação dos motores. (acabar com o platinado queimado)
4 - Possibilidade de rectificar o motor até ao máximo de 1 mm de diâmetro vulgarmente conhecido por 40 thous (040). No caso de haver motores em que o não seja possível chegar a esta medida, 1 mm, poderão ser rectificados até ao seu máximo possível. Esta medida visa baixar custos. Foi pensada com base nos motores Kent pois, não conheço os regulamentos das outras classes onde se calhar isto até já é possível. Mas sendo implantada evita deitar fora blocos ou ter de encamisá-los o que é sempre mais caro que rectificar.


João Ralha

 

GONÇALVES EM 2º

Paulo Gonçalves cai para segundo mas tem o título à vista

 

 

Correu-se esta sexta-feira a quinta etapa do Rali de Marrocos, num total de 349 kms com 310 kms de especial.

Paulo Gonçalves cai para segundo mas tem o título à vista

Paulo Gonçalves caiu para segundo lugar da geral no Rali de Marrocos, depois de hoje ter saído para a etapa na liderança da prova mas ter concluído a tirada apenas na quinta posição. Ainda assim, o piloto português controlou o seu principal adversário na luta pelo título, Marc Coma, e está no bom caminho para se sagrar campeão do mundo.

A etapa de hoje voltou a ser ganha por Joan Barreda, em Honda, que acumulou assim o terceiro triunfo em cinco etapas. Atrás da CRF450 Rally do espanhol ficou o seu colega de equipa Sam Sunderland.

O outro português ainda em prova, Hélder Rodrigues, terminou a etapa de hoje na sétima posição, depois de ter partido em terceiro.

Com estes resultados, Joan Barreda volta a saltar para a liderança da prova e Paulo Gonçalves cai para segundo, mas totalmente dentro do seu objetivo de se sagrar campeão do Mundo. 

«Acho que conduzi muito bem na especial de hoje. Liderei até ao quilómetro 260, mas aí o meu CAP deixou de funcionar. O Marc passou-me e percebi que devia ter perdido cerca de 20 minutos. Agora falta apenas um dia e vamos ver como corre», disse o piloto luso.

Na sexta e última etapa do Rali de Marrocos, a prova reserva uma ligação de 27 kms, seguido de um setor seletivo de 219 kms e nova ligação de 39 kms.


Conteúdo publicado por SportInforma

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

 

RAMPA DO CARAMULO

 

 

Grupo de imagens da Rampa do CFOX 6441FOX 6442FOX 6443FOX 6444FOX 6445FOX 6446FOX 6447FOX 6448FOX 6449FOX 6450FOX 6451FOX 6452FOX 6453FOX 6454FOX 6455FOX 6456FOX 6457FOX 6458FOX 6459FOX 6460FOX 6461FOX 6464FOX 6465FOX 6466FOX 6467FOX 6468FOX 6469FOX 6470FOX 6470FOX 6471FOX 6472FOX 6473FOX 6474FOX 6475FOX 6476FOX 6478FOX 6479FOX 6479FOX 6481FOX 6481FOX 6483FOX 6484FOX 6486FOX 6487FOX 6488FOX 6489FOX 6490FOX 6491FOX 6493FOX 6494FOX 6494FOX 6495FOX 6496FOX 6497FOX 6498FOX 6499FOX 6500FOX 6502FOX 6503FOX 6504FOX 6505FOX 6506FOX 6508FOX 6509FOX 6510FOX 6511FOX 6513FOX 6515FOX 6516FOX 6516FOX 6518FOX 6519FOX 6521FOX 6522FOX 6523FOX 6524FOX 6524FOX 6526FOX 6530FOX 6531FOX 6533FOX 6534FOX 6535FOX 6535FOX 6536FOX 6537FOX 6538FOX 6539FOX 6540aramulo.

 

 

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.com

 

LAMBO EM ABU DHABI

LAMBORGHINI EM ABU DHABI

 

 

A marca italiana tem em exposiçãolamboem aEROPORTOABUDHABI no aeroporto der Abu Dhabi o novo Lambo, que surge acompanhado por um espaçlo, onde é exposto uma série de acessórios, conforme imagem anexa.

 

ALBUQUERQUE NO FIA GT SERIES

 

Filipe Albuquerque no FIA GT Series

 

norinsring albuquerque3Filipe Albuquerque vai disputar, a convite da Belgian Audi Club Team WRT, a última jornada do FIA GT Series que decorre no Azerbaijão a 23 e 24 de Novembro. O piloto português fará equipa com Grégoire Demoustier no Audi R8 LMS.

 

A WRT luta pelo título de equipas no Campeonato e Filipe espera poder ajudar o máximo possível: "Foi com grande prazer que recebi este convite. Conheço bem a equipa e o carro e espero poder ajudar ao máximo por forma a retribuir a confiança que depositam no meu trabalho", começou por explicar.

 

Albuquerque estreia-se assim no FIA GT Series um dos mais competitivos campeonatos da categoria: "Para além da novidade do Campeonato existe também a novidade do circuito no Azerbaijão. Um circuito citadino, localizado junto ao Mar Cáspio e que certamente tornará a corrida única. Estou muito entusiasmado com esta participação e com a hipótese de ajudar a equipa a alcançar o título de campeã", concluiu o piloto português.

 

Filipe centra no entanto para já as suas atenções na corrida deste fim-de-semana de 20 e 21 de Outubro do DTM em Hockenheim.

 

�fa (��x۶nt-size:10.0pt;line-height:150%; mso-bidi-font-family:Arial;background:white;mso-bidi-font-weight:bold'> 

A quinta etapa que amanhã se disputa com 310 km de setor seletivo é a especial mais longa e variada do rali. De início o traçado sinuoso, entre as colinas, vai levar os participantes a uma esplendida zona de palmeiras. Mais à frente os participantes irão atravessar de este a oeste as majestosas dunas do Erg Chebbi. A parte final da etapa termina com pistas técnicas e rolantes.

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt