In order to view this object you need Flash Player 9+ support!

Get Adobe Flash player
Joomla! Slideshow

VELO CAB2012


NOVIDADES DO ALGARVE HISTORICAL FESTIVAL

 

Falta menos de um mês para o Algarve Classic Festival que se realiza entre 23 a 25 Outubro. O tradicional evento será um grande “museu vivo” onde os entusiastas do desporto motorizado poderão reviver os grandes carros e corridas do passado, voltando a ver e ouvir grandes nomes da história automóvel.

Este ano, o evento será, muito provavelmente, o maior de sempre. O mesmo conta já com mais de 280 equipas confirmadas, esperando-se um total de mais de 450 carros, entre veículos de corrida e de clubes.

Apesar destes relevantes números, mais do que quantidade, o evento vive da qualidade dos carros que viajam até Portugal para este evento. Neste momento, como cabeça de cartaz podemos adiantar 3 espectaculares automóveis, com especial significado, para os Portugueses.

Em 2015, o grande cabeça de cartaz será um muito especial LolaT292. O Lola “Team BIP” é conhecido por todos os apaixonados por corridas de resistência. O automóvel fez parte da primeira equipa portuguesa em competições internacionais. Um automóvel que claramente ficou no imaginário de todos, sobretudo nos poucos sortudos que o viram competir em Vila Real e Estoril, obtendo grandes resultados. Graças ao seu proprietário Belga, será possível ver ou rever este carro no ACF 2015.

Também o Ferrari 250GT Breadvan será cabeça de cartaz. Este modelo único, projectado por Giotto Bizzarrini e Piero Drogo, participou nas 24 Horas de Le Mans de 1962 e é um dos mais preciosos Ferrari alguma vez feito. Uma verdadeira obra de arte, pela sua história, beleza e desenvolvimento técnico. Graças ao seu proprietário Austríaco, será possível não apenas ver o carro num museu, mas também ouvir este precioso modelo numa pista de Automóveis a fazer a tarefa para a qual foi criado. Competir.

O terceiro cabeça de cartaz será o Cooper T51 de Formula 1. Este modelo, competiu entre 1959 e 1961 e deu à Cooper o título Mundial em 1959. Em Portugal, este modelo é especialmente recordado pela vitória de Stirling Moss no Circuito de Monsanto em Agosto de 1959 e pelas participações de “Nicha” Cabral ao volante deste modelo, com motor Maserati.

Estes são só alguns dos destaque confirmados para este ano, que também incluem modelos como Ford GT40, BMW M1, Jaguar D-Type, AC Cobra, Alfa Romeo Giulia GTA, entre muitos outros, que podem ser conhecidos em www.algarveclassicfestival.com.

O Algarve Classic Festival, aposta em receber e juntar especialmente o público conhecedor. Assim os clubes portugueses recebem condições muito atractivas se deslocarem a este evento, expondo os belos carros que Portugal tem, numa área reservada do paddock e incluindo uma sessão em pista para que os clubes possam também experimentar as emoções deste traçado.

Diogo Ferrão, co-organizador do evento lança o desafio: “Sentimo-nos especialmente honrados quando lendas que seriam estrelas de museus, viajam propositadamente para participar no nosso evento. Neste segundo ano, com maior planeamento e a recuperação da confiança de Pilotos e organizadores, conseguimos ter um plantel ainda melhor”.

Com bilhetes a começar em 5€, o Algarve Classic Festival é um evento excepcional a não perder. Mais informações podem ser encontradas em www.algarveclassicfestival.comIMG 7832_CopyIMG 9297_Copy

 

FÓRMULA 1 NOS CANAIS EUROSPORT

 

Eurosport assina acordo histórico com a Formula One Management para os direitos TV e digitais exclusivos

de transmissão da F1® em Portugal até 2018

 

 

O Eurosport acaba de adicionar outra ‘joia’ ao seu crescente portfolio de ativos desportivos de primeira grandeza ao assegurar os direitos exclusivos de difusão televisiva e digital para o Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ em Portugal a partir de 2016 e até 2018.

 

O acordo com a Formula One Management (FOM) abarca todas as corridas, sessões de qualificação e treinos do principal evento de desportos motorizados para as três próximas temporadas. O Eurosport terá acesso a múltiplos ‘feeds’ em direto incluindo cobertura a partir de câmaras montadas nos carros e em helicópteros de modo a permitir ao canal oferecer aos espetadores TV e online a emocionante ação da F1 sob diferentes perspetivas.

           

Peter Hutton, Chief Executive Officer do Eurosport, comenta assim esta novidade: “A F1 é uma das principais marcas desportivas e o maior evento no calendário de desportos motorizados. Garantir esses direitos para Portugal é uma demonstração adicional da nossa estratégia de adquirir ativos-chave a nível local e pan-regional, a par do nosso compromisso de ter os maiores eventos e capturar os melhores momentos desportivos no Eurosport. O que se tem provado já um sucesso, como é evidenciado pelo forte crescimento das audiências por toda a Europa”.

 

“Existem poucos desportos com uma tão grande história em termos de narrativa e produção televisiva de classe mundial como a F1 e estamos ansiosos por desenvolver essa herança para oferecer aos fãs em Portugal uma experiência de visionamento de grande qualidade. Esta novidade é apenas uma parte de um ano notável para o Eurosport, no qual o investimento em produção ajudou a atingir impressionantes audiências record para eventos emblemáticos em 2015 como o Open de França, o US Open, o Tour de France ou as 24 Horas de Le Mans”, acrescenta Peter Hutton.

 

A Fórmula 1® é uma importante aquisição a juntar à já impressionante oferta Eurosport de desportos motorizados, a qual inclui as 24 Horas de Le Mans, o FIA WTCC e o Mundial de Superbike. Estas competições estão entre as mais populares no Eurosport, como ficou comprovado com a edição 2015 das 24 Horas de Le Mans, que atraiu ao canal 16.2 milhões de espetadores europeus.

 

Desde o início do ano, a audiência média* Eurosport tem crescido à razão de dois digitos em diversos mercados-chave europeus, incluindo: +37% em Itália, +25% na Suécia, +19% no Reino Unido, +18% na Holanda, +15% na Alemanha.

 

O calendário provisório do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ 2016 inclui um número record de 21 Grandes Prémios, com início previsto a 3 abril na Austrália e prova final a 27 novembro em Abu Dhabi.

 

*Fonte: dados oficiais de audiência / AdvantEdge

 


 

 

SOBRE O GRUPO EUROSPORT

 

O Grupo Eurosport é o líder pan-regional no entretenimento desportivo. Detido pela Discovery Communications, o maior operador mundial de programas ‘pay-tv’, o Eurosport tem como conceito proporcionar a mais abrangente experiência de desporto em direto através de conteúdos atrativos e inovação tecnológica. O Eurosport chega a um total de 222 milhões de assinantes através de 91 países na Europa, Ásia-Pacífico, África e Médio Oriente. Eurosport - o canal porta-estandarte do Grupo - é o canal TV pan-europeu No.1, transmitindo anualmente mais de 5.000 horas de desporto em direto para 137 milhões de lares em 54 países, oferecendo comentários especializados em 20 idiomas diferentes. Eurosport.com é o principal website de informação desportiva na Europa, registando até 23 milhões de visitantes todos os meses. Eurosport Events é a divisão do grupo especializada na gestão e promoção de eventos desportivos internacionais.

Para mais informações, visite corporate.eurosport.com

Em Portugal os canais Eurosport estão disponíveis nos operadores NOS, MEO, Cabovisão e Vodafone.

Site Eurosport Portugal: tv.eurosport.pt

Eurosport Portugal no Facebook: www.facebook.com/Eurosport

 

 

 

SOBRE A FÓRMULA 1®

 

Fórmula 1®, que começou em 1950, é a mais prestigiada competição mundial de desportos motorizados e o campeonato desportivo anual mais popular em todo o mundo. Em 2014 foi vista por 425 milhões de espetadores únicos em mais de 200 territórios. O Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ 2015 é disputado de março a novembro e abrange 19 provas em 19 países de 5 continentes. Formula One World Championship Limited pertence ao grupo Formula One, fundado pelo CEO Bernie Ecclestone, e detém os direitos comerciais exclusivos para o Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™. Para mais informações sobre a Fórmula 1®, visite www.formula1.com.

 

F1, FÓRMULA 1, CAMPEONATO DO MUNDO FIA DE FÓRMULA UM, GRAND PRIX e marcas associadas são marcas registadas da Formula One Licensing BV, empresa do grupo Formula One. Todos os direitos reservados.

 

 

NOVO 308 GTI CHEGA A PORTUGAL

PEUGEOT 308GTi_TestDrive_014_CopyPEUGEOT 308GTi_TestDrive_044_CopyPEUGEOT 308GTi_TestDrive_070_Copy 

PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT

O verdadeiro compacto radical & desportivo

chega a Portugal

 

Portugal, nomeadamente a região Entre Douro e Minho, recebe uma vez mais a imprensa internacional para nova Apresentação PEUGEOT, desta vez do PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT, a proposta mais radical e desportiva do modelo compacto da marca francesa, que chegará a Portugal em Novembro. Desenvolvida pelos especialistas da PEUGEOT Sport a partir do best-seller 308, esta versão apimentada provoca incomparáveis sensações de condução e é destinada a satisfazer clientes particularmente exigentes, que se alimentam de paixão e adrenalina. Com o motor 1.6 e-THP de 270 cv, o mais eficiente da sua categoria (emissões de CO2 de apenas 139 g/km e consumo médio de 6,0 l/100 km), o 308 GTi oferece aos seus pilotos um diferencial de deslizamento limitado Torsen®, afinações do chassis específicas e o PEUGEOT i-Cockpit.

 

«A gama PEUGEOT recebe com orgulho o 308 GTi by PEUGEOT SPORT, um modelo aguardado pelos apaixonados, de tal forma a PEUGEOT marcou a história dos desportivos dos segmentos B e C. Do 205 GTi aos recentes 208 GTi e RCZ R, foram mais de 800 000 desportivos da Marca que entusiasmaram os seus proprietários. Além disso, o 308 GTi by PEUGEOT SPORT simboliza a dinâmica da Marca, bem como a sua subida em gama.»

Maxime Picat, Director Geral da PEUGEOT

 

 

«Para desenvolver o 308 GTi by PEUGEOT SPORT, tivemos, tal como na competição, de utilizar todas as nossas fichas: o peso, a eficácia do chassis e dos travões, as performances do motor, a ligação do condutor ao banco. Os proprietários vão, assim, viver sensações intensas com esta nova versão desenvolvida por uma equipa de competição. Ela oferece de série performances de alto nível.»

Bruno Famin, Director da PEUGEOT SPORT

 

O PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT AO DETALHE

 

Desde o lançamento do mítico 205 GTi, foram mais de 800.000 os desportivos PEUGEOT que deram elevadas doses de prazer aos seus proprietários: 309 GTi, 405 Mi16, 306 S16, 208 GTi, RCZ, propostas que a partir de agora se vêm complementadas com o novo PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT.

 

Este novo compacto desportivo repleto de adrenalina leva o nome da equipa que o desenvolveu. Está equipado com o motor 1.6 e-THP com uma potência de 200 kW (270 cv). Cumprindo com a norma Euro 6, fruto da adopção do sistema Stop&Start, o modelo limita as suas emissões de CO2 a apenas 139 g/km, garantindo consumos médios de 6l/100 km.

 

Com uma relação peso/potência recorde no segmento – de somente 4,46 kg/cv – o 308 GTi by PEUGEOT SPORT de 270 cv acelera dos 0 aos 100 km/h em menos de 6,0 s e percorre os 1000 m de arranque em 25,35 s.

 

Está equipado com um diferencial de deslizamento limitado Torsen® e jantes de 19’’ Carbone19, calçadas com pneus Michelin Super Sport. A eficiência da travagem é assegurada por discos de 380 mm à frente, com pinças pintadas de vermelho e assinadas PEUGEOT SPORT, e de 268 mm atrás.

 

O estilo do 308 GTi é musculado e exclusivo, contemplando uma plataforma rebaixada em 11 mm face ao 308, bem como uma secção frontal e traseira inéditas. O habitáculo é, todo ele desportivo. Exclusivo do 308 GTi, a versão Coupe Franche associa o novo e explosivo vermelho Ultimate ao negro Perla Nera, parte da palete de seis cores adicionais possíveis para o modelo.

 

Chassis afinado por pilotos, motor cheio em todos os regimes, sonoridade do escape, PEUGEOT i-Cockpit, Driver Sport Pack, bancos tipo bacquet, etc, num resultado simplesmente entusiasmante.

 


 

Um design musculado, com assinatura GTi

Uma transição de precisão cirúrgica opera-se entre duas cores, o vermelho Ultimate e o negro Perla Nera. Baptizada Coupe Franche, esta associação de cores é o símbolo do novo 308 GTi by PEUGEOT SPORT.

 

Intrinsecamente puro e distinto, o PEUGEOT 308 não precisou de nenhum truque de magia para dar origem à sua versão desportiva. Enérgico, o PEUGEOT 308 GTi apresenta, assim, um estilo repleto de simplicidade, mas terrivelmente eficaz.

 

A sua postura é radical, com uma plataforma rebaixada 11 mm e as suas grandes rodas de 19’’ baptizadas Carbone19. Estão associadas a pneus Michelin Super SPORT e tem jantes do tipo Reverse que permitem admirar os discos dianteiros, com um diâmetro de 380 mm, mordidos por uma sólida pinça de quatro pistões. Pintadas de vermelho, as pinças ostentam a assinatura da equipa criadora deste desportivo: PEUGEOT SPORT.

 

O pára-choques dianteiro, generoso, enaltece o nível de performance atingido. Na parte superior, os faróis Full LED enquadram uma grelha exclusiva. Com efeito, a sua trama negra é percorrida por um plano axadrezado horizontal em acabamento negro brilhante. Este padrão anima, igualmente, a ampla entrada de ar inferior. Alimentando o refrigerador do ar da sobrealimentação, está cercada de cintilantes LED dinâmicos e de um aro vermelho ou cromado (quando a cor da carroçaria é vermelha Ultimate). Dois deflectores completam o pára-choques e contribuem para a percepção de um modelo colado ao asfalto, bem como para a performance aerodinâmica, com um SCx de somente 0,69.

 

De modo espontâneo, o olhar percorre a viatura, seguindo os alargamentos da carroçaria, os flancos expressivos, para alcançar toda a potência da secção traseira. Esta está visualmente agarrada ao chão pelo extractor negro lacado, integrando duas generosas ponteiras de escape. Identificável entre todas, a assinatura GTi surge estampada nos guarda-lamas dianteiros e na porta da bagageira.

 

Esta carroçaria pode apresentar seis cores: o novo e explosivo vermelho Ultimate, e os tons azul Magnetic, preto Perla Nera, cinzento Artense, branco Nacré e cinzento Hurricane. O 308 GTi propõe ainda a versão exclusiva Coupe Franche, uma decoração que associa o vermelho Ultimate ao preto Perla Nera. Esta versão manifesta ainda mais a sua radicalidade pelos embelezadores dos vidros tratados em negro mate, em substituição dos cromados. Qualquer que seja a cor, ela sublinha os ajustamentos precisos dos diferentes elementos da carroçaria.

 

Em perfeita coerência, o perfil do habitáculo é também ele decididamente desportivo, nomeadamente com um ambiente escuro até ao tejadilho. Costuras vermelhas ornamentam o painel de bordo, os assentos, os forros das portas, o fole da alavanca de mudanças e os tapetes topo de gama. A soleira da porta, com assinatura «PEUGEOT SPORT» e «GTi», é em alumínio, tal como a pedaleira, o repouso para pés e o punho da alavanca de mudanças.

 

No 308 GTi disponível em Portugal, a bacquet é revestida a couro e alcântara, ostentando o logotipo «PEUGEOT SPORT», oferecendo um excelente apoio lateral, para que o condutor se funda com o automóvel e acompanhe as trajectórias em todas as circunstâncias. O volante compacto, de 351 x 329 mm, oferece uma aderência natural e permite um manuseamento ao milímetro. Em couro pleine fleur, tem na sua base o logo «GTi» e, no topo, um aviso de centragem em vermelho.

 

O olhar do condutor expande-se pelo painel de instrumentos elevado, pelo motivo em xadrez do fundo dos mostradores e pela mensagem «GTi» de boas vindas que anima a matriz central. Perfeitamente integrado no suave e macio painel de bordo, o grande ecrã táctil, sob a temática Redline, traduz-se no toque final na composição do PEUGEOT i-Cockpit. Graças à sua ergonomia natural, a condução torna-se instintiva e segura, elemento-chave para uma viatura que arvora tais capacidades.

 

Finalmente, o Driver SPORT Pack dá ao condutor o prazer de amplificar o ambiente desportivo a bordo. Carregar no botão «SPORT» situado na consola central altera as luzes dos mostradores de branco para vermelho, mostra informações complementares na matriz central (potência, binário, pressão de sobrealimentação, acelerações laterais e longitudinais), ao mesmo tempo que reforça a presença em sonoridade do motor e altera a cartografia do pedal do acelerador.

 

Todos os elementos estão reunidos para retirar a quintessência do desenvolvimento realizado pela PEUGEOT SPORT.

 

 

 

Sensações de condução preparadas pela PEUGEOT SPORT

 

Rica de uma experiência incomparável em competição, a PEUGEOT SPORT integra um departamento exclusivamente consagrado ao desenvolvimento das versões mais performantes das diferentes propostas da gama da marca francesa. Os engenheiros desta equipa trouxeram as suas competências para que se possam viver sensações desportivas únicas ao volante do PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT.

 

O modelo tira proveito da procura da redução de peso praticada na sua concepção, nomeadamente pelo recurso à plataforma EMP2, ou ao portão traseiro em material compósito e aço de elevada elasticidade. Esta busca da leveza materializou-se num número: 4,46, ou seja, uma relação peso/potência recorde no segmento, expressa em kg/cv, garante de um comportamento dinâmico emocionante.

 

«Sendo o PEUGEOT 308 uma excelente base para desenvolver um desportivo, o nosso trabalho consistiu em optimizá-la para uma dinâmica irrepreensível. Com o 308 GTi by PEUGEOT SPORT, é preciso colocar as rodas na estrada ou num circuito, para experimentar todo o seu potencial».

Pierre Budar, responsável do projecto PEUGEOT SPORT

 

 

A PEUGEOT SPORT desenvolveu o novo 308 GTi com base num caderno de encargos muito explícito: um desportivo compacto incisivo e seguro, para um prazer de condução único. Todos os domínios foram, portanto, tratados para tal objectivo, nomeadamente ao nível dos trens rolantes, motores, travagem, assistências electrónicas, etc.

 

O PEUGEOT 308 GTi está colado ao asfalto pelas suas vias largas (1570 mm à frente e 1554 mm atrás) calçadas com pneus Michelin Super SPORT, na medida 235/35 R19. Com a sua aderência, estes invólucros repousam muito longe dos limites da aderência lateral e longitudinal. As jantes de 19’’ tipo Reverse são mais leves 2 kg, relativamente à jante em alumínio de 18’’ Diamant.

 

Para as travagens potentes, os discos dianteiros ventilados apresentam um diâmetro de 380mm. Montados num anel de alumínio, são mordidos por quatro pistões (de 38 e 41 mm de diâmetro) deslizando num estribo fixo. Na traseira, os discos têm um diâmetro de 268 mm. Quando utilizado, este conjunto prova a sua resistência assegurando com constância prestações notáveis.

 

Equilibrado com precisão, os trens rolantes permitem uma condução dinâmica com toda a confiança. O trem dianteiro pseudo-McPherson coloca-se com precisão, enquanto o traseiro, de travessa deformável, segue-o com naturalidade. Estes componentes participam, por outro lado, na leveza da viatura, com a barra anti-rolamento semi-oca e os triângulos dianteiros em alumínio.

 

A inscrição em curva é incisiva, com uma exploração optimizada dos pneus, graças ao trabalho operado na afinação do trem dianteiro. A calibragem das rodas foi elevada a          -1,67° contra -0,6° no 308 tradicional. A articulação traseira do triângulo viu a sua rigidez aumentada de 110 para 1800 daN/mm.

 

A integridade da suspensão vertical dianteira é específica, ao nível da rigidez das molas, da taragem dos amortecedores que, por outro lado, comportam um batente de pressão hidráulico, designadamente para limitar os ruídos, pelo batente de ataque progressivo, rígido e alongado, para intervir desde o início na compressão, quando o condutor está sozinho a bordo. Finalmente, a barra anti-rolamento é limitada para um equilíbrio evidente com o trem traseiro. Neste último, a rigidez da travessa e das filtragens aumenta, passando de 30 a 500 daN/mm laterais e 170 a 490 daN/mm verticais.

 

Exclusivo do 308 GTi de 270 cv é o diferencial de deslizamento limitado Torsen®, acoplado à caixa de velocidades, favorecendo a dinâmica da viatura em curva. Graças à passagem do binário para a roda com maior aderência, permite-se igualmente uma aceleração antecipada à saída das curvas.

 

Finalmente, os softwares dos sistemas de assistência electrónica estão em sintonia com o temperamento desportivo da viatura. As leis da assistência eléctrica da direcção são específicas para funcionar em linha com o diferencial de deslizamento limitado Torsen®. A produção de informações a partir das rodas é precisa, sabendo o condutor a cada instante onde se situa a viatura. Do mesmo modo, esta última segue fielmente as acções imprimidas pelo condutor ao volante compacto.

 

O diferencial de deslizamento limitado Torsen® implica igualmente uma nova lei do Controlo de Tracção (Traction Control) para uma aplicação optimizada. A afinação mais desportiva do ESP deixa mais latitude, nomeadamente nas derrapagens. Além disso, o ESP tem um modo totalmente desconetável.

 

Um novo motor Euro6 de 270 cv

Para explorar o potencial deste chassis, o PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT acolhe debaixo do seu capot o motor de 4 cilindros em linha 1.6 e-THP de 270 cv. Com 169 cv/l, exibe a potência específica mais alta do seu segmento. Dotado de um sistema Stop&Start e possuindo todo o savoir-faire dos engenheiros, limita as suas emissões CO2 a somente 139 g/km, garantindo um consumo médio de 6,0 l/100km, o recorde nesta categoria.

 

Funcionando com combustível RON 95 ou RON 98, desenvolve uma potência de 200 kW (270 cv) e um binário de 330 Nm. Para lá destes valores absolutos, o motor impressiona pela sua enorme disponibilidade, fruto de uma pressão de injecção elevada aos 200 bar. O motor mostra-se sempre cheio em qualquer regime e em permanência, sendo quase constante o nível de potência até ao corte, às 6500 rpm, regime onde se chega a uma velocidade entusiasmante. Por outro lado, o binário máximo estende-se numa faixa de rotações das 1900 às 5000 rpm. Potência e binário são perfeitamente doseáveis, mesmo a elevados regimes, graças à concepção específica da central de comando da wastegate, a válvula de descarga do turbo.

 

Cumprindo com a norma Euro6, este motor EP6 FDTR apresenta uma relação volumétrica de 9.2 :1 e um grupo móvel de ponta: pistões forjados em alumínio, de concepção similar aos de competição, segmentos e bielas reforçados, apoios das bielas com projecção polímera, parafusos das bielas reforçados, etc. Para garantir uma constância em termos de performance, os pistões são arrefecidos por uma dupla pulverização de óleo na sua estrutura. Por outro lado, o colector de escape é construído em aço, para resistir às altas temperaturas, que podem chegar aos 1000°C. A activação do Driver SPORT Pack reforça a desportividade da melodia que deles se escapa.

 

Por forma a explorar todo o potencial deste motor, as perdas de energia foram objeto de toda a atenção, quer na admissão, quer no escape. Para responder às necessidades de ar, seja em volume, seja em temperatura, o PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT está equipado com um intercooler especialmente desenvolvido e implantado em posição baixa no compartimento do motor. À saída do motor, a drenagem dos gases de escape é favorecida por uma linha inteiramente nova, desde os catalisadores à dupla saída de escape.

 

A importância do detalhe verifica-se também nos silentblocs do motor, cuja rigidez foi aumentada. O benefício é instantaneamente perceptível. Na inscrição em curva, a viatura rola em bloco, sem tempo de espera nem movimento parasita. 

 

Para lidar com o elevado binário, que culmina nos 330 Nm, a caixa manual de seis velocidades foi reforçada. As suas duas árvores de cames são, agora, trabalhadas e os seus pinhões tratados por carbonitruração profunda. Graças a este processo termoquímico, a resistência da peça é reforçada, tanto em uso, como em fadiga, por um enriquecimento em carbono e azoto. Enfim, o ponto de saída da caixa encurtado, em benefício das acelerações.

 

Chassis afinado por pilotos, motor cheio em todos os regimes, sonoridade do escape, PEUGEOT i-Cockpit, Driver Sport Pack, bancos tipo baquet … o resultado é rejubilante. O exercício dos 0 aos 100 km/h é cumprido em somente 6,0s e os 1000 m de arranque parado em apenas 25,3s.

 

 

Composição da gama em Portugal

Chegada ao mercado em Novembro

 

O PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT vai estar disponível em Portugal em Novembro, com um nível de equipamento que contribui para as incomparáveis sensações que a sua condução provoca. Destacamos entre outros (ver informação adicional na documentação em anexo):

 

- Grelha frontal Damier

- Pára-choques dianteiro e traseiro específicos

- Deflectores à frente

- Faróis Full LED com assinatura luminosa

- Jantes de liga leve 19” Carbone19 com pneus Michelin Pilot SPORT

- Aileron e capas dos retrovisores exteriores em preto nacarado

- Dupla saída de escape

- Logo GTi na lateral, na tampa da bagageira, soleira da porta e volante

- Vidros laterais traseiros escurecidos

- Pinças de travão vermelhas PEUGEOT SPORT (380 mm à frente, 268 mm atrás)

- Suspensão rebaixada em 11 mm

- Diferencial de deslizamento limitado Torsen®

- Acesso e ligação em modo mãos-livres

- Driver Sport Pack (Direcção assistida desportiva; reactividade do motor e caixa de velocidades; cartografia do pedal do acelerador reactiva; sonoridade do motor amplificada)

- Volante GTi e punho da alavanca de velocidades do tipo RCZ R / 208 GTi

- Soleira das portas com badges PEUGEOT SPORT e GTi

- Sistema de navegação

- Ajuda ao estacionamento dianteiro e traseiro

- Retrovisor interior electrocromático e exteriores rebatíveis electricamente

- Bancos em couro e alcântara tipo bacquet by PEUGEOT SPORT

- Soleiras e pedais em alumínio

- Painel de instrumentos com mostradores e agulhas em vermelho

- Touch screen Redline em tons de preto e vermelho, de 9.7’’

 

Novo PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT no topo da gama 308

Em Portugal, o novo PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT apresenta-se como a proposta mais desportiva da gama PEUGEOT 308 e complementa as restantes propostas de características desportivas (GT Line e GT). Está disponível por 40.500 €.

 

Se a leitura de uma ficha técnica permite ter um aperitivo do prazer destilado por um automóvel, as sensações provam-se ao volante. O PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT lembra-o de uma maneira brilhante.

 

Siga a todo o instante a actualidade em torno do PEUGEOT 308 GTi by PEUGEOT SPORT através do hashtag #PEUGEOT308GTi. 

 

 

BRUNO MAGALHAES NA 2ª POSIÇÃO

 

RALI DO CHIPRE 2015

Bruno Magalhães levou o PEUGEOT 208 T16

a um brilhante 2º lugar

 

Terceiro classificado na edição do ano passado no Rali do Chipre, Bruno Magalhães fez ainda melhor este ano na prova pontuável para o Campeonato da Europa de Ralis. Ao volante de um PEUGEOT 208 T16 e acompanhado por Hugo Magalhães, o piloto lisboeta, que é apoiado pela PEUGEOT, terminou a jornada cipriota no 2º lugar, posição que lhe garante o 5º lugar provisório no campeonato de 2015.

Numa prova equilibrada entre o ataque e a consistência de resultados, Bruno Magalhães completou as 16 classificativas do Rali de Chipre em 2h13m10,5s, alcançando, entre outros, sete 2ºs melhores tempos nas especiais, demonstrando, assim estar cada vez mais adaptado ao PEUGEOT 208 T16. Depois deste resultado histórico no seu palmarés, ascendeu ao 5º lugar da classificação do Europeu de Ralis.

A edição deste ano da prova cipriota foi particularmente afectada por um intenso calor, que provocou enormes dificuldades aos pilotos presentes. Porém, quase imune a isso, Bruno Magalhães manteve sempre um ritmo vivo, procurando acompanhar o andamento dos pilotos da frente, o que conseguiu sem mácula e sem erros, conforme se depreende deste 2º lugar alcançado no final: «Não foi nada fácil, mas conseguimos resistir bem ao calor e evitar as dificuldades da prova. Sentimo-nos muito satisfeitos com este resultado, que suplantou aquilo que conseguimos aqui no ano passado e demonstrou a nossa cada vez maior adaptação ao PEUGEOT 208 T16. Não cometemos erros graves e, depois do nosso triunfo no Rali Vinho da Madeira e deste 2º lugar, estamos ansiosos para o início da próxima prova.»

Como habitualmente acompanhado pelo navegador Hugo Magalhães, «que fez um trabalho extraordinário», conforme reconheceu no final da prova, o piloto apoiado pela PEUGEOT vai agora preparar-se para a próxima etapa do Europeu de Ralis, o Rali da Grécia, a correr-se no segundo fim-de-semana de Outubro: «Estamos ansiosos para que chegue esse dia! Espero conseguir obter um resultado tão bom ou mesmo melhor do que este no Chipre!»

Bruno Magalhães contabiliza 68 pontos e é 5º classificado no ERC 2015, estando a apenas 13 pontos do 4º lugar. Tem, por outro lado, uma vantagem de 12 pontos sobre o piloto que o persegue. Já Hugo Magalhães é 4º com a mesma pontuação, estando a 9 pontos do 3º lugar. No Campeonato de Equipas, a PEUGEOT Rally Academy contabiliza 99 pontos, estando a 27 pontos da posição de liderança. Depois do Rali da Grécia (9 a 11 de Outubro), ficará apenas a faltar o Rali de Valais (29 a 31 de Outubro, na Suíça) para o cair do pano no campeonato.

 Rali-Chipre 2015_JG150470-X3_CopyRali Chipre_2015_7J153319-X3_CopyRali Chipre_2015_JG159493-X3_Copy

 

BOOM BAP NO MOTORSHOW

 

Boom Bap Racing Team estreia-se no Motorshow

Nos próximos dias 2, 3 e 4 de Outubro realiza-se mais uma edição do Motorshow englobado no Autoclássico do Porto. Este evento tem vindo a crescer e tem atraído cada vez mais interesse no público que se desloca em grande número à Exponor.

 

A equipa estará representada por Paulo Silva que se apresentará no evento com o seu habitual BMW E30 de ralis, contando com os apoios dos seus patrocinadores, BOOM BAP WEAR FRANCE LDA (www.boombapwear.com), BB Toldos, TransR, Tipografia de Priscos, CRCarParts – réplicas em fibra, Ofirodas e Mr. Wheeler Motorsport.

 

O piloto parte para esta prova com o intuito de se divertir e presentear os adeptos com muito espectáculo, como refere: “Este evento sempre me cativou, pela capacidade que tem em atrair muito público, tornando-o um dos mais apetecíveis para os pilotos pois dessa forma podem dar uma maior visibilidade aos seus projectos e parceiros. Assim, vou tentar proporcionar o máximo espectáculo aos adeptos e destaque aos meus patrocinadores. Relativamente à parte competitiva não estabeleço metas mas não vou descurar muito o cronometro para tentar bater os meus adversários na categoria.”


Imagem intercalada 1

 

FERRARI PORTUGAL EM MONZA

 

Ferrari Portugal em busca da vitória em Monza

 

 

austria ferrariportugal5_CopyA Ferrari Portugal disputa no próximo fim-de-semana de 4 e 5 de Outubro a penúltima jornada do International GT Open no traçado italiano de Monza. Filipe Barreiros e Francisco Guedes estão determinados em conseguir a vitória na classe GTA e assumir o comando no Campeonato. A Ferrari Portugal com Filipe Barreiros ocupa a segunda posição entre os GTA e tem como objectivo para esta temporada arrecadar o título: "Esta é uma corrida importante que pode significar o volte face em termos de classificação. Inicialmente o GT Open não era o foco da Ferrari Portugal para esta temporada desportiva mas a partir do momento em que o título se tornou uma realidade possível que decidimos investir nesta participação. Agora que faltam duas jornadas para o final, não podemos perder mais pontos e as vitórias são exigidas. É com isso em mente que partimos para Monza" explicou Filipe Barreiros que é sexto classificado à geral, um feito notável. Francisco Guedes gosta particularmente deste Campeonato e está feliz por poder voltar depois da ausência na última ronda: "Estou satisfeito por estar de volta. Vou dar o meu melhor para que a Ferrari Portugal possa assumir o comando do Campeonato. Para isso estou focado em conseguir fazer um boa qualificação na classe mas também em termos gerais. Chegar ao título quando faltam duas corridas é uma missão possível que não vamos querer desperdiçar", rematou Francisco determinado em dar o seu melhor em pista. As corridas terão transmissão em diferido na Sporttv 5 no

 

A DETERMINAÇÃO DE MANUEL GIÃO PARA MONZA

 

Manuel Gião determinado para Monza

 

 

Estoril giao1_CopyA penúltima jornada do SEAT Leon Eurocup acontece este fim-de-semana de 3 e 4 de Outubro no traçado italiano de Monza com Manuel Gião entusiasmado com esta corrida, especialmente porque o ano passado neste mesmo evento subiu ao primeiro lugar. Uma motivação acrescida para quem quer registar o primeiro pódio do ano. Monza é um circuito que Manuel Gião conhece bem, o que pode facilitar no acerto do carro, um problema que tem assolado os fins-de-semana do piloto da SEAT: "Motivação e optimismo não me falta. Sei que não basta mas penso ter o conhecimento da pista e do SEAT Leon para encontrar a afinação base. Os resultados têm dependido disto pelo que espero tenha chegado a altura de inverter as tendências", começou por explicar. Assim, não querendo apresentar uma ambição desmedida, Gião foca-se em conseguir o primeiro pódio do ano: "Seria um resultado excelente. Estamos a duas jornadas do final e quero muito traduzir em pista o árduo trabalho que temos tido. Estamos a precisar de um fim-de-semana em que tudo funcione na perfeição. Espero que seja definitivamente este", rematou o piloto português que o ano passado foi Vice-Campeão da modalidade.. O programa do fim-de-semana prevê as sessões de treinos livres na Sexta. A qualificação e primeira corrida no Sábado e a segunda corrida no Domingo. Todas as informações sobre a prova em: http://www.seat-sport.com/seat-leon-eurocup-the-calendar/

 

ADEPTOS E CONSTRUTORES QUEREM F 1 MAIS RUIDOSOS

ADEPTOS E CONSTRUTORES QUEREM F 1 MAIS RUIDOSOS

 

Com a introdução dos novos motores no inicio do ano transacto, garnde parte do encanto das corridas de Fórmula 1, ficou perdido pois estes propulsores mforam concebidos para fazer pouco ruido.Por isso agora estuda-se para a época do próximo ano, que  haja aqui uma alteração, na qual os propulsores emitam, mais ruido.

 

Fórmula 1 aposta em escapes mais sonoros para 2016.

 

MAIS UM CONSTRUTOR NA WEC 2016 ?

MAIS UM COINSTRUTOR NA WEC ?

 

Pelos vistos a WEC para 2016, poderá receber mais um construtor.

Riley está a estudar a presença do Dodge Viper nos GTE Am no WEC 2016. O carro teria de ser homologado na categoria GTE.

 

SEGUNDO A OPINIÃO DE JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A OPINIÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

WTCC 2016 aceitará carros de TCR (ou TCN-2, como a FIA agora os define). Será esta a base para o Troféu Yokohama? Talvez não, mas os TCR podem salvar o ETCC...

 

MAZDA APRESENTA UM NOVO CONCEPT DESPORTIVO

 

Concept para um modelo desportivo Mazda apresentado em Tóquio

 

 

• Mazda enaltece a alegria da condução com a assinatura “Acelere rumo aos seus sonhos”

 

• Salão de Tóquio 2015 expõe o concept Mazda KOERU, o Cosmo Sport 110S, entre outros .

 

Em nova estreia mundial, a Mazda irá desvendar um novo concept para um modelo desportivo por ocasião do Salão de Tóquio, certame que abre as suas portas aos meios de comunicação no próximo dia 28 de Outubro, estando depois patente ao público do dia 30 do presente mês até 8 de Novembro Para além de um visual moderno, a mais recente criação da Mazda encarna, de modo claro, a actual linhagem da marca. Os designers empenharam-se em concentrar neste exercício de estilo todo o historial desportivo da Mazda, na sua maior abrangência possível. Fiel à assinatura do seu stand – “Acelere rumo aos seus sonhos” – a Mazda também coloca em destaque a sua abordagem inigualável para com o prazer de condução. Para o efeito, criou uma exposição especial de modelos desportivos, entre os quais duas versões de competição do Mazda MX-5, bem como o fabuloso Mazda Cosmo Sport 110S de 1967, o primeiro modelo de produção equipado com motor rotativo da Mazda, propostas que complementam uma mostra de todo o legado de engenharia da Mazda, em que constantemente se desafiam as convenções. Também o Mazda KOERU, um concept para um SUV crossover que a Mazda desvendou mundialmente no recente Salão Frankfurt, ali vai estar exposto, entre um total de 14 propostas, entre as quais a premiada gama de modelos equipados com a Tecnologia SKYACTIV e dotada do design KODO - A Alma do Movimento. No âmbito do “SMART MOBILITY CITY”, evento habitual em torno do Salão de Tóquio, a Mazda irá expor um conjunto de tecnologias de segurança, como o inovador interface homem-máquina, um estudo de um sensor omnidireccional e sistemas desenvolvidos de acordo com a filosofia “Mazda Proactive Safety”. Esta última visa reforçar a paz de espírito e o prazer de condução dos condutores, ajudando a reconhecer os potenciais riscos e a tomar decisões de bom senso aquando da condução de um veículo. A Conferência de Imprensa da Mazda está agendada para as 08h30 do dia 28 de Outubro*MAZDA Salao_Toquio_2015_msc01_Copy Em destaque no stand Mazda Destaques Concept desportivo Mazda (Estreia Mundial) Mazda KOERU (estreia no Japão)** Mazda MX-5 Global Cup, versão de competição Mazda MX-5 NR-A (com acessórios de competição)*** Mazda MX-5, versão adaptada com controlos manuais *** Mazda Cosmo Sport 110S (original de 1967) Modelos em comercialização Mazda MX-5, Mazda CX-3, Mazda CX-5, Mazda6, Mazda2, Mazda3, Mazda Flair Wagon (com rampa de acesso para cadeiras de rodas)*** Tecnologias Motor SKYACTIV-G 2.5, Motor SKYACTIV-D 2.2, Motor SKYACTIV-D 1.5 * hora local, 23h30 de 27 de Outubro em Portugal, com a entrada em vigor da Hora de Inverno no nosso país ** Em exposição até 3 de Novembro. *** Em exposição a partir de 30 de Outubro.

 

NISSAN É NOTICIA

 

 

MARIAH CAREY, ROBÔS, UM URSO E A GARRAFA DE CHÁ VERDE NO VALOR DE 50.000€ (OU COMO A NISSAN DESENVOLVE OS SEUS CROSSOVERS)

  • Os objetos aparentemente estranhos utilizados pela Nissan para testar os seuscrossovers são, pela primeira vez, revelados
  • Juke, Qashqai e X-Trail foram conduzidos ao longo de mais de 2,4 milhões de km* para testar somente a suspensão, o equivalente a quase 60 viagens à volta do mundo
  • As portas do automóvel foram fechadas 1,2 milhões de vezes e os capôs abertos 48.000 vezes para garantir qualidade e durabilidade

A cantora Mariah Carey poderá não o saber, mas desempenha um papel crucial no desenvolvimento de cada Crossover da Nissan.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

NISSAN NOMEIA

 

 

NISSAN NOMEIA VICE-PRESIDENTE DE COMUNICAÇÃO PARA A EUROPA

A Nissan acaba de anunciar a nomeação de Stuart Jackson como Vice-Presidente de Comunicação para a Europa.

Stuart junta-se à Nissan vinda da agência de comunicação UP, onde desempenhava as funções de diretor-geral. Antes foi diretor do gabinete do CEO da EE, a maior empresa de telecomunicações móveis do Reino Unido. Também ocupou o cargo de Diretor de Comunicação, tanto da EE como da Orange UK.

Stuart Jackson ficará baseado na Nissan Europe SAS em Montigny, França, e reportará ao Presidente da Nissan Europa, Paul Willcox. Também irá trabalhar diretamente com o recém-nomeado vice-presidente global de Comunicação da Nissan, Jonathan Adashek.


Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

 

JACINTO TREINA EM MARROCOS

Elisabete Jacinto treina em Marrocos


Elisabete Jacinto vai treinar para preparar o Rali de MarrocosElisabete Jacinto e a equipa OLEOBAN® já estão em Marrocos onde vão realizar uma série de testes ao MAN TGS de competição antes do início do Rali de Marrocos. Esta grande maratona africana começa já no dia 3 de Outubro com as verificações técnicas e administrativas a terem lugar em Zagora.

A formação portuguesa está na região de Erfoud para aferir a eficácia de todas as alterações mecânicas recentemente feitas ao camião e corrigir detalhes para que tudo esteja afinado para o início da prova. Estes testes serão ainda uma mais-valia para a equipa entrar no ritmo de competição e treinar a condução e a navegação.

Equipa OLEOBAN esta em Erfoud onde vai realizar testes ao MAN TGS de competicaoEsta edição do Rallye Oilibya du Maroc será uma das mais concorridas de sempre no que respeita a categoria camião uma vez que estão inscritas 16 equipas de topo nesta classe. Para Elisabete Jacinto esta prova será certamente um desafio, mas a piloto portuguesa mantém o objetivo de lutar pela melhor classificação possível.

O gestor da equipa, Jorge Gil, acredita que será uma corrida bem disputada, devido ao grande nível de competitividade dos principais opositores, mas o objetivo da formação lusa será verificar ao pormenor a performance do camião para reajustar as alterações mecânicas que foram concretizadas: “esta prova, embora sempre a pesar na classificação, vai-nos servir para testar todas as alterações e opções com vista ao Africa Race de 2016. A presença de tão boas equipas é um estímulo adicional a que não somos de todo indiferentes”, referiu o gestor.

Equipa portuguesa está a ultimar detalhes para o inicio do Rali de Marrocos

O 16º Rallye Oilibya du Maroc, que se realiza mais uma vez sob o alto patrocínio do Rei Mohamed VI, conta com a presença de cerca de 200 participantes, divididos entre as categorias de moto, quads, automóveis, SSV e camiões, que ao longo de cinco etapas vão lutar pelo lugar mais alto do pódio.

 

TT NO BRASIL

 

Helena Deyama esteve nesta quarta-feira (30/09) no Melhor pra Você

O programa foi ao vivo às 9h30 na Rede TV! Confira o link: http://www.redetv.uol.com.br/jornalismo/melhorpravoce/videos/ultimos-programas/comecei-a-dirigir-aos-12-anos-diz-debora-rodrigues

Helena Deyama piloto de rali esteve ao lado de Débora Rodrigues piloto da Fórmula Truck como convidadas do Programa Melhor Pra Você da emissora da Rede TV!, que é transmitido de segunda-feira a sexta-feira, das 9h30 às 12h. As duas competidoras participaram do programa na edição desta quarta-feira, 30 de outubro, em uma conversa descontraída sobre o quadro "Mulheres ao Volante", apresentado por Edu Guedes, Celso Zucatelli e Mariana Leão.

Mais informações do programa pelo site: http://www.redetv.uol.com.br/jornalismo/melhorpravoce/

Helena Deyama conta com patrocínio da Polaris e apoio da Academia Bio Ritmo, Luart Studio, Brasil Off Road e Fontoura Dias Stands.

Calendário de competições de Helena Deyama - próximas disputas:

6 Etapa - Rally Rota SC-Araquari/SC - 03 e 04 de Outubro
7 Etapa - Rally Rota Sudeste - a definir - 07 e 08 de Novembro
8 Etapa - Rally dos Amigos/SP - 12 de Dezembro

 

Bate papo sobre mulheres no volante, com Debora Rodrigues, na Rede TV (Divulgação)

Bate papo sobre mulheres no volante, com Debora Rodrigues, na Rede TV (Divulgação)
Alta  | Web

Helena Deyam com Celso Zucatelli, Edu Guedes e Mariana Leão (Divulgação)

Helena Deyam com Celso Zucatelli, Edu Guedes e Mariana Leão (Divulgação)
Alta  | Web

 

HONDA APRESENTA NOVOS PROTÓTIPOS

44º Salão de Tóquio - Novos Protótipos de Motos

Produtos Originais de Mobilidade Honda Desenvolvidos Segundo o Conceito “The Power of Dreams” -

A Honda anuncia, hoje, a gama de modelos, protótipos e outros destaques que estarão em exibição no 44º Salão de Tóquio para 2015. O salão estará aberto ao público entre 30 de Outubro e 8 de Novembro de 2015

Fazendo uso do seu slogan de marca global – The Power of Dreams – como conceito do seu espaço de exposição, a Honda apresenta uma vasta gama de produtos, que inclui soluções inovadoras de mobilidade, muito úteis na vida do dia-a-dia das pessoas, bem como diversos outros produtos de mobilidade, liderados por modelos de competição que oferecem condução e performances de excelência.

Entre os modelos em exibição, teremos uma série de protótipos inovadores de motos:


žProtótipo Super-Desportivo de Baixo Peso: concebido segundo a ideia base de "presença forte", este protótipo super-desportivo de nova geração transmite a imagem de modelo veloz graças à frente comprida e à posição de condução mais encaixada, tipo moto de competição. A combinação de superfícies – que originam uma sensação de rigidez e solidez - e o formato afilado, destacam o seu look agressivo. Para além disso, os acabamentos em preto mate com gráficos contrastantes destacam a beleza e a atracção das formas deste protótipo. 

Light Weight Super Sports Concept

ž

ž NEOWING: a NEOWING é um veículo de três rodas sem precedentes, que oferece a sensação de curvar e a condução desportiva de uma moto de maiores dimensões, com uma estabilidade soberba. Este veículo está equipado com um sistema híbrido, que combina um motor de 4 cilindros horizontalmente opostos com motores eléctricos, para oferecer grandes quantidades de binário e acelerações vigorosas. Graças à adopção de um mecanismo articulado, original da Honda, na suspensão frontal, este protótipo propõe novas referências e um estilo evoluído, destacando o fascínio mecânico proporcionado por um modelo de três rodas.

NEOWING

ž

ž Protótipo EV-Cub: é um modelo de utilização pessoal para as deslocações casa-trabalho-casa de curta distância do dia-a-dia, concebido segundo o princípio de "moto económica e fácil de usar", que a Honda tem vindo a desenvolver desde a criação da primeira geração da Super Cub. Ao colocar a bateria, um componente de maior peso, em posição rebaixada a meio do quadro, as acções de “montar” e “desmontar” ficam muito facilitadas. Para além disso, a concentração das massas contribuiu para a facilidade de utilização porque permitiu baixar o centro de gravidade. Sempre com o foco na facilidade de utilização numa gama alargada de situações, a própria bateria é amovível e pode ser recarregada em qualquer tomada doméstica normal.

EV-Cub Concept
 

FIA ANNOUNCES WORLD MOTOR COUNCIL

FIA ANNOUNCES WORLD MOTOR SPORT COUNCIL

The FIA held its latest World Motor Sport Council meeting today in Paris.

During the Council meeting, the following decisions were taken:

FIA Formula One World Championship

The updated provisional calendar for the 2016 FIA Formula One World Championship was approved:

20 March Melbourne Australia
3 April Bahrain Bahrain
17 April Shanghai China
1 May Sochi Russia
15 May Barcelona Spain
29 May Monte Carlo Monaco
12 June Montreal Canada
19 June Baku Azerbaijan*
3 July Spielberg Austria
10 July Silverstone United Kingdom
24 July Budapest Hungary
31 July Hockenheim Germany
28 August Spa-Francorchamps Belgium
4 September Monza Italy
18 September Singapore Singapore
2 October Sepang Malaysia
9 October Suzuka Japan
23 October Austin USA
6 November Mexico City Mexico
13 November Sao Paolo Brazil
27 November Abu Dhabi United Arab Emirates
*race start to be scheduled to avoid conflict with the conclusion of the 24 Hours of Le Mans

Cars must now comply with all cockpit and safety equipment requirements during testing; such as the position of the driver’s head, all headrest padding, cockpit padding and ease of driver egress.

Sporting Regulations regarding track limits have been clarified and specify that drivers “must make every reasonable effort to use the track at all times and may not deliberately leave the track without a justifiable reason”. Penalties will still be allocated based on whether a driver is judged to have gained an advantage.

The WMSC approved the proposal of the F1 Commission regarding regulations for power unit and gearbox changes. Such penalties prior to qualifying will be applied based on the time of use. For changes made after qualifying, preference will be given to the driver whose team first informed the technical delegate that a change will occur.

Any driver who causes a start to be aborted, even if he is then able to start the extra formation lap, will be required to start the race from the pit lane. The same process will be applied to a re-start from a race suspension where drivers have been brought to the pit lane.

The WMSC confirmed a number of clarifications were made to aerodynamic testing restrictions for wind tunnel use and CFD, specifically focusing on reporting and inspection processes for these development tools.

For 2016, all cars must have a separate exhaust wastegate tailpipe through which all and only wastegate exhaust gases must pass. This measure has been undertaken to increase the noise of the cars and will not have any significant effect on power or emissions.

For 2017, on board cameras on stalks on the nose of cars will be prohibited.

FIA Formula 2 Championship

Significant progress has been made in negotiations with the promoter of GP2 regarding the establishment of the final step in the FIA’s single-seater ladder; the FIA Formula 2 Championship.

Discussions remain ongoing with the intention of finalising an agreement.

FIA Formula 4

The WMSC confirmed the minimum mandatory safety equipment for drivers participating in FIA Formula 4 Championships. This list will be inserted in the sporting regulations of each FIA F4 Championship by the relevant ASNs.

FIA Formula E Championship

An updated calendar for the 2015-16 FIA Formula E Championship was approved – the new calendar is:

24 October Beijing China
7 November Putrajaya Malaysia
19 December Punta del Este Uruguay
6 February Buenos Aires Argentina
12 March TBC TBC
2 April Long Beach USA
23 or 24 April Paris France
21 May Berlin Germany
4 June Moscow Russia
2 & 3 July London United Kingdom


The 2015-16 FIA Formula E Championship regulations have been approved. The main changes are:

All races now count to the overall championship classification

Introduction of a new rule permitting a maximum of two driver changes per race number during the season

The five fastest drivers from qualifying will then contest a single-lap Super Pole session to determine the top five positions on the grid

Increase of power in race trim to 170kW and 200kW in qualifying trim

Introduction of a Full Course Yellow system – similar to those seen in other FIA championships for on-track incidents

Extension of the FanBoost voting deadline until the start of the pit stop window mid-race.

The WMSC also confirmed Michelin as the single tyre supplier for the FIA Formula E Championship. The contracts will cover Seasons 3 (2016-2017), 4 (2017-2018) and 5 (2018-2019), subject to the finalisation of the corresponding agreements.

The WMSC recognised the importance of ensuring that Formula E races must take place in a city location, and on a street circuit specifically adapted to Formula E.

FIA World Endurance Championship

The WMSC approved the Endurance Commission’s proposal to limit the releasable power for energy recovery systems in LMP1 cars on safety grounds, to avoid the possibility of deployment of an instantaneous total power (engine + hybrid) of over 1000hp.

Further technical regulations for LMP1 were amended regarding refuelling, bodywork, wheels, rim material, rear view mirrors and drivers’ safety equipment in the cockpit. For LMP2, there were amendments to regulations for rear view mirror visibility, and costs of both engines and new safety equipment.

The WMSC approved a series of updates to the sporting regulations of the FIA World Endurance Championship, including confirmation that LMP2 engine number limitations are not considered for the Prologue, and the confirmation of an 80km/h speed limit for all drivers during a red flag period.

FIA World Touring Car Championship

Technical regulations were refined to define the minimum technical requirements for touring cars entering WTCC events. These cars will be defined in two levels, both positioned below the WTCC Super 2000 cars;

– TCN1 – comparable to cars in BTCC

– TCN2 – comparable to cars in TCR international series

In addition, TCN2 cars will now be eligible to enter the FIA European Touring Car Championship.

CIK-FIA

The 2016 calendar for the CIK-FIA Championships, Cups and Trophies was agreed by the WMSC.

24 April Essay, France CIK-FIA European KZ Championship
CIK-FIA European KZ2 Championship

CIK-FIA Karting Academy Trophy

15 May Zuera, Spain CIK-FIA European Championship
CIK-FIA European Junior Championship

CIK-FIA European KZ Championship

5 June Adria, Italy CIK-FIA European Championship
CIK-FIA European Junior Championship

CIK-FIA European KZ2 Championship

26 June Portimao, Portugal CIK-FIA European Championship
CIK-FIA European Junior Championship

CIK-FIA Karting Academy Trophy

31 July Genk, Belgium CIK-FIA European Championship
CIK-FIA European Junior Championship

CIK-FIA European KZ Championship

CIK-FIA European KZ2 Championship

4 September Kristianstad, Sweden CIK-FIA World KZ Championship
CIK-FIA Karting Academy Trophy

CIK-FIA International KZ2 Super Cup

20 November Bahrain CIK-FIA World Championship
CIK-FIA World Junior Championship

FIA Drag Racing European Championship

The WMSC approved the following provisional calendar for the 2016 FIA Drag Racing European Championship:

3 May Santa Pod Great Britain*
5 June Tierp Arena Sweden
10 July Alastaro Finland
21 August Hockenheim Germany*
28 August Tierp Arena Sweden
11 September Santa Pod Great Britain
*subject to ASN registration

FIA Alternative Energies Cup

The eighth round of the FIA Alternative Energies Cup, the Tesla Rally in Serbia, scheduled for 17-18 October 2015 has been cancelled due to organiser issues.

FIA World Rally Championship

The WMSC approved the composition of the 2016 FIA World Rally Championship calendar, with 14 events (dates to be confirmed). They are, in alphabetical order:

– Argentina
– Australia
– China*
– Finland
– France**
– Germany
– Great Britain
– Italy
– Mexico
– Monte Carlo**
– Poland
– Portugal
– Spain
– Sweden
*Subject to fulfilments of the FIA following Candidate Event in August 2015.

**Subject to formalisation of agreed terms and conditions between WRC Promoter, FIA and the Event before 30 November, 2015.

In the interests of both safety and fairness, from 2016 P1 competitors running under Rally 2 regulations will re-start last in the P1 group.

From 2016, a minimum of 51% of a rally itinerary must have been completed for full points to be awarded. If not, only half points will be allocated.

The restrictor size of the S2000-Rally 1.6T car will be decreased from the start of the 2016 season, to clearly position R5 as the top car in the FIA WRC 2 Championship.

The FIA Production Car Cup will cease at the end of 2015.

To reduce engine running costs in Group R2, and to reposition performance relative to Groups R1 and R3, specific regulations for supercharged engines will be introduced to reduce R2 car performance.

FIA World Rallycross Championship

The WMSC approved a change of venue for the final round of the 2015 championship. The Argentine round is now scheduled to take place at the Rosario Circuit on 27-29 November, pending final approval of the circuit and final agreement between the championship promoter and local organiser.

FIA World Cup for Cross-Country Rallies

The calendar for the 2016 FIA World Cup for Cross-Country Rallies was approved:

19-22 February Russia Baja Russia-Northern Forest
3-7 April Abu Dhabi Abu Dhabi Desert Challenge
17-22 April Qatar Sealine Cross Country Rally
8-15 May Egypt Pharaons Rally
23-26 June Italy Italian Baja
22-24 July Spain Baja España Aragόn
11-14 August Hungary Hungarian Baja
25-28 August Poland Baja Poland
3-8 October Morocco Rallye du Maroc*
21-23 October Portugal Baja Portalegre
*subject to the formal confirmation of the Cross-Country Rally Commission

FIA GT Commission

The sporting regulations for the FIA GT World Cup were approved by the WMSC.

A series of updates to the technical regulations were passed on subjects such as the non-eligibility of four-door models, the distance between the helmet and the headrest, and the implementation of racing nets.

There were also amendments made to the FIA Driver Categorisation regulations concerning the criteria to be considered for the categories of Platinum, Gold, Silver and Bronze.

The WMSC confirmed the choice of Pirelli as the official tyre supplier for the FIA GT World Cup. In addition, P1 Racing Fuels Limited has been selected as the exclusive fuel supplier for the Macau Grand Prix (both FIA GT World Cup and FIA F3 Intercontinental Cup events).

FIA Rally Commission

The FIA announced the development of an action plan for Rally Safety at all levels – the action plan will include the creation of a task force of experts, communication to ASNs on the importance of adopting FIA Safety standards, a study into the feasibility of limiting ‘pirate’ events that are not sanctioned by ASNs, and the development and implementation of a communication plan for spectators.

The WMSC approved the introduction of a new 4WD car homologation consisting of a homologated kit to be applicable to a large number of road cars currently available on the market. The new homologation will be eligible in Regional and National Championships, and will sit between R3 and R5 in costs and performance.

In order to harmonise with the WRC, the FIA European Rally Championship will adopt the same time penalties for competitors not completing all stages. In addition, from 2016 priority drivers will have a restricted tyre quantity.

FIA Drivers’ Commission

The creation of a Young Driver Training program was introduced. This will be created by the Drivers’ Commission, in conjunction with the Single-Seater and Safety. Under the Action for Sport Safety plan, it would be mandatory for young kart drivers or beginners wishing to graduate to FIA F4 and F3 championships.

 

ELMS NO ESTORIL E A TERTULIA

ELMS NO ESTORIL E A TERTULIA

 

O ELMS 4 Horas do Estoril, não é apenas uma corrida. Inscrevam-se já também na Tertúlia ELMS. Para este ano o tema será mais abrangente, compreendendo as presenças dos portugueses em Le Mans, entre pilotos, directores de equipa, engenheiros e director de prova.

O encontro incluirá uma conversa aberta entre todos os presentes, moderada pelos comentadores das 24 Horas de Le Mans no canal Eurosport, João Carlos Costa e Ricardo Grilo.

O acesso a esta tertúlia estará aberto a todos os aficionados, mediante inscrição prévia, através do endereço Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar , até ao limite de 60 participantes.

 

SEGUNDO O JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

Isto a tornar-se um hábito - todos os dias boas noticias: o Eurosport Internacional vai transmitir a totalidade das 6 Horas de Fuji - WEC entre as 2h55 da madrugada e as 9h15 da manhã de Domingo, 11 de Outubro.

 

FLAG COORGANIZADOR

 

FLAG COORGANIZADOR DO CANNES LIONS REVIEW 2015

A FLAG - entidade de formação especializada em tecnologias associadas ao desenvolvimento de artes/suportes visuais e interativos, nas vertentes print, web e motion – associou-se à MOP, na organização do Cannes Lions Review 2015, um evento anual onde é celebrada a criatividade em Comunicação, com formação através de palestras e debate das tendências do sector e com exposição das campanhas vencedoras no Festival de Criatividade Internacional Cannes Lions.

A edição deste ano promovida pela MOP em associação com a FLAG, irá decorrer nos dias 13 e 14 de outubro no Auditório da União de Associações do Comércio e Serviços (UACS), na Rua Castilho, 14, em Lisboa, e a participação é gratuita.

O evento sob o tema “Creativity and Technology: Which comes first?”, tem como principal objetivo juntar a indústria nacional da criatividade, exibindo não só os principais projetos vencedores em Cannes, como discutir e debater, ao longo dos 2 dias, os principais temas levados até Cannes sobre os desafios e as tendências do setor da comunicação empresarial - Brand Purpose, Creative Data, Inovação & Tecnologia, Design Thinking e Mind & Soul.

Gabriel Augusto, diretor-geral da FLAG, explica a associação da marca ao Cannes Lions Review 2015, “(…) estando a FLAG ligada às área de comunicação e marketing é para nós importante apoiar os eventos promovidos neste sector. Enquanto patrocinadores dos Young Lions Portugal, em Cannes tivemos contacto com temas e projectos muito interessantes que é importante divulgar e mostrar junto dos profissionais nacionais (…) assim, este é sem dúvida um espaço de celebração que todos os profissionais, futuros profissionais e até curiosos no sector não deverão perder”, concluiu.

Mais informações e detalhes: http://canneslionsreview.mop.pt/

 

RALI VERDE PINO

Como uma assistência que ultrapassou todas as expectativas, realizou-se durante o domingo passado, o Slalom Leiria Sobre Rodas organizado pelo Núcleo Desportos Motorizados de Leiria que contou com 40 participantes.
 
No interior do Estádio estavam expostas 400 viaturas de todas as épocas, entre elas algumas eram peças raras do património motorizado nacional, podendo-se concluir sem modéstia, o enorme êxito desta iniciativa da Câmara Municipal de Leiria.
 
Deste modo publicamos no nosso site www.rallyeverdepino.com e no Facebook cerca de 160 Fotos da Exposiçãomais de 900 Fotos do Slalom e aClassificações obtidas pelos concorrentes na prova.
 
A nossa próxima prova, o Rallye de Outono realiza-se no dia 7 de Novembro. 

 

TRES SECULOS E MEIO DE EXISTENCIA

 

mimage001 Copyultinacional francesa emprega 1900 profissionais, de forma direta e indireta, em Portugal

GRUPO SAINT-GOBAIN ASSINALA 350 ANOS DE ATIVIDADE

Glassdrive, Glassdomus, CASA, Sekurit e Weber são  marcas do grupo no mercado nacional

O Grupo Saint-Gobain – multinacional francesa especializada em soluções para o setor da construção – está a assinalar, ao longo do ano de 2015, 350 anos de atividade. A celebração deste aniversário tem vindo a acontecer nos principais mercados da marca, incluindo Portugal, onde opera desde 1980, com a aquisição de 100% do capital da COVINA. Atualmente, o Grupo Saint-Gobain está presente em Portugal através de 14 empresas, empregando, de forma direta e indireta, um total de 1900 profissionais. Em 2016, o Grupo Saint-Gobain prevê atingir, em Portugal, um volume de negócios na ordem dos 301 milhões de euros. No próximo ano, a Saint-Gobain Autover Portugal – uma das empresas do grupo – tem prevista a criação de 50 novos postos de trabalho.

Sediada em Serzedo, em Vila Nova de Gaia, a Saint-Gobain Autover Portugal foi constituída em 1996, e é uma das 14 empresas do grupo. No mercado nacional, a Saint-Gobain Autover Portugal atua na comercialização e distribuição de vidro automóvel – fabricado pela Saint-Gobain Sekurit ou pelos principais produtores de vidro do mundo – e outros serviços relacionados com o mercado da substituição. Atualmente, o Grupo Saint-Gobain é responsável por equipar 54% dos vidros dos automóveis da Europa. Em Portugal, esta área de atividade corresponde a grande parte dos resultados anuais.

“A herança geográfica e cultural de Portugal é, sem margem de dúvida, uma forte vantagem competitiva no mercado em que atua o Grupo Saint-Gobain. A expansão e internacionalização de um grupo como este tinha de passar pelo mercado português. Somos, atualmente uma das 100 organizações mais inovadoras e mais antigas a nível mundial. É por isso, que hoje, celebramos 350 anos de atividade, que só são possíveis graças à reunião de esforços de todos as geografias e economias onde estamos presentes”, realça Ricardo de Ramón, Delegado Geral para os mercados de Espanha, Portugal, Marrocos, Argélia e Tunísia. 

 

A presença do Grupo Saint-Gobain em Portugal integra também as marcas Glassdrive, Glassdomus e CASA. A Glassdrive detém a maior rede nacional de distribuição e reparação de vidro em todo o tipo de viaturas – com mais de 130 centros – sendo atualmente líder de mercado neste segmento. Criada pela Saint-Gobain Autover Portugal, a Glassdrive está já presente em oito mercados, nomeadamente Espanha, Noruega, Portugal, Grécia, Finlândia, Itália, Estónia e Lituânia. Até ao final de 2015, a Glassdrive deverá atingir os 140 centros.

A Glassdomus opera no domínio do fornecimento e aplicação de vidro de arquitetura. Especialista em reabilitação urbana e recuperação de edifícios, a rede de reparadores CASA responde às necessidades geradas pela degradação do património edificado, destruído ou danificado.


“Os 350 anos do Grupo Saint-Gobain e os 19 da Saint-Gobain Autover Portugal são o espelho de uma gestão concertada com a dedicação e os esforços de cada colaborador do grupo. O know-how, a experiência e as relações de proximidade com os PALOP são características ímpares do mercado português e, é por isso, que hoje nos orgulhamos de celebrar com o grupo, as centenas de anos e de conquistas. Os próximos anos serão sinónimo de crescimento, inovação e investimentos no mercado nacional”,
 salienta Licínio Nunes, administrador da Saint-Gobain Autover Portugal.

Liderado por Pierre-André de Chalendar, o Grupo Saint-Gobain emprega mais de 180 mil colaboradores em todo o mundo e em 2014 apresentou um volume de faturação que rondou os 41 mil milhões de euros. Dentro do portfólio de projetos estão obras de prestígio de vanguarda, tais como o Palácio de Versalhes, a Torre Eiffel, a Ópera de Pequim, as Torres Petronas e as Pirâmides do Louvre.

Sobre o Grupo Saint-Gobain:

O Grupo Saint-Gobain é uma multinacional francesa especializada no desenvolvimento e distribuição de soluções inovadoras de alta performance para o setor da construção, cujo foco estratégico assenta na eficiência energética e proteção ambiental. É líder mundial nos mercados de construção e habitat sustentável e está, atualmente, presente em mais de 66 países, espalhados pela Europa, América do Norte e do Sul, África, Ásia e Austrália. A sua origem remonta ao ano de 1665, aquando da construção da famosa Galeria de Espelhos do Palácio de Versalhes, por solicitação do Rei Luís XIV. A área de atividade do Grupo Saint-Gobain divide-se em quatro grandes frentes de atuação, da qual é líder de mercado: distribuição, embalagens, materiais inovadores e produtos para construção, em vidro. O Grupo Saint-Gobain, um dos 100 maiores grupos industriais do mundo, emprega mais de 180 mil colaboradores e, em 2014, apresentou um volume de faturação que rondou os 41 mil milhões de euros. Em 2015, o Grupo Saint-Gobain assinala os 350 anos de atividade.

Sobre a Saint-Gobain Autover Portugal:

Saint-Gobain Autover Portugal atua na comercialização e distribuição de vidro automóvel – fabricado pela Saint-Gobain Sekurit ou pelos principais produtores de vidro do mundo – e outros serviços relacionados com o mercado da substituição. Fazem parte da gestão da Saint-Gobain Autover Portugal as marcas Glassdrive, Glassdomus e CASA. O Grupo Saint Gobain está presente em Portugal, através das empresas Saint-Gobain Autover Portugal, Saint-Gobain Glass Portugal, Saint-Gobain Facilitas Portugal, Saint-Gobain PAM Portugal, Saint-Gobain Sekurit Portugal, Distriplac, Gabelex, Imosa, Saint-Gobain Abrasivos Portugal, Saint-Gobain Weber Portugal, Covipor, Saint-Gobain Mondego Portugal, E.V.I. e MAIORIL.

 

GROSJEAN NO TEAM HAAS DE F 1

 

Haas F1 Team escolhe Romain Grosjean para seu piloto

HaasPT FT_15002_Copy Quando a Haas F1 Team se estrear no Campeonato do Mundo FIA de Fórmula 1 em 2016, fá-lo-á com um piloto experiente como o Romain Grosjean.

Grosjean, de vinte e nove anos de idade, competiu em setenta e oito corridas de Fórmula 1, conquistou dez pódios, tendo sido o mais recente o que alcançou em Agosto no Grande Prémio da Bélgica. Actualmente, está na sua quinta temporada com a Lotus F1 Team.

Grosjean é um piloto muito considerado como líder de equipa e como um potencial campeão do mundo. O francês pilotará pela primeira vez o carro da Haas F1 Team durante o primeiro teste de pré-temporada no Circuit de Catalunya, Barcelona, entre os dias 1 e 4 de Março. O segundo teste de Barcelona será realizado entre os dias 15 e 18 de Março, antes do início da temporada, a 3 de Abril, que será o Grande Prémio da Austrália, em Melbourne.

“Queríamos um piloto experiente e capaz de desenvolver o nosso carro e a nossa equipa de modo a poder marcar pontos e melhorar a cada corrida e a cada temporada. Foi isso que encontrámos no Romain”, disse Gene Haas, o fundador e o presidente da Haas F1 Team. “Estou envolvido no desporto automóvel há muito tempo e cedo aprendi que o componente mais crucial é o piloto. O Romain tem fortes credenciais e será um activo muito importante para a Haas F1 Team”.

“O que o Gene Haas e toda gente na Haas F1 Team estão construir é impressionante e estou muito orgulhoso por fazer parte disso”, disse Grosjean. “A Fórmula 1 é incrivelmente competitiva e a única forma de ser bem-sucedido é encontrar novas formas de fazer as coisas. Esta é uma nova oportunidade com uma nova equipa que está adoptar uma nova abordagem à Fórmula 1. Acredito nesta abordagem e a equipa acredita em mim. Estou focado em dar o meu melhor absoluto à minha actual equipa nestas últimas cinco corridas, estou muito entusiasmado com o que o futuro reserva à Haas F1 Team”.

“Para além de ser um piloto de Fórmula 1 experiente, o Romain tem uma grande sensibilidade técnica”, afirmou Guenther Steiner, o chefe de equipa da Haas F1 Team. “Ele oferece informação boa e especifica sobre como o carro se comporta. Durante o desenvolvimento do nosso carro nos testes e na temporada os seus conhecimentos serão cruciais”.

Grosjean venceu corridas e campeonatos em todas as categorias em que competiu até chegar à Fórmula 1. Transitou rapidamente do karting para os automóveis, em 2003, triunfando em dez corridas no Campeonato Suíço de Fórmula Renault 1.6 e vencendo a competição. Em 2005 voltou a vencer dez corridas no Campeonato Francês de Fórmula Renault 2.0, conquistando um segundo título.

Em 2006 Grosjean evoluiu para a Fórmula 3 Euro Series, participando também em duas corridas do Campeonato Britânico de Fórmula 3, onde conseguiu uma pole-position, uma vitória e assinando a volta mais rápida em ambas as provas. Uma segunda temporada na Fórmula 3 Euro Series trouxe-lhe grandes dividendos ao alcançar quatro pole-positions e seis vitórias a caminho da vitória no campeonato. Em 2008 subiu para a

GP2 e manteve a sua veia vencedora ao conquistar quatro vitórias em quatro corridas, garantindo o ceptro inaugural da GP2 Asia Series.

Em 2008, Grosjean era piloto de testes da Renault F1. Em Agosto de 2009, a Renault nomeou Grosjean para competir ao lado do bicampeão mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso.

A experiência ganha durante as sete corridas que disputou foi de valor incalculável e Grosjean aprofundou essa experiência em 2010 ao tomar parte numa ampla variedade de competições. Venceu a Auto GP com quatro vitórias, sete pódios e três pole-positions. Conquistou duas vitórias no Campeonato do Mundo FIA de GT1 e dois pódios na GP2 Series. Evidenciando a sua versatilidade, competiu em duas provas de vinte e quatro horas, uma em Le Mans e outra em Spa-Francorchamps.

Em 2011, Grosjean regressou à GP2 Series, vencendo a competição asiática na sua última edição e, posteriormente, conquistou o ceptro da GP2 Series com cinco vitórias. Para além disso, regressou à Renault F1 como piloto de testes.

Com Renault F1 sob uma nova gestão e rebaptizada como Lotus F1 Team para 2012, Grosjean foi nomeado para competir ao lado do Campeão do Mundo de 2007 Kimi Raikkonen. O primeiro pódio do Grosjean chegou na quarta corrida da temporada, no Bahrein. Três corridas mais tarde, em Montreal, terminou no segundo posto. Um segundo pódio foi alcançado na décima primeira prova da época, na Hungria.

A temporada de 2013 foi impressionante para Grosjean, dado que registou seis pódios, tendo como ponto alto o segundo lugar conquistado no Grande Prémio dos Estados Unidos da América, em Austin, Texas.

A época de 2014 ficou marcada pela introdução de um novo regulamento de motores, com os turbos a regressarem à categoria pela primeira vez desde 1988. O desenvolvimento foi difícil para muitas equipas. Grosjean alcançou dois oitavos lugares, um em Espanha e outro no Mónaco, mas bateu regularmente o seu colega de equipa ao longo do ano.

Com catorze corridas disputadas em 2015, Grosjean mostrou a forma que evidenciou em 2013, como demonstra o pódio conquistado no Grande Prémio da Bélgica.

Em 2016, Grosjean traz para a Haas F1 Team – a primeira equipa de Fórmula 1 americana em trinta anos – a sua experiência e ambição.

 

TT NO BRASIL

 

Helena Deyama nesta quarta-feira (30/09) no Programa Melhor pra Você

Acompanhe a partir das 9h30 na Rede TV!

Helena Deyama é uma das convidadas pela produção do Programa Melhor pra Você da emissora da Rede TV!, que é transmitido de segunda-feira a sexta-feira, das 9h30 às 12h. A atleta estará ao vivo em um dos quadros do programa na edição desta quarta-feira, 30 de outubro, para falar sobre a pauta: Mulheres no volante. O programa é apresentado por Edu Guedes, Celso Zucatelli e Mariana Leão.

Pioneira entre as mulheres nas provas off road e que compete com um veículo UTV Polaris RZR XP 1000/Production, da equipe Luart Rally/Brasil Off Road, no Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Helena Deyama completou 20 anos de carreira no mês de maio. No próximo final de semana, de 02 a 04 de outubro, ela participará do Rally Rota Santa Catarina em Araquari/SC, prova válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

Mais informações do programa pelo site: http://www.redetv.uol.com.br/jornalismo/melhorpravoce/

Helena Deyama conta com patrocínio Polaris, e apoio da Academia Bio Ritmo, Luart Studio, Brasil Off Road e Fontoura Dias Stands.

Calendário de competições de Helena Deyama - próximas disputas:

6 Etapa - Rally Rota SC-Araquari/SC - 03 e 04 de Outubro
7 Etapa - Rally Rota Sudeste - a definir - 07 e 08 de Novembro
8 Etapa - Rally dos Amigos/SP - 12 de Dezembro

 

Helena Deyama piloto de rali (Doni Castilho/DFotos)

Helena Deyama piloto de rali (Doni Castilho/DFotos)
Alta  | Web

Helena Deyama compete este ano com UTV Polaris RZR XP 1000 (Luciano Santos/DFotos)

Helena Deyama compete este ano com UTV Polaris RZR XP 1000 (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

Helena Deyama em competições de caminhonete no Rally dos Sertões (Doni Castilho/DFotos)

Helena Deyama em competições de caminhonete no Rally dos Sertões (Doni Castilho/DFotos)

 

TT NO BRASIL

 

Jérémy Dubois compete na 4ª edição do Rally Rota SC

Disputa acontece na cidade catarinense de Araquari, nos dias 02 a 04 de outubro e é válido para o Campeonato Brasileiro de Rally Baja

Após uma temporada agitada com o Campeonato Brasileiro de Rally Baja o piloto Jérémy Dubois se prepara para mais um desafio, o 4º Rally Rota Santa Catarina em Araquari, situado na região norte de Santa Catarina, para o próximo final de semana (02 a 04 de outubro), serão duas provas programadas, totalizando aproximadamente 212 quilômetros. Na sexta-feira, 02, acontecem as vistorias no Posto Sinuelo, às margens da BR 101 no KM 71, a partir das 14h e briefing às 19h30. Pela equipe SAT Racing, Jérémy se prepara para mais este certame com muita expectativa.

"Toda etapa gera uma expectativa grande. Como sempre espero poder me divertir e poder completar a prova para continuar a pontuar para o campeonato", diz o piloto da categoria quadriciclos, representante de Taubaté (SP), que conta que essa prova precisou "espremer" um pouco a agenda conseguiram confirmar a participação.

Devido o curto tempo de preparação, o KTM 525 XC não deve passar por muitas mudanças para esta etapa. "Estou muito enroscado no meu serviço e não consegui fazer muita coisa no quadri em termo de modificações, só vou fazer a revisão básica para deixar pronto para o rali", completa o piloto vice-líder do campeonato com 207 pontos e a apenas dois pontos do líder. "Pelo jeito vamos encontrar areia e piçarra, vamos ver se o tempo ajuda esse ano para não encontrar muitos poças d'água, pois em 4x2 não é muito vantajoso", ressalta.

As provas da região litorânea e de serra catarinense, onde acontece o 4º Rally Rota SC, já são familiares para Dubois. "No ano passado participei dessa prova, porém foi uma região um pouco diferente e as condições climáticas não ajudaram a organização quem precisou mudar o percurso com um traçado bem diferente do previsto. Mesmo assim fiquei em 3º lugar. Então não serve de base para poder saber o que eu vou encontrar nessa edição", explica Jérémy Dubois.

"Quero agradecer os parceiros, patrocinadores, além dos familiares pelo apoio e espero continuar ter bons resultados até o fim do campeonato", conclui o piloto francês radicado em Taubaté.

O piloto Jérémy Dubois conta com o patrocínio da Prefeitura de Taubaté, Hyundai Power Products, SAT Racing e, com apoio da Bieffe, Fine Art Studio, GaiaMX, Muscleshake, Skill Idiomas, Speed Motos, EMIT e Motul.

Classificação do Campeonato após 10 etapas - Categoria Quadricilos
1) Leonardo Milesi, 209 pontos
2) Jérémy Dubois, 207
3) Geison Pinheiro Belmont, 132
4) Osmar Mendonça Junior, 131
5) Luiz Fernando Melo, 103
6) Diogo Zonato, 80
7) Milton Martens, 74
8) João Francisco Del Nero Jr, 46
9) Fernando Rangel Neto,32
10) Caio Vassimon Guidi, 30

Programação do Rally Rota SC
11ª e 12ª Etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja para Motos, Quadriciclos e UTVs
8ª e 9ª Provas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para Carros e Caminhões
Araquari - 02 a 04 de Outubro de 2015

01/10 - Quinta-Feira
08h - Abertura do Parque de Apoio

02/10 - Sexta-feira
08h às 20h - Vistoria Administrativa
13h às 15h - Apresentação para a vistoria técnica CBA - todas as categorias
17h30 - apresentação para a 2ª vistoria técnica CBA - com multa
13h às 18h - Apresentação para vistoria técnica CBM - todas as categorias
18h às 19h - Segunda vistoria técnica CBM com multa
19h30 - Briefing e entrega do livro de bordo

03/10 - Sábado
09h - Largada do 1° carro na Prova Especial
10h - Largada da 1ª moto na Prova Especial
DI - 0,4 Km
SS1 - 132 Km CBA
SS1 - 106 Km CBM
DF - 3 Km
20h - Briefing

04/10 - Domingo
08h - Largada do 1° carro na Prova Especial
09h - Largada da 1ª moto na Prova Especial
DI - 0,4 Km
SS2 - 132 Km CBA
SS1 - 106 Km CBM
DF - 3 Km
15h30 - Cerimonial de premiação

 

Piloto Jérémy Dubois, categoria quadriciclos (Luciano Santos/DFotos)

Piloto Jérémy Dubois, categoria quadriciclos (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

Jérémy Dubois durante a edição 2014 do Rally Rota SC (Doni Castilho/DFotos)

Jérémy Dubois durante a edição 2014 do Rally Rota SC (Doni Castilho/DFotos)
Alta  | Web

Dubois é o vice lider do campeonato a apenas dois pontos do líder (Luciano Santos/DFotos)

Dubois é o vice lider do campeonato a apenas dois pontos do líder (Luciano Santos/DFotos)
Alta  | Web

 

NOVO ESPAÇO DE KART EM S.PAULO

NOVO ESPAÇO DE KART EM S.PAULO - BRASIL

 

 

U MG_6534_Copy MG_6534_Copy MG_6792_Copy MG_6859_Copy MG_6872_Copy MG_6964_Copym lugar especial, bem no coração de São Paulo.  O Speedland, complexo com 26 mil metros quadrados, reúne num mesmo ambiente a maior pista de kart para amadores e uma pilha de atrações para a família. Localizado no Tatuapé, o complexo apresenta pista com 1.200 metros e une o melhor dos dois mundos nesse esporte: pode ser indoor (fechada) e outdoor ao mesmo tempo. 

A pista permite diversas configurações, tendo uma delas uma espetacular reta com mais de 300 metros, o que é sinônimo de muita adrenalina. Inspirado no kartódromo Carlos Sainz Center Kart & Business, de Madri, o Speedland exibe outros recursos interessantes, como o cordão de led que contorna todo o traçado interno e torna ainda mais vibrante o circuito, criando efeito que lembra um videogame.

Um túnel de 80 metros é outro recurso exclusivo, que remete ao grande prêmio de Mônaco, um dos mais disputados e charmosos da F1. O kartódromo vai oferecer 80 karts para locação, sendo 65 com motor de 13 hp e 15  de 6,5 hp, para a criançada.

“O Speedland vai proporcionar uma experiência mais próxima possível da de um piloto profissional de kart”, garante o empresário Thiago Viana, que destaca ainda o painel de cronometragem. “É dos mais modernos do mundo, com capacidade para marcar o tempo e a posição de até 35 competidores por bateria”, explica. “Esse é outro diferencial, as pistas do país têm painéis para apenas dez tempos”. Quarenta e oito câmeras estão espalhadas pelo circuito para mostrar tudo que acontece na pista para quem está do lado de fora. Cada bateria poderá ter até 25 carros.

Um F1 de verdade e simuladores profissionais

Fora da pista, o Speedland é rodeado de atrações relacionadas ao mundo do automobilismo. Destaque para a pista de autorama, de  47 metros, com capacidade para oito carros de alta potência, réplicas perfeitas dos carros de corrida. A ideia dos sócios é trazer para o local provas do campeonato nacional.

O Speedland terá também um espaço nobre para simuladores, iguais aos que os pilotos usam para treinar e simular testes nas diversas etapas da F1. Incrivelmente realista, os simuladores permitem ao visitante sentir a emoção de pilotar um bólido de competição. Serão promovidos campeonatos de corridas virtuais, com uma grande final.

Uma parceria com a Red Bull garantiu a exposição de um carro original de Fórmula 1 no local. Não se trata de uma réplica, muito comum em diversos pontos de São Paulo, mas do carro usado por David Coulthard, na etapa de 2008. Além disso, macacões usados por pilotos brasileiros da F1 estarão expostos, entre eles o Rubens Barrichello. Numa parceria com o Instituto Ayrton Senna, vários objetos do piloto Ayrton Senna vão estar em exposição no Speedland.

“A cidade estava carente de um centro de lazer desse porte, desde que o Playcenter fechou”, diz o empresário Thiago Viana. “Vamos trabalhar para que o Speedland se torne uma atração e figure no guia turístico de São Paulo”. O complexo ainda conta com um espaço para exposições e diversos tipos de eventos. “O Speedland também foi pensado para proporcionar às empresas um local de reuniões e convenções. Por isso, investimos muito em cada espaço”, acrescenta o empresário.  De fato, chama a atenção os detalhes de acabamento das áreas comuns (lanchonete, restaurante, banheiros, salas de jogos e loja). “É algo que não se vê nos kartódromos brasileiros”.

A frequência de público estimada para o Speedland é de 40 mil pessoas por mês.

 

Espaço Senninha e curso de pilotagem

 

              As crianças e o público feminino não foram esquecidos. A garotada vai se divertir no espaço Senninha, com muitos brinquedos eletrônicos e uma minipista. Também haverá máquinas de fliperama, todas com temas automobilísticos.

Para o público feminino, que quer relaxar por instantes, foi destinado um espaço especial, com cadeiras de massagens, manicures e monitores de tevê. O restaurante/bar vai ser outro ponto de atração, além de cozinha de alto padrão, pretende ser um local de encontro, com transmissão de jogos de futebol, corridas e outros esportes.

O local vai ainda abrigar um espaço corporativo, com capacidade para 400 pessoas. Lá, as empresas poderão promover encontros de funcionários, workshops e eventos de confraternização.  Para esse tipo de evento, o Speedland oferecerá Buffet especial.

Durante o ano, o complexo vai oferecer cursos de pilotagem, que serão organizados pelo piloto Tuka Rocha, um dos sócios no empreendimento . “Com certeza, não existe nada no país, relacionado a esse tipo de lazer, que tenha estrutura parecida”, diz Thiago Viana.

Serviço

Horários de funcionamento: segunda à sexta-feira das 17h às 24h; sábados, das 10h às 24h; domingos e feriados, das 10h às 22h.


Bateria (dias de semana): R$ 100,00

Bateria (finais de semanas e feriados): R$ 120,00

Endereço: Rua Ulisses Cruz, 275 – São Paulo -  www.speedland.com.br

 

 

GALP É NOTICIA

GALP É NOTICIA

 

 

Poço Carcará Noroeste confirma extensão da descoberta de Carcará no pré-sal da bacia de Santos A Galp Energia informa que a perfuração do terceiro poço na área de Carcará (Bloco BM-S-8) confirmou a descoberta de petróleo leve e a extensão para oeste da descoberta de Carcará no pré- sal da bacia de Santos. O poço 3-SPS-104DA (3-BRSA-1216DA-SPS), informalmente conhecido como Carcará Noroeste, está localizado na área do Plano de Avaliação da Descoberta (PAD) de Carcará, a cerca de 226 km do litoral do Estado de São Paulo, a 5,5 km a noroeste do poço pioneiro e a uma profundidade de água de 2.024 metros. O poço atingiu o topo do reservatório a uma profundidade vertical de 5.869 m abaixo do nível do mar, e comprovou a existência de excelentes reservatórios carbonáticos contínuos de petróleo de boa qualidade (31º API) na camada de pré-sal. O poço identificou uma coluna de petróleo de cerca de 318 metros sendo que não foi encontrado o contacto petróleo-água. Este é o terceiro poço perfurado pelo consórcio do BM-S-8 na área de Carcará, com os dados de pressão e qualidade do petróleo obtidos a confirmar a extensão para oeste das descobertas dos poços 4-SPS-86B (4-BRSA-971-SPS) e 3-SPS-105 (3-BRSA-1290-SPS), informalmente conhecidos como Carcará e Carcará Norte, respetivamente. De acordo com o PAD, o consórcio está a preparar um teste de formação (DST) na área de Carcará Norte para avaliar a produtividade do reservatório, cujo início está iminente. O Plano de Avaliação da descoberta de Carcará, aprovado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) está previsto terminar em março de 2018. A Galp Energia, através da sua subsidiária Petrogal Brasil, detém uma participação de 14% no consórcio que explora o bloco BM-S-8, cabendo 66% à Petrobras (operadora), 10% à Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás e 10% à Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A.

 

RALI DE MARROCOS

 

Oilibya Rally of Morocco

 

FIA World Cup for Cross-Country Rallies, round 9

October 3-9, 2015

 

1 Copy2 Copy3 Copy4 Copy5 Copy

OVERDRIVE RACING AND HALLSPEED JOIN FORCES TO RUN

POWERFUL TOYOTA LINE-UP IN OILIBYA RALLY OF MOROCCO

 

  •  Russian Vasilyev aims for FIA World Cup success; Al-Rajhi back to action
  •  De Villiers, Poulter, Ten Brinke, Dabrowski and Chabot in Toyota Hiluxes

 

ZAGORA(Morocco): Overdrive Racing and Hallspeed will run no less than seven Toyota Hiluxes on next week’s Oilibya Rally of Morocco, the ninth and penultimate round of the 2015 FIA World Cup for Cross-Country Rallies. The event will run over five selective sections through the Moroccan deserts from Zagora to Agadir on October 5-9.

 

Overdrive’s regular FIA World Cup drivers, Vladimir Vasilyev, Bernhard Ten Brinke, Marek Dabrowski and Yazeed Al-Rajhi will be joined by French newcomer Ronan Chabot, while the team joins forces with Hallspeed to run a pair of Toyota South Africa Hiluxes for Giniel de Villiers and Leeroy Poulter.

 

The Moroccan event is a crucial pre-Dakar Rally test for the 52-strong Toyota team and sees them come face-to-face with many of the rivals they will face in South America in January.

 

But the event is also a crucial round of the FIA World Cup and Vasilyev and fellow Russian navigator Konstantin Zhiltsov are chasing a second successive title. The Russian currently trails Qatar’s Nasser Saleh Al-Attiyah by 22 points in the standings and knows that beating the Qatari in North Africa would set up a thrilling showdown for the world title in Portugal at the end of the month.

 

Vasilyev was forced to miss two crucial mid-summer events after undergoing a medical procedure, but he bounced back to form with sixth position in last month’s Baja Poland, where fellow Overdrive entrants, Ten Brinke and Dabrowski, finished third and fifth. Dutchman Ten Brinke and Pole Dabrowski will be partnered by Belgian Tom Colsoul and Pole Jacek Czachor in their Toyotas.

 

Al-Rajhi started the season strongly before missing several rounds of the FIA World Cup, but the Saudi was one of the stars of last year’s Dakar Rally with Overdrive Racing and knows the importance of a good test in Morocco to boost his confidence heading into the end of the season. He finished second in Egypt this year and fourth in the Abu Dhabi Desert Challenge and has an impressive record in desert-type cross-country events with German navigator Timo Gottschalk.

 

Last year, Overdrive Racing and Toyota South Africa brought six of their Toyotas to the finish of the Rally of Morocco in Marrakech, but De Villiers will be hoping to improve on that 17th overall, after a fastest time on the final stage could not make up for earlier delays that cost him crucial time. The South African is a former winner of the Dakar Rally and the Rally of Morocco and has been a regular visitor to the podium in South America with the Toyota team.

 

Frenchman Ronan Chabot joins Overdrive Racing to run a Hilux with additional support from Toyota France. Chabot has competed in the Dakar Rally since 2003 in a variety of cars and achieved his best finish of seventh overall in 2013 after earning 12th place the previous year. Gilles Pillot will co-drive. 

 

“For sure, Zagora will be the centre of the motor sport world at the start of October,” said Overdrive Racing’s team director Jean-Marc Fortin. “We have a strong team for Morocco and know that we will face some very strong opposition there, especially with the announcement of the Peugeot line-up. This is fantastic for the profile of our sport. It’s a chance for our teams to fine-tune our logistics and work together before the Dakar Rally in January.

 

“Having a strong team means we do have the possibility of using team orders if need be. Vladimir knows the situation in the FIA World Cup and we will see what develops. Nasser (Al-Attiyah) will want to show his speed to the others and compare himself, so we will have our own strategy. We also welcome Ronan (Chabot) and Gilles (Pillot) to the team.”

 

After scrutineering checks and administration in Zagora on October 3 and 4, the Oilibya Rally of Morocco will be contested over five selective sections, starting with a 330km loop around the Zagora bivouac and through a sea of demanding sand dunes on Monday, October 5.

 

A slightly shorter second section of 244km winds its way through the Draa wadis and valleys on October 6 and a third selective of 274km offers varied terrain around M’hamid on October 7.

 

The fourth stage sets out from Zagora in the south of the country on October 8 and reaches Agadir via a long liaison and a special stage of 293km. The final section on October 9 loops around Agadir, before the rally finishes in the historic Moroccan city.

 

FIA World Cup for Cross-Country Rallies – positions after round 8:

1. Nasser Saleh Al-Attiyah (QAT)                              201 pts   

2. Vladimir Vasilyev (RUS)                           179 pts 

3. Reinaldo Varela (BRA)                              97 pts   

4. Marek Dabrowski (POL)                           92 pts

4. Miroslav Zapletal (CZE)                            84 pts    

6. Erik van Loon (NLD)                                    72 pts

7. Yazeed Al-Rajhi (SAU)                              66 pts

8. Bernhard Ten Brinke (NED)                    37 pts

8. Orlando Terranova (ARG)                        37 pts

10. Yuriy Sazonov (KAZ)                                                36 pts

 (Overdrive Toyota drivers in bold)

 

 

CARLOS MARTINS VENCEU EM SERPA

 

Carlos Martins vence Rali Cidade de Serpa

 

 

carlos martins__CopyCarlos Martins e Daniel Amaral terminaram em pleno o Rali Flor do Alentejo / Cidade de Serpa levando o Skoda Fabia S2000 à vitória na geral. A prova em piso de terra foi pontuável para o Campeonato FPAK Ralis Sul e ainda para a Taça FPAK Ralis Terra, arrancando no sábado perante uma verdadeira multidão de aficionados que assistiram à dupla passagem pela super especial noturna. A jogar em “casa” o piloto de Serpa aproveitou a super especial para dar espetáculo ao público presente terminando o dia na 3ª posição da geral.. No Domingo e sem pressões quanto a resultados aproveitaram a prova para testar e preparar já o Rallye Casinos do Algarve, aproveitando também o facto de a prova ter um tipo de piso muito idêntico ao que a dupla irá encontrar em Loulé. À terceira especial a equipa assumiu a liderança da prova para não mais a largar, conseguiu uma margem folgada sobre os segundos classificados. Como salientou Carlos Martins “foi um bom rali, onde aproveitamos a prova essencialmente para testar para o Rallye Casinos do Algarve já que o tipo de piso é muito idêntico. Tudo correu bem, vencemos com alguma naturalidade, este rali tem um significado especial pois além de correr em casa, contamos sempre com muito público a apoiar durante a prova. Na super especial tentamos dar algum espectáculo, no dia seguinte tentamos ser um pouco mais eficazes, não tínhamos qualquer pressão para garantir resultados, pelo que nos centramos na nossa prova, vencemos e é sem dúvida um triunfo especial.” Carlos Martins e Daniel Amaral prosseguem agora no Rallye Casinos do Algarve, a última prova do Campeonato Nacional de Ralis.

 

VODAFONE MEXEFEST

 

Vodafone Mexefest

Novas Confirmações:
Márcia
Petite Noir
Benjamim


Termina hoje o prazo para adquirir o bilhete único para os 2 dias a 40€

App Vodafone Mexefest já disponível com desconto exclusivo para clientes Vodafone


27 e 28 de novembro
Avenida da Liberdade, Lisboa

 

www.vodafonemexefest.com facebook.com/vodafonemexefest

 

Hoje anunciam-se mais três grandes motivos para não perder mais uma edição do Festival que põe a música a mexer com o centro de Lisboa: Márcia, Petite Noir e Benjamim confirmados no Vodafone Mexefest.


 

alt
 

 Site | Facebook | Vídeo: A Insatisfação
 

Márcia é uma das melhores vozes da música pop portuguesa. Depois de “Dá” (2010) e de “Casulo” (2013), a autora e intérprete voltou este ano com “Quarto Crescente”. O disco contou com a produção de Dadi Carvalho, músico de créditos firmados, mais reconhecido pelo seu trabalho como produtor com nomes como Marisa Monte, Tribalistas, Carminho, A Cor do Som ou Caetano Veloso. Gravado entre Lisboa e o Rio de Janeiro, o magnífico “Quarto Crescente” conta com colaborações de luxo como Criolo, Vinicius Cantuária, entre outros. O registo é de uma beleza infalível, imenso de palavras que se arrumam em melodias pensadas e tratadas ao pormenor, variado de ritmos e que, com toda a certeza, figurará nas listas dos melhores do ano.

alt

Site | Facebook | Vídeo: Best
 

O africano Petite Noir, nascido Yannick Ilunga, estreou-se com o longa duração “La Vie Est Belle / Life Is Beautiful”. Numa fusão moderna e estilisticamente criativa de géneros, Petite Noir junta a eletrónica ao R&B, com arranjos Pop e, claro, temperados pelo sabor de áfrica. Um dos discos mais surpreendentes de 2015 no Vodafone Mexefest. 

alt
 

 Site | Facebook | Vídeo: Os Teus Passos
 

Luís Nunes não é mais, nas coisas da música, Walter Benjamin. Agora, para dar nome às suas criações cantadas em português, temos Benjamim. “Auto Rádio”, o disco saído no passado dia 18 de Setembro, é já um sucesso pop com reconhecimento radiofónico e que soa com extraordinário entusiasmo nos muitos palcos por onde tem passado. Antes da edição, Benjamim levou as suas canções por 33 lugares diferentes e agora é tempo de estacionar na Avenida da Liberdade para o Vodafone Mexefest.


O bilhete único para os dois dias do festival está já à venda nos locais habituais, a 40€ até ao final do dia de hoje (30 de setembro), passando a 45€ a partir de 1 de outubro e a 50€ nos dias do Festival.

Já disponível na App Store e Google Play está também a app do Vodafone Mexefest. Os clientes Vodafone podem adquirir o bilhete único do festival com 5€ de desconto.
 

Vodafone Mexefest. De palco em palco, a Música mexe na cidade.
 
Mais novidades a anunciar brevemente.

 
 

Já Confirmados:
Akua Naru; Anna B Savage; Ariel Pink; Benjamim; Benjamin Clementine; BLOCO: Tropkillaz, Karol Conka, Mahmundi; Bully; Chairlift; Da Chick; Do Amor; Ducktails; Georgia; Márcia; Patrick Watson; Peaches; Petite Noir; Selma Uamusse;
Seven Davis Jr; They’re Heading West, The Parrots; Titus Andronicus; Villagers

Informação de Bilhetes


Preço dos Bilhetes

Até 30 de setembro: 40€

A partir de 1 de outubro: 45€

Dias 27 e 28 de novembro: 50€
 

Troca obrigatória pelo próprio por pulseira no Coliseu de Lisboa a partir de dia 26 de novembro

Locais de Venda

Facebook Música no CoraçãoBlueticket - Call Center 707 780 000, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita (Amadora, Porto, Vila Real, Ovar, Coimbra e Funchal), Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Estações de Correios, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, Bilheteira Online, Coliseu dos Recreios, Festicket.

 

EQUIPA DA MCLAREN COM NOVO PATROCIONADOR

EQUIPA DA MCLAREN COM NOVO SPONSOR

 

McLAREN já tem patrocinador - a Moet Chandon.

 

CALENDÁRIOS FIA

CALENDÁRIOS FIA

 

CONSELHO MUNDIAL DA FIA reúne hoje em Paris para ratificar calendários 2016.

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

SLOT NO SLOT CLUBE DO PORTO

 

Mais uma prova de rali de Franças2 Copys3 Copys4 Copys5 Copys6 Copys7 Copys8 Copys9 Copys10 Copys11 Copys12 Copys12 Copys19 Copys20 Copys21 Copys22 Copys23 Copys24 Copys25 Copys26 Copys27 Copys29 Copys30 Copys31 Copys32 Copys34 Copys36 Copys18 Copy no Slot Clube do Porto, na qual apresentamos algumas imagens.s1-ralidefrana-fotosluisfaria-slotclubeporto Copy

 

LUIS NUNES NO PÓDIO DA CLASSE NA PENHA 2

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

 

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

 

 

LUIS NUNES NO PODIO DA CLASSE NA PENHA

 

 

 

Uma vez mais Luis Nunes subiu ao pódio na derradeira prova do Campeonato Nacional de Montanha, que no passado fim de semana esteve na segunda passagem pela Rampa da Penha. A verdade é que Luis Nunes não se fez rogado, e mesmo com a questão do titulo resolvida a seu favor, começaria por fazer na primeira subida um tempo de 1.40.514, para na subida seguinte conseguir melhorar de forma significativa, obtendo 1.38.747, para na última subida ser o autor dum tempo ainda melhor com 1.37.981.

 

 

 

Com este resultado, Luis Nunes obteria o 4º lugar em termos de categoria 3, e o segundo me termos de classe. Depois de ter colocado o seu Seat Leon Copa no parque fechado, descreveu-nos como foi esta jornada “ correu bem, com um saldo positivo, reconheço que poderia fazer melhor, isso se tivesse pneus novos, mas não se justificava a aquisição, mesmo na derradeira prova, quando estou nesta fase a pensar francamente trocar de carro, com vista à próxima época”.

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 3

 

 

 

1º Manuel Pereira – Mitsubishi Evo

 

2º Luis Silva – BMW M 3

 

3º José Correia – Seat Leon Eurocup

 

4º  LUIS NUNES – SEAT LEON COPA

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL DA CLASSE

 

1º José Correia – Seat Leon Eurocup

2º LUIS NUNES – SEAT LEON COPA

3º Ricardo Gomes – Seat Leon Copa

 

NOVOS PROJECTOS PARA 2016

 

Luis Nunes, tem já à venda o seu Seat Leon Copa, pois para a próxima época tudo indica que poderá haver uma “mudança de ares”, como nos confirmou “ é um facto, tenho o meu carro à venda, e caso consiga concretizar isso, quero regressar às pistas, e em principio a minha escolha será O TCR, não sabendo para já qual a máquina a escolher, e participar no novo Campeonato Nacional de Velocidade.Depois com este carro é provável que possa poder participar numa ou noutra rampa, isso é algo que ainda está a ser pensado “.

 

Fotos : Red Line Motorsport – Filipe CorreiaLUISNUNES1 CopyLUISNUNES2 Copy

 

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

SEGUNDO A INFORMAÇÃO DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

E se a equipa da Volvo no WTCC 2016 fosse Robert Dalhgren, Yvan Muller e Norbert Michelisz? Na Hungria há quem jure que será assim...

 

LUIS MOTA EM SERPA

 

Luís Mota segundo em Serpa

 

luis mota__CopyO Rali Cidade de Serpa terminou de forma bastante positiva para a dupla da Competisport, Luís Mota e Alexandre Ramos, garantindo o segundo lugar no Campeonato FPAK Ralis Sul. A prova em piso de terra arrancou no sábado com uma dupla passagem pela super especial noturna onde uma verdadeira multidão de público assistiu ao bom espetáculo proporcionado pelas equipas. O piloto do Cartaxo averbou em ambas o terceiro melhor crono, terminando esta primeira secção na segunda posição da geral. No Domingo a equipa entrou bem, registando o segundo melhor crono, mas nas especiais seguintes, os seus mais diretos adversários fizeram o contra ataque, com a dupla a descer a 4ª à quarta especial do rali. Para as três últimas especiais, Luís Mota e Alexandre Ramos forçaram um pouco mais o andamento subindo a terceiro e com a desistência do seu mais direto adversário, bastou controlar para assegurar a segunda posição no Campeonato. A dupla foi ainda a vencedora entre os concorrentes do grupo X3, e também os 3º em termos de classificação geral. “Foi um bom rali em termos de pontuação para o campeonato. O nosso principal adversário ganhou uma vantagem significativa logo no primeiro troço e esteve inalcançável. A máquina portou-se à altura, sem o mínimo problema. Agora vamos evoluir mais um pouco o carro para discutir o título no Rally Casinos do Algarve, mas temos perfeita noção que a tarefa não é de todo fácil”. Luís Mota e Alexandre Ramos prosseguem com o Rali Viana do Castelo, prova do Campeonato FPAK Ralis Nort

 

ANIMAÇÃO QB NO RED BULL AIR RACE

 

Britânico Paul Bonhomme vence no Texas

 

DECISÃO DO TÍTULO ADIADA

 

Continua aceso o duelo pela liderança da Red Bull Air Race World Championship 2015, com dois pilotos a dar tudo por tudo para chegar ao título. Na estreia da competição nos Estados Unidos foi o britânico Paul Bonhomme quem dominou, mas a regularidade do australiano Matt Hall deixa tudo em aberto para a derradeira etapa. A ação decorreu sobre o Texas Motor Speedway, a famosa pista de corridas da NASCAR, e reuniu mais de 30 mil fãs. 

 

Da Fórmula 1 para o circuito NASCAR. Foi assim a passagem da Red Bull Air Race World Championship do Velho Continente para os Estados Unidos da América, com os circuitos automóveis a servirem de base para a mais importante competição do desporto aéreo mundial - a única disputada sob a égide da Federação Internacional de Aeronáutica (FAI). A penúltima etapa de 2015 aterrou desta feita no Texas Motor Speedway, reunindo durante o último fim-de-semana (26 e 27 de setembro) mais de 30 mil espectadores.

 

Depois de passar pelos Emiratos Árabes Unidos, Japão, Croácia, Hungria, Grã-Bretanha e Áustria, a competição rumou ao outro lado do Atlântico para as duas últimas etapas da temporada. Do ponto de vista competitivo as atenções estão centradas na intensa disputa pelo título mundial, com a lenda Paul Bonhomme e Matt Hall - o ex-Top Gun da Força Aérea australiana - a medirem forças.

 

Único piloto que disputou todas as 58 corridas da Red Bull Air Race, desde a sua criação em 2003, o britânico Paul Bonhomme é aos 51 anos de longe o mais bem sucedido na competição - com 21 vitórias, mais de 40 presenças no pódio e os títulos de 2009 e 2010. No Texas ficou bem clara a sua supremacia, mas o segundo lugar de Hall não lhe permitiu ainda receber a coroa de 2015: “Esta vitória foi particularmente dura e para a conseguir toda a equipa teve de trabalhar intensamente”. Rejeitando uma pressão excessiva, Bonhomme comenta desta forma a grande final que se aproxima: Vamos ver o que se passa em Las Vegas!”. O terceiro lugar do pódio foi ocupado pelo japonês Yoshi Muroya, que enfrentou na pequena final o checo Martin Sonka.

 

A derradeira etapa da Red Bull Air Race está agendada para meados de outubro (dias 16 e 17) para Las Vegas, nos Estados Unidos da América.  

 

 

RANKING APÓS 7 ETAPAS: 1. Paul Bonhomme - 67 pontos (GBR), 2. Matt Hall - 59 pts  (AUS), 3. Hannes Arch - 30 pts (AUT), 4. Martin Sonka - 30 pts (CZ), 5. Nigel Lamb - 20 pts (GB), 6. Pete McLeod - 19 pts (CAN), 7. Matthias Dolderer - 19 pts (GER), 8. Yoshihide Moroya – 18 pts (JAP), 9. Nicolas Ivanoff - 13 pts (FR); 10. Michael Goulian - 10 pts (EUA)

 

 

CALENDÁRIO 2015


Emiratos Árabes Unidos  Abu Dhabi | 13 e 14 fevereiro
Japão  Chiba | 16 e 17 maio
Croácia  Rovinj | 30 e 31 maio
Hungria  Budapeste | 4 e 5 julho
Grã-Bretanha  Ascot | 15 e 16 agosto

Áustria  Spielberg | 5 e 6 setembro
Estados Unidos da América  Fort Worth - Texas | 26 e 27 setembro
Estados Unidos da América  Las Vegas | 17 e 18 outubro

 

Mais informações e conteúdos:

www.redbullairrace.com

www.redbull.pt

 

 

 

 

RED BULL AIR RACE WORLD CHAMPIONSHIP

Criada em 2003 e transformada em Campeonato do Mundo em 2005, a Red Bull Air Race tem sido seguida por milhões de fãs, nas mais de 50 localizações que visitou até hoje. A competição envolve os melhores pilotos do mundo de corridas aéreas, num desafio que combina velocidade, precisão e destreza. Equipados com as mais modernas aeronaves da atualidade, os ases dos ares dão o seu melhor ao cronómetro num traçado delimitado por enormes pórticos insufláveis, atingindo velocidades acima dos 300 km/hora a baixa altitude.

 

 1 Copy2 Copy3 Copy4 Copy

 

F+ORMULA 1 REGRESSA AOS TELEVISORES DOS PORTUGUESES

 

EUROSPORT PORTUGAL terá o exclusivo das transmissões de Fórmula 1 a partir do próximo ano.

Agora com todas as explicações:

Eurosport assina acordo histórico com a Formula One Management para os direitos TV e digitais exclusivos
de transmissão da F1® em Portugal até 2018

 O Eurosport acaba de adicionar outra ‘joia’ ao seu crescente portfolio de ativos desportivos de primeira grandeza ao assegurar os direitos exclusivos de difusão televisiva e digital para o Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ em Portugal a partir de 2016 e até 2018.

O acordo com a Formula One Management (FOM) abarca todas as corridas, sessões de qualificação e treinos do principal evento de desportos motorizados para as três próximas temporadas. O Eurosport terá acesso a múltiplos ‘feeds’ em direto incluindo cobertura a partir de câmaras montadas nos carros e em helicópteros de modo a permitir ao canal oferecer aos espetadores TV e online a emocionante ação da F1 sob diferentes perspetivas.

Peter Hutton, Chief Executive Officer do Eurosport, comenta assim esta novidade: “A F1 é uma das principais marcas desportivas e o maior evento no calendário de desportos motorizados. Garantir esses direitos para Portugal é uma demonstração adicional da nossa estratégia de adquirir ativos-chave a nível local e pan-regional, a par do nosso compromisso de ter os maiores eventos e capturar os melhores momentos desportivos no Eurosport. O que se tem provado já um sucesso, como é evidenciado pelo forte crescimento das audiências por toda a Europa”.

“Existem poucos desportos com uma tão grande história em termos de narrativa e produção televisiva de classe mundial como a F1 e estamos ansiosos por desenvolver essa herança para oferecer aos fãs em Portugal uma experiência de visionamento de grande qualidade. Esta novidade é apenas uma parte de um ano notável para o Eurosport, no qual o investimento em produção ajudou a atingir impressionantes audiências record para eventos emblemáticos em 2015 como o Open de França, o US Open, o Tour de France ou as 24 Horas de Le Mans”, acrescenta Peter Hutton.

 

A Fórmula 1® é uma importante aquisição a juntar à já impressionante oferta Eurosport de desportos motorizados, a qual inclui as 24 Horas de Le Mans, o FIA WTCC e o Mundial de Superbike. Estas competições estão entre as mais populares no Eurosport, como ficou comprovado com a edição 2015 das 24 Horas de Le Mans, que atraiu ao canal 16.2 milhões de espetadores europeus.

Desde o início do ano, a audiência média* Eurosport tem crescido à razão de dois digitos em diversos mercados-chave europeus, incluindo: +37% em Itália, +25% na Suécia, +19% no Reino Unido, +18% na Holanda, +15% na Alemanha.

O calendário provisório do Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ 2016 inclui um número record de 21 Grandes Prémios, com início previsto a 3 abril na Austrália e prova final a 27 novembro em Abu Dhabi.

*Fonte: dados oficiais de audiência / AdvantEdge


SOBRE O GRUPO EUROSPORT

O Grupo Eurosport é o líder pan-regional no entretenimento desportivo. Detido pela Discovery Communications, o maior operador mundial de programas ‘pay-tv’, o Eurosport tem como conceito proporcionar a mais abrangente experiência de desporto em direto através de conteúdos atrativos e inovação tecnológica. O Eurosport chega a um total de 222 milhões de assinantes através de 91 países na Europa, Ásia-Pacífico, África e Médio Oriente. Eurosport - o canal porta-estandarte do Grupo - é o canal TV pan-europeu No.1, transmitindo anualmente mais de 5.000 horas de desporto em direto para 137 milhões de lares em 54 países, oferecendo comentários especializados em 20 idiomas diferentes.Eurosport.com é o principal website de informação desportiva na Europa, registando até 23 milhões de visitantes todos os meses. Eurosport Events é a divisão do grupo especializada na gestão e promoção de eventos desportivos internacionais.
Para mais informações, visite corporate.eurosport.com

Em Portugal os canais Eurosport estão disponíveis nos operadores NOS, MEO, Cabovisão e Vodafone.
Site Eurosport Portugal: tv.eurosport.pt
Eurosport Portugal no Facebook: www.facebook.com/Eurosport

SOBRE A FÓRMULA 1®

Fórmula 1®, que começou em 1950, é a mais prestigiada competição mundial de desportos motorizados e o campeonato desportivo anual mais popular em todo o mundo. Em 2014 foi vista por 425 milhões de espetadores únicos em mais de 200 territórios. O Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™ 2015 é disputado de março a novembro e abrange 19 provas em 19 países de 5 continentes. Formula One World Championship Limited pertence ao grupo Formula One, fundado pelo CEO Bernie Ecclestone, e detém os direitos comerciais exclusivos para o Campeonato do Mundo FIA de Fórmula Um™. Para mais informações sobre a Fórmula 1®, visite www.formula1.com.

F1, FÓRMULA 1, CAMPEONATO DO MUNDO FIA DE FÓRMULA UM, GRAND PRIX e marcas associadas são marcas registadas da Formula One Licensing BV, empresa do grupo Formula One.

 

ROTA DO CONTE PARA CLÁSSICOS

Terminou a Rota do Cante e das Tabernas. E… Agora, no final da “Ressaca”, o que me ocorre dizer é:

SIMPLESMENTE… OBRIGADO!!!

 

O meu muito Obrigado, em primeiro, à terra e suas gentes que há pouco mais de um ano, tão bem acolheu este Ribatejano “Refugiado”.

OBRIGADO À CUBA!!!

 

Em segundo, a quem desde cedo me abriu as suas portas e se disponibilizou desde a primeira hora para serem os primeiros parceiros na organização tornando assim este evento possível.

OBRIGADO À CÂMARA MUNICIPAL DE CUBA (Dr. João Português), À JUNTA DE FREGUESIA DE CUBA (Sr. José Machado) e à Associação FERODO QUEIMADO!!!

 

Apesar de só serem referidos em terceiro mas sem lhe tirar qualquer valor, “Os Moços do Cante” foram a principal componente animadora do Passeio, foram muito mais longe do que o que lhes tinha pedido e para eles …

O MEU MUITO, MUITO, MUITO OBRIGADO Grupo Coral BAFOS DE BACO

(https://www.facebook.com/bafosdebaco?fref=ts )!!!

 

Uns tempos antes de organizar qualquer evento, começo a enviar uns “SOS” a pedir ajudas para criarem cartazes, elaborarem Diplomas, desenharem autocolantes, e até … para “cantarem umas modas” e aparecerem para trabalhar nos dias do evento.

Felizmente ainda vou tendo AMIGOS que não me deixam “apeado” e que muitas vezes, com elevado prejuízo pessoal e sem sequer pensarem que, pode chover, pode fazer frio e quem sabe???... até nevar. Se disponibilizam para irem para os locais mais incríveis controlar a passagem dos automóveis, ajudar, ou simplesmente estarem presentes e disponíveis para “o que der e vier” e tudo para que os participantes se possam divertir. Sem estes... é que não é mesmo possível organizar nada. 

OBRIGADO: Adalberto Melim, Ana Grão, André Vargas, António Borges, António Caixeiro, António Pádua, António Sovela, Carlos Heleno, Eunice Valente, Gonçalo Marcelino, Jil Galinha, João Carvalho, José Montes e Maria do Rosário Pádua!!!

 

E… Um abraço Amigo também para a Sara, Zé Alves e Pedro (Rest. “Tordo” e Casa Vale do Gaio – Torrão) que devido a terem iniciado recentemente um novo projeto se viram impedidos de estarem presentes ao longo do evento mas nunca deixando de incentivarem a iniciativa.

OBRIGADO PELA VOSSA AMIZADE!


Uma referência igualmente importante para os que nos acompanharam e que fizeram com que as dificuldades que foram surgindo ao longo do Fim-de-semana fossem superadas sem que delas alguém desse conta, assim como todos os que estiveram disponíveis para nos servir, mostrar o nosso património e apoiar de algum modo a Rota do Cante e das Tabernas.

OBRIGADO: Dr. José Cabrita (Chefe de Gabinete da Presidência) e ao nosso conhecedor Guia e igualmente “Cantador” José Francisco Roque, António Beiçudo e Manuel “dos estores” (Cantadores), Valter dos Santos (Santa Casa da Misericórdia de Vila Alva), Nuno Sota (Responsável pelo Tesouro/Museu da Igreja Matriz de Cuba), Stevan Lekitsch (Responsável pela Quinta da Esperança), Vera Beiçudo (Taberna do Arrufa), Francisco Fitas (Taberna do Chico Fitas), Duarte Piolty (Rest. Chave d'Ouro), Sr. Lula (Residencial Lula), Marinela Lopes (Hosp. do Carmo), Eng. Filipe Chora (J.F. Faro do Alentejo) e Sr. José Soudo (Casa Monte Pedral)!!!

 

Um palavra também aos nosso eternos “Cravados”. 

OBRIGADO: Escola Condução Nova Cuba (Prémio 1ºClass.), AUTO ESCAPE DO CARTAXO (Prémio 2º Class.), GARAGEM JOÃO GOMES (Prémio 3ºClass.), NS Motors (Prémio “Best in Show”).

 

Mas… sem participantes… nada se faz, assim sendo,… 

O MEU MUITO OBRIGADO AO “QUARTEIRÃO” DE EQUIPAS INSCRITAS E QUE SE DIGNARAM PARTICIPAR.

 

De facto foi com um enorme prazer que, na minha qualidade de promotor da “ROTA DO CANTE E DAS TABERNAS”, recebi este grupo de amigos de excelência, que com um espírito muito menos competitivo e muito mais social e cultural, se apresentaram ao volante de extraordinários veículos Clássicos e Desportivos para disputar um “Rali” que apresentava à partida uma filosofia diferente daquela que habitualmente os participantes encontram nas provas que participam.

 

Estiveram presentes um lote de carros tão dispares e emblemáticos que vão desde os pequenos desportivos Fiat 600 Abarth (Joaquim Cunha) e Austin Cooper S Mk1 (André Fernandes) aos potentes Porsche 911 Turbo (Adalberto Melim) e Chevrolet Corvete (David Dias) passando pelos, Classicos Renault Alpine A110 (Paulo Sousa) e MG B (José Lopes), o recente Subaru Impreza (Rui Albuquerque), o confortável Citroën CX (Vasco Paulino), o “Todo o Terreno” 4L (António Sovela) “e os “Carros do Povo” (Carlos Pereira e Joaquim Martins), entre outros.

 

E… Como “a Tradição já não é o que era”..., a prova não tinha as já conhecidas “Reviengas à lá Ferodo”, mas tinha outras “Armadilhas” que foram devidamente planeadas para Sabado à tarde e que resultaram em pleno. E… essas sim, decidiram a classificação … e quem as detetou e conseguiu ultrapassar garantiu um bom resultado final entre os 25 primeiros.

 

Assim, alguns participantes iniciaram o “estágio” logo na sexta-feira com o reconhecimento a alguns locais de prova do dia seguinte e onde o Cante desde logo marcou a sua presença e se fez ouvir…

 

O Sabado, logo pela madrugada e após um “mata-bicho”, teve um momento desportivo com uma pequena regularidade em estrada seguido de varias visitas turístico/culturais à parte norte do concelho (Vila Alva e Vila Ruiva) que culminaram, após um valente Cozido de Grão, com visitas ao Tesouro da Matriz da Cuba e à Quinta da Esperança. Durante a tarde e antes da fantástica Sopa de Cação tivemos a segunda prova – A Rota das Tabernas.

 

O Domingo começou com uma “Gincana” seguida de uma “passeata” até Faro do Alentejo e de um Almoço Final “na” Cuba  

 

E jeito de balanço, e depois de ter auscultado uma serie de envolvidos no evento, continuo a acreditar de que este formato (embora sempre melhorável com uma “folga” após o almoço), agradou à grande maioria dos participantes e de que é este provavelmente o “caminho a seguir”, porque cada vez mais temos oportunidade de nos enriquecer pessoalmente e estar (sem correrias) com os nossos amigos de muito fins-de-semana de corridas sem tempo para conviver.

 

Uma palavra de parabéns para todos os participantes mas em particular para o vencedor, foi ele que mesmo com o carro mais antigo e participando “a solo” mais atento esteve e melhor conseguiu ultrapassar as “armadilhas”. PARABÉNS André Fernandes!!!

 

Quanto ao Prémio do BAR... Esse ... foi substituído pelo premio “Best in Show” e o grande vencedor foram os “Bafos de Baco”!!!

 

Aquele Valent’abraço, e… até uma próxima “aventura” 

 

Rui Alves


ps1- Um enorme muito obrigado à "minha Fátinha" que, desde à mais de 2 meses mal me vê e muito mau feitio me tem aturado.


ps2- corri o risco, nos agradecimentos, de me esquecer de alguém, se tal facto acontecer as minhas desculpas ao lesado(a).


ps3- As fotos da Rota do Cante e das Tabernas, vão sendo postadas num álbum único no Grupo do Ferodo Queimado do Facebook ( https://www.facebook.com/groups/172854128988/ ), pelo que agradeço a quem possua fotos do evento me as envie para que possam ser adicionadas ao album. Quem quiser alguma das fantásticas fotos tiradas pelo Stephane Abrantes (Deep Spirit Photo) pode entrar em contacto com ele via Facebook ( https://www.facebook.com/deepspiritphotography?fref=ts ), pelo que sei ele pretende fazer algumas sessões fotográficas com alguns dos popós presentes.  

 ROTA DO CANTE E DAS TABERNAS
                 Tertúlia do Ferodo Queimado
                                         https://www.facebook.com/groups/172854128988/

 

CONFIRMAÇÃO DE LOEB NO DAKAR 2016

 

Sébastien Loeb no «Dream Team» do Team Peugeot Total Sébastien Loeb,

 

OTeam Peugeot_Total_P-20150925_2_CopyTeam Peugeot_Total_P-20150925_3_CopyTeam Peugeot_Total_P-20150925_Copy maior piloto de ralis de todos os tempos, vai enfrentar um dos mais exigentes desafios da suaTeam Peugeot_Total_P-20150928_Copyexcepcional carreira, ao juntar-se ao «Dream Team» da Peugeot no Dakar 2016, prova que disputará pela primeira vez em Janeiro próximo. O nónuplo Campeão do Mundo de Ralis (WRC) e recordista da Rampa de Pikes Peak vai tomar os comandos do PEUGEOT 2008 DKR para se lançar, em Janeiro próximo, na extraordinária aventura que representa o Dakar e as suas treze semanas de armadilhas, distribuídas pela Argentina e Bolívia. Juntar-se-á, então, a Stéphane Peterhansel, Carlos Sainz e Cyril Despres, formando a «Equipa de Sonho» do Team Peugeot Total. Titular de uma taxa de sucessos sem precedentes, com 46,2% de vitórias no WRC, Sébastien Loeb está, aos 41 anos, pronto para enfrentar este novo desafio: «Apenas descobri o desporto automóvel aos 18 anos quando disputei os meus primeiros ralis. Depois disso interessei-me por todas as formas de automobilismo e o Dakar faz parte delas. Penso que vai ser um grande desafio disputar esta prova e conduzir no meio do deserto.» «O Dakar é muito diferente do tipo de provas que faço agora. Será muito longo, com mais de duas semanas, e preciso de ter resistência para gerir o carro em tal distância. É toda uma outra forma de abordagem de uma corrida, algo que irei descobrir em Janeiro.» Antes desta aventura sul-americana, Sébastien Loeb fará equipa ao lado de Carlos Sainz na disputa do seu primeiro rallye-raid, o Rallye de Marrocos, já na próxima semana (03 a 09 de Outubro), ao volante de um PEUGEOT 2008 DKR, viatura que já havia testado há alguns meses. Para Loeb, trata-se de um reencontro muito especial com Carlos Sainz, ele que já havia sido seu colega de equipa nas suas duas primeiras temporadas completas no WRC (2003 e 2004). Em Marrocos, Sainz conduzirá o mais recente PEUGEOT 2008 DKR 16, enquanto Loeb disporá de uma viatura na configuração de 2015. «Quando testei o PEUGEOT 2008 DKR em Junho, fiquei logo muito impressionado. E, depois disso, o carro já evoluiu muitíssimo!», precisou o campeão francês, que corre actualmente com a equipa Citroën, a mesma que acabou precisamente de conquistar o título de Campeã do Mundo FIA WTCC pela segunda vez consecutiva. «O que mais me marcou foi perceber até que ponto conduzir o carro do Dakar é uma experiência completamente nova. No WRC tinha por hábito contornar os obstáculos mas, com este carro, podemos passar a fundo por cima deles! Claro, há que ter a confiança suficiente para atacar desta maneira, o que obriga ainda a um certo tempo de habituação…» «Por outro lado, se até hoje tinha por hábito correr com base em notas muito detalhadas, nos rallye-raid é, muitas vezes, preciso encontrar a pista ideal e improvisar nas trajectórias. Vai ser também a primeira vez que vou conduzir um carro com motor diesel em competição. Isso leva a que tenha muitas coisas a descobrir e sinto-me ansioso por aprender muitas outras mais!» Para lá das vitórias no maior número de ralis, de classificativas e de campeonatos do que qualquer outro piloto, Sébastien Loeb tornou-se, também, no «Rei de Pikes Peak», quando há dois anos pulverizou, com a PEUGEOT e a Red Bull, o recorde da mítica rampa americana de Pikes Peak. Uma primeira colaboração com a marca francesa que faz já parte dos anais do desporto automóvel. Sébastien Loeb passa, agora, a integrar uma das equipas mais impressionantes jamais inscritas no Dakar. Onze vezes vencedor da prova, Stéphane Peterhansel está no seu comité de recepção: «Sébastien Loeb é uma referência no desporto automóvel. Há muitas coisas que posso ainda aprender com ele!» 29 de Setembro 2015 Para Cyril Despres, vencedor por cinco vezes na categoria de Motos, esta entrada é uma vantagem: «Desde que passei das duas para as quatro rodas, sinto-me cada vez mais seguro. Com a chegada do Sébastien, tudo está agora completo!» Quanto ao duplo Campeão do Mundo de Ralis (WRC) e vencedor do Dakar em 2010, Carlos Sainz não duvida que o seu antigo colega de equipa se adaptará rapidamente ao novo ambiente: «Não há mais nada a dizer sobre o Sébastien que o seu palmarés não o reflicta. É certo que os rallyeraid irão representar um novo desafio, mas ele é perfeitamente capaz de se adaptar sem problemas. Já tive oportunidade de constatar que aprende sempre muito depressa, independentemente do que faça.» Após ter demonstrado a sua maestria e a sua polivalência nos ralis, em Pikes Peak e nos circuitos, o Campeão francês mostra-se impaciente para enfrentar este novo desafio: «O Dakar é uma prova que me atrai, é uma enorme aventura! O Rallye de Marrocos irá dar-me um primeiro e interessante sabor do que é um rallye-raid. Será, para mim, uma formidável oportunidade para aprender, particularmente no meio de colegas de equipa com um palmarés tão impressionante nesta disciplina.» Tal como durante todos os seus nove títulos de Campeão do Mundo e todas as suas 78 vitórias no WRC, Sébastien Loeb será navegado pelo seu companheiro de sempre, Daniel Elena, de 42 anos. O Rallye de Marrocos marcará, assim, o regresso da dupla mais vitoriosa da história do desporto automóvel. Após 17 magníficas temporadas juntos, uma nova aventura começa agora para os dois acólitos! Tal como Loeb, também Elena nunca disputou provas de rallye-raid. O Campeão do Mundo monegasco já iniciou um intensivo treino, para se preparar da melhor forma para um dos desafios mais exigentes em matéria de navegação. Para partir à conquista destes seus novos horizontes, a equipa franco-monegasca poderá contar com um equipamento de GPS, que os guiará pelos poucos pontos de GPS revelados pelos organizadores. Bruno Famin, Director da Peugeot Sport, congratula-se pela chegada de Sébastien Loeb: «Tal como esperávamos desde a primeira vez em que ele trabalhou connosco, o Sébastien mostrou-se muito impressionante logo na primeira vez em que se sentou no carro. Como habitualmente, abordou os seus primeiros testes de modo cauteloso, tentando perceber o carro passo a passo. Desde logo, o seu talento natural veio acima. Sendo certo que temos vindo a aperfeiçoar o carro em numerosos pontos desde o último Dakar, a contratação de Sébastien Loeb é a peça final do nosso puzzle.»

 

2º SALÃO AUTOMÓVEL DE BRAGA

GALERIA DE IMAGENS

 

2º SALÃO AUTOMÓVEL DE BRAGA

 

Derradeiro grupo de imagens da 2ª edição do Salão Automóvel de Braga, numa edição que ultrapassou a fasquia dos 10.000 visitantes.

 

Fotos de João Raposo - www.velocidadeonline.comFOX 9121_CopyFOX 9122_CopyFOX 9128_CopyFOX 9130_CopyFOX 9131_CopyFOX 9132_CopyFOX 9135_CopyFOX 9136_CopyFOX 9137_CopyFOX 9138_CopyFOX 9139_CopyFOX 9140_CopyFOX 9141_CopyFOX 9142_CopyFOX 9143_CopyFOX 9145_CopyFOX 9146_CopyFOX 9147_CopyFOX 9148_CopyFOX 9149_CopyFOX 9150_CopyFOX 9154_CopyFOX 9155_CopyFOX 9157_CopyFOX 9158_CopyFOX 9159_CopyFOX 9160_CopyFOX 9162_CopyFOX 9163_CopyFOX 9165_CopyFOX 9166_CopyFOX 9167_CopyFOX 9168_CopyFOX 9169_CopyFOX 9170_CopyFOX 9172_Copy

 

JOAQUIM BERNARDES NO MOTORSHOW

 

Nacionais de Ralis CLÁSSICOS 2014

 

Team Manaiacar no Motorshow do Porto

 

IMG 1518_CopyIMG 1519_CopyÉ já este fim-de-semana que o “Team Manaiacar” estará de regresso a uma das maiores manifestações de desporto motorizado do Norte de Portugal, o Motorshow do Porto. Numa organização Xikane e integrado no Salão Autoclássico 2015, que decorrerá de 2 a 4 de Outubro na Exponor (Matosinhos), o Motorshow do Porto voltará a ser disputado num traçado desenhado no interior dos Pavilhões 4 e 5 e ainda com percurso no parque exterior contíguo a ambos. O “Team Manaiacar”, composto pela dupla Joaquim Bernardes / Laurinda Alves, disputarão este evento aos comandos do seu habitual VW Golf GTi com o dorsal #32, sendo uma das equipas candidatas à conquista do Troféu Piloto Motorshow. Para além da sua presença competitiva o “Team Manaiacar” terá também o seu camião/motorhome e os seus dois Volkswagen Golf GTi expostos ao público no Pavilhão 5 da Exponor. ”O Motorshow do Porto é um daqueles eventos ao qual não poderíamos faltar, quer pela sua localização, quer pela sua dimensão, a qual há muto extravasou as nossas fronteiras, fruto do dinamismo deste magnífico aparelho organizativo”, começou por referir Joaquim Bernardes. “Vamos ver se a mecânica não nos atraiçoa e se alcançamos um bom resultado, mas igualmente importante será o convívio com os nossos patrocinadores, com os nossos familiares e amigos e com todo este público sedento de um grande espectáculo, que vibra e nos acarinha de uma forma muito especial e ao qual convidamos também a visitar o nosso ‘espaço’ para melhor conhecerem a realidade da nossa pequena mas muito empenhada e dedicada equipa.” Concluiu Joaquim Bernardes.

 

VOLKSWAGEN APRESENTA PLANO DE ACÇÕES

 

Volkswagen AG apresenta plano de ações para os motores Diesel Euro 5 

 

Os veículos novos, que cumprem a norma Euro 6, não estão afetados.  Estão abrangidos 94.400 veículos das marcas representadas pela SIVA em Portugal, equipados com motores Euro 5  As soluções técnicas estão a ser desenvolvidas e serão apresentadas já em outubro.  

 

 

A Volkswagen AG apresentou o plano de ações para resolver a atual situação relativa às emissões nos veículos equipados com motores Diesel, Euro 5. O plano de ações prevê que a Volkswagen e as restantes marcas do Grupo afetadas, apresentarão em outubro, às autoridades competentes, a solução técnica assim como as medidas a aplicar. Esta solução será também aplicada em todos os veículos ainda não matriculados, os quais já serão entregues aos Clientes de acordo com as normas ambientais em vigor. Os problemas reconhecidos não afetam a segurança dos veículos em causa nem representam qualquer perigo para a circulação automóvel. Press Release 2 www.sivaonline.pt Cada uma das marcas do Grupo vai ativar oportunamente uma página na Internet em Portugal com informações sobre os veículos abrangidos (incluindo a lista de “chassis” dos modelos em causa), na qual os Clientes se podem manter informados sobre os desenvolvimentos desta situação. Entretanto, a Volkswagen AG confirmou que se encontram abrangidos em Portugal 94.400 veículos das marcas distribuídas pela SIVA: 53.761 da Volkswagen e Volkswagen Veículos Comerciais, 31.839 Audi e 8.800 Škoda. A SIVA reafirma que todos os veículos novos a serem comercializados em Portugal respondem aos requisitos legais e aos padrões ambientais em vigor. A SIVA, distribuidor para Portugal das marcas do Grupo Volkswagen é a maior empresa do setor automóvel do país. Representamos as marcas Audi, ŠKODA, Bentley, Lamborghini, Volkswagen e Volkswagen Veículos Comerciais. Contamos com as mais modernas redes de concessionários, apoiadas por um centro técnico equipado com meios de diagnóstico e reparação de última geração, um parque com capacidade para 9000 automóveis, o maior armazém de peças do país e um completo centro de formação automóv

 

PORTUGAL PODE VER MUNDIAL DE F1 NO EUROSPORT

PORTUGAL PODE VER MUNDIAL DE F1 NO EUROSPORT

 

Estas são as datas provisórias para seguir a F1 no Eurosport em português na temporada 2016.

Calendário provisório do Mundial de F1 2016:
20 de Março GP da Austrália
3 de Abril GP da China
10 de Abril GP do Bahrein
1 de Maio GP da Rússia
15 de maio GP de Espanha
29 de Maio GP do Mónaco
12 de Junho GP do Canadá
19 de Junho GP da Europa (Baku-Azerbeijão)
3 de Julho GP da Áustria
10 de Julho GP da Grã-Bretanha
24 de Julho GP da Alemanha
31 de Julho GP da Hungria
28 de Agosto GP da Bélgica
4 de Setembro GP de Itália
18 de Setembro GP de Singapura
2 de Outubro GP do Japão
9 de Outubro GP da Malásia
23 de Outubro GP dos EUA
6 de Novembro GP do México
13 de Novembro GP do Brasil
27 de Novembo GP de Abu Dhabi

 

GROSJEAN DEIXA A LOTUS

GROSJEAN DEIXA A LOTUS

 

Haas F1 Team confirma Romain Grosjean. O senhor que se segue será? Graham Rahal? Esteban Gutiérrez? Kevin Magnussen?

 

VOLVO MOSTRA A FRENTE

VOLVO MOSTRA A FRENTE DO MODELO PARA O WTCC

 

Volvo mostra a primeira imagem do seu WTCC 2016. Detalhes dentro de duas semanas.

 

MANUEL CORREIA EM GRANDE DESTAQUE

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

MANUEL CORREIA EM GRANDE DESTAQUE



Uma vez mais Manuel Correia ao volante do seu Skoda Fabia S 2000, esteve em grande destaque na Rampa da Penha 2, ultima prova do calendário do Campeonato Nacional de Montanha. Assim Manuel Correia começou por fazer logo na 1ª subida um excelente tempo de 1.37.374, para na subida seguinte conseguir melhorar de forma substancial com 1.36.909, finalizando a derradeira subida com 1.36.222, uma vez mais um excelente crono.

 

 

Graças a estes tempos, uma vez mais o Skoda Fabia de Manuel Correia foi o vencedor da categoria dois, e igualmente vencedor da classe. No final depois da distribuição de prémios, Manuel Correia fez-nos o resumo desta prova “ correu muito bem, foi sempre a melhorar os meus tempos, sem cometer erros nem excessos. O carro esteve impecável, aliás o trabalho da ARC Sport foi impecável ao longo da época, a eles dedico os resultados obtidos, assim como a minha mulher e filhos que me tem acompanhado em todas as provas.  Não me posso esquecer também do apoio dos amigos e fãs, a todos o meu muito obrigado .Agora vamos ter um período de descanso, e vamos começar a preparar a próxima época “.




CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 2


manuelcorreia1 Copymanuelcorreia2 CopyMANUELCORREIA3 Copymanuelcorreia Copy

1º MANUEL CORREIA – SKODA FABIA S 2000 – 1º Classe A

2º Edgar Reis – Porsche GT 3

Fotos : Red Line Motorsport

 

OS SEGREDOS DE JOÃO GUIMARÃES

OS SEGREDOS DE JOÃO GUIMARÃES

 

O piloto da Régua venceu no passado domingo a rampa sprint na penha, e pelos vistos esta vitória deve-se a alguns segredos, no qual a Zoom Motorsport, apanhou o piloto em flagrante, a juntar um liquido precioso, à gasolina, que lhe acabou por dar um lote de cavalos de potência suplementares.OSSEGREDOSDEJOAOGUIMARAESNAPENHA Copy

 

AMN SPORT E PILOTOS PORTUGUESES VENDEM CARROS

AMN SPORT E PILOTOS PORTUGUESES DE GT E PROTOTIPOS VENDEM CARROS

 

Uma série de carros que tem participado nas pistas portuguesas, estão para venda no Race Car Direct, um dos maiores sites de venda de carros de competição que existe a nível mundial.

 

Assim a equipa da AMN Sport de António Nogueira tem para venda desde o passado dia 21 de Setembro o Porsche 996 GT 2 - 3.8 Twin Turbo, com 610 cv de potencia, por um preço de 135.000 Euros.

 

Mas quanto a pilotos portugueses a situação não fica por aqui, pois a Speedy Motorsport tem à venda o seu Norma, por 75.000 euros, assim como Miguel Barbosa, que tem o Tattus pelo mesmo preço.

 

Para além disso a equipa da Sports & You tem para venda os seus dois Mercedes SLS Amg, pelo preço individual de 190.000 euros.Por outro lado, César Campaniço, tem para venda um dos seus Audi R 8 Ultra, não se sabendo qual o preço.Mas por parte dos pilotos do Campeonato Nacional de MOntanha, tambem a equipa da PRMiniracing tem para venda o Juno mais antigo por 39.000 euros, e Carlos Torres o seu Norma por 49.500 euros.1z Copy2z Copynog1 Copynog2 Copynog3 Copynog4 Copynogueiratemparavenda Copyz4 Copyz5 Copy

 

IMAGEM INSÓLITA

IMAGEN INSOLITA

 

Mais uma imagem, que não é montagem, isto aconteceu na realidade numa prova do Troféu PorscheINSOLITO2 Copy

 

GALERIA DE IMAGENS

GALERIA DE IMAGENS

 

SALÃO AUTOMOVEL DE BRAGA

 

Mais uma série de imagens do Salão Automóvel de Braga.

 

Fotos de JOão raposo - www.velocidadeonline.comFOX 9098_CopyFOX 9100_CopyFOX 9101_CopyFOX 9103_CopyFOX 9104_CopyFOX 9110_CopyFOX 9111_CopyFOX 9112_CopyFOX 9113_CopyFOX 9114_CopyFOX 9116_CopyFOX 9117_CopyFOX 9118_CopyFOX 9120_CopyFOX 9108_Copy

 

LAND ROVER PARTY NA 9ª EDIÇÃO

 

9ª EDIÇÃO DA ‘LAND ROVER PARTY’ TEM LUGAR

EM ‘LES COMES’, ESPANHA, NOS DIAS 3 E 4 DE OUTUBRO

 

Anexo sem_nome_00004_CopyAnexo sem_nome_00007_CopyAnexo sem_nome_00010_Copy

 

 

•    A Land Rover organiza um incrível fim de semana familiar para quem quer viver grandes aventuras, sensações e novos desafios com o seu todo-o-terreno Land Rover.

  • A quinta ‘Les Comes’, onde a Land Rover tem a sua escola oficial de condução, tem 518 hectares e mais de 60 km de percursos florestais. Este é um espaço onde os trajetos estão adaptados aos diferentes modelos da gama Land Rover e servem para todos os níveis técnicos de condução, desde uma primeira aventura 4x4 até ao condutor experiente, supervisionados por monitores especializados.
  • Novos circuitos desenhados especialmente para o Discovery Sport e Evoque.
  • Os participantes podem descobrir a nova gama de veículos Land Rover, os seus mais recentes designs e avanços tecnológicos desenvolvidos pela marca.
  • Existem também distintas atividades, exposições, uma feira, um circuito de aventura com pontes tibetanas, slide e escalada, bem como um parque infantil, para os mais pequenos brincarem, e um zona de campismo.

Os amantes da Land Rover podem viver uma grande aventura com os seus próprios veículos nos próximos dias 3 e 4 de outubro. A 9ª edição da ‘Land Rover Party’ tem preparado um incrível fim de semana familiar para se sentir novas sensações, experimentar novos desafios e aventurar por novos caminhos.

A quinta ‘Les Comes’, o único centro oficial Land Rover Experience da Península Ibérica, é o local perfeito para descobrir as capacidades de um veículo num cenário incomparável, rodeado por natureza e com um ambiente puramente Land Rover. Um espaço natural, com 518 hectares e mais de 60 km de percursos florestais, que se transforma para promover um fim de semana 100% Land Rover, na prática 4x4 e repleto de atividades para toda a família. Um lugar onde se pode conduzir por circuitos adaptados aos modelos distintos da gama Land Rover e para todos os níveis de experiência técnica dos condutores, quer seja uma primeira vez na prática 4x4 ou um condutor experiente, supervisionados por monitores especializados.

Além disto, os visitantes podem conhecer a nova gama de veículos Land Rover, os seus mais recentes designs e avanços tecnológicos desenvolvidos pela marca. E ainda disfrutar de outras atividades como exposições, uma feira, um circuito de aventura com pontes tibetanas, slide e escalada, uma zona infantil, para que os mais pequenos se possam divertir, e uma zona de campismo.

Uma experiência inesquecível para viver com a família e amigos e disfrutar da sensação única de integrar um grupo de pessoas unidas pelo espírito de aventura e que fazem parte da grande família Land Rover.

Inscrições para a ‘Land Rover Party 2015’ em www.landroverparty.com ou através do email Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar "> Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar e telefone (+34) 902 40 50 61.

 

A FESTA DOS RALIS

 

A “Festa dos Ralis” – Constálica Rallye Vouzela 2015 começa a aquecer!

A animação após a Super - Especial de sábado, está garantida pela noite dentro em Vouzela com as DJ´s “Garotas de Ipanema”

 

Cartão-de-visita inaugurado pela Comissão Organizadora do Constálica Rallye Vouzela 2014, que, trouxe a Vouzela mais de 15.000 espectadores ao “tramo urbano” como a afición em Espanha diz, a “Festa dos Ralis” foi acompanhada até altas horas da madrugada numa iniciativa ganha!

 

Para 2015 a Comissão Organizadora do 2º Constálica Rallye Vouzela – Internacional Rallye Sprint vem anunciando e dado a conhecer mais algumas novidades, nas quais, vem trabalhando já desde o final do ano passado.

 

Este será um fim-de-semana inesquecível para todos e, é já com enorme expectativa que à competição, o Constálica Rallye Vouzela está a preparar e adicionar a “Rally Party Night” para atrair o público logo após realização da dupla passagem pela Super Especial Constálica a partir das 21.00h nas ruas da “Vila”!

 

A partir das 23.00h entram em palco as “Garotas de Ipanema” na Alameda D. Duarte de Almeida, em frente à Câmara Municipal de Vouzela, com as prestigiadas DJ´s, Carina Sousa e Cristiana de Matos.

 

Tendo acima de tudo a preocupação com tudo o que tem a ver com a atividade desportiva e na qual conta com o desempenho do seu Clube organizador, o GAS, o Constálica Rallye Vouzela é para a Comissão Organizadora uma soma de mais-valias. Patente está sempre o prestígio da organização, mas também dos apoiantes, da entidade federativa e dos seus troféus ou campeonatos para o qual conta, dos concorrentes e dos seus patrocínios, do público e visitantes em que o Município de Vouzela, a Região de Lafões e a Região de Turismo do Centro, se quer saiam prestigiadas e dadas a conhecer dentro e fora de Portugal.

 

Turisticamente o Constálica Rallye de Vouzela quer estar colocado no mapa anual de eventos dos “maiores” cartazes, a par da sua evolução no panorama dos ralis em Portugal com a captação da atenção de equipas e pilotos quer de Portugal, quer da vizinha Espanha…

Todas informações disponíveis no site oficial da prova:

www.constalicarallyevouzela.pt

ou na página oficial do Facebook

https://www.facebook.com/constalicarallyevouzela?ref=hlcartaz 1_Copy

 

FRANCO 2º EM GUADALAJARA

 

Alexandre Franco conquista segundo lugar em Guadalajara

 

Alexandre e Rui Franco levaram o BMW Série 1 Proto da Scuderia Goldentrans/DURA a um excelente segundo posto absoluto no Rally TT Guadalajara, prova do Campeonato Espanhol de Todo o Terreno.

 

Depois do terceiro lugar obtido no prólogo de abertura da prova, a dupla alenquerense sabia que teria uma boa posição para iniciar o segundo e verdadeiro dia de competição, onde quatrocentos quilómetros divididos por três sectores selectivos prometiam dificuldades à extensa caravana do Campeonato Espanhol.

 

Alexandre e Rui Franco cedo começaram a ganhar terreno para os dois primeiros, mas o pó acabou por se tornar num adversário complicado, levando-os a perderem tempo precioso, acabando mesmo por perder uma posição na pista para aquele que viria a ser o vencedor da prova, claramente mais habituado às condições encontradas em Guadalajara.

 

A dupla da Scuderia Goldentrans/DURA viria a terminar o sector matinal no sexto posto, mas daí em diante a recuperação foi a nota dominante, vindo a impor um ritmo alto com o BMW Série 1 Proto, que não só lhes valeu a segunda posição absoluta no final da prova, como ainda venceriam o derradeiro sector selectivo.

 

No final da prova, Alexandre Franco contava que, “foi um fim de semana em grande! Com o terceiro lugar no prólogo pensavámos não vir a ter problemas com o pó, o que acabou por não ser verdade. Após o cerca de trinta quilómetros no pó do segundo classificado do prólogo, não conseguimos por falta de visibilidade chegar a distância mínima para “disparar” o sentinela e acabámos por nos perder no sector. Com esta situação perdemos o terceiro lugar e mais tarde cairíamos até ao sexto posto. Depois disto foi tentar não desconcentrar e atacar km a km para recuperar todo o tempo perdido. No segundo sector ainda voltámos a ter alguma dificuldade, mas no último foi sempre a fundo até ao segundo posto absoluto e á vitória no derradeiro sector selectivo. Estamos muito felizes por este que é até agora o nosso melhor resultado absoluto de sempre e também pelo carinho e apoio das pessoas na estrada que gritavam por “el português!”. Enche-nos de orgulho e motiva-nos também para voltar….”, contou o piloto apoiado pela Goldentrans, DURA e PR Car.

 

Depois do Rallye TT Guadalajara, a Scuderia Goldentrans/DURA terá agora pela frente a Baja de Portalegre no mês de Outubro, derradeira prova do Campeonato Nacional de Todo Terreno.

 

Siga a Scuderia Goldentrans/DURA em: https://www.facebook.com/scuderiagoldentransduraImage00001 Copy

 

ABEL JURADO VENCEU

 

Abel Jurado vence en el Rallymix Terra de Xallas con un Yacarcross

 

Nueva victoria del asturiano Abel Jurado en la tercera prueba del Campeonato de Galicia de Rallymix, celebrada esta vez en el municipio coruñés de Santa Comba. Jurado vencía con el Yacarcross tras marcar el mejor crono en las cinco pasadas disputadas al tramo mixto de 10,2 km, lo que le otorgaba una renta superior al minuto sobre el segundo clasificado. También participaba otro dos piloto con Yacarcross, José Luis González que finalizaba 11º.

 

Por otra parte, el Ford Fiesta Proto de Perfecto Calviño-Francisco García, a pesar de tener que abandonar en el último tramo debido a una avería en la caja de cambios de uno de los motores del coche, lograban terminar terceros de la general, además de vencer entre los Turismos.

 

En esta prueba se estrenaba con el Lancia 037 Proto el joven Javier Pardo, acompañado por su habitual copiloto Sergio Boga. El ourensano, que está participando en la Copa Kobe Motor del Nacional de Rallyes sobre Tierra con un Toyota Aygo, no llegó a finalizar ninguna manga por diversos problemas mecánicos, pero se mostró muy satisfecho por el rendimiento del coche, al que consideraba muy competitivo para este tipo de modalidad.

 

Estuvieron también Sandra García-Jesús Romero con el Peugeot 208 Proto, pero se tuvieron que retirar al final de la primera jornada después de padecer diversos problemas, aunque al menos pudieron realizar algunos kilómetros en un coche totalmente nuevo y al que habrá que ir poniendo a punto poco a poco, a pesar de que ya lo había estrenado en autocross, pero con el que apenas había podido rodar.AbelJurado Xallas_Copy

 

SEGUNDO AS PREVISÕES DA PIRELLI

 

MERCEDES DRIVER LEWIS HAMILTON WINS FROM SECOND ON THE GRID
WITH A TWO-STOP STRATEGY AS EXPECTED

 WARMEST TRACK TEMPERATURES SEEN ALL WEEKEND TODAY

 A VARIETY OF DIFFERENT STRATEGIES AND TACTICS USED THROUGHOUT THE
TOP 10: A TWO-STOPPER THE MOST POPULAR CHOICE

 Mercedes driver Lewis Hamilton has won the Japanese Grand Prix with a medium-medium-hard tyre strategy from second on the grid. The Englishman gained the lead at the start and then built up a sufficient advantage that he was able to rejoin the race without losing command after both pit stops. He has now matched the benchmark of Ayrton Senna, with 41 wins, while Mercedes registered its eighth one-two finish of the season.

The three drivers behind Hamilton used a different two-stop strategy: medium-hard-hard. Throughout the top 10, there were a number of different strategies designed to help give drivers a tactical advantage, aided by the timing of the pit stops. Nico Rosberg, in particular, used the ‘undercut’ to pit earlier than his direct rivals and move up to second place, having dropped to fourth after the start. Sebastian Vettel finished third for Ferrari: only Hamilton, Rosberg and Vettel can now theoretically win the championship this year.

The majority of competitors stopped twice in Japan, with just Sergio Perez (Force India), Daniil Kvyat (Red Bull), Felipe Massa (Williams) and Will Stevens (Manor) stopping three times. Perez, Massa and Red Bull’s Daniel Ricciardo all picked up punctures as a result of Turn 1 incidents, which forced them all into first-lap pit stops. Following Carlos Sainz’s broken front wing after a collision, some debris left on the track caused a number of cuts to the tyres, without consequence.

Track temperatures, which peaked at 42 degrees, were the warmest they had been all weekend in Suzuka, adding a further complication to the strategy. The teams headed into the Japanese Grand Prix lacking dry weather data, as the two free practice sessions on Friday were dominated by rain.

All the drivers started on the medium tyre, apart from McLaren’s Jenson Button, who started on the hard compound.

Paul Hembery, Pirelli motorsport director: “There was a strong and consistent performance from both our nominated tyres from start to finish of the Japanese Grand Prix, despite the highest track temperatures we have seen all weekend, as well as the high energy loads and abrasive surface that Suzuka is famous for. We saw a wide variety of strategies in place throughout the race and different thinking on the best way to use the tyres, with the timing of the pit stops turning out to be crucial. With the rain on Friday, the teams did not have their usual amount of data heading into the weekend, which made the way that they were able to read the race and get the best out of the tyres all the more impressive.”

Fastest times of the day by compound:

Hard Medium Intermediate Wet
First Ham  1m36.145s Ham  1m37.961s 0 0
Second Ros   1m37.147s Ves   1m38.237s 0 0
Third Vet    1m37.906s Mas   1m38.595s 0 0

Longest stint of the race:

Hard: Daniel Ricciardo  28 laps
Medium: Jenson Button     25 laps

Truth-O-Meter
We predicted a two-stopper as being the best option for this 53-lap race, starting on the medium, changing to the medium again on laps 16-18 and finally the hard on lap 33-35. Hamilton followed our prediction almost exactly, stopping on laps 16 and 32.

The full pit stop summary is available in the attached pdf document.

alt

alt

 

PEDRO MATOS AUSENTE

 

Pedro Matos ausente do Campeonato

 

 

Pedro Matos_ds3_CopyPedro Matos delineou o seu projeto de 2015 para o Campeonato Nacional de Ralicross na categoria Super Cars onde apresentou a sua nova máquina, o Citroën Ds3 Super Car. Num projeto lançado, criado e desenvolvido todo de raiz em Portugal, alguns problemas de juventude do carro têm afastado o já por três vezes Campeão Nacional das provas e com isto a impossibilidade de lutar pelo título. Como salienta o piloto de Aveiro, “decidimos e em conjunto com o resto da equipa e todos os nossos parceiros do projeto de fazer uma “pausa” no campeonato e resolver alguns problemas de juventude do carro que não nos tem sequer permitido alinhar em algumas provas. Os testes já realizados, demonstram um grande potencial do carro, mas têm surgido algumas situações que não nos trouxe a fiabilidade que desejamos. Até aqui sempre tivemos uma postura para vencer no campeonato e queremos de futuro reunir essas condições, mas primeiro vamos proceder a uma série de alterações no carro, testar afincadamente e só quando o mesmo demonstrar a fiabilidade e competitividade que pretendemos aí sim voltamos ao campeonato”. Pedro Matos adianta ainda que “Fico um pouco desapontado com esta situação, tenho um grande gosto por esta modalidade e custa me bastante ficar de fora durante as provas, mas penso que será a melhor decisão, vamos continuar a trabalhar para garantir o nosso regresso o mais rápido possível”

 

PARENTE TERMINA EXPERIENCIA

 

Álvaro Parente termina experiência enriquecedora com bom resultado

Álvaro Parente, na companhia de Hiroshi Hamaguchi, voltou a realizar uma excelente recuperação, terminando a segunda corrida da ronda de Xangai do GT Asia no oitavo posto, apesar de um Drive-Through.

Tal como tinha acontecido na corrida de sábado, o carro #55 da FFF Racing Team by ACM arrancou da última posição da grelha de partida, devido aos problemas da qualificação, mas o colega de equipa do português, que efectuou o primeiro turno, não se atemorizou e passou imediatamente a ganhar posições.

Contudo, numas das ultrapassagens que realizou não conseguiu evitar um toque com um adversário, recebendo por isso, uma passagem pela via das boxes como penalização, o que atrasou a recuperação do McLaren 650S que Hiroshi Hamaguchi dividiu com Álvaro Parente.

O português continuou a ganhar posições, subindo na classificação para conquistar um bom oitavo lugar já com a meta à vista. “O McLaren 650S da FFF Racing Team by ACM esteve AParente FT_15038_Copymuito competitivo ao longo de todo o fim-de-semana e isso permitiu-nos realizar mais uma boa recuperação. Foi pena a penalização de que fomos alvo, mas quando se arrisca para ganhar posições, os toques podem acontecer e foi o que sucedeu com o Hiroshi, que mostrou ser muito rápido. O oitavo lugar foi um bom resultado, muito embora sinta que, se tudo tivesse corrido bem, talvez alcançássemos um resultado de relevo”, apontou o piloto oficial da McLaren GT.

Após a corrida de hoje, Álvaro Parente mostrava-se muito satisfeito com a sua experiência no GT Asia, sublinhando o elevado nível competitivo do campeonato. “Não tinha grande conhecimento desta competição, para lá daquilo que pude ler e ver, e foi com muita curiosidade que cheguei a Xangai. Gostei muito deste fim-de-semana, as equipas são muito profissionais e, para lá dos muitos pilotos oficiais que já conheço do Blancpain Endurance Series e de outras competições, os Gentleman Drivers são muito fortes, o que torna as corridas muito interessantes. A minha passagem por aqui foi muito enriquecedora”, concluiu

A agitada temporada de Álvaro Parente não pára e já no próximo fim-de-semana disputa a sexta ronda do International GT Open, que terá como palco o histórico circuito de Monza, competição que lidera na companhia de Miguel Ramos.

Siga a carreira de Álvaro Parente na sua página de Facebook.
 
 

AS 100 CORRIDAS DUNLOP

 

As 100 corridas Dunlop na categoria Moto2 em números

Dunlop celebra em Aragão a sua vitória número 100na categoria Moto2. O vencedor foi Tito Rabat e subiu ao pódio pela 100ª vez, 65 meses após Shoya Tomizawa ter erguido o primeiro troféu em Losail, Abril de 2010.

Para fazer um balanço dessas 100 vitórias, a Dunlop apresenta uma compilação de números de interesse que nos permitem perceber como foi a evolução desta competição ao longo do tempo.

26 vencedores de diferentes corridas

42 pilotos diferentes no pódio

16: o maior número de vitórias em corrida conquistadas pelo mesmo piloto (Marc Márquez)

5 campeões diferentes (Toni Elias, Stefan Bradl, Marc Marquez, Pol Espargaro, Tito Rabat)

7 fabricantes vencedores: Kalex (47), Shuter (32), Moriwaki (8), Speed Up (7), Motobi (2), FTR (2), Tech3 (1)

55% de recordes obtidos face ao número total de vezes que decorreu a corrida

90 recordes de voltas e de circuitos obtidos em 162 ocasiões**

2,01 segundos / 1,95%: a melhor média nos tempos de volta de pole position*

55,4 segundos / 2,2% de corridas mais rápidas: melhoria de média em tempo de corrida *

33 opçõesde pneus Dunlop: ao longo das 100 corridas Dunlop foram atribuídos 14 compostos para pneus dianteiros e 29 para pneus traseiros da Dunlop.

674 pontos alcançados por Dominique Aegerter: o máximo alcançado por um piloto Moto2

6: o número de pilotos a competir nas seis épocas: Aegerter, Corsi, Luthi, Pons, Simon, Simeon e West

346: o maior número de pontos alcançados numa época (Rabat 2014)

75 pilotos pontuaram em corridas Moto2

316.540 km: a distância percorrida por pilotos Moto2 nas primeiras 99 corridas

633.080 km: a distância percorrida por pneus Dunlop (dianteiro e traseiro somados) em corridas Moto2. É 15 vezes mais do que a circunferência da Terra e quase o dobro da distância até à Lua.

61.238 km: a maior distância percorrida por pilotos Moto2 em qualquer época  (2011)

67.857 voltas foram concluídas durante as 99 corridas Moto2

3.464 posições na grelha foram ocupadas desde a primeira corrida Moto2

35: o maior número de pilotos a completar uma corrida Moto2 (Indianápolis 2011). Apenas 19 pilotos terminaram esse mesmo circuito em 2014 e também 19 foram os que concluíram Le Mans em 2012.

*Comparação entre 2010 e 2015 em circuitos em condições atmosféricas similares sem alterações.

**100 corridas: 19 recordes inicialmente estabelecidos e 81 corridas onde poderiam ter sido quebrados recordes com dois recordes possíveis por evento.

 

Clinton Howe, Gestor Central de Operações para Corridas de Moto:

“Estamos muito orgulhosos da nossa 100ª corrida na categoria Moto2. Tivemos 100 corridas fantásticas e podemos assistir a alguns desempenhos impressionantes ao longo destes seis anos. Os nossos pneus evoluíram de forma a contribuírem para o ritmo atingido atualmente e esperamos continuar a ver melhorias nas próximasépocas.”

 

Sobre a Dunlop

ADunlop é um dos principais fabricantes mundiais de pneus de altas e muito altas prestações, com um impressionante historial de êxitos em desportos motorizados. A Dunlop é um sócio técnico da Suzuki Endurance Race Team, Honda Racing, GMT94 Yamaha, Kawasaki and Team HRC e o único provedor de pneus para Moto2 e Moto3.

 

A vasta experiencia da Dunlop em corridas deu lugar a tecnologias inovadoras aplicadas a pneus desenhados para a condução diária. Os pneus Dunlop estavam na moto que ganhou o primeiro campeonado 500cc em 1949 e dominou as competições durante as décadas posteriores. Em 1991 uma moto da Superbikes com pneus Dunlop ganhou o primeiro de três campeonatos do Mundo consecutivos e em 2008, Marco Simoncelli elegeu a Dunlop para a vitória número 200 da marca num Grande Prémio na categoria de 250cc., num raio em que a Dunlop conseguiu 17 Campeonatos do Mundo.

 

Em 2010 a Dunlop converteu-se no único provedor oficial de Moto2 e em 2012, abraçou, também, Moto3. O acordo com Dorna foi renovado e, de 2015 em diante, a Dunlop continuará a ser o provedor oficial das principais corridas de MotoGP.

 

As corridas de resistência têm sido dominadas por pilotos de equipas Dunlop, com dez títulos mundiais de 12 dos disputados desde 2002. Além disso, cada uma das 21 vitórias de John McGuinness foi conseguida com pneus Dunlop. A Dunlop ganhou todos os prémios de moto mais importantes prémios de Moto – desde o Campeonato do Mundo de MotoGP ao TT da Ilha de Man, desde Superbikes e Supersport ao Campeonato do Mundo de Resistência, com êxito semelhante em motocross e noutros campeonatos off-road.

 

Os pneus de estrada da Dunlop estão montados como equipamento original em muitas das marcas líderes do mundo das rodas como a Honda, Kawasaki, KTM, Harley-Davidson e Suzuki.

 

Visite o Web site www.dunlop.eu ou siga-nos no Twitter em @DunlopMoto para mais informações sobre a Dunlop.Tito Rabat_1_Copy

 

TRIUMPH MOTORCYCLES

 

alt

A BARBOUR INTERNATIONAL
colabora com a Triumph Motorcycles
 
Barbour International, a marca que se inspira na herança motoqueira desde 1936, juntou-se
à Triumph Motorcycles, a mais antiga empresa de motocicletas do mundo, numa colaboração de dois anos, com início na estação outono/inverno 15.

Global Icons, a primeira colaboração entre a Barbour International e a Triumph é autêntica, moderna eretro cool. Combina a enorme herança de ambas as marcas, criando um estilo masculino, elegante e aspiracional. O icónico casaco Barbour International foi personalizado exclusivamente para a colaboração, e pensado no verdadeiro motociclista, assim como os casacos de ganga, camisas, malhas grossas e t-shirts com designs fortes.

A agora, estabelecida como marca autónoma, Barbour International, tem crescido significativamente em volume de negócios, atraindo novos clientes inspirados pela herança de motos da marca. Abriram duas lojas Barbour International em Londres – em Piccadilly e em Canary Wharf – e estão previstas mais aberturas em todo o mundo. A Barbour International é hoje apresentada em espaços com um look próprio, claramente definido.
 

alt

Paul Wilkinson, Diretor de Marketing Global da Barbour International disse "Com a Barbour International firmemente estabelecida como uma marca separada, uma colaboração com a mais emblemática marca do mundo de motociclismo, foi um passo em frente. Ambas as marcas são britânicas e sinónimo de motociclismo, e têm uma grande sinergia. Steve McQueen conduziu uma Triumph Bonneville, talvez uma das mais famosas motos de todos os tempos, e também usou um Barbour International, o biker jacket original, quando competiu, em 1964, nos Six Days Trials como membro da equipa dos EUA. Estamos muito satisfeitos por trabalhar com a Triumph para criar coleções modernas, inspiradas na história do motociclismo que partilhamos".
 
Paul Stroud, Diretor de Marketing e de Vendas da Triumph disse " A Triumph e a Barbour International partilham de uma rica herança e um futuro emocionante. Esta colaboração reúne duas marcas icónicas com uma genuína paixão pelo motociclismo e reconhecidas pela qualidade. A nova linha de vestuário foi cuidadosamente desenhada para refletir os valores de ambas as marcas, com a autenticidade e intemporalidade que fazem da Triumph e da Barbour a primeira opção, tanto na década de 1960, como nos dias de hoje".
 
A coleção está disponível nas lojas selecionadas em todo o mundo.

SOBRE A BARBOUR INTERNATIONAL
 
• A Barbour International inspira-se, na herança de duas rodas da Barbour, desde 1936.
• Em 1936, Duncan Barbour introduziu, na gama de produtos Barbour, um casaco chamado Barbour International. A peça foi desenvolvida especificamente para o evento de 1936, Internarional Six Days Trials (ISDT). O casaco Barbour International tornou-se tão popular que foi usado por quase todos os membro da equipa britânica até 1977.
• Em 1964, o casaco International foi usado exclusivamente pela equipa ISDT americana, que incluía o ator Steve McQueen e o legendário piloto, Bud Ekins.
• Em novembro de 2013, a primeira loja Barbour International abriu em Piccadilly, em Londres. Uma segunda inaugurou em Canary Wharf, em abril de 2014 e outras aberturas estão previstas em todo o mundo.
 
SOBRE A TRIUMPH
• Estabelecida em 1902, Triumph Motorcycles comemorou 110 anos de fabrico em 2012. Por mais de duas décadas, a Triumph Motorcycles tem estado sedeada em Hinckley, Leicestershire, e tem produzido motos icónicas que combinam perfeitamente o design, caráter, carisma e desempenho.
• Produzindo cerca de 53.000 motos por ano, a Triumph é o maior fabricante britânico de motas e tem mais de 750 revendedores em todo o mundo.
• A famosa Triumph Bonneville, foi chamada assim para celebrar o seu recorde de velocidade estabelecido, em 1956, em Bonneville Salt Flats, nos EUA. Foi escolhida, no passado, por motociclistas famosos pelo seu estilo e caráter, características que casadas com a tecnologia moderna fazem do modelo Bonneville, A escolha perfeita para o piloto clássico de hoje.
• A Triumph ocupa um lugar único na história dos International Six Days Trials como a moto de escolha de Steve McQueen em 1964.
• No coração da filosofia de Triumph há um compromisso e paixão para desenvolver motocicletas verdadeiramente únicas que oferecem uma mistura de design distinto, fácil manuseamento e desempenho.
• Este foco, a inovação e paixão pela engenharia são hoje responsáveis por uma ampla gama de motas que se adaptam a todos os estilos, incluindo a impressionante Rocket III, a inconfundível Speed ​​Triple, a Daytona 200 e a família Triumph Bonneville.
• A Triumph emprega atualmente cerca de 2000 funcionários, em todo o mundo e tem subsidiárias no Reino Unido, Estados Unidos, França, Alemanha, Espanha, Itália, Japão, Suécia, Benelux, Brasil, Índia e Indonésia, bem como uma rede de distribuidores independentes. A fábrica da Triumph situa-se em Hinckley, Leicesters.

 

NORS PATROCINA

Nors patrocina Prémio Produto Inovação COTEC - NORS

O período de candidaturas à edição de 2015 do Prémio Produto Inovação COTEC - NORS encontra-se a decorrer até 26 de outubro.

A Nors é, pelo segundo ano consecutivo, o patrocinador exclusivo do Prémio Produto Inovação COTEC-NORS, prémio destinado a distinguir bens ou serviços inovadores dirigidos a mercados globais, que tenham sido desenvolvidos por empresas nacionais ou estrangeiras a operar em Portugal.

Os produtos devem resultar da atividade consistente e continuada de inovação empresarial levada a cabo em Portugal, sendo também condição de elegibilidade para atribuição do Prémio que os produtos se dirijam a mercados globais e não estejam a ser comercializados há mais de cinco anos. Ao promoverem este Prémio, COTEC e Nors cumprem o objetivo de dar a conhecer exemplos inovadores de excelência e reconhecem referências positivas para o restante tecido empresarial nacional. O Prémio Produto Inovação COTEC – NORS será entregue pelo Presidente da República no Encontro Nacional de Inovação COTEC, que se irá realizar dia 27 de novembro.

O Júri será constituído por Francisco Lacerda, Presidente da Direção da COTEC Portugal; Tomás Jervell, CEO do grupo Nors; António Cunha, Presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas; Francisco Pinto Balsemão, Presidente do Conselho de Administração da Impresa; Jorge Portugal, Representante da Presidência da República Portuguesa; José Carlos Caldeira, Presidente do Conselho de Administração da ANI – Agência Nacional de Inovação, José Rui Felizardo, Presidente da Comissão Executiva do CEIIA - Centro de Excelência para a Inovação na Indústria Automóvel; Miguel Cruz, Presidente do Conselho Directivo do IAPMEI e Miguel Frasquilho, Presidente do Conselho de Administração da AICEP.

Tomás Jervell, CEO do grupo Nors, refere, a propósito deste patrocínio: «É com redobrado prazer que damos continuidade ao nosso envolvimento neste prémio, cientes da importância fundamental da inovação para o sucesso das empresas num contexto de atuação global e para o desenvolvimento do país. Na génese do Prémio Produto Inovação COTEC-NORS existe muito do que é o ADN da Nors – foco no know how, qualidade, talento e valorização do mérito, excelência de produtos e serviços, assim como uma constante aposta na inovação. Foi por isso muito natural para nós dar continuidade a esta associação à COTEC para o Prémio Produto Inovação, pelo importante objetivo de reconhecimento dos melhores exemplos de inovação e excelência.»

O período de candidaturas à edição de 2015 do Prémio Produto Inovação COTEC - NORS encontra-se a decorrer até 26 de outubro. Desde a sua primeira edição em 2008, o Prémio Produto Inovação já distinguiu vinte e cinco projetos inovadores.



Prémio
 

CREATE

CREATE: nova campanha da rede A OFICINA - especialista no seu automóvel

Começou no dia 16 de setembro mais uma campanha da rede A Oficina nos meios de comunicação.

A mesma consiste na emissão, no canal RTP informação entre os dias 16 de setembro e 30 de outubro de 1 Spot de 30” que pretende dar a conhecer a rede ao consumidor final. O mesmo será emitido, por 30 vezes, entre as 21.10 e 21.30 no intervalo do “Grande Jornal”.

O ênfase da campanha é nos serviços prestados pela rede, tanto na área de reparação como manutenção automóveis, assim como na formação dos técnicos e na existência de equipamentos de diagnóstico. É assente nestes três pilares que a rede se pretende assumir como especialista no automóvel de cada cliente e chegar a um número cada vez maior de condutores.

Neste momento são já mais de 50 pontos que podem ser consultados no site www.aoficina.net.

Para além da difusão televisiva, o spot será também difundido nas redes sociais, nas páginas da A Oficina e da CREATE, assim como estará disponível no canal da CREATE no youtube (a pesquisar no youtube através de www.oficina.net ou www.createbusiness.pt).



Frame_spot

 

APLICAÇÃO TRW

Aplicação «TRW Part Finder» utilizada mais de 500 vezes por hora na Europa

A aplicação está a receber 90.000 ligações todas as semanas só na Europa.

Permitindo o acesso móvel ao catálogo da TRW baseado na web, com pesquisa de peças TRW por veículo, por referência TRW ou referência original, a aplicação provou ser tão popular que - antes do previsto - ficou disponível em mais dois idiomas: português e turco, para que mais clientes possam utilizá-la.

O diretor de marketing digital da TRW, Alexander Knorn, explicou: "Isto também faz parte da nossa estratégia digital para 2015 e o sucesso que estamos a alcançar, demonstra que estamos a avançar na direção certa, ao oferecermos experiências digitais de vários canais em todo o portfólio de produtos TRW.

O mercado de pós-venda global é cada vez mais definido pelas capacidades digitais dos seus operadores. Em sintonia com o nosso objetivo de nos tornarmos um líder digital na nossa área, o interesse nos nossos produtos e na nossa marca está num máximo histórico; apoiando ainda mais a nossa posição no mercado como o principal fornecedor de peças e sistemas "Corner Module" (travagem, direção e suspensão) ”.

Criada pela Tecalliance, a aplicação foi lançada em Fevereiro de 2015. A versão IOS está disponível para download gratuito em toda a Europa a partir da App Store e a versão android a partir da Google Play Store. Os clientes asiáticos podem encontrar o link para download em: www.trwaftermarket.com 

A aplicação complementa e fortalece na perfeição o portfólio digital existente da TRW, que inclui um catálogo integrado e um centro de informação técnica online gratuito, o "Tech Corner”, ambos disponíveis em www.trwaftermarket.com desde 2014. Para além disso, a integração na aplicação do "TecIdentify", a funcionalidade de anticontrafação da TRW, significa que os utilizadores podem ler os códigos que se encontram nas caixas dos produtos TRW para verificar a sua autenticidade.



TRW
 

DONGFENG E RENAULT FINALIZAM ACORDO

 

A DONGFENG E A RENAULT FINALIZAM UM ACORDO PARA A PRODUÇÃO DE AUTOMÓVEIS ELÉCTRICOS NA CHINA

 

 

 

Por ocasião da visita de ZHU Yangfeng, Presidente do Dongfeng Group, ao Technocentre da Renault, a Dongfeng Renault Automotive Company (DRAC) anuncia a produção do seu primeiro automóvel eléctrico na China.

 

A DRAC, co-empresa entre a Dongfeng e a Renault, vai produzir um automóvel eléctrico, sob a plataforma do Fluence Z.E.. Este modelo será produzido na fábrica de Wuhan em 2017 e será comercializado, unicamente no mercado chinês, sob uma marca local da Dongfeng.

 

Este acordo testemunha a vontade dos Grupos Renault e Dongfeng de oferecerem soluções de mobilidade sustentável, como sublinha Jacques Daniel, Presidente-Director Geral da DRAC, « o acordo ilustra o compromisso da Renault, parceira do COP 21, em matéria de protecção ao ambiente de limitação das emissões de CO2 ».

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REGRESSO DA RENAULT À F 1

 

F1: ASSINATURA DE UMA CARTA DE INTENÇÕES ENTRE O GRUPO RENAULT E A GRAVITY MOTORSPORTS S.A.R.L

 

 

O Grupo Renault e a Gravity Motorsports S.a.r.l., uma filial da Genii Capital SA, têm o prazer de anunciar a assinatura de uma Carta de Intenções que visa a aquisição potencial, por parte da Renault, de uma participação maioritária no capital do Lotus F1 Team Ltd.

 

A assinatura desta carta de intenções é o primeiro passo no projecto de criação de uma escuderia Renault na Fórmula 1 em 2016 que dará continuidade aos 38 anos de envolvimento da marca na disciplina rainha dos desportos mecânicos.

 

O Grupo Renault e a Gravity Motorsports S.a.r.l., irão trabalhar em conjunto nas próximas semanas para transformar esta carta de intenções num acordo definitivo, sob reserva que todos os termos e condições entre o Grupo Renault e a Gravity Motorsports S.a.r.l, bem como de todas as partes interessadas, se concretizem.

 

 

 

 

 

 

FESTA DOS RALIS

 

Fátima Preto, modelo e atriz, na “Festa dos Ralis” - Constálica Rallye Vouzela 2015

Já a menos de 15 dias da data do 2º Constálica Rallye Vouzela e a Comissão Organizadora, a par de todo o empenho em ter a melhor prova no plano desportivo, as novidades e as notícias para atrair a afición ao Município de Vouzela não param…

Fátima Preto vai abrilhantar o 2º Constálica Rallye Vouzela

Ninguém vai querer faltar à 2ª edição do Constálica Rallye Vouzela e a somar ao recheado programa e iniciativas já preparadas e anunciadas, confirmamos a presença de Fátima Preto.

Modelo e atriz, a Fátima Preto não faltam quaisquer centímetros quadrados de sex appeal, muito charme, que vêm ainda dar mais brilho ao Constálica Rallye Vouzela.

Lembram-se de Fátima Preto?

Descoberta na altura numa discoteca, cedo foi captada para o mundo da moda onde fez carreira de referência. Como manequim participou nos principais eventos nacionais com impacto quer em Portugal, como além-fronteiras, casos da Moda Lisboa e o Portugal Fashion.

Cara que se tem destacado na televisão portuguesa, a “loira bombástica” Fátima Preto é também DJ e uma das principais atrações das capas das melhores revistas e de renome como:

GQ, Super Maxim, Maxmen e EGO que têm sido a porta de entrada para os mais diversos papéis como atriz!

A televisão não ficou indiferente e tem integrado elencos “de luxo” dos mais prestigiados programas televisivos como:

Maré Alta, Malucos do Riso, Rebelde Way, Camilo em Sarilhos e Quinta das Celebridades.

Participou ainda em Bela e Perigosa no Jornal 24 horas, “Rubrika Click As Loiras” da TV7 Dias.

No cinema entrou em Última Famel e Famel Top Secret, assim como em famosos e distintos anúncios de prestigiadas marcas nacionais e estrangeiras como:

Mercedes - Itália, Ferrero Rocher – França ou Cerveja Jensen

Atributos não faltam, a “Festa dos Ralis” e o Constálica Rallye Vouzela estão à vossa espera…foto 1_1_Copy

 

GT EM INGLATERRA

 

Class podiums for Scottish Porsche rookie McKay in Silverstone stunner

Scottish rookie, Daniel McKay, gave In2Racing cause for celebration by doggedly racing to a brace of class podiums in only his second appearance in the ultra-competitive Porsche Carrera Cup Great Britain on the Silverstone National circuit (26-27 September).

In2Racing’s newest recruit and championship returnee, Tom Bradshaw, made an instant splash at Silverstone, firstly recording the seventh fastest time overall with a slender four tenths deficit to the pacesetters during FP1 on Friday (25 September) morning .

McKay, meanwhile, continued growing in confidence and was purely focused on acclimatising to the demands of competing in the Porsche Carrera Cup GB throughout the weekend in Northamptonshire.

Nevertheless, the Edinburgh racer went fourth quickest in Pro-Am1, having only recently stepped up from the Pro-Am2 division, but was heavily compromised in second practice when his rear window blew out, effectively stalling his Porsche’s rear wing and causing a drastic reduction in downforce.

Track space was at a premium in qualifying on Saturday (26 September) afternoon and both In2Racing drivers were unable to string together representative laps during the 30-minute session.

The times came thick and fast and a best lap of 56.169s was enough for Bradshaw to claim tenth in the headlining Pro division, while McKay would record a 56.221s to go 13th overall and third in Pro-Am1, despite being blocked on his two fastest flying laps.

Edinburgh’s McKay, in only his second Porsche Carrera Cup GB outing, demonstrated that he had a handle on standing starts in the first of two encounters on Sunday (27 September), after some troubled attempts last time out at his home circuit, Knockhill.

A strong getaway allowed him to pull alongside Pro-Am1 rival Jordan Witt on the initial run to Copse Corner, but the Greenwich, London-domiciled Scot held fire during a typically frenetic opening lap, only losing track position to resurgent Pro, Paul Rees, later in the race.

McKay would capitalise on incidents and some erratic driving from the opposition to breach the top ten overall and inherit second in class and, with no threat from behind, he wisely spent time learning the intricacies of Silverstone’s National configuration en route to a second consecutive Pro-Am1 podium.

Bradshaw, meanwhile, disposed of Ignas Gelzinis on the opening tour and was tucked under Stephen Jelley’s rear wing when an error sent the Team Parker Racing driver tumbling down the order, although Bradshaw’s progress was halted by a lapped runner during the middle phase of the race and he completed the 28-lapper in seventh.

Sadly, the second Carrera Cup GB encounter of the weekend was all too brief for Bradshaw, as a collision on the approach to Becketts resulted in terminal steering damage for the Bolton-based driver.

However, McKay remained well and truly in the mix and gave In2Racing a lot to be optimistic about, as he carved his way through the lap one chaos to head a five-car Pro-Am1 train.

The pressure was unremitting and the Carrera Cup newbie did well to fend off the advances of his class rivals, until Witt made his move and stretched his legs out front.

McKay spent the bulk of his race locked in battle with Gelzinis, who was rarely more than two tenths of a second adrift, but stood his ground in tenth overall to claim another hard-earned class podium – the third of his short career.

“It has been a very successful weekend and one I can be very satisfied with,” said McKay. “I had really good starts and my pace was particularly strong in the first race, although I did get into some bad habits that caused me to lose ground towards the end of that one. I had a big gap over those behind and I took the chance to familiarise myself with the track a little more, with the view of auctioning those lessons in race two.

“I knew Jordan Witt was going to make some aggressive moves and I didn’t quite have the speed to keep him behind me in the latter race. Ignas Gelzinis was on me for around 70 per cent of the race, which made it really hard, but I knew that there’s only one realistic overtaking opportunity at Becketts and I focused on getting a good exit there. I think there’s a lot to be positive about going to Brands Hatch for the final round!”

Bradshaw added: “My starts were average and that’s what I expected, given that it’s my first time out in the championship for a few years. I had decent pace and I could cling on to everybody in race one, but I got stuck behind Stephen Jelley who was a lap down and lost touch with Tom Sharp and Daniel Morad, but I’m pleased to have progressed up the order. There’s certainly more carnage than I remember and, while I was able to capitalise on mistakes in race one, I misjudged the gap at Becketts in the second. It’s frustrating, but it happens and I’m looking forward to returning at Brands Hatch.”

The Porsche Carrera Cup Great Britain moves on the world-renowned Brands Hatch Grand Prix circuit for the final round of the 2015 season (10-11 October).

 

alt

 

NICOLAS LAPIERRE NAS 4 HORAS DO ESTORIL

NICOLAS LAPIERRE VEM ÀS 4 HORAS DO ESTORIL

 

Mais um vencedor de Le Mans nas 4 Horas do Estoril: Nicolas Lapierre substitui Tristan Gommendy na Thiriet by TDS Racing, uma das equipas que ainda está na luta pela título nos LMP2.

 

HUMOR MATINAL DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

HUMOR MATINAL DO JORNALISTA JOÃO CARLOS COSTA

 

Como é que alguém precisa de fármacos com uma coisa destas? Ou de tratamento para ficar mais belo? Produtos de bébé também não me parece...
Ah, talvez seja para comprar rolos de fotografia...

 

FIAT RESSUSCITA O 124 SPYDER

FIAT RESSUSCITA O 124 SPYDER

 

Foi apanhado ainda em testes de estrada nos Estados Unidos aquele que será o novo Fiat 124 Spyder da nova geração.

 


 

COMPETIÇÃO TERMINA EM MISANO

 

Competição termina em Misano

 

 

CImola T500_AC_Portugal_Copyom posições a definir Lugares no pódio final ainda em aberto O Troféu 500 Assetto Corse Portugal, cumpre nos dias 2, 3 e 4 de Outubro, a sua quinta e derradeira jornada, no circuito italiano de Misano, naquela que foi uma temporada em que a internacionalização foi a nota dominante, e uma aposta ganha por parte de Jorge Rodrigues, responsável pela organização da competição. Depois da passagem por Braga e Vila Real, em solo nacional, o Troféu 500 Assetto Corse Portugal, já passou por Spa-Francorchamps, na Bélgica, Imola em Itália, terminando agora com mais uma etapa transalpina no Misano World Circuit - Marco Simoncelli. Manuel Pedro Fernandes é já o virtual campeão, mas nem por isso esta etapa deixará de ter pontos de interesse na luta pelos lugares seguintes que ainda estão em aberto. Nuno Cardoso, campeão em 2013 é, nesta altura, o segundo classificado, depois de já ter vencido este ano uma vez, neste caso, em Vila Real. O piloto de Vila das Aves tem apenas dois pontos de avanço sobre José Carlos Pires. Este último, está a ter uma parte final de época forte, vencendo três corridas seguidas, das oito realizadas no total. A luta pelo segundo lugar promete, tal como para os lugares seguintes. Bernardo Gonzalez é quarto, tem nesta altura mais sete pontos que José Rodrigues. Estes dois pilotos ainda têm possibilidades de ascender ao segundo lugar, embora não dependam apenas de si para isso suceder. No entanto, a luta pontual entre os dois também se apresenta como um foco de interesse, mais que não seja, na disputa pela terceira posição final. Depois, assiste-se ao regresso de José Manuel Pires e Francisco Carvalho, ausentes em algumas provas. Quer um, quer o outro, já subiram ao pódio este ano e com apenas três pontos entre eles de diferença, a luta também se espera animada. O programa começa no dia 2 de Outubro com uma sessão de treinos livres agendada para as 17h20. No dia seguinte, os treinos cronometrados começam às 10h40. Ainda no sábado, a primeira corrida está marcada para 18h30. Por fim, a segunda corrida será no domingo, às 16h20

 

NISSAN É NOTICIA

 

VIAGEM A BARCELONA MARCANTE PARA JOVENS AUTORES DE HISTÓRIAS ILUSTRADAS  

  • Barcelona foi o destino eleito como prémio para os finalistas da 3.ª Edição dos Jovens Autores de Histórias Ilustradas;
  • Viagem inclui visita à Fábrica Nissan nesta cidade, a unidade fabril da marca mais flexível do mundo;
  • A Condução Autónoma foi o tema escolhido para a terceira edição.

A terceira edição dos Jovens Autores de Histórias Ilustradas cumpriu mais uma etapa. A "Condução Autónoma" foi o tema escolhido para esta última edição, cujos prémios incluíam uma viagem a Barcelona, onde os alunos finalistas e os seus professores tiveram oportunidade de conhecer a fábrica Nissan localizada na capital catalã. Esta é a única unidade da Nissan em todo o mundo onde se fabricam simultaneamente veículos comerciais e de passageiros, com chassis de longarinas e plataforma, elétricos e de motores de combustão.

 

Imagens Relacionadas

Imagens Relacionadas

http://www.newsroom.nissan-europe.com/media/images/subscriptionthumb/137960_23_21.aspx

http://www.newsroom.nissan-europe.com/media/images/subscriptionthumb/137954_23_21.aspx

 

MAGALHAES NO PÓDIO EM CHIPRE

 

Bruno Magalhães sobe o 2º lugar do pódio no Chipre

 

JP1 7063_CopyBrilhante resultado numa prova do Campeonato da Europa de Ralis Bruno Magalhães terminou o Rali do Chipre, prova pontuável para o Campeonato da Europa de Ralis, num brilhante segundo lugar. O piloto português teve sempre ao longo das duas etapas da prova um andamento rápido e constante que lhe permitiu superar o terceiro lugar conseguido nesta prova o ano passado. Ao volante do PEUGEOT 208 T16 e navegado por Hugo Magalhães, Bruno cumpriu as 16 classificativas da prova em 2h13m10,5: "Estou muito, muito feliz. Conseguimos superar o resultado do ano passado o que nos deixa extremamente contentes. Num rali tão difícil e com tanto calor, levar o 208 T16 até ao final incólume, foi igualmente uma missão cumprida. A sequência de bons resultados, a vitória no Rali da Madeira e agora este segundo lugar, deixam-nos motivados para a próxima prova que acontece já daqui a 15 dias ", começou por dizer. Bruno Magalhães com este resultado sobe para a quinta posição nas contas do Campeonato: "Este resultado é uma forma de agradecimento aos meus patrocinadores por me permitirem continuar a fazer ralis no Europeu, à equipa, a Delta Rally que me proporcionou ao longo de toda a prova um carro impecável e ao Hugo Magalhães que fez um trabalho extraordinário. Agora já só penso no Rali da Grécia que espero corra tão bem ou melhor que este", rematou o piloto português cada vez mais em sintonia com a sua máquina e claro, com os difíceis ralis que compõem o calendário do Europeu. O Rali da Grécia acontece no fim-de-semana de 9 a 11 de Outubro. Os resultados deste fim-de-semana e demais informações podem ser consultadas em: www.fiaerc.com

 

NOVO PRESIDENTE NA SEAT

 

Luca de Meo, novo presidente do Comité Executivo da SEAT

 

 

/ De Meo sucede a Jürgen Stackmann, que se junta à marca Volkswagen como vicepresidente das Vendas, Marketing e Após-Venda da Volkswagen Passenger Cars brand / Ambos os executivos tomarão posse do seu novo cargo a 1 de novembro de 2015 LucadeMeo CopyLuca de Meo (Milão, 1967), atualmente vice-presidente executivo de Vendas e Marketing da AUDI AG, foi nomeado o novo presidente do Comité Executivo da SEAT. De Meo substitui a Jürgen Stackmann (1961), que foi escolhido para vice-presidente das Vendas, Marketing e Após-Venda da marca Volkswagen e reportará ao Dr. Herbert Diess, presidente do Comité Executivo da Volkswagen Passenger Cars brand. Ambos os executivos tomarão posse do seu novo cargo a 1 de novembro de 2015. Luca de Meo é licenciado em Gestão de Empresas pela Università Commerciale Luigi Bocconi de Milão e conta com mais de 20 anos de experiência no setor automóvel. De Meo iniciou a sua carreira na Renault, antes de integrar a Toyota Europa e, posteriormente o Grupo Fiat, onde dirigiu as marcas Lancia, Fiat e Alfa Romeo. Juntou-se ao Grupo Volkswagen em 2009 como diretor de Marketing da Volkswagen Passenger Cars brand e do Grupo Volkswagen, antes de assumir em 2012 o cargo de responsável de Vendas e Marketing e membro do Conselho da AUDI AG. Também é membro dos Conselhos de Supervisão da Ducati e Lamborghini e presidente do Conselho do Grupo Volkswagen em Itália. Jürgen Stackmann esteve à frente da SEAT desde maio de 2013. Liderou com sucesso o reposicionamento da marca no mercado europeu, e trouxe a SEAT de volta ao caminho do sucesso . O Dr. Francisco Javier García Sanz, presidente do Conselho de Admnistração da SEAT e vice-presidente mundial de Compras do Grupo Volkswagen, declarou: “Estou orgulhoso do trabalho realizado nos últimos dois anos e meio por Jürgen Stackmann à frente da marca SEAT. A companhia conseguiu um espetacular incremento de vendas de 22% nos últimos dois anos, em difíceis condições de mercado, e a tendência mantém-se positiva com um crescimento de 7% desde o início de 2015. O nosso modelo mais vendido, o Leon, está a contribuir para uma grande melhoria do resultado operativo. A SEAT está claramente no caminho para um sucesso sustentado”. Além do sólido crescimento das vendas, a liderança de Jürgen Stackmann e da sua equipa de diretivos desenvolveu uma rota muito clara para a marca nos próximos anos. Neste sentido, o Dr. García Sanz: “Esta nomeação não altera a estratégia acordada ou o objetivo da companhia. Acreditamos que o plano atual irá alcançar um crescimento sustentável para a SEAT no futuro. A confiança do Grupo Volkswagen está confirmada pelo recente anúncio de 3.300 milhões de euros que se destinarão a I&D e instalacões”. Luca de Meo foi escolhido pessoalemente pelo Dr. García Sanz para suceder a Jürgen Stackmann à frente da SEAT. “Tenho plena confiança que Luca de Meo implementará com êxito e continuará a desenvolver os projetos iniciados para completar a transformacão da marca num futuro próximo”, comentou o Dr. García Sanz. SEAT é a única companhia no seu sector com a capacidade total de desenhar, desenvolver, fabricar e comercializar automóveis, em Espanha. Membro do Grupo Volkswagen, a multinacional tem a sua sede em Martorell, Barcelona, exportando mais de 80% dos seus veículos, estando presente em mais de 75 países. Em 2014, a SEAT alcançou um volume de negócio de quase 7.500 milhões de euros, o valor mais alto da sua história, com vendas mundiais de 390.500 automóveis. O Grupo SEAT emprega 14,000 profissionais nos seus três centros de produção: em Barcelona, El Prat de Llobregat e Martorell, onde fabrica, entre outros, os tão bem sucedidos modelos Ibiza e Leon. Adicionalmente, a companhia produz o modelo Alhambra em Palmela (Portugal), o Mii em Bratislava (Eslováquia) e o Toledo em Mladá Boleslav (República Checa). A multinacional espanhola também conta com um Centro Técnico, que em 2015 celebra o seu 40º aniversário, e que se configura como um ‘núcleo de conhecimento’ com um total de cerca de 1000 engenheiros, que têm como objetivo, contribuírem como força impulsionadora de inovação, do investidor industrial número um em I&D em Espanha. Em linha com o seu compromisso declarado na proteção ambiental, a SEAT baseia a sua atividade central na sustentabilidade, nomeadamente na redução de emissão de CO2, eficiência energética e reciclagem de recursos, bem como a sua reutilização.

 

CORRIDAS PARA TODOS OS GOSTOS

 

Corridas para todos os gostos no Estoril Super Racing Series com lutas intensas nas três competições

 

 

CSS4 CopyCSS CopyCSS vencedor1_CopyCSS2 CopyAs três competições das Super Racing Series encheram o Circuito do Estoril para um domingo com corridas muito emocionantes e bastante disputadas. Na Super 7 by Kia, Nuno Santos foi quem mais lucrou nesta jornada, enquanto César Machado dominou as Single Seater Series. Nos Classic Super Stock, houve despiques intensos em diversas categorias, mas foram os Ford Escort RS2000 que se superiorizaram com uma vitória para Rui Azevedo e outra para Gonçalo e Henrique Jordão. Num domingo soalheiro, o programa das Super Racing Series começou bem cedo. Os primeiros carros entraram em pista às nove horas para uma manhã cheia de sessões de treinos livres e cronometrados. Durante a primeira parte desta jornada competitiva ainda houve corridas, mas a maioria dos confrontos aconteceram à tarde. Super 7 by Kia O Autódromo Fernanda Pires da Silva recebeu a segunda jornada da Super 7 by Kia, o único troféu monomarca organizado em Portugal. As duas primeiras corridas foram muito discutidas por Eduardo Leitão e David Saraiva que trocaram de posição por inúmeras vezes. Cada um venceu uma das contendas mas foi Eduardo Leitão que conquistou o máximo de pontos combinados das duas mangas porque obteve o melhor tempo nos treinos cronometrados. Nuno Santos fez a primeira corrida sem quarta velocidade no seu carro. Na segunda, foi a terceira que deixou de entrar. Mesmo assim, o piloto conseguiu ficar no terceiro lugar combinado. Na classe Business, o vencedor foi Luís Calheiros Ferreira. Para Eduardo Leitão, o resultado foi muito positivo. “O cone de ar conta muito aqui no Estoril. A diferença na primeira corrida aconteceu na parabólica, onde estava mais rápido. Já esperava estar mais competitivo porque os problemas técnicos de Braga foram resolvidos”, explicou. À tarde, e já com a caixa de velocidades trocada, Santos impôs-se de forma clara e ganhou as duas corridas. O pódio foi igual em ambos os confrontos. Gonçalo Lobo Vale tirou partido de um carro competitivo para ficar em segundo, enquanto Luís Lisboa ficou no último lugar do pódio. José Kol de Almeida impôs-se na classe Business. “Agradeço ao Luís Lisboa que me emprestou a caixa de velocidades para a terceira e para a quarta corridas. Demonstra bem o companheirismo e o bom ambiente que se vive neste troféu. Isso é o mais importante”, afirmou o vencedor das duas mangas da tarde. Single Seater Series Duas corridas e outras tantas vitórias para César Machado. O piloto que ocupa a segunda posição no campeonato esteve inalcançável e leva do Estoril, para além dos triunfos, a pole-position e as voltas mais rápidas em ambos os confrontos. Luciano Carvalho foi o segundo na primeira corrida à frente de Duarte Pires que obteve o primeiro pódio do ano. Na segunda corrida, Carvalho não conseguiu repetir o segundo posto. Este foi para Gonçalo Inácio que, apesar dos problemas na caixa de velocidades, deixou o piloto da Comval Racing em terceiro e só foi batido por Machado. “Foi um fim-de-semana perfeito. Tive um carro impecável. Não podia fazer mais. Para o campeonato foi muito bom. Se o safety-car não entra na primeira corrida, talvez ainda ganhasse mais pontos ao Gonçalo Inácio, mas fiz o que me competia e estou muito satisfeito”, esclareceu César Machado. O piloto do Mygale também foi o mais forte na categoria FZ, enquanto Fernando M. Gaspar subiu ao primeiro lugar do pódio das duas corridas em Supertuga. O seu pai, Fernando Gaspar, impôs-se em FK80 e em FK90, Vasco Sampaio conseguiu ser o melhor. António Mendonça triunfou em FK70. Classic Super Stock As corridas de Classic Super Stock voltaram a ser muito animadas. A diferença de competitividade das diversas categorias promoveu lutas interessantes apesar do domínio dos Ford Escort RS2000 em termos absolutos. Mesmo assim, houve vencedores diferentes nos dois confrontos. Rui Azevedo superiorizou-se à concorrência no primeiro, enquanto Gonçalo Jordão, que faz equipa com o seu irmão Henrique – segundo na primeira corrida –, bateu Azevedo no segundo por apenas 15 milésimas de segundo. O pódio ficou completo com Carlos Fernandes que foi terceiro em ambas as corridas. Apesar do domínio na contenda inaugural, Rui Azevedo não sentiu que tenha tido um triunfo tranquilo. “Não foi tão fácil como pareceu. É difícil segurar a malta nova. Tenho quase idade para ser pai deles”, afirmou em jeito de brincadeira. Para o piloto da Trofa, foi necessário “forçar o andamento no início para tentar descolar” e só assim conseguiu terminar na frente. Gonçalo Jordão não escondeu a satisfação pela vitória na segunda corrida. “Foi bastante difícil. Nunca pensei que fosse tão taco a taco. Tinha a noção que iria ser complicado ganhar ao Rui que tem muita experiência com o Escort. Mas acreditei sempre”, revelou. Por categorias, Rui Azevedo e Henrique/Gonçalo Jordão partilharam os triunfos em E4. Carlos Fernandes foi sempre o melhor em E2 e Ricardo Pereira/Manuel Cabral Menezes impuseram-se em F3, apesar de alguns problemas de subviragem na primeira corrida e de caixa de velocidades no Datsun 260Z na segunda. Em F4, Luís Sousa Ribeiro contou com um Jaguar E competente na primeira corrida e ganhou, mas no segundo confronto a vitória foi para Pedro Serrador. Em D4, Carlos Dias Pedro e Rafael Pinto foram os mais fortes em ambos os confrontos com o Volkswagen Golf GTI, mas só alcançaram tal feito porque a equipa trocou a junta da cabeça do motor entre os treinos e as corridas, ou seja, em apenas 1h30. Símplicio Pinto e Marco Pinto colocaram o BMW 2002 TI na frente da classe E2 em ambas as oportunidades e a dupla J. Miguel Ribeiro/Miguel Ribeiro ganhou em D2. Em Invitation, Veloso Amaral foi o melhor com o Clan Crusader e em C3 os triunfos ficaram nas mãos de Veiga Lopes. Madalena Gaspar ganhou a primeira corrida em C2, mas na segunda Nelson Rêgo e Alexandre Leal foram mais fortes. Por fim, em C4 Pedro Balons colecionou duas vitórias.

 

CRM MOTORSPORT MANTÉM LIDERANÇA NOS SINGLE SEATERS

 

CRM Motorsport mantém liderança nas Single Seater Series

 

 

3B1A5842 Copy3B1A6019 CopyEquipa supera desafios no Circuito do Estoril A CRM enfrentou inúmeros desafios em mais uma jornada das Single Seater Series e continua na frente do campeonato com Gonçalo Inácio que desta vez teve de se contentar com o segundo lugar num dos confrontos como o seu melhor resultado. António Raposo Magalhães correu com o Van Diemen que nos anos 80 do século passado foi pilotado por Ayrton Senna, enquanto Miguel Cristóvão acabou por não alinhar nas corridas. O domingo de corridas nas Single Seater Series não foi fácil para a CRM Motorsport que, ainda assim, foi competitiva com o líder do campeonato, Gonçalo Inácio. O piloto superou as dificuldades sentidas nas corridas e continua na frente da classificação. Segundo nos treinos cronometrados, perdeu várias posições quando a primeira velocidade não entrou para a partida. O piloto correu nessas condições mas foi capaz de recuperar da desvantagem e ainda cruzou a meta em quarto. No segundo confronto os problemas persistiram mas Gonçalo Inácio não desistiu e, mesmo com os contratempos, voltou a mostrar os seus dotes de pilotagem e concluiu em segundo. “Acreditei no pódio desde o início, mas sabia que o segundo lugar era muito difícil. Aproveitei um erro do Luciano e consegui um resultado positivo”, destacou o piloto. António Raposo Magalhães não concluiu a primeira corrida devido a um pequeno problema que o piloto detectou a tempo e parou para evitar males maiores. Na segunda, fez toda a distância prevista e andou da primeira à última volta numa animada discussão com um adversário. Foi um momento interessante para quem assistiu e divertido para quem competiu. Miguel Cristóvão também esteve no Estoril mas não foi além dos treinos. O piloto que regressou às Single Seaters Series não participou nas corridas devido a problemas físicos. Para o responsável da CRM Motorsport, Tiago Raposo Magalhães, esta jornada não correu como a equipa desejava. “Foi aquém das expectativas. Viemos para ganhar e não o fizemos. Mas com o problema técnico que tivemos, o segundo lugar foi positivo para o campeonato pois mantivemos o primeiro lugar”, afirmou. A CRM Motorsport volta a competir nas Single Seater Series daqui a duas semanas, nos dias 10 e 11 do próximo mês, com mais uma jornada, desta vez no Circuito de Jerez, em Espanha.

 

CÉSAR MACHADO FAZ BALANÇO DA PROVA NO ESTORIL

CESAR MACHADO FAZ BALANÇO DA PROVA DO ESTORIL

 

Fim de semana perfeito!!

Obrigado pelo apoio de todos, foi muito importante.


FANTÁSTICO!

É assim que me sinto depois dum fim-de-semana perfeito no Autódromo do Estoril.

Devido ao enorme trabalho por parte da Speedy Motorsport tive o privilégio de ter o carro perfeito durante todas as sessões. Fruto desse mesmo trabalho consegui alcançar P1 nos treinos livres, cronometrados, corrida 1 e corrida 2.

Foi ainda possível, durante a corrida 2 estabelecer o record da pista!

Muito obrigado à Speedy Motorsport pelo trabalho árduo durante todo o fim-de-semana.
Obrigado aos meus patrocinadores porque sem eles não era possível. 
E, obviamente, obrigado à minha família e amigos pelo apoio incondicional e a todos que me dirigiram palavras amigas nestes dois dias no Estoril.

 

 

MANUEL PEREIRA VENCEU CATEGORIA E CLASSE NA PENHA

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

RAMPA DA PENHA 2

 

 

MANUEL PEREIRA VENCEU CATEGORIA E CLASSE NA PENHA



Manuel Pereira ao volante do seu Mitsubishi Evo, teve um excelente final de época no passado fim de semana na Rampa da Penha. Assim o piloto do Porto acabaria por fazer logo na primeira subida de prova um excelente crono com 1.34.054, no entanto na segunda subida, o Mitsubishi debateu-se com falta de potência que obviamente veio penalizar a prestação, tendo feito 1.35.008.Depois na derradeira subida de prova faria 1.34.914, que lhe garantiu a vitória em termos de categoria 3, para além da primeira posição em termos de classe. Depois de ter recebido os troféus Manuel Pereira estava feliz “ melhor não podia ter corrida, ainda apanhei um susto, pois na segunda subida um problema de electrónica, acabou por penalizar um pouco as prestações do carro, mas depois tudo foi resolvido, e voltei ao minuto 34, mas felizmente correu tudo bem. Agora há que começar a preparar a próxima época”, comentou-nos.

 

 

CLASSIFICAÇÃO CATEGORIA 3



1º MANUEL PEREIRA – MITSUBISHI EVO

2º Luis Silva – BMW                                                                            

3º José Correia – Seat Leon Eurocup

4º Luis Nunes – Seat Leon Copa

5º Ricardo Gomes – Seat Leon Copa

 

 

CLASSIFICAÇÃO CLASSE


manuelpereira1 Copymanuelpereira2 CopyMANUELPEREIRA3 CopyMANUELPEREIRA4 CopyMANUELPEREIRA5 CopyMANUELPEREIRA6 Copy

1º MANUEL PEREIRA – MITSUBISHI EVO

 

Fotos : Red Line Motorsport

 

DAYTON NO SEGMENTO DOS PESADOS

 

Dayton entra no segmento de pneus para camiões

Excelentes prestações ao melhor preço


A Dayton prepara-se para agitar o segmento de pneus para camiões com uma nova gama de pneus de grande qualidade, disponíveis no mercado já a partir deste mês. Prometendo “Excelentes prestações ao melhor preço”, a nova gama de pneus para camiões  Dayton chega ao mercado com o selo de qualidade do grupo Bridgestone. Além disso, e ao contrário do que acontece no caso de alguns dos seus concorrentes, esta gama de pneus Dayton tem uma boa capacidade de recauchutagem, tornando-os competitivos face às outras marcas deste segmento. 

_________________________________________Dayton-0515-D400T-3-4 CopyDayton-0515-D500S-3-4 CopyDayton-0515-D600D-3-4 Copy

 

MEGRE VENCE DESAFIO POLARIS

 

Baja TT Idanha-a-Nova

Desafio Polaris ACE 570

11 e 12 de Setembro

 

Ricardo Megre vence Desafio Polaris em Idanha

Ex-piloto de velocidade reforça liderança

 

Idanha-a-Nova recebeu os concorrentes para a sexta jornada do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno num evento também pontuável para o Campeonato Europeu de Bajas, Baja FIM World Cup e Desafio Polaris. A jornada destinada aos pequenos mas muito interessantes ACE 570A era a terceira das quatro etapas desta competição monomarca que aposta na procura de novos valores no âmbito das competições de todo-o-terreno em Portugal.

 

Depois de uma vitória muito renhida na Baja TT Proença-a-Nova/Oleiros/Mação, onde o triunfo premiou uma excelente corrida de Filipe Ferreira, a segunda corrida organizada pela Escuderia Castelo Branco viu a vitória sorrir a Ricardo Megre.

 

No prólogo com 6,86 quilómetros de extensão, disputado como tem sido tradicional nesta prova na Sra. do Almurtão, próximo de Idanha, o mais rápido foi o ex-piloto de velocidade Ricardo Megre, que se superiorizou a Filipe Ferreira. Alexandre Freitas, que tinha sido forçado a abandonar em Proença, foi o terceiro mais rápido, à frente e Joana Lopes.

 

Para o dia seguinte os concorrentes deste Desafio, que utiliza o ACE 570, o UTV de menor cilindrada produzido pelo construtor americano Polaris, tinham pela frente um troço com 104 quilómetros de extensão e as cerca de três dezenas de quilómetros da fase inicial do troço seguinte da prova, que não era percorrido na íntegra por estes pilotos. O início da corrida foi dominado por Filipe Ferreira mas o piloto da Guarda cedo ficou fora de prova, abrindo caminho para o triunfo de Ricardo Megre. Alexandre Freitas terminou na 2ª posição, a 22m46s de Ricardo Megre, enquanto o terceiro lugar de Joana Lopes, irmã do novo campeão nacional UTV/Buggy, permitiu-lhe ascender ao 2º lugar disputadas que estão três jornadas deste Desafio Polaris ACE.

 

Classificação do Desafio Polaris ACE 570 (após 3 provas)

1º Ricardo Megre (JL Racing), 52 pontos; 2º Joana Lopes (JL Racing), 34; 3º Filipe Ferreira (Garonda), 29; 4º Alexandre Freitas (JL Racing), 22.

 

Vídeo disponível em: https://youtu.be/_viM5IR7zI4

Outras informações sobre a prova em www.escuderiacastelobranco.pt

Mais informações sobre o CNTT em www.facebook.com/CampeonatoNacionaldeTTRicardo Megre_Copy
 

4 HORAS DO ESTORIL

As 4 Horas do Estoril, derradeira prova da temporada 2015 do European Le Mans Series (ELMS), terão lugar na zona de veraneio da Costa do Estoril, no Município de Cascais. O Autódromo do Estoril fica bem perto do litoral Atlântico, na zona mais ocidental da Europa, a cerca de 30 km de Lisboa, a capital de Portugal. A pista foi construída em 1972 e desde então têm sofrido algumas alterações no desenho, mas mantendo as características base.

Um circuito muito técnico

Com 4,182 km, o Autódromo do Estoril oferece aos pilotos uma configuração muito especial, com um total de 13 curvas (4 para a esquerda e 9 para a direita), uma recta da meta com 985 metros e constantes alterações de topografia do terreno.

O traçado variado obriga as equipas a afinarem de forma polivalente os seus carros, sendo necessária uma boa velocidade máxima, mas também agilidade nas curvas, sobretudo nas mais lentas.

História

Em 1984, a quando do primeiro Grande Prémio de F1 que teve lugar no Estoril, o regressado Niki Lauda conquistou o terceiro título Mundial, depois de ter estado dois anos afastado da competição. Para a história fica também o primeiro triunfo de Ayrton Senna na F1 (1985), ou ainda a ultrapassagem de antologia, por fora, na curva Parabólica, protagonizada por Jacques Villeneuve face a Michael Schumacher, quando do Grande Prémio de Portugal de 1996.

A primeira corrida de Protótipos e GT no Autódromo do Estoril aconteceu logo no dia da inauguração, em Junho de 1972. Mas só em 1977 aí teve lugar uma competição do Mundial de Sport-Protótipos, com o Grande Prémio ACP. Mais tarde, em 2001, o traçado recebeu os 1000 km do Estoril do Le Mans Series. Volvidos dez anos, em 2011, foi a vez das 6 Horas do Estoril (LMS). No ano passado as 4 Horas do Estoril (ELMS) marcaram o regresso da Endurance ao circuito português, para um incrível final de temporada. Pela quinta vez em cinco corridas, houve uma equipa diferente a vencer, no caso a Sebastien Loeb Racing. Tudo isto, perante quase 20 mil espectadores que deram uma moldura especial ao Autódromo do Estoril.

Resultados das 4 Horas do Estoril ELMS 2014:

LMP2: Sébastien Loeb Racing - ORECA03R Nissan n°24 - Capillaire / Eriksson, o quinto vencedor diferente em cinco corridas

LMGTE: SMP Racing - Ferrari 458 Italia n°72 - Zlobin / Bertolini / Shaytar

GTC: BMW Sport Trophy Marc VDS - BMW Z4 GT3 n°87 - Leinders / Paltalla / Hassid, naquela que foi a primeira participação da equipa numa corrida do ELMS

 

ESTAÇÕES DE SERVIÇO

eSTAÇÕES DE SERVIÇO DO MERCADO IBÉRICO DEVEM FATURAR EM 2015 MENOS 7% QUE NO ANO PASSADO

 

  • Estações de serviço faturam quase 35.500 milhões de euros em 2014, menos 2,7% que em 2013;
  • Volume de negócios das estações de serviço em Espanha e Portugal em tendência decrescente nos últimos anos;
  • Apesar do aumento do volume de vendas, 2015 mantém uma evolução descendente das receitas, num contexto de redução dos preços: estima-se, no final deste ano, faturação setorial de 33 000 milhões de euros, menos 7% do que o valor registado em 2014.

 

Lisboa, 28 de setembro de 2015.- Segundo o estudo Setores DBK “Estações de Serviço (mercado ibérico)”, publicado pela Informa D&B, as estações de serviço registaram uma quebra de faturação em 2014, provocada sobretudo pela descida do preço dos combustíveis. Assim, as estações de serviço faturaram 35.456 milhões de euros nomercado ibérico, o que corresponde a uma descida de 2,7% face a 2013.


As conclusões do estudo mostram que o volume de negócios em Espanha situou-se em 29.139 milhões de euros, menos 2,5% do que em 2013, enquanto em Portugal a quebra foi de 3,8%, para 6.317 milhões.


As estações de serviço canalizam 97,5% das vendas totais de gasolina no conjunto do mercado ibérico, e cerca de 77% das de gasóleo rodoviário, com participações semelhantes em Espanha e Portugal. Neste contexto, em 2014, o volume total de combustíveis vendido através de estações de serviço situou-se em 25,31 milhões de toneladas, dos quais 5,56 milhões correspondem a gasolina e 19,75 milhões a gasóleo.


De notar ainda que, a um nível geral, o volume total de vendas de combustíveis no mercado ibérico manteve-se estagnado em 2014, após a tendência descendente nos anos anteriores. Assim, no último ano situou-se em 36,78 milhões de toneladasmais 0,1% do que em 2013. EmEspanha, o consumo foi de 31,16 milhões de toneladasmenos 0,2% do que o valor registado em 2013, enquanto no mercado português se notou um ligeiro aumento: a taxa de variação foi positiva em 1,5%, situando-se em 5,62 milhões de toneladas.


A curto e médio prazo prevê-se um aumento do volume de combustíveis vendido, num quadro de recuperação do consumo das famílias e de incremento da actividade económica. Contudo, estima-se que a faturação setorial se aproxime dos 33.000 milhões de euros no final do exercício de 2015, valor que representa menos 7% do que em 2014, devido à contração adicional dos preços.


 

NOVOS MODELOS DA BELL & ROSS

 

Bell & Ross:

Os novos modelos BR X1 Chronograph Tourbillon apresentados em evento exclusivo 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Imagens em alta resolução disponíveis através do link: http://we.tl/EBYa64vzwl

Vídeo Bell & Ross Know How: http://we.tl/VxX8VBrcSx

 

O evento anual da Bell & Ross, no histórico e exclusivo Hôtel National des Invalides, em Paris, foi marcado pela apresentação dos novos e excecionais modelos da coleção BR X1 Chronograph Tourbillon. Estes magníficos relógios combinam os viris códigos estéticos da marca com o requinte técnico da alta relojoaria.

A linha BR X1 é inspirada pela excelência da indústria aeronáutica e pelas suas novas tecnologias.

Revolucionária no design, esta nova coleção marca o início de todo um novo capítulo na história da marca. O BR X1 é uma versão extrema do icónico BR01, que este ano celebra o seu 10º aniversário.

Lançado em 2005, o BR01 foi inspirado na ideia simples de transformar o relógio do cockpit do avião no melhor relógio de pulso de aviação – fiável, funcional, legível e preciso. Graças à original ideia “do cockpit para o pulso”, o BR 01 quebrou com os códigos estéticos da relojoaria contemporânea.

Hôtel National des Invalides, um local emblemático e associado à história militar, foi o espaço perfeito para celebrar o 10º aniversário do relógio icónico da marca e para desvendar os mais recentes modelos de Alta Relojoaria.

Depois do discurso de boas vindas de Carlos Rossilo, CEO da Bell & Ross, os convidados puderam assistir pela primeira vez ao filme Bell & Ross Know How e às novidades de 2015 da marca.

Personalidades influentes dos media, representantes militares e pilotos profissionais, todos puderam partilhar a sua paixão comum por relógios e pela história da aviação, neste evento exclusivo e muito especial para a marca.

 

GOODYEAR REVELA

 

Goodyear revela que tipo de condutor é

 

  •  Entre em www.goodyear.eu/po_pt/ e descubra a sua personalidade ao volante com um simples teste de cinco perguntas
  •  Baseado no estudo realizado pela Goodyear e a LSE, conheça qual das sete personalidades ao volante identificadas é a sua

 

A estrada provoca diferentes comportamentos nos condutores. Através de um teste realizado pela Goodyear, baseado no estudo elaborado por psicólogos da London School of Economics and Political Science (LSE), vai poder descobrir qual a personalidade que o define melhor enquanto condutor. O estudo apresentado recentemente identificou as diferentes “personalidades ao volante” que se manifestam em diversas situações, quando os condutores interagem entre si na estrada.

Os sete tipos de condutores identificados pelos investigadores são:

Caixa de texto: 1) O Professor: necessita de se certificar de que os restantes condutores estão cientes dos seus erros e espera reconhecimento dos seus esforços para ensinar outros. 2) O Sabichão: acha que está rodeado por pessoas incompetentes e contenta-se em gritar em tom condescente com os outros condutores na proteção do seu próprio automóvel. 3) O Competitivo: precisa de passar à frente de todos os outros condutores e irrita-se quando alguém se intromete no caminho. É provável que acelere quando alguém o tenta ultrapassar ou reduza a distância entre ele e o automóvel da frente para impedir que outra pessoa se meta à sua frente. 4) O Justiceiro: quer punir os outros condutores por qualquer comportamento considerado incorreto. Pode acabar por sair do seu automóvel ou abordar os outros condutores diretamente. 5) O Filósofo: aceita as falhas dos outros condutores e tenta explicá-las racionalmente. Consegue controlar os seus sentimentos quando conduz. 6) O Evasivo: trata os condutores que cometem infrações de forma impessoal, considera-os apenas um perigo. 7) O Fugitivo: ouve música ou fala ao telefone para se isolar. Os fugitivos distraem-se com relações sociais selecionadas para não se relacionarem com nenhum dos outros condutores na estrada. É uma estratégia para evitarem ficar frustrados desde o primeiro momento.

A maioria destes comportamentos pode originar situações perigosas na estrada. Compreender que tipo de comportamento exibimos e que situações o provocam é o primeiro passo para o podermos controlar de uma forma adequada, criando assim um ambiente de condução mais seguro para nós e para os outros na estrada” declara Olivier Rousseau, Vice-Presidente de Pneus de Consumo da Goodyear na Europa, Médio Oriente e África.

Com a ajuda da Goodyear os condutores podem descobrir qual das personalidades identificadas reflete o seu comportamento na estrada. Basta responder a um questionário simples, de cinco perguntas, onde deve assinalar que reação se adequa melhor ao seu comportamento com outros condutores. O resultado pode ser surpreendente.

Faça o teste da Goodyear e descubra que tipo de condutor é ao volante ao clicar aqui.

 

Sobre a Goodyear

A Goodyear é uma das maiores empresas produtoras de pneus a nível mundial. Emprega aproximadamente 67 mil pessoas e fabrica os seus produtos em 50 instalações em 22 países em todo o mundo. Os seus dois Centros de Inovação em Akron, Ohio e em Colmar-Berg, Luxemburgo procuram desenvolver produtos topo de gama e serviços que estabelecem a norma em termos de tecnologia e desempenho para a indústria.

 Overview color_Copy

 

4º LUGAR PARA HUGO ARAUJO

 

Hugo Araújo –

 

IMG 9845_CopyApesar do 4º lugar alcançado no Estoril, não foi o resultado desejado Hugo Araújo disputiu este fim de semana a segunda jornada do Super Seven by KIA, desta feita a prova decorreu nas Super Racing Series no Autódromo do Estoril. Como sempre apoiado pelo Grupo COPEFI, Seegno, GVB, OPT, Playdriver, GTCompetizione – Autódromo Virtual de Braga e The Racing Mind Coach, Hugo Araújo conseguiu o 5º melhor tempo nos treinos cronometrados posição em que partiu para a primeira manga. “Um dos motivos que me levou a trocar de carro foi a maior eficácia dos carros com volante à direita no circuito do Estoril. Esperavamos portanto um fim de semana difícil, quer pela necessidade de continuar a fase de adaptação à caixa na mão esquerda, quer por ter de encontrar um novo setup, quer pela concorrência que se apresenta muito forte este ano.” Partindo da 5ª posição o piloto bracarense rapidamente se chegou ao grupo da frente, assistindo na primeira fila à intensa luta travada pelas equipas Leitão/Saraiva. “Nesta fase da corrida estava à espera da melhor altura para atacar, mas acabei por perder a posição para o Nuno Santos segurando apenas o 4º lugar que levei até final.” Na segunda manga o piloto decidiu atacar logo desde cedo mas voltou a ter dificuldades em acompanhar as equipas Leitão/Saraiva, Lobo do Vale e Nuno Santos principalmente nas 2 retas do circuito. “Estavamos com um óptimo setup no miolo do circuito mas perdiamos bastante na recta interior e principalmente na recta da meta onde não me era possível acompanha-los no cone de aspiração mesmo saindo bem da parabólica.” Com o resultado combinado de ambas as mangas, Hugo Araújo alcançava assim o 4º lugar final, perdendo o pódio por apenas 105 milésimas em virtude do critério de desempate (a volta mais rápida) ter pendido para Nuno Santos. “Por muito pouco não repetimos o resultado de Braga, mas nesta fase queríamos mais, queríamos estar a lutar pelas vitórias. Não vamos baixar os braços, vamos analisar o que temos de melhorar e como, para estarmos em Jerez la Frontera daqui por 15 dias com muita força para discutir a vitória” Apesar do total desconhecimento da pista, Hugo Araújo conta com os simuladores do Autódromo Virtual de Braga para a sua preparação para a terceira jornada do Super Seven by KIA.

 

TOQUE COMPROMETE RESULTADO

 

Toque comprometeu resultado final

 

O Campeonato Nacional de Ralicross prosseguiu este fim de semana com a segunda ronda pela Circuito internacional de Montalegre. A sétima e penúltima jornada da época não teve um desfecho agradável para o piloto de Lousada Hélder Ribeiro. O piloto do Citroën C2 S1600 esteve novamente ao rubro, vencendo a primeira manga de qualificação e garantido a terceira posição nas duas seguintes que lhe permitiu estar na linha da frente da grelha para a decisiva final. Hélder Ribeiro arrancou bem, sendo o primeiro a chegar ao final da recta da meta, mas a luta pela vitória ficou por ali, já que um “toque” fez o piloto perder bastante tempo descendo a terceiro sem margem para recuperar a liderança. Como salienta Hélder Ribeiro “Nós temos sempre noção que a nossa tarefa não é de todo fácil para lutar pela vitória, pois no momento ainda não temos o nosso carro tão competitivo quanto o dos nossos adversários. Vamos tentando fazer o nosso melhor e ser o mais eficaz possível em cada corrida e isso tem dado frutos. Infelizmente na final, arrancamos bem, mas na travagem fomos empurrados para fora, o que nos fez perder muito tempo e sem condições para lutar pela vitória. Saímos daqui muito desiludidos! Foi uma final injusta, ter que nos contentar com o terceiro lugar, quando podíamos ter alcançado a vitHELDER RIBEIRO_MONTALEGRE_2_CopyHELDER RIBEIRO_MONTALEGRE_Copyória!” A próxima prova será o Ralicross de Lousada 2 a 17 e 18 de Outubro

 

TT NO BRASIL

 

Rally Rota Santa Catarina será no próximo final de semana

Movimentação começa no Posto Sinuelo, em Araquari (SC) na sexta-feira (02)com as vistorias e briefing e primeira largada acontece neste sábado (03)

A cidade de Araquari (SC) vive a expectativa da realização de mais uma etapa do Rally Rota Santa Catariana que acontece neste final de semana na região litorânea e serras catarinenses na região norte do estado, válida pelo Campeonato Brasileiro de Rally Cross-country e Baja. Nesta sexta-feira (02/10) as equipes inscritas na competição realizam vistorias técnicas e administrativas, no parque de apoio montado no Posto Sinuelo (às margens da BR 101 no KM 71) e à noite, pilotos e navegadores participam do briefing da primeira etapa, a partir das 19h30.

Em sua 4ª edição, o Rally Rota SC é uma das provas que está se fixando no cenário off-road nacional, e é muito aguardada pelas equipes da temporada 2015. Disputada em rodada dupla, o certame contará pontos para o Campeonato Brasileiro de Rally Cross-country, nas categorias carros e caminhões e para o Brasileiro de Rally Baja, nas categorias motos, quadriciclos e UTVs.

As equipes inscritas no Rally Rota SC aceleram forte a partir do sábado (03), em uma especial de 132 quilômetros (carros e caminhões) e de 106 quilômetros (motos, quadriciclos e UTVs), em percurso de reflorestamento de eucalipto e pinus, passando por Barra do Sul. No domingo (04), a prova repetirá o percurso, totalizando aproximadamente 270 quilômetros, definindo os vencedores da edição 2015 do rali. Entre os carros, estarão na disputa as categorias: Pró Brasil, Protótipos, Super Production e Production, além dos caminhões que também encaram o desafio.

Nas motos as equipes confirmadas estarão nas categorias: Production Aberta, Super Production, Marathon, Over 40 e a novidade este ano, são as categorias de moto 450 CC, 250 CC, 230 Nacional e Over 35 anos, além da categoria Quadriciclos para nos modelos 4x4 e 4x2. Também haverá a categoria UTVs para iniciantes, onde será exigido como item de segurança apenas o cinto quatro pontas, como também as categorias: PRO, Turbo, Super Production, Production e Marathon.

As inscrições seguem abertas pelo site oficial, no endereço www.rallyrotasc.com.br.

O Rally Rota SC tem patrocínio de Posto Sinuelo, Construpema, GS Motos, Mineração Nilson, Mineiração Veiga, e patrocínio Institucional da Prefeitura Municipal de Araquari - Secretaria de Turismo Esporte e Lazer, e Apoio da Prefeitura Municipal de Balneário Barra do Sul. A realização é da Precisão GPS Timing. O Hotel Oficial é o Rede Cha - Bandeirantes Barra do Sul (SC).

Programação do Rally Rota SC

11ª e 12ª Etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja para Motos, Quadriciclos e UTVs
8ª e 9ª Provas do Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country para Carros e Caminhões
Araquari - 02 a 04 de Outubro de 2015

01/10 - Quinta-Feira
08h - Abertura do Parque de Apoio
02/10 - Sexta-feira
08h às 20h - Vistoria Administrativa
13h às 15h - Apresentação para a vistoria técnica CBA - todas as categorias
17h30 - apresentação para a 2ª vistoria técnica CBA - com multa
13h às 18h - Apresentação para vistoria técnica CBM - todas as categorias
18h às 19h - Segunda vistoria técnica CBM com multa
19h30 - Briefing e entrega do livro de bordo

03/10 - Sábado
09h - Largada do 1° carro na Prova Especial
10h - Largada da 1ª moto na Prova Especial
DI - 0,4 Km
SS1 - 132 Km CBA
SS1 - 106 Km CBM
DF - 3 Km
20h - Briefing

04/10 - Domingo
08h - Largada do 1° carro na Prova Especial
09h - Largada da 1ª moto na Prova Especial
DI - 0,4 Km
SS2 - 132 Km CBA
SS1 - 106 Km CBM
DF - 3 Km
15h30 - Cerimonial de premiação

 

Grandes nomes do esporte estão confirmados (Doni Castilho/DFotos)

Grandes nomes do esporte estão confirmados (Doni Castilho/DFotos)
Alta  | Web

A disputa será acirrada várias modalidades que compõe o Rally Rota SC (Fábio Davini/DFotos)

A disputa será acirrada várias modalidades que compõe o Rally Rota SC (Fábio Davini/DFotos)
Alta  | Web

Prova será em meio a reflorestamento de eucalipto e pinus (Fábio Davini/DFotos)

Prova será em meio a reflorestamento de eucalipto e pinus (Fábio Davini/DFotos)
Alta  | Web

Vistorias iniciam nesta sexta (02) e também o primeiro briefing da prova (Fábio Davini/DFotos)

Vistorias iniciam nesta sexta (02) e também o primeiro briefing da prova (Fábio Davini/DFotos)
Alta  | Web

 

PEUGEOT VENCEM EM ISTAMBUL

 

Rallycross – Turquia/Istambul

 

TeamPeugeotTotal 17_55fd49f2be25e_CopyTeamPeugeotTotal 21_55fd4a46698f4_CopyOs PEUGEOT 208 WRX pretendem um manjar turco Após terem atormentado as hostes a oeste do planeta durante o Verão, nomeadamente com a vitória de Davy Jeanney no Canadá, os leões rumam agora mais a leste para a jornada mais oriental do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross. Para este 11º encontro do ano, os pilotos dos PEUGEOT 208 WRX irão mostrar, novamente, as suas garras, com vista a alcançar o seu principal objectivo: o título de Campeã do Mundo por Equipas. Porta que divide dois continentes, Istambul irá permitir aos concorrentes do Campeonato do Mundo FIA de Rallycross colocar as suas rodas na Ásia. Será no antigo circuito de Fórmula 1, desenhado a leste do Bósforo, no lado oriental da metrópole turca, que terá lugar a 11ª prova da temporada, jornada que poderá ser decisiva para a atribuição do título de equipas. Desenhado nas curvas finais do circuito que acolheu o GP da Turquia na F1 entre 2005 e 2011, a pista conta com um perfil muito típico em asfalto, enquanto a muito escorregadia secção de terra requer um estilo de condução bastante especial, semelhante ao de circuitos gelados. Algo que se adequa perfeitamente ao antigo piloto de circuitos Timmy Hansen! Tendo obtido o 2º lugar no ano passado, o jovem sueco está ansioso por voltar a conduzir nesta pista ao volante do PEUGEOT 208 WRX nº 21, com o qual já se impôs na Noruega e em França. Será aqui que irá tentar domar o seu felino, ambicionando uma vitória que garanta valiosos pontos para o Campeonato de Equipas. Um tal cenário também iria reduzir o fosso que separa Hansen, actual 2º classificado, do líder do Campeonato de Pilotos. Também Davy Jeanney surge aqui muito determinado, com base nos sucessos alcançados na Alemanha e no Canadá. O francês com o n° 17 ocupa o 4º lugar na tabela de pilotos e irá descobrir este circuito, estando a 16 pontos do trio da frente. E como é sabido, no rallycross tudo pode acontecer! Enfrentando uma concorrência muito aguerrida, os dois pilotos dos PEUGEOT 208 WRX visam, portanto, alcançar um 11º pódio na presente temporada, bem como uma 5ª vitória. Tal performance será crucial para fortalecer, ainda mais, a posição de líder do Team Peugeot Hansen no Campeonato de Equipas, quando apenas faltam disputar duas etapas até final do ano. À margem do programa dos Supercars, Kevin Hansen participará na 6ª e penúltima prova do Campeonato RX Lites. O piloto da Peugeot Red Bull Hansen Junior Team tentará conservar a sua posição de liderança e aumentar a diferença pontual para os seus adversários. Kenneth Hansen, Director de Equipa «No ano passado estivemos muito rápidos nesta pista e alcançámos um 2º lugar na Final. O traçado é muito duro, recorrendo às últimas curvas do circuito de Fórmula 1. A secção de terra é muito escorregadia e isso complica a procura de uma boa afinação. Encontrámos, então, as afinações corretas e vamos ver se as mesmas se adequam ao carro deste ano. Se for esse o caso, acho que o Timmy e o Davy serão muito rápidos. De qualquer modo, faremos tudo o que pudermos para aumentar a nossa vantagem no Campeonato de Equipas, aquele que é o nosso principal objetivo.» A corrida de Istambul será transmitida na televisão em mais de 120 países. A Semi-Final e a Final serão transmitidas em directo em França, non canal L’Equipe 21, e na Suécia, na TV10. 28 de Setembro 2015 Programa do fim-de-semana (hora local, +2 horas do que em Portugal) Sábado, 3 Outubro • 11:00 - Treinos Livres • 14:00 - Manga de Qualificação 1 • 16:00 - Manga de Qualificação 2 Domingo, 4 Outubro • 09:15 - Warm Up • 10:30 - Manga de Qualificação 3 • 12:00 - Manga de Qualificação 4 • 15:00 - Semi-Final / Final Características do Circuito • Comprimento: 1.300 km • Percentagem em asfalto: 60% • Percentagem em terra: 40% CAMPEONATO FIA WORLD RALLYCROSS 2015 (após 10 provas): Pilotos 1. Petter Solberg (SDRX, Citroën DS3), 243 pts 2. Timmy Hansen (Team Peugeot Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 208 pts 3. Johan Kristoffersson (Volkswagen Team Sweden, Volkswagen Polo), 182 pts 4. Davy Jeanney (Team Peugeot Hansen, PEUGEOT 208 WRX), 166 pts 5. Andreas Bakkerud (OlsbergMSE AB, Ford Fiesta ST), 163 pts 6. Mattias Ekström (EKS, Audi S1), 155 pts 7. Reinis Nitiss (OlsbergMSE AB Ford Fiesta ST), 134 pts 8. Toomas Heikkinen (Marklund Motorsport, Volkswagen Polo), 121 pts Equipas 1. Team Peugeot-Hansen, 374 pts 2. Ford Olsbergs MSE, 297 pts 3. SDRX, 268 pts CALENDÁRIO 2015 24-26 Abril: Portugal (Montalegre) 1-3 Maio: Alemanha (Hockenheim) 15-17 Maio: Belgium (Mettet) 22-24 Maio: Grã-Bretanha (Lydden Hill) 19-21 Junho: Alemanha (Estering) 3-5 Julho: Suécia (Holjes) 7-8 Agosto: Canadá (Trois-Rivières) 21-23 Agosto: Noruega (Hell) 4-6 Setembro: França (Lohéac) 18-20 Setembro: Espanha (Barcelona) 2-4 Outubro: Turquia (Istanbul) – próxima jornada 16-18 Outubro: Itália (Franciacorta) 27-29 Novembro: Argentina (San Luis)

 

CITROEN CONQUISTA NOVO TITULO

 

CIRCUITO DE XANGAI (25-27/09/2015) CITROËN CONQUISTA NOVO TÍTULO DE CAMPEÃ DO MUNDO FIA WTCC •

 

 

wtcc20150927024 Copywtcc20150927058 Copywtcc20150927061 Copywtcc20150927084 CopyAo conquistar a pole-position e as duas vitórias no circuito de Xangai, a Citr oën conserva o seu título de Campeã do Mundo FIA WTCC*. • Na Corrida 1, a equipa Citroën Total garantiu uma tripla, com José María López, Yvan Muller e Sébastien Loeb. • Autor de uma esplêndida recuperação, Yvan Muller impôs-se na segunda manga, prova em que Pechito López também subiu ao pódio. • Ao marcar mais pontos que qualquer outro piloto neste fim-de-semana, José María López deu um passo suplementar em direcção ao título de Pilotos, que poderá já conquistar na Tailândia (31 de Outubro – 1 de Novembro). Relegadas para a manhã de domingo, as qQualificações constituíram o primeiro prato forte da jornada. Os quatro Citroën C-Elysée WTCC oficiais passaram à Q3 e empenharam-se na caça à pole-position. Primeiro a lançar-se na pista, Yvan Muller cometeu um pequeno erro no último sector. O seu tempo foi logicamente batido por Nicky Catsburg, o único rival dos pilotos Citroën nesta sessão. Sébastien Loeb também não foi capaz de bater o holandês, mas já Ma Qing Hua conseguiu-o dois minutos mais tarde. Mas, logo que José María López entrou em pista, o tempo da volta estreitou-se ainda mais e o Campeão do Mundo em título conquistou a sua quinta poleposition da temporada! Algumas horas mais tarde, todos se reencontraram na grelha, para a partida da Corrida 1. Quando os semáforos se apagaram, Hua ficou colado na grelha, ao mesmo tempo que López assumia, desde logo, o comando. A primeira volta foi caótica, com vários toques a eliminarem cinco carros. O safety car entrou em pista para reagrupar o pelotão, liderado por José María López, Yvan Muller e Sébastien Loeb. Após cinco voltas, a corrida foi retomada a um ritmo elevado. Pechito colocou-se ao abrigo dos seus colegas 2 de equipas, eles próprios já bem destacados de Catsburg, enquanto no meio do pelotão, Ma Qing Hua recuperou até ao 8º lugar, mas foi obrigado a desistir por cauda de uma transmissão partida. Ao conquistarem uma tripla, López, Muller e Loeb garantiram pontos suficientes para que a Citroën assegurasse, desde logo e a cinco corridas do final do ano, o título de Campeã do Mundo FIA WTCC. Após a cerimónia de pódio, os carros regressaram ao asfalto escaldante do circuito de Xangai para a partida da Corrida 2. Enquanto Gabriele Tarquini tomava o comando, Muller e Loeb rodavam porta com porta, mas o quádruplo Campeão do Mundo de WTCC ganhava, finalmente, uma vantagem sobre o nónuplo Campeão do Mundo de WRC. Fazendo uma emboscada, López aproveitou para se intercalar entre os seus dois colegas de equipa! Sem nunca descolar de Tarquini, Muller viu os seus esforços recompensados pouco depois de metade da corrida. Encontrou o buraco da agulha logo à primeira tentativa, no final da longa recta e, uma vez na frente, o alsaciano cavou um fosso definitivo para o seu adversário. Em contrapartida, nada estava garantido quanto ao 2º lugar, com López a tentar bater, de modo incessante Tarquini. À chegada, o italiano recebeu a bandeira de xadrez com somente 25 pequenos milésimos de vantagem! Em dificuldades, fruto de um pneu que poderia furar a qualquer altura, Sébastien Loeb deixou-se atrasar, para conseguir terminar e garantir os pontos do 4º lugar.Ma Qing Hua terminou na 8ª posição, mesmo atrás de Mehdi Bennani. O piloto da Sébastien Loeb Racing garantiu, entretanto, a sua segunda vitória do fim-de-semana no Troféu Yokohama de Independentes. O QUE ELES DISSERAM… Yves Matton (Director da Citroën Racing) Yves Matton (Director da Citroën Racing) a Citroën Racing): «Queria, antes de mais, agradecer aos pilotos pelo trabalho efectuado em conjunto e pelo seu fair-play. Mesmo com o melhor carro e a melhor equipa, nunca conseguiremos atingir tais resultados se não tivermos pilotos excepcionais. Quero agradecer particularmente ao Yvan, que foi o primeiro a juntar-se à nossa equipa e que nos permitiu estar bem preparados logo desde o arranque da época de 2014. Quando se fala da Citroën Racing, é preciso também incluir todos os colaboradores do nosso centro técnico. Não os vemos na televisão, mas eles são indissociáveis deste título de Campeã do Mundo.» José María López: «Bravo a toda a equipa Citroën Ra José María López cing: aos que estão aqui, mas também aos que ficam em Versalhes enquanto estamos nas pistas. Falando das provas do dia, estava um pouco inquieto à partida da Corrida 1. Não via o Ma Qing Hua nos meus retrovisores e pensava que ele estava ao meu lado. Na verdade, ele teve um problema no arranque e pude tomar a dianteira. Em seguida, procurei fazer uma prova sem erros, o que me assegurava uma boa prestação para o Campeonato. Na Corrida 2, a luta com o Gabriele Tarquini foi genial. É por isto que adoro o desporto automóvel! Nunca o consegui passar, mas isso não foi grave. Com 75 pontos de avanço a duas jornadas do fim, irei atingir os meus objectivos.» Yvan Muller: Yvan Muller: «Ontem, estive em dificuldades nos treinos livres, mas, à força de trabalho com a minha equipa, consegui chegar à Q3 e depois fazer duas boas corridas, com bastantes ultrapassagens! Construi a minha vitória na Corrida 2 preservando os meus pneus, na altura em que o Gabriele estava um pouco mais rápido. Depois, tentei a 3 minha chance e consegui, apesar da sua resistência! Parabéns à Citroën, que merece este título, simplesmente porque somos os melhores. Mas, sem todos os que trabalham por detrás de nós, não poderíamos fazer nada.» Sébastien Loeb: Sébastien Loeb: «Mesmo com toda esta grande recta, era difícil os Citroën ultrapassarem-se uns aos outros. O balanço do fim-de-semana foi um pouco frustrante, pois perdi pontos para o Yvan e esse não era, realmente, o meu objectivo. Por outro lado, tive um bom ritmo de corrida. Parabéns a todos os membros da equipa por este novo título, que completa uma longa série iniciada em 2003.» Ma Qing Hua: Ma Qing Hua: «Estou verdadeiramente decepcionado, pois trabalhamos arduamente a preparar este fim-desemana. As qualificações foram satisfatórias, pois fiquei na primeira linha. Mas tive um problema técnico na partida para a Corrida 1. Por um momento, nem queria acreditar! Na Corrida 2, consegui recuperar um pouco, mas os meus pneus estavam muito usados e fui perdendo o ritmo ao longo das voltas. Em todo o caso, sinto-me muito orgulhoso de fazer parte desta equipa e de ter contribuído para este título. Espero continuar muito tempo com a Citroën!»

 

RESULTADOS QUALIFICAÇÕES QUALIFICAÇÕES

 

 

1. José María López (Citroën C José María López (Citroën C José María López (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 2. Ma Qing Hua (Citroën C Ma Qing Hua (Citroën C Ma Qing Hua (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 3. Nicky Catsburg (Lada Vesta WTCC) 4. Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 5. Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) CORRIDA 1 CORRIDA 1 1. José María López (Citro José María López (Citro José María López (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 2. Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 3. Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 4. Nicky Catsburg (Lada Vesta WTCC) 5. Mehdi Bennani (Citroën C Mehdi Bennani (Citroën C Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) VMR: José María López, em 1m52,401s VMR: José María López, em 1m52,401s 4 CORRIDA 2 CORRIDA 2 1. Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C Yvan Muller (Citroën C-ElyséeWTCC) 2. Gabriele Tarquini (Honda Civic WTCC) 3. José María López (Citroën C José María López (Citroën C José María López (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 4. Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C Sébastien Loeb (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 5. Rob Huff (Lada Vesta WTCC) 6. Tiago Monteiro (Honda Civic WTCC) 7. Mehdi Bennani (Citroën C Mehdi Bennani (Citroën C Mehdi Bennani (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) 8. Ma Qing Hua Ma Qing Hua Ma Qing Hua (Citroën C (Citroën C (Citroën C-Elysée WTCC) Elysée WTCC) Elysée WTCC) VMR: Sébastien Loeb, em 1m52,191s VMR: Sébastien Loeb, em 1m52,191s CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS CAMPEONATO DO MUNDO DE PILOTOS 1. José María López 396 pts José María López 396 pts José María López 396 pts 2. Yvan Muller 321 pts Yvan Muller 321 pts Yvan Muller 321 pts 3. Sébastien Loeb 282 Sébastien Loeb 282 Sébastien Loeb 282 4. Ma Qing Hua 177 pts Ma Qing Hua 177 pts Ma Qing Hua 177 pts 5. Norbert Michelisz 172 pts 6. Gabriele Tarquini 171 pts 7. Tiago Monteiro 163 pts CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES CAMPEONATO DO MUNDO DE CONSTRUTORES 1. Citroën 879 pts Citroën 879 pts Citroën 879 pts 2. Honda 609 pts 3. Lada 320 pts * Sujeito à publicação oficial dos resultados pela FIA.

 

MERCEDES NO PÓDIO NO JAPÃO

 

Silver Arrows conquistam o pódio no Japão

 

F12015JAP DPPI1804641_Copy• Lewis Hamilton venceu este fim de semana o Grande Prémio do Japão alcançando a 41ª vitória da sua carreira e igualando o recorde de vitórias de Ayrton Senna; • Nico Rosberg alcançou a segunda posição e o 37º pódio. Os Silver Arrows da MercedesBenz terminaram esta época por 8 vezes na primeira e segunda posição; • Após uma partida bastante disputada, Lewis Hamilton passou a liderar a corrida com Nico Rosberg a cair para a quarta posição; • Nico Rosberg teve uma recuperação formidável, com paragens na volta 15 e 29 para troca de pneus, passando de seguida Bottas e Vettel para alcançar a segunda posição; • A equipa MERCEDES AMG PETRONAS lidera o Campeonato de Construtores com 506 pontos, em segunda posição a encontra-se a Ferrari com 337 pontos; • Lewis Hamilton mantém a liderança no Mundial de Pilotos com 277 pontos. Piloto Chassis No. Grelha início Resultado Volta + rápida Lewis Hamilton F1 W06 Hybrid/05 P2 P1 1:36.145 Nico Rosberg F1 W06 Hybrid/01 P1 P2 1:37.147 Estratégia de pneus Início Stop 1 Stop 2 No. 44 Medium (Used) Medium (New) Hard (New) No. 6 Medium (Used) Hard (New) Hard (New)

 

TROFÉU ABARTH 500 - MISANO

 

Troféu Abarth 695 Europeu – Circuito de Misano

 

 

Jorge Rodrigues_2015_CopyJorge Rodrigues quer terminar em grande Com a realização de mais uma etapa do Troféu Abarth 695 Europeu, desta vez em Misano, Itália, nos dias 2,3 e 4 de Outubro, Jorge Rodrigues vai encerrar mais uma temporada nesta competição europeia. Para o piloto de Braga, que recorde-se, não esteve presente em todas as provas do ano, esta derradeira prova do calendário vai servir para, acima de tudo, lutar pelo melhor lugar possível em termos gerais nas duas corridas. Sem pressões em termos de tabela classificativa geral, em face do exposto e também de alguns percalços sofridos, agora o objetivo principal está focado em retirar desta nova presença em Itália, o melhor conjunto de classificações, sabendo que a tarefa nunca é fácil em virtude do competitivo pelotão presente: “Naturalmente que quero terminar o ano o melhor possível e isto é com um bom resultado. Paralelamente, como se trata da última prova, quero também disfrutar do fim de semana e, acima de tudo, sem problemas”, afirma inicialmente Jorge Rodrigues que não vai encontrar um cenário desconhecido: “Corri em Misano há uns anos, ainda no tempo do Troféu 500, e ainda me lembro do traçado. Agora há que aproveitar as primeiras voltas dos treinos, para encontrar a melhor atitude e para poder retirar um bom conjunto de tempos”: Numa época, com altos e baixos, nem por isso o piloto da capital do Minho está triste: “Tive alguns problemas ao longo do ano que afetaram a classificação do campeonato, para além de duas ausências. Isto também retirou alguma motivação, mas faz parte das corridas e há que continuar a andar o melhor possível. Agora, correr com o conjunto de pilotos que encontrei é sempre bom, pois obrigam-nos a evoluir sempre e andar cada vez melhor”.

 

CAMPEONATO NACIONAL DE TRIAL

 

Campeonato Nacional de Trial 4x4 2015

 

PARTIDA CopyResistência e dureza em Mação Não há outra palavra que melhor defina o que aconteceu este domingo em Mação: dureza. Não só pelo calor que se fez sentir, pelo pó que dificultou o trabalho das equipas, mas sobretudo pela pista desafiante que os homens do clube local – MAC TT – desenharam para a 5.ª e penúltima prova do Campeonato Nacional de Trial 4x4. Com algumas surpresas na classificação, esta jornada fica também marcada pela revalidação do título na classe promoção de António Silva. Quando falta uma jornada para terminar o campeonato, o piloto de Vale de Cambra é bicampeão nacional. Jovem Jorge Araújo foi o vencedor do dia Jorge Araújo (Team Dediland/Tuff 4x4), que se estreia esta época no CNTrial 4x4, correu acompanhado do veterano Diogo Barros e teve um dia muito feliz. A prova até começou com dificuldades com o guincho, mas tudo se resolveu e Jorge Araújo foi mesmo o mais forte em Mação, completando 12 voltas ao circuito. Depois da prata em Valongo e Penafiel e do bronze em Torres Vedras, em Mação chegou a vez de ganhar o ouro. A prata de Domingos Diniz (Revi-Clap) já não foi tão surpreendente. O Vice-líder do CNTrial 4x4 já nos habituou aos bons resultados da sua regularidade. O motor do Suzuki Jimny deu alguns problemas, o que veio reforçar a necessidade de um andamento controlado. Ainda assim terminou a resistência a apenas 1 volta do líder. A completar o pódio desta classe absoluto está Pedro Costa (Preparações Badinho 4x4), outro piloto habituado a subir ao pódio. Num dia marcado pelos problemas com a Nissan Navarra, valeu a persistência e resistência da equipa. Quem não está habituado a perder é o campeão nacional em título mas em Mação, Flávio Gomes (TáBô Team 4x4), teve muitos problemas com o Jeep Wrangler amarelo. As avarias começaram logo de manhã, no prólogo, com um tubo de água e continuaram à tarde com a caixa de velocidades. Só correu 2 horas e 30 minutos, perdendo a liderança na meia hora final. Ainda assim, é o líder isolado da classe e nem precisa de subir ao pódio na última jornada para ser bicampeão. Rui Querido cimenta a liderança Se o resultado da classe absoluto surpreendeu, a luta aguerrida da classe XL já não foi surpresa para ninguém. Com 7 carros em pista, Rui Querido (Ladricolos/STS/Euro4x4parts), atual campeão nacional e líder da geral voltou a ser o vencedor. Mas não foi conquista fácil. A equipa de Torres Vedras partiu em segundo e chegou à liderança pouco depois do arranque. Seguia confortáveis na liderança quando partiu o veio de transmissão e caiu para segundo. Teve de atacar forte na parte final da prova para levar o terceiro ouro da época para casa. Com esta vitória, Rui Querido mantém-se como líder da classe XL e só depende de si para revalidar o título, a 25 de outubro, em Rebordosa. Com menos uma volta ficou Carlos Rodrigues (Valvolinas Team/XS5/Leirilumen). O piloto ainda chegou a andar na frente, mas acabou a resistência em segundo. É o quarto pódio, em 5 provas, para António Henriques (Mister Reboques). O piloto de Mangualde andou sempre a um excelente ritmo, nunca perdendo de vista a roda da concorrência mais direta. Partiu uma transmissão atrás e perdeu cerca de 30 minutos fundamentais na luta pela vitória. Terminou a resistência com 12 voltas, as mesmas de Carlos Rodrigues, mas gastou mais 6 minutos e 33 segundos. António Silva é bicampeão Na classe de promoção já há campeão nacional. Sem grandes dificuldades, António Silva (Canelas Pneus), chegou, viu e venceu. A ausência do segundo classificado, Rui Policarpo (TransAct Lat Team), faz com que, a uma etapa do fim do campeonato, António Silva já seja bicampeão da classe de promoção. João Rebelo (Trial cars) seguia em primeiro quando partiu a homocinética. Perdeu a liderança e passou a correr condicionado durante o resto da resistência. Hugo Tenreiro (Mister Reboques 2) conseguiu mais um bronze em Mação. Ainda chegou a andar na frente, mas partiu uma transmissão atrás e sofreu com o pó e a dureza da pista. Ficou a 4 voltas do vencedor. Troféu Auto Russo deu oportunidade aos locais Em Mação, e à semelhança de Penafiel, houve mais uma categoria do que nas restantes provas do Campeonato. O Clube MAC TT quis possibilitar às equipas da região a experiência do CNTRial 4x4 e alargou a competição a viaturas de série, com ou sem modificações e com pneus até 37 polegadas. 2 equipas, de Ponte de Sor e Abrantes, competiram assim no Troféu Auto Russo, uma prova extra-campeonato. A vitória foi de Tiago Jacinto (Leirilumen/Auto variante). Já só falta uma prova para terminar a época 2015 do Campeonato Nacional de Trial 4x4. É já chamada de prova rainha e acontece, uma vez mais, no concelho de Paredes. À semelhança de 2014 é em Rebordosa que o Campeonato se decide. Falta encontrar os campeões das classes Absoluto e XL e por isso 25 de outubro é dia de ir até Rebordosa, Paredes

 

TREOFEU 500 ASSETTO CORSE PORTUGAL

 

Troféu 500 Assetto Corse Portugal

 

 

Jose Barros_Rodrigues_SPA3_CopyJosé Rodrigues na luta pelo pódio final Quinze dias apenas passados e José Rodrigues está de regresso à competição no Troféu 500 Assetto Corse Portugal que cumpre a sua última etapa no circuito italiano de Misano, nos dias 2,3 e 4 de Outubro. Depois de duas subidas ao pódio na jornada anterior no circuito de Imola, neste caso com outros tantos segundos lugares, é natural que o piloto de Braga parta esperançado em continuar na senda dos bons resultados. Em jogo está a terceira posição final do Troféu, mas ainda pode ser melhor que isso, podendo chegar a segundo, embora neste caso, as contas sejam mais complicadas, dependendo de terceiros. Em qualquer dos casos não deixará de positiva a época de José Rodrigues, na primeira vez que teve que enfrentar pistas desconhecidas, apesar de ter tido alguns contratempos que o impediram de recolher melhores pontuações e estar mais acima na classificação geral: “Tenho legítimas aspirações de disputar a última jornada com os melhores”, afirma inicialmente o jovem piloto, acrescentando: “Para esta última jornada da época, espero um fim-de-semana de muita ambição em busca de grandes resultados em Misano. Mais um circuito que desconheço, sendo já habitual e, portanto, será fundamental uma rápida adaptação ao traçado, e sobretudo sem incidentes”. Contudo, José Rodrigues ainda tem objetivos traçados para esta derradeira jornada: “Quanto ao campeonato, sei que será difícil chegar ao segundo lugar mas há outros objectivos por conquistar. Para todas as provas tenho a ambição de mais e melhor, e esta não será exceção”. Agora, também está convicto que: “Na última prova todos vão querer vencer, e por isso vão ser duas corridas muito competitivas, tal como em Imola”, concluiu.

 

TEAM SARAIVA EM BALANÇO

 

Duro até ao fim

 

 

Completou-se a segunda etapa das cinco que compõem este competitivo troféu Super 7 by Kia. Já se sabia que esta etapa do Estoril seria um enorme desafio, pois as características do traçado do Estoril prejudicam os Caterham com volante à esquerda, que é o nosso caso. Tendo os nossos mais diretos adversários volante à direita, cabia-nos delinear uma estratégia que conseguisse contrariar esta desvantagem, e foi nisso que trabalhámos no decorrer do dia de sábado, nas três sessões de treinos. A equipa da Garagem 19 fez um excelente trabalho, que nos fez evoluir e baixar preciosos segundos sessão após sessão. Já no domingo e com o carro afinado ao gosto de ambos, nos treinos cronometrados David obteve o terceiro lugar na sua sessão, enquanto Sérgio conseguia um segundo lugar. Perspetivavam-se batalhas interessantes entre os pilotos da frente. Nas duas primeiras mangas David travou uma dura batalha com Eduardo Leitão, ultrapassando-se inúmeras vezes, levando o público ao rubro. No final, David acabaria por acabar em segundo lugar, a 0,042seg do primeiro! Na segunda corrida David saiu decido a impor o seu andamento, e a cerca de metade da corrida descolou dos pilotos de trás ganhando uma margem que viria a controlar no desenrolar da corrida, obtendo um merecido primeiro lugar. Seguia-se agora a vez de Sérgio. Arrancando de segundo lugar manteve-se sempre na luta pelos da frente, até que a meio da primeira corrida, um pião de outro piloto acabou por vir a embater em Sérgio, danificando a sua direção, e comprometendo a corrida. Sem qualquer argumento para conseguir lutar com os da frente, o 4º lugar foi um mal menor. Não havendo intervalo entre as corridas para intervenções mecânicas, Sérgio Team Saraiva_Estoril_Copyteve que lutar contra o seu próprio carro para o conseguir levar até final, acabando a caixa de direção por vir a ceder a 2 voltas do final, enquanto atacava o segundo lugar, relegando-o depois para o quarto lugar final. Apesar de o fim de semana não ter corrido como idealizado, a equipa sai na mesma desta segunda prova no primeiro lugar. A próxima prova é já dentro de duas semanas, no fim de semana de 10 e 11 de Outubro, em Jerez de La Frontera.

 

ESTORIL SUPER 7 BY KIA

 

Vitórias divididas por três pilotos no Estoril Super 7 by Kia

 

 

1 Copy2 Copycom corridas bem disputadas na segunda jornada A Super 7 by Kia regressou às pistas para espectáculos emocionantes no Autódromo do Estoril. Em quatro mangas, foram várias as equipas que discutiram os lugares da frente e proporcionaram lutas intensas até à bandeirada de xadrez. Nuno Santos foi o piloto que mais3 Copy4 Copy5 Copy6 Copyganhou com dois triunfos. Eduardo Leitão e David Saraiva/Sérgio Saraiva ficaram com as outras duas vitórias, uma para cada equipa. Após uma pausa de três meses, a Super 7 by Kia retomou a competição e a julgar pelo espectáculo proporcionado pelas formações inscritas – quase 20 – já havia muita vontade de acelerar. Os pilotos fizeram de tudo para discutir as melhores posições e prova disso foi a luta pelo primeiro lugar logo na ronda inaugural. Eduardo Leitão levou a melhor e triunfou tanto à geral como na categoria Pro. Mas teve de dar tudo pois trocou de posição inúmeras vezes com David Saraiva. “O Eduardo escondeu bem o jogo. A linha de meta é antes da de partida e sempre que me passou na recta, nunca o fez antes da linha de meta. Talvez para eu pensar que não o conseguia fazer. Mas conseguiu e venceu”, lamentou David Saraiva sempre com uma postura de muito fair-play. Para Eduardo Leitão, este triunfo foi importante e revela que, em condições normais, pode lutar pelas vitórias na competição. “O cone de ar conta muito aqui no Estoril. A diferença na primeira corrida aconteceu na parabólica, onde estava mais rápido. Já esperava estar mais competitivo porque os problemas técnicos de Braga foram resolvidos”, explicou. No somatório das duas mangas, Eduardo Leitão foi quem ficou em primeiro mas acabou esta fase com os mesmos pontos de Saraiva. Nuno Santos teve problemas na caixa de velocidades do seu carro e acabou em terceiro, embora tenha ficado nesse lugar apenas na primeira corrida. Na segunda, Luís Lisboa terminou nessa posição. Já durante a tarde, o campeão em título não teve problemas mecânicos – a equipa montou uma caixa de velocidades emprestada por Luís Lisboa – e obteve dois triunfos. Com estes resultados, subiu ao lugar mais alto do pódio e tornou a discussão pelo título com os primos David e Sérgio Saraiva ainda mais equilibrada. “Agradeço ao Luís Lisboa que me emprestou a caixa de velocidades para a terceira e para a quarta corridas. Demonstra bem o companheirismo e o bom ambiente que se vive neste troféu. Isso é o mais importante”, afirmou Nuno Santos que não quer fazer, para já, as contas do campeonato. “Penso nisso só a meio da semana. Agora quero desfrutar as vitórias.” Gonçalo Lobo Vale foi segundo nas duas mangas da tarde e Luís Lisboa terceiro. Lobo Vale não teve “os azares de Braga” e sentiu-se mais à vontade. “Já gostei mais das primeiras corridas. As segundas foram mais animadas. Tinha um bom ritmo para ganhar vantagem e fazer segundo. Consegui fazê-lo com voltas limpas que me deram margem”, explicou. Luís Lisboa caracterizou o gesto de desportivismo para com Nuno Santos como algo normal “num troféu conhecido por isto”. Para o piloto, há muita entreajuda entre os participantes. “Vimos para as corridas sem equipa técnica. Se temos problemas, sabemos que alguém nos ajuda”, enalteceu. Depois da falta de travões que sentiu no seu Seven nas corridas da manhã, à tarde contou com “um carro impecável” e tirou partido do mesmo para chegar ao pódio. Na classe Business, Luís Calheiros Ferreira impôs-se no conjunto das primeiras duas mangas. José Kol de Almeida foi segundo e João Seabra terminou em terceiro. “Foi uma corrida difícil. Por vezes, estava um calor insuportável. Andámos todos mais próximos e as lutas foram interessantes”, disse o vencedor, enquanto Kol de Almeida salientou que “em Braga esteve muito calor, mas aqui as corridas foram mais quentes. Durante a tarde, José Kol de Almeida deu o troco e foi o mais forte. Luís Magalhães ficou em segundo e Luís Calheiros Ferreira completou o pódio. Nota, ainda, para André Correia. O vencedor do Kia Racing Opportunity terminou as duas corridas na 11ª posição. Para o piloto que entrou em pista para correr pela segunda vez, terminar foi o mais importante e sente que tem evoluído volta após volta. A terceira jornada da Super 7 by Kia realiza-se daqui a duas semanas no Circuito de Jerez, em Espanha.

 

VODAFONE MEXEFEST

 

Vodafone Mexefest

Novas Confirmações:
Peaches
Da Chick
Seven Davis Jr


Bilhetes à venda: 40€ no passe único para os 2 dias, até 30 de setembro

App Vodafone Mexefest já disponível com desconto exclusivo para clientes Vodafone


27 e 28 de novembro
Avenida da Liberdade, Lisboa

 

www.vodafonemexefest.com facebook.com/vodafonemexefest

 


Desde há muito que os que passeiam pela Avenida estão habituados a ouvir o melhor que se faz na música independente tanto internacional como nacional. Os três nomes que hoje se anunciam são três grandes exemplos disso mesmo: Peaches, Da Chick e Seven Davis Jr.


 

alt
 

 Site | Facebook | Vídeo: Close Up
 

Está de regresso um dos grandes ícones pop do século XXI. Peaches acaba de lançar o álbum “RUB” e estará também em Portugal para o Vodafone Mexefest em novembro para apresentar o novo álbum. Canadiana, a viver em Berlim, Merril Nisker é uma artista de corpo inteiro. Com discos e aparições em palco sempre cheias de energia e potência, mistura como ninguém a eletrónica, o hip hop e o punk rock. Um dos grandes nomes que vai desfilar pela Avenida, a não perder.

alt

Site | Facebook | Vídeo: Do tha Clap
 

Uma das mais promissoras revelações da música eletrónica nacional dos últimos tempos é Da Chick. O último “Chick to Chick”, lançado este ano, mostrou aquilo que todos já vaticinavam, uma artista de mão cheia que funde como ninguém o funk da velha escola com o groove eterno da soul, uma mistura explosiva que poucos conseguiriam fazer soar bem. Arrebatadora em palco, virá ao Vodafone Mexefest para pôr toda a gente a dançar com a sua energia contagiante.

alt
 

 Site | Facebook | Vídeo: Sunday Morning
 

Texano de nascença, mas há muito a viver na Califórnia, Seven Davis Jr cresceu a ouvir grandes nomes como Michael Jackson, Prince, Stevie Wonder ou Aretha Franklin e isso nota-se bem nas suas sonoridades. Cantor, mas também produtor, em 2014 assinou pela Ninja Tune para lançar o seu primeiro álbum. “Universes” já está disponível e vai ser apresentado no Vodafone Mexefest.


O bilhete único para os dois dias do festival está já à venda nos locais habituais, a 40€ até ao dia 30 de setembro, passando a 45€ a partir de 1 de outubro e a 50€ nos dias do Festival.

Já disponível na App Store e Google Play está também a app do Vodafone Mexefest. Os clientes Vodafone podem adquirir o bilhete único do festival com 5€ de desconto.
 

Vodafone Mexefest. De palco em palco, a Música mexe na cidade.
 
Mais novidades a anunciar brevemente.

 
 

Já Confirmados:
Akua Naru; Anna B Savage; Ariel Pink; Benjamin Clementine; BLOCO: Tropkillaz, Karol Conka, Mahmundi; Bully; Chairlift; Da Chick; Do Amor; Ducktails; Georgia; Patrick Watson; Peaches;
Selma Uamusse; Seven Davis Jr.; They’re Heading West, The Parrots; Titus Andronicus; Villagers
 

Informação de Bilhetes


Preço dos Bilhetes

Até 30 de setembro: 40€

A partir de 1 de outubro: 45€

Dias 27 e 28 de novembro: 50€
 

Troca obrigatória pelo próprio por pulseira no Coliseu de Lisboa a partir de dia 26 de novembro

Locais de Venda

Facebook Música no CoraçãoBlueticket - Call Center 707 780 000, lojas FNAC, lojas Worten, El Corte Inglês (Lisboa e V. N. Gaia), Centros Comerciais Dolce Vita (Amadora, Porto, Vila Real, Ovar, Coimbra e Funchal), Casino de Lisboa, Galerias Campo Pequeno, Abep, Estações de Correios, lojas Media Markt, Turismo de Lisboa, Bilheteira Online, Coliseu dos Recreios, Festicket.

 

BTCC

Welch Motorsport shows some signs of progress at Silverstone

Welch Motorsport had its strongest weekend to date in the 2015 Dunlop MSA British Touring Car Championship (BTCC), demonstrating solid reliability as in previous rounds and moving nearer the pace on the Silverstone National circuit (26-27 September).

The debilitating and perplexing reliability issues that stalled Welch Motorsport’s progress in 2014 and at the start of the current season appear to have been cured through sheer persistence and determination.

A re-homologated engine from the experts at D.T.W Engines Ltd was introduced at Oulton Park in June and a string of trouble-free outings buoyed the plucky Hampshire-based team, particularly as solutions to the straight-line speed deficit are on the horizon.

There was more optimism within the Welch Motorsport camp than at any time this year during the build-up to the ninth instalment of the 2015 BTCC at Silverstone and the squad has been using the limited time between race weekends to further improve its revised power unit before embarking on an intense winter testing programme in conjunction with D.T.W Engines.

Now the power unit is fully optimised, the team steadily creeps towards the sharp end of the 30-strong BTCC field and, while the pack was tightly bunched during first practice on Saturday (26 September) morning, the team's driver, Daniel Welch, had a relatively slender deficit to the pacesetters with a best time of 1m00.034s.

Sadly, an alternator failure, which also resulted in a damaged radiator, prevented Welch from featuring in FP2 and the lack of mileage placed him on the back foot heading into the critical 30-minute qualifying session on Saturday afternoon.

The first half of qualifying was spent bedding in engine components and it was only once the session was resumed following a brief red-flag stoppage that the Hampshire driver emerged from the Silverstone pit lane to complete a flying lap.

Track space was at a premium on the 1.64mile Silverstone National circuit and achieving a clean, unimpeded lap was almost impossible, but Welch steadily upped the pace and took his Proton Gen-2 to 24th on the timing screens with a best lap of 59.328s.

Silverstone was once again bathed in sunshine on raceday (Sunday 27 September) and the atmosphere was also bright within the Welch Motorsport camp when a stonking opening lap saw Welch climb four places to 20th.

Mike Bushell was the next target and a well-executed overtaking manoeuvre followed, Welch slipping underneath the AmD Milltek Ford Focus while negotiating the high-speed Copse Corner for the third time.

Welch continued ascending the timing screens as others faltered, but, despite running with the Eurotech's Jeff Smith and Martin Depper for a time, was unable to make an impression on the Eurotech Honda Civics. 

Bushell, meanwhile, stayed on Welch’s coattails and performed a retaliatory move on the sixth tour, before James Cole in the fast-paced Motorbase Performance Ford Focus simply powered past.

Places were traded with Smith when the Midlander had a wild and wayward moment at half-distance, but Welch then ran a relatively lonely race thereafter to receive the chequered flag in 19th.

In race two, Welch fluctuated up and down the order during the opening laps and eventually finished 18th, but what was the team’s strongest showing of 2015 ended with heavy damage, a tap from the rear causing a secondary, unavoidable impact with Hunter Abbott's Audi A4 that took both cars out of race three late on Sunday afternoon.

Both cars were sidelined with terminal damage following the shunt and, as an extensive rebuild is required, Welch Motorsport will be forced to field its spare Proton Gen-2 at Brands Hatch's season finale (10-11 October). 

“I can’t be too enthusiastic about finishing just inside the top 20, but it has undoubtedly been our strongest performance of the year, with a revised engine from D.T.W,” said Welch. “The car has handled beautifully all weekend and I’m able to match the best of them through the corners, but we’re still lacking on the straights and it’s very frustrating watching cars just surge past you. We did our best and tried to stay out of trouble, but that wasn’t possible in race three.

“There was a chain reaction of events on the opening lap, as I basically got caught up in another incident, as somebody swiped me at the rear before I received a secondary collision from Hunter Abbott. There’s significant damage to the car and repairing it will impede our progress with the engine between now and Brands Hatch.”


 

VOLTA À CORSEGA

036 MEEKE_DEUTSCHLAND_2015_Copy134 LEFEBVRE_DEUTSCHLAND_2015_Copy

OS DS 3 WRC ENFRENTAM AS 10.000 CURVAS

 

• O Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team tem encontro marcado na Córsega para a 11ª etapa do Campeonato do Mundo de Ralis de 2015. • Os dois DS 3 WRC inscritos para Mads Østberg/Jonas Andersson e Kris Meeke/Paul Nagle poderão marcar pontos na classificação dos Construtores. • Um terceiro DS 3 WRC está inscrito para a esperança dos ralis franceses Stéphane Lefebvre, que será acompanhado pelo seu co-piloto belga Stéphane Prévot. • A prova será transmitida em directo e integralmente no Canal + Sport. Após cinco edições organizadas nas estradas da Alsácia, entre 2010 e 2014, com três memoráveis vitórias da Citroën Racing, o Rali de França regressa à Córsega neste início do mês de Outubro. Prova ancestral da disciplina, o Tour de Corse faz a sua reaparição numa configuração histórica. Para a equipa sediada em Versalhes, este regresso à Córsega evoca inúmeras recordações: a de uma vitória no Campeonato do Mundo de 1999 com Philippe Bugalski e Jean-Pierre Chiaroni; o primeiro sucesso no WRC com o Xsara de Jesus Puras e Marc Marti; o primeiro título mundial de Sébastien Loeb e Daniel Elena em 2004; e o histórico grand chelem deste mesmo duo Loeb e Elena, quando conquistaram todos os melhores tempos nos troços, na edição de 2005. Diferente do percurso tipo pétala que caracteriza os ralis do WRC desde 1997, o itinerário é tão inovador como emblemático da história do também conhecido como Rali das 10.000 Curvas. As equipas farão uma volta à ilha, com base em Corte para as assistências. Mas cada dia será uma verdadeira Etapa, de Ajaccio a Bastia na SextaFeira, da Bastia a Porto-Vecchio no Sábado, e de Porto Vecchio a Ajaccio, no Domingo. 2 Esta nova configuração reclamou um pesado trabalho de logística afim de melhor acompanhar o esforço da equipa e a deslocação dos pilotos, durante os três dias de prova. Desportivamente, este regresso à Córsega vai oferecer um terreno de jogo muito diferente das outras etapas do calendário mundial. Encontro único e tradicional do Campeonato, o Tour de Corse apresenta um percurso completamente revisto. São apenas nove as classificativas do programa – a disputar sem tomada de tempos intermédios – e os pilotos vão encontrar pela frente troços muito longos, até aos 48 km de extensão. As estradas não são mais que longos encandeamentos de curvas, nas quais os DS 3 WRC jamais atingirão a sua velocidade máxima. No entanto, o maior problema é que a meteorologia da ilha é extremamente instável neste início de Outono. Registou-se uma temperatura recorde de 35o C há alguns dias, mas as trovoadas nunca andam longe das montanhas, sendo que uma secção se corre a 1.300 metros de altitude. Face ao desafio que representam especiais em asfalto com mais de 30 quilómetros, a equipa técnica do Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team vai preparar o evento durante três dias de testes. O objectivo é equilibrar as afinações dos DS 3 WRC com os pneus Michelin Pilot Sport usados esta temporada. O carro deve revelar-se eficaz nas partes mais onduladas e conservar o seu equilíbrio das tiradas mais longas. A constância do seu comportamento será a chave das performances dos pilotos. Ausente na Austrália após ter sofrido um acidente durante os reconhecimentos, Mads Østberg já se recompôs das suas lesões. Obrigado a um repouso absoluto durante dez dias, retomou a sua actividade normal a uma semana da partida do Tour de Corse. Os testes programados para sexta-feira passada permitiram-lhe retomar o ritmo de pilotagem de um WRC, antes de se iniciarem os reconhecimentos na quinta-feira, enquanto Jonas Andersson já se recompôs completamente do acidente. Kris Meeke conheceu a anterior configuração do Tour de Corse, tendo disputado a prova por três vezes ao volante de carros de duas rodas motrizes. No pódio no Rali da Austrália, Meeke concretizou uma série de belas performances e retomou a liderança entre os pilotos britânicos na classificação do Mundial de Pilotos. Na Córsega, irá encontrar um piso onde tem, por hábito, brilhar. Tal como na Alemanha e na Austrália, os dois pilotos do Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team irão ser acompanhados por Stéphane Lefebvre. No quadro da sua aprendizagem dos ralis mundiais, o jovem francês viu, uma vez mais, ser-lhe confiado um DS 3 WRC. Foi nas estradas corsas que, no ano passado, conquistou o Campeonato da Europa Júnior. 3 O QUE ELES DISSERAM Yves Matton (Director da Citroën Racing): «Vamos ab Yves Matton (Director da Citroën Racing) ordar a Córsega como uma prova totalmente nova no calendário. O seu formato pouco habitual faz dela um rali diferente, com uma planificação que já começou há vários meses. A dispersão dos percursos, nomeadamente dos parques fechados, é um parâmetro a analisar, se quisermos ter em conta todos os cenários possíveis. Para lá deste aspecto logístico, a prova não está muito longe das outras e sempre tivemos ambições no asfalto. A Citroën Racing possui uma grande experiência neste tipo de provas e já aperfeiçoámos as afinações dos nossos DS 3 WRC nos testes, mas iremos também abordar a prova com humildade. O Tour de Corse continua uma prova difícil, mas queremos marcar aqui muitos pontos. O Kris e o Mads vão ter que retirar o melhor das performances dos seus carros e ser competitivos logo desde o início da prova. Em função da evolução do rali, iremos adaptar a nossa estratégia. À chegada, temos que ter conquistado muitos pontos aos nossos adversários directos na classificação dos Construtores.» Mads Østberg: «Guardo boas recordações da minha ant Mads Østberg erior passagem pela Córsega com um WRC. As estradas são fantásticas e particularmente técnicas. Passamos de uma curva a outra sempre com muita aderência. Sinto-me feliz por regressar à Córsega, mesmo se a minha preparação da prova foi algo longe do habitual. Das outras vezes, treino-me fisicamente e trabalho nas minhas notas e nos meus vídeos… Agora, tenho unicamente que repousar. Para falar verdade, sinto-me realmente aborrecido! Mas desde segunda-feira que me sinto muito optimista, pois foi nesse dia que recomecei a viver normalmente. Já posso conduzir. Sinto-me determinado e tenho pressa de me sentar ao volante! O meu objectivo é acabar no top 5 e defender a minha posição no campeonato.» Kris Meeke: «Este é um rali totalmente novo. Sinto- Kris Meeke me feliz por regressar à Córsega, pois este é um lugar mítico no Campeonato do Mundo. Daquilo que pude ver do percurso, as estradas deverão ser menos típicas do que em redor de Ajaccio. Mesmo se há ainda muitas passagens estreitas e onduladas, as especiais deverão ser de uma forma geral mais largas. Isso não faz mais que reforçar a minha impaciência, pois adoro andar no asfalto. Não há mais do que nove classificativas, mas são muito longas e a meteorologia poderá influenciar a prova. Os nossos testes foram excelentes para definir as afinações e trabalhar nos pneus. Vou tentar rodar ao meu ritmo e, se tudo correr bem, deveremos estar de novo em posição de nos batermos pelo pódio.» Stéphane Lefebvre: «Vamos procurar fazer boa figura Stéphane Lefebvre no regresso desta prova mítica ao Mundial. O objectivo é confirmar aquilo que mostrámos na Alemanha e na Austrália. É preciso aumentar a cadência e não fazer asneiras. Não tenho a sensação de partir do zero, pois tenho já as minhas impressões sobre o carro. O percurso é no entanto muito diferente da Alemanha e, claro, do da Austrália. Mas, pelo menos, estou no ritmo! O rali já começou nos nossos testes. É preciso apontar os pontos a melhorar e progredir rapidamente. Após ter entrado no top 10 na Alemanha, quero ficar um pouco mais na frente na classificação. Sei que o ritmo será muito elevado, por isso é a mim que cabe pôr-me à altura. No entanto, a minha ambição continua a ser aprender e encontrar mas minhas marcas para ser competitivo, caso tenha a hipótese de regressar aqui no próximo ano.» 4 O REGRESSO DA CÓRSEGA Mantendo um único Parque de Assistência, baseado em Corte, bem no centro da ilha, os organizadores do Tour de Corse desenharam um percurso de três etapas distintas. De Ajaccio a Bastia, de Bastia a Porto-Vecchio e de Porto-Vecchio a Ajaccio, as equipas apenas irão encontrar nove classificativas para percorrer. Após três dias de reconhecimentos, os pilotos irão ter encontro marcado no Shakedown de Poggio di Venaco (3,88 km), na Quinta-Feira a partir das 8h00, para as três passagens obrigatórias. A partida oficial do rali será dada na manhã de Sexta-Feira, a partir das 8h00, em frente do Palácio do Congresso de Ajaccio. A primeira escolha de pneus será efectuada no aeroporto, antes do arranque de Plage du Liamone – Sarrola – Carcopino (29,12 km), uma hora mais tarde. Após uma primeira passagem pela Assistência em Corte, duas longas especiais constarão do programa da tarde, com Casamozza – Ponte Leccia (43,69 km) antes de Francardo – Sermano (36,43 km), com um flexi-service e uma chegada de Etapa em Bastia. Sábado, a partir da Place Saint-Nicolas, as equipas largarão novamente para Casamozza – Ponte Leccia (43,69 km) e Francardo – Sermano (36,43 km), com uma Assistência em Corte. A mais longa Especial do rali – Muracciole – Col de Sorba (48,46 km), com a sua passagem aos 1.300 metros de altitude, será o único exercício da tarde, antes de um novo flexi-service e o fim da Etapa em Porto-Vecchio. Domingo, partida às 6h45 para três Especiais sem Assistência. Os pilotos terão que escolher os seus pneus para enfrentar Sotta – Chialza (36,71 km) e Zérubia – Martini (41,46 km), até os poderem trocar, antes da Power Stage de Bisinao – Agosta Plage (16,74 km), transmitida em directo pela televisão a partir das 12h00. A chegada será dada em Ajaccio, a partir das 13h05. Em França, o rali será difundido em directo e integralmente no canal pago Canal + Sport. Nota: Horas na Córsega, mais 1 hora do que em Portugal

 

AUTOMOBILISMO PORTUGUES MAIS POBRE

AUTOMOBILISMO PORTUGUES MAIS POBRE

 

PAZ Á SUA ALMA

Faleceu no BRASIL MÁRIO DE FIGUEIREDO. Nasceu em Março de 1943. Fez umas coisas no DESPORTO AUTOMÓVEL. TAP 74 pilotou um 260 Z de fábrica . Diziam que devia muito da sua carreira ao ENGENHEIRO HEITOR MORAIS.


 https://fbstatic-a.akamaihd.net/rsrc.php/v2/yz/r/FeKXnXfNkyF.png); background-size: auto; background-position: -70px -104px; background-repeat: no-repeat;">to ‎Antonio Borges
13 h · 
https://fbstatic-a.akamaihd.net/rsrc.php/v2/yv/r/XI0s3ZV9jdN.png); background-size: auto; background-position: -13px -17px; background-repeat: no-repeat;">

Faleceu no BRASIL MÁRIO DE FIGUEIREDO. Nasceu em Março de 1943. Fez umas coisas no DESPORTO AUTOMÓVEL. TAP 74 pilotou um 260 Z de fábrica . Diziam que devia muito da sua carreira ao ENGENHEIRO HEITOR MORAIS.

 

RICARDO GOMES NO PÓDIO

 

CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA

 

 

RAMPA DA PENHA 2

 

RICARDO GOMES NO PÓDIO DA CLASSE  NA RAMPA DA PENHA 2

 

Desta feita Ricardo Gomes terminou em 5º da categoria e em terceiro em termos de classe, onde o piloto de Braga começaria por fazer na 1ª subida 1.39.201, para conseguir melhorar um pouco mais na subida seguinte com 1.38.463, baixando um pouco o ritmo para a derradeira subida, onde acabaria por fazer um crono de 1.40.95. No final da prova, depois de deixar o seu Seat Leon Copa no parque fechado, Ricardo Gomes fez o resumo da última jornada do Campeonato Nacional de Montanha, começando por nos dizer “ terminou a Rampa da Penha 2, e com ela o Campeonato Nacional de Montanha. Foi um ano desportivo extraordinário, de grande aprendizagem e evolução, quer enquanto piloto, quer enquanto parte integrante de uma grande equipa. A dobradinha conquistada pelos pilotos da Vettra Motorsport confirmaram-no. Assim, conquistamos os 2º e os 3º lugares no Campeonato Nacional de Montanha de 2015, e posicionamo-nos onde desejávamos. Em 2016 seremos sérios candidatos à vitória. Muito obrigado ao meu amigo e colega José Correia, e a todos os elementos da equipa Vettra Motorsport, sem excepção de todos os amigos e fãs deste magnifico desporto, que de norte a sul do país, fazem o favor de nos acompanhar, e por ultimo, mas não em último, os patrocinadores que me permitiram com grande vontade e motivação abraçar este projecto em 2015”

 

CLASSIFICAÇÃO FINAL CATEGORIA 3


1º Manuel Pereira – Mitsubishi Evo

2º Luis Silva – BMW M 3

3º José Correia – Seat Leon Eurocup

4º Luis Nunes – Seat Leon Copa

5º RICARDO GOMES – SEAT LEON COPA

6º Sérgio Nogueira – Citroen Saxo

 

CLASSIFICAÇÃO POR CLASSE E 1 B

1º José Correia – Seat Leon Eurocup

2º Luis Nunes – Seat Leon Copa

3º RICARDO GOMES – SEAT LEON COPA

ricardogomes1 Copyricardogomes2 Copyricardogomes3 CopyRICARDOGOMES4 Copyricardogomes Copy

Fotos : Red Line Motorsport – Filipe Correia

 

JAGUAR JÁ TEM SUV

JAGUAR JÁ TEM SUV

 

Eis o suv que a Jaguar vai ter em breve no mercado

 

João Raposo

Telemóvel: +351 961 686 867
E-mail: jraposo-air@portugalmail.pt